Вы находитесь на странице: 1из 7

Agora Eu Passo Concursos Públicos

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
ÍNDICE
Segurança da Informação�����������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������2
Backup e Restauração�����������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������2
Tipos de Mídia para Backup���������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������4
CD, DVD e BluRay��������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������4
Pen Drive e SD Card (Cartões de Memória)��������������������������������������������������������������������������������������������������������������4
Fita Magnética���������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������4
Nuvem����������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������5
Atributo de Marcação�������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������5
Deduplicação����������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������5
Tipos de Backup�����������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������6
Completo/Normal/Referencial/Total������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������6

Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com fins
comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do Agora Eu Passo Concursos Públicos.
1
Agora Eu Passo Concursos Públicos

Segurança da Informação
Segurança da informação é o termo utilizado na informática para descrever técnicas, regras e
princípios para se proteger a informação. Mas, o conceito de Segurança da Informação não está
restrito apenas as informações contidas em um computador como, por exemplo, fotos, vídeos,
músicas, arquivos, sistema operacional. Esse conceito se aplica a todos os aspectos de proteção de
informação ou dados, ou seja, o tópico de Segurança da Informação apresenta elementos para a
proteção e a segurança das informações interna ou informações externas a um sistema de computa-
dor, que podem comprometer o uso do computador ou a segurança da máquina e seus arquivos.
Segurança da Informação não é apenas antivírus e senha, como muitos pensam, erroneamente.
Esse tópico da Informática envolve muitos outros elementos de segurança para que uma informa-
ção se torne segura, computacionalmente falando. Elementos de criptografia, senhas, certificação
digital, antivírus, firewall, backup, são grandes exemplos de técnicas utilizadas para a proteção da
informação interna de um computador e para assegurar a informação externa, que possa compro-
meter a segurança interna do computador, temos boas práticas de utilização de sistema, a política
de mesa limpa e a política de tela limpa, que são, basicamente, métodos de segurança para que o
usuário do computador não exponha de forma clara as informações internas do computador, como,
por exemplo, prender uma nota adesiva na tela do computador com o login e senha de um serviço
restrito.
Existem princípios básicos a serem seguidos durante o clico de existência de uma informação,
desde a sua criação, passando pelo processo de uso, até a eliminação desse documento. E para isso
fora criada uma norma internacional de controle para prover orientação e apoio para as melhores
práticas da segurança da informação. Pois, sem essa norma internacional seria quase que impossível
as pessoas de todo mundo se comunicaram com segurança na informação, pois, por exemplo, os
brasileiros estabeleceriam normas de segurança para criptografar dados que seriam diferentes das
estabelecidas pelos americanos, causando assim, divergência no método de criptografar e descripto-
grafar as mensagens e consequentemente um problema na comunicação.
É para isso que fora criada a norma internacional ABNT NBR ISO/IEC 27000 de 2005, regula-
menta em território nacional pela ABNT, Agência Brasileira de Normas Técnicas, juntamente com
a NBR, Normas Brasileiras. Essa norma fora criada pela ISO/IEC, que é sigla para o termo em In-
ternational Organization of Standardization (ISO), que traduzindo para o Português significa Or-
ganização Internacional de Padronização (ISO), em conjunto com a International Electrotechnical
Commission (IEC), que traduzindo para o Português significa Comissão Eletrotécnica Internacio-
nal (IEC).
A norma da família ISO/IEC 27000, antiga norma ISO/IEC 17799, pode aparecer como norma
27001, 27002, 27003, ou seja, a família ISO/IEC 27000. Vejamos a classificação dada pela norma
ABNT NBR ISO/IEC 27000 de 2005, sobre o termo Segurança da Informação (SI): “Significa
proteger as informações consideradas importantes para a continuidade e manutenção dos objetivos
de negócio da organização”.
Vejamos agora, uma das técnicas de segurança da informação, utilizada internacionalmente
para a proteção dos dados.

Backup e Restauração
O termo em Inglês Backup é traduzido para o Português como “Cópia de Segurança”, sendo que
a banca também pode apresentar essa técnica de segurança pelo termo “BECAPE”, que é a transcri-
ção da palavra Backup para o Português. Esse procedimento de segurança é realizado para que os
dados, arquivos e/ou informações do usuário sejam armazenados em segurança para caso de perda
ou desastres que possam acontecer com os arquivos originais.
Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com fins
comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do Agora Eu Passo Concursos Públicos.
2
Agora Eu Passo Concursos Públicos

