Вы находитесь на странице: 1из 135

CURSO DE

PÓS-GRADUAÇÃO EM
HIPNOSE CLÍNICA

Disciplina: Hipnose Cognitiva


Bacharel e Licenciatura em Psicologia - 1993 – Centro Universitário Celso Lisboa
Formação em Regressão de Memória – IBH – 2016
Pós graduada em Teoria Cognitivo-Comportamental - 2017 - IBH
Pós graduada em Hipnose Clínica – 2018 – IBH
Mestranda em Psicologia Social pela UERJ – 2018
Psicóloga Clínica
Coautora dos Livros: “O Desafio de Educar – Educar Hoje!” - 2017 & “Manual de
Terapia Cognitivo- Comportamental” - Conquista Ed. – 2019
Palestrante
Participação do “I Simpósio de Teoria Cognitivo-Comportamental” - tema “Disforia
de Gênero” - Nova Iguaçu, realizado IBH.
• Hipnose – Curso Wolpe – Niterói - 1994
• Participação no evento: “Práticas Cognitivo-Comportamental” – UERJ - 2015
• Simpósio Sobre Terapia Focada em Esquemas – IBH - 2016
• 1º Simpósio de Terapia Cognitivo Comportamental e Hipnose Cognitiva na
Claudia C. G. Menezes Crise - Hospital Philippe Pinel – 2016
• Palestrante no Congresso Internacional de Hipnose – Hipnosur – 2018
CRP 05/20989 • Especialização em Terapia Yageriana – Rio de Janeiro – 2018
• Participação do IV Encontro de Psicologia do Esporte (ASSOPERJ) – Pôster
“Hipnose Aplicada ao Esporte: Uma Opção de Ferramenta?” – 2019
• Participação do VII Congresso ABRAPESP - 2019
HIPNOSE COGNITIVA

 Definição Básica de Hipnose


 Hipnose Cognitiva
 Construindo Vínculo
➢ Casos clínicos
➢ Regressão de Memória
 Sugestões de Técnicas
Boa aula!

Bom Dia!
Boa aula!

“Se nossos pensamentos forem


limpos e claros, estaremos
melhor preparados para alcançar
nossos objetivos.”

Aaron Beck
HIPNOSE

A American Psychological Association – APA, define a hipnose


como "Um estado de consciência que envolve atenção
focalizada e consciência periférica reduzida, caracterizado por
uma maior capacidade de resposta à sugestão.”

A Organização Mundial de Saúde – OMS, refere-se a hipnose


como: “um dos maiores avanços na psiquiatria, no campo
terapêutico e como auxiliar de controle de doenças” (OMS,
outubro de 1974).
ERICKSON

“Suscetibilidade ampliada para a região


das capacidades sensoriais e motoras
para iniciar um comportamento
apropriado. ”
Milton Erickson
HIPNOSE COGNITIVA
TERAPIA COGNITIVA E
HIPNOSE

Terapia Cognitiva dá ênfase ao pensamento como principal


causador das dificuldades psicológicas.
Os outros fatores desta estrutura cognitiva são as crenças,
filosofias, esquemas, lembranças e vivências que formam a
estrutura cognitiva do paciente.
Na Terapia Cognitiva e na Hipnose acreditamos que existe uma
referência interna de como vemos o mundo.
Para Hipnose é o nosso mapa interno e para Terapia Cognitiva é
o sistema de crenças que forma o mapa cognitivo.
McMullin e Gilles1981 O Mapa Cognitivo

➢Cada uma das centenas de transtornos psicológicos tem


seu próprio mapa, e cada pessoa tem a sua variação
idiossincrática.
➢Cada indivíduo tem o seu próprio mapa.
➢Pessoas com diferentes problemas emocionais têm
mapas cognitivos diferentes.
➢É essencial que o terapeuta mapeie os componentes
cruciais das cognições de cada paciente apuradamente.
CRIANDO O MAPA COGNITIVO

1- Para montar o mapa cognitivo, tome como base a lista


principal de crenças de seu paciente. Pode-se fazer pegando
cada pensamento da lista principal e comparando-o com os
outros pensamentos.
› Questione ao paciente, avalie e ordene:
• “Estes pensamentos são similares?”
• “Fazem parte do mesmo grupo de pensamentos?”
• “São diferentes?”
• “Qual vem primeiro e qual vem depois?”
CRIANDO O MAPA COGNITIVO

2- Anote as relações existentes


entre os pensamentos em um
gráfico.
3- Trabalhe no mapa com o
paciente, para que ele entenda
como sua cognição funciona.
4- Pode exemplificar com o desenho
do cubo Necker (Bradley e Petry,
1977) ou em hipnose, contar uma
metáfora que fale do que está
oculto, o fundo e não a figura.
MAPEANDO
O mundo é um lugar Eu sou pequeno e
grande e perigoso fraco

Para estar seguro,


preciso controlar tudo.
Preciso controlar o Preciso controlar o que
mundo lá fora. (Meu tenho dentro de mim.
ambiente) (Minhas emoções
Qualquer situação que
não possa controlar é
perigosa

Lugares dos quais eu


Situações novas são Qualquer emoção
não possa sair são
perigosas forte é perigosa.
perigosos
TCC x HIPNOSE

TERAPIA COGNITIVO- HIPNOSE


COMPORTAMENTAL

PROCESSO DE INTROSPECÇÃO PROCESSO QUE LEVA A


INTROSPECÇÃO
A COGNIÇÃO É UM FIM E O PROMOVE MAIS RÁPIDO A
COMPORTAMENTO É UM MEIO MUDANÇA COGNITIVA E
COMPORTAMENTAL
EXPERIÊNCIAS DO PASSADO REGRESSÃO DE MEMÓRIA PODE
CRIAM CRENÇAS E ESQUEMAS TRABALHAR EXPERIÊNCIAS
PASSADAS
SIMPLIFICANDO...

