Вы находитесь на странице: 1из 57
ESTRATEGIAS OPERACIONAIS DE ANALISE TECNICA DE ACOES Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei n® 9.610/98. Nenhuma parte deste livro, sem autorizacdo prévia do editor. poderd ser reproduzida ou transmitida sejom quais forem os meios empregadcs: eletrénicos, mecénicos, fotogrdficos, gravacdo ou quaisquer outros. ISBN: 978-85-917091-1-3 ‘Autor: Palex Tituo: Estratégias Operacionais de Andlise Técnica de Ades Eaigio: 2 Ano: 2017 Locat: Rio de Janeiro - R) Editor: Alexandre Fernandes ‘Contatos com oautor: palex1969@gmail.com Videos ecursoe:2t-palex eadbox.com/cursos Biog: atpalex.blogspot.com.br Férum Anise Técntea-Palex: br. Advin.com /forum Nem o editor nem o cutor assumem qualquer responsabilidade por eventuais danos ou perdas a pessoas ou bens, originados do uso desta publica¢do. 0 investimento em renda varidvelé uma aplicacdo de risco, erentabilidade passada ido garante a rentabilidade futura. Os desempenhos anteriores ndo sdo necessariamente indicativos de resultados futuros. 0 tvro ndo faz recomendagao de compra ou venda de nentum ativo, SOBRE O AUTOR Alexandre Fernandes, mais conhecido como Palex, é trader auténomo ¢ desde 2010 desenvolve um trabalho educacional para aqueles que desejam ingressar ou j4 operam na bolsa de valores através do estudo de graficas e ferramentas de Andlise Técnica. Nascido no Rio de Janeiro ‘em 1969, ex-aluno do Colégio Naval e dos cursos de Engenharia Quimica (PUC-R)) e Zootecnia (UFRR)), encontrou 2 bolsa de valores meio por acaso no ano de 2007, a qual se tornau sua grande paix4o, & rasponsavel por uma diditica inovadora, tantos nos livros quanto nos ‘cursos ministrados, faciltando o aprendizado de assuntos t3o complexos ‘com uma linguagem mais acessivel, direta e objetiva. APRESENTACAO Inicio de 2012 ou criei um férum de discussées no site Advin chamado Ans! lex. 0 objetivo principal era criar um espaco onde pudéssemos compartilhar estudos @ es- tratégias operacionais de andlise técnica de ages para proporcionar ao operador (ou trader) um método mais eficiente e oficaz na avaliac3o e seleco de ativos. Por que tive essa ideia? ‘Ao frequentar chats, blogs e téruns, pude perceber que a maioria das pessoas busca lucro f&- «il, busca a dica infalivel, os indicadores e sistemas operacionais milagrosos que trardo lucros astronémicos com o minimo de dedicacio e esforco. Fles operam através de previsdes (ten- tam adivinhar 0 que a aco faré no futuro), de crencas, de palpites de pessoas que eles julgam competentes. Eles “operam” de modo subjetivo (0 que eles acham) e tém uma enorme difi- culdade de seguir regras. terem disciplina, controle emocional. Operam dominados por senti- mentos como medo e gandncia! O resultado & que 90% das pessoas perdem dinheiro na bol- a do valores. Os motivos sio Sbvios! Eu também jéfiz parte das pessoas que operam de forma indisciplinada, sem regras, métodos, planos, objetivos. Eu jé vivenciei sentimentos de panico, medo, ganncia, dGvida ao operar. Che- sguei a perder 80% do meu capital 20 fim da crise de 2008, quase fui expulso da bolsa falido. Mas diante de tantos ertos cometides, eu consegui tomar a atitude certa e parei de operar preservan- do o restante do capital. Eu ndo culpei ninguém pelo meu fracasso, como a maioria faz, € assumi toda a responsabilidad pelos meus atos. Como sobrou uma parte do capital podria retornar mais tarde, mas teria que fazer uma verdadeira transformaggo em mim. Entéo fui cuidar da parte emo- ional que estava em frangalhos ¢ também estudar com seriedade © dedicacio a Anise Técnica. Aparte psicolégica 6 responsivel por 80% do sucesso do operador. Podemos ser fera nas anslises de agées, mas se ndo temos controle emocional dfcilmente ganharemos dinheiro. Apés seis me- ses estudando e praticando virtualmente os trades volteia operar de verdad, Prometi ser discipli- nado a0 extremo pra seguir todas as regras operacionais do setup que eu tinha escolhido operar. Prometi operar de forma totalmente objetiva, ou seja, sem dar espaco 8 subjetividade e a interte- réncia do emocional! Os resultados positivos comecaram 2 aparecer e passei a encarar os resul- tados negatives como parte normal do jogo. Claro que vez ou outra cometia pequenas infracdes, ‘mas isso faz parte do processo de evolucio do trader. O importante é que eu estava readquirindo 2 confianca pra operar. Confianca fundamental! Com o passar dos anos fui criando 0 meu pré- prio estilo de operar. Esse estilo € s6 meu, funciona comigo e me sinto confortavel operando des- sa maneira. Continuo me aperfeicoando, estudando, reavaliando os métodos e hoje me tornei um trader mais disciplinado, paciente e seguro! Eu busco a simplicidade nas minhas anslises grdficas. ‘Se eu consegui vencer na bolsa outras pessoas também podem alcancar o mesmo. No f6- rum eu tonto passar tudo que aprendi desde 2007. Acrodito que o conhecimento deve ser trans- ferido para as pessoas. Eu quero que o operador ou trader seja independente, que ele aprenda a pescar 0 peixe, ou seja, que ndo fique correndo atrés de dicas, de solugSes prontas, que no fique dependente de outra pessoa. O préprio individuo deve ser capaz, sozinho, de procurar selecionar os melhores ativos a serem operados dentro de determinadas situacées graficas. O operador deve usar indicadores, estratégias e ferramentas técnicas que facam sentido pra ele, que ele confie, que ele se adapte, e ndo ficar copiando 0 que outro trader ou operador faz. Cada pessoa tem seu estilo proprio, seu perfil operacional, entdo deve utilizar ferramentas adequa- das a esse perfil. Assim, criamos no férum um ambiente que retine diariamente dezenas de pes- soas dispostas a compartilhar estudos, estratégias, setups, ensinamentos etc, Como recebia muitos pedidos de orientacOes, dicas de livros de cursos, através do forum ‘© também por e-mail, como no existia um material completo que reunisse todos os assuntos necessirios pra se operar com eficiéncia, estava tudo meio pulverizado no mercado e isso difi- cultava a selegio de contetide por parte das pessoas, eu resolvi escrever um livro pra fa Tecnica - Pa- esse aprendizado. Foram dois anos de muita dedicacao que resultou no material que ficou mui- to maior do que eu imaginava no inicio. Assim, resolv divici-lo em dois livros: “Fundamentos do Analise Técnica de Agdes” e “Estratégias Operacionais de Analise Técnica de Aces”. No primeiro eu introduzo as bases fundamentais da Anilise Técnica, onde desenvolvo assuntos como grit cos, linhas de tendéncia, Teoria de Dow, pregos, volume, GAPs, estopes, pivots, figuras graficas, Indicadores técnicos, Fibonacci, Elliot, ciclos, plano de trade, sistemas oparacionais. A perfaita compreensao desse livro fundamental para 0 entendimento do segundo livro onde abordo os sotups e estratégias operacionais nos prazos de position, swing-trado @ day trade, operacées de venda, estratégias para selecao de ativos, integracdo das ferramentas de Andlise Técnica, proce dimentos operacionais da BM&FBovespa, indices de mercado, bolsas mundiais, escolha da cor- retora, home broker, aluguel de agdes, software grafico, gerenciamento de capital e controle de risco, tributagio das operacées, deciaragao anual de IR, escrituracao e planejamento, psicologia do trader, filosofia operacional dos top traders, sites e blogs recomendados. Eu fiz os livros pensando em atender aquela pessoa que nio tem nenhums nogio de Analise ‘Técnica ou bolsa de valores também aqueles que passuem um nivel mais avancado. Fui desenvol- vendo os assuntos tendo 0 cuidado de ndo tornar dificil o aprendizado da pessoa leiga e também. no tornar desinteressante aqueles que possuem um maior entendimento. Utilizei muitos esque- mase graficos pra facilitar a leitura e a compreensio. Recomendo a leitura com calma, muita aten- ‘go aos detalhes e que <6 avance os capitulos se realmente tiver compreandide o assunte prévio. ‘Ao longo de varios anos participando de féruns de discuss6es muitas pessoas sumiram, mui tos faliram, muites continuam operande por achismo e por impulso, mesmo com os alertas dis- rios que colocamos pra procurarem métodos mais objetivos de operacio. O interessante é que aqueles que seguiram o passo-a-passo que recomendamos (muito estudo, dedicac3o, trabalho, testes, paciéncia, disciplina) em pouco tempo comecavam a mostrar uma impressionante evo- lugSo em suas anslises gréficas e nas operacées reais. Eu fico extremamente feliz quando per- cebo que nosso férum foi capaz de contribuir com o aprendizado e evolucao desse pessoal. A deia do livro & a mesma, mas ele sozinho no tem poder de modificar nada, s6 vocé tem o po- der de transformar a si mesmo. Se vocé td iniciando na bolsa de valores e nao tem ainda os vi clos que levam a maioria 20 fracasso, tem nas mos um excelente material com recomendagées. eassuntos bem variados, que se seguidos com disciplina e rigor © levard a operar corretamente. Se vocé é um operador estressado, desanimado, descrente do seu futuro na bolsa, tem a chan- ce de dar a volta por cima e recomecar de maneira eficiente. Gostaria de agradecer a minha mae Maria Helena @ ao meu filho Daniel pela forca e estimu: lo nas horas dificeis e também por compreenderem os iniimeros momentos que abdiquei das suas companhias durante esses dois anos de realiza¢o dassa obra. Agradecimento especial a todos os amigos € foristas do Advin que desde 0 inicio se mostraram receptivos a esse traba- Iho @ sempre me encorajaram com palavras de estimulo. Esse livro fol feito pensando em vocés. ‘Queria desde j4 pedir desculpas por eventuais erros. Diariamente tive que dividir meu ter- po entre a realizacio dos mous trades, a administragao do forum o a confeccio do livro, entdo, erros certamente surgirio. Peco que me enviem um e-mail para corregio dos mesmos e tam- bém para sugestées e criticas. Euvenci e hoje vivo exclusivamente das minhas operagies, pois resolvilutar contra tudo que fazia de errado. Lutei também contra muitas pessoas que tém uma ideia equivocada da bolsa de valores. Poucos realmente te dio apoio nessa empreitada, Té na hora de mudarmos essa visio uitrapassada quea bolsa tem no Brasil. Sempre acreditei no meu trabalho e segui exatamente as orientacSes que coloquei no livro. Té tudo af. Nao pense que foi Ficil, Nessa vida de operador de bolsa nada vem facil. Corte logo essa ideia de ficar rico sem esforco. Trabalho arduo é necessa: io nessa empreitada. No opere apenas pelo dinheiro, opere com a objetive de realizar 0 trade de manoira correta, ficiente, com planejamento prévio. Isso 6 0 mais importante! Nao opere por operar, opere com amer, opere pra ganhar! O prémio vir como recompensa de sua dedicacso. Operar é minha vida! Um abrago a todas ¢ boa leitura Alexandre Fernandes (Palex) O fad G = em) 7p) SETUPS UTILIZANDO MEDIAS MOVEIS. SETUPS BASEADOS NAMEDIA EXPONENCIALDE 9 FERTODOS (MMES) SETUPS BASEADOS NA MEDIA ARITMETICA DE 21 PERIODOS (MM21) LINHA DA SOMBRA SETUP JOE DINAPOLLI MM200 DIAS. SETUPS UTILIZANDO BANDAS DE BOLLINGER FECHOUFoRA™FECHOU DENTRO(FFFO) ESTREITAMENTO DAS RANDAS WALKING UP THE BANDS ARRAS EM ESCADARIA BARRASEMTOBOGA TATicA DASOMBRA INFERIOR (31) SETUPS BASEADOS NO INDICE DE FORCA RELATIVA (IFR) IFRI4 + CANDLE DE REVERSAO PwornotrR Avance vimaoapo Fe FR meDIa DIVERGENCIAS NO IFR(6) SETUPS BASEADOS NOIFR2 ‘TRIPLE SCREEN (ENFOQUE TRIPLO) CONGESTAOEM TOFO ‘TRIANGULO ASCENDENTE ‘OPERAGAO DE ROMPIMENTO FALSO ‘TATICADA SOMBRA INFERIOR ROMFIMENTO DE TOPO HISTORIC (TH) HILO TRANQUTLO IGUANA LATINHACHACOALHADA, t as a By 2 = a a 1 103 ‘TURTLE SOUP -MODELODAVE LANDRY. SETUPS PARA INDICE FUTURO DO IBOVESPA SETUF FARACOMMODITIES AGRICOLAS ‘OPERAGOES LONG-SHORT FONTODEFIVOT UNHADAGUA CONTROLE DERISCO CONTROLE DA POSICAO MEDIAS MOVEIS stiecho pos anivos