Em termos técnicos, podemos caracterizar Backup, Cópia de Segurança, como uma técnica de
segurança onde o usuário realiza uma CÓPIA dos dados, arquivos e/ou informações de um local de
armazenamento original para outra mídia de armazenamento diferente da unidade original. Em
outras palavras podemos dizer que fazer Backup é quando, por exemplo, o usuário realiza uma cópia
de segurança dos seus arquivos pessoais do HD de seu computador para um Pen drive ou para um
HD externo, onde a mídia utilizada para o procedimento de cópia é diferente da mídia original dos
arquivos.
Nesse ponto do material, devemos ter muito cuidado sobre essas informações iniciais, pois
Backup é necessariamente fazer uma CÓPIA dos arquivos originais e não recortar, mover, movi-
mentar, realocar, ou qualquer outro termo que a banca utilize para descrever a técnica de backup que
não seja criar uma cópia. Outra observação muito importante é que não precisa ser necessariamente
apenas uma cópia, já que esse procedimento pode ser feito com duas ou mais cópias, mas é necessá-
rio ter os arquivos pelo menos em dois locais distintos, no local original e no mínimo uma cópia em
outro local.
Como já fora mencionado nos tópicos anteriores desse material, backup é uma cópia de segu-
rança em locais de armazenamento distintos, sendo essa afirmação uma regra para o procedimen-
to de Backup. Mas, é aconselhando armazenar esses equipamentos de armazenamento em locais
distintos, como, por exemplo, fazer o Backup de um notebook em um pen drive e guardar o pen
drive em outro local totalmente diferente de onde o notebook é guardado. Essa técnica é aconselhada
pelo fato de que se acontecer um desastre com o local de armazenamento do notebook, como, por
exemplo, pegar fogo ou por furto dos equipamentos do local, o pen drive que armazena o backup
estará seguro, sem oferecer risco para os dados becapiados. Mas cuidado, pois esse procedimento de
guardar os dispositivos em locais diferentes é um aconselhamento e esse termo desse ver expressa-
mente apresentado pela banca em questões, pois isso não é uma regra.
Munidos desses conceitos iniciais, não podemos afirmar que toda cópia de dados feita pelo
usuário é considerada um backup, como, por exemplo, copiar fotos que estão na pasta “Meus Do-
cumentos” para a “Área de Trabalho”, onde é utilizado o mesmo HD para esse procedimento, ou
copiar arquivos que estão no Disco Local C: para o Disco Local D: em um HD particionado, um HD
dividido em duas partes. Abaixo, uma imagem ilustrando, basicamente, a situação onde o usuário
realiza uma cópia simples de dados da partição C: para a partição D: de um único HD, não sendo
essa cópia considerada um procedimento de Backup.

Copiando arquivos do disco local C: para o disco local D: de um mesmo HD.


Podemos considerar vários dispositivos físico como unidades possíveis para ser feito um proce-
dimento de Backup. Vemos agora quais são os tipos de mídis de backup mais utilizados.

Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com fins
comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do Agora Eu Passo Concursos Públicos.
3
Agora Eu Passo Concursos Públicos