A Terapia Cognitiva valoriza os pensamentos focalizando sobre


crenças, esquemas e filosofias do paciente e considera as
cognições como o mais importante, porém inclui as emoções e os
comportamentos no processo de tratamento.
Para Terapia Cognitiva pensamento é responsável por
desencadear as emoções, reações fisiológicas e comportamentos
que podem ser adequados ou inadequados. Cabe ao profissional
ensinar a função dos pensamentos na construção dos problemas
de seus pacientes.
A princípio os pacientes costumam negar e
não aceitar que seus pensamentos são os
responsáveis por suas queixas. Atribuem
causas a genética, família, traumas sofridos,
azar e sociedade.
O paciente busca um culpado desde que não
seja o seu funcionamento cognitivo. É
doloroso para ele, aceitar que o “diabinho”
travestido de pensamento que sopra ao seu
ouvido com uma voz tenebrosa é o grande
vilão da estória.
RAPPORT
Estabeleça um bom rapport:
- Reconhecer que a outra pessoa está tendo sentimentos
significativos (que podem ser positivos ou negativos);
- Dizer algo que demonstra que você entende o que ela está
passando.
Esse início implica que você
está preocupado com a pessoa
e demonstra que você está
preparado para ajudar.
PENSAMENTOS AUTOMÁTICOS
PENSAMENTOS AUTOMÁTICOS

“São cognições baseadas em auto avaliações e auto


direcionamentos, fora do alcance consciente, de forma
particular e produzida por suas crenças.”
Aaron Beck
O que o paciente relata de si mesmo, suas experiências,
evidenciam pensamentos e as percepções que tem de si
mesmo e de suas experiências de vida e distorção do seu
futuro ou fatos que imagina.
Beck atribuiu esses pensamentos em “PENSAMENTOS
AUTOMÁTICOS”, pois não precisam ser motivados para que
venham à tona.
DISTORÇÕES

Os pensamentos automáticos são resultados da


percepção que o indivíduo tem acerca de seu
cotidiano, ou seja, o que fica “registrado”, mas nem
sempre é o que está ocorrendo pois a visão do
indivíduo está “distorcida”, a isso chamamos de
distorções cognitivas da realidade.
Esses pensamentos
disfuncionais, “distorções
cognitivas” influenciam
emocional, comportamental
e fisiológico do indivíduo.
Os pensamentos automáticos
são tendenciosos.
CONECTADOS E x P

AS EMOÇÕES DO PACIENTE ESTÃO


CONECTADAS AOS PENSAMENTOS
Evento – Ir
a uma
festa

Comportamento Cognição
– vai passar um
filme que quero PENSAMENTO – Não sei
ver na TV conversar

Emoção –
Ansiedade,
Angústia
Resposta do pensamento
automático: ficar em casa.
Distorções... Cognitivo Os pensamentos distorcidos são comuns em
transtornos.
As cognições tem influência sobre nossas emoções
e comportamentos.

Cognitivo...
Processo mental de
percepção,
memória, raciocínio.
PxExC
Os pensamentos
Relação: automáticos são breves e o
paciente se torna
Pensamentos consciente da emoção que
X sente.
Esses pensamentos não
Emoção estão sujeitos a uma
X análise racional, são
distorções cognitivas.
Comportamento
HIPNOSE COGNITIVA A hipnose cognitiva se
fundamenta na Terapia Cognitiva
e, teoricamente, acredita que a
base dos problemas são os
pensamentos e que estes
trabalhados num estado alterado
de consciência são mais fáceis e
mais rápido de serem adequados
aos objetivos do paciente e
consequentemente diminui o
tempo e custo do tratamento.
Explique

Para Theodore Baber et al., (1969,1973) não é importante do


ponto de vista cognitivo-comportamental o conceito de transe
e nem sua profundidade. O necessário é desmistificar os medos
e mitos sobre a hipnose, explicar que irá utilizar a hipnose,
esclarecer o método ao paciente, solicitar a sua cooperação,
sugerir que o paciente feche os olhos, dar sugestões de
relaxamento e hipnose, elaborar a fraseologia das sugestões,
relacionar sugestões com situações reais, prevenir ou reintegrar
o fracasso da resposta do paciente as sugestões.
Os pensamentos
chamados de
automáticos, as
crenças intermediárias
e centrais e os
esquemas ao longo da
terapia vão sendo
identificados e
trabalhados.
HC TÉCNICA HC DO PENSAMENTO CONTRÁRIO

Esta técnica tem o objetivo interromper e modificar


gradualmente o pensamento disfuncional,
flexibilizar crenças intermediarias e centrais.
Os pensamentos automáticos disfuncionais são
frequentes e persistentes, se tornam um hábito e
para modifica-los é necessária repetir várias vezes
os pensamentos contrários. Primeiro o terapeuta e
o paciente identificam os pensamentos
automáticos, as crenças intermediárias e centrais
para serem utilizadas no exercício.
Técnica TÉCNICA DE INDUÇÃO AO TRANSE HIPNÓTICO

Feche os seus olhos e relaxe profundamente... solte o seu corpo


completamente... perceba a sua pele em contato com a sua roupa... seus
cabelos tocando sua pele... o ar do ambiente e toda sua suavidade... escute
a minha voz e permita que ela te acalme completamente...,
intensamente..., tranquilamente... inspire e expire profundamente e se
sinta em paz... Profundamente em paz... paz.... Muita paz...observe essa
paz e esse silêncio invadindo a sua mente e o todo o seu corpo... Aproveite
o transe hipnótico imaginando um quadro em branco bem na sua frente...
neste quadro você traça uma reta vertical que o divide ao meio... Faça esta
linha bem no centro do quadro e o divida em duas partes idênticas...
Perceba quais são os seus pensamentos disfuncionais e me fale que
pensamentos são estes um por um (a situação que desencadeia e os
pensamentos disfuncionais já foram identificados na avaliação). Agora você
vai escrever esses pensamentos com uma caneta preta na parte esquerda do
quadro branco... agora no lado direito do quadro branco você vai escrever
com uma caneta azul os pensamentos alternativos aos disfuncionais... Escreva
a maior quantidade de pensamentos alternativos que você puder e depois me
fale todos eles um de cada vez... até me dizer todos ou o máximo de
pensamentos alternativos possível... você me diz um de cada vez o máximo
que puder imaginar e escrever...
Anote
(O terapeuta anota todos os pensamentos).
Nesse instante você olha os pensamentos disfuncionais escrito
do lado esquerdo do quadro e gradua numa escala de 1 à 10, o
quanto você acredita nele, 1 muito pouco e 10 totalmente e me
fale qual é a graduação de cada um, do mais convincente para o
menos convincente...
Você olha os pensamentos contrários escritos do lado direito do
quadro e também os gradua o quanto eles te convencem na
mesma escala de 1 até 10, 1 muito pouco e 10 totalmente... Me
fale os pensamentos e as suas graduações...
Você olha para todos os pensamentos contrários, como se
fossem um mesmo conjunto de pensamentos e gradua de forma
geral o quanto você acredita neles juntos como um todo, 1 nada
e 10 totalmente... vá percebendo-os cada vez mais coloridos,
visíveis, claros, distintos, intensos... Perceba que ao mesmo
tempo do lado esquerdo os pensamentos disfuncionais quase
apagados, vão sumindo, ficando turvos e cada vez mais
distantes, bem distantes... enquanto que simultaneamente os
pensamentos alternativos estão mais fortes, nítidos e coloridos
no lado direito do quadro...
Sugestões pós-hipnóticas
A partir desse momento no seu dia à dia, todas às vezes que surgir na sua
mente um pensamento disfuncional, automaticamente você se lembrará
dos pensamentos alternativos e rapidamente vai se sentir confortável,
calmo, tranquilo e relaxado...
(repetir 3 vezes)

