Вы находитесь на странице: 1из 42

NEGÓCIOS

EMPREENDEDORES
Empreendedorismo
- Conceito e caracterização;
- Oportunidades de negócio;
- Startup;
Negócios Empreendedores
- Redes sociais;
- Franquias;
- Incubadoras e aceleradoras.
Prof. Leonardo Bandeira
1. Negócios Empreendedores
1.1 Definição e caracterização

Negócio é quando individualmente e/ou duas ou mais pessoas se juntam em


um esforço organizado para produzir bens (produtos) e serviços, a fim de gerar
lucros através da venda desses para um determinado mercado. (BRITO,
PEREIRA, LINARD, 2013, p. 23).

Um negócio empreendedor caracteriza-se pelo desenvolvimento de uma


atividade voltada para a produção e bens/produtos ou prestação de serviços na
perspectiva empreendedora, isto é, desenvolvida a partir de ideais de inovação,
aplicação de tecnologias e habilidades empreendedoras.
1. Negócios Empreendedores
O caso Táxi versus Uber

Táxi

Muito embora, o serviço de táxi motorizado como conhecemos hoje tenha


surgido na cidade alemã de Stuttgart, por volta de 1896, com o uso do
taxímetro para cobrança de tarifas, é sabido que o serviço de transporte de
pessoas é uma prática quase tão antiga quanto a civilização.

No ano de 1907 a implantação dos táxis foi generalizada, e se espalhou por


toda a Europa, de modo que pouco antes da primeira Guerra Mundial todas as
grandes cidades europeias e americanas tinham serviço de táxis legais e
pintados com esquemas de cores diferentes.
(BERGAMO, 2016)
1. Negócios Empreendedores
O caso Táxi versus Uber

Uber

Os fundadores do Uber, Travis Kalanick e Garrett Camp, após terem


dificuldade em pegar um táxi em Paris, no ano de 2008, tiveram a ideia de
criar um serviço em que fosse possível chamar um carro com motorista
particular com apenas um toque na tela do celular, para que potenciais clientes
se deslocassem de forma mais confortável e segura.

Sendo assim, o “Ubercab” (como era chamado o Uber na sua época de


fundação) nasceu após alguns meses de maturação desta ideia, em março de
2009, na cidade de San Francisco, mas foi apenas em junho de 2010 que a
empresa lançou o aplicativo que informava a localização do passageiro por
meio do GPS do smartphone, disponível para iPhones e celulares com
Android.
(BERGAMO, 2016)
1. Negócios Empreendedores

1.2 Ambiente de negócio

Quando se fala em ambiente de negócios se fala em tudo que existe


em torno de uma empresa. Isso porque elas não vivem isoladas e não são
instituições absolutas; elas representam a sociedade, o país e o cenário
mundial.
Em linhas gerais, devido à sua complexidade, o ambiente é dividido
em dois segmentos: o maior é o ambiente geral ou macroambiente e o outro, o
mais imediato, é o ambiente de tarefa ou microambiente. (BRITO, PEREIRA,
LINARD, 2013, p. 26).
1. Negócios Empreendedores
1.2.1 Ambiente de negócio: Macroambiente

Todos os negócios operam em um ambiente geral formado por


variáveis que interagem dinamicamente entre si e provocam impactos
profundos em todas as empresas, tais como: variáveis econômicas, sociais,
tecnológicas, culturais, legais, demográficas e ecológicas (BRITO, PEREIRA,
LINARD, 2013, p. 26).

1.2.2 Ambiente de negócio: Microambiente

O microambiente constitui uma parte específica do ambiente geral e é


também chamado de “ambiente de tarefa” ou “ambiente de operações” da
empresa. Isso porque cada empresa opera em um microambiente específico do
qual retira seus recursos e coloca seus produtos/serviços.
1.2 Ambiente de negócio
1.2 Ambiente de negócio
Assista!
Vídeo “Por que empresas vão à falência? Saiba como evitar o
fechamento de um negócio”
http://abre.ai/video_evitar_fechamento_negocio
2. Oportunidades de Negócios
Como identificar e criar suas próprias oportunidades

Uma das características de um empreendedor é a constante atenção


aos movimentos em seu redor e a percepção das mudanças que estão
ocorrendo. Como isso acontece? Observando algumas situações:

➢ Identificação das necessidades e deficiências;


➢ Observação de tendências;
➢ Derivação da ocupação atual;
➢ Exploração de hobbies e ações voluntárias;
➢ Imitação do sucesso alheio; e
➢ Lançamento de moda.
(TAJRA, 2019)
2. Oportunidades de Negócios
➢ Identificação das necessidades e deficiências

Geralmente, quando existe um alto grau de reclamações em um determinado


processo, é porque existem questões a serem melhoradas, ou seja, existem
oportunidades. As queixas são uma das melhores formas de identificação de
oportunidades.

