Вы находитесь на странице: 1из 8

PRIMEIRA AVALIAÇÃO DE FÍSICA EXPERIMENTAL II

PRIMEIRO SEMESTRE DE 2018 – data 19/05/2018

1. Para estimar o comprimento L de um pêndulo simples que realiza pequenas oscilações, um


observador mede repetidamente o período de oscilação T do pêndulo, utilizando um cronômetro com
resolução de 0,01 s. Os resultados obtidos são:
2,46 s; 2,42 s; 2,48 s; 2,45 s; 2,47 s; 2,49 s; 2,44 s; 2,43 s; 2,46 s; 2,50 s;
O observador sabe que o valor da aceleração da gravidade local é g = (9,782028 ± 0,000023) m·s-2.
a) Determine o valor de L estimado pelo observador; (peso: 1,5 pontos)
b) Confira se o valor estimado é compatível com L = (1,5000 ± 0,0017) m. (peso: 0,5 pontos)

2. Ao medir repetidamente o raio de curvatura R de uma calota esférica com um arqímetro, cuja
resolução é ΔR = 0,01 mm, obtém-se sempre o valor R0 =5,00 mm. O fabricante do instrumento informa que
no caso de avaliações de incertezas de tipo B deve ser utilizada a seguinte função densidade de
probabilidade:

f (R) :=
{
A (R−R 0)2
0
para|R−R0|≤Δ R
para|R−R0|> Δ R

onde A é uma constante.


Escreva o resultado da medição, utilizando um fator de abrangência k=1,2. (peso: 2,5 pontos)

3. Sabe-se que a superfície de um corpo a uma certa temperatura T emite radiação, cuja potência por
unidade de superfície é dada pela lei de Stefan-Boltzmann
4
E(T )=εσ T
onde E é a energia emitida por unidade de superfície e de tempo, σ = 5,670367(13) x 10 -8 W·m-2·K-4 é a
constante de Stefan-Boltzmann e ε é uma constante caraterística do corpo, denominada emissividade.
A fim de medir ε são realizadas medições repetidas de E para diferentes valores de T. Os resultados das
medições, após a elaboração dos dados, estão resumidos na tabela abaixo.

E (W·m-2) uE (W·m-2) T (K) uT (K)


72,50 0,72 200,0 5,0
177,2 1,8 250 6,5
367,4 3,6 300 8,0
681,0 7,0 350 9,0

A partir dessas informações é possível obter ε através de uma regressão linear.

a) Apresente uma tabela com os dados, relativos às variáveis independente e dependente e suas incertezas,
que devem ser efetivamente utilizados para realizar a regressão; (peso: 1,5 pontos)

b) Desenhe o gráfico dos pontos da tabela obtida no item a) (peso: 1,5 pontos)

c) Justifique o tipo de regressão que deve ser utilizada, explicando em detalhes as motivações para a escolha;
(peso: 1,0 pontos)
Dependendo da escolha das variáveis os parâmetros da regressão são:

a = (0,0 ± 1,8) x 108 K4 e b = (22,0 ± 1,4) x 106 W-1·m2·K4


ou
a = (-0,1 ± 1,0) W·m-2 e b = (4,451 ± 0,036) x 10-8 W·m-2·K-4.

d) Desenhe a reta de regressão linear no gráfico do item b); (peso: 0,5 pontos)
e) Estime ε com sua incerteza. (peso: 1,0 pontos)
PRIMEIRA AVALIAÇÃO DE FÍSICA EXPERIMENTAL II
SEGUNDO SEMESTRE DE 2017 – 19/10/2017

1. Foram realizadas medições repetidas do período oscilação T para um pêndulo simples de


comprimento L. Para medir T foi utilizado um cronômetro com resolução de 0,01 s e os resultados foram:
2,46 s; 2,42 s; 2,48 s; 2,45 s; 2,47 s; 2,49 s; 2,44 s; 2,43 s; 2,46 s; 2,50 s;
Para medir L foi utilizada uma trena, cuja resolução efetiva é 5 mm, e foi realizada uma única medição, que
retornou o valor de 1,500 m.
a) Determine o valor da aceleração da gravidade local g com sua incerteza a partir dos dados acima
mencionados; (peso: 1,5 pontos)
b) Confira se o valor obtido é compatível com g = (9,782028 ± 0,000023) m·s-2. (peso: 1,0 pontos)