Desipnotizar ou Dehipnotizar
Eu vou contar de um a três e quando eu falar um você vai despertar
desta agradável sensação no seu próprio tempo e trazendo tudo o que
aprendeu com você. Três, dois, um.
Abra os seus olhos no momento mais adequado para você.
OBSERVE
Modelo Cognitivo

• Relacionamento
Situação
• (Privação emocional)

• Não consigo me relacionar com ninguém


Pensamento • Jamais terei uma pessoa que me ame
Automático

• Emoção: Tristeza
• Fisiológico: Aperto, desconforto
Reação • Comportamental: Se relaciona com parceiros “impossíveis”
• Pensamento distorcido
• As cognições tem
influência sobre:
NOSSAS EMOÇÕES E
COMPORTAMENTOS
TÉCNICA TÉCNICA DA PERCEPÇÃO DISTORCIDA

Visualize-se andando a margem de um lindo lago com água clara e


cristalina... ao redor do lago pequenas flores coloridas enfeitam e
alegram o ambiente... ao fundo uma majestosa montanha de gelo
corta o céu azul claro... você se deslumbra com este ambiente...
você se aproxima da margem do lago e olha sua autoimagem
refletida na água... você vê sua autoimagem distorcida no reflexo
da água... você se vê distorcido... este não é quem você é
realmente... você na verdade não se conhece e pensa que é assim
distorcido...
a água tem pequenas ondulações que distorcem sua imagem real...
você não sabe distinguir que esta imagem não é realmente quem
você é, pois é assim que você se vê... distorcido... você não quer
mais se ver assim... você quer se olhar de verdade... você quer ver
sua imagem clara... límpida... colorida... real... então você fecha os
seus olhos e se vê... se vê totalmente... um olhar penetrante...
onde se vê perfeitamente... você se vê com muitos recursos...
muitas qualidades... muitos pontos fortes... você se vê especial...
real... vivo... maravilhoso...
DEHIPNOTIZAR
LEUNER

Está técnica inicialmente foi criada por Leuner em


1969, ele desenvolveu uma técnica de
psicoterapia que utilizava a imaginação guiada,
depois em 1975,1976,1978 e 1981 Mc Mullin e
outros aprimoraram a técnica.
MÉTODO

Prepare uma relação hierárquica de cenas negativas da vida do


paciente. Relaxe com RMP ou indução naturalística percebendo se
diminuiu a ansiedade.
Peça ao paciente que visualize uma cena de menor intensidade
emocional da escala hierárquica. Solicite que fale qual é a crença
que vem nos seus pensamentos ao visualizar esta cena.
Direcione o paciente para identificar a filosofia subjacente ao
pensamento, pergunte: E se.... , qual seria a pior consequência
se....? Identificando as raízes das crenças nucleares.
MÉTODO
Avalie cada crença nuclear e ajude o paciente a decidir se ela é útil
ou não. Percebendo que a crença não é útil, ajude o paciente
contrapor intensamente o pensamento, expondo a falha através
de explorar todas as evidências, questione: Que evidências você
tem para que esta crença aconteça?
Continue explorando as evidências contrárias a crença até que o
paciente esteja realmente relaxado. Solicite que o paciente fale
durante o exercício.
Grave o exercício e peça para fazer em casa 4 ou 5 vezes por
semana.
BENEFÍCIOS DA HIPNOSE
AUMENTAR A CONFIANÇA

HIPNOSE
EM SI MESMO

ASSERTIVIDADE

COMUNICAÇÃO ENTRE
MENTE CONSCIENTE E
INCONSCIENTE
Aplicação da Ferramenta

➢95% das pessoas são suscetíveis a hipnose


➢Desses 5%, metade não desejam ser hipnotizadas e
a outra metade são pacientes psiquiátricos.
Recomendação para não aplicação da técnica:

✓Esquizofrenia
✓Espectro Esquizo
✓Pacientes Psicóticos
✓Pacientes com Epilepsia (não medicados)
✓Pacientes em uso de álcool e drogas
✓Pacientes com TDAH GRAVE
✓Pacientes com medicação muito acima da janela terapêutica.

Benomy Silberfarb
Atenção e Observação

“Os clientes mais complicados são os controladores e


obsessivos que contemplam características gerais dos
ansiosos, como perfeccionismo, hipervigilância pelo
medo de perder o controle, atentos demais com os
sinais do corpo, detestam imprevisibilidades,
dificuldade de decidir e fazer escolhas, falhas de
memória e de atenção.
Clientes que se você pede para fechar os olhos e
imaginar-se descendo uma escada, ele abre os
olhos e pergunta: “tem corrimão na escada, o
degrau é alto ou baixo?” Precisam de controle,
previsibilidade e segurança.

Dica: Ter paciência até o momento que abram a


guarda...
Hipnotizar alguém assim é mais difícil, mas não
impossível.”
CASOS

CASOS CLÍNICOS
RELEMBRANDO...

Cliente mulher, professora de música,


faz apresentações pelo Brasil e outros
países.
Queixa: Perdeu audição para afinação
de instrumentos.
Técnica utilizada: Hipnose –
Visualização criativa.
TOMBOS...

Cliente mulher, profissional


liberal. Adora viajar.
Queixa: Medo de altura –
acrofobia.
Técnica utilizada: Hipnose –
Regressão de Memória.
AUTOESTIMA

Cliente mulher, dona de casa.


Queixa: Ansiedade, sensação de fome
todo o tempo.
Técnica utilizada: Hipnose – Balão
intragástrico.
VOLTANDO...

REGRESSÃO DE MEMÓRIA
Regressão de Memória
Toda memória é composta das lembranças e situações que
ocorrem e, o que pensamos sobre elas.
Remete as emoções sentidas no momento e das sensações
percebidas pelo corpo.
A mente grava tudo que acontece nos mínimos detalhes e essas
memórias surgem quando algum estímulo similar a situação do
passado é apresentada no presente.
Clystine Abram
HC

Na Hipnose Cognitiva, a
regressão de memória tem
a função de levar o
paciente ao ponto onde ele
sofreu o trauma ou, um
momento antes do trauma.
PATOLOGIAS / DISTÚRBIOS
ALGUMAS PATOLOGIAS

• TOC – Transtorno Obsessivo Compulsivo


• TAG – Transtorno de Ansiedade Generalizada
• Ansiedade
• Transtorno do Pânico
• TEPT – Transtorno de Estresse Pós-Traumático
• Fobia Social
• Fobias
• Depressão
• Transtorno Alimentar
TÉCNICAS... Prática / Vivência
TÉCNICA RESSINTETIZANDO
EVENTOS CRUCIAIS
Clystine Abram

Identificar e reviver as raízes de cognições disfuncionais é uma


técnica muito eficaz. Eventos traumáticos dão origem a
pensamentos e crenças que o indivíduo leva para toda a sua vida,
sendo responsáveis por emoções e comportamentos
inadequados. É necessário corrigir na memória do passado estes
equívocos para que as crenças atuais se modifiquem.
PRATICANDO...

