Вы находитесь на странице: 1из 160

Sumário

CAPÍTULO 1 INTRODUÇÂO AO CARDIONET CLIENT 7

Avisos sobre Direitos Autorais (Copyright) 7

SOBRE ESTE MANUAL 9

Legendas utilizadas neste manual 9


Conteúdo 9
Convenções 10
Abrangência e Propósito 10
Aspectos gerais 11

Leia antes de com eçar 13

INICIALIZANDO O SISTEMA 19

DESCRIÇÃO DAS ÁREAS DAS TELAS 23


Menu Principal 23
Barra de Ferramentas 23
Janela de Menus 24
Janela de Exames 26
Janela de Relatórios 27
Estatísticas - Janela Principal 28
Outras Informações 28

CAPÍTULO 2 CONFIGURANDO SISTEMA 29

CONFIGURAÇÃO DO(S) MÉDICO(S) SOLICITANTE(S) 29

CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA 32

CONFIGURAÇÃO DE PASTAS 33
Pasta de Exportação 33
Diretório de Rede 35
Pasta de Relatórios 37
CONEXÃO INTERNET 38
HISTÓRICO DE INTERNET 44
FICHA DO ANALISTA 46
DIÁRIO DE PACIENTE 48
CONFIGURAÇÕES GERAIS 50
EDITAR CABEÇALHO 51

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

3
CAPÍTULO 3 PREPARANDO UMA GRAVAÇÃO 53

CRIANDO UM EXAME PARA O CARDIOFLASH®/CARDIOFLASH+® OU


CARDIOLIGHT® 53

CAPÍTULO 4 AQUISIÇÃO DE DADOS 61

ADQUIRINDO DADOS DE UMA GRAVAÇÃO DIGITAL 61

DIÁRIO DO PACIENTE 69

CAPÍTULO 5 ENVIANDO EXAMES 77

TRABALHANDO COM OS EXAMES 77

COMPATIBILIDADE COM O DYNA-MAPA® 81

OUTRAS APLICAÇÕES 81

ENVIANDO EXAMES POR HTTPS 82

ENVIANDO EXAMES ATRAVÉS DE UMA REDE LOCAL 88

ENVIANDO EXAMES VIA E-MAIL 89

CAPÍTULO 6 GERENCIANDO RELATÓRIOS 91

RECEBENDO RELATÓRIOS 91

REDE LOCAL 92

RECEBENDO RELATÓRIOS DA REDE LOCAL 94

RELATÓRIOS NA INTERNET 96

RECEBENDO RELATÓRIOS DA INTERNET 97

EXCLUINDO RELATÓRIOS 101

CAPÍTULO 7 MANUTENÇÃO DO SISTEMA 103

BACKUP DE ARQUIVOS DO SISTEMA 103

ELIMINANDO ARQUIVOS 103

CAPÍTULO 8 CONFIGURAÇÃO DO GCE 107

INICIANDO A CONFIGURAÇÃO DO GCE 107

CONFIGURAR O GCE APENAS PARA ESTA MÁQUINA 109

GCE PARA INTERCÂMBIO DE EXAMES 110

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

4
GCE RESTRITO PARA USO EM SEU LOCAL DE TRABALHO 113
CRIAR O PRIMEIRO GCE NA REDE 115

CONECTAR A UM GCE JÁ EXISTENTE 122

RECONFIGURANDO UM GCE JÁ EXISTENTE 125

ALTERAR O NÚMERO SEQUENCIAL DE EXAME 128


ATRIBUIR UM NOVO GCE 130
EXCLUIR O GCE EXISTENTE 133

APÊNDICE A INSTALANDO O SOFTWARE 136

REQUISITOS BÁSICOS 136

INSTALANDO O SOFTWARE 137

INSTALAÇÃO DO DISPOSITIVO DE PROTEÇÃO 144

EM CASO DE PROBLEMAS COM O DISPOSITIVO DE PROTEÇÃO 146

APÊNDICE B LICENÇA DE USO DO SOFTWARE 150

Acordo de Licença de Uso de Softw are 150

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

5
CAPÍTULO 1 INTRODUÇÂO AO CARDIONET CLIENT

1 CAPÍTULO 1 INTRODUÇÂO AO CARDIONET CLIENT

1.1 Avisos sobre Direitos Autorais (Copyright)

DIREITOS AUTORAIS
O programa objeto desta licença de uso pertence à CARDIO SISTEMAS
COML. INDL. LTDA. e acha-se protegido pelas legislações nacionais e
internacionais de programas de computador e por leis e tratados
internacionais de direito autoral. Os manuais e demais publicações
impressas que acompanham a presente licença de uso não podem ser
copiados e/ou reproduzidos por quaisquer meios ou formas. Não está
compreendido nesta licença a transferência de qualquer direito, propriedade,
título ou interesse sobre o programa objeto da mesma, inclusive qualquer
patente, pedido de patente, segredo comercial ou industrial, marca ou direito
autoral.
RESTRIÇÕES LEGAIS
É vedada a comercialização, cessão, modificação, reprodução ou cópia, a
terceiros, do programa objeto desta licença. É proibida qualquer ação de
engenharia reversa que vise descompilar o programa ou burlar de qualquer
maneira as proteções a ele aplicadas. É permitida apenas a inclusão de
atualizações e correções ao programa protegido, desde que estas sejam as
fornecidas pela CARDIO SISTEMAS COML. INDL. LTDA.
Cardio Sistemas Coml. Indl. Ltda.
Av. Paulista, 509 – Andar 1, Andar 2 - Conj. 201, 212 - 214
01311-910 Bela Vista São Paulo SP
BRASIL
Sistema CardioNet Client®
COMENTÁRIOS
Como parte de nosso contínuo esforço para melhorar nossos produtos e
documentação, a Cardios o convida a compartilhar conosco seus
comentários. Se houver alguma sugestão ou crítica, se desejar notificar-nos
a respeito de alguma imprecisão ou impropriedade, favor encaminhar-nos
seus comentários. Sua colaboração será apreciada.
Cardio Sistemas Coml. Indl. Ltda.
Av. Paulista, 509 – Andar 1, Andar 2 - Conj. 201, 212 - 214
01311-910 Bela Vista São Paulo SP

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

7
CardioNet Client

Tel. Geral: (11) 3883-3000


SSC - Serviço de Suporte ao Cliente: (11) 3883-3010
FAX: (11) 3883-3060
ssc@cardios.com.br

www.cardios.com.br

BRASIL

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

8
CAPÍTULO 1 INTRODUÇÂO AO CARDIONET CLIENT

1.2 SOBRE ESTE MANUAL

1.2.1 Legendas utilizadas neste manual

A seguir a descrição das legendas e símbolos utilizadas neste manual:

Advertências, Precauções & Notificações

Material Reciclável

Frágil
O conteúdo da embalagem de transporte é frágil, assim ela deve
ser manuseada com cuidado.

Este Lado para Cima


Indica a posição correta para embalagem de transporte.

Não Molhe
A embalagem de transporte deve ser mantida longe da água.

Limites de Temperaturas
Indica o limite de temperatura na qual a embalagem de transporte
pode ser armazenada ou manuseada.
Limite Máximo
Indica o limite máximo na qual a embalagem de transporte pode
ser armazenada ou manuseada.
Consultar o Manual
Adverte o leitor a consultar as instruções de uso para informações
necessárias à utilização apropriada do produto.

1.2.2 Conteúdo

Este manual cobre as características do sistema CardioNet® Client em seu


estado de evolução na data da revisão do manual. Algumas das
características aqui descritas podem ser alteradas sem aviso prévio aos
usuários. Se seu sistema não possui alguma das facilidades descritas

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

9
CardioNet Client

neste manual, entre em contato com a Cardios ou com o seu representante


local para obter informações sobre software opcional ou “upgrades” de
sistema.

1.2.3 Convenções

Este manual pretende trazer as informações necessárias, numa linguagem


simples e direta. Para tanto, algumas convenções foram adotadas.
Os capítulos descrevem as operações por categoria, acompanhando passo
a passo a criação de exames, a aquisição de dados, a análise e a
elaboração e impressão de relatórios, seguindo a sequência natural de
trabalho no dia-a-dia.
A maioria dos comandos é acessível tanto através do mouse como do
teclado, sendo que o manual aborda ambos os métodos. Comandos ou
itens de menu aparecem mencionados entre colchetes e em negrito, como
por exemplo; “...pressione a tecla [Enter] ...” ou “...selecione no menu a
opção [Dados] e clique sobre [Importar]...”.

1.2.4 Abrangência e Propósito

Este manual se destina a prover informações e referências necessárias


sobre a interface do software CardioNet® Client, suas principais funções e
características aos usuários. Este manual abrange os aspectos gerais de
operação da interface e é um guia para as funções do sistema.

A Cardio Sistemas ou seus representantes não são responsáveis


por erros causados devido a mau uso ou falta de conhecimento do
operador do sistema. É responsabilidade do proprietário da licença
cuidar para que os usuários sejam capacitados e treinados, tanto
na operação do software quanto na operação dos equipamentos em
que o mesmo é utilizado e que o software ou o equipamento não
sejam utilizados para outros fins que não aquele para os quais se
destina.

O proprietário da licença deve utilizar o software e suas


atualizações disponibilizados apenas pela Cardio Sistemas ou seus
representantes. Qualquer outra forma de aquisição e suas
consequências são de responsabilidade do proprietário da licença.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

10
CAPÍTULO 1 INTRODUÇÂO AO CARDIONET CLIENT

Como qualquer outro software, o software objeto deste manual pode


ser modificado, seja para correção de erros, adaptação a novos
recursos computacionais ou melhorias nos recursos existentes. É
de responsabilidade do proprietário da licença manter o sistema
atualizado. A Cardio Sistemas ou seus representantes
disponibilizam atualizações periódicas do software e provém
suporte técnico para sua instalação. Recomenda-se ao proprietário
da licença manter contato periódico com a Cardio Sistemas ou
seus representantes a fim de verificar se há alguma atualização
disponível, caso não seja contatado. Ainda que findo o período de
garantia, existe a possibilidade de atualização através de contrato
de manutenção de software.

A Cardio Sistemas recomenda fortemente que o software seja


executado em computador com software antivírus e anti-spyware
ativos e atualizados, a fim de minimizar o risco de infecção por
vírus, spyware e outros programas não desejados.

As telas e mensagens do sistema podem variar de acordo com a


versão do sistema operacional utilizado, bem como das
configurações adotadas pelo usuário.

1.3 Aspectos gerais

O software CardioNet® Client possibilita a transmissão de exames de Holter


e MAPA gravados com o gravador digital CardioFlash®, CardioFlash+ ®,
CardioLight®, CardioLoop®, CardioSeven®, Dyna-MAPA®, Dyna-MAPA+ ® e
CardioMapa®, através da Internet a centros de análise, dispensando a
movimentação de cartões de memória entre o serviço que gera o exame e
quem o analisa. Através desse método, elimina-se o tempo necessário para
que o exame chegue até a central de análise, que recebe os dados,
processa-os e retorna o relatório também através da Internet, o qual pode
ser impresso pelo serviço solicitante.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

11
CardioNet Client

É possível assim, num mesmo dia:


- Retirar o aparelho de um paciente, após a gravação;
- Descarregar os dados no computador;
- Verificar se há sinal adequado para a análise;
- Enviar os dados para a Internet;
- Enviar um aviso via e-mail ao centro de análise de que um novo exame foi
enviado;
- Programar e instalar o aparelho no próximo paciente;
- Receber o relatório laudado do exame enviado (depende do serviço de
análises);
- Imprimir o relatório.
O centro de serviços de análise pode, de acordo com sua disponibilidade,
receber, analisar, laudar e emitir o relatório em questão de horas após a
retirada do exame do paciente. O relatório é enviado de volta através do
próprio sistema (ou através de e-mail), em formato PDF (Adobe Acrobat
Reader), e impresso pelo próprio centro gerador do exame..