CCORRELACAO COM OUTROS INDICESE MERCADOS S18 18 1818 18 1k SETUPS DE DAY TRADE OPERANDO NA VENDA VENDA NO INICIO DA TENDENCIA DE BAIXA \VENDA No DECORRER DA TENDENCIA DEBAIKA \VENDA DE CONTRA-TENDENCIA DENTRO DA TENDENCIA DELTA ESTRATEGIAS FARA SELECAO DE ATIVOS DEFINIGKO DA TENDENCIA INCIPAIS ESTRATEGIAS OPERACIONAIS SELEGKO DE ATIVOS PARAAS OPERAGOES. INDICATIVOS DE FORGADDOS ATIVOS cONcIUsKo: INTEGRACAO DAS FERRAMENTAS DE ANALISE TECNICA BOVESPA- FROCEDIMENTOS OPERACIONAIS. EVENTOS CORFORATIVOS DIVIDENDOS |JUROS SOBRE O CAPITAL PROPRIO (JCP) BONIFICACAO DESDOBRAMENTO (SPLIT) [GRUPAMENTO (INPLIT) SUBSCRICAO MERCADO PRIMARIO DE ACOES X MERCADO SECUNDARIO DE ACOES GOVERNANCA CORPORATIVA BLUE CHIPS, SMALL CAFS E MICOS INDICES DE MERCADO ESCOLHA DA CORRETORA, EIMPRESTIMO (ALUGUEL) DE RCOES ‘SOFTWARE GRAFICO GERENCIAMENTO DO CAPITAL E CONTROLE DE RISCO_ ‘TRIBUTACAO DAS OPERACOFS DE RENDA VARIAVEL DECLARACAO ANUAL DEIMPOSTO DE RENDA EM ACOES ESCRITURACAOEPLANEJAMENTO PLANILBIA D0 OPERADOR DiAnio BE OPERACOES. PLANO DE AGO ‘CURVADOPATRIMONIO PLANILHA DE CONTABILIDADE DO MERCADO FILOSOFIA OPERACIONAL DOS TOP TRADERS SITES € BLOGS RECOMENDADOS [ANAUISE FUNDAMENTALISTA, ASSOCIAGOES, BLOGS E SITES DE TRADERS BRASILEIROS EDUCAGAO, CONSULTORIAE CURSOS FORUNS DE DISCUSSES INFORMAGOES, NOTICIAS E DADOS SOBRE ABOLSA (GRAFICOS ON LINE ‘SOFTWARES E FERRAMENTAS PARA BACK-TESTS. ‘SOFTWARES E FERRAMENTAS PARA ANALISE GRAFICA SITES ESTRANGEIROS ~ ASSUNTOS DIVERSOS. SETUPS UTILIZANDO MEDIAS MOVEIS A média mével é um indieador que tem come funcio principal nos informar 2 DIRE- GRO DA TENDENCIA. Tracando a média mével num grifico de precos conseguimos sua: vvizar a trajetéria dos mosmos remover o barulho do mercado, facilitando a visualizac3o da diregio predominante. Ela 6 utilizada como referéncla de MEMORIA do mercado. Assim temos de uma maneira geral: + Maka subindo (ascendente) meteada mais oimista~procurarsinais de COMPRA 4+ Média caindo descendente) - mercado mas pessimista~ procurarsinais de VENDA + Médias horizentais osclantes) - mercado indefinigo. Tipos principals: Aritmétiea (ou Simples) e Exponencial. Por sercalculada sobre dados pasado, ela NAO PREDIZ o futuro, apenas reage com pequena defasagem de tempo em relagio aos movimentos de precos. Ela SEGUE 0s pre 08, corre atrds dos mesmos. Um fator de extrema importancia é saber que quanto mais curta fora média, mas sen sivel ela as ligeiras mudancas de precos e mas préxima dos precos ela vai andar, geran {d0.por muitas vezes sinas falsos.Sdo muito volsteis,fazendo movimentos brusces. Quanto maior 6 periodo, mais lenta 6 a reacSo da média 3s mudangas de tondéncia, tornando sua ‘curva mais regular e suave. No existe periodicidade perfeita! Ambas tem prds © contras. Feita essa evisio acima, vamos dat inicio aos viros setups que se utilizam de médias méveis. So setups SEGUIDORES DE TENDENCIA. SETUPS BASEADOS NA MEDIA EXPONENCIAL DE 9 PERIODOS (MME9) Pode ser utilizado no Semanal, Disrio ou 60 minutos. ‘+ Funciona melhor no semanal e n@ 60 minutos. ‘+ No diario, as sombras acatam, as vezes, nos estopando. ‘Cada ativo tom uma poriodicidade molhor para o setup ser ulizado. Fazor backtosts. ‘© Quando © ativo apresenta um volume financalro @ de negécios muito superior 3 Imédia dele os setups costumam funcionar ber no intraday 15 minutos. Nessa si tuagio paderos aperar na intra 15, Melhores resultados em ages mais estaveis, menos voliteis, mas pode serutilizado ‘em qualquer papel do mercado. ‘+ BBRK3, FITA4, FRAS4, TCSA3, EVEN3, CSNA3, ALPAA, HGTXS sdo apenas alguns ‘exemplos. Evite usi-lo quando o ativa encontra-se em tendéncia lateral. Muitos sina falas Pode ser utilizado para operacées de COMPRA ou de VENDA. —— ESTRATEGIAS OPERACIONAIS DE ANALISE TECNICA DE ACOES SSO + Rogra importante: Nao opere contra a dirogio da Média do 9. € 0 primoiro FILTRO. Subindo ~ posicées compradas Calnde ~ posicdes vendidas BOVE ereOND Case GaN OST DARL Name] Sofa ee fe ne toe [ace we SETUP 9.1 Griado pelo trader norte-americano Larry Wiliams. Sotup SIMPLES, ofotivo, com bom nivel de acerto o excolonto retorno. Descticdo do setup: SINALDE COMPRA ‘+ Média mével exponencial de 9 (MMES) caindo, espero que ela VIRE PARA CIMA (em candle fechado) + Marco a MAKIMA do candle que fez a virada ocorrer. + No candle seguinte, a0 romper essa mSxima, fago 2 entrada (compra). Superou 1 centavo 2 maxima te- remas a entrada. Caso no rompa no candle seguinte e a MMES continuar subindo, a entrada continua valida. Se a média virar para baixo o setup é desconfigurade. Stop-loss na minima do candle onde marcamos a méxima [Apés 2 compra conduzimos o trade pela MME9, ou seja, até ela virar para baixo e o candle que provo- cou essa virada perder a minima. Final da operago, SETUP 9.1 ARMADO PRACOMPRA SETUP 9.1 ATIVADO ‘entrada 1 contavo cima da maxima stop tose ¥ stop-toss SINALDE VENDA + MMEO subindo, espero que ela VIRE PARA BAIXO. + Marco a MINIMA do candle que provocou essa virada ‘+ Noccandle seguinte, ao perder essa minima, faco a entrada (venda). Caso nio perca no seguinte ea MMES continuar caindo, a entrada continua valida, ‘¢ Stop-loss na méxima do candle onde marcamos 2 minima ‘+ Apés a venda conduzimos o trade pela MMES, ou seja, até ela virar para cima ¢ © candle que provecou essa virada tiver a maxima rompida. SETUP 9.1 ARMADO PRAVENDA SETUP 8.4 ATIVADO stopioss stop lore is ‘entrada 1 centavo abaixo de minima as ALvos ‘¢ Apés a entrada, 3 conducio do trade vai depender do estilo individual do trader. ‘+ RealizagSes parciais ajudam a reduzir o risco. *+ Para este setup 6 necessirio apenas 0 gréfico de pregos ¢ a média exponencial de 9, mais nenhuma ou: tra farramenta. ‘+ Vamos ilustrar detalhadamente todos os conceitos e exemplos vistos acima para nio ficar nenhuma dé. vida quanto ao setup 9.1 ‘* Operacdes de COMPRA ~ MMES virando para cima anne 26 FAG TaN TD OA NARI | [EPSON WES Tae TA 7 Wa ee | [EDOORRR TAS ak 7a TaD CDRA ia = I+ [es RCI 78 TT ATL 7 [Eigwaxs (725 7.48 7.21 7.29 0.582), Média MOvel E(9]5)=] Bot a ‘Ao lado podemos observar 2 epera¢3o.completa d= 583 monstrada na sequéncia acima. Esse trade teve uma ren- 561 _tabilidade de aproximadamente 34% em DO'S meses ¢ 533 meio. Observe que tivemos quatro viradas da MME9 que 505 do foram estopadas e o trade prosseguiu. Caso tivés 2 22M0s capital adicional, poderiamos ir comprando mais lotes de ages a cada virada da mm® para cima. Neste exemplo a entrada foi feita no candle seguinte a0 que 521 viroua MME9 pela primeira vez para cima. ob 0 6 2 a || jamyna stews | marys (GNA S (19a 19 1798 181A SOIT) Moa semanal Co Observe neste exemplo ao lado, no gréfico sema: \ (By Buinte 20 que marcamos 2 maxima e sim no tercel ee nm Calle aps. 850 fol possvel, pois a édia exponencial de 9 semanas, apés a marcaco da méxima, no virou para balxo, entdo, o ponto de entrada continuava valido, A entrada é feita 20 ROMPER a maxima. Podemos. po Ny apt so Pampa sean mie 063 final de semana, qualquer dia da semana seguinte que 0.5) rompa essa méxima a entrada 6 acionada. N3o precisa fochar acima, basta romper. Observe no exemplo abaixo. no intraday 60 minutos da PETRA, que a MME9 vinha caindo e vira para cima (eréfico 1), entdo marcamos a maxima (entrada) ¢ a minima (stop). No gréfico 2, a MME9 volta a virar para baixo, desconfigurando o setup. No grifico 3, a MME9 volta a virar para cima, ent4o, marcamos os novos pontos de en- trada e stop. No candle seguinte a entrada foi executada e 0 ativo entra em trajetéria ascendente. Algumas vezes io conseguimos perceber a virada da MMEQ no grafico de precas, entio, damos um ZOOM no grafico e selecio- namos 0 candle que fez a média virar e observamos 0 niimero que aparece 30 lado do nome da média mével na barra de titulo do grifico. (Caine nr ow oa ae eae SETUP 9.3 Desenvolvido pele trader Larry Wiliams. €.um excelente setup para ser utilizado nos prazos semanal e 60 mi utes principalmente, Também pode ser utilizado no éirio, mas as sombras dos candles muitas vezes nos estopam. Descrigdo do setup SINALDECOMPRA ‘+ Coma MMES subindo, osporo um FECHAMENTO (vou chamar de eanéle referénela) que soja soguido, ‘no minimo, por dois fechamentos abaixe do fechamento do candle referénela. Atencio: o segundo can Glo apés 0 refordncia nio precisa fechar abaixo do primeiro candle apés 0 referéncia. © conjunte sim deve fechar abaixo do fechamento do referéncla, + Obtendo isso marco a mixima do iltimo cand Rompendo a mixima eu tenho a compra. Caso io rompa e continue fechando abalxe do candle referncla au vou abalxande a méxima, desde que a MMES continue ascendente. ‘+ Stop-loss abaixo da minima do movimento corrativo, _— ESTRATEGIAS OPERACIONAIS DE ANALISE TECNICA DE AGOES SERS) SINAL DE VENDA + Com a MME9 descendo, espero um fechamento (referencia) que seja seguido, no minimo, por dois fe- chamentos acima. + Ocorrendo isso marco a minima do titimo candle. Perdendo a minima eu tenho a venda. Caso nfo per ca e continue fechando acima do candle referéncia eu vou subindo a minima, desde que a MME9 con- tinue descendent + Stop-loss na mixima do movimento de repique. 2 eenamentos seme do feck do erie I Achoem queda (au alta) pelo manos hé 2 dias. > O segunde dia deve ser uma barra 20/20 grande. > Volume alto na barra 20/20 é opcional. 1)GAP-n- Snap Play + A terceira barra abre em GAP de baixa e depois reverte © passa a subir. + COMPRA ~ alguns centavos acima da minima da barra 20/20. + Stop-loss ~ alguns centavos abaixo da minima do 3° dia. + Stop-gain com 4% de lucro out no 3° dla, 0 que acarrar primero. i I—Sramneres = sop bona om AP’ ‘dobaixa Dita os Sim ec all Me a : _ wnt a ‘Gap -n- So00 alae Fc (08.21 HED, Mike Moat ATAT SENOS] [ES Veoe races (665 0010, Wha MBIA PAT SOW. STETST Ea TaN Ta Ta Tae TED Si Smaps De Deo aa ii! wn (e al oon < Sioptow 2 oe 0 aD 7 a Zh Dw DD a SETUP 1-2-3 (MARK CRISP) E um sistema do contra-ten incia desenvolvido por Mark Crisp. Segundo Crisp ele funciona melhor em mercados em final de tendéncia que estejam sobrecomprades ou sobrevendidos, Funciona muito bem em indices de aces e merca dos futuros. Pode ser usado em todas as periodicidades a partir do 5 minutos. ‘+ Semanal e Mensal ~ usar gréfico de linha facilita a visualizacSo, + Disrioe intraday - grifice delinha di sinais falsos. Molhor usar arras ou candles. O setup pode ser usado tanto na compra quanto na venda e procura localizar uma con. figuragio de PIVOT de alta ou de baixa. Descrigao do setup: ‘+ Entrada na COMPRA > Candle 1 - fechamento abaixo do candle anterior ~ tipo FUNDO (bottom). > Candle 2 - fechamento acima do fechamento do candle 1 ~ tipo uma corregio. > Candle 3 ~ fechamento abaixo do fechamento do candle 2, mas NAO PODE ser abaixo do fechamento do candle 1. Ou sefa, nfo pode perder 0 fundo, > Superando a maxima do candle 2 temos a entrada. > Importante: os candles nie sie necessariamente consecutives. > Stop-loss ~ duas situacdes possivels: + Na minima do candle 3 ~ papais mais liquidos. + Na minima do candle 1 ~ papéis menos liquides. > Alvo = expansdo alternada 1-2-3 para cima. > Tente treinar seus olhos para identificar rapidamente 0 padrio abaixo. i i 1 1 |) 2. . ht ‘+ Entrada na VENDA > Candle 1 - fechamente acima do candle anterior ~ tipo TOPO. Candle 2 - fechamento abaixo do fechamento do candle 1 ~ corregSo. > Canale 3 ~ fechamento acima do fechamento do candle 2, mas NAO PODE ser acima do fechamento do candle 1. Ou sea, nBo pode romper o topo. Pardendo a minima do candle 2 temas 2 entrada, Importante: os candles nio sio necessariamente consecutivos > Stop-loss ~ duas situagBes possivels © Na maxima do candle 3 ~ paps mais Hild = Na mixima do cancle 1 - papéis menos liquidos. > Alvo = projecdo alternada 1-2-3 para baixo Tente treinar seus olhos para