Вы находитесь на странице: 1из 23

H H

F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k

Departamento de Inovação, Ciência e Tecnologia

Licenciatura em Informática –Ramo Educacional


Ano Lectivo 2008/2009

Alexandra Baldaque

DIDÁCTICA DA INFORMÁTICA

Trabalho Final

Disponível em:

http://docentes.uportu.pt/~baldaque/didactica/EnunciadoTrabalhoDidactica.pdf
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k

ÍNDICE

1 OBJECTIVOS ............................................................................................................3
2 RESUMO....................................................................................................................3
3 CONTEÚDO .............................................................................................................3
3.1 CONSIDERAÇÕES GERAIS..........................................................................................................5
3.2 CARACTERIZAÇÃO DO AMBIENTE DE ENSINO/APRENDIZAGEM .....................................6
3.3 PLANIFICAÇÃO ANUAL .............................................................................................................6
3.4 PLANIFICAÇÃO DA UNIDADE ..................................................................................................6
3.5 PLANIFICAÇÃO DIÁRIA ..............................................................................................................7
3.6 AVALIAÇÃO .................................................................................................................................7
4 TRABALHOS DE DIDÁCTICA DO ANO LECTIVO DE 2008/2009 .....................9
4.1 NORMAS GERAIS .........................................................................................................................9
4.2 APRESENTAÇÃO ...................................................................................................................... 10
5 BIBLIOGRAFIA........................................................................................................11
5.1 BIBLIOGRAFIA DESTE DOCUMENTO .................................................................................... 11
5.2 BIBLIOGRAFIA DA LISTA DOS TRABALHOS .......................................................................... 12
5.3 OUTROS ENDEREÇOS ÚTEIS .................................................................................................. 13
6 ENUNCIADOS DOS TRABALHOS....................................................................... 14
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k

1 Objectivos

O principal objectivo do trabalho consiste na apresentação completa e


fundamentada de uma aula referente a uma unidade de conhecimento da área da
informática do ensino secundário. Pretende-se a inclusão das funções executiva,
interactiva e organizacional do ensino [Partes Um, Dois, Três de (Arends, 2008)].

Complementarmente na documentação de suporte deve ser apresentada uma


análise crítica bem comentada ao programa actualmente em vigor no ensino
secundário para a unidade de conhecimento da área de informática escolhida.

2 Resumo

O trabalho deve conter:

2.1. todos os elementos da preparação, planeamento, conteúdo, e de


exposição de uma aula “simulada”;
2.2. a apresentação de todos os meios auxiliares de suporte audiovisual,
etc., a utilizar;
2.3. a avaliação respeitante à unidade de conhecimento considerada;
2.4. a delineação dos princípios gerais de apreciação de um currículo de
disciplina informática, à luz dos quais é feita a apresentação da
unidade programática considerada;
2.5. elementos de avaliação.

3 Conteúdo

Para concretizar os objectivos referidos devem ser tratados, entre outros, e não
necessariamente com a ordem e estrutura adiante apresentada, os seguintes
pontos:
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k
0. Introdução
1. Caracterização do ambiente de ensino/aprendizagem
1.1. Caracterização da escola
1.2. Caracterização do meio socio-económico e cultural da escola
1.3. Caracterização da turma
2. Planificação
2.1. Planificação anual
2.2. Planificação da Unidade
2.2.1. Descrição da Unidade de Conhecimento escolhida
2.2.2. Crítica comentada ao programa actualmente em vigor no
ensino secundário para a unidade de conhecimento da área de
informática escolhida
2.2.3. Plano da Unidade
2.2.4. Descrição dos objectivos gerais da Unidade, segundo as
Taxonomias de Bloom
2.3. Planificação diária
2.3.1. Definição dos objectivos de instrução
2.3.2. Apresentação dos conteúdos programáticos
2.3.3. Plano da aula
2.3.3.1. Mapa Mental
2.3.3.2. Matriz do Plano da Aula
2.3.3.3. Mapa de Gantt
2.3.3.4. Matriz Comportamento-Conteúdo
2.3.3.5. Tabela de Conceitos
3. Avaliação
3.1. Matriz de especificações
3.2. Instrumentos de avaliação (testes, fichas de trabalho, trabalhos de
grupo, etc.)
3.3. Correcções dos instrumentos de avaliação
3.4. Grelhas de correcção
3.5. Parâmetros de avaliação
4. Conclusão
5. Bibliografia
Anexos –Material de apoio à aula (Diapositivos)
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k
3.1 Considerações gerais
3.1.1 Pressupostos

A planificação deve ter em consideração:

• As capacidades, interesses do estudante, etc.

• Materiais, duração das aulas, tempo estabelecido, exigências, formato.

• Objectivos regionais.

• Disponibilidades para a realização de actividades.

3.1.2 Forma

Incluir nos elementos de planificação, a:

• Lista das linhas gerais das actividades e do conteúdo.