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

12
CAPÍTULO 1 INTRODUÇÂO AO CARDIONET CLIENT

1.4 Leia antes de começar

CardioNet® Client
Primeiramente, parabéns! Ao adquirir o CardioNet® Client de transmissão
via Internet de exames de Holter, você está se colocando muitos passos à
frente dos serviços de Holter que ainda se utilizam do correio convencional
para enviar seus exames aos centros de análise. O Sistema CardioNet®
permite que um exame de Holter possa ser recebido pelo centro de análise
quase que imediatamente após a retirada do gravador do paciente, através
do uso da Internet. Entretanto, é necessário que alguns passos iniciais
sejam cumpridos, no sentido de preparar sua estrutura de trabalho.
O CardioNet® Client, como o nome já indica, visa primariamente a se
utilizar da Internet para trafegar arquivos de exames de Holter, os quais são
volumosos (de 12 a 15 MB em média). Assim sendo, é indispensável uma
conexão em banda larga com um provedor de Internet, sem a qual se torna
impraticável o tráfego desses arquivos.
Outro pré-requisito para o uso do CardioNet® Client é a disponibilidade de
uma área para o envio dos arquivos, que implicará no estabelecimento de
um contrato com um fornecedor de análises. Este vai lhe designar uma
conta no Sistema CardioNet® na qual os exames serão postados, cujos
dados de acesso serão necessários para configurar o software CardioNet®
Client.
Em resumo, deve-se providenciar ANTES da instalação do CardioNet®
Client:
1 - Conexão em banda-larga
2 - Os dados de sua conta no Sistema CardioNet®
3 - Os dados da conta do fornecedor de análises no Sistema CardioNet®
Sem estes três pré-requisitos, não há como se utilizar do sistema para o
envio de exames através da Internet, restringindo o seu uso somente à
programação do cartão e à transferência dos dados gravados. Esse modo
de operação, sem transmissão via Internet, pode ser utilizado em clínicas ou
centros de análise onde a instalação e retirada do gravador é efetuada em
um local distante do sistema de análises, podendo então se transferir dados
via rede local ou através de mídia removível com capacidade suficiente para
conter os exames (CD-R, CD-RW, DVD-R, DVD-RW, etc.)
Para assegurar as condições necessárias para a implementação do

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

13
CardioNet Client

sistema, siga os passos descritos no fluxo a seguir.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

14
CAPÍTULO 1 INTRODUÇÂO AO CARDIONET CLIENT

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

15
CardioNet Client

Para o uso com o CardioNet® Client, é desejável a maior


velocidade possível de “upload” de dados. Ao selecionar o provedor
de acesso e a velocidade de conexão, não basta que estes
garantam uma boa velocidade para "download" de arquivos, pois o
enfoque do sistema é exatamente o "upload" e não o "dowload" de
arquivos.

O estabelecimento da estrutura, com o cumprimento dos pré-


requisitos para a instalação, é de inteira responsabilidade do
cliente, reservando-se à Cardio Sistemas Ltda. o papel de
consultor na orientação para a instalação, configuração e
operação do sistema.
Os custos de implementação e manutenção da estrutura de
trabalho não estão inclusos na licença do software CardioNet®
Client, nem caberá à Cardio Sistemas qualquer responsabilidade
sobre a utilização do software, sobre a estrutura de trabalho ou
sua utilização.
Sem estes dois pré-requisitos, não há como se utilizar do sistema para o envio
de exames através da Internet, restringindo o seu uso somente à programação
do cartão e à transferência dos dados gravados. Esse modo de operação, sem
transmissão via Internet, pode ser utilizado em clínicas ou centros de análise
onde a instalação e retirada do gravador é efetuada em um local distante do
sistema de análises, podendo então se transferir dados via rede local ou
através de mídia removível com capacidade suficiente para conter os exames
(CD-R, CD-RW, DVD-R, DVD-RW, etc.)

O estabelecimento da estrutura, com o cumprimento dos pré-


requisitos para a instalação, é de inteira responsabilidade do
cliente, reservando-se à Cardio Sistemas Ltda. o papel de
consultor na orientação para a instalação, configuração e
operação do sistema.

Os custos de implementação e manutenção da estrutura de


trabalho não estão inclusos na licença do CardioNet® Client, nem

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

16
CAPÍTULO 1 INTRODUÇÂO AO CARDIONET CLIENT

caberá à Cardio Sistemas qualquer responsabilidade sobre a


utilização do software, sobre a estrutura de trabalho ou sua
utilização.

Passo-a-passo:

1) Selecione um serviço de conexão em banda-larga disponível em sua região e


estabeleça um contrato de conexão. Geralmente esses serviços são
disponibilizados pelas operadoras de telefonia, pelas operadoras de TV a cabo
ou mesmo via rádio.

A capacidade da conexão deve ser escolhida de acordo com a sua


necessidade. Tenha em mente que um exame, numa conexão de 256 Kbps,
leva em média 15 a 20 minutos para ser enviado criptografado através
do endereço HTTPS.

Ao selecionar o provedor de acesso e a velocidade de conexão


em banda-larga para o CardioNet® Client não basta que estes
garantam uma boa velocidade para download de arquivos,
assegure-se que tenha a melhor velocidade para download e
upload de arquivos.

2) Obtenha os dados de sua conta no Sistema CardioNet®, entre em contato


com o suporte técnico da Cardio Sistemas para obter orientação.

A Cardios, no intuito de facilitar aos clientes o estabelecimento


da estrutura de trabalho, disponibiliza o Sistema CardioNet®, isto
é, serviços de “hospedagem de exames” em área a ser acessada
via HTTPS. Para saber mais sobre esses serviços, entre em
contato com a área comercial da Cardios, através de e-mail
(vendas@cardios.com.br), de FAX (11- 3883-3060) ou pelo
telefone (11 - 3883-3030) e solicite informações.

3) Para instalar o software no computador que será usado com o Sistema


CardioNet® siga as orientações de instalação do CardioNet® Client, disponível

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

17
CardioNet Client

no apendice deste manual, ou entre em contato com o suporte técnico da Cardio


Sistemas para obter orientação.

A Cardio Sistemas ou seus representantes não são responsáveis


por erros causados por mau uso ou falta de conhecimento do
operador do sistema. É responsabilidade do proprietário da licença
cuidar para que os usuários sejam capacitados e treinados.

O proprietário da licença deve utilizar somente o CardioNet® Client


e suas atualizações disponibilizados pela Cardio Sistemas ou seus
representantes. Qualquer outra forma de aquisição e suas
consequências são de responsabilidade do proprietário da licença.

4) Configurar o software com os dados de sua conta no Sistema CardioNet®,


entre em contato com o suporte técnico da Cardio Sistemas para obter
orientação.

Como qualquer outro software, o CardioNet® Client pode ser


modificado, seja para correção de problemas, adaptação a novos
recursos computacionais ou melhorias. É de responsabilidade do
proprietário da licença manter o sistema atualizado. A Cardio
Sistemas ou seus representantes disponibilizam atualizações
periódicas do software e provém suporte técnico para sua
instalação. Recomenda-se ao proprietário da licença manter contato
periódico com a Cardio Sistemas ou seus representantes a fim de
verificar se há alguma atualização disponível, caso não seja
contatado.

A Cardio Sistemas recomenda fortemente que o CardioNet® Client


seja executado em computador com software antivírus ativo e
atualizado.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

18
CAPÍTULO 1 INTRODUÇÂO AO CARDIONET CLIENT

1.5 INICIALIZANDO O SISTEMA

Para inicializar o CardioNet® Client a partir da área de trabalho clássica do


Windows 8.1, clique sobre o botão [Iniciar] na barra de tarefas do Windows.
Em seguida, localize no menu a opção [Todos os Programas] e dentro
desta o grupo [Cardios].

Dentro do grupo [Cardios], clique sobre o ícone [CardioNet] e o programa


será iniciado.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

19
CardioNet Client

Para executar o programa CardioNet® Client é necessário que o


GCE esteja configurado. Para configurá-lo vá até o Capitulo
“Configurando o GCE” e siga as instruções de configuração.

Para sistemas operacionais Windows Vista e superior é possível acessar


rapidamente o CardioNet® Client, pois o mesmo tem recursos adicionais
que não se encontram nas versões anteriores.
Esse recurso adiciona um atalho no menu iniciar, ou na área de trabalho,
para os programas que você usa com maior frequência. Uma vez executado
o CardioNet® Client este estará no menu iniciar (se disponível), facilitando
assim a próxima execução do programa.
Para executar o CardioNet® Client a partir da área de trabalho clássica do
Windows 8.1, basta clicar no ícone como mostra a figura a seguir

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

20
CAPÍTULO 1 INTRODUÇÂO AO CARDIONET CLIENT

(exemplo).

Momentos após a seleção do programa CardioNet® Client, o sistema


exibirá uma tela de abertura e será carregado. Nesta tela, pode-se notar no
lado inferior direito o número da versão do software. Na necessidade de
contatar o suporte técnico, é comum o analista lhe solicitar essa
informação, para facilitar o atendimento.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

21
CardioNet Client

Alguns instantes após, a tela principal do programa será exibida, conforme


visto abaixo:

Ao executar o programa pela primeira vez, a janela “Configuração do

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

22
CAPÍTULO 1 INTRODUÇÂO AO CARDIONET CLIENT

CardioNet” será exibida, clique em [Cancelar], pois iremos configurá-lo nos


próximos capítulos.

1.5.1 DESCRIÇÃO DAS ÁREAS DAS TELAS

A tela principal é composta de várias áreas, cada qual com sua função
específica, conforme descrevemos a seguir:

1.5.1.1 Menu Principal

Localizado na parte superior da janela de trabalho, permite-nos comandar o


sistema nas operações específicas com arquivos, configuração, visualização
de componentes e sistema de ajuda on-line.

1.5.1.2 Barra de Ferramentas

Funciona como um atalho para se ativar as operações mais comuns do


sistema, contendo um ícone para acesso direto a cada uma delas.

Descrevemos aqui as funções de cada ícone:

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

23
CardioNet Client

Preparar para gravação - usado para programar um novo


exame no Gravador Digital de Holter.

Transferir uma gravação do dispositivo - usado para adquirir


dados gravados com o Gravador de Holter.

Configura o CardioNet - usado para acessar as configurações


gerais do sistema.

Ficha do Médico - usado para entrar com as informações de


seu serviço de Holter no sistema.

Imprimir Diário de Paciente - imprime o formulário diário de


paciente.

Envia Exame por E-mail - usado para mandar um arquivo de


exame anexado a uma mensagem de correio eletrônico.

Help - acesso ao arquivo de ajuda on-line do sistema.

O que é isto - ajuda sobre um tópico específico.

1.5.1.3 Janela de Menus

Permite a navegação entre as telas principal, da rede local e da tela de envio


de exames via Internet. Clicando-se sobre cada um dos ícones, acessa-se a
tela correspondente.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

24
CAPÍTULO 1 INTRODUÇÂO AO CARDIONET CLIENT

Geral: É a tela inicial do sistema, onde temos a


visualização das áreas locais de gravações (exames) e
relatórios.

Gravações para Envio: Área do gerenciador de exames.


Nesta tela controlamos a pasta local de exames, que
pode conter tanto as gravações já enviadas quanto as que
ainda estão para envio.