2. Foram realizadas medições repetidas de uma massa m, utilizando uma balança digital, cuja resolução
é 0,1 g. Os valores lidos foram:
50,0 g; 49,9 g; 50,0 g; 50,1 g; 50,0 g.
Considerando que não é disponível nenhuma informação sobre o instrumento, além da resolução, escreva o
resultado da medição com um nível de abrangência de 95%. (peso: 2,5 pontos)

3. Para um pêndulo físico amortecido a amplitude de oscilação em função do tempo é dada por
θ(t )=θ0 e−γ t ,
onde θ0 é a amplitude inicial e γ é o coeficiente de amortecimento associado à resistência do meio no qual o
pêndulo se movimenta e ao atrito devido ao pivô.
A fim de medir γ são realizadas medições repetidas das amplitudes de oscilação para diferentes intervalos de
tempo. Os resultados das medições, após a elaboração dos dados, estão resumidos na tabela abaixo.

θ (°) uθ (°) t (s) ut (s)


36,80 0,58 10,000011 0,000015
13,50 0,58 20,00000 0,00026
5,00 0,58 29,99998 0,00012
1,80 0,58 40,00021 0,00034

A partir dessas informações é possível obter γ através de uma regressão linear.


a) Apresente uma tabela com os dados, relativos às variáveis dependente e independente e suas incertezas,
que devem ser efetivamente utilizados para realizar a regressão; (peso: 2,0 pontos)
b) Justifique o tipo de regressão que deve ser utilizada, explicando em detalhes as motivações para a escolha;
(peso: 1,0 pontos)
Dependendo da escolha das variáveis os parâmetros da regressão são:

a = (45,940 ± 0,090) s e b = (-9,962 ± 0,038) s ou


a = (4,606 ± 0,044) e b = (-0,1001 ± 0,0035) s-1.

c) Estime θ0 com sua incerteza; (peso: 1,0 pontos)


d) Encontre o valor de γ com sua incerteza. (peso: 1,0 pontos)
PRIMEIRA AVALIAÇÃO DE FÍSICA EXPERIMENTAL II
SEGUNDO SEMESTRE DE 2017 – 17/10/2017

1. Foram realizadas medições repetidas do tempo de queda Δt de um corpo de massa m a partir de uma
altura h com velocidade inicial nula. Para medir Δt foi utilizado um cronômetro com resolução de 0,001 s e
os resultados foram:
0,552 s; 0,546 s; 0,540 s; 0,561 s; 0,558 s; 0,554 s; 0,548 s; 0,542 s; 0,548 s; 0,550 s;
Para medir h foi utilizada uma trena, cuja resolução é 1 cm, e foi realizada uma única medição, que retornou
o valor de 1,48 m.
a) Determine o valor da aceleração da gravidade local g com sua incerteza a partir dos dados acima
mencionados; (peso: 1,0 pontos)
b) Confira se o valor obtido é compatível com g = (9,782028 ± 0,000023) m·s-2. (peso: 1,5 pontos)

2. A altura de um pequeno cilindro de metal foi medida por meio de um paquímetro, cuja resolução é
0,05 mm. Foi realizada uma única medição e o valor obtido foi 5,00 cm. O paquímetro é acompanhado por
um certificado de calibração, que especifica que no caso de avaliações de incerteza de tipo B deve-se utilizar
uma função densidade de probabilidade triangular simétrica.
a) Reporte corretamente o resultado da medição (isto é, utilize um desvio padrão como semi-largura do
intervalo de valores); (peso: 1,0 pontos)
b) Escreva o resultado da medição com um nível de abrangência de 95%. (peso: 1,5 pontos)

3. Foram realizadas medições repetidas de pressão para diferentes volumes de um gás rarefeito a
temperatura constante T = (300,000 ± 0,012) K.
O gás é caracterizado por n = (1,00000 ± 0,00012)·10-2 mol. Os resultados obtidos são mostrados na tabela
abaixo.