• Lista da sequência de actividades.

• Anotações que complementem a planificação.

3.1.3 Critério de desempenho

Irão ser considerados, entre outros, a:

• Organização, sequência, equilíbrio e fluidez das linhas gerais.

• Concordância com os objectivos da disciplina definidos nos tópicos


programáticos e na planificação anual.

• Concordância com o interesse previsto e o envolvimento dos alunos.

• Apresentação e enunciado claro dos conceitos que há que ensinar,


incluindo um glossário dos termos relevantes.
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k
3.2 Caracterização do ambiente de ensino/aprendizagem

Breve descrição da escola, enquadrando-a no contexto socio-económico e


cultural do meio em que se insere.
Descrição da turma em questão, com inclusão de gráficos nomeadamente
quanto à sua distribuição por sexo, etária, taxa de reprovação, formação
académica dos pais, etc.

3.3 Planificação Anual

Neste ponto devem constar:

• um calendário escolar do ano lectivo em vigor, onde deverão ser


marcadas todas as aulas previstas, referentes a cada uma das
unidades, todos os testes de avaliação planeados, bem como todas
as interrupções lectivas previstas;

• Uma planificação anual do nº de tempos lectivos a leccionar por


período e por unidade;

3.4 Planificação da Unidade


3.4.1 Plano da Unidade

Este plano deve conter os conteúdos e objectivos a leccionar na unidade


atribuída, bem como o nº de aulas previstas para cada conteúdo, as
estratégias e actividades planeadas para essa unidade e as formas e
avaliação a serem consideradas para a Unidade de Conhecimento
escolhida.

3.4.2 Descrição dos objectivos gerais da Unidade, segundo a


Taxionomia de Bloom

Os elementos apresentados devem ser específicos da unidade de


conhecimento escolhida e não meras indicações gerais ou pura repetição
das indicações da teoria. Devem descrever os objectivos da unidade nos
três domínios sugeridos por Bloom: cognitivo, afectivo e psicomotor
[(Arends, 2008)].
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k
3.5 Planificação diária
3.5.1 Definição dos objectivos de instrução

Pretende-se que sejam aqui descritos os objectivos da aulas escolhida pelo


aluno, de acordo com um dos formatos dados na aula (Formato de Mager
ou Formato de Gronlund) [(Arends, 2008)].

3.5.2 Apresentação dos conteúdos programáticos

Pretende-se que aqui sejam descritos em pormenor todos os elementos


cognitivos a serem leccionados na aula em questão.

3.5.3 Plano da Aula

Deverá incorporar:

• Matriz de Plano da Aula, que inclua uma apresentação clara dos


objectivos e estratégias, os conteúdos a serem leccionados e uma
sequência de actividades de aprendizagem para a aula, começando por
uma forma de activação dos alunos e os respectivos tempos atribuídos a
cada conteúdo leccionado e formas de avaliação dos alunos na referida
aula.

• “Mapa Mental” realizado segundo a técnica orgânica de estudo (Buzan,


1995) da temática da aula em causa;

• Matriz de comportamento-conteúdo, enunciando todos os elementos


utilizados [(Arends, 2008)] — construída para caracterizar o que ensinar.
• Tabela de conceitos, discriminando claramente todas as noções a ensinar
na aula em questão e caracterizar os seus atributos [(Arends, 2008)].

• O mapa relevante obtido com o uso do “Microsoft Project”ou programa


equivalente para planeamento, incluindo necessariamente mapa de Gantt
de organização do tempo de aprendizagem.

3.6 Avaliação
3.6.1 Especificação

Em função dos objectivos da instrução (que devem clarificar os factos sobre os


tópicos da unidade de conhecimento), em função dos conceitos e princípios
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k
básicos, e em função das competências simples e complexas, apreciação e
capacidade para pensar em termos críticos e analíticos, deve ser construída uma
tabela de especificações [(Arends, 2008)] para definir o espaço atribuído a cada
tópico e aos diferentes níveis de processos cognitivos dos alunos.

3.6.2 Testes

Apresentar os testes de avaliação que considerar convenientes e apropriados à


matéria da unidade de conhecimento escolhida, bem como as eventuais fichas de
trabalho das aulas em causa, mostrando claramente a relação entre a matéria
objecto de questões e a tabela de especificações referida em 3.6.1.

Para cada teste deve ser incluída uma grelha de correcção, que contenha a
classificação e o tempo necessário a cada reposta [(Arends, 2008)].

Todos os elementos de avaliação devem ser acompanhados da respectiva


correcção.