Relatórios - Rede Local: Nesta tela podemos gerenciar


o tráfego de relatórios pela rede interna (rede local) da
clínica ou serviço.

Relatórios - Internet: Aqui gerenciamos o recebimento


de relatórios através da Internet.

Cada janela selecionada (conforme comentado no item anterior), terá um


formato específico, porém sua função básica é listar os arquivos de exame e
relatórios presentes no sistema. Há duas áreas de exibição, sendo que a
parte superior da janela gerencia os exames e a inferior os relatórios. O
formato de exibição das informações pode ser configurado de duas
maneiras:
Exibição em formato de ícones: o sistema mostra um ícone correspondente
ao tipo de exame.

Exame gravado com o CardioFlash® - representado pelo


CardioFlash®

Exame gravado com o CardioFlash+ ® - representado pelo


CardioFlash+ ®

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

25
CardioNet Client

Exame gravado com o CardioLight® - representado pelo


próprio aparelho CardioLight®

Exame de M.A.P.A. gravado com o monitor de pressão


DynaMAPA® / DynaMAPA+ ®/ CardioMapa® - representado
pelo próprio aparelho DynaMAPA®

Exame de Holter gravado com o gravador CardioMapa®

Para verificá-las por completo, clique uma vez sobre o ícone correspondente
e será possível visualizar o nome completo do paciente e a data do exame.

Exibição em formato de lista: o sistema mostra uma lista detalhada dos


dados de cada exame, acrescentando uma marca colorida aos exames já
enviados.

As informações de cada exame estão inicialmente “truncadas”.

1.5.1.4 Janela de Exames

É a janela superior da área de trabalho, onde se tem uma visão dos exames
que se encontram no computador.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

26
CAPÍTULO 1 INTRODUÇÂO AO CARDIONET CLIENT

Na área inferior da janela principal, há ainda um botão para se


excluir exames que estejam selecionados, na pasta atual. Muito
cuidado com este controle, pois exames deletados do sistema
não podem mais ser recuperados.

Inicialmente, a janela de exames deverá estar vazia, até que se descarregue


no sistema algum exame realizado.

1.5.1.5 Janela de Relatórios

É a janela que se encontra na parte inferior da tela, onde se visualiza os


relatórios que tenham sido recebidos pelo sistema.

Na área inferior da janela principal, há ainda um botão para se


excluir exames que estejam selecionados, na pasta atual. Muito
cuidado com este controle, pois exames deletados do sistema
não podem mais ser recuperados.

Nestas duas áreas podemos gerenciar o tráfego de exames e relatórios


entre o serviço que gera o exame e o que o analisa.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

27
CardioNet Client

Em ambas as janelas, podemos selecionar a visualização em ícones ou em


formato de lista, facilitando a visualização dos exames. Clique com o botão
direito do mouse sobre uma das janelas e selecione [Alterar exibição].

1.5.1.6 Estatísticas - Janela Principal

Na área inferior da janela principal, sob a área de trabalho, existe uma janela
de estatísticas do sistema, que nos mostra alguns dados úteis:

A indicação do número de exames ou do número de relatórios


encontrados refere-se à pasta que no momento estiver focalizada
pelo sistema. Se o sistema estiver visualizando qualquer outra
pasta que não a padrão e nesta forem encontrados exames ou
relatórios, o número indicado será o da pasta que no momento
está sendo “focalizada” pelo sistema.

Total de relatórios na pasta: Indica o número de relatórios encontrados na


pasta padrão de relatórios.
Espaço livre disponível: Informa o quanto resta de espaço em disco (em
megabytes ou gigabytes).
Total de Exames na pasta: Informa o número de exames encontrados na
pasta-padrão de exames.

1.5.1.7 Outras Informações

Nas janelas de Rede Local e Internet, outras informações e controles


estarão disponíveis na área inferior da tela, sob a lista de pacientes. Estas
informações e controles estão descritos nas seções de Envio de Exames,
deste manual.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

28
CAPÍTULO 2 CONFIGURANDO SISTEMA

2 CAPÍTULO 2 CONFIGURANDO SISTEMA

Antes de se iniciar a utilização do sistema, é necessário configurar as


informações de seu serviço de exames e os parâmetros para o envio e
armazenagem de arquivos.
Seu CardioNet® Client deve ser preparado para trabalhar com os exames e
relatórios de maneira adequada. Para configurar o sistema, usaremos
comandos no menu principal do sistema, botões disponíveis na barra de
ferramentas ou atalhos de teclado. Praticamente todo comando do sistema
é acessível através destes três métodos.
Iniciaremos nas próximas seções as configurações necessárias para o
funcionamento adequado do sistema CardioNet® Client.

2.1 CONFIGURAÇÃO DO(S) MÉDICO(S) SOLICITANTE(S)

Para o CardioNet® Client, Médico Solicitante é o médico que gera o


exame, podendo ser alguém externo ao serviço (que encaminhou um
paciente para o exame) ou alguém do próprio serviço. O CardioNet® Client
pode catalogar um ou vários médicos solicitantes, cujos dados são
armazenados numa lista. Para configurar os dados, selecione no menu
principal o item [Configurações] e clique sobre a opção [Ficha do
Médico Solicitante].

Note na figura acima que há uma indicação do atalho de teclado que


aciona esse comando diretamente. No caso observado, a combinação de
teclas [Ctrl]+[D] ativa a janela de configuração.
De maneira análoga, podemos ativar a mesma janela de configuração
clicando sobre o ícone correspondente, conforme vemos na figura a seguir.

A ativação do comando abrirá a janela de “Lista de Médicos

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

29
CardioNet Client

Solicitantes”, esta janela inicialmente encontra-se vazia, pois não existe


nenhum cadastro de médico solicitante na base de dados do CardioNet®
Client.
Esta janela irá gerenciar todos os médicos solicitantes cadastrados no
sistema, conforme estes forem cadastrados. A janela exibirá uma lista com
os dados dos médicos facilitando assim a seleção e edição destes.

Note que nesta janela encontram-se vários comandos, mas somente três
deles estão habilitados. Para executar um destes comandos é necessário
posicionar o mouse sobre um deles.
A Lista de Médicos Solicitantes inicialmente estará vazia, sendo
necessário que se adicione ao menos um registro de médico solicitante.

Sempre que se transfere um exame, o sistema exige que se


associe a este o registro de um médico solicitante. O médico com
o status de padrão é o primeiro a ser habilitado para esta
associação.

Para tanto, clique sobre o botão [Adicionar].

Isso fará com que se abra a Ficha de Médico Solicitante onde,


obrigatoriamente devemos preencher os campos Nome, Clínica e CRM. É
recomendável que se preencha a ficha de maneira mais completa possível.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

30
CAPÍTULO 2 CONFIGURANDO SISTEMA

Após preencher a ficha, clique sobre o botão [OK].

O processo para o cadastro de cada novo médico solicitante é o mesmo,


sendo que após cadastrar o segundo médico solicitante, podemos
selecionar um deles como sendo o padrão.
Para tanto, basta selecionar o registro que se deseja (clicando sobre o
mesmo) e em seguida clicando sobre o botão [Tornar Padrão].

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

31
CardioNet Client

Além do que já foi descrito, podemos ainda efetuar outras operações na lista
de médicos solicitantes, tais como eliminar um registro (botão [Excluir]), ou
alterá-lo (botão [Propriedades]).

2.2 CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA

Após configurar a lista de médicos solicitantes, devemos configurar o


restante dos parâmetros do sistema. Para isso, clique no menu principal
sobre o item [Configuração] e selecione a opção [Configurações...].

Podemos também usar o botão correspondente na barra de ferramentas.

O sistema abrirá uma janela com diversas opções de configurações. A


primeira opção de configuração é a Configuração de Pastas, que abre
sempre por padrão, já com o item Exportação selecionado.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

32
CAPÍTULO 2 CONFIGURANDO SISTEMA

2.2.1 CONFIGURAÇÃO DE PASTAS

2.2.1.1 Pasta de Exportação

É necessário informar ao sistema qual a pasta padrão a ser usada para os


arquivos de exames que serão enviados pelo software. Antes de acessar a
configuração da Pasta de Exportação, você deve criar (usando o Explorer
do Windows) uma pasta onde serão armazenados os exames
descarregados dos gravadores e que serão “transmitidos” via Internet.
Para exemplificar, criamos uma pasta “Exames” na unidade de disco “C:\”
com duas subpastas “Exportados e Relatórios”.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

33
CardioNet Client

Agora podemos configurar a Pasta de Exportação.

Os exames também podem ser Exportados para uma pasta


compartilhada em rede, basta selecionar a pasta na rede local.

Localize na árvore de diretórios a pasta em que deseja armazenar os


arquivos de exames. Uma vez localizada, clique sobre a mesma,
selecionando-a como mostra a figura. O botão [Aplicar] será habilitado
após selecionar a pasta, clique sobre o mesmo para tornar esta pasta
padrão.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

34
CAPÍTULO 2 CONFIGURANDO SISTEMA

Há ainda, no pé da janela um contador de exames que identifica o total de


arquivos existentes na pasta selecionada para exportação.

2.2.1.2 Diretório de Rede

Nesta área podemos configurar uma pasta na rede local para onde iremos
transferir os exames que são descarregados no sistema. O CardioNet®
Client possibilita a preparação de exames numa localidade ou sala de uma
clínica ou serviço e transfere os arquivos através de uma rede local para uma
pasta compartilhada. Essa pasta poderá se localizar na máquina onde está
o sistema de análises ou onde esses arquivos podem ser coletados através
da rede.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

35
CardioNet Client

Para configurar a pasta compartilhada de uma rede, clique sobre a opção


Configuração de Pastas e depois em Diretório de Rede.

Antes de selecionar a pasta na rede, é necessário que esta esteja


compartilhada. Portanto é conveniente consultar o administrador
da rede e identificar qual será a pasta onde os exames serão
postados.

Na árvore de diretórios, selecione a pasta compartilhada.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

36
CAPÍTULO 2 CONFIGURANDO SISTEMA

Há ainda, no pé desta opção de configuração, um controle onde podemos


que, quando um exame é enviado para a pasta designada, o sistema envie
um e-mail para o endereço configurado na opção Ficha do Analista.

Estando assinalada essa opção, um e-mail será enviado ao endereço


configurado na Ficha do Analista quando se enviar um exame para a pasta
de rede local designada.

2.2.1.3 Pasta de Relatórios

A Pasta de Relatórios define o local na árvore de diretórios do computador


onde os relatórios em PDF recebidos pelo sistema serão armazenados.
Para configurá-la, é necessário que a pasta já exista previamente no
Windows.
Para configurar a pasta de relatórios, clique sobre a opção Configuração
de Pastas e depois em Relatórios.
Na árvore de diretórios selecione a Pasta de Relatórios dentro da Pasta

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

37
CardioNet Client

Exames, que neste caso foi criada para auxiliar no armazenamento de


Exames Exportados e os Relatórios gerados.

Há um contador na parte inferior da guia, que mostra o total de relatórios


existentes dentro da pasta selecionada, como mostra a figura a seguir.
Neste caso em particular o número de exames é zero.

2.2.2 CONEXÃO INTERNET

É talvez a mais importante área da configuração, onde os dados são


designados pelo prestador de serviços de análise.
Esta área permite a configuração de uma “carteira” de endereços na
Internet, de servidores onde os exames e relatórios serão armazenados (ou
“hospedados”) até o momento em que o serviço de análises efetuará o
“download” destes no sistema.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

38
CAPÍTULO 2 CONFIGURANDO SISTEMA

Um endereço de Internet deve ser configurado, para que o sistema possa


receber e enviar arquivos. Para configurar um endereço de Internet, clique
sobre o
botão [Catálogo...], que abrirá o gerenciador de endereços Internet.

