Вы находитесь на странице: 1из 124

ELÉTRICA DE ESCAVADEIRA

ELÉTRICA DE ESCAVADEIRA
SY215C9

A qualidade transforma o mundo


01

A qualidade transforma o mundo


02

“ O bom andamento da aula depende de você”


Proibido em sala de aula:

Celular: modo silencioso e se necessário atenda


fora da sala.
Horário: 08:30 as 12:00 e 13:30 as 17: 00
Perguntas: sempre ao instrutor e somente sobre
o conteúdo dado.
A qualidade transforma o mundo
03

COMPONENTES ELÉTRICOS DA
ESCAVADEIRA

A qualidade transforma o mundo


04

Bateria:
Especificação:
Tensão: 12V
Amperagem: 120 Ah
Quantidade: 2
Tensão total : 24V
Tipo de ligação: série
Função: alimentação elétrica da máquina
quando o motor está desligado e partida
do motor.

A qualidade transforma o mundo


05

Motor de partida: Positivo bateria (fio 21) Terminal S (solenóide)


Especificação :
Tensão: 24V
Potência: 5 kW
Terminal B

Terminal E
Motor de partida

A qualidade transforma o mundo


06

ALIMENTAÇÃO DA SOLENÓIDE É
DE 24V E É FEITA PELO
ALIMENTAÇÃO DO
TERMINAL “S” QUE É LIGADO
MOTOR DE PARTIDA
NO RELÉ DE PARTIDA.
É FEITO POR UM FIO
DIRETO DA BATERIA,
PORÉM ELE É
CHAVEADO PELA
SOLENÓIDE DO
MOTOR DE PARTIDA

TERMINAL (E), NEGATIVO DO


MOTOR DE PARTIDA

A qualidade transforma o mundo


07

Relé de partida:
Terminal (S),
Especificação: alimentação da
solenóide do motor
Alimentação da bobina: 24V de partida Esquema elétrico
Função: acionar a solenóide
do motor de partida:

Terminal (B), ligado


diretamente ao
positivo da bateria.
Terminais (Sw e L),
alimentação da
solenóide do relé de
partida

A qualidade transforma o mundo


08

Relé de segurança
Função:
1. O relé de segurança é usado para monitorar a velocidade
de rotação do alternador. Quando a velocidade de rotação do
alternador é mais alta que o valor especificado, o relé de
segurança interrompe o circuito de partida que desativa o
starter mesmo com a chave do starter na posição START.
2. Quando a chave de partida é fechada, a corrente flui
através da bobina do relé de partida para o terminal S do relé
de segurança e depois via terminal E para o terra. O relé de
partida é engatado e o motor de partida começa a girar o
motor.
3. Após a partida do motor, a tensão do terminal P é mais alta
que o valor especificado, a corrente que flui do terminal S
para o terra via terminal E é interrompida, nenhuma corrente
flui através do relé de partida, o motor não pode ser acionado
mesmo que fechado o relé K3.

A qualidade transforma o mundo


09

Especificação de tensão de saída do relé de segurança


Terminal Tensão
Quando o motor
Abaixo de 1V
está parado

Tensão de saída do terminal "P" Quando o motor


está funcionando 12 a 16V
(acima de 600 rpm)

Quando o motor
Tensão de saída do terminal "R" aproximadamente 24V
está funcionando

Quando o motor
Tensão de saída do terminal "S" Abaixo de 1V
está partindo

Quando o motor abaixo de 5V, porém


Tensão de saída do terminal "L"
está funcionando diferente de 0V

A qualidade transforma o mundo


10

Sensor de temperatura
Especificação:
Tensão: 24V
Variação de resistência: 10 a 80Ω ±10 Ω
Temperatura: -50 ºC a 120ºC
Tipo: NTC

50± 0.2°C 80 ± 10Ω

60°C 56.3Ω

Temperatura 80°C 29,5Ω


x
Resistência 100°C 16,5Ω

106 ± 0.3°C 14.3 ± 1.0Ω

120°C 10Ω

A qualidade transforma o mundo


11

Relé Auxiliar Esquema elétrico

Especificação:
Alimentação da bobina: 24V
Corrente máxima: 40 A
Função: controle de uma alta
potência com uma baixa potência
Pinagem

A qualidade transforma o mundo


12

Sensor de Rotação:
Especificação:
Tensão de saída: 10V @ 1700 RPM
Impedância: 2.3± 0.2 KΩ
Ajuste: rosquear o sensor até que
ele encoste no topo do dente da
cremalheira, após isso retorne
de ¾ a 1 volta.

A qualidade transforma o mundo


13

Pressostato de óleo do motor


Torque de aperto: 7.8 a 12 N.m
Tipo: NF ( normalmente fechado)
Função: chaveamento do
negativo informando o
controlador se há pressão
de óleo motor.

A qualidade transforma o mundo


14

Motor de Passo:
Especificação:
Motor: 24V, 12 a 14,5 Ω
Potenciômetro: 5V, 5 KΩ
Modelo: AC2/1500
Função: controle da aceleração
Do motor
Ligação elétrica:
Fio vermelho e azul: controle do motor de passo (24V)
Fio verde e amarelo: resistência total do potênciometro 5KΩ
Fio branco: sinal do potênciometro.