Apresentar ainda os parâmetros de avaliação da disciplina, devidamente


pormenorizados.
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k
4 Trabalhos de Didáctica do ano lectivo de 2008/2009
4.1 Normas gerais
4.1.1 O trabalho deve ser entregue até às 12h00 do dia 17 de Novembro de
2008, ou 12h00 do dia 22 de Dezembro de 2008 para realização na
época de recurso.
4.1.2 As listas de preferências devem ser entregues até às 11h00 do dia 13 de
Outubro de 2008, durante as aulas, no Secretariado do DICT, ou
enviadas por e-mail para didactica.informatica@uportu.pt. Serão afixadas
e publicadas as listas finais de atribuição de trabalhos até 20 de Outubro
de 2008.
4.1.3 Na lista de preferências devem ser indicados pelo menos cinco trabalhos.
A atribuição do trabalho será feita sucessivamente em função das
preferências dos alunos. No entanto, a cada aluno será atribuído um
trabalho diferente, sendo resolvidos os casos de escolha do mesmo
enunciado de acordo com os seguintes critérios, pela ordem indicada:

1) O trabalho será atribuído aos alunos que mais se aproximarem das


condições ideais do cumprimento das regras definidas neste documento;
2) O trabalho será atribuído ao aluno que tiver média mais elevada.

No caso de se esgotarem as preferências dos enunciados para um


determinado aluno, será atribuído ao aluno um dos restantes enunciados
por deliberação do docente.

4.1.4 Todos os alunos têm que entregar o trabalho na data estabelecida ou terão
nele a classificação de zero valores. O trabalho e a sua apresentação têm
um peso de 30% (6 valores) na nota final da avaliação da disciplina, sendo
os restantes 70% (14 valores) atribuídos da seguinte forma:

Ø 30% (6 valores) ao exame escrito ou seu equivalente


(frequências); neste item existe a nota mínima de 10
valores, para se proceder à média ponderada com os
restantes items de avaliação aqui apresentados;
Ø 20% (4 valores) à simulação de várias aulas ao longo do
ano lectivo;
Ø 20% (4 valores) à participação nas aulas.
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k
4.1.5 O trabalho deverá apresentar:

• Ficha identificadora (capa do trabalho) distribuída com os


enunciados dos trabalhos;

• Relatório de acordo com os elementos referidos neste


enunciado.

4.1.6 O trabalho deve ser entregue dactilografado em tratamento de texto feito


em computador com o nível de facilidades e apresentação esperado de um
processador de texto da última geração existente no mercado.
4.1.7 Deve estar em folhas A4, separadas, com margens, identificando na capa
os seus autores com os números, os nomes completos, títulos e número
do trabalho. Todas as folhas devem ter cabeçalho e todas as páginas
devem ser numeradas.
4.1.8 Deve também ser entregue uma disquete ou CD (ou enviado por e-mail
para didactica.informatica@uportu.pt), com uma etiqueta com igual
informação à referida para a capa.

Observação: Os pontos 4.1.6 a 4.1.8 estão descritos de um modo mais


completo no documento “Normas de apresentação de monografias e
trabalhos académicos”dado na disciplina de Projecto Educacional.

4.2 Apresentação
4.2.1 A apresentação dos trabalhos decorrerá a partir do dia 5 do mês de
Dezembro de 2008 durante o período de aulas da disciplina e prolongar-
se-á no mesmo horário findo o período de aulas durante tantas semanas
quantas as que o n.º de apresentações se justificar (12 do mês de Janeiro
de 2009 para a época de recurso), sendo estas datas ainda a confirmar
durante o ano lectivo, em função das disponibilidades do professor e
alunos da disciplina, devendo as inscrições para a data e hora de
apresentação ser feitas por e-mail para didactica.informatica@uportu.pt
na primeira semana de Novembro (última de Dezembro para a época de
recurso).
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k

5 Bibliografia

5.1 Bibliografia deste documento


(Arends, 2008) ARENDS, RICHARD I. - Aprender a Ensinar.
Tradução de A. Faria. 7ª ed. Lisboa, Portugal:
McGraw-Hill, 2008. 505 p. ISBN 978-84-481-6010-4.
(Buzan, 1995) BUZAN, Tony - Use Your Head. [s.n.] ed. Londres,
Inglaterra: BBC Consumer Publishing, 1995. 154 p.
ISBN 056337103X.
(Lima e Costa, Fevereiro de LIMA, Jorge Reis e COSTA, Paulo Sérgio. Tratamento
1997) informático das normas bibliográficas portuguesas e da
documentação electrónica [em linha]. Porto, Portugal:
Universidade Portucalense, Fevereiro de 1997 (revisto em
17 de Dezembro de 1998) [citado em 19 de Novembro de
2001]. Utiliza serviço de redireccionamento de URL.
Disponível em <URL:http://pagina.em.pt/refbiblio>.
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k