Inicialmente, o sistema mostrará uma janela vazia.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

39
CardioNet Client

Para iniciar o cadastramento de endereços da Internet, clique sobre o botão


[Adicionar...].

O sistema mostrará uma janela onde entraremos com as informações


relativas à conta que está sendo configurada.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

40
CAPÍTULO 2 CONFIGURANDO SISTEMA

O primeiro campo do formulário corresponde ao nome pelo qual a conexão


será identificada. Deve ser um nome através do qual se identifique
facilmente a conexão.

Servidor: Nome DNS do servidor a ser utilizado para enviar os exames. O


valor default é https://cardionet.cardios.com.br
Caminho: É a pasta física onde serão depositados os exames no servidor.
Script: Pasta no servidor onde se localiza o script PHP. O valor default é /
cnet/bin/

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

41
CardioNet Client

Conta: O serviço de análises vai lhe designar um nome para acesso


(também chamado de “login”), que deve ser configurado nessa área.

Senha: As contas são protegidas por senha. O serviço de análises deverá


lhe designar uma senha de acesso, que será configurada aqui.

E-mail: Associa uma conta de e-mail ao endereço da Internet configurado.


Esse endereço pode ser usado pelo sistema para envio automático de
mensagens.

Notificação: Quando habilitado, o sistema envia um e-mail


automaticamente, notificando a transferência de um arquivo para a área de
Internet.

O endereço de e-mail para o qual a notificação será enviada pode ser o


mesmo da conta HTTPS configurada, conforme visto na figura anterior, ou
então o endereço configurado na Ficha do Analista.
Há ainda um campo de observações que pode ser preenchido com
informações referentes ao endereço de Internet que se está configurando.

Para finalizar a configuração da conta, clique sobre o botão [OK].

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

42
CAPÍTULO 2 CONFIGURANDO SISTEMA

É imprescindível que todos os campos sejam preenchidos


corretamente para o bom funcionamento da nova conta.

O endereço configurado passa a fazer parte de um cadastro.

Podemos gerenciar esse cadastro usando os controles que estão na lateral


direita da janela, conforme descrito a seguir:

Propriedades: Este botão comanda a janela de


edição de informações da conexão da internet. Ao
acioná-lo, a janela de informações será exibida,
permitindo-se a alteração de dados referentes à
conexão.
Remover: Este controle deleta as informações da
conta que estiver selecionada no momento em que
for acionado. Uma janela de confirmação é exibida,
solicitando que se confirme explicitamente a
eliminação do registro.
Tornar Padrão: Quando se tem várias contas
configuradas no sistema, uma delas deve ser
selecionada como padrão. A qual inicialmente estará
disponível no controle de conexão (conforme
veremos oportunamente). Para tornar uma conta
padrão, selecione o registro desejado e clique sobre

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

43
CardioNet Client

o controle tornar padrão.


Reverter: Este é um controle bastante útil, que
permite que se desfaça a última alteração efetuada
no cadastro de conexões de Internet.
NOTA: O comando somente desfaz a última
alteração efetuada. Caso mais de uma alteração
tenha sido feita, as anteriores serão perdidas.
Fechar: Este comando encerra o gerenciador de
contas para as conexões de internet, retornando à
janela inicial de configurações.

Após criar as conexões de internet (contas) vimos anteriormente que uma


dessas contas será a Padrão. É possível realizar uma avaliação da taxa de
Download e Upload através do recurso “Avaliação da Conexão”.

Clique no botão [Iniciar] para verificar o estado da usa conta Padrão.

2.2.3 HISTÓRICO DE INTERNET

Esta seção permite que se configurem os arquivos de “log” de atividades,


sendo extremamente útil para o suporte técnico no diagnóstico de
problemas inerentes à conexão de internet.
É possível configurar dois tipos de histórico:
- Histórico de Eventos, e
- Histórico de Internet.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

44
CAPÍTULO 2 CONFIGURANDO SISTEMA

A configuração do Histórico de Eventos é acumulativa, mas com formas


diferentes de gravar o arquivo de log. Podemos gravar as informações do log
em arquivos separados por data ou realizar a gravação no mesmo arquivo.
Para isso deve-se escolher uma das opções apresentadas na
Configuração do Histórico de Eventos.

Já na Configuração do Histórico de Internet o arquivo de log do histórico


pode ser acumulado ou sobrescrito.
Preferencialmente, devemos manter a configuração em “Sempre acumular
histórico de eventos de internet”, o que permite que, em caso de problemas,
tenhamos uma lista de todas as operações efetuadas.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

45
CardioNet Client

Embora esta configuração implique em ter um arquivo de histórico


crescente, podemos facilmente diagnosticar problemas operacionais através
desse histórico arquivado.
Lembre-se de que as configurações aplicadas acima somente terão efeito
se o sistema CardioNet® Client for reinicializado.

Ainda nessa janela, temos uma configuração de endereço de e-mail para


suporte técnico, para preencher este campo é necessário entrar em contato
com o administrador do serviço de análises, então o botão [Enviar por e-
mail] pode ser pressionado.

O recurso de enviar o histórico por e-mail só deverá ser usado


mediante a solicitação do suporte técnico.

Ao se pressionar o botão, o arquivo do histórico de internet será anexado a


uma mensagem e enviado ao endereço configurado, permitindo que o
suporte técnico estude esse arquivo para resolver eventuais problemas de
conexão ou operação do sistema.

2.2.4 FICHA DO ANALISTA

Ao configurar o CardioNet® Client, o serviço de análises que receberá os


exames já deve ter sido definido. Para configurar os dados do serviço de
análises, selecione a opção Ficha do Analista.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

46
CAPÍTULO 2 CONFIGURANDO SISTEMA

Os dados para preencher todos os campos da Ficha do


Analista são fornecidos pelo administrador do serviço de
análises, portanto antes de configurar os campos entre em
contato e solicite todas as informações possíveis.

A configuração destes dados define o serviço para o qual os exames serão


encaminhados. Preencha a ficha da maneira a mais completa possível. É
importante se preencher o campo E-mail do serviço de análises, pois
sempre que um exame for enviado, o sistema enviará um e-mail de aviso
para o endereço especificado nesse campo.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

47
CardioNet Client

2.2.5 DIÁRIO DE PACIENTE

Nesta versão o CardioNet® Client passa a oferecer suporte ao Diário de


Paciente, permitindo que se digite numa área específica, as atividades e os
sintomas relatados pelo paciente em seu diário de exame.
Na opção de configuração do Diário de Paciente, temos os recursos
necessários para gerenciar um cadastro de atividades e outro de sintomas,
com controles para inserir, excluir ou modificar qualquer um dos registros
das listas.

Inserindo, Editando e Excluindo registros:


Para inserir, editar ou excluir uma atividade no cadastro, clique sobre os
botões correspondentes, na parte superior da janela.

Na inserção o sistema adicionará, na janela do cadastro, uma linha já


selecionada, contendo o texto “Digite aqui uma nova atividade”. Basta
digitar, então, o texto desejado e este passará a fazer parte do cadastro.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

48
CAPÍTULO 2 CONFIGURANDO SISTEMA

Pode-se ainda ativar a inserção de um registro clicando-se com o botão


direito do mouse sobre a área vazia da tela e selecionando-se a opção
[Adicionar].

Caso deseje modificar um registro do cadastro, selecione o registro


desejado e clique sobre o botão correspondente, ou clique com o botão
direito do mouse.

Através do botão direito do mouse, temos acesso ás opções vistas na figura


a seguir:

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

49
CardioNet Client

Para se excluir uma atividade ou sintoma das listas, procede-se de maneira


análoga, selecionando-se o registro desejado e clicando-se sobre o botão de
[Exclusão] ou através do botão direito do mouse, selecionando [Remover].

2.2.6 CONFIGURAÇÕES GERAIS

Ao selecionar a opção Configurações Gerais é aberta a seguinte janela,


como mostrado:

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

50
CAPÍTULO 2 CONFIGURANDO SISTEMA

2.2.7 EDITAR CABEÇALHO

O editor de cabeçalho permite definir os dados e o logotipo da clínica ou do


consultório médico que serão impressos no cabeçalho do diário de paciente,
definindo assim um padrão de impressão para este documento.
Selecione Editar Cabeçalho para inserir o texto de cabeçalho e o logotipo
como mostra a figura a seguir.

O editor de cabeçalho vem com os dados da Cardio Sistemas como padrão


para exemplificar como inserir o texto de cabeçalho. Para alterá-lo basta
selecionar as linhas e inserir o novo texto.

Para alterar o logotipo clique com o mouse sobre a figura e selecione a nova

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

51
CardioNet Client

imagem que fará parte do cabeçalho. Lembre-se de que a imagem a ser


usada no logotipo deverá estar no seguinte formato: BMP ou JPG. A opção
[Sem logotipo] exclui o logo na impressão do diário de paciente.

A figura a seguir mostra como será impresso um diário de paciente com


todos os dados do cabeçalho e o logotipo da clínica ou consultório médico.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

52
CAPÍTULO 3 PREPARANDO UMA GRAVAÇÃO

3 CAPÍTULO 3 PREPARANDO UMA GRAVAÇÃO

3.1 CRIANDO UM EXAME PARA O


CARDIOFLASH®/CARDIOFLASH+® OU CARDIOLIGHT®

Quando se utiliza um gravador digital para gravar um exame de Holter a ser


transmitido com o CardioNet® Client, deve-se primeiramente preparar o
aparelho que efetuará a gravação (seja ele um CardioFlash® da primeira
geração, um CardioFlash+ ®, um CardioLight® ou qualquer outro coletor de
dados digital).
Para tanto, deve-se selecionar no menu principal a opção [Arquivo],
selecionando-se em seguida a opção [Criar novo exame]. Isso também
pode ser feito através da combinação das teclas [Ctrl]+[N].

Se desejar, poderá utilizar a barra de ferramentas do CardioNet® Client,


basta apenas um clique do mouse para acionar [Criar novo exames].

O sistema mostrará então uma janela, onde devemos selecionar o


dispositivo de gravação a ser utilizado.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

53
CardioNet Client

Atualmente, o CardioNet® Client suporta exames gravados com os


gravadores digitais CardioFlash®, CardioFlash+ ®, CardioLight®,
CardioLoop®, CardioSeven®, Dyna-MAPA®, Dyna-MAPA+ ® e
®
CardioMapa .
No caso de exames realizados com os gravadores digitais, é imprescindível
que se programe o aparelho para o exame a ser realizado, antes de se
instalar o gravador no paciente. Isso faz com que o sistema insira no cartão
de memória do gravador a identificação do paciente a ser examinado. Deste
modo, garante-se que um exame de um determinado paciente não seja
transferido como se fosse de outro, inadvertidamente.
Ao selecionar um dispositivo digital de gravação, o sistema irá
automaticamente procurar pela presença da leitora digital e de um cartão de
memória conectado a esta (caso o gravador utilize esse método).
Caso não encontre, o sistema exibirá uma tela de mensagem orientando-o a
colocar o cartão na leitora.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

54
CAPÍTULO 3 PREPARANDO UMA GRAVAÇÃO

Uma vez localizado o cartão, o passo seguinte é definir a configuração do


número de canais do exame a ser criado.