identiicarrapldamente o padrio absixo. Vamos ver alguns exemplos reais. [icsnas 15.19 15.58 14aT 1582 207%) Sa] (EUSNASS 15.17 tose 4aT ISI 207m) graco de inka Tat out tov ez jan lev mar mal jun Tet oat tov er jan lev ar mal jun BBPNMAS (508 690 64 G19 1.16%) [ES SPAMAS (G04 620 504 G19 116%) ‘nani ralico de linhe iN “HOp-4oss (BPNNG tem baixa liguidez) out mov dez jan fev mar mai jun jul ‘out nov dez jan fev mar mai jun jul (5 CoAN M (33,00 33,90 22,08 22.95 0.76%) Sl) EG PETRA (26.62 27,17 26.24 2551 4.78%) ay ‘mensal_ . iario ea 1 naa ‘ago Tan jun ov abr set Tew al nov abr nis 2 * % 0 DU BD Ow OPERACOES LONG-SHORT ‘So operages quo no dependem da tendéncia geral de mercado, ou soja, neutral zam 0 risco direcional do mercado. Sio operagSes que visam gerar lucro a partir de certas ineficiéncias do processo de formacao de precos dos ativos. O objetivo é a obtengio de luero a partir do aumento do spread entre os atives. So feitas da seguinte maneira: ‘+ Assume-se a posigio comprada (LONG) em um ou mais ativos que paregam su bavaliados, ao mesmo tempo assumimos a posi¢do vendida (SHORT) em um ou mais ativos que parecam sobreavaliados, |sso € feito na expectativa de que esse erro de precificagio seja corrigido posteriormente pelo mercado, e ai nés rever temos a operagio. . + Geralmente a quantidade financeira & igual tanto na venda quanto na compra dos ativos. Vende “x” Reais de um ativo e compra “x” Reais de outro ativo. Pode ser utilizada alavancagem em uma das pontas, por exemplo, vendendo dois ativos para cada ative comprado. + Em geral espera-se que 2 posigao “long” se valorize enquanto a posigo “short* aptesente uma queda de preco durante 0 pariodo de investimento, Mas o inves: tidor pode obter ganhos mesmo se as duas agdes se valorizarem, desde que a posigio “long” se aprocie mais do que a posigio “short, ou se ambas cairem, se a posicdo “long” cair menos do que a *shori”. O ganho do investidor depende do desempenho das duas pontas e, em teorla, nio esté vinculado ao desempenho direcional da bolsa. Ou sej2, pode-se ganhar mesmo que o indice nao apresen. te valorizagao. Estratégias + Anilise técnica - critérios técnicos e graficos. ‘+ Anilise fundamentalista ~ examinar os fundamentos de cada empresa ‘+ Arbitragom de risco ~ expectativa de fusdo cu aquisigio futura entre as empresas. ‘+ Arbitragem estatistica utiliza pares de ages e setups estatisticos. PONTO DE PIVOT Nio é um setup! E uma ferramenta aunxiliar que nos ajuda na observac3o de possiveis zonas de SUPORTES e RESISTENCIAS, Possibilita que possamos no inicio do ano, do més, dda somana ou mesmo do ia, ANTEVER quais seriam as principais regides de pressio com: pradora (suportes) e pressio vendedora (resisténcia) para o periodo temporal analisado. Aideia surgiu com os day traders de Chicago. Eles somavam a méxima, a minima e © fechamento de ontem ¢ dividia tudo por3. Determinariam assim 0 PONTO DE PIVOT para © dia seguinte: preco que o mercado toma como base ¢ ficarla tlutuando em torno. Feito isso, 0 prdximo passo era plotar a distancia da minima do dia anterior para 0 ponto de pi- vot de hoje e jogar essa distancia para cima a partir do ponto de pivot (primeira resistén- Gia). Calculavam simultaneamente toda a amplitude do dia anterior e jogavam a distancia ppara cima a partic do ponto de pivot (segunda resist&ncia). Paraos suportes faziam amesma coisa s6 que utilizando a mxima do dia anterior para calcularo primairo suporte. Eles pe- gavama referéncia disria para calcular os niveis intraday, pois eram day traders. Caso vocé opere por graficos didrios ters que pegar a maxima e a minima da semana anterior. Quem opera por grificos semanais, tem que pegar a maxima ea minima do més anterior e assim sucessivamente, sempre pegando os pontos do prazo operacional imediatamente acima. Vou mostrar abaixo um exemple de como calcular manualmente o Ponto de Pivot (PF). ‘Mas isso nio é necessério na prética, pois a maioria dos programas gréficos jé vem com esse indicador. DAY TRADE Definigdo ~ ¢ ua operagao aberta e fechada no mesmo dia. Exige do trader uma disciplina muito grande, bastante controle emocional, disponiti- lidade de tempo e capital adequado. Tem que ter total comprometimento. € uma modali- dade operacional que exige muito, tanto emocionalmente, quanto fisicamente. Temos que estar livres de qualquer tipo de preocupacao ou outra atividade ao entrarmos paraum dia de operagdo de day trade. (0 ambiente em que operamos também muito importante para o sucesso da ope- ragdo. Tem que ser um lugar silencioso e sem objetos ou pessoas que nos tirem 2 ATEN- CAO. O nosso foco principal é © grifico! Muitos traders chegam a usar fones de ouvides com abafador de ruidos. Uma plataforma grética com dados confiaveis e sem delay também é imprescindivel para a atuago do day trader. Um erro muito comum entre as pessoas é achar que o day trader é um sujeito que ope- rafreneticamente, fazendo dezenas de operagées durante o dia. Claro que existem traders com essa caracteristica, mas nem todo day trader & muito ative. Além do mais, conforme veremos mais 3 frente, tem dias que ndo vale & pena operar. Assim, diante de todas essas caracteristicas, ser day tradernie est 20 alcance da gran- de maioria das pessoas. O day trader tem que mirar e ser certeirol!!Tem que saber sele- cionar os ativos adequados e os setups prdprios a esse fim. £ tudo muito rdpido, e na hora no podemos ficar indecisos. Lembre-se sempre: o tiro tem que ser certeiro! Vantagens: ‘+ N30 dormimos com 0 ativo em custédia. Isso nos livra de uma abertura em GAP no dia seguinte. Estamos sempre liquidos. Pode acontecer uma catastrote na bol- sa que ndo somos afetados. + Conforme diminuimos o prazo grafico operivel aumentamos a chance de maior retorne financeito, pois o gréfico torna-se maior (mais candles ~ maior movimen- taco — maior oscila¢0), possibilitando um aumento do niimero de operacdes em relagdo ao grafico diario ou semanal. Desvantagens: ‘+ Necessita de um capital adequado para fazer frente ao aumento dos custos opera~ cionais devido a0 maior niimero de operagées. A partir de R$30.000,00 & o ideal ‘+ Devido a utlizacio de gréficos de periodicidade mals curta, a conflabilidade dos sinais gréfices diminui. [sso ocorre devido a menor quantidade de volume finan- ceiro transacionado. Sabemos que o volume financeiro & que move os precos. Quanto maior a periodicidade escolhida, maior a confiabilidade. ‘* Sé podemos operar ativos que apresentem liquide elevada para que possamos entrar e sair das operagées rapidamente e sem grandes spreads (diferencas) en- tro os precos. Periodicidade grafica ¢ EUA— davido 0 mercado apresentar altissima liquidez operamos com grificos de 1a 2 minutos para cima ‘+ Brasil - mercado com liquidez menor ~ devemos selecionar as ages - grificos de 15 minutos para cima. Em determinadas situacées, quando a volatilidade e a liquidez aumentam bastante, podemos operar gréficos de 1 a 5 minutos. MEDIAS MOVEIS + Goralmente utilzamas 2s seguintes médias: > MME® ~ 6 uma média do MOMENTUM, ou seja, ola passa a soguir bem porto © proco quando esto g2- na aceleracéo (velocidad). > Mu2i ~ geralmente movimentos directonais tim Inicio nas suas proximidades e depots ganham aco leracio pela MMED (guia os pracos) sso funciona em todas as periodicitades. € uma méia mals for- te (robusta) para indicar suportese resistencias. [= ws in 7:17 720 2.5 7.18 24 Mia Me 62.1) 9) (ESN iA TN TAA. i NE ITS tse 13 | snbt Coase | waa) ult ens movinencatam |e wipe due ve] a0 eho cole pote ve ox it sume cntesinto > ap ib en self as ‘¢ Devido andar bem préxima dos pracos @ reagir rapidamente 3 MMEQ @ utilizada come critério de stop or muitos traders. > Num movimento direcional para cima, os precos vio testar a MME9 nas correcdes, entio, caso um can- dle FECHE abaixo dala, marcamos 2 minima dele e na sua violagio estopamas. Esse 6 um método, Qu- tra possibilidade € esperar um segundo fechamento abaixo da MME9, imediatamente apés 0 primeiro, confirmando-o e ai estopames a posi SETUPS DE DAY TRADE 1) FECHAMENTO DE GAP. * Ocorre no inicio do pregio. + Grafico de 25 minutos. ‘+ Setup bem simples de ser operado e com bom indice de acerto, ‘+ Esse setup funciona melhor quando o WINFUT opera entre 0.8% ¢ 1% de variagio (para cima ou pare baixo) quando o mercado 3 vista tem sua abertura, O mercado futuro abre 1 hora antes, Esse fato & im- portante, pois boa parte das acées jé vai abrir em GAP. + [dentifcagio: PASSO - Procurar por um papel que abra com um GAP GRANDE ~ aqui cabe uma obsorvacso ~ Fica muito ¢i mensuracio de um GAP. 0 que pode ser grande para um ativo, muitas vazes & pequeno para autro atv (mais volati). Entio, a analise técnica é acima de tudo ums eiéneia VISUAL, Temos que treinar nessos elhos para poder nlificar dentro de determinado grafico se o GAP & ou nao grande. Com os anos de p tarofa torna-se instantinea. Entio, para ofeito do monsuracio, vou considerar como tamanho ideal o de 0,80% até 150% de distancia entre os CORPOS que formam 0 GAP. Preste alencio nesse detalhe: distancia entre os corpos © iio entre as extremidsdes dos candles. Assim, tomos quo etperar o fechamento de primeiro candle do gritico do 15. Na primeira figura tivernos uma abertura em GAP de alta Na segunda igurativemos uma abertura em GAPde balsa, ‘woondle de 15 jportante: GAP maior que 2,5% é mais perigoso de ser operado por essa estratégia, pois geralmen: te nio é fechado, Pademos até operar, mas devemos alterar 0 objetivo (alvo). + Exempios de operagdes de fechamento de GAP. PETC BI BTS ‘ i, f wl i a ee ain Franin a i [eT [Elena Ten ee Te sa wT ae CAT OA a ae sssr |] candle ang serten +2 teat au oy 5.1) POWER BREAKOUT * Poder ser operados em qualquer prazo operacional; até 1 minuto pode ser operado, desde que o mer- ado tenha liquide. No Brasil 6 mais comum no intraday 5 minutes © 15 minutos. Dirego do rompimento: Para cima ~ Power break UP Para baivo - Power break DOWN, (Caracteristicas principais: diminuem as chances de falha na operacao. S Apés forte movimento direcional os precos se establizam através de uma consolidagio de pequena amplitude - um candle 20 lade do outro ~ que durante 0 sou desenvolvimento 6 caracterizado por um baixo volume. Ideal que o forte movimento inicial ocorra no inicio do pregio e nao vindo de um pre gio anterior. ‘Consolida¢o com 10 candles jé 6 aceitave. idealmento com mais de 15 candles. Iniciam a consolidac3o com os precos atastados da MME9 e da MM21 (ou MME21). Geralmente 0 rompimento ocorre com os precos tocando a MM21 ou bem préximos 2 ela ‘© rompimento ideal 6 aquele na mesma direc do movimento prévio do dia anterior. ‘© rompimento ideal € aquele com alto volume ne candle que rempeu. Médias méveis: ‘+ MMES ~ pode ser rompida pelos precos durante 2 consolidacao. € uma média de momentum, que costuma carregar os pregos apés 0 rompimento. + M21 (ou MME21) ~ um candle no pode fechar abaizo, violar pode. Vode de LMinao aaa Siw snes ee Tae ee eee aT ans Fea SES (Baas naa TT Be {aaen pret Taos as Taso ee Cun er eae OT SM MMMMCE TS) [ELSA Tanna ier ee aa Oat) meas Mora RITES] [ES vouss Frasoois Bear SFN [FSvouse Finwaste 7 767001 + Gatilhe dotrade > Gatilho é diferente de suporte ou resisténcia, Gatilhe nés tragamos nas sombras dos candles; supor: tes resisténcias, tragamos nos corpos, > O gatlino (ponte que superado gera a entrada de trade) 6 marcado aps a formagio dos 2/3 finals do movimento de consolidagio. Entio, esperamos no minimo 10 candles (idealmente mais de 15) para ccaleular aproximadamente esses 2/3 da congestio e marcar o gatilho. Tracamos uma reta horizontal na maior maxima (power break up) dasses 2/3. Isso 6 multo importante! Mesmo que antes das 2/3 te. nhamos uma maxima maior, @ gatilhe se refere apenas