Вы находитесь на странице: 1из 11

24/01/2018 Questões da avaliação

1. Segundo a classificação de Morrey, considere os seguintes componentes intrínsecos da rigidez do


cotovelo.
I - Adesões intra-articulares.
II - Ossificação heterotópica.
III - Mau alinhamento articular.
IV - Perda de cartilagem articular.
Quais indicações estão corretas?

a) Apenas I, II e III.

b) Apenas I, II e IV.

c) Apenas I, III e IV.

d) Apenas II, III e IV.

2. Qual músculo ao nível do cotovelo está mais associado com ossificação heterotópica?

a) Tríceps.

b) Ancôneo.

c) Flexor ulnar do carpo.

d) Braquial.

3. Das respostas a seguir, qual é contraindicação para procedimento artroscópico?

a) Transposição prévia do nervo ulnar.

b) Ossificação heterotópica.

c) Liberação capsular.

d) Remoção de osteófitos.

4. É sinal sugestivo de lesão metastática em uma fratura por baixa energia à tomografia
computadorizada:

a) preservação das corticais do corpo.

b) massa epidural.

c) preservação dos pedículos.

d) integridade medular óssea.

5. Na evidência de lesão de coluna torácica em uma mulher de 52 anos, sem sinais de compressão
medular, qual é a próxima conduta mais adequada?
https://www.portalsecad.com.br/ferramentas/pv_avaliacao.php?id=783&codigo=147507 1/11
24/01/2018 Questões da avaliação

a) Radioterapia.

b) Biópsia.

c) Estadiamento com tomografia computadorizada de tórax, abdome e pelve, cintilografia óssea e exames
laboratoriais.

d) Cirurgia para fixação e biópsia.

6. Um doente de 52 anos foi submetido a tratamento cirúrgico para descompressão e fixação de uma
metástase de tumor de próstata na coluna torácica por fratura patológica e compressão medular.
Assinale a resposta correta quanto ao tratamento radioterápico.

a) Não está indicado, pela resistência elevada do tumor de próstata à radiação.

b) Deve ser realizada após 2 semanas, quando o tecido estiver cicatrizado.

c) Deve ter início no terceiro dia pós-operatório.

d) Só deve ser realizada se houver sinais de recidiva da doença.

7. Sobre a pirâmide da doença degenerativa lombar, considere as afirmativas a seguir.


I - A artrodese é o procedimento menos agressivo e com menor risco de complicação.
II - As estabilizações dinâmicas são menos agressivas do que as artrodeses.
III - O tratamento conservador confere bons resultados em cerca de 10% dos casos.
Qual(is) está(ão) correta(s)?

a) Apenas I.

b) Apenas II.

c) Apenas III.

d) Apenas II e III.

8. Sobre o sistema de fixação dinâmica Dynesys, pode-se afirmar que:

a) estabiliza, porém comprime o forame intervertebral.

b) é um sistema melhorado do ligamento de Graf.

c) sobrecarrega o anel fibroso posterior.

d) é a primeira geração dos estabilizadores dinâmicos da coluna.

9. É (são) contraindicação(ões) relativa(s) ao sistema Dynesys:

a) fraturas.

b) tumores.

c) escoliose degenerativa com objetivo de correção da deformidade.

d) espondilolistese grau II.

10. Com relação ao tratamento da espasticidade (alteração primária), é correto afirmar que:

https://www.portalsecad.com.br/ferramentas/pv_avaliacao.php?id=783&codigo=147507 2/11
24/01/2018 Questões da avaliação

a) uma maneira de obter controle sistêmico e irreversível é realizar a rizotomia dorsal seletiva.

b) a toxina botulínica do tipo A é uma alternativa no tratamento da espasticidade, tendo como mecanismo de
ação a liberação de acetilcolina na fenda pré-sináptica.

c) a aplicação de toxina botulínica do tipo A é uma forma de controle sistêmico e reversível no tratamento da
espasticidade.

d) um procedimento cirúrgico ortopédico pode ser usado no tratamento da espasticidade, sendo uma
alternativa de controle local e reversível.