No CardioFlash® não havia o recurso do relógio interno, agora


presente no CardioFlash+ ® e CardioLight®. Entretanto, o
horário utilizado para o ajuste do relógio interno é determinado
pela hora do microcomputador que o está programando. Verifique
sempre se o horário de seu computador está correto, antes de
selecionar a opção de ajusta a hora.

Quando o dispositivo selecionado é o CardioFlash® da primeira geração, a


opção “Holter de 3 canais e ajusta a Hora” não tem qualquer efeito sobre
o horário da gravação, pois essa versão do CardioFlash® não possui relógio
embarcado.
Já para o CardioFlash+ ® e CardioLight® essa opção permite ajustar o
relógio interno do gravador, de acordo com o horário do computador que está
preparando o exame.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

55
CardioNet Client

Na parte inferior da janela, observamos algumas informações relativas à


configuração do exame.

Conhecer o horário de início do exame é fundamental para a


análise.

O próximo passo é o preenchimento dos dados do paciente, que serão


digitados numa tela como a que se segue. Procure preencher os dados da

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

56
CAPÍTULO 3 PREPARANDO UMA GRAVAÇÃO

maneira mais completa possível. Isso auxilia muito o médico analista.


Minimamente, deve-se preencher o nome e o sobrenome do paciente.
Informações sem as quais o sistema não prossegue na criação do exame.

Após o preenchimento desses dados, clique sobre o botão [Concluir]. O


sistema o avisará que os dados contidos no cartão serão apagados e pedirá
uma confirmação para continuar.
Clique sobre o botão [Sim] se realmente deseja criar um novo exame e
aguarde a preparação do cartão conforme a figura.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

57
CardioNet Client

Se você selecionou a opção de ajustar hora, o sistema emitirá um aviso de


que é necessário se iniciar o exame dentro de no máximo 3 minutos. Isso
vai garantir que não haverá defasagem significativa entre a hora programada
no cartão e o horário real.

Pressione o botão [OK] para continuar.

Logo a seguir o sistema notificará sobre a impressão do Diário de Paciente.


Clique em [Sim] para imprimir e em [Não] para ignorar.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

58
CAPÍTULO 3 PREPARANDO UMA GRAVAÇÃO

O sucesso do exame depende essencialmente da qualidade da


instalação dos eletrodos no paciente e da compreensão do mesmo
quanto à operação do aparelho e ao comportamento a ser adotado
durante o exame.

O sistema então gravará os dados do exame preparado no dispositivo.


Instale o aparelho no paciente e instrua-o sobre como se comportar durante
o exame e como operar o botão de eventos (se for o caso). Para maiores
detalhes, consulte o manual de operação do gravador digital.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

59
CardioNet Client

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

60
CAPÍTULO 4 AQUISIÇÃO DE DADOS

4 CAPÍTULO 4 AQUISIÇÃO DE DADOS

4.1 ADQUIRINDO DADOS DE UMA GRAVAÇÃO DIGITAL

Após a gravação de um exame, é necessário transferir os dados gravados


no cartão para o sistema. Para isso, clique sobre o ícone correspondente na
barra de ferramentas do sistema.

Você pode também acionar a transferência de dados através do menu


[Arquivos], selecionando o item [Transferir Gravação]. Uma tela de
seleção do dispositivo de gravação será exibida. Selecione o tipo de
dispositivo que gravou o exame.

É necessário que o cartão ou o aparelho estejam conectados. No


caso dos gravadores digitais os cartões deverão estar
conectados na leitora digital. Só então podemos iniciar o
processo de aquisição de dados.

Após ter selecionado o dispositivo, clique em [OK] para que o sistema


verifique o conteúdo do cartão, este exibirá uma janela confirmando as
informações contidas no cartão, como por exemplo, o nome do paciente, o
computador onde este cartão foi preparado, etc.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

61
CardioNet Client

Esta janela poderá ter vários status diferentes, dependendo do conteúdo do


cartão digital.
Se o status apresentado estiver conforme o esperado, basta clicar no botão
[Avançar] para continuar a aquisição de dados do cartão, caso contrário
basta clicar sobre o botão [Cancelar] para descartar o processo de
aquisição de dados.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

62
CAPÍTULO 4 AQUISIÇÃO DE DADOS

NOTA: Caso o cartão inserido no sistema possua dados de alguma


maneira diferente da esperada, o sistema mostrará uma tela de aviso
(Tabela Comparativa), comparando os dados do cartão com os do sistema.

Analise as informações apresentadas e tome as ações corretivas, se


necessário. Tecle [Avançar>] para a ficha do paciente ser exibida.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

63
CardioNet Client

Observe que os campos de dados do paciente estão em cinza, inacessíveis


para a edição. Caso necessite alterar qualquer informação sobre o paciente,
clique em [Editar dados do Paciente].

O sistema habilitará a edição dos campos de informação do paciente. Digite


os dados corretos nos campos que deseja alterar ou completar.
Ao terminar as modificações necessárias nos campos do paciente, clique
sobre o botão [Avançar].

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

64
CAPÍTULO 4 AQUISIÇÃO DE DADOS

A tela seguinte mostra os dados do médico solicitante e do serviço de


análises para o qual o exame será enviado.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

65
CardioNet Client

Os dados do médico analista NÃO PODEM SER ALTERADOS.

Os dados do médico solicitante podem ser alterados, mediante a seleção


na base de dados. Veja o exemplo abaixo.

Você pode, neste ponto, alterar os dados da identificação do exame,

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

66
CAPÍTULO 4 AQUISIÇÃO DE DADOS

bastando para isso digitar os novos dados sobre os antigos nos espaços
correspondentes.

Se tudo estiver correto, clique no botão [Avançar].


O sistema vai mostrar uma prévia do sinal da gravação, para que você
verifique se há sinal de ECG válido no cartão.

Verifique se o sinal de ECG está adequado ou não, pois caso


não haja sinal analisável, será necessário repetir o exame. É
conveniente que se faça essa verificação ANTES de dispensar o
paciente e, caso seja necessário um novo exame, já aproveitar a
ocasião para remarcar.

Você pode mudar a densidade de exibição do traçado, clicando sobre o

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

67
CardioNet Client

ícone com a pequena lente de aumento.

Botão Zoom

Isso fará com que a visualização do sinal seja feita em “Zoom”.

Você pode exibir o final da gravação (clicando sobre o ícone


correspondente).

Botão “Final da Gravação”

Se houver sinal gravado e este estiver adequado, clique sobre o botão


[Concluir] e o sistema fará a transferência dos dados do cartão para o
computador. Uma barra de progresso mostrará o andamento da operação.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

68
CAPÍTULO 4 AQUISIÇÃO DE DADOS

Logo após a transferência de dados do cartão de memória para o PC, o


sistema lhe mostrará uma tela oferecendo a possibilidade de se preencher o
diário do paciente. Caso deseje fazê-lo, leia a seção correspondente ao
item Diário do Paciente.

4.2 DIÁRIO DO PACIENTE

Esta versão do CardioNet® Client permite a criação de um diário do


paciente que pode ser preenchido logo imediatamente após a transferência
dos dados do exame ou posteriormente.
Para se acessar o editor do diário do paciente, selecione qualquer tela onde
se visualize a área local de exames.

Clique com o botão direito do mouse sobre o exame para o qual deseja
entrar com os dados do diário. Um menu será exibido.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

69
CardioNet Client

Selecione a opção [Diário do Paciente]. Uma janela se abrirá.

Nessa janela, o horário de início da gravação já vem preenchido com o


horário do arquivo de exame.
Esse diário é uma espécie de planilha, com áreas pré-definidas para a
digitação de horários, descrição de atividades e de sintomas. Os dados de
identificação do exame, contendo o nome do paciente, a identificação do
arquivo de exame, a hora de início e a data são obtidos diretamente do
arquivo de dados de ECG, sendo que não se pode alterá-los. Portanto é
importante que se registre corretamente esses dados na criação do
exame.
Logo abaixo, temos a primeira célula do diário previamente preenchida,
contendo o horário de início da gravação. Para acessar as outras células,
podemos “navegar” pelo diário com a tecla [Tab] para avançar para a
próxima célula ou com a combinação [Shift]+[Tab] para retroceder à célula

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

70
CAPÍTULO 4 AQUISIÇÃO DE DADOS

anterior. Com o mouse, podemos apontar para qualquer célula disponível na


planilha.
Para inserir texto ou horário, basta “focalizar” a célula desejada e digitar
diretamente dentro dela.
Os horários deverão ser preenchidos com 4 dígitos, sendo que os
separadores de hora e minuto são colocados automaticamente.

Note-se também que, ao preencher um sintoma (ou evento), o editor avança


automaticamente para a célula seguinte e preenche o próximo horário.

Se o preenchimento de alguma célula estiver incorreto ou não corresponder


ao desejado, basta selecionar seu conteúdo e pressionar [Delete].
Nas células correspondentes às atividades e sintomas, há listas pré-
preenchidas, que podem ser usadas para facilitar a elaboração do diário.
Basta clicar com o mouse sobre a célula, que um botão aparecerá à direita
da área de texto.
Clique sobre esse botão e uma lista de frases ou palavras será exibida.
Selecione o texto desejado localizando-o na lista e clicando sobre o
mesmo.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

71
CardioNet Client

Caso não encontre na lista o que deseja descrever, basta digitar o texto e
esse será incorporado à lista, podendo ser usado sempre que necessário.
Caso deseje deletar uma linha do diário, clique sobre a marca
correspondente ao número da linha e pressione a tecla [Delete].

O sistema pedirá uma confirmação da operação. Caso esteja seguro de que


deseja realmente efetuar a operação, clique sobre o botão [Sim].

Após terminar a edição do diário, clique sobre o botão [Salvar]. Os dados


serão armazenados juntamente com o exame e, no momento em que este
for transmitido para a rede local ou para a Internet, uma cópia do diário será
anexada ao e-mail de notificação de transmissão. Na figura abaixo vemos
um exemplo da notificação enviada.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

72
CAPÍTULO 4 AQUISIÇÃO DE DADOS

O formato final do diário, recebido pelo serviço de análise, será semelhante


ao que se vê abaixo.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

73
CardioNet Client

O correto preenchimento dos dados do diário do paciente é


fundamental para a correlação entre atividades/sintomas e
eventuais achados da análise. Sempre que possível, envie o
diário preenchido detalhadamente.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

74
CAPÍTULO 4 AQUISIÇÃO DE DADOS

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

75
CardioNet Client

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

76
CAPÍTULO 5 ENVIANDO EXAMES

5 CAPÍTULO 5 ENVIANDO EXAMES

5.1 TRABALHANDO COM OS EXAMES

Após a realização da gravação e a transferência dos dados dos exames


para a máquina, estamos prontos para enviar os exames aos serviços de
análise. Isso pode ser feito pelo CardioNet® Client de 3 maneiras distintas;
através de protocolo HTTPS (transferência via Internet), através de uma rede
local ou através de e-mail. Este último método não é usual, uma vez que
está sujeito a limitações de volume de arquivos comumente imposta pelos
provedores de Internet. É muito comum os provedores limitarem a 5 MB o
tamanho máximo de um e-mail, o que inviabiliza o uso deste método para
enviar exames, na maioria dos casos.
O CardioNet® Client possui algumas facilidades de gerenciamento de
arquivos de exames, sendo que para acessarmos os controles de envio
devemos colocar o sistema na janela de Gravações para envio, bastando
para isso clicar sobre o ícone correspondente na barra de menus do sistema
(lateral esquerda da janela principal).