5.2 Bibliografia da lista dos trabalhos

AI10 Fonseca, Dalila, [et al.] - Aplicações Informáticas A: Curso


Tecnológico de Informática. [s.n.] ed. Porto, Portugal: Porto
Editora, 2005. 205 p. ISBN 972-0-43407-4.
AI11 (A) Fonseca, Dalila, [et al.] –Aplicações Informáticas A 11º: Curso
Tecnológico de Informática. [s.n.] ed. Porto, Portugal: Porto
Editora, 2006. 288 p. ISBN 972-0-43408-2.
AI11 (B) Fonseca, Dalila, [et al.] –Aplicações Informáticas B 11º: C.C.H.
[s.n.] ed. Porto, Portugal: Porto Editora, 2006. ISBN
972-0-43414-2.
BP10 (1) AZUL, Artur Augusto – Bases de Programação 10º: Curso
Tecnológico de Informática. [s.n.] ed. Porto, Portugal: Porto
Editora, 2006. 288 p. ISBN 972-0-43433-3.
BP10 (2) SIMÕES, Francisco, [et al.] - Bases de Programação 10º: Curso
Tecnológico de Informática. [s.n.] ed. Porto, Portugal: ASA
Editores II, SA, ISBN 978-972-41-2884-9.
BP11 (1) AZUL, Artur Augusto – Bases de Programação 11º: Curso
Tecnológico de Informática. [s.n.] ed. Porto, Portugal: Porto
Editora, 2006. 288 p. ISBN 972-0-43434-1.
BP11 (2) SIMÕES, Francisco, [et al.] - Bases de Programação 11º: Curso
Tecnológico de Informática. [s.n.] ed. Porto, Portugal: ASA
Editores II, SA, ISBN 978-972-41-4282-1.
BP12 AZUL, Artur Augusto – Bases de Programação 12º: Curso
Tecnológico de Informática. [s.n.] ed. Porto, Portugal: Porto
Editora, 2007. 336 p. ISBN 978-972-0-43435-7.
T10 SÁ, José Paulo, [et al.] - Tecnologias Informáticas 10º: Curso
Tecnológico de Informática. [s.n.] ed. Porto, Portugal: Porto
Editora, 2006. 303 p. ISBN 972-0-43490-2.
T11 SÁ, José Paulo, [et al.] - Tecnologias Informáticas 11º: Curso
Tecnológico de Informática. [s.n.] ed. Porto, Portugal: Porto
Editora, 2007. 384 p. ISBN 972-0-43491-3.
T12 SÁ, José Paulo, [et al.] - Tecnologias Informáticas 12º: Curso
Tecnológico de Informática. [s.n.] ed. Porto, Portugal: Porto
Editora, 2006. 256 p. ISBN 972-0-43492-9.
TIC9 (1) FERNANDES, Maria Clara e BARBOT, Maria João –Planeta das
TIC 9. [s.n.] ed. Porto, Portugal: Porto Editora, 2004. 1º e 2º
volumes. 255 p. ISBN 978-972-0-33602-6.
TIC9 (2) AZUL, Artur Augusto –Tecnologias de Informação e
Comunicação 9. [s.n.] ed. Porto, Portugal: Porto Editora, 2007. 1º
e 2º volumes. ISBN 978-972-0-33601-9.
TIC9 (3) SILVA, Rolando - TIC –Iniciação. ISBN 978-972-627-726-2.
TIC9 (4) ALMEIDA, Manuel, [et al.] –TIC 9º/10º. ISBN 972-41-3898-4.
TIC10 (1) FERNANDES, Maria Clara e BARBOT, Maria João –Planeta das
TIC 10. [s.n.] ed. Porto, Portugal: Porto Editora, 2007. 1ª e 2ª
partes. 251 p. ISBN 978-972-0-43402-9.
TIC10 (2) AZUL, Artur Augusto et al. - Tecnologias de Informação e
Comunicação 10. [s.n.] ed. Porto, Portugal: Porto Editora, 2007. 1ª
e 2ª partes. 319 p. ISBN 978-972-0-43401-2.
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k

5.3 Outros endereços úteis

• Formatação de referências bibliográficas


EndNote 5.0 (versão de ISI. EndNote Trial Request Form - Version 5 for
demonstração) Windows® or Macintosh® [em linha]. Philadelphia,
E.U.A.: ISI, [s.d.] (revisto em 11 de Junho de 2001)
[citado em 19 de Novembro de 2001]. Disponível em
<URL:http://www.endnote.com/endemo.asp>.
EndNote 4.0 (tutorial) ISI. The EndNote 4 Interactive Tutorial [em linha].
Philadelphia, E.U.A.: ISI, [s.d.] (revisto em 20 de Março
de 2000) [citado em 19 de Novembro de 2001].
Disponível em
<URL:http://www.endnote.com/support/en4tutorial.asp>.
Adaptação para as normas LIMA, Jorge Reis e COSTA, Paulo Sérgio. Tratamento
NP 405-1 e ISO 690-2 informático das normas bibliográficas portuguesas e da
documentação electrónica [em linha]. Porto, Portugal:
Universidade Portucalense, Fevereiro de 1997 (revisto em
17 de Dezembro de 1998) [citado em 19 de Novembro de
2001]. Utiliza serviço de redireccionamento de URL.
Disponível em <URL:http://pagina.em.pt/refbiblio>.
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k

6 Enunciados dos trabalhos

Nº Referência Tópicos da Tema


da bibliografia
bibliografia
1 AI11 (A) 1.1 e 1.2 Introdução à Análise de Sistemas.
Conceito de Sistema. Definição de Análise de Sistemas.
2 AI11 (A) 1.3 e 1.4.1 Modelação. Análise Essencial: Modelo Ambiental.