a maior maxima dos 2/3 finais da consolida- ‘le. No power break down o gatilho é tracado na minima. Tracado © gatilho, temos 2 entrada na primeira violagio dele, ou seja, superou 1 centavo a linha hort zontal nés efetuamos 2 entrada no trade. Nio precisamos esperar o fechamento do candle, pois, ge- ralmente, ap5sa violacéo, os preos explodem e se no formes bem rapidos perderemos o trade. Day trade exige muita rapicez! wt fax um topo mais to (vee sempre te) No copramos seeheectien Ay a “ Y) a : i le tae po [Ei vouee Fiera 28.0) OPERANDO NA VENDA Muitas pessoas acreditam que s6 podem ganhar dinhelro na Bolsa se comprarem a _2¢30 porum praco @ esse preso subir. Essa é, sem ckivida, a forma mais commu de opera~ ‘do, ou seja, comprar uma aco com expectativa que o preco se valorize, trazendo lucro ‘operacio. Em tendéncia de alta, 2 estratégia de compra funciona muito bem, mas quando © ativo entra em tendéncia de baixa como podemos auferir lucros? Come podemos per- manecer ativos no mercado, mesmo néo fazendo operacées de compra (operagées con- tra_a tendéncia) durante a baixa dos precos? Através de operacies de VENDA. Vendemos © ativo porum preco @ o recompramos por um praco inferior, tendo lucro na operagao. [Srerne(iaae tas vane es a Sl Peseren as ren cae NaNO PIO sori as teri et jot [x resound age demenge = 264-468 = 4,06 gto etre | [ia RSNA CTE TT Basicamente temos dois tipos de venda: + Venda Descoberta > Vendemos acées que no possuimos em carteira e as recompramos, a0 final do dia, numa operacio de day trade, zerando a operacao. No Brasil, 6 & per- mnitido day trade. > Nio ha necessidade de alugar as acées para vender. > Cnecessétia uma garantia: agées de outras empresas, dinheiro titulos pilicos ete. > €-uma opera¢io que pode provocar perdas elevadas © nao é indicada para in- vestidores iniciantes ou sem pritica de mercado. + Venda Alugada > Alugamos (tomador) uma agio © 2 vendamos na expectativa que os pregos caiam. Depois a recompramas @ a devolvernos 20 doador. > Ema operagio de prazo mals longo. O prazo definida no cantata de alge > Enecessério pagar uma taxa de akuguel ao doadore também depositar garantias. > Observacio: a CYM (Comisséo de Valores Mobilarios) considera a vena alu- gada também como venda a descoberto. Algumas pessoas, dentre as quais me incluo, preferem a distinc3o acima ESTRATEGIAS DE VENDA em relacio a TENDENCIA predominante ‘+ VENDANG INICIO DA TENDENCIA DE BAIXA - risco médio ‘+ VENDANO DECORRER DA TENDENCIA DE BAIXA - risco baixo + VENDA DE CONTRA-TENDENCIA DENTRO DA TENDENCIA DE ALTA - risco alto ESTRATEGIAS PARA SELECAO DE ATIVOS Antes de iniciarmos uma operagio de compra (ou de vend) devemos buscar as ativos mais indicados para esta tarefa. Assim, para operarmos na ponta comprada devemos bus: car configuracées griticas que mostrem FORCA nessa diregio, Existem centenas de setups ‘9 métodos operacionais, mas eles sozinhos nio garantom o sucesso da operacio. Por exer. plo, apd fechamento do prego vamos selecionaros ativos que esiao armando o setup 9.3 para compra, Selecionamos de7 aces que apresentam o setup 9.3 pronto para dar entrada no grifico didrio. Qual desses dez ativos iremos escolher? Sabemos que o ideal é buscar ativos FORTES, pois a nossa probabilidade de sucesso na opera¢o de compra aumenta. Certeza de sucesso no trade NUNCA teremos, mas podemos selecionar papéis que mostrem mais po. tencial para a operacao pretendida, diminuindo os riscos de stop-foss. Vamos estudar nesse capitulo como IDENTIFICAR os melhores ativos para operarmios em determinado momento, PRINCIPAIS ESTRATEGIAS OPERACIONAIS © Dofinida a tondéncia, oxistom basicamente trés formas de > Comrerio > Contra-tendéncia rar: Exemplo em tencéncia de alta, Observe no esquema zo lado os trés principaistipos de operagSes em uma tendéncia de alta. 1 = ROMPIMENTO de congestio. Ocorre quando os pre- 05 rompem a resisténcia da congestio. 2 ~ CONTRA-TENDENCIA ou RETORNO A MEDIA MO- VEL ~ Ap6s se afastar bastante da média mével no mo- vimento (1-2), iniiamos venda ne ponte 23t6 a proxi rmidades da média (2. 3 ~ CORRECKO ~ iniciamos operagio de compra perto fda média mével ou um suparta, aps fim do movimen- to corretivo (2:3) 4.~ ROMPIMENTO da resistncia de topo anterior. For- macio de Pivot de alta. TRADES DE ROMPIMENTO + Rompimento ~ supera¢o de uma regio de suporte ou resisténcia, tais como linhas de tendéncia, to- pos e fundos anteriores, pivots, congestdes, ret’ingulos, tridngulos, GAPs otc. O candle tem que FECHAR superando a zona a serrompida. GAP > Selecione ativos que no tenham resisténcias importantes logo apds © rompimento. Procure ativos ‘com camminho livre, alvos amplos. HAVES TT TOT THAD COLMAR T(E VRER0 bo TA TN a NAT ESI pre nto vo ae 27.19 ut sgl lll tad SELECAO DE ATIVOS PARA AS OPERACOES. INDICATIVOS DE FORCA DOS ATIVOS: 3) Diregio e inclinagio das MEDIAS MOVEIS ‘* Quando olhamos um grafico pela primeira vez devomos prestar atencio nos diversos tipos de tendén- cia que ele apresenta na janela temporal, Isso vai facilitar nossa tomada de decisio e o tipo de trade que vamos realizar. Basicamente precisamos saber: > Qual 6 a TENDENCIA MAIS LONGA? © Edada pela média mével de prazo maior. » 210u50 ou 63 etc. > Qual 6 a TENDENCIA MAIS CURTA? © E dada pela média mével de menor prazo. » 9 ou 13ou2letc. (Sov wr naai er va GLERESE GLOOAGE WO, Mesa Mor) Tenconcia naie courts do BAKA [ET GrSAS SES THOT DE Me MoE BITTE tendencia inasnniga Whe tlle) egg [> =i oa Tendo dp ALTA deco prato No grafico ao lado do Ibovespa (disric) notamos, no pe- iodo analisado, que vai de agosto adezembro de 2005, uma tendéncia de longo prazo de alta dada pela ditecao. da M63 dias que esteve ascendente durante 0 perfo- do 0 uma tendéncia de baixa de curto prazo (correo) dada pela MME9 dias, que esteve caindo durante o més. de outubro (rea amarela).. Em GFSA3 (diério), percebemos uma tendéncia indetinida ‘om novembro com as MMAEO ¢ MM21 se intereruzando ea mudanga para tendéncia mais longa de BAIXA com a média de 21 (azul) virando para baixo. Nas dreas ama- rolas notamos os ropiques em diregio 3 MM21, propor- clonados pela virada momentnea da MME9 para cima. Sao movimentos breves que chegam ao fim 20 se apro- ximarem da média mais longa. 5) AFASTAMENTO DOS PRECOS APOS ROMPIMENTO DE TOPO (OU FUNDO) + Um papel masta forca quando, em tendéncia de alta, consegue romper o topo anterior e se afastarra- pidsmente da zona de resisténcia,Pul-back e lateralizagBes logo apés 0 romplimento diminwer 2 for~ ca do ativo. forca diminut fora diminut lateratizagao + Um papel mostra forea quando, em tendéncia de baixa, consegue romper o fundo anterior e se afastar rapidamente da zona de suporte, en latoralizagso forga ¢iminut ‘orga diminut TT TTS ae begs | more f (is re a tsi Fenpe endo ls (Bane am os we cm aa MeN MTS BOVESPA - PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS A BM&XFBOVESPA 6 uma companhia que administra mercados organizados de ttulos, valores mobilisrios e contratos derivativos, além de prestar servicos de registro, compen saio ¢ liquidacGo, atuando, principalmente como contraparte central garantidora da liqu dacio financeira das operag6es realizadas em seus ambientes. + SEGMENTO BOVESPA - & 0 sezmento do mercado organizado de bolsa de valores administrado pala BMAFROVESPA, no qual s30 negociados ativos de renda varis vel e seus derivativos (opgées, termo @ futuro de a¢ées) ‘+ COMPANHIA BRASILEIRA DE LIQUIDAGAO E CUSTODIA (CBLC) - 6 a cimara da BMAFBOVESPA que presta, em cariter principal, servigos de compensagio, Ii quidagio # gerenciamanto de Risco de Operacées do Segmento BOVESPA. Tam bém 6 responsivel pola prostagio de services do custédia e de central deposits via para os ativos negociados no Segmento BOVESPA + AGENTE DE COMPENSACKO - instiuicio habiltada pela CALC a liquidar opera 80s realizadas pelas Sociedades Corretoras no Segmento BOVESPA. + SISTEMA ELETRONICO DE NEGOCIAGAO (MEGA BOLSA) ~ sistema de negocia, Gio de propriedade da Bolsa, responsivel pelo registro das ofertas e negécios hos mercados de renda vardval SOCIEDADES CORRETORAS ‘Sdo insttuigSes autorizadas pelo Banco Central do Brasil e pela CVM para realizar ope: ragdes om diversos mercados, dentre eles o de titulos @ valores mobilirios om bolsa de valores ou ne mercado de balcso organizado, Opera por conta prépria ou por conta e o- dem de seus comitentes © OPERADOR - profissional especializade que realiza negéclos na Bolsa, em nome dda Sociedade Corretora a qual represonta. © Operador pode tor ou no vinculo ‘empregaticio com a Sociedade Corretora. + CLIENTE ou COMITENTE ou INVESTIDOR - pessoa fisica ou juridica, ou entidade de investimento coletivo (fundo de investimento ou clube de Investimento) que opera através de uma Sociedade Corretora, ou que tem sua carteira de ativos por ela administrada. ORGAOS REGULADORES ‘+ CONSELHO MONETARIO NACIONAL (CMN) - é 0 drzio deliberative maximo do SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL (SFN), + COMISSKO DE VALORES MOBILIARIOS (CVM) - autarquia federal encarregada da regulagao ¢ da fisealizagso do mercado de valores mobilidrios. Uma das principais aribuigdes da CVM é monitorar as atividades de cormpankias abertas, mercados, organizades de baledo, mercados de bolsa e de futuros, bem come de membros do sistema de distribuigdo de valores mobiliios, tals como administradores de fundos e de ativos. A CVM possui acordes com autoridades regulatérias de ou {ros mercados, tals como a FSA (Financial Services Authority) no Reino Unido 2 SEC (Securities and Exchange Commission) nos Estados Unidos. ‘+ BANCO CENTRAL DO BRASIL (BACEN) - Ao Banco Central compete a implemen: tacio das politicas monetéria e creciticia estabelecida pelo CMN, a regulacio do mercado de cimbio © dos fluxos de capital no Brasil, a aprovag30 da admis. 580 do novas instituigées fnancoiras dos sotores privade © puiblico com pode res para aplicar penalidades reavigias OPERACIONAIS DE ANALISE TECNICA DEAGOES oa MERCADO AVISTA + PRECOS ~ Os precos sZo formados ern pregio, pel2 dinmica de forcas de oferta e demanda de cada atlvo + Sistema de Negociaga ~ as aces sia negociadas no Mega Bolsa, sistema eletrénico de negociagi0, + Quanto a espéeie, as acdes podem ser > Ago Ordinéria (ON) - 0 acionista tom participagdo nos resultados da empresa 6 0 diroto do voto om assemblelas gerals, > Agio Preferencial (PN) ~ 0 acionista tem prioridade no recebimento de dividendos, ¢ no reembolso do capital, em caso de dissolucio da sociedade. * Coditicage adotada para os ativos segue a tabel2 abaixo: QUATRO letras o UM ou DOIS nimeros. EIT EXEMPLOS Direttes Oreinarios| 1 VALEL PETRL Direlts Praterencias 2 VALE ETRE bes Ordinarias 3 ALES PETRS ‘Ages Preferencals 4 VALS PETRA ‘Acbes Preferenciais ClsseA | 5 ALES PETRS ‘goes Proferoncais Cassa | 6 ALES PETRE T a 9 10 ‘Aces Prferenctals Classe C VALET PETRI ‘Aes Preferencials Classe D YALEE PETRE Recibos Orénarios ALES PETRS Recibos Preferencais WALELO PETRIO luis rm Sane, SHAT * Tipos do Oporactos: > Operagdes comuns (ou normais) ~ compra num dia e vende em outro dia (ou vice-versa), Operagdes day trade ~ compra e vends no mesmo dia. DAY TRADE + Operagio de compra. venda de uma mesma quantidade de ativos, realizada no mesmo dia, pela mes- ma sociedade corretora, por conta e ordem de um mesmo comitente nos mercados a vista, futuro de acées e de opcses e liquidadas através do mesmo agente de compensacio. + A liquidagio dessas operacées dar-so-4 por compensagio financeirs, Eventuals excedentes, quer pela compra, quer pela vends, implicario na liquidagSo da salda apurado. A Bolsa poders restringir ou sus- pender as operagdes day trade. * 0 day trade ndo se inicia necessariamente com a compra, pois o importante é o “zeramento” da