A qualidade transforma o mundo


15

Sensor de obstrução de ar:

Função: Informar ao controlador sobre a obstrução do filtro de ar


acionando o contato através de pressão negativa ( Vácuo)
Pressão negativa de acionamento: 6,23±0,57 kPa

A qualidade transforma o mundo


16

Sensor de baixa pressão:


Especificações:
Pressão máxima: 50 bar
Tensão de alimentação: 5V
Sinal: 0,5 a 4,5V
Função: informar o controlador que o
sistema de pilotagem foi acionado e
Informar no painel a pressão exercida.
Tabela pressão x tensão:

A qualidade transforma o mundo


17

Sensor de alta pressão:


Especificação
Pressão máxima: 500 bar
Tensão de alimentação: 5V
Sinal: 0,5 a 4,5V
Função: informar o controlador a pressão do sistema hidráulico
principal
Tabela pressão x tensão:

A qualidade transforma o mundo


18

Solenóide
Solenóide proporcional
Especificação:
Alimentação: 24V
Impedância: 17,5 Ω @ 20ºC
Função: acionar proporcionalmente Diagrama do grupo de solenóide

uma válvula hidráulica


Entrada de pressão

Solenóide on/off Freio do giro

Alavanca de segurança
A8

A7( saída para a porta PPC P)

Especificação: Prioridade do braço e lança A6( saída para a porta PAn2)

Confluência da caçamba A5( saída para a porta XBp2)


Alimentação: 24V Prioridade do braço e giro A4( saída para a porta psp)

Prioridade da lança e caçamba


Impedância: 32 Ω @ 20ºC “HI” e “LO” do deslocamento
A
3A2( saída para os motores de
translação)
Função: acionar totalmente Reserva A1

uma válvula hidráulica Retorno para o tanque Hidráulico

19

A qualidade transforma o mundo


19

Display
Especificação:
Modelo: OPUS 46
Display: TFT color, 5.6”, 320 x 240 pixel
Alimentação: 8 a 60 Vdc
Proteção: IP6K5
Comunicação: CAN bus 2.0B
Função: informar visualmente os parâmetros
do equipamento
Pinagem: pino nº 9 e 8: + 24V; 10 e 12: 0V;
entre o fio 3 e 4 deverá ter uma impedância
de 120 ohms para a comunicação CAN bus

A qualidade transforma o mundo


20

1. Luz de advertência
Quando o controlador detecta alguma
anormalidade no circuito acende uma luz
vermelha, porém quando o sistema volta ao
normal a luz apaga automaticamente.

2. Tela

3. Botões de operação
Estes botões ativam a função mostrada acima
deles na tela.

4. Botões de navegação
Estes botões permitem a mudança de tela, a
confirmação, direcionamento e retorno.

5. Encoder
Este botão tem a função de navegação a partir
do giro dele e quando pressionado exerce a
função do Enter.
A qualidade transforma o mundo
21

Controlador
Especificação: IDENTIFICAÇÃO
Alimentação: 24V
Comunicação: via CAN bus
Modelo: KC-MB-10-008C ou B
Pinagem:
alimentação Entradas e comunicação alimentação Saídas

A qualidade transforma o mundo


22

Potênciometro
Especificação:
Alimentação: 5V
Resistência: 5KΩ
Função: informar ao controlador
qual marcha foi selecionada pelo
operador.

A qualidade transforma o mundo


23

Alternador
Especificação
Tipo: alternador sem escovas
Modelo: A4TU7686
Saída: 24V @ 50 A
Impedância do rotor: 6,1 a 7,1Ω

A qualidade transforma o mundo


24
24

Funcionamento elétrico da
escavadeira

A qualidade transforma o mundo


25

Identificação dos componentes do painel elétrico

Relés Relé de segurança

Relé do ar
condicionado
GPS

Controlador

Relé do pré-
aquecimento

A qualidade transforma o mundo


26

Disposição dos relés


K-5 - relé da buzina
K-6 – relé do farol de trabalho
K-10 – relé da liberação do hidráulico
K-11 – relé reserva
K-3 – relé de controle de partida
K-7 – relé do estrangulador
K-8 – relé do farol da cabine
K-9 – relé de realimentação do alternador
K-9

A qualidade transforma o mundo


27

Identificação dos botões e indicadores do console


Chave de ignição Seletor de marcha

Luz
da
bateria

Luz do pré-aquecimento Farol de trabalho

Farol da cabine Limpador Pré-aquecimento


Esguichador

A qualidade transforma o mundo


28

Identificação dos componentes elétricos da máquina:


1. Cabo positivo da bateria
2. Aterramento da bateria
3. Bateria
4. Conectores da bateria
5. Farol de trabalho
6. Relé da Bateria
7. Sensor de temperatura do óleo hidráulico
8. Motor de passo
9. Sensor de rotação do motor
10. Bomba 2
11.Bomba 1
12. Pressostato de alta temperatura do motor
13. Sensor de temperatura
14.Conector do chicote do motor
15.Luz de serviço
16.Grupo de solenóide
17.Painel elétrico

A qualidade transforma o mundo


29

Identificação do painel:

Painel alemão Sany 5I Sany 3I

A qualidade transforma o mundo


30

Sistema eletrônico de controle


Principais circuitos do sistema elétrico:

Circuito principal: composto pelo circuito de controle do motor e


sistema hidráulico e auxiliares.

