Вы находитесь на странице: 1из 27

m   



RED STEAK
QUE MARCA É ESTA?

i Seguimento de mercado
i Local onde atua

i Principais produtos

i Porque este nome? Como começou a história?

i Modelo de marketing: estratégico (ver diferencial)


utiliza freezers padronizados e eventos agrícolas)
i Missão: ser reconhecida como sinônimo de
qualidade e prestatibilidade aos clientes e
fornecedores
i Visão: tornar-se regionalmente o principal
fornecedor de derivados de carne bovina e suína
DADOS

i Proprietário: Fabrício Vilela Villas Boas


i Formação: veterinário há 17 anos idade: 40 anos

i Data da fundação: Agosto de 2006

i Ramo de atividade: comercialização e


industrialização de carnes
i Número de funcionários diretos: 01

i Número de funcionários terceirizados: +- 50

i Número de vendedores: 02

i Local de processamento do produto: Campo Belo

i Escritório: Rua Urbano Reis Campos, 148 ??


FORÇAS DE PORTER
i Rivalidade entre os concorrentes: moderado, já
que os grandes concorrentes não são leais aos
clientes, sendo o principal concorrente o
clandestino.
i Poder de negociação dos clientes: alto,
principalmente dos grandes super-mercadistas
i Poder de negociação dos fornecedores: muito
baixo
i Ameaça de entrada de novos concorrentes: neste
modelo pode ser a qualquer momento
i Ameaça de produtos substitutos: aves
ANÁLISE SWOT
i Força: referencia de qualidade, clientela fidelizada
i Fraqueza: não possui objetivos bem definidos

i Oportunidades: grande mercado

i Ameaças: produtos substitutos (aves, sendo que


este já tomou o mercado e antes era de bovino)

ANÁLISE BCG
i Podemos considerar este empresa com ´vaca de
leiteµ ² rentabilidade alta, pouca necessidade de
caixa (vendas a vista) *com base no item 2.3.3.1
FORMATO DE VENDA
i Totalmente terceirizado, já que a firma é só uma
marca patenteada. Nota fiscal sai no nome do
frigorífico
i Vendedores comissionados.
DIFERENCIAL

i Faz produtos sob demanda (raça, acabamento,


marmoreio)
i Sendo um produto commoditie, tenta-se
trabalhar na idéia de mais por igual.
NAS PRÓXIMAS APRESENTAÇÕES VEREMOS
i Sistema de contabilidade da empresa
i Relações com fornecedores e compradores

i Gestão de qualidade

i Concorrência e sustentabilidade

i Principais gargalos e um plano de gestão e


marketing
NESTA APRESENTAÇÃO VEREMOS:

SISTEMA FISCAL

PROCESSO DE COMPRA

RELAÇÕES COM FORNECEDORES

RELAÇÕES COM CLIENTES


SISTEMA FISCAL
i O QUE É UMA GUIA DE TRANSPORTE
ANIMAL ² GTA?
i POR QUE ISSO?

i ZONAS LIVRES E ZONAS COM OBSTRUÇÃO


SANITÁRIA
i RECEITA ESTADUAL
Ú 
   Ú  Ú 

w  


         

    
         

 

!" #      $w% & '

!"    &        

%
   $w%  (''

   $w% & '

)" 
    * #         

)" 
    *         $w%  (''

+       #     $w%  (''

)
   ,       $w%  -   .    $w% *  
     '''

/  0 
"       "
 1 0 0  '''

)
    ,      
  ,   $w%   
  

2      
  , .        *      $w% !  3

2      
  ,   0      *   
$w%       4      5 65 
  !   7    3 8  5 65 0      $w%    
        9':3