ponta Inversa nur mesma dia. Exempla: comprel 100 e vendi 100 ou vendi 100 e comprel 100. + O day trade pode ser parcial. Exempla: voc8 compra 200 e vende 100, portanto o day trade se refere 3 uantidade de 100 aces. Vocé recebera ou pagar’ a diferenga financeira das duas operacées e recebe- 4.0m custédla as 200 ac6es rostantes. DIAS E HORARIO DE NEGOCIACKO Frado pela Diretoria da Bolsa, Diariamente ser realizado Prego Eletrénica por meio do Sistema Eletrnico do Nopocincio, Nao haver’ progio aos sivacos, comingoso feriados, Far atnta 3x mudangas do norris ocor tidas no heriio de verde, Consulta site tp: iew.bmbovespa.combr, Vi 3 guia Regulacioe selacione Ho- Trios de Negociago ou Calendrio do Mercado para ter acesso aos dados alas. Abaito temos exerplos para oan de 2014. roo Cen CENTS 9:30-5:45 _ | Fase de cancelamento de ofertas anteriores 9:45 10:00 | Leldo de pré-abertura-forragto do preco te6rico Or00- 16355 | Se5890 continua de negoctogao 36:55 -17:00_| Call de fecharnento - mercado & slaw Factonivio 1725-1730 Fase de cancelamento de ofertas 1730- 18:00 Fase de negociagio + Pré-abertura: procedimento adotado no Sistema Eletrdnico de Negociacio, pelo qual é feito o registro do ofertas de compra © vonda antes do inicio do parfodo de negociacso, quo tom por objativo dar ori nom 3 formagie do prego que servirs de base para quando do inicio dos negécios. ~ ESTRATEGIAS OPERACIONAIS DE ANALISE TECNICA DE AGOES SSO TIPOS DE OFERTAS 2 partir do preenchimento das opcdes oferectdas pelas telas do Mega Bolsa, 0 sistema as sume uma das modalidades pré-estabelecidas para as ofertas. As madalidades de ofertas de compra e venda ad- rmitidas para a nogociac3o sio as soguintes: + OFERTALIMITADA (L) - 6 aquel2 que especifica um prec limite acima do qual o ativo no pode ser com. prado ou abaixo do qual o ative no pode ser vendido. Quando uma oferta limitada & enviada 20 sistema pode ocorrer uma das seguintes situagées: > Aofertaé imediatamente executada, se houver oferta passivel de fechamento na ponta oposta do mer: ado, a0 pre¢e limite ou melhor. > Aoferta € fechada parcialmente © o saldo permanece registrado até que posse ser fechado ou que soja cancelado; e > Aoferta & registrada no livro de ofertas até que possa ser fechada, ‘+ OFERTA AO PRECO DE ABERTURA (PA) - é uma oferta de compra ou venda que deve ser executada 20 prego de abertura da fase de leo do atlvo, Uma oferta deste tipo nfo especifica um prego. Caso no Seja integralmente executada, a parte restante torna-se uma oferta limitada 20 mesmo preco de leilZ. + OFERTAA MERCADO (M) ~ 6 uma oferta rogisirada sem a especificagio do pre¢e limite, fechando con- tra a melhor oferta na ponta oposta do mercado, Se a oferta nao é completamente executada, a mes: rma é registrada para a quantidade restante 20 prego de execuczo imediatamente anterior, Este tipo de bferta s4 est’ disponivel aa fase continua de negociagSo. ‘+ OFERTASTOP - Preco de Disparo (S) ~ é uma oferta de compra ou venda limitada que especitica um prego do disparo 2 partir do qual a oferta dove sor rogistrada. Sé 6 acolta durante a fase continua de negociagao. > Uma oferta Stop de compra devers ter 0 preco limite maior ou igual a0 preco de disparo e este deve: 4 ser malor que o dltimo prece do ativo. Uma oferta Stop de venda devers ter o prace limite menor ot igual 20 prego de disparo # este devers ser-menar que 0 iltimo preco do ativo > Avalidade de uma oferta Stop & mantida quando a mesma & disparada e torna-se uma oferta limitada, + OFERTA CROSS (negocio direto) ~ ¢ uma oferta de compra e outra de venda registradas simultaneamen: o.com valldade Exocute ou Cancole. Sio proibidas duranto a faso de leo. ‘Opgdes de QUANTIDADE das ofertas + OFERTACOM QUANTIDADE ABERTA - E uma oferta que tem parte de sua quantidade total divulgada 20 mercado. O sistema permite o registro de ofertas com quantidade aberta desde que 2 quantidade aber 2 ou divulgada 20 mercado seja no minimo 10 lotes-padrlo para o ativo em reteréncia, Caracteristica > Caso existam ofertas regisicadas 20 mesmo praco limitado, a prioridade de fechamento seré sempre dada 3 quantidade divulgada 20 mercado. Uma vez fechada & quantidade divulgada e caso exista quan- tidade de saldo, a oferta soré novamente visualizada pelo mercado para a quantidade aberta, perden- do neste caso 2 prioridade iquele prego. > Aquantidade civulgada 20 mercado pode ser alterada para maior, porém a oferta tera a sua prioridade perdida para ofertas no mesmo preco. > Durante a fase de leildo, essa oferta poderd sofrer alteragSo desde que seja divulgada ao mercado sua quantidade total. ‘+ OFERTACOM QUANTIDADE MINIMA - F aqucla oferta que estabelece uma quantidaderminima para exe~ ‘cucdo como condi¢io bisica para aceitacio pelo sistema. Quando 2 quantidade minima nio 6 atendid2 no momento do registro da oferta ela 6 eliminada pelo sistema. Uma oferta com a quantidade minima igual a quantidade total é denominada oferta com validade TON (tudo ou nada), ou seja, se a quantidade total nfo for executada no momento do registro da oferta, a mesma é eliminada. EVENTOS CORPORATIVOS De acordo com o Guia de Mercado de Capitals da Nova Bolsa - BM&FBOVESPA, as em presas propiciam beneficios a seus acionistas, 0s quais podem ser: 2 DIVIDENDOS PROVENTOS EM DINHEIRO——» JUROS SOBRE 0 CAPITAL PROPRIO BONIFICACAO BoMiFICAGRO: PROVENTOS EM ACOES ———® pEspoBRAMENTO GRUPAMENTO sugscrigho = —_» suascricio DIVIDENDOS ‘+ Parcela dos lueros paga 20 acionistas em DINHEIRO, estabelecida no estatuto dda empresa. A legislagio brasileira determina que no minimo 25% do Iuero liaui do devem ser distribuidos na forma de dividendos aquem detenha a agio da em- presa atéa data limite especificada ‘+ So igentos do pagamento de imposte de renda polo aclonista, pois a empresa JS efetuou 0 pagamento de impostos sobre estes lucros. + No site da BM&F Bovespa>Mercados2AgesoEmpresasoEmpresas Listadasodigi- te VALESsselecione VALE S.A.sEventas Corporativas, vamos ver um exemplo pra ‘empresa VALE S.A. Observe os dados abaixo: >Proventas em Dinheiro Deliberado | Nepicics com | Yalr pores rc rains 9) a) > Negécios com até 011 data COM ~ Sitimo dia pracomprara ago eter direito de receber odividendo. Nesse c2s0 6 0 dia 16/04/2013. A partir desse dia 2 2¢0 fica ex-dividendo (data EX), ou seja, se comprar nessa data EX ou apés ela nao ter direito a receberos dvidendos descritos. Asim, a data EX & dia 17/04/2013, > Valor Preferenciais (RS) ~ como VALES & aco preferencial temos que olhar 0 valor do dividende pago por acSo, nesse campo. Assim, cada ago VALES tem direito a receber dividendos de R$0,1536. Pra saber quanto vocé recebera no total, basta multiplicar nimero de agdes VALES que vocé tem por 0.1536. + Anés a distribuigéo dos dividendos ocorre um AJUSTE no valor das aces. Des- ‘contamos do valor éo ativa (fechamento da data COM) o valor do dividendo pago or ago, Assim, so VALES fechou dia 16/04 om 31,65, apés 0 ajuste © proco vai ficar (31,65 ~ 0,1536 = 31,4964) Esse ajuste serve para manter a NEUTRALIDADE do acionista, ou seja, permanece o mesmo. BLUE CHIPS, SMALL CAPS E MICOS ‘As empresas negociadas em bolsa costumam ser classificadas segundo alguns critérios, sendo os principals aqueles que levam em conta a liquidez das acées (ntimero de negécios didrios) e © tamanho da empresa (medido pela capitalizacdo). Nao existe uma classificagdo geral,¢ esta costuma variar bastante, dependendo do grupo de investidores ou da agéncia de avaliacZo. Pode haver ao longo das anos amigraco da empresa entre as classificacdes ab: BLUE CHIPS ‘Agées do PRIMEIRA LINHA ou LARGE CAPS. Large cap significa grande capitalizagio de mereado, ou sej2, multiplicamos o ni- mero de acées pelo valor da aco em bolsa. Geralmente acima de S10 Bino Bra- sil. Costumam ser empresas grandes. Agées muito liquidas, ou seja, mais negociadas da bolsa, Oscilagdes de precos menores devido a baixa volatil spread entre as ofertas do book. Agées mais conhecidas e comentadas pelos analistas e pelo pablico. Muitas in- formacées disponiveis na midia, Possuem um grande niimero de acionistas. Tanto grandes investidores (fundos de investimentos, fundos de pensio, instituicées financeiras, outras empresas) quanto pessoas fisicas. Sio empresas que js cresceram muito (a maioria delas) e © seu espago para ex. pansio de mercado, geralmente, é limitado. Valorizacdo das acéas é mais lenta ao longo do tempo. jade. Baixo ou nenhum ‘+ Geralmente so boas pagadoras de dividendos (mais comur nos EUA). ‘+ Exemplos: Vale do Rio Doce, Petrobrés, Itai-Unibanco, Bradesco, Gerdau, Usi- minas, CSN ete. 10 maiores Large Caps mundiais ~ 1°) Apple: 2°) Exxon Mobi 3°) Google; 4") Ber- kshire Hathaway; 5*) Petrochina; 6*)Wal-Mart Stores; 7") General Eletric; 8°) Mi- crosoft; 9*) IBM; 10") Nestlé, © termo blue chip deriva dos casinos americanos, onde as fichas azuis s4o as mais valiosas, INDICES DE MERCADO ‘S30 INDICADORES DE DESEMPENHO de um conjunto de agées, destinado 2 representar ‘dotorminado setor ou segmento do mercado coberto. Um indice pode servir como um TER- [MOMETRO da valorizag0 de um determinado grupo de papéis 20 longo do tempo. Cada indice ‘tem sua propria metodologia de composicioe ciclo, que so determinadas por seucrador. (0s indices sio criados por organizacées de servicos financeiras tais como: Morgan Stanley Capital International (SCI), Frank Russell Company (Russel), Standard and Poor's (GaP), Financial Times Stock Exchange (FTSE), Goldman Sachs, NASDAQ NYSE ete, No Brasil, a BM&FBOVESPA 6 o principal provedor de indices de acées brasileras, sondo 0 Ibovespa o mais conhecido. Principais uiidades dos indices: + Indicadorde sade echrego do mercado. 05500 6 vistocomoumindicador do mer- cade acionério ds EUAcomo um todo. No Brasil, 0 IBOVESPA é a referéncia principal ‘+ Refereneial (BENCHMARK) para o desempenho de um gestor de investimentos. ++ Servir como base para um produto de investimento (Fundo de Indice) (0s pregos das agdes podem vatar por fatores relacionados 3 empresa, como sua situa: ‘0 po mercado, o aumento ou reducio dos lucros, aampliacao da producao cu dos servicos prestados,investimentos et, ou por fatoresexternos, como. crescimento do pas, do nivel de ‘emprego eda tara dejuros. Assim, as agdes de um indice podem apresentarum eomportarnen- to diferente no mesmo periodo, podendo ocorrer valorizaco ou 20 contrat, desvalorzacio. Indices da BM&FBOVESPA ‘+ MANUAL DE DEFINICOES E PROCEDIMENTOS DOS INDICES DA BM&FBOVESPA + VigGncia dos indices: 4 meses: janeiro 2 abril, malo a agosto e setembro a dezembo. Entra em vigor na primeira segunda-feira do més incil de vigéncia (ou dia itl poste- riorem caso de feriado ou auséncia de negociagio no segmento Bovespa).Ao final de cada quadrimestre a carteia dos indices 6 reavaliada, havendo 2 exelusio de papéis. ue no mais atendam aos critéros e a incluso de novos papéis (se foro caso). Iden tifcam-se também alteragées nas partcipagSesrelativas de cada papel nos indices. ++ Prévia das carteiras ~ sio divulgadas regularmente trés prévias das novas com- posigSes dos indices, quando faltam 30 dias, 15 dias e 1 dia para entrada em vi- kor da nova carteira do quadrimestre, + ABUSEBovespa calcula os indices ao longo do periode regular de negociagzo, a cada intervalo de 30 (trinta) segundes, considerando 05 pregos dos iltimos ne gécios efetuados no mercado a vista (lote-padrio) com ativos companentes de + Atualmente (marco de 2014) temos 23 indices. CI CE INDICES AMPLOS: INDICES DE SUSTENTABILIDADE inde owes Tove [73 Tae do sstoncbudaco “| Indice Brasil 50 18X50, 51 Empresartal a ast bso | St — “nce carbon Fae reo | Tas erst Apia a INDICES DE COVERIANCA Indice Mid-Large Cap MLOX 7 Indice de Aces com Governanca Indice Small Cap . SMLL 82. Corporativa