Circuito monitor: O circuito monitor inclui display, sensores e


interruptores de pressão, que são usados para monitorar as
condições de operação da máquina.

Circuito de controle: Incluem: Controladora, relés, válvulas


solenóides etc. É usado para controle de motor, bomba principal e
outros equipamentos

A qualidade transforma o mundo


31

O sistema elétrico está dividido em:


Sistema de alimentação –Alimenta todos os sistemas da máquina. [chave de partida,
baterias, caixa de fusíveis e relé de bateria]

Sistema de acessórios – Funciona com a chave na posição ON[ farol, limpador de


parabrisa e esguichador]

Sistema de pré-aquecimento – Ajuda na partida em climas frios. [chave, controle de pré-


aquecimento, relé de pré-aquecimento e elemento aquecedor]

Sistema de partida – Chave de partida, motor de partida e relé de partida]

Sistema de parada do motor – Parada do motor. [Chave, relé de parada e estrangulador]

Sistema de controle: controla e monitora o sistema hidráulico e o motor[ controlador,


solenóides e sensores]

A qualidade transforma o mundo


32

Sistema de alimentação:
Chave de partida na posição OFF:

- Quando a chave de partida estiver


na posição OFF, o relé da bateria
fica com o contato aberto cortando
a alimentação de todo o sistema
elétrico da máquina.

A qualidade transforma o mundo


33

Sistema de alimentação:
Chave de partida na posição ON:

- Quando a chave de partida estiver


na posição ON, o contato entre o fio
22 e o fio 13 alimentando o relé da
bateria, o estrangulador, a caixa de
fusível. Com a alimentação de todo
o sistema, a máquina está liberada
para a partida.

A qualidade transforma o mundo


34

Sistema de alimentação
Alimentação após partida e carregamento:

Após a partida, devido a chave de


ignição estar na posição ON, o fio 14 do
alternador está energizado, este fio é o
excitador do alternador, assim o
alternador começa a gerar corrente para
o sistema elétrico da máquina. O
alternador tem a função de carregar as
baterias e gerar corrente suficiente para
alimentar o sistema elétrico da máquina.

A qualidade transforma o mundo


35

Sistema de acessórios:
Acessórios:

Os acessórios possuem circuitos


independentes, geralmente acionados
pelos botões do console direito da cabine.
Os acessórios da máquina são:
. Ar condicionado;
. Buzina;
. Tomada 24V ( acendedor);
. Faróis;
. Luz interna
. limpador de parábrisa;
. Rádio;

A qualidade transforma o mundo


36

Sistema de pré-aquecimento:
O sistema de pré-aquecimento é
acionado através da chave de partida na
posição HEAT e a chave S1 acionada,
quando estas duas chaves estiverem com
o contato fechado, o relé do pré-
aquecimento é acionado alimentando as
velas de aquecimento do motor e
acendendo a lâmpada amarela localizada
no console direito do equipamento.

A qualidade transforma o mundo


37

Sistema de partida:
O sistema de partida entra em
funcionamento quando a chave de
ignição é girada na posição START, para
isso a trava de segurança tem que estar
abaixada para que o relé K3 seja
energizado e feche o contato do fio 11,
após feito isso, a chave de partida
alimenta a solenóide do motor fazendo o
bendix engrenar na cremalheira e fechar
o contato entre o terminal “B” e “S”.

A qualidade transforma o mundo


38

Sistema de parada do motor:


O sistema de parada do motor, quando a
chave de ignição retorna da posição ON
para OFF, a alimentação do estrangulador
é invertida, fazendo o cabo do
estragulador retornar e cortar o
combustível na bomba injetora do motor.

A qualidade transforma o mundo


39

“Sistema de controle”

“O sistema de controle tem a função de gerenciar o as


entradas e saídas de informação do equipamento afim
de otimizar o seu funcionamento.”

A qualidade transforma o mundo


40

Entradas e saídas de controle

A qualidade transforma o mundo


41

Circuito de controle:

1. O modo de trabalho e o
seletor de marcha são
indicados no painel, após
selecionados, os
mesmos serão o
parâmetros de
aceleração da máquina

2. As condições de trabalho
são monitoradas pelo
sensor de temperatura,
motor de passo,
sensores de pressão e
sensor de rotação.
A qualidade transforma o mundo
42

Sensores do motor
• Sensor de rotação: sensor do tipo
HALL, ele converte o numero de
dentes da cremalheira em pulsos
elétricos.
• Sensor de temperatura: Tipo
resistivo, ele varia o valor da
resistência conforme a
temperatura.
• Pressostato de óleo: ele abre o
contato quando há uma pressão
de óleo no sistema de lubrificação
do motor.
• Sensor do nível de combustível:
tipo resistivo, ele varia a
resistência conforme o nível de
combustível.
• Termostado do motor: ele é
acionado quando está em alta
temperatura