➢ Observação de tendências

Ao perceber que existem novas tendências científicas para o tratamento de


determinadas patologias, é importante que o profissional as incorpore em suas
atividades, visando manter-se competitivo e atualizado.
(TAJRA, 2019)
2. Oportunidades de Negócios
➢ Derivação da ocupação atual

É muito comum grandes negócios serem gerados a partir das atividades já


realizadas pelos profissionais dentro da própria empresa, seja por meio da
terceirização dos serviços para seu antigo patrão, seja saindo do emprego atual
para iniciar uma atividade autônoma no mesmo ramo de trabalho.

➢ Exploração de hobbies e ações voluntárias

Os negócios nem sempre estão associados à especialização profissional; muitas


vezes, eles são iniciados por atividades feitas nas horas vagas.

(TAJRA, 2019)
2. Oportunidades de Negócios
➢ Imitação do sucesso alheio

Outra fonte de informação para o lançamento de um negócio é observar o


sucesso de outras pessoas e empreendimentos. A principal questão é verificar o
que eles fizeram para serem bem-sucedidos. Pessoas inovadoras sempre
existiram, logo, novas ideias sempre estarão disponíveis para serem copiadas e
melhoradas.

➢ Lançamento de moda
Vivemos em uma sociedade dinâmica que muda a todo momento. O ciclo de
vida útil dos produtos está cada vez menor. Um modo de identificar as novas
oportunidades é verificar o que é moda, empreendê-la rapidamente e obter o
sucesso temporário dessa moda.
(TAJRA, 2019)
Assista!
Como identificar oportunidades de negócio
https://www.youtube.com/watch?v=D7rFCDlUeg0

Identificando oportunidades de negócio


https://www.youtube.com/watch?v=8ICDpNOUBJQ
Atividade I
1. No mundo dos negócios há empresas e empreendimentos, isto é, negócios
propriamente ditos e negócios empreendedores. Realize uma pesquisa e utilize os
recursos desse material e responda:
a) que pontos diferenciam uma empresa (negócio propriamente dito) de um
empreendimento (negócio empreendedor);
b) quais os principais motivos que levam á “morte precoce” de novos negócios?
c) como o empreendedorismo pode auxiliar esses negócios a se manterem mais
sólidos e por mais tempo no mercado?
d) como os ambientes dos negócios (macro e microambiente) afetam sua
sobrevivência?
2. Segundo Tajra (2019) é possível identificar novas oportunidades de negócios
observando algumas situações, tais como: identificação das necessidades e
deficiências; observação de tendências; derivação da ocupação atual; exploração de
hobbies e ações voluntárias; imitação do sucesso alheio; e lançamento de moda.

Realize uma pesquisa e utilize os recursos desse material e, a partir dessas situações
citadas por Tajra (2019), escolha uma delas e pense em uma nova oportunidade de
negócio. Descreva:

a) qual situação escolheu e qual a oportunidade de negócio que você percebe?


b) qual o valor agregado, ou seja, qual o diferencial que sua proposta de negócio
apresenta em relação aos negócios já existentes?

- Não cometa plágio (além de ser crime, isso torna inválida sua atividade).
- Referencie seu texto e evite citações diretas longas.
- Entregar via Teams, no prazo estabelecido.
3. Startups
3.1 Definição
As startups são empresas tipicamente oriundas da 4a Revolução
Industrial, que tem como infraestrutura essencial a internet e o conhecimento
das pessoas que estão “por trás” delas, fazendo com que elas aconteçam e
realizem seus propósitos.
O conceito inicial de startups foi originado no Vale do Silício, nos
Estados Unidos, e caracterizam as empresas que possuem elevado grau de
incerteza e risco, pois são tão inovadoras que não possuem parâmetros de
comparação para uma análise baseada no mercado ou na concorrência.
Elas se propõem a provocar mudanças na forma de viver das pessoas,
tendo como pré-requisito a tecnologia da informação e a comunicação.