Feche os olhos e relaxe, soltando o seu corpo ...respirando


profundamente....deixando sua mente consciente ir adormecendo
enquanto sua mente inconsciente presta atenção na minha voz...
Pense num evento crítico da sua infância, descreva
detalhadamente (deixe o paciente descrever a situação)... perceba
o que você pensa logo após isso acontecer... você ainda pensa
assim hoje?... este pensamento influencia a sua vida atual?...
causa algum problema?... o que você sentiu lá no passado ainda
sente hoje?...
Seus sentimentos tiveram alguma alteração por causa destes
pensamentos e crenças formadas com o evento?... agora você vai
reinterpretar o passado através de uma nova crença... pense na
nova crença e me fale... esta é adequada?.... se achar que é, veja
novamente a cena só que agora você pensa diferente e com
distanciamento pois você hoje é outra pessoa, amadureceu e
aprendeu novos conceitos de vida... reviva e pense como seria se
você tivesse podido falar e agir racionalmente...
(Faça isso para eventos da adolescência e vida adulta)
Imagine-se corrigindo todas as situações... Abra seus olhos
sentindo-se bem.
TÉCNICA PASSO-A-PASSO

Transtorno Alimentar

1- Balão Intragástrico
Hipnótico
Aplique uma indução e aprofunde...

Agora você está profundamente relaxado e confortável...sua mente está


aberta e receptiva às sugestões que farei agora... Você escolheu a hipnose
para ajudá-lo a emagrecer...e essa foi uma escolha muito sábia... A
hipnose pode fazer mudanças profundas e você já entendeu que tudo
começa na sua mente.

Você vai colocar um balão de borracha em seu estômago daqui a pouco...


E você sabe o que vai ocorrer depois... Você sabe que sua fome vai
diminuir drasticamente...você vai começar a comer menos... Vai comer,
aproximadamente, apenas 30% do que você comia antes... E você quer
muito isso.
Sua mente inconsciente fará um trabalho maravilhoso... Mas você,
conscientemente, precisa colaborar... Será fácil, mas exige colaboração
consciente... Para facilitar, vou falar uma frase agora: BALÃO NO
ESTÔMAGO!!!... Repetindo... BALÃO NO ESTÔMAGO!!!... Seria
interessante que toda vez que você for se alimentar, lembrar desta frase...
Ou ainda falar esta frase... Quem sabe ouvir a minha voz dizendo: BALÃO
NO ESTÔMAGO!!!... Então, imediatamente, você vai lembrar que só tem
30% do estômago disponível para colocar comida... Depois, deixe o
restante com seu inconsciente... Apenas confie e será maravilhoso... Você
emagrecendo mais rápido... mais fácil... comendo bem menos... Sem
sentir fome durante o dia ou à noite... Facilmente... BALÃO NO
ESTÔMAGO!!!...
Você já sabe também que para colocar o balão, não precisa de cirurgia
nem internação. É só um balão de borracha, vazio, que você irá engolir...
Então, prepare-se! Vamos começar o procedimento:
Sinta na sua boca um balão de borracha vazio, pequeno... É como se
fosse uma bexiga de decoração de aniversário... Aquelas bolas de
borracha que inflamos, como se fosse isso... Sinta esse balãozinho vazio
em sua boca... Ele está molhado com um líquido anestésico... Esse
líquido vai fazer com que esse procedimentos seja o mais confortável
possível... Você vai engolir esse balão daqui a pouco... E você nem
percebeu, mas tem um tubinho fino e flexível agarrado ao balão... Ele
servirá para enchermos o balão depois que você engolir.
Encha a sua boca de saliva... Vou contar de 3 até 1 e no final
você vai engolir... 3... 2... 1... Engula!
Isso, muito bem... O balão vai descendo pelo esôfago e depositado
em seu estômago... Talvez você não sinta ainda... Talvez sinta, mas
isso não importa agora, mas ele já está no seu estômago... Agora
vou começar a encher esse balão com o líquido... Ele se enche bem
devagar... Com todo cuidado para que seja confortável para você...
Mas você já vai começar a senti-lo no seu estômago... Enchendo...
E o balão vai enchendo... Já ocupando 10% do estômago... 15%...
20% do estômago... E enchendo... Em algum momento começará a
sentir seu estômago mais cheio... Sentirá o balão no estômago...
25% ... 30%... Isso...
Enchendo mais 35%... 40%... Mais cheio... Você já deve estar
sentindo... 45%... 50%... Metade do seu estômago já está
preenchido com o balão... 55%... 60%... Isso... Enchendo mais
ainda... Você já sente seu estômago mais cheio... Sinta isso... Sinta
seu estômago mais cheio... Alegre-se com isso... 65% ... Mais
cheio... 70%!!! Sinta... Tem um balão de borracha ocupando 70%
do seu estômago... E enquanto eu estava falando isso, removi o
tubo que estava preso ao balão, sem você perceber... Ele já está
aí... Sinta-se cheio... Agora, você só tem 30% do estômago
disponível para colocar comida... Ou seja, você vai suportar 30%
do que você comia antes.
Todas as vezes que você for se alimentar, a partir de agora, você
vai lembrar rapidamente da frase: BALÃO NO ESTÔMAGO!... E,
automaticamente estará preparado para se alimentar. Se por
acaso, pensar em comida entre as refeições, irá lembrar: Comida
no Estômago! E a fome passará imediatamente... Começará a
pensar em outras coisas e vai esquecer completamente de
comida.
Se você tentar comer mais de 30% do que você comia, você vai se
sentir enjoado... Muito enjoado... Agora não é possível comer
mais... Lembra do que falei... ESFORÇO CONSCIENTE...
Colaboração consciente... Então, colabore... Coma apenas 30%...
Se você forçar, vai começar a dilatar o estômago e pode ser que
tudo volte ao normal...
Se continuar forçando, pode colocar todo o trabalho a perder... É isso que
você quer? Acredito que não!
Você sente sempre que seu estômago está 70% preenchido.
De agora em diante, comerá apenas 30% do que você comia antes... De
agora em diante, comerá apenas 30% do que você comia antes... De agora
em diante, comerá apenas 30% do que você comia antes...De agora em
diante, comerá apenas 30% do que você comia antes.
Sendo assim, imagine-se agora de frente ao espelho com o corpo ideal... O
corpo dos seus sonhos... O corpo que você quer ter... Muito bem... A partir
de agora vai ser bem mais fácil atingir seu objetivo... Sinta-se bem, sinta-se
alegre por suas conquistas... Mantenha-se em equilíbrio...
Tranquilamente... Aos poucos e com muita segurança...
Você começa a retornar, alegre, com a certeza das suas vitórias...
No seu tempo... Quando você se sentir pronto, poderá retornar...
1... Tranquilamente... 2... Seguro... 3... Despertando... Abrindo os
olhos.
DESCATASTROFIZAÇÃO
A distorção cognitiva mais comum é a catastrofização, que é uma
visão da vida e de situações vividas como se fosse uma
catástrofe, o pior possível, algo realmente trágico. Quando a
distorção cognitiva fica muito recorrente pode provocar
ansiedade e medo intenso em relação a vida e ao meio externo.
Esta técnica pode ser utilizada para pacientes que sofrem de
Síndrome de Pânico, TOC e no Treinamento de Habilidades
Sociais. A pessoa vive em estresse, sempre em alerta, na espera
de que alguma desgraça vá acontecer e pode questionar se
realmente poderia acontecer o que teme.
Cabe ao terapeuta explicar que todas as situações são possíveis e
o mundo é cheio destas situações, mas é pouco provável
acontecer.
Coloca o paciente em transe e pede para ele se imaginar:
atravessando uma estrada. Questione se ele acha que não vai
acontecer nada. Depois fale para ele que é pouco provável uma
pessoa ser atropelada.
Andando de avião, o que pode acontecer. Cair, mas é pouco
provável. Quantas pessoas que ele conhece que estava no avião
que caiu? Está num barco, o que pode acontecer? O barco
afundar, mas ele já viu isto? Se sim quantas vezes?
Liste as situações catastróficas com o paciente.
Peça para que visualize e gradue em 10 a sensação de
perigo para cada situação e 0 para as que não oferecem
perigo (0 nenhum e 10 total). Identifique o que poderia
acontecer de melhor em cada situação, visualize uma
situação de cada vez e gradue de 0 até 10 os danos de cada
situação. O paciente identifica o que é mais provável de
acontecer baseado na experiência do passado, na situação
catastrófica ou a melhor situação, ele relata as evidencias
de cada uma para que aconteça o melhor.
Visualiza futuras situações que causem pensamentos
catastróficos, utilize o mesmo processo escolhendo
sempre a melhor situação para cada uma das
situações catastróficas. Dê sugestões de utilizar a
descatastrofização no seu dia-a-dia.
TÉCNICA DA FLEXA DESCENDENTE
ACHANDO A CRENÇA
➢A partir de um pensamento automático.
• NÃO SEI NADA DA PROVA
ꙭO que significa isso para você?
• TENHO DIFICULDADE DE APRENDER
ꙭO que isso significa?
• PENSO QUE SEMPRE FOI DIFÍCIL, DESDE QUE SOU CRIANÇA.
ꙭO que isso significa?
• SOU BURRO (CRENÇA).
TOC
TOC – TRANSTORNO OBSESSIVO COMPULSIVO