3 AI11 (A) 1.4.2.1 e Análise Essencial: Modelo Comportamental: DFD e


1.4.2.2 DD.
4 AI11 (A) 1.4.2.3 Análise Essencial: Modelo Comportamental: Diagrama
E-R
5 AI11 (A) 1.4.2.4 Análise Essencial: Modelo Comportamental:
Normalização de dados
6 AI11 (A) 1.4.2.5 e Análise Essencial: Modelo Comportamental: Esquema
1.4.2.6 de tabelas e especificação estrutural.
7 AI11 (A) 1.5.1 Gestão e Planeamento de um Projecto: Análise de
custos e benefícios
8 AI11 (A) 1.5.2 Gestão e Planeamento de um Projecto: Redes PERT.

9 AI11 (A) 1.5.3 Gestão e Planeamento de um Projecto: Mapas de


GANTT.
10 BP10 (1) Mód. Inicial O que são as bases de programação.
Área de desenvolvimento.

11 BP10 (1) 1.1 Problemas, algoritmos e programas.

12 BP10 (1) 1.2 Operações elementares, tipos de dados, variáveis e


expressões
13 BP10 (1) 1.3 Construção de algoritmos em linguagem informal e
simbólica
14 TIC9 (1) ou U1.1, 1.2 e Conceitos básicos e Áreas de aplicação das TIC
TIC9 (2) 1.3 Introdução à estrutura e funcionamento de um sistema
U1.1 e 1.2 informático
15 TIC9 (1) ou U2.1, 2.2 e Elementos básicos da interface de utilizador.
TIC9 (2) 2.3 Operações básicas do SO
U2.1 Programa de gestão de ficheiros em ambiente gráfico
16 TIC9 (1) ou U2.4, 2.6 e Configuração do computador em ambiente gráfico
TIC9 (2) 2.7 Acessórios
U2.2, 2.3 e Utilitários
2.4
17 TIC9 (1) ou U3.1, 3.2 e Introdução à Internet
TIC9 (2) 3.3 Navegação na Web
U3.1, 3.2 e Utilização do correio electrónico
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k
Nº Referência Tópicos da Tema
da bibliografia
bibliografia
3.3

18 TIC9 (1) ou U4.1, 4.2 e Iniciação ao processamento de texto


TIC9 (2) 4.3 Criar e guardar documentos
U4.1 e 4.2 Edição de texto
19 TIC9 (1) ou U4.4 e 4.5 Formatação de texto
TIC9 (2) U4.2 Formatação do documento
20 TIC9 (1) ou U4.6, 4.7 e Operações com imagens e outros documentos
TIC9 (2) 4.8 Operações com tabelas
U4.2 e 4.3 Outras funcionalidades do processador de texto
21 TIC9 (1) ou U5.1, 5.2, Criação de apresentações electrónicas
TIC9 (2) 5.3 e 5.4 Introdução, edição e formatação de texto em
U5.1 e 5.2 apresentações electrónicas
22 TIC9 (1) ou U5.5 e 5.6 Apresentação e criação de transições entre diapositivos
TIC9 (2) U5.3
23 TIC9 (1) ou U6.1, 6.2 Introdução e Criação de uma Folha de Cálculo
TIC9 (2) Utilização de fórmulas, funções e macros
24 TIC9 (1) ou U6.3 Utilização de fórmulas, funções
TIC9 (2)
25 TIC9 (1) ou U6.4 Macros
TIC9 (2)
26 TIC9 (1) ou U6.5, 6.6 e Formatação, configuração e impressão de uma Folha de
TIC9 (2) 6.7 Cálculo
U6.2 Criação e personalização de gráficos
27 TIC9 (1) ou U6.8 e 6.9 Trabalho com listas e tabelas dinâmicas
TIC9 (2) U6.3
28 TIC9 (1) ou U6.10 e Integração de tabelas e gráficos no Processador de texto
TIC9 (2) 6.11 ou publicação na Web
29 TIC9 (1) ou U7.1 e 7.2 Técnicas de implantação de páginas Web
TIC9 (2) Conceitos de ergonomia e amigabilidade de uma página
Web
30 TIC9 (1) ou U7.3 Programa(s) de edição de páginas Web: FrontPage
TIC9 (2)
31 TIC9 (1) ou U7.4 Programa(s) de animação de páginas Web: Flash
TIC9 (2)
32 TIC9 (1) ou U7.5 Programa(s) de edição de páginas Web: Dreamweaver
TIC9 (2)
33 TIC9 (1) ou U8.1 Introdução ao SO Linux
TIC9 (2)
34 TIC9 (1) ou U8.2 O ambiente gráfico KDE
TIC9 (2)
35 TIC9 (1) ou U8.3 Configuração do ambiente de trabalho
TIC9 (2)
36 TIC9 (1) ou U8.5 Principais aplicações do Linux
TIC9 (2)
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k
Nº Referência Tópicos da Tema
da bibliografia
bibliografia
37 T10 U1 Introdução às tecnologias informáticas