11. Sobre a marcha em agachamento (crouch), é correto afirmar que:

a) é caracterizada pelo aumento da flexão dos joelhos na fase de balanço.

b) tem como causas o encurtamento e espasticidade dos flexores de joelhos, o hiperalongamento do tríceps
sural e a fraqueza do quadríceps.

c) deve ser tratada com alongamento dos flexores de joelhos.

d) pode ser causada por hiperatividade do quadríceps.

12. Segundo o gross motor function classification system (GMFCS), na classificação da paralisia
cerebral em que consiste o nível III?

a) Marcha sem meios auxiliares, no entanto, a criança tem limitação para andar na comunidade e fora de
casa.

b) Marcha com assistência de meios auxiliares (muletas ou andador). Paciente apresenta limitação para andar
na comunidade e fora de casa. Pode necessitar de cadeira de rodas para longas distâncias.

c) Uso de cadeira de rodas para o deslocamento na comunidade e fora de casa. Ortostatismo e marcha
geralmente restritos ao domicílio e ambientes fechados, com limitações.

d) Grave acometimento motor. Controle cervical e de tronco comprometidos. Deslocamento apenas com
tecnologia assistiva.

13. Entre as osteotomias da coluna vertebral, a alternativa que melhor relaciona técnica e potencial de
correção é:

a) osteotomia de Smith-Petersen - correção de 15 graus por nível osteotomizado.

b) osteotomia de Ponte - correção de 20 graus por nível osteotomizado.

c) osteotomia de subtração pedicular - correção de 30 graus por nível osteotomizado.

d) vertebrectomia - correção de 35 graus por nível osteotomizado.

14. Entre as respostas abaixo, a melhor indicação para uma osteotomia da coluna vertebral no
tratamento de uma escoliose degenerativa é:

a) correção de 40% nos testes de inclinação.

b) eixo sagital vertical (SVA) de 6,5cm.

c) “tilt” pélvico (PT) de 20 graus.

https://www.portalsecad.com.br/ferramentas/pv_avaliacao.php?id=783&codigo=147507 3/11
24/01/2018 Questões da avaliação

d) diferença da incidência pélvica (PI) e lordose lombar (LL) de 15 graus.

15. Na vertebrectomia posterior, a ocorrência de lesão medular é uma complicação temida que tem a
maior chance de ocorrer se:

a) o paciente apresentar-se com Frankel E no pré-operatório.

b) a deformidade envolver 5 ou mais corpos vertebrais.

c) a deformidade no plano sagital for do tipo 1 e no plano coronal do tipo 2.

d) for necessária a ligadura de raízes durante o ato operatório.

16. Em que casos o bloqueio de ramo medial dorsal está indicado?

a) Dores predominantemente axiais, em que a faceta articular é a provável fonte de dor.

b) Déficit motor em membro inferior, unilateral ou bilateral.

c) Parestesia em região anterior e medial da coxa, unilateral ou bilateral.

d) Claudicação neurogênica.

17. Qual é o efeito biomecânico na redução da lordose lombar?

a) Aumento da incidência pélvica.

b) Sobrecarga do nível adjacente à fusão.

c) Anteversão da pelve.

d) Diminuição da inclinação pélvica.

18. Quanto ao título de um trabalho científico, é correto afirmar que:

a) deve ser longo e muito descritivo.

b) deve apresentar poucas informações, para que o leitor seja obrigado a ler o artigo.

c) deve ser sucinto e direto, informativo, buscando um público-alvo.

d) é de pouca importância para a publicação de um artigo.

19. Assinale a alternativa correta, em relação à escolha dos autores.

a) Nem todos são considerados responsáveis pelo conteúdo do artigo em questão.

b) O último autor normalmente é o pesquisador responsável pelo estudo.

c) A ordem que os autores são listados não tem qualquer relevância, de modo que normalmente os autores
são listados em ordem alfabética.

d) Pessoas que não participaram diretamente do estudo, mas deram alguma contribuição, devem ser listadas
na autoria do trabalho.

20. São opções de fomento na esfera federal, EXCETO:

https://www.portalsecad.com.br/ferramentas/pv_avaliacao.php?id=783&codigo=147507 4/11
24/01/2018 Questões da avaliação

a) Capes.

b) FAPESP.

c) CNPq.

d) Finep.