TOC é uma patologia com características crônicas e de longa


duração, em que a pessoa tem pensamentos incontroláveis
recorrentes, invasivos (obsessões) e comportamentais
(compulsões).
Obsessões são os pensamentos repetidos invasivos ou imagens
mentais que causam ansiedade.
Compulsões são comportamentos repetitivos em que a pessoa
sente o desejo de fazer em resposta a um pensamento obsessivo.
Dicas para atendimento – pacientes com TOC:

• Não utilize números ou escadas ou elevadores para aprofundar


o transe;
• Clientes refratários (diagnosticados com esquizofrenia) e
dominadores ;
• Fazer pelo menos 5 sessões;
• Trabalhe primeiro as imagens das compulsões sendo
controladas.
TOC – TRANSTORNO OBSESSIVO COMPULSIVO

Técnica passo-a-passo

2 – Técnica de Hipnoterapia
Cognitiva – Benomy Silberfarb
(Se você se sentir à vontade, permita que seu
cliente grave esta sessão no celular)
Indução inicial... (preferencialmente Ericksoniana)
Perceba que você está em um espaço tranquilo, a paz que você tem
procurado está aqui, neste processo de bem estar, de
relaxamento... Juntos conseguimos identificar todas as obsessões e
compulsões em psicoterapia e aqui, hoje, vamos transformar tudo
isso em imagem e você vai aprender a controlar a ansiedade, as
angústias e todas as respostas de medo...
(De posse da lista de compulsões, induza o paciente ao transe mais
profundo possível e depois do relaxamento, escolha a primeira
delas, combinado entre as partes – não faça nada que não seja
combinado, lembre-se que são pacientes desconfiados e você
perderia a credibilidade).
Agora, quero que você construa um cenário que já
conhecemos em psicoterapia onde você utiliza a
compulsão (dizer a compulsão a trabalhar) para
neutralizar o pensamento obsessivo (o pensamento que
leva a compulsão). Visualize exatamente a chegada do
pensamento e mostre agora o que fazer quando ele
vem... Se por um segundo se imaginar na nuvem,
deitado, acolhido, protegido o pensamento não terá
contexto para agir, se estiver na sua memória-âncora, no
seu lugar seguro... Veja como a compulsão foi
dispensável...
Agora, você tem várias estratégias para qualquer
pensamento obsessivo porque você aprendeu a controlar sua
ansiedade... Neste momento, você tem a minha voz gravada em
seu celular.
Você verá que os pensamentos obsessivos perdem a força a cada
dia porque você tem uma resposta adequada para cada um deles,
resposta de bem-estar, controlando suas emoções e evitando
qualquer compulsão... neutralizando e, não permitindo que esses
pensamentos venham mais.
Ao final, peça ao paciente para buscar um dos pensamentos e
solicite que resolva sozinho, perguntando na escala de 0 – 10 o
nível de ansiedade.
Você verá mudanças absurdas na sua vida, no seu sono, no
controle dos sintomas. Vai ver compulsões serem eliminadas
muitas vezes juntas, num mesmo grupo. Vai se surpreender com
a eliminação dos rituais... Pensamento obsessivo e relaxamento
são incompatíveis...observe que você já tem o controle sobre
esses pensamentos você tem toda capacidade em controlá-los.
...Sentindo-se bem, seguro das suas decisões e forte para
controlar seus pensamentos...mantenha-se assim... Retornando,
tranquilamente, no seu tempo...abra os olhos.
PÂNICO / TAG
TRANSTORNO DE PÂNICO
TAG – TRANSTORNO DE ANSIEDADE GENERALIZADA

Técnica passo-a-passo
3 – Técnica Como Manter a Direção
e o Caminho – Teresa Robles
Aplique uma indução e aprofunde...