(TAJRA, 2019)
3. Startups
Um startup precisa ser Escalável, Replicável e Lucrativa em um
Cenário de Incerteza.

• Escalável
Significa crescer cada vez mais, sem que isso influencie no modelo de
negócios. Crescer em receita, mas com custos crescendo bem mais lentamente.
Isso fará com que a margem seja cada vez maior, acumulando lucros e gerando
cada vez mais riqueza.

• Replicável
Ser repetível significa ser capaz de entregar o mesmo produto novamente em
escala potencialmente ilimitada, sem muitas customizações ou adaptações para
cada cliente.

(MOREIRA, 2018)
3. Startups
• Lucrativa
Significa crescer e, ao longo tempo, gerar lucratividade suficiente para garantir
sua sobrevivência e cobrir custos iniciais e custos de operação.

• Cenário de incerteza
Um cenário de incerteza significa que não há como afirmar se aquela ideia e
projeto de empresa irão realmente dar certo – ou ao menos se provarem
sustentáveis.

(MOREIRA, 2018)
3. Startups
3.2 Modelo de Gestão

As startups exigem mudanças


rápidas e necessitam ser ágeis, pois,
como não possuem referenciais de
comparação para verificar o
desempenho, precisam estar
conectadas com a opinião de seus
clientes sobre seus serviços e
produtos. Isso constitui o ciclo de
aprendizado que se caracteriza
pelos pilares do seu modelo de
gestão.

(TAJRA, 2019)
3. Startups
3.3 Startups Unicórnio
As startups no Brasil vêm dando tão certo que já possuímos algumas
que são classificadas como unicórnios. É isso mesmo, startup unicórnios são
aquelas que possuem um valor superior de mercado a US$ 1 bilhão antes de
serem abertas na bolsa de valores.
O primeiro caso de unicórnio no Brasil foi a startup 99Taxi, seguida
pela Nubank, que também entrou no ranking. O termo unicórinio foi criado em
2013 pela investidora estadunidense Aileen Lee, capitalista de risco e
fundadora da empresa estadunidense Cowboy Ventures.

(TAJRA, 2019)
3. Startups
3.4 Investidores anjo

O Investimento Anjo é o investimento efetuado por pessoas físicas


com capital próprio em empresas nascentes com alto potencial de crescimento
(as startups) apresentando as seguintes características:

1. É efetuado por profissionais (empresários, executivos e profissionais


liberais) experientes, que agregam valor para o empreendedor com seus
conhecimentos, experiência e rede de relacionamentos além dos recursos
financeiros, por isto é conhecido como smart-money.
2. Tem normalmente uma participação minoritária no negócio.
3. Não tem posição executiva na empresa, mas apoiam o empreendedor
atuando como um mentor ou conselheiro.
(ANJOS DO BRASIL, 2020)
3. Startups
3.4 Investidores anjo

O Investidor Anjo usualmente é um empresário, empreendedor ou


executivo que já trilhou uma carreira de sucesso, acumulando recursos
suficientes para alocar uma parte (em geral entre 5% a 10% do seu patrimônio)
para investir em novas empresas, bem como aplicar sua experiência apoiando a
empresa. Diferentemente que muitos imaginam, o Investidor Anjo
normalmente não é detentor de grandes fortunas.
O investimento anjo em uma empresa é normalmente feito por um
grupo de 5 a 30 investidores, tanto para diluição de riscos como para o
compartilhamento da dedicação, sendo definido 1 ou 2 como investidores-
líderes para cada negócio, para agilizar o processo de investimento. O
investimento total por empresa é em média entre R$ 200 mil a R$ 1 milhão,
podendo chegar até R$ 1,5 milhão.
(ANJOS DO BRASIL, 2020)
3. Startup

Assista!
Startup: o que é e como abrir a sua.
https://www.youtube.com/watch?v=RYdH80KjGJk

O que é uma Startup?


https://www.youtube.com/watch?v=XqY2urYpyNA
4. Empreendedorismo e Redes Sociais
4.1 Espaço das redes sociais
As redes sociais, mecanismos de interatividade, comunicação e
relacionamento, deixou de ser a muito tempo ferramentas somente para jovens
e adolescentes. As organizações têm visto nas redes sociais, como o Facebook,
Instagram, WhatsApp e Twitter, meios eficazes de marketing e publicidade,
divulgando produtos e promoções.
As organizações que querem estar mais próximas de seus clientes,
fidelizando e se apresentando com diferenciais, têm cedido espaço para as
redes sociais nos negócios. As administradoras de redes sociais já
disponibilizam, inclusive, o desenvolvimento de perfis corporativos.