21. Leia as opções acerca das entidades de provimento de fomento privado à pesquisa.
I - Associação de pacientes.
II - Organizações não governamentais (ONGs).
III - Fundações filantrópicas.
Qual(is) está(ão) correta(s)?

a) Apenas I e II.

b) Apenas I e III.

c) Apenas III.

d) I, II e III.

22. São itens financiáveis pelo BNDES, EXCETO:

a) bolsas de estudo no exterior.

b) serviços tecnológicos.

c) licenciamento da tecnologia.

d) serviço prestado por mão de obra especializada.

23. Assinale V (verdadeiro) ou F (falso) para os instrumentos de financiamento reembolsável da Finep.


( ) Inovação pioneira
( ) Tecnologias críticas
( ) Inovação contínua
( ) Pós-investimento
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.

a) V - F - V - V.

b) F - V - V - F.

c) V - F - V - V.

d) V - V - V - F.

24. A estabilidade da junção craniovertebral (JCV) se dá principalmente pelo seu complexo sistema
ligamentar. Com relação a este, pode-se afirmar que:

a) o ligamento cruciforme do atlas é formado pelo ligamento transverso e pelos ligamentos alares.

b) os ligamentos alares originam-se no arco anterior de C1 e inserem-se nos côndilos occipitais.

c) o ligamento transverso do atlas é o ligamento mais forte, que mantém a estabilidade articular atlantodental.

d) as fraturas por avulsão do processo odontoide se dão principalmente por tração do ligamento apical.
https://www.portalsecad.com.br/ferramentas/pv_avaliacao.php?id=783&codigo=147507 5/11
24/01/2018 Questões da avaliação

25. Na realização de uma artrodese atlantoaxial com parafuso transarticular (técnica de Magerl), qual
deve ser a conduta frente a uma lesão da artéria vertebral durante a colocação do primeiro parafuso?

a) Prosseguir com a colocação do parafuso contralateral, realizando uma dissecção mais cuidadosa.

b) Fazer o reparo do vaso por meio de sutura primária ou de um “shunt” arterial e, em seguida, colocar o
parafuso contralateral.

c) Não colocar o parafuso contralateral, pelo risco de infarto do tronco cerebral em caso de lesão bilateral da
artéria vertebral.

d) Prosseguir com a colocação do parafuso contralateral utilizando um implante menor.

26. Em relação às técnicas de artrodese atlantoaxial, assinale a associação correta entre o nome da
técnica e sua descrição.

a) Técnica de Gallie e Brooks: fixação por meio de amarria atlantoaxial com fios transpediculares.

b) Técnica de Magerl: fixação por meio de parafusos translaminares em C1 e C2.

c) Técnica de Wright: fixação com parafusos transarticulares C1-C2.

d) Técnica de Goel: fixação com parafusos de massa lateral em C1 e parafusos pediculares em C2.

27. Segundo a classificação de Letournel para fraturas acetabulares, é considerado padrão de fratura
associada:

a) parede posterior.

b) coluna posterior.

c) transversa.

d) transversa e parede posterior.

28. A corona mortis é formada principalmente pela anastomose da:

a) artéria circunflexa femoral medial e artéria obturatória.

b) artéria obturatória e artéria ilíaca externa.

c) veia circunflexa femoral medial e veia obturatória.

d) veia obturatória e veia ilíaca externa.

29. No acesso de Kocher-Langenbeck, o nervo ciático pode ser lesado devido a suas variações
anatômicas. Qual a variação mais frequente?

a) O nervo ciático atravessa o músculo piriforme.

b) A divisão fibular atravessa o músculo piriforme, e a divisão tibial está abaixo do músculo.

c) A divisão fibular está acima do músculo piriforme, e a divisão tibial está inferior ao músculo.

d) O nervo ciático está acima do músculo piriforme.

30. Na abordagem ilioinguinal, quais estruturas estão em risco constante?


https://www.portalsecad.com.br/ferramentas/pv_avaliacao.php?id=783&codigo=147507 6/11
24/01/2018 Questões da avaliação

a) Nervo cutâneo femoral lateral.

b) Nervo femoral.

c) Vasos ilíacos externos.

d) Todas as respostas estão corretas.