Repare que horas do dia ou da noite são, note a luminosidade


ou a escuridão, ouça os sons ou o silêncio, sinta a temperatura
desse lugar e as diferentes texturas do que toca a sua pele...
Você está aí sentindo como quer se sentir, vivendo como quer
viver, atuando como quer atuar...
Observe como acontece aí isso que você quer que aconteça,
calma, controle emocional... Repare na expressão de seu rosto,
em seus gestos e movimentos que refletem como você se sente
bem, como quer se sentir, porque está atuando, natural e
espontaneamente, como quer atuar e está tudo bem...
Enquanto você observa o que acontece aí, sinta a sua respiração
com todos os detalhes, sinta como o ar passa através de seu
nariz, entrando, saindo, sinta como seu peito e seu abdômen se
movem a cada respiração, num sentido, no outro, para cima, para
baixo, inclusive, talvez, possa perceber até onde se movem seu
peito e seu abdômen com cada respiração... Sua respiração é um
dos principais recursos que seu corpo e sua mente tem para estar
bem. Com cada respiração seu corpo se enche de vida, ar fresco,
de tudo que você necessita para estar bem e jogue fora tudo
aquilo que se ficasse dentro, faria mal...
Com cada respiração acontecem, a cada momento, milhões de
mudanças invisíveis: muitas de suas células se dividem, outras
crescem, outras nascem e outras morrem. São, exatamente, as
mudanças que seu corpo necessita para continuar vivendo e estar
bem... Enquanto sente a sua respiração, observe como, da
mesma maneira que está realizando mudanças prodigiosas e
invisíveis dentro de si, justamente as mudanças internas que são
necessárias, sua respiração transforma essa cena, mudando,
exatamente, o que tem que mudar para que você se sinta então
como quer se sentir.
É essa mudança que já se iniciou continua durante o
dia e durante a noite com cada respiração, mas de
maneira muito especial de noite, enquanto dorme, ao
sonhar, utilizando o mecanismo que os sonhos
constroem... Para seguir mudando tudo o que é
necessário mudar, para seguir elaborando tudo o que é
necessário elaborar, reconstruindo uma e outra vez essa
cena de novas e diferentes formas, experimentando e
ensaiando qual é a melhor para você.
(Promover, desencadear a mudança no paciente).
...Caminhante são tuas marcas o caminho e nada mais...
Caminhante não tem caminho... Faz caminho ao andar... Ao
andar se faz caminho... E ao voltar o olhar para trás... Se vê a
vereda que nunca... Se voltará a pisar...
Tudo passa e tudo fica... Mas nosso é passar... Passar fazendo
caminhos... Caminhos sobre o mar.
Você já se deu conta do que sente AGORA, onde ANTES
parecia angústia, medo, ansiedade... Perceba que tudo está
desaparecendo, se transformando com equilíbrio e
tranquilidade... Tranquilidade... Paz e conforto dentro de
você...
... Tirar do transe hipnótico com segurança.
TEPT
TEPT – Transtorno do Estresse Pós-Traumático
É uma patologia de memória, que se desenvolve em algumas
pessoas que passaram por um evento chocante, assustador ou
perigoso.

Estratégias para tratamento do TEPT


• Terapia de exposição: o paciente exposto à repetição de
estímulos estressantes.
• Terapia cognitiva: Identificação das crenças irracionais ou
disfuncionais relacionadas com o trauma que influenciam a
tomada de decisões e respostas emocionais.
TEPT – Transtorno do Estresse Pós-Traumático
• Estresse inoculação training (SLT) – desenvolver habilidades de confronto:
discussão socrática, reestruturação cognitiva, resolução de problemas,
treinamento em relaxamento, autoinstruções, auto reforço,
psicoeducação.

1. Sugerir:
• Atividade auto reguladora
• Modificação de comportamentos
desadaptativos
• Modificação e revisão de estruturas
cognitivas (ex. opiniões negativas sobre si e sobre o mundo).
TEPT – Transtorno do Estresse Pós-Traumático

Técnica passo-a-passo

4 – Técnica – Benomy Silberfarb


Regressão

Obs.: Combinar com o paciente um momento bom


e feliz antes do episódio do trauma.
Aplique uma indução trabalhando a respiração, tranquila e calma.
Neste momento... Agora... Você está em um espaço que é só seu
e de mais ninguém... Um espaço de mudanças emocionais, de
regulação e novas avaliações sobre as ameaças da vida,
imaginárias ou reais... Calma, tranquila, segura e relaxada porque
você sabe que tem controle sobre seus sintomas, de como seu
corpo interpreta o que você pensa, porque aprendeu ferramentas
para isso... Isso traz segurança, autoconfiança, auto eficácia para
você... Agora podemos mudar a forma como avaliamos tudo que
aconteceu, que não vamos esquecer jamais, mas a forma de
interpretar será mais adequada, menos dolorosa, porque a vida
continua... Preste atenção apenas na minha voz...
Conforme combinamos, você vai entrar na linha da sua vida até
chegar no cenário que vamos trabalhar... Imagine você agora
deitada, calma, tranquila e segura, de braços abertos, encaixada,
protegida... Olhe a sua frente um lindo túnel que levará você até o
cenário desejado. De que cor gostaria que fosse internamente seu
túnel? Aguarde a resposta... agora siga como referência para
potencializar a viagem... Entre neste túnel da sua vida e vamos
calmamente, seguramente indo até o momento que escolhemos e
em cada idade via buscando coisas boas da sua vida e permita que
essas boa lembranças fiquem vívidas, neste local seguro que você
está agora e em segurança, trazendo maior bem estar.
Vamos aos seus (idade antes do trauma) e assim, de 2 em 2 anos, até a
idade e momento que aconteceu o evento traumático efetivamente... Fique
tranquila, você está em lugar seguro agora... Quando estiver entrando no
cenário levante o dedo indicador da mão (direita ou esquerda) para
assinalar...
(O objetivo é levar o cliente ao cenário invasivo para que ele fale do evento
controlando a ansiedade até manter-se calmo, com ajuda da sugestão. Se
necessário tire-o da cena, ancore memória prazerosa e devolva a cena)...
Agora com tranquilidade, perceba que você está bem no presente, perceba
o quanto você é forte e capaz de cuidar-se bem... (ancoragem de reforços
positivos, quando perceber que está sob controle, retire do transe e mostre
o progresso, a diferença de sua percepção atual, mais elaborada e positiva).
FOBIA SOCIAL ou
ANSIEDADE SOCIAL
FOBIA SOCIAL ou
ANSIEDADE SOCIAL
É um transtorno devido a ansiedade intensa ou medo de
ser julgado, avaliado negativamente ou rejeitado em uma
situação social afetando os relacionamentos interpessoais
bem como vida acadêmica ou profissional. A pessoa fica
em sofrimento interferindo em seu cotidiano e na
qualidade de vida.
Comportamento: evita
contato, foge, se esquiva Fobia Social