Tipos de Mídia para Backup


Não existe teoricamente uma mídia de armazenamento que seja sempre a opção mais indicada
para se realizar um procedimento de Backup, em todas as situações possíveis. Por isso não é correto
classificar uma mídia como melhor do que outras sem observar atentamente a situação em que a
banca apresenta essa informação.
Basicamente, existem características que podem tornar uma mídia mais indicada para um pro-
cedimento de backup do que outras, mas tudo dependerá, basicamente, de uma situação que envolve
vários fatores, como a quantidade de dados que serão guardados, “becapiados”, o tamanho dos
arquivos, a regularidade do processo, o nível de confiabilidade das mídias e quanto investir nesse
procedimento de segurança. Com isso, a banca poderá montar uma situação hipotética para indicar
se uma mídia se torna mais vantajosa que outra, como, por exemplo, armazenar 24GB de arquivos
do usuário em um pen drive de 32 GB, que seria, nesse caso, mais vantajoso do que armazenar o
Backup em uma mídia de CD-ROM simples.
Todas as principais mídias que são utilizadas para servirem de armazenamento de Backup
possuem características positivas e negativas. Abaixo, estão listadas as principais características
dessas mídias.
CD, DVD e BluRay
→→ Caraterísticas positivas
˃˃ Consideradas mídias de armazenamento baratas, com baixo custo de aquisição;
˃˃ Tecnicamente confiáveis para guarda de informações.
→→ Características negativas
˃˃ Possuem baixa capacidade de armazenamento de dados em dispositivo único. Exceto a mídia
BluRay, onde é possível gravar até 50BG de dados, o que é considerado um local com capacidade
de armazenamento significativamente elevado;
˃˃ São mídias frágeis para manipulação constante.
Pen Drive e SD Card (Cartões de Memória)
→→ Caraterísticas positivas
˃˃ Tecnicamente confiáveis para guarda de informações;
˃˃ Capacidade de armazenamento relativamente alta.
→→ Características negativas
˃˃ Considerada uma unidade de armazenamento consideravelmente cara.
Fita Magnética
Mídia de armazenamento que utiliza a técnica de funcionamento em Acesso Sequencial,
tanto para a gravação de dado quanto para a leitura dos dados armazenados. Isso quer dizer que
a informação é armazenada sequencialmente, um dado após o outro, e a leitura também é feita da
mesma forma, devendo o usuário voltar toda a fita até o ponto inicial do armazenamento para a
leitura dos dados.
Para ficar mais fácil, compreendermos o método de funcionamento da fita magnética, vamos
compará-la com o funcionamento das Fitas de Áudio Antigas, onde as músicas eram gravadas se-
quencialmente no dispositivo e que para voltar até a primeira música era necessário rebobinar todo
o dispositivo até o ponto pretendido. Isso pode interferir significativamente no processo de restau-
ração dos dados becapiados, já que o disposto deverá ser todo rebobinado para leitura dos arquivos
armazenados.
Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com fins
comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do Agora Eu Passo Concursos Públicos.
4
Agora Eu Passo Concursos Públicos
→→ Caraterísticas positivas
˃˃ Consideravelmente uma mídia de armazenamento baratas;
˃˃ Capacidade de armazenamento relativamente alta;
˃˃ Tecnicamente confiável para guarda de informações.
→→ Características negativas
˃˃ Drive, equipamento, de leitura e gravação do backup é relativamente caro.
Nuvem
→→ Caraterísticas positivas
˃˃ Considerada com baixo custo de implementação;
˃˃ Local confiável para guarda de informações.
→→ Características negativas
˃˃ Necessária conexão com a Internet para realizar o procedimento backup e a restauração.
Obs. 01: uma observação muito importante é que devemos ter cuidado com a escolha do tipo de
mídia, pois uma mídia poderá interferir diretamente no desempeno, velocidade, da gravação do
backup, na leitura dos dados, como também no procedimento de recuperação dos dados becapiados.

Atributo de Marcação
O Flag é basicamente uma marcação indicativa que um arquivo recebe do Sistema Operacio-
nal todas as vezes que criarmos um arquivo novo no computador ou também quando alterarmos
um arquivo já existente. Essa marcação é mais utilizada por programas específicos que fazem os
Backups do que propriamente pelo usuário, pois o arquivo marcado com essa bandeira informa os
programas gerenciadores de backup que o arquivo marcado está pronto para ser arquivado e dispo-
nível para passar por uma rotina de Backup.
Após esse arquivo passar por uma rotina de backup, ou seja, ser becapiado pelo programa, o
atributo de marcação pode ou não ser apagado, indicando que o arquivo já foi copiado e não será
recopiado futuramente em outros backups. Mas cuidado, pois não são todos os tipos de backups que
apagam essa marcação do arquivo após ele ser copiado em uma rotina de backup.
A seguir, enquanto for relacionado os tipos de backup, veremos qual deles que apagam as marca-
ções do arquivo e os que não apagam o Flag do arquivo após as cópias de segurança serem concluídas.

Deduplicação
O termo Deduplicação é uma referência ao termo em Inglês deduplication, e que também pode
ser apresentado em provas como Desduplicação, significa um processo de analisar dos dados e de
informações para identificar e remover as duplicidades existentes, diminuindo assim, a quantidade
de informação e dados a ser manipulada e armazenada repetidos. Esse processo é muito útil para
empresas que lidam com grandes volumes de dados, trazendo eficiência e economia no sistema de
backup da organização.
Existem várias técnicas empregadas para operar com a deduplicação de dados, mas não precisamos
saber todos os meios operandos nesse momento. É importante sabermos que esse processo pode ser
realizado em vários momentos durante o tratamento da informação e dos dados, como, por exemplo,
ser executada na origem dos dados, durante o procedimento de cópia – chamada de Deduplicação
in-line, ou no final do processo, onde se destina os dados - no servidor de becape, por exemplo.
Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com fins
comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do Agora Eu Passo Concursos Públicos.
5
Agora Eu Passo Concursos Públicos

