Вы находитесь на странице: 1из 4

DOUTO JUIZO DA VARA DE FAMÍLIA DA COMARCA DE FORTALEZA ESTADO

DO CEARÁ

Ação n° XXXXXXXX

OZIAS PEREIRA SOUTO, já qualificado nos autos da ação em


epígrafe, proposta por NAIANA DARC GREGÓRIO, vem, por seu
advogado, xxxxxxx, ao final assinado, (procuração em anexo),
com endereço profissional (endereço completo), onde recebe
intimações, à presença de Vossa Excelência, com fundamento
nos artigos 335 e seguintes do Código de Processo Civil, oferecer
CONTESTAÇÃO, pelos fatos e fundamentos que passa a expor.

Da gratuidade da justiça.
Inicialmente, por ser o requerido pessoa carente na acepção
jurídica do termo, não tendo condições de arcar com o pagamento das
custas processuais e honorários advocatícios, sem prejuízo de seu
próprio fim, conforme declaração anexa conforme art. 98 e seguintes do
código de processo civil, se requer a concessão da justiça gratuita.

I. FATOS

1. A autora alega em sua inicial que, mantivera união


estável com o réu, desde setembro de 2013 até o início do mês de abril
de 2018, justificando que a dissolução ocorrera em decorrência de
agressões por parte do demandado, e que por vezes tais agressões
seriam presenciadas na frente da filha do casal.

|NOME DO ESCRITÓRIO|
ENDEREÇOCOMPLETO DO ESCRITÓRIO, Nº 000, CJ. 000
MUNICÍPIO/SP – CEP
1 00000-000
+55 (00) 0000-0000 – EMAIL@EMAIL
2. Constam também nos autos do processo que, fora feita
ameaças contra a demandante, dizendo que o mesmo queria impor-lhes
termos para a dissolução da união.

3. Contudo, a pretensão do Autor não possui guarida no


ordenamento jurídico brasileiro, devendo ser julgada improcedente.
Veja-se:

II. FUNDAMENTOS JURÍDICOS

II.1. PRELIMINARES DE MÉRITO

II.1.1. DECLARAÇÕES FALSAS DO AUTOR

4. Conforme já exposto, o Autor ofereceu a presente ação


de dissolução de união estável contra o Requerido. Contudo, tem-se que
os fatos narrados por ela não são todos dotados de verdade, pois nunca
o demandado a ameaçou e muito menos a espancou, inclusive na frente
da filha do casal.

5. As ameaças psicológicas narradas por ela também não


procedem, visto que o autor sempre procurou conversar de forma
amigável, e ela sempre agia de modo rude, se vitimando e sempre
inventando fatos fantasiosos a respeito do demandado.
6. Em razão disso, o demandado ver se prejudicado, pois
contra ele existem B.O’s que de forma caluniosa foram relatados,
conforme podemos ver adiante com prova testemunhal.
7. É importante salientar que o demandado sempre se
dispôs a resolver o impasse de forma não litigiosa, e que a autora por
orça de seu desequilíbrio emocional nunca aceitou.

III. PEDIDOS

Diante do exposto, requer-se:

|NOME DO ESCRITÓRIO|
ENDEREÇO
COMPLETO DO ESCRITÓRIO, Nº 000, CJ. 000
MUNICÍPIO/SP – CEP
2 00000-000
+55 (00) 0000-0000 – EMAIL@EMAIL
1 A concessão dos benefícios da gratuidade da justiça, conforme art. 98 e
seguintes do código de processo civil.

2 Seja reconhecida a inverdade dos fatos, no tocante aos relatos de


agressão física e mental. Seja realizada a audiência de conciliação do artigo
334 do Novo Código de Processo Civil;

3 Que o autor seja condenado por calúnia e difamação,


diante das inverdades prestadas, além de comunicação
falsa de crime, arts. 339, 340, Cp.
4 Seja apurado de fato todos os bens para posterior
partilha dos bens.

5 Ao final e no mérito, sejam julgados improcedentes os


pedidos formulados pelo Autor, condenando-o a arcar
com os ônus sucumbenciais e honorários advocatícios;

6 Subsidiariamente, no caso de Vossa Excelência entender


pelo dever de indenizar o Autor pelos danos
supostamente sofridos, requer-se a condenação do
Denunciado para que ressarça o que o Requerido
dispender.

7 Sejam produzidas todas as provas permitidas por direito,


em especial a oitiva de testemunhas e perícia no local,
ainda que tardia;

Nesses termos, pede deferimento.


Local e data.

|NOME DO ESCRITÓRIO|
ENDEREÇOCOMPLETO DO ESCRITÓRIO, Nº 000, CJ. 000
MUNICÍPIO/SP – CEP
3 00000-000
+55 (00) 0000-0000 – EMAIL@EMAIL
__________________________
ADVOGADO
OAB/UF n° XXXX

|NOME DO ESCRITÓRIO|
ENDEREÇO
COMPLETO DO ESCRITÓRIO, Nº 000, CJ. 000
MUNICÍPIO/SP – CEP
4 00000-000
+55 (00) 0000-0000 – EMAIL@EMAIL

Оценить