O sistema abrirá a janela de gerenciamento de exames para envio, onde


temos várias informações úteis.
Na área principal da janela, temos um controle semelhante ao “Windows
Explorer”, com uma janela à esquerda contendo a visualização da árvore de
diretórios do computador, e ao seu lado, na direita, uma área de
visualização de arquivos.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

77
CardioNet Client

Na janela de arquivos, podemos usar o modo de exibição em ícones ou


detalhada, bastando clicar com o botão direito do mouse para abrir o menu
de seleção.
Aqui, vemos a janela em modo de visualização de ícones.

Se quisermos alterá-la para exibir os detalhes dos exames, devemos clicar


sobre a janela com o botão direito do mouse.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

78
CAPÍTULO 5 ENVIANDO EXAMES

No modo de visualização em ícones, temos menos informação visível para


os arquivos de exames. Posicionando-se o mouse sobre um arquivo de
exame, o sistema exibe informações extras sobre aquele arquivo (“tool
tips”).

No modo de visualização em lista, isso também é válido.

Outra característica interessante sobre o modo de visualização em lista é


que podemos alterar a ordenação ou realocar as colunas, de acordo com a
nossa conveniência.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

79
CardioNet Client

Para alterar a ordenação, basta clicar sobre o nome da coluna pela qual
desejamos ordenar a lista. Para ordenar por nome, por exemplo, devemos
clicar sobre a coluna correspondente, com vemos acima.
Observe que há uma pequena marca que indica o sentido da ordenação
(crescente ou decrescente)

Para inverter o sentido da ordenação, basta clicar novamente sobre o nome


da coluna.

Para se realocar as colunas, basta clicar sobre a coluna que se deseja


realocar e arrastá-la para a posição desejada. Abaixo, vemos um exemplo
onde a coluna “Sobrenome do Paciente” está sendo realocada para a
primeira posição na janela.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

80
CAPÍTULO 5 ENVIANDO EXAMES

Após arrastar a coluna para a posição desejada, ao se soltar o botão do


mouse esta permanece na nova posição.

As alterações efetuadas são gravadas como “preferências” de


configuração do sistema.
Para facilitar o gerenciamento dos exames, o sistema identifica os arquivos,
diferenciando os exames já transmitidos dos que ainda não foram enviados.
Exames na cor azul são aqueles que ainda não foram enviados. Os exames
já enviados são mostrados na cor preta e com uma marca de destaque.

5.2 COMPATIBILIDADE COM O DYNA-MAPA®

O CardioNet® Client gerencia também os exames exportados pelo


software Dyna-MAPA®, sendo que estes aparecem na lista de gravações
para envio destacados por um ícone específico.
Para se trabalhar com os exames de MAPA, deve-se utilizar a facilidade de
exportação de exames do software Dyna-MAPA®. Os exames devem ser
exportados para uma pasta (que pode ser a pasta-padrão), de onde podem
ser manipulados pelo CardioNet® Client.

5.3 OUTRAS APLICAÇÕES

O CardioNet® Client, além de prover os meios para se criar, descarregar e


compactar os exames, fornece a interface para o gerenciamento da
transferência de arquivos de exames de Holter e MAPA entre a unidade
geradora do exame e a unidade de análise, permitindo a criação de uma

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

81
CardioNet Client

estrutura flexível e sem limitações geográficas.


A capacidade de transferência de exames e relatórios entre localidades não
se limita ao uso através da Internet, podendo-se utilizar o CardioNet®
Client para outras situações em que a localidade de preparação de exames
seja diferente de onde se situa o sistema de análise. Seja entre
computadores situados numa mesma localidade ou entre duas (ou mais)
localidades situadas cada qual num continente diferente.
Além do envio de exames através de um dos meios descritos anteriormente,
podemos ainda usar o CardioNet® Client, por exemplo, para preparar e
descarregar exames em um computador, gravando-se posteriormente os
arquivos em alguma mídia removível (CD-R / RW, etc.). Estas mídias podem
ser enviadas para o sistema de análises, que importará e analisará os
exames.

5.4 ENVIANDO EXAMES POR HTTPS

O HTTPS é um protocolo muito utilizado na Internet para a transferência de


dados entre dispositivos de rede, sendo o método para se trabalhar com o
Sistema CardioNet® .
Para se enviar exames através do Sistema CardioNet®, acesse a janela
de “Gravações para envio”, onde se deve selecionar o(s) exame(s) que
se deseja transferir.

Em seguida, na área inferior da janela, na região correspondente à Internet,


clique sobre o botão [Conectar].

Note que o sistema alterna a conexão entre a rede local e a Internet, sendo
que quando uma está conectada, a outra está desconectada.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

82
CAPÍTULO 5 ENVIANDO EXAMES

Ao clicar sobre o botão [Conectar], na área de Internet, o sistema iniciará o


processo de conexão, exibindo na linha de status uma série de mensagens
relativas à operação em andamento.
Inicialmente, uma mensagem indica que o sistema está efetuando a
conexão com o Sistema CardioNet®.

Quando a conexão é estabelecida, a seção é classificada como “ativa” e o


sistema inicia a verificação do conteúdo da área de exames e relatórios.

O próximo passo é a montagem de uma lista dos relatórios existentes no


Sistema CardioNet® e que pertencem à identificação de exames
configurada para o CardioNet® Client.
Essa lista é sempre montada, independentemente de se estar ou não
visualizando a área de relatórios.

Em seguida, o sistema recupera as informações de identificação dos


exames que estão na área remota.

Após verificar a lista de exames e relatórios, o sistema inicia a recuperação


das informações dos relatórios presentes na área remota e que pertencem à
faixa de identificação de exames configurada para seu sistema.

Ao terminar de montar a lista e recuperar as informações, o sistema mostra


na linha de status uma mensagem advertindo que a operação está completa
e o sistema está pronto para trabalhar.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

83
CardioNet Client

A duração de cada uma dessas fases depende das condições da


conexão e do número de exames que está armazenado na área
remota.

Tendo selecionado os exames a serem transmitidos, clique então sobre o


botão [Enviar].

Nesse instante, a janela de exames assume uma cor cinza e nenhuma


outra operação poderá ser executada pelo software, até o término da
transmissão.

Durante a transmissão, o sistema mostra uma janela que indica o progresso


da operação.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

84
CAPÍTULO 5 ENVIANDO EXAMES

O tempo de transmissão depende essencialmente da velocidade


da conexão de internet utilizada e de sua estabilidade. Mesmo
conexões de internet em banda-larga podem sofrer instabilidades
e “cair” eventualmente. Nesse caso, a transmissão é
interrompida e o processo é abortado, exigindo que se efetue
novamente a transmissão.

Nestes casos, o sistema detecta que o exame selecionado já existe na


área remota e solicita uma confirmação para prosseguir com a transmissão,
sobrescrevendo o arquivo remoto.

Tipicamente, numa conexão ADSL de 256 Kb de banda, um


exame demora em torno de 15 a 20 minutos para ser transferido.
Essa velocidade depende também da qualidade do sinal do
exame, uma vez que exames ruidosos ou com muitas arritmias
tendem a ser maiores em tamanho.

Ao final da operação de transmissão, o sistema exibe uma janela indicando


o resultado da operação efetuada.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

85
CardioNet Client

Caso se transmita mais de um exame, na janela serão exibidas informações


sobre todos os arquivos transferidos.

Em alguns sistemas, dependendo das configurações de correio eletrônico,


pode-se receber um aviso do sistema de que um programa está tentando
enviar mensagens usando uma determinada identidade.
Isso é uma característica do Windows que visa impedir que programas
acessem os serviços de mensagens de maneira automática. Como neste
caso essa é uma característica desejável, clique sobre o botão [Enviar],
caso essa mensagem apareça.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

86
CAPÍTULO 5 ENVIANDO EXAMES

O Windows pode ser configurado para não exibir a mensagem de aviso


sobre o serviço de e-mail. Para isso, solicite orientação ao suporte técnico
da Cardios.
O destinatário da mensagem de notificação de envio de exames é aquele
endereço de e-mail configurado na ficha do médico analista.
O corpo da mensagem contém um texto semelhante ao que se segue:

Em seu sistema, quando no modo de exibição em “lista”, os arquivos já


transmitidos estarão destacados por uma pequena marca colorida na lateral
esquerda dos dados:

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

87
CardioNet Client

Os arquivos estarão disponíveis para “download” pelo centro de análises,


que também é o responsável pela área utilizada para o tráfego de arquivos.

5.5 ENVIANDO EXAMES ATRAVÉS DE UMA REDE LOCAL

Outra maneira de enviar exames é através de uma rede local, possibilitando-


se que os exames sejam preparados e retirados em uma área fisicamente
separada do sistema de análise, podendo estes estarem localizados em
salas distintas, em prédios diferentes ou até mesmo em localidades
diferentes (através do uso de Intranets ou V-LANs).
Para isso, designa-se uma pasta da rede local, para onde os exames
descarregados dos gravadores ou exportados pelo Dyna-MAPA® serão
enviados. Para se enviar exames na rede local, segue-se o mesmo
processo de seleção de exames visto no item anterior.
Por padrão, a conexão de rede local está sempre ativada, como se vê na
figura abaixo

Após selecionar os exames, clique sobre o botão [Enviar]. Isso fará a


transferência dos arquivos.

O envio de exames via rede local ou intranet segue os mesmos


passos que o envio de exames via HTTPS.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

88
CAPÍTULO 5 ENVIANDO EXAMES

5.6 ENVIANDO EXAMES VIA E-MAIL

O CardioNet® Client possibilita também o envio de exames anexados a


mensagens de e-mail. Este método deve ser considerado somente quando
se trata de exames de MAPA, pois a maioria dos provedores de Internet
limitam o tamanho dos arquivos anexados aos e-mails em 5MB,
impossibilitando seu uso para Holter.

No modo de envio por e-mail, somente um exame por vez


poderá ser enviado.

Para efetuar o envio de exames por e-mail, selecione o arquivo desejado do


mesmo modo descrito anteriormente para envio por Internet ou por rede
local.
Tendo já selecionado o arquivo, clique então sobre o botão de envio por e-
mail, localizado na barra de ferramentas do sistema.

A tela mudará o formato para o envio por e-mail, adicionando as linhas para
preenchimento dos dados do destinatário e outros.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

89
CardioNet Client

Após preencher os dados, clique sobre o botão [Enviar].

Em alguns sistemas, dependendo das configurações de correio eletrônico,


pode-se receber um aviso do sistema de que um programa está tentando
enviar mensagens usando uma determinada identidade.
Isso é uma característica do Windows que visa impedir que programas
acessem os serviços de mensagens de maneira automática. Como neste
caso essa é uma característica desejável, clique sobre o botão [Enviar],
caso essa mensagem apareça.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

90
CAPÍTULO 6 GERENCIANDO RELATÓRIOS

6 CAPÍTULO 6 GERENCIANDO RELATÓRIOS

6.1 RECEBENDO RELATÓRIOS

O CardioNet® Client tem suporte ao gerenciamento de relatórios em


formato PDF, que podem ser postados no Sistema CardioNet® ou na
pasta de rede local pelo prestador de serviços de análises e retirados pelo
usuário do sistema. Para tanto, foram incluídas algumas novas janelas que
não existiam na versão anterior.
A janela principal do sistema (Geral), agora é dividida em duas áreas
distintas; Exames e Relatórios.