Diferenciada ee ” ‘Tndice Valor BM&:FBOVESPA Wax Ba Incl ‘de Covernanca Corporativa \GcT 140 ine de Dtenos ov INDICES SETORIAS Indes de oyamarea Capella | cc nay | 130 Tacos eg Bees epg Nee uerade Tne do Ser st NOE [ar ‘ke deagbescomTeniong [yg | oo Inde de Consumo icon [#2 TREES Tacs mobi Twos —[ a0 OUROSTD Tice Finance ‘ec 16 _Imobiiavios BM&BOVESPA re | 86 Inde de Waters Bes twat | 8 paper ge aban races Tndice de Utilidade Publica oT 2 - GLOBAL, BRK oe ESTRATEGIAS OPERACIONAIS DE ANALISE TECNICA DE ACOES SERS ESCOLHA DA CORRETORA Para comprar ou vender ages € outros ties detitulos na BM&FEOVESPA ou anda real zaroperacées com derivatives no mercado, oinvestidor precisa ser cliente de uma corretora ‘Acorretora é2inicaintituicSo habiltada a negactar na Bolsa e racebe do Banco Cen- trale da Comissio de Valores Mebilisrios (CVI) autorizacio para funcionar. Cuidados 20 escolher a corretor: + Oprimeiro ponte que o investidor deve verifcaré se a corretora esta autorizada pala AMAFBOVESPA a furcionar. Noite da Bolsa essa informagio esté disponival + Verifcara solider inanceira da corretora e do banco associado (quando howver). + Idontifcar se a corrotora atende as necessidades do investor, principalmonte em relagio 205 serviges ¢ 20 perfilde investidor que ela costume atender. No site dda BURFROVESPASParticipantessCorretorassBusca de Corretoras encontramos ‘© quadro abatio, onde detinimes nossas preferénclas e s4o mostradas as corre toras que atendem 20s critérios selecionados. Busca de Corretoras Eh faeeiget ee cers [Ey ee errors: Resi nerosies a estes cero a et E ewe Seerewmcagemans ‘Dhate soear ree Date) a none eee rte ties leona © isenea soeneares Flandre st Ey Sere 2 des2i0 (opciones Flnieicriacn Elasecnersenine lease cotta ewnos Sener are) Cn ver Chena leaenee Cosson sarees y AVALIAGKO ‘+ Taxas mais comumente cobradas > Taxa de Corretagem — varia muito de valor de uma corretora para a outra, de~ pendenda dos sericasprestados. Se vocd nd saa malala dos servis pres- tados pela corretora busque uma mals afequada 20 seu perf, Algumas corre- torascobram valores diferentes para mercaco 3 vista (operagdes normals), 02 fracionario, ou operagio: day trade. 0 tipo de ativo negociado (ouro, aces, op- Bes, isles pices ee) também costuma ter valores iferencidos. Sea ope~ Tagdo for pelo Home Broker costuma tor um valor bom menor do que pola mesa de operacbes, que nermalmente usaatabela Bovespa, > Taxa de Custédia Mensal ~ servico de guarda do ativo. Valores também variam bastante. lgumas corretoras, dependendo do nue de opera des fits no ims, sentam oimvestdor da cobranga ders 313. + Plataformas - Ferramentas > Home Broker sistema que possibiiiaa negociacio dos ativos, pelo proprio vestidor, através da internet (online) Escolherum sistema que apresente con- ‘iabilidade, volocidade e ostabilidade, ou sea, que no falhe quando mais prec TEGIAS OPERACIONAIS DE ANALISE TECNICA DE AGOES oa HOME BROKER Segundo Pinheiro e Gomes (2005), 0 Home Broker é um canal de comunicagio entre 0s investidores e as corretoras credenciadas na BM&FROVESPA. € um sistema de nego- ciaglo eletrénica que permite ao invastidor fazer operacées de compra 0 venda de ardes, 2 outros ttulos por meio do sie da corretora que o cliente tenha cadastro, © Home Bro kar interligade com 0 sistema de negociac3o da Bolsa (Mega Bolsa). A corretora fara a intermediagio (em segundos) entre a ordem emitida e o ambiente do pregio eletrénico, no qual a transacdo é efetivada. Compra e Venda a | an Be pe telco Ah (corns, om ocraen on ree ees oes Soe Saeeaceenre ae Foote: BMGFEOVESPA Process 60 Envie de Orsem, Inve sTIooR Confirmasio da operagio (© Home Broker fo’ implantado em 1999 e seu objetivo principal era facilitar 0 acesso ddas passoas a0 mercado acionsrio de forma simples e eficiente. Antigamente, para se cam. prar ou vender agdes era necessério efetuar um telefonema para a corretora e era obriga ria a intermediacéo de um corretor para efetuar as ordents. Era um processo mais traba lhtoso e demorado, Operar pelo Home Broker também & muito mais barato que pela mesa de operagdes das corretoras. Vantagens do uso do Home Broker: + Comodidade e conforto do investidor, ndo sendo necessario ir até uma correto: 13 para ter acesso 3 ferramenta, + Independéncia de um profissional (operador) para a realizacSo de suas operacdes, delxando de lado o telefone e usando apenas a internet. ‘+ Praticidade: como 6 uma ferramenta de negociacSo on line (internet), pode ser utilizada em qualquer lugar do mundo para fazermos a3 operacSes, sein custo adicional para isso. ‘+ Acompanhamento do mercado om tempo real. Agées, Indices, derivativos e futures. + Envio de ordens imediatas, ou programadas, de compra e venda de agées. + Acompanhamento do status da ordam enviada pelo investidor — enviada, pendente, executada ou cancelada - © recebimento de confirmacso das ordens exscutadas. + Consulta a posicdo financeira e de custédia. ‘+ Menor custo se comparado 3s operacées pela mesa das corretoras. Alguns Home Brokers ainda oferecem acesso a noticias, relatérios ¢ anilises, “book” ou livro de ofertas, lista de negdclos, grSticos de pregos dos ativos etc. + Exemplo de uma operac3e de compra pelo Home Broker da Agora Corretora > Boleta de negociagio - Etapas + 1) Selecione comprar ou vender. No caso de nossa operagao selecionamos COMPRAR, 2) Digite 0 eBdigo do ative que pretendemos comprar. Ao digitar o cédigo aparece as informagées relativas ao ativo na parte inferior da boleta. VALE PNA Ni - Horério (16:16:50) - tittimo preco exe- cutado (31,15) ~ variacdo percentual ern relacdo ao dia anterior (1,14%) ~ cata e nora da titima atua- lizagae do ativo ~ forma de cotacao unitaria ~ lote pacrio de 100 acbas - Mercado a vista. 3) Como vamos comprar no mercado 3 vista, temos que escolher um valor para a quantidade de ages {que seja miltiplo do lote padrio. Como o lote padrio 6 de 100 acées, podemos comprar 100, 200, 300, 500, 1000, 1100, 2200 etc, ou seja, valores miitiplos de 100. Escolhemos 1000 ages. So qui sermos comprar uma quantidade menor que o lote padrSo, ou seja, 1a $9 aces, teremos que usar ‘© mercado fracionéric, bastando digitar um F ao lado do cédigo do ativo (VALESF).. 4) Escolhemos a VALIDADE da ordem ~ 0 padrio é a ordem didria, ou seja, se até o final do prego ela nio for executada, a mesma ser cancelada automaticamente. Outra op¢do ¢ a ordem 30 dias, ou seja, tera 30 dias pra ser executada. Escolhemos também se a ordem é limitada (padraa ~ por de- terminagio da bolsa) ou start (escolhemos um valor, qua se atingido, dispara a ordem para a bolsa). 5) Colocagao do preco que queremos efetuar a compra. Se quisermos efetuar a compra imediata mento, temos que olharo livro de ofertas na parte inferior da boleta de negociacio para verificar as ofertas de venda que estio disponiveis. Pelo exemplo, temos 3400 aces sendo ofertadas a R$ 31,19. Como queremos comprar 1000 ages, inserimos 0 valor de RS31,19 no item prego. Feito isso, apa- rece 0 valor total da nossa compra (-RS31190,00) que nada mais é do que o ndimero de agSes imul- Liplicado pelo prego de cada acdo (1000 x 31.19). 6). Colocamos a assinatura eletrénica (senha) cadastrada e apertamos 0 botao ENVIAR ORDEM. A ‘ordem de compra é enviada para a corvetora e essa envia 2 oferta de compra pra 2 Bolsa. 2) Aordem enviada vai ocupar seu lugar no livro de ofertas aguardando a execucio. eu [ates] 7) eae [1.000 a — wee (3219 = 1 cotecarmainnn sper enviar . ‘am mies: a Eetaste vitae Tene cine 00 Cotnade unin. ‘ete Pacren: 108 EMPRESTIMO (ALUGUEL) DE ACOES E.umservigo por meio do qualos investidores, chamados DOADORES, cferecem seus ati- vos para empréstimo por prazo determinado,e os interessados, chamados TOMADORES, to- mam esses ativas emprestacos mediante GARANTIAS (1axas).Oservico de Empréstimo de Ati- vos (Sistema BTC) permite a TRANSFERENCIA de ativos da carteira do doador para satisfazer necessidades TEMPORARIAS do tomador. Todas as operacées de empréstimos registradas $30 controladas ¢liquidadas pela BM&FBOVESPA, que atua como eontraparte central garantidors. DOADORES * Investidores que possuem ativos em carteira e desejam colocé-los 8 disposigao ‘do mercado para empréstimo (aluguel) * Geralmente sio investidores de longo prazo que ndo pretendem desfazer-se das agées, e com o aluguel procuram obter uma renda adicional através da taxa que receberd pelo empréstimo. + Em outros paises, os investidores doadores costumam ser fundos de pensdes @ companias de seguros. No Brasil, este mercado tem crescido pela forte presen- ca de pessoas fisicas e investidores estrangeiros, TOMADORES * Investidores que desejam tomar ativos emprestados com diversas fnalidades: > Vondé-los no mercado 3 vista e depois recompré-los num valor mais baixo, au- ferindo lucro na operacio. Ideal para periodos em tendéncia de baixa.. Parte da estratégia de Long&Short. Untlizé-los na liquidacdo de operagées no mercado a vista. Como cobertura no langamento de opcées de compra. Como garantia para operacGes nos mercados de liquidagao futura, BM&FBOVESPA + Atvando como contraparte central das operacées, garante 0 anonimato das pon- tas participantes do contrato, Conforme a Instrugie CVM 441, nao se estabelece qualquer vinculo entre os doadores ¢ os tomadores do empréstimo. + Adota rigidos critérios de controle de riscos e rogras para o corrato funcionamen- to do mercado: limites operacionais; charmada de garantias do tomador e seu re- ‘célculo em base difria; execucio de garantias do tomador no caso de nio devolu- ‘cdo dos ttulos quando do venicimento da operacdo: emissao de ordem de compra para que os atives dovidos sejam adauiridos no mercado; ¢ aplicagio de multa di- fia ao tomador inadimplente. * Utiliza © BTC como instrumento para o tratamento de falta de ontrega de ativos por meio dos empréstimos compulsérios, evitando inadimpléncias no processo de liquidac3o de operagdes do mercado a vista (realizadas em Bols2). v Como funciona? + Doador Aderir 20 contrato de BIC (Aluguel de agées). Airavés da sua correiora (home-broker ou mesa de operagdes), ele determina as caractorsticas que desaja para suas ofertas: + Ado a set emprestada e quantidade + Prazo do contrato » Prazo minimo & de 1 dia. Nao existe prazo maximo. + Taxa anual » As taxas sio livremente pactuadas entre o doadore 0 tomador. Nao exis- te taxa fixa. O sistema BTC acompanha 2s taxas registradas e poda excluir aquelas que apresentem variagdes significativas em relacio as taxas nor~ _malmente praticadas no marcado para um determinado parioda ou atwvo. + Renovagio ~ especificarse é renovavel ou ni. + Tipo de contrat. SOFTWARE GRAFICO A plataforma gréfica ¢ uma ferramenta fundamental para os analistas ou traders que se utilizam da andlise técnica (gréfica) de ativos. Existem diversos modelos, dos mais simples aos mais complexos. Tem aquelas com dados em tempo real (real-time) € também aquelas com dados defasados, Temos programas que precisam ser instalados no computador » outros que so acessados pela internet (navegador). Um erro muito ‘comum aos operadores iniciantes é querer logo de cara escolher uma plataforma ope: racional bem avangada, com centenas de recursos, indicadores, e consequentemente de maior preco, sem 20 menos saber operar de forma satisfatéria e lucrativa. € mui. to comum as pessoas quererem avancar as etapas tendo a ilusdo de que com isso irda chegar mais répido ao lucro tdo sonhado. Eu recomendo comegar por um programa mais simples e barato para vocé ir se familiarizando com a plataforma, os indicadores, as ferramentas disponivels etc. Eu comecei com o ProfitChart Didrio, ou seja, a atua: lizac3o das cotagées acontece somente apés o final do pregdo. Como eu ndo opera: va day trade e também ainda estava