Вы находитесь на странице: 1из 11

NOMEAÇÃO

CONTEÚDO

 Introdução
 Sistemas de Nomeação
INTRODUÇÃO

Nomes representam um papel importante na computação,


em especial nos Sistemas Distribuídos.

Permitem que um componente/entidade seja identificado


facilmente e, por vezes, com abstração da sua
localização.

Em Sistemas Distribuídos, nomes são usados para


representar pontos de acesso a recursos, abstraindo
seu endereço. O objetivo é favorecer o acesso,
independente de localização, de forma amigável.
SISTEMAS DE NOMEAÇÃO

 Nomeação Simples

Utilização de nomes simples para identificar/localizar


recursos.

Usáveis em redes locais.

Veremos, a seguir, algumas possibilidades.


SISTEMAS DE NOMEAÇÃO

 Soluções simples
 Broadcasting / Multicasting
 É enviada uma mensagem broadcasting/multicasting com
identificador da entidade procurada
 Cada máquina verifica se possui tal identidade
 Entidade responde com o endereço do ponto de acesso.
 É ineficiente quando a rede cresce em grande escala.
SISTEMAS DE NOMEAÇÃO

 Soluções simples
 Ponteiros Repassadores
 É uma abordagem para a localização de entidades móveis.
 Quando uma entidade A se move para B, deixa para trás, em
A, uma referência (ponteiro repassador) para sua nova
localização.
 O cliente percorre a cadeia de ponteiros repassadores.
 As principais desvantagens são que as cadeias podem se
tornar muito longas, o custo computacional da localização
pode se tornar proibitivo e pode haver rompimento de enlaces
(perda de ponteiro).
SISTEMAS DE NOMEAÇÃO

 Abordagens baseadas na localização nativa


 Baseadas no monitoramento da localização de uma
determinada entidade, com o uso de ponteiros
localizadores.
 Um agente nativo consulta a localização do hospedeiro
móvel. Se ele estiver na rede local, repassa. Senão, envia
até a rede na qual o hospedeiro se encontra.
 Mantém sempre o remetente atualizado com o novo
endereço.
SISTEMAS DE NOMEAÇÃO

 Tabelas Hash Distribuídas (DHT)


 Cada nó possui uma tabela de derivação para outros nós
que possuem endereços de recursos.
 Para encontrar um recurso de chave K, referências na
tabela de derivação são utilizados como atalhos para os
nós existentes no espaço de identificadores.
 Abordagens Hierárquicas (Domínios)
 A medida que a escala de endereços aumenta, uma
solução viável é estruturá-los em domínios.
 Cada domínio representa um sub-conjunto do espaço de
identificadores para facilitar a localização dos recursos.
SISTEMAS DE NOMEAÇÃO

 Nomeação Estruturada

Nomes simples costumam ser melhores para máquinas


do que para humanos. Para esses últimos, nomes
estruturados são melhores.
Conceitos importantes:
 Espaço de nomes
 São representados como grafos dirigidos com dois tipos
de nós: folhas (entidade), diretório (subramos).
 Resolução de nomes
 É o processo de busca de um nome no grafo, indicando o
caminho para sua localização
SISTEMAS DE NOMEAÇÃO

 Nomeação Estruturada

 Mecanismo de fechamento
 Determina por onde começar a resolução de nomes, a r
aiz dos caminhos de localização.
 Ligação e montagem
 Combina os espaços de nomes distribuídos, apontando
uma referência para o mecanismo de fechamento
utilizado.
SISTEMAS DE NOMEAÇÃO

 Nomeação baseada em atributos

Uma evolução da nomeação estruturada com o uso de


meta-informação.
Alguns exemplos:
 Serviços de diretório
 Implementação básica de nomeação por atributos
 Implementações Hierárquicas (LDAP)
 Combinação de nomeação estruturada e baseada em
atributos
 Implementações Descentralizadas
 Voltados para soluções P2P

Оценить