31. Um paciente do sexo masculino, 23 anos de idade, sofreu uma luxação do cotovelo com uma fratura
tipo Ia (O’Driscoll) do cotovelo. Após adequada redução, no atendimento de urgência, radiografia
mostra redução concêntrica. A conduta mais adequada é:

a) testar a estabilidade até 30 graus de flexão.

b) testar a estabilidade até extensão completa.

c) imobilização em 90 graus de flexão e antebraço pronado.

d) imobilização em 90 graus de flexão e antebraço em neutro.

32. Na luxação do cotovelo, uma das fraturas mais frequentemente associadas é a:

a) da tróclea.

b) do capitelo.

c) do olecrânio.

d) da cabeça do rádio.

33. A posição mais frequente do membro superior da criança com paralisia do plexo braquial
obstétrica (PPBO) é:

a) adução - rotação interna.

b) adução - rotação externa.

c) abdução - rotação interna.

d) abdução - rotação externa.

34. Nos casos de sequela grave do cotovelo e antebraço, a deformidade que encontramos é:

a) pronação e flexão do punho.

b) supinação e flexão do punho.

c) supinação e extensão do punho.

d) extensão do cotovelo e flexão do punho.

35. Com relação às deformidades da escápula na paralisia do tipo parcial, é correto afirmar que:

a) ocorre diminuição do processo coracoide.

b) a parte anterior da glenoide é deformada pela posição em rotação externa da cabeça umeral.

c) a alteração da glenoide leva a uma subluxação posterior.


https://www.portalsecad.com.br/ferramentas/pv_avaliacao.php?id=783&codigo=147507 7/11
24/01/2018 Questões da avaliação

d) ocorrem alterações escapulares somente nos casos de lesão grave do plexo.

36. Qual é o valor médio em graus do ângulo posterior distal do fêmur no plano sagital (PDFA)?

a) 81.

b) 83.

c) 87.

d) 90.

37. O que acontece quando se utiliza a regra 2 de osteotomia?

a) Ocorre alinhamento dos eixos mecânicos proximal e distal e alinhamento dos segmentos ósseos proximal e
distal.

b) Ocorre alinhamento dos eixos mecânicos proximal e distal e translação dos segmentos ósseos proximal e
distal.

c) Ocorre desalinhamento dos eixos mecânicos proximal e distal e alinhamento dos segmentos ósseos
proximal e distal.

d) Todas as respostas estão incorretas.

38. Considere as seguintes situações em que se deve utilizar a regra 2 de osteotomia:


I - quando a deformidade é ligamentar.
II - quando a deformidade é ao nível da fise de crescimento.
III - quando a deformidade encontra-se no nível de um segmento ósseo com infecção.
Quais estão corretas?

a) Apenas I e II.

b) Apenas I e III.

c) Apenas II e III.

d) I, II e III.

39. Com relação à definição e às características da célula-tronco totipotente, é correto afirmar que:

a) é derivada de qualquer tecido embrionário e de qualquer fase gestacional.

b) possui capacidade limitada de diferenciação, uma vez que não pode formar tecidos extraembrionários em
cultura.

c) forma apenas células e tecidos dos folhetos mesoderma, endoderma e ectoderma.

d) é derivada dos blastômeros e pode formar todos os tecidos embrionários e extraembrionários.

40. Sobre as características das células-tronco mesenquimais, assinale V (verdadeiro) ou F (falso).


( ) Crescem aderidas ao substrato plástico, onde são cultivadas in vitro.
( ) Podem se diferenciar em osso, tendão, cartilagem, gordura e tecido muscular.
( ) São positivas para os marcadores CD105, CD73 e CD90.
( ) São positivas para os marcadores CD34, CD45, CD14, CD79 e CD11b.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.