Tipos de Backup
Assim como nas mídias de armazenamento, não podemos definir qual é a melhor, sem que seja
analisada um conjunto de situação, nos tipos de Backup também não podemos afirmar que um é
sempre melhor do que o outro, sem que seja imposta uma situação para análise.
Para podermos definir qual o melhor tipo de backup devemos analisar, basicamente, a periodi-
cidade, rotina, de um Backup, isso quer dizer que devemos analisar os períodos que serão realizadas
as cópias, como, por exemplo, backup diário, semanal, mensal, bimestral, além de outras caracterís-
ticas que também deverão ser analisadas.
Antes de avançarmos no conteúdo e analisarmos sobre os tipos específicos de backup, é extre-
mamente importante sabermos sobre o Atributo de Marcação de um arquivo, que também pode
ser apresentado em questões pelos termos Flag Archive, Bandeira de Marcação, ou qualquer outra
variação com um desses termos.
Completo/Normal/Referencial/Total
O backup do tipo Completo, também relacionado em questões de provas pelos sinônimos apre-
sentados no título desse tipo de backup, é um tipo especifico de backup que realiza a cópia de todos
os arquivos do usuário presentes no computador, ou seja, o backup do tipo completo copia todos os
arquivos que estão na máquina do usuário em uma única cópia de segurança ou um único arquivo
de backup.
A cópia do tipo total não analisa os arquivos que contêm apenas bandeira de marcação para
serem copiados, pois serão becapiados todos os arquivos do usuário, independentemente se o arquivo
contém ou não o atributo de marcação. Observe o exemplo abaixo que exemplifica os “arquivos” A,
B, C, D e E, onde apenas os “Arquivos” D e E possuem atributo de marcação, e que mesmo assim
todos os arquivos, inclusive letra D e E, foram copiados.

Em regra, esse tipo de Backup é indicado para ser feito com menor frequência no sistema, pois
se o usuário não altera frequentemente seus dados, isso significa que eles serão duplicados a cada
novo Backup completo realizado, o que seria totalmente desnecessário. Então, como já percebemos,
esse tipo de Backup é indicado com maior frequência apenas quando houver alterações frequentes
nos dados do usuário, sendo essa a exceção da regra. E quando a banca vier cobrando essa exceção
ela utilizará exatamente a expressão “alteração frequente nos dados”, tornando assim o item correto
para ser assinalado pelo candidato.
Esse tipo de Backup será feito sempre em primeiro plano em uma periodicidade de cópia de se-
gurança, independentemente do tipo de Backup selecionado na rotina pelo usuário. Por exemplo,
você usuário selecionou em seu programa Gerenciador de Backup uma rotina diária de Backup do
tipo Incremental, que veremos em outra oportunidade, indicando que será feito backup Incremental
todos os dias. Então, a primeira vez que o programa ativar essa rotina de cópia de segurança será
feito um Backup completo dos seus dados e posteriormente será seguida a rotina Incremental de
cópia de segurança.
Esse tipo específico de procedimento de cópia torna mais fácil do usuário localizar um arquivo beca-
piado, caso seja necessário à recuperação dos dados, pois não terão vários arquivos de backups diferentes
espalhados pelos dispositivos de armazenamento, para se procurar o arquivo becapiado desejado.
Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com fins
comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do Agora Eu Passo Concursos Públicos.
6
Agora Eu Passo Concursos Públicos
Por fim, e não menos importante, após os arquivos serem copiados pelo tipo de backup Total, os
arquivos que tiverem o atributo de Flag perderão essa marcação indicativo, ou seja, após copiar os
arquivos que possuem bandeira de marcação, o backup do tipo Completo apaga o Flag dos arquivos,
indicando que aquele documento já passou por um procedimento de backup. Mas cuidado com as
possíveis “pegadinhas” de questões de prova, pois se for realizado outro procedimento de cópia do
tipo de completa, tanto os arquivos que contém a bandeira de marcação quanto os que não contém a
marcação serão copiados nesse novo procedimento de Backup do tipo total.
Obs. 02: como mencionado anteriormente, o backup do tipo completo copia todos os arquivos do
usuário. Mas, algumas bancas adotam a regra de que são copiados apenas os arquivos pessoais do
usuário, ou seja, arquivos do sistema operacional não serão inclusos nessa cópia de segurança.
Exercícios
01. Acerca de tecnologias, processos e metodologias de soluções de becape, julgue o item que segue.
Recomenda-se, para arquivos pequenos e dinâmicos, a tecnologia de becape em fita — devido às
suas características de armazenamento de longo prazo, baixo custo inicial e rápida recuperação dos
dados —, em vez do becape em disco.
Certo ( ) Errado ( )
02. Situação hipotética: Visando seguir boas práticas para o armazenamento de imagens por
cinco anos, um analista de tecnologia da informação elaborou uma política de becape do tipo
completo, para retenção semanal com periodicidade anual. Assertiva: Nessa situação, apesar
do grande consumo de mídias para o armazenamento de dados, a política de becape em
questão atenderá às boas práticas para o armazenamento de dados.
Certo ( ) Errado ( )
Gabarito
01 - Errado
02 - Errado

Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com fins
comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do Agora Eu Passo Concursos Públicos.
7