(NASCIMENTO, 2019)
Assista!
Vale a pena o pequeno empreendedor investir em redes sociais?
https://www.youtube.com/watch?v=cc9jy64dc7M
5. Empreendedorismo e Franquias

5.1 Definição e contexto

Nos últimos anos, o modelo de franquias tem sido uma excelente


opção para quem tem o interesse de abrir o próprio negócio sem correr riscos
elevados.
O modelo de negócio pautado em franquias possibilita iniciar um
negócio com todo o suporte necessário em termos de infraestrutura,
treinamento e obter uma marca já reconhecida no mercado.
As franquias formam um sistema em que determinada companhia
concede direitos a uma outra pessoa, quer física ou jurídica, de representa-la
mediante autorização e pagamento de royalties.
(OLIVEIRA, 2017)
5. Empreendedorismo e Franquias

5.2 Vantagens

Para o franqueado Para o franqueador


▪ Maior garantia de sucesso; ▪ Cobre o mercado com menor
▪ Aquisição da experiência investimento próprio;
acumulada durante anos pelo ▪ Disponibiliza um canal de
franqueador; distribuição leal e exclusivo;
▪ Possibilidade de fazer um ▪ Permite maior eficiência em
menor investimento e muita cada unidade.
economia por evitar erros
decorrentes da inexperiência.

(OLIVEIRA, 2017)
5. Empreendedorismo e Franquias

5.3 Exemplos

(OLIVEIRA, 2017)
Assista!
Como funciona uma franquia? O que é uma franquia?
https://www.youtube.com/watch?v=L7h0fZiFf5E
Atividade II
1. Podemos definir uma startup como um empreendimento que se atém a um
modelo de negócio que seja escalável, lucrativo e replicável e que se insere em um
ambiente de incerteza. Realize uma pesquisa sobre o assunto e utilize os recursos
desse material para responder:

a) explique, de forma objetiva e pessoal, o que significa modelo de negócio


escalável, replicável e lucrativo.
b) pesquise startups que atuam no ramo de negócio da sua área de formação e
identifique o nome, as atividades que desenvolve e como funciona o modelo de
negócio.
2. As redes sociais fazem parte do cotidiano de todas as pessoas, servindo como
meio de interação, conexão e relacionamentos interpessoais. Hoje, com a evolução
tecnológica vivida, as empresas passaram a aderir também a ferramenta como
instrumento de marketing e vendas. Realize uma pesquisa sobre o assunto e
responda:

a) quais as vantagens e desvantagens em empreender nas redes socias?


b) que tipos ou ramos de negócios você considera que são mais suscetíveis a terem
sucesso nas redes sociais? Por quê?
c) considerando sua área de formação, é possível empreender nessa ramo nas redes
sociais? De que maneira?
3. O modelo de negócio de franquias, juntamente com o modelo startup, formam os
negócios que ocupam o maior espaço nas atividades empreendedoras hoje. Se
comparadas aos modelos de negócios tradicionais, as franquias oferecem menor
risco, menor investimento e maior chance de sucesso. A respeito das franquias,
realize uma pesquisa sobre o assunto e responda:

a) quais os riscos, tanto para o franqueado quanto para o franqueador, em


empreender em um negócio no modelo de franquias?
b) o ramo de negócio da sua área de formação permite o desenvolvimento de
escritórios e empreendimentos no modelo de franquias? Qual o fundamento?
c) pesquisa qual a maior franquia do mundo e qual a maior franquia do Brasil e
responda: qual seus respectivos ramos de negócios e número aproximado de lojas.

- Não cometa plágio (além de ser crime, isso torna inválida sua atividade).
- Referencie seu texto e evite citações diretas longas.
- Entregar via Teams, no prazo estabelecido.
6. Incubadoras e Aceleradoras
6.1 Contexto e definições

Muitos empreendimentos, em seu processo inicial ou de


desenvolvimento, contam com o apoio de incubadoras e de aceleradoras de
empresas para atingirem maior grau de competitividade e sobrevivência no
mercado.
As incubadoras são organizações sem fins lucrativos, normalmente
mantidas por instituições públicas, e tem como objetivo criar, desenvolver e
também acolher empresas de diversos segmentos, com destaque para projetos
ligados a ciência e tecnologia.