Sentimento: Ideia central - será


ansiedade,
avaliado e rejeitado
tristeza

Reações Fisiológicas:
tremores, taquicardia,
sudorese
FOBIA SOCIAL
Processo inicial para trabalhar com paciente que busca uma
qualidade de vida com este problema, é buscar a causa do
problema, que é a base e do transtorno, ou seja Evento
Causador Inicial – E. C. I.
Depois pesquisamos os outros eventos que dão “suporte” ao
padrão da fobia – Eventos Causadores Subsequentes – E. C.
S.
FOBIA SOCIAL

Técnica passo-a-passo

5 – Técnica Hipnoterapia Cognitiva


– Benomy Silberfarb
Através de relaxamento, aprofunde o transe
para iniciar a intervenção diretiva.
Observe que você está em um espaço que é só seu e de
mais ninguém, de paz, de tranquilidade onde você
controla completamente a ansiedade, as angústias e as
respostas de medo... Você vai aprender novas estratégias
no que diz respeito à relação com outras pessoas. Você
vai mudar sua percepção... Agora, construa um cenário
onde você se vê em sala de aula, veja as pessoas em sua
volta, coloque todos os sentimentos, emoções e sentidos
nesta situação...
Diga em quanto está a ansiedade de 0 a 10 onde 0 você
está tranquilo e 10 muita ansiedade...
(Se estiver acima de 5, tiramos o cliente da cena e
fazemos ancoragem positiva, de auto confiança,
trabalha-se a respiração, tranquilamente e
confortavelmente até controlar a ansiedade. Após,
perguntar novamente em quanto está a ansiedade de 0
a 10 e, se a resposta for menor que 3, podemos
continuar com o trabalho).
Agora que você conseguiu controlar a ansiedade, o
medo... Visualize as pessoas olhando para você sendo o
foco das atenções. Diga em quanto está a ansiedade agora
de 0 a 10?
(Se permanecer alta, faça o mesmo procedimento anterior
e somente retorne a cena quando estiver menor que 3,
isso fará que não haja mais ameaça para a pessoa).
Perceba agora que as pessoas olham para você e quanto
mais você é o foco da atenção, mais calma, mais tranquila
e mais relaxada você fica...
... Portanto, quanto mais as pessoas olham para você,
mais calma, mais tranquila e mais relaxada você fica...
Perceba que isso te faz ficar mais calma, mais tranquila e
mais relaxada... Muito tranquila, sua voz flui com
facilidade... mais seus pensamentos e conhecimentos são
facilmente evocados... Agora sua voz flui com facilidade,
mais pensamentos e conhecimentos são facilmente
lembrados por você... Sinta o quanto sua voz flui com
facilidade, mais pensamentos e conhecimentos são
facilmente lembrados, evocados por você...
A partir de hoje, você vai sair daqui muito motivado e
muito determinado a colocar em prática tudo de bom que
imaginou para você nesta experiência... Perceba que a
partir de agora você está muito mais seguro e
determinado a colocar em prática toda essa experiência
positiva que você vivenciou... 1... Muito mais seguro... 2...
Muito tranquilo... 3... Muito mais confiante...
Portanto, sentindo-se assim, seguro e confiante,
mantendo todos esses sentimentos positivos, você
poderá, no seu tempo, abrir seus olhos... Tranquilamente,
confortavelmente.
DEPRESSÃO
DEPRESSÃO
“Ah, a mente. A mente tem montanhas, penhascos de queda
aterradores escarpados, insondáveis ao homem.
Desvalorizá-los pode aquele que jamais deles despencou.”
(Gerard M. Hopkins)

Depressão é uma doença séria e recorrente que produz


alteração do humor caracterizada por tristeza profunda,
forte sentimento de desesperança afetando negativamente
o indivíduo, seus sentimentos, pensamentos e ações.
DEPRESSÃO
O deprimido “sente” as coisas. Ele desenvolveu a
capacidade cenestésica. É muito voltado para suas
próprias questões, pois perdeu o olhar para fora. Este
paciente volta-se com facilidade para dentro de si, assim
torna-se mais favorável o transe hipnótico.
Dica: não comece o transe desejando que ele se sinta
bem, isso não vai agradar... Nunca comece pela porta da
frente.
Sofia Bauer
Avaliar pela anamnese:

• situações que causam ansiedade;


• pensamentos e experiências negativos;
• frequência dos pensamento negativos;
• descobrir as metas positivas;
• possibilidades de mudanças na vida;
• situações em que teve experiências agradáveis;
• locais onde teve experiências agradáveis;
• quando vivenciou a alegria e sorriu;
• detalhes sobre as experiências agradáveis;
• teve experiência pico? recordá-la, revivê-la.
O ponto de superior importância é introduzir durante a
hipnose alguma modificação na estrutura de pensamento
do paciente, porque ele percebendo que pode mudar para
melhor, o caminho está aberto. O tratamento com hipnose
faz o paciente inicialmente
perceber que pode respirar suave, longa e profundamente e
que é capaz de relaxar. Isso já é uma modificação. Durante a
hipnose pode-se amplificar as habilidades do paciente para
aquelas coisas de que ele gosta.
“Pratiquem a
bondade, não criem
sofrimento, dirijam a
própria mente.”
Buda
Obs.: Pacientes com depressão
(nem todos), tem muita
mágoa, rancor, culpa e dor.
Precisam muito de nosso
acolhimento.
DEPRESSÃO