A qualidade transforma o mundo


43

Sistema de aceleração da máquina


O sistema de aceleração funciona da seguinte forma, primeiro o módulo coleta os
dados do seletor de marcha, do sensor de rotação, verifica a pressão do sistema
hidráulico e de pilotagem, sensor de feedback do motor de passo e o modo de serviço,
então ele irá alimentar o motor elétrico do motor de passo até que o sensor de
feedback informe a tensão referente aquela marcha e o modo de trabalho.
Caso o motor apresente algum erro como: baixa pressão de óleo, alta temperatura ou
algum outro erro que o controlador possa identificar, a máquina entrará no modo de
emergência.

motor de
Potenciômetro
passo

Módulo
eletrônico
Sensor de
rotação Sensor de
pressão Motor

A qualidade transforma o mundo


44

Controle de aceleração do seletor de marcha


 Quando o seletor de marcha muda, o sinal de saída também é
alterada.

 O sinal de saída é enviado ao controlador.

 O controlador alimenta o motor elétrico do motor de passo

 O motor elétrico é atuado até que o motor alcance a aceleração


desejada.

A qualidade transforma o mundo


45

Redução da aceleração no modo econômico ( modo Tartaruga)

a. O sensor de pressão informa por 5 segundos para o controlador


que não há pressão no sistema de pilotagem.

b. O controlador manda um sinal para o motor de passo abaixar a


rotação até 1400 rpm.

c. Quando o sensor de pressão detectar qualquer pressão no sistema


de pilotagem, o controlador envia um sinal para o motor de passo
acelerar a máquina novamente.

A qualidade transforma o mundo


46

Controle do motor de passo

 Operação: de acordo com o sinal que vem do o controlador, o


motor de passo controla a bomba injetora através do cabo de
aço ligado ao atuador da bomba. Quando a chave de ignição
é girada para a posição ON, o motor de passo retrai
levemente o cabo para que a máquina funcione em marcha
lenta.

A qualidade transforma o mundo


47

Modo de trabalho

 Modo “S” (Standard mode): 90% da


potência do motor.

 Modo “L” (Light mode): 80% da


potência do motor.

 Modo “H” (Heavy mode): 100 % da


potência do motor.

A qualidade transforma o mundo


48

Proteção contra danos por alta temperatura

• Caso o sensor de temperatura do motor ultrapassar o limite


especificado, o modo de trabalho será alterado
automaticamente por um inferior.

• Caso o termostato for acionado, o controlador reduzirá


automaticamente a aceleração para 1400 rpm.

A qualidade transforma o mundo


49

Controle eletro-hidráulico
O controle hidráulico depende inteiramente da aceleração e do
modo de trabalho selecionado para controle das bombas.
Primeiramente o controlador verifica os dados dos sensores de
pressão, sensor de rotação do motor e modo de trabalho
selecionado, após isso, o controlador acelera a máquina e
aciona a solenóide das bombas conforme o modo de trabalho.

Bomba
Controlador
entradas principal e
motor
A qualidade transforma o mundo
50

Controle do sistema hidráulico

A qualidade transforma o mundo


51

Circuito de monitoramento
• Display: Os dados informados no
display são fornecidos pelo
controlador.

Sensor de pressão
• Os sensores de pressão variam
o sinal elétrico
proporcionalmente a pressão
hidráulica exercida nele.
• O sinal de saída do sensor varia
de 0,5 a 4,5V, sendo que o
mesmo sinal é enviado para o
controlador.
• O controlador converte a tensão
enviada pelo sensor em uma
unidade de pressão e envia ao
display via rede CAN bus

A qualidade transforma o mundo


52

Localização dos sensores de pressão e solenódes na bomba hidráulica

Sensores

Solenóides

A qualidade transforma o mundo


53

Controle das Bombas

 Sinal de pressão que é captado pelo sensor de pressão é


transformado em um sinal proporcional a carga de trabalho
solicitada.

 O controlador calculada a vazão que a bomba deve estar, envia


uma corrente proporcional para a solenóide da bomba conforme a
carga solicitada.

 A servo-válvula da bomba muda o ângulo da bomba alterando a


sua vazão conforme exigência.

A qualidade transforma o mundo


54

Controle das bombas hidráulicas

1. Quando a máquina está em


operação, ao CPU controla a bomba
através dos parâmetros da pressão
de pilotagem.

2. A bomba 1 e 2 são controladas por


duas solenóides proporcionais.

3. O controle das solenóides são feitas


pelo controlador, liberando a
pressão de pilotagem para
angulação da placa da bomba

4. As solenóides de prioridade do
braço, confluência da caçamba, HI e
LOW da esteira e prioridade do giro
são controladas pela CPU.