38 T10 U2.1 Tecnologias da Informação - Conceitos básicos

39 T10 U2.2 Tecnologias da Informação - A informação

40 T10 U2.3 Tecnologias da Informação - A evolução da Informática

41 T10 U3.1.1 Equipamentos –Unidade de sistema

42 T10 U3.1.2 e Equipamentos –Periféricos


3.1.3
43 T10 U3.2 Equipamentos –Equipamento de Rede/Comunicação

44 T10 U4.1 e 4.2 Conceitos básicos de um SO


O MS-DOS
45 T10 U4.3 Instalação e configuração de um SO

46 T10 U4.4 Ligações à Internet

47 AI10 U1.1 e 1.2 SO –Linux (Caracterização do sistema e Obtenção de


documentos)
48 AI10 U1.3 e 1.4 SO –Linux (Instalação do Linux num PC)
SO –Linux (Uso do Linux via X Window)
49 AI10 U1.5 e 1.6 SO –Linux (Configuração em X Window)
SO –Linux (Internet)
50 AI10 U1.7 e 1.8 SO –Linux (Gestão de ficheiros em X Window)
SO –Linux (Uso de aplicações em X Window)
51 AI10 U2.1 Utilitários de Sistema –categorização

52 AI10 U2.2 Utilitários de Sistema para ambiente Windows

53 AI10 U2.3 Utilitários de Sistema para ambiente Linux

54 AI10 U3.1, 3.2, Aproximação à imagem (importância, atributos


3.3 elementares, formatos de ficheiros)
55 AI10 U3.4 Aproximação à imagem (retoques de imagem)