A área superior (Exames),contém as referências aos arquivos de exames


que estão presentemente disponíveis no computador. De maneira análoga, a
área inferior gerencia os relatórios recebidos a partir dos exames enviados.
Todo o tráfego de relatórios pode ser gerenciado através das janelas
específicas, acessíveis através do menu de navegação.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

91
CardioNet Client

Relatórios na Rede
Relatórios na Internet
Local

6.2 REDE LOCAL

O tráfego de relatórios na Rede Local é gerenciável através da janela


acionada por este botão:

Na janela de Rede Local, vemos as diversas áreas de controle de


relatórios, sendo que algumas como o Menu Principal, a Barra de
Ferramentas e o Menu de Navegação já foram descritas anteriormente.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

92
CAPÍTULO 6 GERENCIANDO RELATÓRIOS

As áreas especializadas desta janela são:


Janela “Local”
Nesta área são referenciados os relatórios que estão no seu computador (na
pasta designada nas configurações do sistema).

Janela “Remoto”
É a área de da rede local onde seu sistema irá buscar os relatórios
postados pelo sistema de análises. Essa janela somente mostrará algum
conteúdo se houver algum relatório postado na área designada. Por padrão,
a conexão com a pasta da Rede Local está sempre ativa, sendo desativada
somente quando se conecta o sistema à Internet.

Note que os botões [Receber] e [Excluir Seleção] inicialmente estão


inativos.

Janela de Mensagens
É a área inferior da tela, sob a janela “Remoto”.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

93
CardioNet Client

Nela são exibidas as mensagens do sistema, que auxiliam o


acompanhamento das operações.

Lembre-se de que todas as janelas de exames e relatórios


podem ser configuradas para o formato “Lista”, usando-se o
botão direito do mouse.

6.3 RECEBENDO RELATÓRIOS DA REDE LOCAL

Para receber um relatório disponível na janela “Remoto”, clique sobre o


mesmo para selecioná-lo. Note que, ao manter o mouse posicionado sobre
uma linha ou um ícone de relatório, o sistema retorna informações
estendidas sobre aquele elemento, conforme vemos na figura.

Após selecionar um ou mais relatórios, clique sobre o botão [Receber].

O sistema iniciará a transferência do arquivo de relatório, da área remota


para a área local.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

94
CAPÍTULO 6 GERENCIANDO RELATÓRIOS

A velocidade da transferência dependerá da disponibilidade de banda da


rede local, sendo que o sistema mostrará uma janela ilustrando o progresso
da operação.
Ao final da transferência, uma janela exibirá o resultado do processo.

Note que, para identificar o relatório como já tendo sido recebido pelo seu
sistema, uma marca vermelha será colocada sobre o ícone correspondente
à informação do relatório, conforme na figura.

Se a visualização estiver no modo “ícones”, essa marca aparecerá conforme


destacado na figura:

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

95
CardioNet Client

Agora, as informações estendidas exibidas no “tooltip” quando se posiciona


o cursor sobre o item, mostram também dados sobre a coleta do relatório,
conforme vemos aqui.

Isso permite um maior controle sobre as operações de transferência de


relatórios entre os sistemas. Essas informações estão disponíveis também
na janela “Local”.

6.4 RELATÓRIOS NA INTERNET

A área de gerenciamento de relatórios na Internet é em muito semelhante à


área local. Para acessá-la, basta clicar sobre o ícone correspondente no
menu de navegação do sistema.
A janela contém os mesmos elementos da janela de “Relatórios - Rede
Local”.

Janela “Local”

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

96
CAPÍTULO 6 GERENCIANDO RELATÓRIOS

Nesta área estão referenciados os relatórios que estão no seu computador


(na pasta designada nas configurações do sistema).

Janela “Remoto”

É a área de internet onde seu sistema irá buscar os relatórios postados pelo
serviço de análises. Essa janela somente mostrará algum conteúdo se
houver algum relatório postado na área designada. Por padrão, a conexão
com a pasta da Internet está sempre inativa, sendo ativada somente quando
comandado.
Note que os botões [Receber] e [Excluir Seleção] inicialmente estão
inativos.
Há uma área de controle da conexão Internet, na parte superior da janela
“Remoto”.

A duração de cada fase depende das condições da conexão e do


número de exames que está armazenado na área remota.
Quanto maior o número de exames na área Remoto, maior o
tempo necessário para a operação de conexão.

6.5 RECEBENDO RELATÓRIOS DA INTERNET

Para receber relatórios postados na área de Internet, clique sobre o botão


[Conectar] e aguarde o sistema efetuar a conexão.
Ao clicar sobre o botão [Conectar], na área de Internet, o sistema iniciará o
processo de conexão, exibindo na linha de status uma série de mensagens
relativas à operação em andamento.
Inicialmente, uma mensagem indica que o sistema está efetuando a

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

97
CardioNet Client

conexão com o Sistema CardioNet® .

Quando a conexão é estabelecida, a seção é classificada como ativa e o


sistema inicia a verificação do conteúdo da área de exames e relatórios.

A duração de cada fase depende das condições da conexão e do


número de exames que está armazenado na área remota.
Quanto maior o número de exames na área Remoto, maior o
tempo necessário para a operação de conexão.

O sistema exibirá ao fim da operação uma lista de relatórios que estão


disponíveis para download.

Posicionando-se o mouse sobre um dos itens da lista, permite-nos observar


as informações detalhadas sobre o relatório, inclusive a data e a hora em
que este foi disponibilizado na Internet.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

98
CAPÍTULO 6 GERENCIANDO RELATÓRIOS

Selecione os relatórios que deseja receber clicando sobre o primeiro e


selecionando os demais aleatoriamente (mantendo-se pressionada a tecla
[Ctrl]) ou sequencialmente (pressionando-se [Shift]).
Após selecionar os relatórios que deseja receber, clique sobre o botão
[Receber].

Para cada relatório transferido, o sistema mostra uma tela de progresso da


operação.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

99
CardioNet Client

Ao final da transferência dos relatórios selecionados, um resumo da


operação é exibido numa tela com vemos a seguir:

A janela “Local” mostra os exames transferidos, já disponíveis em seu


computador para serem impressos.

O sistema de envio pelo Sistema CardioNet® não impede que,


o recebimento dos relatórios através de e-mail, caso seja
preferido.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

100
CAPÍTULO 6 GERENCIANDO RELATÓRIOS

6.6 EXCLUINDO RELATÓRIOS

Para se excluir relatórios, em qualquer uma das janelas (Local ou Remoto),


basta selecionar os relatórios desejados e clicar sobre o botão [Excluir
Seleção] correspondente àquela janela

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

101
CardioNet Client

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

102
CAPÍTULO 7 MANUTENÇÃO DO SISTEMA

7 CAPÍTULO 7 MANUTENÇÃO DO SISTEMA

7.1 BACKUP DE ARQUIVOS DO SISTEMA

Após algum tempo de uso, o sistema terá acumulado um certo número de


arquivos nas pastas de exames e de relatórios, ocupando um mínimo de
aproximadamente 10 MB por exame, além do espaço consumido pelo
relatório, o que pode começar a limitar o espaço em disco disponível em sua
máquina. Sendo assim, é necessário que de tempos em tempos se elimine
os arquivos mais antigos. Entretanto, caso se queira manter cópias das
gravações e dos relatórios arquivadas, isso é perfeitamente possível,
gravando-se os arquivos dos exames em qualquer mídia removível com
capacidade suficiente.
Manter cópias de back-up dos arquivos não é mandatório, porém é sempre
uma boa prática, já que assim se mantém um histórico de exames e, se
necessário, pode-se recuperar os dados para comparações entre exames
de um determinado paciente, ou mesmo para uso em pesquisas.
Para efetuar seus backups em CDs, pode-se utilizar qualquer programa de
gravação, sendo que geralmente estes acompanham os gravadores. Basta
gravar os arquivos armazenados na pasta padrão do CardioNet® Client,
respeitando as limitações de capacidade em MB da mídia a ser gravada.
Para backup em outras mídias removíveis, o procedimento é o mesmo.

7.2 ELIMINANDO ARQUIVOS

Quando necessário, por limitações de espaço em disco, ou quando


conveniente, por questões de facilitar a localização de arquivos no sistema,
deve-se eliminar os arquivos de exame e/ou relatórios mais antigos,
liberando espaço em disco. Hoje em dia, com a capacidade típica dos
discos rígidos estando na casa dos terabytes, a questão do espaço em
disco não representa problema. Porém, imagine que em uma lista de
arquivos com 500 ou 1000 exames, ficará mais difícil encontrar um exame
específico. Além disso, se o objetivo é manter em arquivo todos os exames
efetuados, é mais conveniente fazer uma cópia backup em CD-R ou
equivalente.
Para eliminar exames do sistema, selecione na área de trabalho (janela
principal do sistema) os arquivos que deseja deletar. Para isso, é

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

103
CardioNet Client

conveniente que se trabalhe com a visualização em modo “lista”.


Caso a área de trabalho esteja em modo “ícones”, clique com o botão direito
do mouse sobre a mesma e selecione [Alterar Exibição].

No formato “lista”, selecione o modo de ordenação clicando sobre o nome


do campo pelo qual deseja ordenar. No exemplo abaixo, estamos
solicitando a ordenação decrescente por data do exame.

Observe que o sistema exibe marcações diferenciadas para representar a


situação dos exames que se encontram no computador. Os exames
“ticados” em vermelho são os que já foram enviados para a análise e, em
verde, aqueles para os quais há um relatório correspondente, na área de
relatórios. Um exame que não possui marcação nem em vermelho ou em
verde é um exame que foi somente descarregado no sistema, porém ainda
não foi enviado.
Acima mencionamos sobre as demarcações dos exames ticados, porém é
importante observar a cor da texto de cada exame descarregado, que segue

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

104
CAPÍTULO 7 MANUTENÇÃO DO SISTEMA

a lista abaixo:

Azul celeste tente o último comando novamente (extremamente


raro)

* no contexto "local", significa que o exame ainda não


foi postado (not uploaded)
Azul escuro
* no contexto de Internet ou de rede, significa que o
exame nunca foi coletado (never downloaded)
falta o arquivo-companheiro de extensão "bdy" de
exame (arquivo de sinal+edição XCM) ou falta o
Castanho claro
arquivo-companheiro de extensão "rbd" de laudo
médico (arquivo PDF ou RPK)
o exame contém algum tipo de defeito (por exemplo,
Marrom
falta algum dado importante)

* no contexto "local", significa que o exame já foi


postado pelo menos uma vez (uploaded)
Preto (padrão)
* no contexto de Internet ou de rede, significa que o
exame foi coletado pelo menos uma vez (downloaded)
Vermelho vivo arquivo de exame corrompido

Selecione os exames que deseja excluir do sistema. A seleção pode ser


feita individualmente (pressionando-se a tecla [Ctrl] e clicando-se sobre
cada um dos exames) ou em sequência (usando-se a tecla [Shift] e
clicando sobre o primeiro e o último exame da sequência). Pode-se excluir
um ou mais exames de cada vez.

Uma vez selecionado(s) o(s) exame(s), clique sobre o botão [Excluir

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

105
CardioNet Client

Seleção].

Os exames serão deletados do disco do computador, liberando espaço para


novos exames. Proceda da mesma forma para excluir os Relatórios
(laudos).

A operação de exclusão é IRREVERSÍVEL, sendo que os


exames deletados somente poderão ser recuperados através de
uma cópia “backup”, conforme explicado no item Backup de
arquivos do sistema.
É conveniente se criar o hábito de efetuar “backups” periódicos
dos exames e relatórios do sistema, de maneira a garantir que,
se necessário, estes possam ser novamente restaurados.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

106
CAPÍTULO 8 CONFIGURAÇÃO DO GCE

8 CAPÍTULO 8 CONFIGURAÇÃO DO GCE

A Cardio Sistemas pensando sempre em melhorar a qualidade de seus


softwares, desenvolveu uma ferramenta para manter a unicidade dos códigos
internos dos exames. Esta ferramenta é o Gerador de Código de Exame,
o “GCE”, que consiste na padronização dos sistemas CardioSmart®,
CardioNet® e Dyna-Mapa ®.
O que significa isso? Significa que os sistemas desenvolvidos pela Cardios
utilizam a mesma base de dados para a codificação de seus exames.