(NASCIMENTO, 2019)
6. Incubadoras e Aceleradoras
6.1 Contexto e definições

Ao contrário das incubadoras, as aceleradoras têm como objetivo


principal o lucro e os interesses dos empresários e empreendedores que
investem nas startups acolhidas. A intenção é manter a startup equilibrada até
que seja possível alcançar lucros.

Assim como os dois tipos de organizações tem diferenças


fundamentais, as startups com as quais eles trabalham também apresentam
diferenças em seus objetivos de negócios. Startups que apresentam modelos de
negócios inovadores e escalonáveis, devem procurar aceleradoras, enquanto
as que contam com modelos de negócios tradicionais devem buscar
incubadoras.
(NASCIMENTO, 2019)
6. Incubadoras e Aceleradoras
6.2 Diferenças

(SEBRAR, 2019)
Assista!
Incubadora vs Aceleradora: qual a diferença entre elas?
https://www.youtube.com/watch?v=5jJuQoJ_qRA

Aceleradoras e Incubadoras | O Que São? Qual a Diferença?


https://www.youtube.com/watch?v=yuuo69DjkF0
Atividade III
1. Muitos empreendimentos, em seu processo inicial ou de desenvolvimento,
contam com o apoio de incubadoras e de aceleradoras de empresas para atingirem
maior grau de competitividade e sobrevivência no mercado. Realize uma pesquisa
sobre o assunto e utilize os recursos desse material para responder:

a) explique, de forma objetiva e pessoal, as diferenças entre incubadora e


aceleradora.
b) no estado do Tocantins existem algumas incubadoras e aceleradoras. Busque
informações sobre uma delas quanto à localização, empresas que estão em processo
de incubação ou aceleração e processo de seleção de empresas.
c) na sua opinião, qual a importância das incubadoras e das aceleradoras para o
desenvolvimento de novo negócios?
2. A Anjos do Brasil é uma organização sem fins lucrativos que influencia de
maneira positiva o crescimento do investimento anjo para apoio ao
empreendedorismo de inovação. Pesquise investidores anjo no Brasil, escolha um e
pesquise informações, tais como: nome, localização, tipos de negócios que
investem, missão etc.

- Não cometa plágio (além de ser crime, isso torna inválida sua atividade).
- Referencie seu texto e evite citações diretas longas.
- Entregar via Teams, no prazo estabelecido.
Referências Bibliográficas
ANJOS BRASIL. O que é um investidor anjo? Disponível em: <https://www.anjosdobrasil.net/o-que-
eacute-um-investidor-anjo.html>. Acesso em: 13 maio 2020.

BERGAMO, Bruno. Táxi x Uber. Disponível em:


<https://bmbergamo.jusbrasil.com.br/artigos/305582357/taxi-x-uber>. Acesso em: 27 abr. 2020.

BRITO, Andréia Matos; PEREIRA, Pedro Silvino; LINARD, Ângela Patrícia Linard.
Empreendedorismo. Juazeiro do Norte: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do
Ceará – IFCE, 2013.

MOREIRA, Daniela. O que é uma startup? Disponível em: <https://exame.abril.com.br/pme/o-que-e-


uma-startup/>. Acesso em: 13 maio. 2020.

NASCIMENTO, Marcelo. O que são aceleradoras e incubadoras? Disponível em:


<https://administradores.com.br/artigos/o-que-sao-aceleradoras-e-incubadoras>. Acesso em: 27 abr.
2020.

OLIVEIRA, Adriano de. Empreendedorismo. Maringá-PR: Cesumar, 2017.


Referências Bibliográficas
SEBRAE. Incubadora e aceleradora: qual a diferença entre elas? Disponível em:
<http://abre.ai/sebrae_incubadora_aceleradora>. Acesso em: abr. 2020.

TAJRA, Sanmya Feitosa. Empreendedorismo: conceitos e práticas inovadoras. - 2. ed. - São Paulo:
Érica, 2019.
LEONARDO DOS SANTOS BANDEIRA
leosbandeira@gmail.com
prof.leonardobandeira@fasec.edu.br

Leonardo Bandeira

@leo.sbandeira

http://lattes.cnpq.br/5526436715181549