56 AI10 U4A.1 Processamento de texto


Inserção de imagens e grafismos
57 AI10 U4A.2 Processamento de texto
Criação de cartas personalizadas para impressão em
série
58 AI10 U4A.3 Processamento de texto
Trabalho com documentos longos
59 AI10 U4A.4 Processamento de texto
Trabalho com vários documentos
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k
Nº Referência Tópicos da Tema
da bibliografia
bibliografia
60 AI10 U4A.5 Processamento de texto
Utilização do processador de texto em grupos de
trabalho
61 AI10 U4A.6 Processamento de texto
Ligação e integração do processador de texto com
outras aplicações
62 AI10 U4A.7 Processamento de texto
Automatização de tarefas com Macros
63 AI10 U4B.2 Composição de texto
Utilização de um programa de desktop publishing
64 AI10 U5.1 e 5.2 Instrumentação da Folha de Cálculo
Personalização das barras de ferramentas
Formatação avançada
65 AI10 U5.3 e 5.4 Instrumentação da Folha de Cálculo
Séries de dados, Gestão de dados, Listas e tabelas
dinâmicas
66 AI10 U5.5 e 5.6 Instrumentação da Folha de Cálculo
Ligação e Integração com outras aplicações,
Automatização de tarefas com Macros
67 TIC10 (1) ou U2.1, 2.2 e Introdução à folha de cálculo
TIC10 (2) 2.3 Criação de uma folha de cálculo
Utilização de fórmulas e/ou funções
68 TIC10 (1) ou U2.4, 2.5 e Aumento da produtividade com macros
TIC10 (2) 2.6 Configuração e impressão de uma Folha de cálculo
Formatação de uma folha de cálculo
69 TIC10 (1) ou U2.7, 2.8 e Criação e personalização de gráficos
TIC10 (2) 2.9 Trabalho com listas personalizadas
Trabalho com listas (bases de dados)
70 TIC10 (1) ou U2.10, 2.11 Trabalho com tabelas dinâmicas
TIC10 (2) e 2.12 Integração de tabelas e gráficos no processador de texto
Utilizar a folha de cálculo para publicar na Web
71 TIC10 (1) ou U3.1, 3.2 e Introdução aos sistemas de gestão de bases de dados:
TIC10 (2) 3.3 Conceitos básicos
Principais utilizações de SGBD
Modelos de bases de dados
72 TIC10 (1) ou U3.4, 3.5, Programa de gestão de base de dados
TIC10 (2) 3.6.1 e 3.6.2 Abertura de uma BD
Criação de uma BD –Tabelas
Criação de uma BD - Consultas
73 TIC10 (1) ou U3.6.3, Criação de uma BD –Formulários
TIC10 (2) 3.6.4, 3.6.5 Criação de uma BD –Relatórios
e 3.6.6 Criação de uma BD –Páginas de acesso a dados
Criação de uma BD –Macros
74 TIC10 (1) ou U4.1, 4.2, Criação de Páginas Web
TIC10 (2) 4.3.1 Técnicas de implantação
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k
Nº Referência Tópicos da Tema
da bibliografia
bibliografia
Conceitos de ergonomia e amigabilidade
Programa de edição de páginas Web: FrontPage
Planeamento de um website
75 TIC10 (1) ou U4.3.2, Programa de edição de páginas Web: FrontPage
TIC10 (2)) 4.3.3 Criação e gestão de um website
Formatação de páginas Web
76 TIC10 (1) ou U4.3.4, Programa de edição de páginas Web: FrontPage
TIC10 (2) 4.3.5, 4.3.6 Hiperligações
e 4.3.7 Criar pontos de activação em imagens
Animação
Publicação
77 TIC10 (1) ou U4.4.1, Programa de animação de páginas Web: Flash
TIC10 (2) 4.4.2, 4.4.3 Apresentação do programa
e 4.4.4 Ferramentas de Desenho
Texto
Símbolos
78 TIC10 (1) ou U4.4.5, Programa de animação de páginas Web: Flash
TIC10 (2) 4.4.6, 4.4.7, Som
4.4.8 Vídeos
Imagens
Animações simples
79 TIC10 (1) ou U4.4.8 e Programa de animação de páginas Web: Flash
TIC10 (2) 4.4.9 Animações simples
Animação complexa
80 TIC10 (1) ou U4.5.1, Programa de edição de páginas Web: Dreamweaver
TIC10 (2) 4.5.2 e 4.5.3 O ambiente de trabalho e seus elementos
Planeamento e criação de um site
Criação e manipulação de documentos HTML
81 TIC10 (1) ou U4.5.4, Programa de edição de páginas Web: Dreamweaver
TIC10 (2) 4.5.5, 4.5.6, Desenho de páginas
4.5.7 e 4.5.8 Inserção e formatação de texto
Inserção e formatação de imagens
Inserção e formatação de tabelas
Adição de estilos
82 TIC10 (1) ou U4.5.9, Programa de edição de páginas Web: Dreamweaver
TIC10 (2) 4.5.10, Inserção e formatação de formulários
4.5.11, Inserção e formatação de hiperligações
4.5.12 e Adição de efeitos de animação
4.5.13 Inserção de elementos multimédia
Criar pontos de activação –mapear imagens
83 TIC10 (1) ou U5.1, 5.2 e SO Linux:
TIC10 (2) 5.3 Introdução
O ambiente gráfico KDE
Configuração do Ambiente de trabalho
84 TIC10 (1) ou U5.4, 5.5 e SO Linux:
TIC10 (2) 5.6 O gestor de ficheiros Konqueror
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k
Nº Referência Tópicos da Tema
da bibliografia
bibliografia
Principais aplicações do Linux
Comandos básicos
85 TIC10 (1) ou U6.1, 6.2 e Aquisição e tratamento de imagem estática
TIC10 (2) 6.3 Introdução ao tratamento da cor e da imagem
Ferramentas e ambiente de trabalho
Trabalho com selecções
86 TIC10 (1) ou U6.4, 6.5 e Aquisição e tratamento de imagem estática
TIC10 (2) 6.6 Trabalho com cores
Trabalho com camadas
Adição de efeitos, deformações e molduras
87 TIC10 (1) ou U6.7, 6.8 e Aquisição e tratamento de imagem estática
TIC10 (2) 6.9 Utilização das ferramentas de edição
Edição de imagens
O Paint Shop Pro e a Internet
88 TIC10 (1) ou U7.1, 7.2, Aquisição e tratamento de imagem vectorial
TIC10 (2) 7.3, 7.4 e Introdução
7.5 CorelDRAW
O ambiente de trabalho
Noções básicas
Desenho e manipulação de formas geométricas
89 TIC10 (1) ou U7.6, 7.7 e Aquisição e tratamento de imagem vectorial
TIC10 (2) 7.8 Desenho e manipulação de formas irregulares
Transformação de objectos
Organização de objectos
90 TIC10 (1) ou U7.9, 7.10 e Aquisição e tratamento de imagem vectorial
TIC10 (2) 7.11 Trabalhos com contornos e preenchimentos
Trabalho com texto
Alteração das formas geométricas
91 TIC10 (1) ou U7.12, 7.13 Aquisição e tratamento de imagem vectorial
TIC10 (2) e 7.14 Adição de efeitos especiais
Manipulação de documentos
O CorelDRAW e a Internet
92 BP11 2.3 Programação estruturada em Visual Basic
Subprogramas: procedimentos e funções
93 BP11 2.4 Programação estruturada em Visual Basic
Dados estruturados
94 BP11 3.1 Controlo de erros e acesso a BD em Visual Basic
Tratamento de erros e validação de dados
95 BP11 3.2 Controlo de erros e acesso a BD em Visual Basic
Acesso a BD em Visual Basic
96 T11 U1.1, 1.2 e Teoria dos SO
1.3 SW de suporte de um SO
Conceitos básicos
Caracterização de um SO
97 T11 U1.4 e 1.5 Teoria dos SO
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k
Nº Referência Tópicos da Tema
da bibliografia
bibliografia
Funções de um SO
Segurança nos SO
98 T11 U2.1 Teoria de Redes de Computadores
Conceitos básicos
99 T11 U2.2, 2.3 e Teoria de Redes de Computadores
2.4 Tipologias
Padrões e Arquitecturas de Redes
Redes Telemáticas
100 T11 U3.1 e 3.2 SO Windows Server
Introdução ao Windows Server
Instalação e Configuração do Windows Server 2003
101 T11 U3.3 SO Windows Server
Administração e Serviços do Windows Server 2003
102 T11 U3.4 SO Windows Server
Segurança no Windows Server 2003
103 T11 U4.1, 4.2 e O SO Novell Netware
4.3 Visão geral do sistema
Instalação e Configuração do sistema
Personalização do sistema e serviços
104 BP10 1.4 Linguagens e Ambientes de Programação