;     $w% #


 , <   =    >?% ( &@
PROCESSO DE COMPRA E VENDA
i 1º Visita o fornecedor
i 2º Fornecedor emite uma GTA e dá baixa junto
ao Instituto Mineiro de Agropecuária e a Receita
Estadual.
i 3º Fabrício faz processo inverso

i 4º Fabrício faz o transporte por sua conta e


liquida a operação à vista.
i 5º Fabrício faz o segundo processo, sendo ele
agora o ´fornecedorµ para o frigorífico.
i 6º Os animais são inspecionados, mortos, e
novamente inspecionado.
i 7º O frigorífico ´alugaµ o caminhão frigorífico do
Fabrício e faz a entrega
i 8º O frigorífico lança uma nota fiscal de venda,
utilizando o seu próprio nome e CNPJ.
i 9º Frigorífico recebe a venda, deduz o imposto e
repassa o dinheiro para o Fabrício
RESUMO DA OPERA
i Fabrício envia um email para o cliente
confirmando a venda, utilizando o logotipo Red
Steak, desta forma cria uma impressão de que o
frigorifico é uma filial da Red Steak.

i Quer dizer, ele vendeu para o frigorifico pelo


preço de venda ao varejista. Desta forma, o
dinheiro é totalmente legal, declarando-se ao
final de cada ano seus ganhos a Receita Federal.
RELAÇÕES COM FORNECEDORES
i Possui profundas relações com o fornecedor
i Fornece a genética necessária, ou indica a
compra ideal de animais
i Visita as fazendas, indica nutrição e melhoria no
manejo
i Recolhe informações sobre a sanidade dos
animais (vacinas, vermífugos, datas)
i Faz recomendações.

i Paga o preço de mercado, ou seja, não há ´catiraµ.

i Desta forma, o fornecedor se sente em uma


relação de mutualismo, pois não há uma relação
de somente exigências e punições.
RELAÇÕES COM CLIENTES
i Relações com pequenos clientes
i Relações com grandes clientes
NAS PRÓXIMAS APRESENTAÇÕES VEREMOS
i Gestão de qualidade
i Concorrência e sustentabilidade

i Principais gargalos e um plano de gestão e


marketing
A EMPRESA JÁ FOI APRESENTADA
O QUE VEREMOS AGORA?
i A importância da pecuária no Brasil
i Como ela está distribuída e sua cadeia
O AGRONEGÓCIO NO BRASIL

Ê  
 
 
   
 
  
  
   
        
 
    
   !  "#$
%  & 
 '!  "#$ (  
BRASIL, A ÚLTIMA FRONTEIRA AGRÍCOLA DO
MUNDO

O Brasil, como a maior fronteira agrícola do mundo


está preparado para aumentar a produtividade em
áreas cada vez mais reduzidas, de forma
sustentável e com baixa emissão de carbono.
Fatores que contribuem:
i Organização e integração eficiente da cadeia
produtiva;
i Aumento dos aportes em pesquisa, tecnologia e
genética;
i Modernização industrial e melhoria das condições
sanitárias
i Ambiente legal e institucional seguro e estável
A maior parte do rebanho brasileiro está localizada
na porção centro-sul do País. Os Estados de Mato-
Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais
concentram 45% do rebanho. É importante
salientar que 96% do rebanho está concentrado fora
do bioma da Amazônia

 
O grande volume e a regularidade da produção a
preços competitivos, face ao consumo internacional
crescente, consolidaram o Brasil como líder nas
exportações mundiais de carne bovina, atendendo
às expectativas de consumidores exigentes em mais
de 180 países. As projeções internacionais apontam
um crescimento do consumo global de proteínas.
AGORA VEREMOS:
PREMISSAS DE SUSTENTABILIDADE
i Economicamente viável
i Ecologicamente correto

i Socialmente justo

i Culturalmente aceito
PRIORIDADES DE SUSTENTABILIDADE E
QUALIDADE

i Compromisso com saúde e qualidade de vida


i Utilização sustentável de recursos

i Parcerias reconhecidas como sustentavelmente justa

i Gerenciamento de resíduos e de desperdício de


materiais