A qualidade transforma o mundo


55

Diagrama dos sensores de baixa pressão

Desce a lança
Joystick Abre caçamba
direito Fecha caçamba
Subir lança
Pedal Deslocamento esquerdo
Deslocamento Direito
Giro para esquerda
Joystick Fecha o braço
esquerdo Abre o braço
Giro para direita

A qualidade transforma o mundo


56

Diagrama do bloco de solenóides

Entrada de pressão

Freio do giro A8

Alavanca de segurança A7( saída para a porta PPC P)

A6( saída para a porta PAn2)


Prioridade do braço e lança
Confluência da caçamba A5( saída para a porta XBp2)

Prioridade do braço e giro A4( saída para a porta psp)

Prioridade da lança e caçamba A3

“HI” e “LO” do deslocamento A2( saída para os motores de


translação)
Reserva A1

Retorno para o tanque Hidráulico


A qualidade transforma o mundo
57

A1- (ON/OFF) reserva


A2- (ON/OFF) Controle do “HI” “LO” da esteira, acionado pelo fio 607
do controlador.
A3- (proporcional) Não utilizado no sistema hidráulico.
A4- (proporcional) Válvula proporcional do giro, quando o braço e o giro
estão acionados ao mesmo tempo, o controlador aciona a solenóide A4
liberando a válvula para uma maior vazão do giro.
A5- (proporcional) Quando acionada, aciona uma válvula do comando
hidráulico que liga as duas bombas dando maior vazão ao braço.
A6- (proporcional) Válvula de prioridade do braço e lança, quando
acionada ela aciona uma válvula no comando hidráulico que desvia
uma maior vazão para o braço do que para caçamba.
A7- (ON/OFF) Alavanca de segurança, quando acionada libera
A8- (ON/OFF) Não utilizado no sistema hidráulico.
A qualidade transforma o mundo
58
Esquema elétrico

A qualidade transforma o mundo


59

Esquema elétrico do ar condicionado

A qualidade transforma o mundo


60
CÓDIGO DE FALHAS DA KCM

A qualidade transforma o mundo


61

A qualidade transforma o mundo


62

A qualidade transforma o mundo


63

HIDRÁULICA DA ESCAVADEIRA
SY215C9MK

A qualidade transforma o mundo


64

Sistema hidráulico
Características do sistema hidráulico
– Duas bombas, dois circuitos
– Quatro modos de trabalho
– Sistema eletrônico de controle e fluxo.
– O torque é constante no grupo de bombas devido a bomba 1 estar
acoplada mecanicamente na bomba 2:
– A maioria dos componentes hidráulicos são fabricados pela Kawasaki .
– O sistema hidráulico consiste em:
• Duas bombas hidráulicas principais,
• O comando hidraúlico,
• Uma bomba hidráulica para o controle das válvulas do comando, freio
do giro e controle de vazão das bombas principais,
• Atuadores: cilindros, motores hidráulicos e o sistema de pilotagem.

A qualidade transforma o mundo


65

Acoplamento da bomba

A qualidade transforma o mundo


66

Bomba hidráulica principal

• A bomba 1, bomba 2 e a bomba de pilotagem estão conectadas


em linha.
• A vazão máxima é de 107 ml/rev ou 220 L/min para cada bomba.
• As bombas principais são controladas eletronicamente, o que dá
uma resposta rápida e com precisão

Esquema hidráulico da bomba

A qualidade transforma o mundo


67

Desenho mecânico da bomba

A qualidade transforma o mundo


68

Esquema hidráulico do comando


- Vazão máxima de
220 l/min por bomba.
– Junção das bombas para o
uso da lança, braço e
caçamba.
– Deslocamento em linha reta.
– Prioridade da lança.
– Prioridade do giro.

A qualidade transforma o mundo


69

Comando hidráulico
(RAG40)
Braço 2 Vista Retorno de
Válvula de superior óleo para
segurança o tanque
do braço
( RA41 )
(RK40) Braço 1
Caçamba
(RB40)
Lança 1 ( NY90)
Válvula de Opcional
segurança
da lança ( superior:NB
G91; inferior:
(RT 40 ) NSP90) Lança
Deslocamento 2
esquerdo
( RS41)
(RN40 ) Giro
Válvula de
( RT40 )
deslocamento
Deslocamento
em linha reta
direito
A qualidade transforma o mundo
70

Mangueiras de retorno de óleo

Retorno para o tanque


A qualidade transforma o mundo
71

Mangueiras de retorno de óleo

Conectada ao tanque hidráulico

A qualidade transforma o mundo


72

Comando Hidráulico
Porta “As” Porta “Dr1” Vista da
lateral
Porta “Atr” direita
Junção das Bombas

Porta “Dr6”

Porta “Btr”

Porta “Bs” Porta para saída da mangueira


do braço

A qualidade transforma o mundo


73

Comando hidráulico

Retorno para tanque(ctrl válvula de controle


não instalada)

A qualidade transforma o mundo


74

Comando hidráulico

Válvula de segurança
Válvula de prioridade da Válvula de segurança
do braço da lança
lança para o braço
A qualidade transforma o mundo
75

Comando Hidráulico
Saída para o cilindro
Saída para o da caçamba
cilindro do
braço
Pz retorno
de óleo

R2 retorno R2 retorno
para o de óleo.
tanque
Saída para o
cilindro da
lança

Bucket cyl
rod chamber

A qualidade transforma o mundo


76

Comando hidráulico
Mangueira da
solenóide A6

Retorno para
O tanque

Válvula de A6
segurança
A qualidade transforma o mundo
77

Comando hidráulico

entrada“SH” é para a
liberação do freio do Mangueira do
Saída da porta “SH”
Motor do giro acumulador

A qualidade transforma o mundo


78

Comando hidráulico

Vista Vista
frontal inferior

Há uma conexão T que conecta à saida DR2: uma mangueira vai


para o entrada Pz (retorno da válvula principal de alívio), e
outro vai para o tanque de óleo hidráulico.

A qualidade transforma o mundo


79

Comando hidráulico
R2 saída de óleo do comando para o Bloco da válvula
Radiador de retorno

Saída para o tanque


hidráulico
Mangueira de
pressão da
bomba 2

Vista
traseira

Mangueira de pressão da bomba 1

A qualidade transforma o mundo


80

Comando hidráulico
Entrada da bomba 2

Entrada da bomba 1 Mangueira da solenóide A5


A qualidade transforma o mundo
81

Grupo de solenóides

A qualidade transforma o mundo


82

Válvula de segurança do braço e lança

Mangueira de
Válvula de segurança Válvula de segurança pilotagem para a
Do braço Da lança válvula de segurança

A qualidade transforma o mundo


83

Comando hidráulico

A qualidade transforma o mundo


84

Bloco de sensores
Desce a lança
Joystick Abre caçamba
direito Subir lança
Fecha caçamba
Pedal Deslocamento esquerdo
Deslocamento Direito
Giro para esquerda
Joystick Fecha o braço
esquerdo Abre o braço
Giro para direita

A qualidade transforma o mundo


85

Grupo de solenóide

A1 A2 A3 A4 A5 A6 A7 A8

A qualidade transforma o mundo


86

Diagrama do grupo de solenóide


Entrada de pressão

Freio do giro A8

Alavanca de segurança A7( saída para a porta PPC )

Prioridade do braço e lança A6( saída para a porta PAn2)

Confluência da caçamba A5( saída para a porta XBp2)

Prioridade do braço e giro A4( saída para a porta psp)

Prioridade da lança e caçamba A3

“HI” e “LO” do deslocamento A2( saída para os motores de


translação)
Reserva A1

Retorno para o tanque Hidráulico

A qualidade transforma o mundo


87

Sistema de distribuição da linha de pilotagem

Entrada de
Saída para
pressão
Saída para o freio do giro Porta PG
( filtro da
linha de
pilotagem)
Acumulador
Grupo de solenóide

A qualidade transforma o mundo


88

Sistema do giro da máquina


• Vazão máxima do motor do
giro: 228 L/min ou 169 cm³/r.

A qualidade transforma o mundo


89

Motor de translação
• O sistema de translação do C9 é
o mesmo da C8

• O motor hidráulico é equipado


com freio e válvula de balanço .

• A vazão do motor Nabtesco é de


130.4 cm³/r no modo “HI” e 74.9
cm³/r no modo “LO” e a relação
da redução é 60x1.

• A vazão do motor Kayba é de


168,9 cm³/r no modo “HI” e 100,3
cm³/r no modo “LO” e a relação
da redução é 43x2

A qualidade transforma o mundo


90

Circuito de pilotagem

A qualidade transforma o mundo


91

Circuito de pilotagem

A qualidade transforma o mundo


92

Circuito em repouso

A qualidade transforma o mundo


93

Circuito em repouso
• Todos os carretéis das válvula
estão na posição neutra.
• O fluxo da bomba 1 passa
pelas seguintes válvulas:
– Válvula de alinhamento do
deslocamento.
– Válvula do deslocamento esquerdo.
– Válvula da Lança 1.
– Válvula da caçamba.
– Válvula Braço 2

• O fluxo da bomba 2 passa


pelas seguintes válvulas antes
de retorno:
– Válvula do deslocamento direito.
– Válvula do giro.
– Válvula da lança 2.
– Válvula do opcional.
– Válvula do Braço 1
A qualidade transforma o mundo
94

Circuito de liberação do freio do giro


 O freio do giro é liberado no momento em que o joystick é
acionado.

A qualidade transforma o mundo


95

Circuito do giro da máquina

A qualidade transforma o mundo


96

Circuito do giro da máquina


• Pressão de pilotagem:
– Abertura da válvula do giro
( linha amarela).
– Liberação do freio do giro
(saída SH).

• Comando hidráulico:

– O óleo da bomba 1 retorna ao


tanque (linha roxa e azul).

– O óleo da bomba 2 movimenta


o motor de giro e retorna ao
tanque ( linha vermelha).

– O retorno do óleo do motor do


giro passa pela válvula do
comando e retorna ao tanque
( linha azul).