105 BP10 2.1 Noções Básicas de Pascal

106 BP10 2.2 Estruturas de Controlo em Pascal

107 BP10 2.3 Subalgoritmos e sua tradução para Pascal

108 BP10 2.4 Unidades de código em Pascal

109 BP10 3.1 Arrays –Vectores e Matrizes

110 BP10 3.2 Cadeias de caracteres

111 BP10 3.3 Registos

112 BP10 3.4 Ficheiros

113 BP12 1.1 A) Bases de Programação em C++


Visão geral sobre programas simples em C/C++
114 BP12 1.1 B) Bases de Programação em C++
Instruções Básicas e utilização de variáveis em C/C++
115 BP12 1.1 C) Bases de Programação em C++
Tipos de dados, operadores e expressões em C++
116 BP12 1.1 D) Bases de Programação em C++
Estruturas de controlo em C++
117 BP12 1.1 E) Bases de Programação em C++
Matrizes ou Arrays e strings em C++
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k
Nº Referência Tópicos da Tema
da bibliografia
bibliografia
118 BP12 1.1 F) Bases de Programação em C++
Ponteiros ou apontadores em C++
119 BP12 1.1 G) Bases de Programação em C++
Funções em C++
120 BP12 1.1 H) Bases de Programação em C++
Estruturas de dados em C++
121 BP12 1.1 I) Bases de Programação em C++
Atribuição dinâmica de memória em C++
122 BP12 1.2 A) Programação Orientada para Objectos em C++
Criação e utilização de classes e objectos
123 BP12 1.2 B) Programação Orientada para Objectos em C++
Mais detalhes sobre operações com classes e objectos
124 BP12 1.2 C) Programação Orientada para Objectos em C++
Derivação de classes e herança
125 BP12 2.1 Introdução aos recursos de programação do Visual C++

126 BP12 2.2 Programação de Interfaces para Windows

127 BP12 2.3 Outros recursos de programação do Visual C++

128 BP12 3.1 Introdução às ferramentas de programação para Web

129 BP12 3.2 Introdução ao sistema de bases de dados MySQL

130 BP12 3.3 Utilizar Formulários HTML com Javascript

131 BP12 3.4 Introdução à linguagem de scripting PHP


H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k

Departamento de Inovação, Ciência e Tecnologia

TRABALHO PRÁTICO DE DIDÁCTICA DA INFORMÁTICA


Licenciatura em Informática –Ramo Educacional
Ano Lectivo 2008/2009

Ficha Identificadora

Nome do autor: N.º:


Título do Trabalho n.º :
trabalho:

Data de entrega:
Recebido por:
H H
F-XC A N GE F-XC A N GE
PD PD

!
W

W
O

O
N

N
y

y
bu

bu
to

to
k

k
lic

lic
C

C
w

w
m

m
w w
w

w
o

o
.d o .c .d o .c
c u-tr a c k c u-tr a c k

Departamento de Inovação, Ciência e Tecnologia

TRABALHO PRÁTICO DE DIDÁCTICA DA INFORMÁTICA


Licenciatura em Informática –Ramo Educacional
Ano Lectivo 2008/2009

Preferência dos trabalhos práticos

Nome: N.º:

Preferência N.º do
trabalho
1
2
3
4
5
Data: