Вы находитесь на странице: 1из 3

8.

1- Os agentes económicos e o circuito económico

Agentes económicos

Atividade económica: corresponde ao conjunto de operações levadas a cabo pelos agentes


económicos com o objetivo de criar bens e serviços suscetíveis de satisfazer necessidades. As
operações que compõem a atividade económica são a produção, a distribuição, a repartição
dos rendimentos (salários, rendas, juros e lucros) e a utilização dos rendimentos (consumo e
poupança).

Agente económico: individuo ou entidade que intervém na atividade económica exercendo


pelo menos uma função económica. Estes classificam-se de acordo com a função que
exercem:

 Famílias: neste agente incluem-se todos os agregados familiares de um país, a sua


principal função é o consumo de bens e serviços;

 Empresas: agentes económicos que se dedicam à produção de bens e serviços:


 Empresas (não financeiras): produção de bens e serviços não
financeiros;
 Instituições financeiras: prestação de serviços financeiros (ex.: bancos,
seguradoras, etc.)

 Estado: tem como principal função a satisfação das necessidades coletivas, intervindo
na economia através da redistribuição dos rendimentos e do fornecimento de bens e
serviços coletivos, como a saúde e a educação;

 Resto do Mundo: constituído por todas as economias com as quais os agentes


económicos residentes mantêm relações comerciais. Este agente tem como função
assegurar o fornecimento de bens e serviços não produzidos pela economia ou
produzidos em quantidades insuficientes e também possibilitar o escoamento de parte
da produção da economia.

 Economias fechadas (autarcias): os agentes residentes não


estabelecem relações comerciais com os não residentes, procurando
assegurar a autossuficiência.
 Economias abertas: os agentes económicos residentes estabelecem
relações económicas com agentes económicos de outros países.

Fluxos e circuito económico

Os agentes económicos, no exercício das suas funções, interagem uns com outros. As relações
que se estabelecem entre os diferentes agentes denominam-se fluxos. Podemos identificar
diferentes tipos de fluxos estabelecidos entre os agentes económicos:

 Fluxos reais: circulação de bens e serviços entre os agentes económicos;


 Fluxos monetários: valor monetário dos bens e serviços transacionados,
expresso em moeda, cheques, etc.
A utilização de fluxos monetários é mais vantajosa do que a utilização de fluxos reais, uma vez
que possibilita a comparação imediata dos valores envolvidos nos fluxos estabelecidos entre
os agentes, pois todos estão expressos em unidades monetárias, enquanto os fluxos reais
podem surgir em unidades diferentes, é por esta razão que a Contabilidade Nacional apenas
utiliza fluxos monetários. Os fluxos reais circulam em sentido oposto aos fluxos monetários.

Os empregos são todas a saídas que representam a saída de dinheiro e os recursos são as
operações que representam entrada de dinheiro.

Equilíbrio económico: pressupõe que os recursos de cada agente sejam, simultaneamente, os


empregos de outros agentes e que o total de empregos dos agentes seja igual ao total dos
seus recursos.

 Circuito económico: permite representar de forma simplificada a atividade económica


e por em evidência a interdependência estabelecida entre agentes económicos de um
país.

8.2)O equilíbrio entre recursos e empregos


o circuito traduz uma situação de equilíbrio económico entre recursos e empregos. consumo =
produto rendimento = consumo rendimento = despesas de consumo = produto equilíbrio
económico a que nos referimos deve traduzir-se no facto de os fluxos
monetarios que dao entrada em qualquer agente deverem aprese
n t a r ,   e m conjunto, valor igual ao dos fluxos monetários que dele saem.

http://www.resumos.net/economia.html