A qualidade transforma o mundo


97

Circuito da lança ( subida)

A qualidade transforma o mundo


98

Circuito da lança ( subida)


• Pressão de pilotagem:
– Abertura da válvula lança 1
e 2 ( linha laranja)
– Liberação do freio do giro.
(linha laranja)

• Comando hidráulico:
– A óleo da bomba 1 passa
pela válvula da lança 1 e
entra na parte inferior do
cilindro
( linha vermelha)
– O óleo da bomba 2 passa
pela válvula da lança 2
juntando-se a saída da
válvula da lança 1 (linha
roxa )
– O óleo alojado na parte
superior dos cilindros da
lança retornam ao tanque.

A qualidade transforma o mundo


99

Circuito da lança ( descida)

A qualidade transforma o mundo


100

Circuito da lança ( subida)


• Pressão de pilotagem:
– Ativa a válvula de segurança
( linha laranja)

– Ativa a válvula lança 1

– Libera o freio do giro

• Comando hidráulico:
– O óleo da da bomba 2 retorna
ao tanque ( linha roxa)

– O óleo da bomba 1 entra na


parte superior dos cilindros da
lança ( linha vermelha),
fazendo o óleo localizado na
parte inferior do cilindro
retornar ao tanque ( linha azul).

A qualidade transforma o mundo


101

Circuito do fechamento do braço

A qualidade transforma o mundo


102

Circuito do fechamento do braço


• Pressão de pilotagem:
– Ativa a válvula de
segurança
– Ativa as válvulas braço 1 e 2
– Libera o freio do giro

• Comando hidráulico:
– O óleo da bomba 1 pela
válvula braço 2 e entra na
parte de inferior do cilindro.
– O óleo da bomba 1 passa
pela válvula braço 1 e se
junta com a saída da válvula
braço 2.
– O retorno do óleo da parte
superior do cilindro é
bloqueado para válvula de
regeneração

A qualidade transforma o mundo


103

Circuito do fechamento do braço


• Quando a Pressão de óleo no
final da cabeça do cilindro não for
suficiente para deslocar a válvula
de regeneração do a mesma fica
fechada.

• a válvula de retenção abre o


retorno do óleo da válvula do braço
1 e entra na extremidade da
cabeça do cilindro braço

• O retorno de óleo do cilindro


passa pelas seguintes
válvulas :
– Válvula de segurança do
braço
– Válvula do braço 1
– Válvula de regeneração

A qualidade transforma o mundo


104

Circuito do fechamento do braço


• Conforme a pressão contra
exercida no braço, a pressão
do sistema aumenta
gradativamente
• Válvula de regeneração do
braço é deslocado para
direita gradualmente até que
a câmara esquerda da
válvula de regeneração do
braço é colocado em uso.
• O retorno do óleo passa
pelas seguintes válvulas:
– Válvula de segurança do
braço
– Válvula do braço 1
– Válvula de regeneração

A qualidade transforma o mundo


105

Circuito de abertura do braço

A qualidade transforma o mundo


106

Circuito do Abertura do braço


• Pressão de pilotagem:
– Válvula de braço 1
– Válvula de braço 2
– Válvula de regeneração
– Válvula de liberação de
freio do giro.
• Pressão principal:
– O óleo referente a Bomba 1
passa pela válvula do braço
2 e entra na parte superior
do cilindro.
– O óleo referente a Bomba 2
passa pela válvula do braço
1 e entra na parte superior
do cilindro.
– O óleo que está na cabeça
do cilindro retorno pela
válvula braço 1.

A qualidade transforma o mundo


107

Circuito de fechamento da caçamba

A qualidade transforma o mundo


108

Circuito de fechamento da caçamba


• Pressão de pilotagem:
– Válvula confluência da
caçamba
– Válvula da Caçamba.
– Válvula de liberação do freio
do giro
– Pressão principal:
– O óleo que sai da Bomba 1
passa pela válvula da
caçamba e entra na parte
inferior cilindro da caçamba.
– O óleo da Bomba 2 passa
pela passagem de óleo
central que se junta com com
o óleo da Bomba 1, assim a
vazão das duas bombas vai
para a cabeça do cilindro.
– O retorno do óleo passa pela
válvula da caçamba e retorna
direto para tanque.

A qualidade transforma o mundo


109

Circuito de abertura da caçamba

A qualidade transforma o mundo


110

Circuito de abertura da caçamba


• Pressão de pilotagem:
– Válvula confluência da caçamba
– Válvula da Caçamba.
– Válvula de liberação do freio do
giro

• Pressão principal:
– O óleo da Bomba 1 vai para a
válvula da caçamba e entra na
parte superior do cilindro da
caçamba.
– O óleo da Bomba 2 passa
pela passagem de óleo central
que se junta com com o óleo
da Bomba 1, assim a vazão
das duas bombas vai para a
cabeça do cilindro.
– O retorno do óleo passa pela
válvula da caçamba e retorna
direto para tanque.
A qualidade transforma o mundo
111

Subida da lança e fechamento do braço

A qualidade transforma o mundo


112

Subida da lança e fechamento do braço


• Pressão de pilotagem
– Válvula do braço 1
– Vávula do braço 2
– Válvula de segurança do braço
– Válvula da lança 2
– Válvula de prioridade da lança
– Válvula de liberação do giro