V (ml) uV (ml) p(atm) up (atm)


246,0 2,8 1,000000 0,000018
124,0 3,6 2,000010 0,000026
61,7 4,2 4,000050 0,000012
41,0 1,4 6,000000 0,000034

Sabe-se que a equação de estado de um gás ideal é: pV =n R T


A partir dessas informações é possível medir R através de uma regressão linear.
a) Elabore os dados e apresente uma tabela com os dados relativos às variáveis dependente e independente e
suas incertezas, que são utilizadas para realizar a regressão; (peso: 1,0 pontos)
b) Discuta em detalhe o tipo de regressão que deve ser utilizada. (peso: 1,5 pontos)

Dependendo da escolha das variáveis os parâmetros da regressão são:

a = (0,1 ± 1,7) ml e b = (246,1 ± 3,7) atm·ml ou a = (0,010 ± 0,010) atm e b = (245,82 ± 0,66) atm·ml.

c) Discuta a eventual presença de efeitos sistemáticos relevantes; (peso: 1,0 pontos)


d) Encontre o valor de R. (peso: 1,5 pontos)
PRIMEIRA AVALIAÇÃO DE FÍSICA EXPERIMENTAL II
PRIMEIRO SEMESTRE DE 2017 – 13/05/2017

1. Com a finalidade de determinar a constante elástica k de uma mola, um experimentador pendura a


mola na vertical, coloca na extremidade livre uma massa M e espera que o sistema alcance a configuração de
equilíbrio. Sucessivamente ele desloca a massa da posição de equilíbrio para que o sistema comece realizar
um movimento harmônico simples com oscilações periódicas. O experimentador mede repetidamente com
um cronometro digital, cuja resolução e 0,01 s, o período T10 de 10 oscilações completas, obtendo os
seguintes valores:
36.30 s; 36.90 s; 36.80 s; 36.30 s; 35.70 s; 36.44 s; 36.57 s; 36.16 s; 36.03 s; 35.80 s.
A medição de M, efetuada uma única vez por meio de uma balança digital, cuja resolução é 0,1 g, retorna o
valor 50,0 g.
a) Determine o valor de k com sua incerteza, expressando o resultado em N・·m-1; (peso: 2
pontos)
b) Confira se o valor obtido é compatível com k = (0,1498 ± 0,0026) N・·m-1. (peso: 1
ponto)

2. Utilizando um paquímetro, cuja resolução é 0,05 mm, foi medido o comprimento de um cilindro
metálico. O valor lido pelo experimentador, que realizou uma única medição, foi 10,000 cm.
Escreva o resultado da medição com um nível de abrangência de 50%, utilizando:
a) uma função densidade de probabilidade uniforme; (peso: 1,5 pontos)
b) uma função densidade de probabilidade triangular simétrica. (peso: 1,5 pontos)

3. Para um oscilador harmônico unidimensional amortecido a amplitude de oscilação em função do


tempo é dada por

A(t )= A 0 e−γ t ,
onde A0 é a amplitude inicial e γ é relacionado à resistência do meio no qual o oscilador se movimenta.
A fim de medir γ são realizadas medições repetidas das amplitudes para diferentes intervalos de tempo.
Os resultados das medições estão resumidos na tabela abaixo.

A (cm) uA (cm) t (s) ut (s)


18,39 0,17 10,00011 0,00014
6,77 0,17 20,00000 0,00026
2,48 0,17 29,99998 0,00012
0,92 0,17 40,00021 0,00034

A partir dessas informações é possível medir γ através de uma regressão linear.


a) Elabore os dados e apresente uma tabela com os dados, relativos às variáveis dependente e independente e
suas incertezas, que são utilizadas para realizar a regressão; (peso: 1,0 pontos)
b) Discuta em detalhe o tipo de regressão que deve ser utilizada. (peso: 1,5 pontos)

Dependendo da escolha das variáveis os parâmetros da regressão são:

a = (39,137 ± 0,032) s e b = (-10,010 ± 0,017) s ou


a = (3,9097 ± 0,0048) e b = (-0,09999 ± 0,00016) s-1.

c) Estime A0 com sua incerteza; ( peso: 0,5


pontos)
d) Encontre o valor de γ com sua incerteza. (peso: 1,0 pontos)

Оценить