aprendendo os fundamentos da anélise técnica, 0 programa atendia a0 meu perfil da época. Isso que € importante: escolher uma plata: forma que atenéa ao SEU perfil. Se vocé é um Position, ou seja, 56 opera grificos se. manais, de que vai adiantar um software muito complexo? Nao vai servir pra muita coi: sa, assim vocé estar pagando por servicos e ferramentas que nao vo ser utilizadas. Apés ou adquirir um certo dominio de andlise técnica e das operagées eu passei a sen. tira necessidade de dados em tempo real, pois eu operava o dia inteiro. Assim, migrei para o software ProfitChart RT. Impressionante como minhas operagdes se tornaram mais eficientes! Mas eu comecei do b3sico, me familiarizei com o programa e depois migrei para uma versio mais avancada. £ uma sugestdo que dou a quem esti inician: do na bolsa e nos estudos. GERENCIAMENTO DO CAPITAL ECONTROLE DE RISCO Sogundo Alexander Eldor 25 oporagbes de mercado bom sucodidass¥o basoadas em TRES (3) Ms: ‘+ MENTE - Psicologia de operagies.Fatores emecionais do trader. + METODO - Ainslie do mercado. Setups trading systems. ‘+ MONEY (DINHEIRO) ~ GESTAO do rsco. Os TAES ftoresacima (mente, método e dinheie) tém, obrigatoramente, que andar juntos, para termos uma evolugiostistatria de nosso capital operaiona. De nada adian- {a termas um setup de comprovada eicéncia«rentabildade se no Fizermos um adequa- do manejo de rsco do nosso capital. Nas poucas vezes que esse setup fathar poderemos ter perdas substancais de nosso capital. De outro modo, se tivermos um Setup ruim as- sociado a um Gtima control de sc9, varios imitar nosso prejuizos a um nivel aceitave Assim, considero 0 CONTROLE DE RISCO como uma das princpai, senia a principal, Fe ‘amenta de um trader, mais importante até que entrar sair de um trade. O GERENCIA MENTO do capital mantam 0 trader no mercado por longo periedo. Ele reduz 0 prejuiza ‘as operagies ruins # maximiza os heros nas boas operagoes. RISCO a probablidsde de insuce:so numa determinada operagio porrazées nio controladas pele trader. Estamos expostos a inimeras varies que nae temos controle isso torna o ambiente IMPREVISIVEL. Assn, trabalho do trader éestabelecerragras « estratégias que limitem ao maximo a improvsbidade. Nunea conseguiremes ter to- taleontrole de tude, porisso temos que nos prepararadequadamente. Veja esse exem plo quando estamos diigindo um carro existe © nsco de sofrermes um acidente. Em sera a probabilidade que isso ocorra & bem pequena. Mas seo tempo estiverchuvoso, ou a estrada esburacadae som sinalizagio, ou ainda, so 0 motorstaestiver com sono, chance de um acidente ocorrer aumenta bastante, No mercaéofinanceiroocorre om ‘mo! Ao operarmos aigum ativa sempre havers um rico envolvido, pois além das varie vis externas, que no tos controle algum, tem 2s variveis internas que dependem do estado emociona e do propa técnico do trader. Assim, so 0 indivdue mantiver concentracio, 22 preparar adequadamente, seguir a ertstégiatagada e evitar as condi- ‘Bes adversas (tanto na estrada como na bolsa de valores), as chances de fracassa( donte) diminuern. (© MONEY MANAGEMENT (gerenciamento do capital) é igual a0 POSITION SIZING (manajo da posigio) mais o RISK MANAGEMENT (manejo do rsca). Assim: [MONEY MANAGEMENT (nana de apt) = POSITION SIZING mane da posi + ik MANAGEMENT (mane else) Definigdes importantes: ‘CAPITAL OPERACIONAL (C.O,) ~ capital total que o individuo tem na corretora, CAPITAL DO TRADE (volume financeiro do trade) - parte do capital operacional que vai ser utilizado para efetuar a operacio. ‘+ PONTO DE ENTRADA ~ preco onde iniciamos a operacio de compra (ou venda). ‘+ STOP-LOSS ~ nival de praco que, so atingido, encorta a operagée no projuizo. Fator que val limitaro ris- odo tra ‘+ ALVO 0 OBJETIVO - nivel de prego que iremos fnalizar a operagao no hucro. ‘+ RETORNO da operacio - % de hucro 20 a iro alo. RETORNO/ACKO - ciferenca entre 0 alvo eo pon to de entrada. ISCO do CAPITAL OPERACIONAL (Risco Tota) -% fixe do capital total que podemos perder em cada ‘operagio ou em cada més. £ definido pelo trader. RISCO DA OPERACAO - % do capital do trade que podemos perder se 0 stop-loss for acionado. Quanto, maior foro risco da operagie, menor serd a parcela do eapital operacional que vamos utilizar RISCO/ACAO = diferenca entre 0 ponto de entrada ¢ stop-loss. Quanto em ginheiro vou arriscar por cada ago que irel comprar (ou vender). [QUANTIDADE DE ACBES (compradas ou vendidas) ou TAMANHO DA POSICKO - nimero de ag8es que iciamos a operag30. E 0 resultado do quociente entre o Risco do Capital Operacional pelo Risco/agio. RELAGKO RISCO/RETORNO ~ quociente entre o risco da operagio e o retorne da operacio, ideal que © retorno seja maior que o risco, senio a operacio ndo compensa o risco assumido. TRIBUTACAO DAS OPERACOES DE RENDA VARIAVEL O tratamento tributario conferido a essas operacées depends das MODALIDADES em que sdo negociados 0s ativos ou contratos, modalidades essas denominadas mercados & vista, de opgdes, futuro © atermo. © IMPOSTO é devido sobre os GANHOS LIQUIDOS auferidos na venda/alienagie ou liquidagio de operagées realizadas nas Bolsas de Valores, de Mercadorias, de Futuros ¢ assemelhadas, existentes no Brasil. Aresponsabilidade do recolhimento é do préprio con- tribuinte, excetuando-se aquele ja retido na fonte. O imposto deverd ser apurado mensal- mente e pago até o ditimo dia Gtil do més subsequente ao da apuracio. Muitos investidores 1ndo do qualquer atencdo & parte tributéria, preocupando-se apenas em fazer operagées. través do Impesto de Renda Retido na Fonte (IRRF), que é um percentual sobre o valor operado na venda/slienaco (opera;des normais) ou sobre o lucro (day trade), recelhide Pela corretora de valores, a RECEITA FEDERAL fica sabendo quando e quanto foi operado por determinado investidor (CPF). Assim, ngo tem como escapar do controle, pois 0 IRRF serve como um dedo-duro. Tanto 0 pagamento de Imposto de Renda (IR) sobre 0 lucro ‘mensal, quanto 2 Declaragio Anual do Imposto de Renda so tarefas que exigem bastante atengo do investidor para no cair na malha-fina da Receita Federal. Existem corretoras GANHO LIQUIDO - é o RESULTADO POSITIVO auferido em um conjunto de operacdes realizadas em cada més, em um ou mais mercados de bolsa e em operacses com ouro, ativo financeiro, realizadas fora ce bols Também pode ser definido como a diferenca positiva entre 0 valor de aliena¢ao do ativo e seu custo de aquisi- 30, calculado pela média ponderada dos custos unitirios em cada més. £ acmitida a decucio dos custos e des- esas incorridos tals como corretagem, taxa de liquidacSo, emolumentos etc. s40 08 chamados eustos epers- cionais. Assim, esses custos e despesas so aereseides a0 proco de compra o subtraidos do prego de venda dos ativos ou contratos negociados. + Exemplo1- compra e venda do ative XY2 (operagdo normal). Poara TP ovenacio | qpeacors | nsyacko]conneTaceuns) | OUIRASTACS (85) canon | courea | 100 <0.00 20,00 10 Custo de Aquisi¢io Total - (100 acdes x RS10,00) + (R$20,00 + RS1,40) = RS 1.021,40. Valor de Alienagie Total ~ (100 agdes x R$12,00) ~ (R$20,00 + R$1,70) - R$ 1.178,20. Venda ~ Compra ~ 1178,30 ~ 1021,40 ~ RS156,90 - GANHO LIQUIDO + Exemplo 2 ~ operaco de day trade com o ativo ZXC. Eo c4ju_| COMPRA 500 20,00 2,00 ‘oafut_| VENDA 500 20,00 230 Custo de Aquisigo Total ~ (500 x 20,00) + (20,00 + 2,00) ~ R§ 10.022,00. Valor de Alienagie Total = (500 x 20,50) - (20,00 + 2,30) = RS 10.227,70. Venda ~ Compra = 10.227,70 - 10.022,00 = R$ 205,70 = GANHO LIQUIDO COMPENSACAO DE PERDAS + E somente permitida a compensacio das perdas incorridas com os ganhos liquidos auferidos no PRO- PRIO MES ou nos MESES SUBSEQUENTES, observando-se o seguinte: > 86 € possivel compensar perdas incorridas com ganhos liquidos auteridos nas operacdes realizadas na mesma modalidade operacional. As perdas decorrentes de operacdes nos mercados 4 vista de acées, opcdes, futuro ¢ tormo, poderso ser compensados com os ganhos liquidos auferidos, no préprio més, ou nos meses subsequentes, em outras operayées realizadas em qualquer das modalidades operacio- nais previstas no mesmo mercado. > As perdas em operacdes de DAY TRADE somente poderao ser compensadas com ganhos auferidos em operagSes de DAY TRADE, realizadas no mesmo més e subsequentes. Assim, é proibida a compensa- ¢40 de perda em day trade com ganho em operagio normal e também é proibida a compensacio de perda em operacionormal com ganho em day trade. A compensacio de perdas s6 é possivel dentro do mesmo TIPO OPERACIONAL. + NKO SEPODE COMPENSAR resultado negativo ou perda apurado em um més com o ganho em meses anteriores, pois a base de célculo do imposto mensal RECOLHIMENTO DO IMPOSTO DEVIDO PELO INVESTIDOR + © pagamento do Imposto de Renda (IR) deve ser feito até o Gitimo dia dtil do més seguinte a0 da apu- ragdo do lucro liquide, > Se obtivemos um lucro liquido no més de marco, entao, teremos até o tltimo dia ttl do mas de abril pra recelher (pagar) © imposto dentro do prazo legal. > Seo total de vendas de acdes no mercado 3 vista no més nio exceder RS 20.000,00, caso haja lucro, este € isento do IR (para pessoas fisicas somente). Pra operacdes day trade nido ha isencdo.. + © investidor (contribuinte) é responsivel pelo recolhimento do IR sobre o lucro liquido, © IRRF é reco- Ihido automaticamente pela corretora © no pelo contribuinte, + O pagamento do imposto deve ser feito através do Decumente de Arrecadagio de Receitas Federais, (DARF - comum) encontrado em papelarias, no Internet Banking, ou fazer o download do programa St- CALC no site da Recelta Federal (nttp://www.receita.fazenda gov.br/Pagamentos/dart/sicalc.htm). ‘+ Para pessoas fisicas 0 cédigo para operacdes normais é 0 mesmo que para operagées day trade. Codi- go 6015. ‘+ OIMPOSTO sobre o resultado das operagGes normais e day trade pode ser inclufdo em um Gnico DARF (C6digo 6015), mas os célculos devem ser feitos separadamente. + G valor minima para pagamento do DARE de R510,00. Abaixo desse valor a Receita Federal no reco- Ihe, mas deve ser adicionado aos préximos tributos de mesmo cédigo que surjam nos periodes subse- quentes, até atingiro valor minimo pra pagamento. Um erro muito comum é a pessoa deixar de recolher © tributo futuramente, pensando que valores abaixo de RS 10,00 ndo sdo obrigados a pagar. +E recomendavel que 0 contribuinte arquive o DARF relativo 3s operacdes por um periodo de 5 (cine) ‘anos, contados a partir da data da entrega da DIRPF quo ocorre normalmente no més de abril do ano se- guinte ao da operacao. + Preenchimento do DARF WNISTERO DA FAZBIA | nnn cone {SETI fecrwea restores oe DECLARACAO ANUAL DE IMPOSTO DE RENDA EM ACOES ‘Quorn ests obrigade a aprosontar a Declara¢io de Ajuste Anual? + O investidor que realizou operagdes em balsas de valores, de mercadorias, de Fur turos ¢ assemelhadas. Assim, s@ 0 investidor comprou ou vendou a¢ées durante © ano, no importa se teve lucro ou prejuizo, ele esté obrigado 2 entregar a De- laragio ¢ informar essas operacées. Se 0 valor de aquisigao das agSes for igual (ou superior 2 R$1.000,00 & obrigado declarar. Vale a pena sempre lembrar que a apuragia do imposto a pagar # 0 seu recolhimento 6 de responsabilidade exclusiva do investider e deve ser feita mensalmente. Os ganhos| Aquidos so apurados e ributadas, més a més, em separado, © n3a integram a base de cil- culo do imposto sobre a renda na Declaracio de Ajuste Anual. Da mesma forma, 0 impos- to pago ndo pode ser deduzido do imposto devido na Declaragao. Ede responsabilidade do investidora guarda de documentos que possam instuir todas as, apuragbes por ele realizadas para chegar 20 valor devido, Atualmente muitas corretoras vém olerecendo 0 servigo de apuracio eletrSnica para célculo do imposto devide em cada mas. Tratam-se de sistemas informatizados nie homologades pela Receita Federal do Brasil que io eximem o contribuinte de sua responsabilidace objativa como sujelto passive da obriga lo tributiria em caso de constatacio de erros ou de impugnacio de métodos de apuraglo. Roteiro para declarar aces no imposto de renda. O Programa IRPF 2013 vai ser util zado como reteréncla. FICHA = RENDIMENTOS ISENTOS E NAO TRIBUTAVEIS (G_Reeanes wore a8 enwarae + Lina 05 ~ Lueros © DIVIDENDOS recetitos palo titular o pelos dopondontos 6, Lue evens eso po are pes apes @) ea) > No quadro auxiliar informar, um a um, todos os dividendos recebidos duran- teoano. + Praencher com CNP] ¢ Nome da Fonte Pagadora ¢ o valor recebido. > 0 programa transporta o total dos valores informados no quadro auxiliar para alinha 05, > Observasi0: Os dividendos creditados e nio pagas deve serinformadas na ‘nha 05, porém, 0 valor nao pago também deve ser lancado na Ficha de Bens © Direitos, com o eédigo 99 (Outros bens e direitos). + Linha18 ~ Ganhos liquids em operacdes no mercado a vista de ages negoci das em bolsas de valores nas alienagdes realizadas até R§ 20.000,00, em cada més, para o conjunta de agdes. 