https://www.portalsecad.com.br/ferramentas/pv_avaliacao.php?id=783&codigo=147507 8/11
24/01/2018 Questões da avaliação

a) V - V - V - F

b) V - V - F - V

c) F - V - V - F

d) V - F - F - V

41. Sobre o uso de células-tronco em não uniões de fraturas, assinale V (verdadeiro) ou F (falso).
( ) Estudos pré-clínicos já demonstram a contribuição de células-tronco na consolidação óssea.
( ) Estudos demonstram que células-tronco heterólogas podem apresentar algumas vantagens quando
comparadas a células-tronco autólogas.
( ) Diversos estudos clínicos encontraram uma alta incidência de ossificação heterotópica após terapias
com células-tronco.
( ) Os primeiros estudos clínicos apresentaram resultados positivos com o uso de células-tronco
mesenquimais.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.

a) F - V - V - F

b) V - F - V - V

c) V - V - F - V

d) V - F - F - V

42. A duração máxima da profilaxia antibiótica pré-operatória deve ser de:

a) 7 dias.

b) 1 dia.

c) 14 dias.

d) 5 dias.

43. A droga de escolha para a profilaxia na maioria das cirurgias ortopédicas eletivas deve ser:

a) vancomicina.

b) rocefin.

c) cefazolina.

d) clindamicina.

44. O paciente politraumatizado submetido à ressuscitação adequada apresenta:

a) lactato superior a 2mmol/L.

b) temperatura axilar de 35ºC.

c) débito urinário superior a 1mL/kg/h.

d) atividade de protrombina superior a 50%.

45. Na fixação externa de fraturas no paciente politraumatizado:


https://www.portalsecad.com.br/ferramentas/pv_avaliacao.php?id=783&codigo=147507 9/11
24/01/2018 Questões da avaliação

a) em caso de infecção, recomenda-se a troca do fixador externo.

b) recomenda-se utilização de, no mínimo, 3 pinos distais e 3 proximais ao foco de fratura.

c) recomenda-se inserção rápida dos pinos de Schanz, acoplando-os diretamente ao perfurador.

d) recomenda-se tentar obter redução mais próxima da anatômica, utilizando pinos de Schanz acessórios, se
for o caso.

46. Sobre a avaliação pré-participação (APP), é correto afirmar que:

a) tem como principal função negar a participação esportiva.

b) a doença aterosclerótica é a principal causa de morte súbita em pacientes jovens.

c) pacientes com síndrome de Marfan não apresentam restrições para atividade física de alto rendimento,
apesar das limitações que possam apresentar.

d) o principal componente na anamnese da APP é o histórico pessoal e familiar.

47. Sobre os atletas que pretendem participar de competições, é correto afirmar que:

a) o exame físico ortopédico de 2 minutos deve ser aplicado de forma isolada na triagem de atletas para
aptidão esportiva.

b) a acuidade visual de, no máximo, 20/40 é fundamental para prática esportiva segura.

c) pacientes que já sofreram um estiramento de isquiotibiais e apresentaram boa recuperação após o


programa de reabilitação têm grandes chances de sofrer um segundo episódio da mesma lesão.

d) histórico familiar de doenças cardíacas não altera a avaliação, e não se deve submeter o atleta a uma
avaliação pormenorizada.

48. Acerca dos protocolos de avaliação pré-participação, assinale a alternativa correta.

a) Existe um modelo específico que se enquadra para todos os esportes.

b) Já se estabeleceu um padrão mundial uniforme.

c) Apesar da variabilidade de protocolos, eles são baseados no histórico e no exame físico do atleta.

d) Todos se baseiam nos exames complementares.

49. Uma fratura diafisária de tíbia por arma de fogo, com ferida extensa, fragmentação óssea e osso
exposto, seria classificada como:

a) tipo I.

b) tipo II.

c) tipo III A.

d) tipo III B.

50. Em fratura por arma de fogo de alta energia, com lesão grande de partes moles ocorrida em
ambiente urbano, qual(ais) o(s) antimicrobiano(s) profilático(s) a ser(em) empregado(s)?

a) Cefazolina.
https://www.portalsecad.com.br/ferramentas/pv_avaliacao.php?id=783&codigo=147507 10/11
24/01/2018 Questões da avaliação

b) Cefazolina e gentamicina.

c) Vancomicina e imipeném.

d) Cefepime.

https://www.portalsecad.com.br/ferramentas/pv_avaliacao.php?id=783&codigo=147507 11/11

Оценить