Técnica passo-a-passo

6 – Técnica: Para Depressão -


Marlus Vinicius Costa Ferreira
Através de relaxamento, iniciamos a
intervenção diretiva e assertiva.
1. Você percebe o seu corpo relaxado e isso já é uma mudança.
2. Seu subconsciente trabalha para a resolução dos seus problemas, para o
seu êxito, para o seu bem-estar e para a sua paz interior. Após a primeira
sessão incluir: O seu subconsciente já vem trabalhando para a resolução dos
seus problemas, para o seu êxito, para o seu bem-estar e para a sua paz
interior.
3. Visualize-se revivendo a alegria e a felicidade imediatamente após o seu
time de futebol ter sido campeão (ou quando passou no exame vestibular,
conquistou o amor de alguém ou após alguma situação de imensa
felicidade).
4. Você se sente alegre, feliz e em paz com você mesmo e com os outros.
5. Você está vivendo hoje e é importante que viva hoje totalmente.
6. Você começa viver de hoje em diante e usufruir as delícias da vida que são
benéficas para você. Você aceita totalmente as delícias da vida que forem
benéficas para você.
7. Você cuida da sua aparência pessoal porque você gosta de você mesmo.
8. Você é otimista com relação ao futuro e trabalha com energia e
entusiasmo.
9. Seus atuais objetivos são: Visualize seus atuais objetivos, os quais você
procura entusiasticamente.
10. Agora repita mentalmente: Meus atuais objetivos são: (sugerir conforme
a pesquisa da anamnésia).
“Transporte-se para o local agradável e pacífico de sua preferência, ou então
transporte-se para as margens de um lago... A superfície do lago é um
espelho de quietude e tranquilidade... Visualize no fundo do lago uma
pirâmide de puro cristal de base quadrangular... Visualize a pirâmide
iluminada por uma luz azul difusa. ... Crie pontos de referência para imaginar
uma sala, crie pontos de referência com relação ao teto e ao piso... Crie uma
parede branca perpendicular ao rumo sul... Imagine-se na pirâmide, em
frente a parede branca, perpendicular ao rumo sul... Crie uma poltrona
confortável e a coloque em qualquer lugar em frente a parede branca.. Na
parede branca, perpendicular ao rumo sul, à sua direita, você terá as imagens
do presente... E a sua esquerda as imagens do futuro.
Em cada um de nós há um ponto de quietude que é uma esfera
de nossa consciência... em que nada que é do mundo objetivo
poderá interferir... e que jamais é perturbado por qualquer coisa,
pessoa ou condição. Você está aprendendo a usar todos os seus
níveis de consciência... e orientando a sua mente de maneira
especial... e usando todos os recursos inerentes ao seu ser. Agora,
repita comigo: Eu terei sempre o perfeito controle e o perfeito
domínio de todas as minhas faculdades de percepção... Bem
como de ação física, mental e psíquica, em qualquer nível mental
ou estado de consciência. Você pode perceber como está
calmo, tranquilo, descontraído... Você se sente em paz com você
mesmo e com o mundo.
Agora imagine na tela da sua esquerda, na tela do futuro.
Imagine-se transportado para o futuro próximo... pode ser
amanhã, ou na próxima semana, ou no próximo mês, ou daqui a
dois, três meses ... Imagine-se num futuro de calma, serenidade,
tranquilidade... Deixe persistir na sua mente essas sensações de
calma, paz, serenidade, tranquilidade... Imagine agora você
tendo alcançado as suas metas (especificar as metas do paciente,
obtidas pela a anamnese e deixar tempo para que ele crie outras
metas positivas e alegres)... Agora, acrescente às
suas metas, alegria... muita alegria...
Acrescente felicidade... muita felicidade... Acrescente
às suas metas alegria, felicidade... Imagine-se feliz, alegre e
sorrindo... Imagine-se feliz, alegre e sorrindo... Agora
imagine que essas suas metas positivas, que lhe trazem
alegria, felicidade, sorriso, trazem também alegria para
alguém. ... Imagine que a sua alegria, felicidade, beneficia
alguém especial para você... Imagine-se tomando as
decisões corretas.
Agora transfira as imagens da tela da esquerda para a
tela que está na sua frente... para a tela do presente...
para a tela do presente na sua frente... Agora você se vê,
calmo, tranquilo, alegre, feliz, contente, satisfeito, com
vontade de sorrir. Essa experiência de alegria, paz de
espírito, felicidade, satisfação é ainda maior e mais
intensa do que você esperava... Curta essa emoção de
alegria, felicidade, tranquilidade, paz de espírito...
Veja-se tendo alcançado suas metas positivas...
...Sinta-se tendo alcançado suas metas positivas... Aproveite,
curta, saboreie a vitória de ter alcançado as suas metas... Pode
enumerar as metas que alcançou... Enumere mais uma vez, mais
uma vez suas metas positivas que alcançou, para ficarem bem
gravadas, permanentemente gravadas, no seu subconsciente e no
seu consciente... À medida que vê, ouve e sente a alegria e a
felicidade por ter chegado aos seus objetivos, curta a alegria e a
felicidade que isso lhe traz...
De hoje em diante a cada dia você se sente mais calmo, com
mais paz de espírito, mais alegre, mais feliz, mais contente e
satisfeito com a sua vida... com vontade de sorrir... Você se sente
melhor e melhor a cada dia. A sua alegria é crescente... O seu
contentamento é crescente... Você sente-se melhor e melhor a
cada dia.
...Mantendo-se assim, confiante, entendendo que você é uma
pessoa criativa, sábia e hábil... Tranquilamente... Seguramente...
Fixando essa vivência positiva hoje e sempre... No seu tempo,
poderá abrir os olhos, sentindo-se muito bem.
7 - OUTRA OPÇÃO SUGESTIVA TERAPÊUTICA
1. Pense como o tempo, a temperatura e as estações do ano se
modificam.
2. Pense como o seu time preferido de futebol (ou de outro
esporte) tem altos e baixos.
3. Pense como o seu corpo se modifica.
4. Imagine-se, visualize-se: você pode se modificar.
5. Decida que você é capaz de se modificar.
6. Imagine-se e visualize-se uma pessoa modificada para
melhor: alegre e vencedora.
7. Imagine que o seu destino é ser alegre, feliz, vitorioso e fazer
sucesso.
8. Decida que o seu destino é ser alegre, feliz, vitorioso e fazer sucesso.
9. Imagine-se uma pessoa alegre, feliz, vitoriosa e fazendo sucesso.
10. Decida que você é uma pessoa alegre, feliz, vitoriosa e que faz muito
sucesso.
11. Visualize-se fazendo as coisas que tornam você mais alegre, feliz e
vitorioso.
12. Decida que você faz as coisas que tornam você mais alegre, feliz,
vitorioso.
13. Sinta-se progressivamente mais alegre, feliz, vitorioso e bem sucedido
na vida.
14. Sinta a experiência da alegria, da felicidade, da vitória e do sucesso.
15. Sinta que viverá o máximo possível transbordando de alegria,
felicidade e êxitos.
Referências Bibliográficas:
Gratidão!
Claudia Cristina Gomes Menezes
CRP 05/20989

Fone: (21) 99854-4322


E-mail:
claudyapsi@gmail.com
“Traga no coração e nas palavras a
Gratidão, ela abre portas e te faz
lembrar que sozinho não se caminha e Até Breve!
sem humildade não se chega a lugar
algum.”
Claudia Menezes