48, Ganhos Squos om operages 0 mercado vst de ages nepocadas om bolas de vals ‘na alanagéee ealzadoe at 8S 2000000, om cada mas, paras conunle de agoes Informar no quadro ausiliar os lucros isentos em cada més individualments ou olucro total izento no ano. > Observacio: 2 Isenco nfo se aplica as operacées de day trade. + Linha 20 ~ Recuperagio de prejuizos em Renda Variavel (bolsa de valores, d= mercadorias, de futuros © assemelhados © fundos de invostimento imobilirio) 20, Racoperagio oe prepizes em Renda Varivel (on de valores, 6 mercadorin, 40 ftuo8 © ‘asserehades 8 fundos de mvestrento bila) 0.00) TRATEGIAS OPERACIONAIS DE ANALISE TECNICA DE AGOFS ee ESCRITURACAO E PLANEJAMENTO ‘A manutencao de bons REGISTROS é fundamental para 0 sucesso na bolsa de valores. Podemes utilizar dtimos indicadores e sistemas de andlise técnica, podemos ter inteligén cia acima da média, podemos ter os melhores softwares cisponiveis no mercado, mas se ‘Go tivermos uma bea escrituragio, com registros fidis © ym elaborades, cortamonte nto melhoraremos nosse desempenho na bolsa. Para conseguirmos bons registros de nossas atividades como trader uma caracteristi caé fundamental: alto nivel de DISCIPLINA. Segundo Alexander Elder a maneira mais facil e€ sistemética de conseguir esse alto nivel de disciplina e comprometimento é manter vi ‘os conjuntos de registros de operacdes @ aprender com eles. Quanto mais detalhados foram os REGISTROS, melhor ser seu desenvolvimento como trader. Registros bem feitos e minuciosos permitem que o trader detecto falhas em trading systems e possa corrigi-las. Permite que o trader aprenda com o passado e evite os mes mos erros. Nos mostra se estamos evoluindo ou nao na atividade. Um trader PROFISSIO: NAL sempre mantém registros de seus passos no mercado. Exemplos de registros feitos pelos traders ou operadores de mercado: Planitha do operador ~ avalia cada operacao feita Didrio de operagdes - raflete seu processo decisério. Curva do patriménio - mostra a evolug3o de seu capital Plano de ago ~ planejamento de trades para o dia seguinte. PLANILHA DO OPERADOR Anotamos as operacées feitas pelo trader. Basicamente anctamos cada trade fei to om cada linha da planilha que pode ter vSrias colunas. {Ao fim de um dia de operagao, de posse da neta de corretagem emitida pela cor retora, transferimos os dados para a planilha. Abaixo vou mostrar como exemplo 2 planiltia que utilizo no dia-a-dia. Colunas, ‘que utilizo no Excel > A= Niimero da operacao — lista as operacdes da mais antiga paraa mais recente 8 - Data de entrada ~ data om que a operagio foi C~Corretora - corretora utilizada D ~ Cédige do ativo E~ Quantidade ~ niimero de ages transacionado F — Preco unitério ~ prego de 1 (uma) acio G ~ Taxa de liquidacdo + emolumentos ~ taxas cobradas pela bolsa H = Corretagem ~ cobrado pela corretora 1 Total 1 = (Ex F) +6 +H =valorfinanc J= Oporagio ~ comum ou day trade K ~ Data de saida ~ data em que a operagio foi finalizada LL prego unitério de saida ~ preco de 1 (uma) agéo_ M— Taxa de liquidacao + emolumentos N= Corretagem 0 =Total 2=(ExL)-M=N P= IRRF - Imposto de renda retido na fonte Q- L/P - escrever se tivemos lucro ou prejuizo R= lucro/projuizo ~ © ~ | ~ Total 2 ~ Total 1 ~ valor financeiro VU UII Ye PSICOLOGIA DO TRADER Um trader pode ter um conhecimento muito grande de anilise técnica ou funda- mentalista, pode conhecer diversas estratégias e setups, ter acessa aos melhares equi pamentos e softwares e mesmo assim no lograr éxito no mercado de renda varidvel, ‘caso ndo tenha controle da parte emocional. Muitos dos grandes traders e psicélogos, {quo so dadicam 20 estudo chogam 2 afirmar que a parte psicolégica éresponsavel por 80% do sucesso no longo prazo. De nada adianta um elevado conhecimento técnico s& ‘nfo conseguimos controlar edominae nossas emogdes, tals como sentimentos de medo, ganancia, raiva, ansiedade, inseguranga, estresse etc. Muitas vezes, uma pessoa que ’nio tenha tanto conhecimento téenico do mercado, mas possuaum completo dominio, da parte psicolSgica, consegue resultados melhores e lucros durante a carreira. Quem ‘nunca entrou numa opera¢do de compra © Imediatamente ficou num estado de modo, Inseguranga, pols o preso comecou a caire trazer prejufzo. Ou, 20 contrério faz a com- pra, o prego sobe, « ficamos na Snsia de realizar 0 lucro répido demais, com medo do prego cair © davalvermas o lucro. Sto dois exemplas de atitudas © sentimentos que a ‘maioria das pessoas tem no mercado, pois aperam sem qualquer prepare emocional. Operar desse jeito faz muito mal 3 sade e no traz resultados satisfatérias, pelo con tririo, 90% das pessoas perdem dinheiro na bolsa de valores. EntSo, o trader precisa {fazer uma reflexio, tentar se conhecer melhor, superar os conflitos psicolégicos. Pre- isamos modificar nossas crengas, pensamentos, alludes, sentimentos e emocBes, pre jsamos mudar nosso comportamento. Um trade de sucesso ests baseado em TRES fatores indissoliveis: METODO (setups € trading systems), PSICOLOGIA (inteligéncia emocional) e MANEJO DE RISCO (adminis: tracio do capital). Um trader de sucesso precisa ser conflante, prudente, ter pacléncta para esperar pela operacto certa. Precisa ter humildade em reconhecer quando ests errado. Pracisa tespeitar o mercado! Pracisa ter DISCIPLINA! Disciplina é 2 virtude mais importante d= lum trader de sucesso, foi a palavra mais citada no livro Markets Wizard (entrevista com top traders norte-americanos). O mercado é um ambiente caético, assim, para termos sucesso na atividade, tomas que ter dominio da parte operacional e da parte emocional. Se operatmos por um sisterna com regras righdas de entrada e saida devemos ter discl- plina para OBEDECER 20s sinals emitidos. No podemnos deixar as tentagBes nos desvi rem do que deve ser feito, ‘Amaioria das pessoas entra na bolsa com a ideia de ganhe fieile rapide. Acha que vai ficar milonéria em poucos anos. Entra sem qualquer preparo € muitos operam através de DDICAS ou ACHISMOS. Operam por IMPULSO, por causa da emo¢aio de eurto prazel Tem no dinhelro 0 objetivo principal e por isso sofrem bastante quando tem qualquer perds. Um pponto importants entre os traders vancedores & que eles desviaram o foco do resultado f= inanceiro. O foco deve estar em PRODUZIRA MELHOR ESTRATEGIA. Fazera melhor entca- ddaea melhor saida. Operar de maneira correta, realizando lucros ou prejuizos, desde que seguindo a estratégia previamente defini. Isso reduz a pressio emocional! ‘Antes de operar procisamos apronder 2 nos libertar de qualquer sentimento de ina~ dequagio, culpa ou vergonha, Depols precisamos identificat e consertar restos de danos picolégicos causados por experiéncias emocionalmente dolorosas que temo potencial de {gerarmedo, Por fim, temos que eliminar vicios de trading » aprender 2s habilidades neces- sérias que irdo ajudar a acumular a riqueza que desejamas, Dr. Van K, Tharp é um psicélogo e pesquisador que se dedica a estudar os top traders vicando criarum MODELO éo sucesso, Sua tooria basica 6 que ensinando os tragas vence. dores dos top traders (e no métodos operacionais), ele pode melhorar substanclalmente co desempenho de traders @ investidores nio tio ber sucedidos. Através de seus estudos, cconstatou uma correlagio significativa entre cada Srea estudads © 0 sucesso nas invest ‘mentos, Ele agrupou as IJ dreas em trés grupos principais FATORPSICOLOGICO + Vida pessoal bem estruturada + Attude positiva ESTRATEGIAS OPERACIONAIS DE ANALISE TECNICA DE AQOES. 45> FILOSOFIA OPERACIONAL DOS TOP TRADERS Abaixa vou colocar regras e dicas de operagSes nos mercados (em geral) que sio seguidas, em sua maloria, por grandes traders @ investidores, Importanto sompro ter fem mente que no existe uma técnica ideal para ganhar dinheira na mercado, mas exis- tem denominadores comuns entre os melhores © mais competentes operadores e in- vvestidoras. Aconselho a todos que antes de Iniciar cada dia de operagao faca uma let ra nas regras para comecar um processe de fixagio, Mais importante que ler e fixar, & tera DISCIPLINA para seguir as mesmas. Ao final do capitulo vou disponibilizar um qua dro para ser recortado e colado ao lado do seu monitor com as principals regras ope- racionals que, se seguidas, irdo Ine proporcionar uma chance maior de encarar o mer- cade @ sair vitorioso. AMOR E CONFIANCA + Davernos AMAR aquilo que estamos fazendo. + Devemos tero deseje direcionade pra ser bem sucedido no mercado e venceros obsticulos para atingr os objetvos. + Um grande trader no se deia abalar por uma perda ow um momenta mercado, Sua confianga permanece inaterada, pois acredita que no longo pra- 20 ele saird vencedor. + Sevoc®fizeruma boa operacio. no pense que isto foi porque vac@ descobrivalgum segredo. Mantenha sempre sou senso de confianga, mas consorve-o om chequs. + Os tragos principals do trader vencedor sio: (1) Ele ara operar,e (2) ele ado- ‘a ganar. + O que faz um trader ser superior & muito trabalho. £3 perseveranga. £ gostar de fazer o que se faz. Temos que ter um desprendimento total do dinero. No mo- mento em que vacé pensa no dinheiro, vocé ests liquidado. cil do CONTROLE DE RISCO * O rigido controle do risco 6 uma caracteristica comum a todos of grandes ope: radores. + Sempre defina o eeu isco méximol Uma voz atingido, slmplesmente salat + Jamais sposte tudo em uma Gniea operagiol Divida seu capital em vérias par- tes e nunca arrisque mais que o previamente planejado no seu manejo de rise, Cuidado com operacées atamente correlacionadas. + Ordens Stopeloss Corte rapidamente as perdas. Néo deixe um prejuizo pequeno se transformar rum grande prejuzo. + Use ordens stopdoss. + Ditado: “A primeira porda 6 sempre melhor (e menot) porda.” > Coloque seus estopes num panto que, se atingida, indicarS com certa seguran- ga que a operacio ests errada, > Seo mercado atingiro meu estope, sao, nfo importa o que aconteca depots. > Se vocé sabe qualé 0 pir resultado possvel, isto Ihe dS uma tremenda liberda- do, Embora vocé ni possa quantifieara recomponss, pode quantifeare rseo. + Os mercados sio capazes de tiraro dinheiro do trader tio rfpido quanto eles te da. Nunca perder 0 controle sobre orisco. Nie perder a racionalidade. + Soja csciplinado para assumir as porigdes do tamanho certo. Opere por baixot epere por baixo: opere por b + Opere mais defensivamente. Estou sompro ponsando sobre perder dinhelro, em ‘posiclo a ganhardinheira, N3o pense apenas em quanto ganhar, mar também ‘em quanto pode perder. + O controle do risco 6 2 coisa mais importante em uma operaglo. Tenha sempre