• Pressão principal:
1. O óleo da Bomba 1 passa pela
válvula lança 1 e vai para a
parte inferior do cilindro.
2. O óleo da Bomba 2 passa
pela válvula Lança 2 e entra
na parte inferior do cilindro
3. O óleo da parte superior do
cilindro da lança retorna pela
válvula Lança 1

A qualidade transforma o mundo


113

Subida da lança e fechamento do braço


4. A vazão da Bomba 1 que vai
para a parte inferior do
cilindro do braço é controlada
pela válvula de prioridade da
lança.
5. A vazão da Bomba 2 entra
na parte inferior do cilindro
do braço através da válvula
do Braço 1.
6. O retorno do óleo do cilindro
do braço é bloqueado pela
válvula de regeneração.
7. Braço cai por a sua
gravidade. A pressão do óleo
da parte inferior do cilindro
não é suficiente para
deslocar a válvula de
regeneração do braço para a
direita.

A qualidade transforma o mundo


114

Subida da lança e fechamento do braço


9. Como a diminuição do peso do
braço, pressão de óleo na parte
inferior do cilindro do braço
aumenta gradualmente.

10. Válvula de regeneração do braço é


deslocado para direita
gradualmente até que a câmara
esquerda da válvula de
regeneração do braço é colocado
em uso.

11. O retorno do óleo da parte superior


do cilindro do braço flui de volta
para o tanque de óleo hidráulico
através de:
a. Válvula segurando o braço
b. Válvula de braço 1
c. Válvula de regeneração do
braço

A qualidade transforma o mundo


115

Giro para direita e fechamento do braço

A qualidade transforma o mundo


116

Giro para direita e fechamento do braço


• Pressão de pilotagem:
– Válvula do Braço 1
– Válvula do Braço 2
– Válvula de segurança do braço
– Válvula do giro
– Válvula de prioridade do giro
– Válvula de liberação do freio do giro
• Pressão principal:
– O óleo da Bomba 1 passa através da válvula
do Braço 1 e entra na parte inferior do cilindro
do braço.
– A vazão de óleo da Bomba 2 passa por uma
ramificação, sendo que uma parte irá para a
válvula do Giro e a outra parte irá passar
primeiro pela válvula de prioridade do giro e
depois para válvula do Braço 1 entrando na
parte inferior do cilindro do braço.
– O retorno do óleo da parte superior do cilindro
do braço passsa através da válvula do Braço 1
e depois passa pela válvula de segurança do
braço e por fim retorna para tanque
– O retorno de óleo do motor de giro passa pela
válvula do giro e retorna para o tanque.
A qualidade transforma o mundo
117

Opção High/low da translação


1. O motor de translação esquerdo mostra o acionamento do modo HI
2. O motor de translação direito mostra o acionamento do modo LOW

A qualidade transforma o mundo


118

Opção High/low da translação


• Pressão de pilotagem:
– Válvula da translação esquerda.
– Válvula da translação direita.

• Pressão principal:
– A vazão da Bomba 1 passa através da
álvula da translação esquerda e vai para
o motor de translação esquerdo.
– O retorno de óleo do motor de translação
esquerdo passa pela válvula da
translação esquerda e retorna para o
tanque hidráulico.
– A vazão da Bomba 2 passa através da
álvula da translação direita e vai para o
motor de translação direito.
– O retorno de óleo do motor de translação
esquerdo passa pela válvula da
translação direita e retorna para o tanque
hidráulico.
A qualidade transforma o mundo
119

Circuito de alinhamento de direção

A qualidade transforma o mundo


120

Translação e fechamento do braço

A qualidade transforma o mundo


121

Translação e fechamento do braço


• Pressão de pilotagem :
– Válvula do Braço 1
– Válvula do Braço 2
– Válvula de segurança do braço
– Válvula da translação esquerda.
– Válvula da translação direita.
– Válvula de alinhamento da translação.
– Válvula de liberação do freio de giro.

• Pressão principal:
– O óleo da Bomba 1 vai para parte
inferior do cilindro do braço através de
dois circuitos paralelos.
– O retorno do óleo do cilindro do braço
passa pela válvula de segurança do
braço e pela válvula do Braço 1.
– A vazão da Bomba 2 alimenta tanto o
motor de translação esquerdo como o
direito

A qualidade transforma o mundo


Levantamento da lança, giro e 122

abertura do braço.

A qualidade transforma o mundo


Levantamento da lança, giro e 123

abertura do braço.
• Pressão de pilotagem:
– Válvula do braço 1
– Válvula da Braço 2
– Válvula de prioridade da lança e braço
– Válvula Lança 1
– Válvula Lança 2
– Válvula do Giro
– Válvula de prioridade da Giro e braço
– Válvula de liberação do freio do giro
• Pressão principal:
– A vazão da Bomba 1 alimenta a parte
inferior dos cilindros da lança.
– A vazão da Bomba 2 alimenta o motor
de giro, a parte superior do cilindro do
braço e a parte inferior do cilindro da
lança

A qualidade transforma o mundo