8.1 INICIANDO A CONFIGURAÇÃO DO GCE

Na instalação dos softwares desenvolvidos pela Cardios, o instalador


verificará se já existe algum GCE configurado, se existir, este passará a ser
usado pelo software após a instalação, caso contrário, o instalador
executará automaticamente o Configurador do Gerador de Código de
Exame o “GCE”.
A Janela de apresentação do Configurador do GCE será apresentada,
conforme a figura.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

107
CardioNet Client

Clique em [Avançar] para iniciar a configuração do GCE. Na próxima janela


de diálogo, o configurador solicitará os tipos de modalidades (opções) que
se deseja configurar o GCE.
As modalidades são:
- Configurar o GCE apenas para esta máquina;
- Configurar o GCE para uso em rede; e,
- Conectar a um GCE já existente.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

108
CAPÍTULO 8 CONFIGURAÇÃO DO GCE

Veja em detalhes a janela de diálogo das modalidades:


Selecione uma das modalidades e clique em [Avançar].

8.2 CONFIGURAR O GCE APENAS PARA ESTA MÁQUINA

Esta modalidade gera um GCE apenas para o computador local, onde o


Configurador GCE está sendo executado. Significa que apenas esta
estação de trabalho utilizará este código de exame.
Para configurar esta modalidade é necessário selecionar uma das seguintes
opções apresentadas:

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

109
CardioNet Client

- GCE para Intercâmbio de Exames: Configura o GCE para uso exclusivo


desta estação de trabalho, além de permitir o envio de exames via internet
através do sistema CardioNet®.
- GCE Restrito para uso em seu Local de Trabalho: Configura o GCE
apenas para uso exclusivo desta estação de trabalho, ou seja, não é
possível utilizar o envio de exames via internet através do Sistema
CardioNet®.
A janela de diálogo exibida a seguir, mostra estas duas opções em
detalhes. Para continuar a configuração selecione uma delas.
Clique em [Avançar] para continuar a configuração do GCE.

8.2.1 GCE PARA INTERCÂMBIO DE EXAMES

Esta opção é destinada aos usuários que desejam enviar os exames via
internet para um centro de análise. A mesma requer uma senha fornecida

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

110
CAPÍTULO 8 CONFIGURAÇÃO DO GCE

pela Cardio Sistemas, que se encontra em uma etiqueta fornecida


juntamente com o CD de instalação do CardioNet Client®.

A senha deverá ser digitada na janela apresentada logo a seguir,


acompanhando a mesma sequência apresentada na etiqueta. Assim que
digitada corretamente, o botão [Avançar] é habilitado.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

111
CardioNet Client

Note que o botão [Avançar] está desabilitado, aguardando que a senha


seja digitada corretamente.

Após digitar a senha, clique em [Avançar] para continuar a configuração.


A janela de diálogo “Configuração Aplicada para o GCE” será exibida.
Note que os três primeiros dígitos são idênticos aos fornecidos na etiqueta,
seguido de mais cinco dígitos sequenciais.
Com isso a Cardio Sistemas permite uma unicidade nos códigos de
exames, permitindo o envio deste via internet, através do sistema
CardioNet®. Assim a existência de conflitos entre exames tende-se a zero.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

112
CAPÍTULO 8 CONFIGURAÇÃO DO GCE

Basta clicar sobre o botão [Concluir] para finalizar a configuração.

8.2.2 GCE RESTRITO PARA USO EM SEU LOCAL DE TRABALHO

Esta opção é destinada aos usuários que utilizarão o GCE apenas para o
local de trabalho. Ao configurar sua estação de trabalho com o GCE local,
os exames adquiridos com essas sequências de códigos não terão suporte
para envio de exames via internet com o software CardioNet® Client.
Nesta situação é dispensado o uso da senha fornecida pela Cardio
Sistemas, no entanto, uma nova ferramenta possibilitará um sorteio de
várias combinações de códigos, bastando o usuário selecionar a que mais
lhe agradar.
A figura apresentada a seguir mostra a opção GCE para uso em seu Local
de Trabalho selecionada.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

113
CardioNet Client

Clique sobre o botão [Avançar] para continuar com a configuração do GCE.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

114
CAPÍTULO 8 CONFIGURAÇÃO DO GCE

Clique em [Sortear Novamente] para exibir novos códigos, em seguida


selecione [Avançar].
Clique em [Concluir] para finalizar a configuração do GCE.

8.3 CRIAR O PRIMEIRO GCE NA REDE

Esta modalidade só deve ser selecionada se sua rede interna possuir as


seguintes características:
- Servidor dedicado;
- Administrador de rede; e,
- Estações de trabalhos configuradas.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

115
CardioNet Client

A figura acima mostra o exemplo de uma rede ideal para criar


um GCE (Gerador de Código de Exame) em Rede.

Selecione criar o primeiro GCE da rede, como mostra a figura a seguir.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

116
CAPÍTULO 8 CONFIGURAÇÃO DO GCE

Clique em [Avançar] para selecionar o local onde será configurado o GCE.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

117
CardioNet Client

Clique em [...] para selecionar a pasta na rede.


O diálogo “Procurar Pasta” será aberto, conforme mostra a figura a seguir.
Selecione a pasta apropriada onde será configurado o GCE.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

118
CAPÍTULO 8 CONFIGURAÇÃO DO GCE

Clique em [OK] para voltar a janela anterior já com a pasta selecionada.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

119
CardioNet Client

Para prosseguir, clique em [Avançar].

A pasta de rede onde será configurado o GCE deverá estar


compartilhada com as estações de trabalho que terão acesso ao
GCE de rede.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

120
CAPÍTULO 8 CONFIGURAÇÃO DO GCE

A janela de diálogo solicitando a senha será exibida. Digite a senha que se


encontra no cartão fornecido pela Cardio Sistemas.
Clique em [Avançar] para prosseguir com a configuração do GCE.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

121
CardioNet Client

Clique em [Concluir] para finalizar a configuração do GCE em rede.

8.4 CONECTAR A UM GCE JÁ EXISTENTE

Esta modalidade só pode ser configurada se o item “Criar Primeiro GCE


na Rede” já estiver configurado no ambiente de rede.
Selecione então a opção como mostra a figura.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

122
CAPÍTULO 8 CONFIGURAÇÃO DO GCE

Clique em [Avançar] para acrescentar uma estação de trabalho à um GCE.

Antes de iniciar esta modalidade é necessário entrar em contato


com o administrador do servidor e confirmar em que pasta
encontra-se o GCE, configurado na modalidade de rede interna.
Verifique também se a pasta disponibilizada pelo administrador
do servidor ao GCE está compartilhada com sua estação de
trabalho.

A janela para a seleção da pasta será exibida. Normalmente a caixa de


edição do caminho da pasta deverá estar vazia, mas pode também vir com
um endereço já inserido, como “C:\ProgramData\Cardios\” como mostra a
figura apresentada a seguir:

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

123
CardioNet Client

Clique no botão [...] e em seguida selecione a pasta onde se encontra o


GCE configurado para a rede.
Clique no botão [Ok] para que a pasta seja selecionada e atribuída à caixa
de edição.
Note que o caminho da pasta foi preenchido corretamente, conforme a
seleção feita anteriormente.
Selecione o botão [Avançar] com um clique.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

124
CAPÍTULO 8 CONFIGURAÇÃO DO GCE

Clique [Concluir] para configurar a nova estação de trabalho com o GCE da


rede.

8.5 RECONFIGURANDO UM GCE JÁ EXISTENTE

Para reconfigurar o Gerador de Código de Exames "GCE" é necessário


executar o Assistente de configuração, como o da figura:

Para inicializar o GUCWiz ® a partir da área de trabalho clássica do


Windows 8.1, clique sobre o botão [Iniciar] na barra de tarefas do Windows.
Em seguida, localize no menu a opção [Programas] e selecione a pasta
[Cardios].

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

125
CardioNet Client

Clique em “Configurador do GCE”.


Veja em detalhes na figura a seguir:

Ilustração baseada em Windows8

A janela de diálogo de Reconfiguração do Gerador de Código de


Exames será exibida conforme apresentado a seguir.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

126
CAPÍTULO 8 CONFIGURAÇÃO DO GCE

Nesta janela existem três opções de reconfiguração do GCE. Estas duas


opções são as seguintes:
- Alterar o número sequencial de exame: é possível alterar a sequência
do número do exame, ou seja, retroagir ou adiantar a sequência
apresentada atualmente.
- Atribuir um novo GCE: inicia-se um novo processo de configuração do
GCE.
- Excluir o GCE existe: exclui-se um GCE.

Para realizar a reconfiguração do GCE é indispensável que o


usuário esteja ciente do que fará. Uma reconfiguração indevida
pode acarretar em conflitos de exames. Portanto, qualquer
alteração no GCE é de inteira responsabilidade do usuário.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

127
CardioNet Client

8.5.1 ALTERAR O NÚMERO SEQUENCIAL DE EXAME

Para iniciar a alteração do número sequencial de exame, mantenha esta


opção selecionada e clique no botão [Avançar].

A seguinte janela será exibida:

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

128
CAPÍTULO 8 CONFIGURAÇÃO DO GCE

- Altere o sequencial da numeração do exame;


- Marque a opção "Estou ciente que a escolha de um número incorreto
pode causar duplicidade de códigos de exames e causar a perda ou
permutação de exames";
- Clique em [Avançar].

A Cardio Sistemas não se responsabiliza pelo uso indevido


da reconfiguração do Gerador de Código de Exames.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

129
CardioNet Client

Para finalizar clique em [Concluir].

8.5.2 ATRIBUIR UM NOVO GCE

Selecione esta opção caso deseje iniciar um novo GCE para utilizar com os
exames gerados nos sistemas da Cardios.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

130
CAPÍTULO 8 CONFIGURAÇÃO DO GCE

Clique no botão [Avançar].


Note que a janela apresentada a seguir é a mesma apresentada no item
“Configurar o GCE apenas para esta máquina”.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

131
CardioNet Client

Para continuar a configuração do novo GCE vá para o início deste capítulo.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

132
CAPÍTULO 8 CONFIGURAÇÃO DO GCE

8.5.3 EXCLUIR O GCE EXISTENTE

Selecione esta opção caso deseje excluir o GCE existente.

Clique no botão [Avançar].


O sistema alerta que após a exclusão do GCE existente, será preciso
reconfigurar um novo GCE para utilizar os sistemas.
Clique em [Concluir] se houver certeza sobre a deleção do GCE.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

133
CardioNet Client

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

134
CAPÍTULO 8 CONFIGURAÇÃO DO GCE

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

135
CardioNet Client

9 APÊNDICE A INSTALANDO O SOFTWARE

9.1 REQUISITOS BÁSICOS

Antes de iniciar a instalação, é necessário que se verifique se os requisitos


básicos de hardware e da conexão de internet são satisfeitos pelo
computador onde o sistema será instalado.

Hardware: Sugerimos uma configuração mínima para a


instalação como se segue:

CPU Dual Core ou superior

Memória 3GB para sistemas operacionais de 32bits e 8GB


para sistemas operacionais de 64bits

Disco Rígido 320GB para sistemas operacionais de 32bits e


500GB para sistemas operacionais de 64bits

Vídeo Acelerada mínimo 256MB compatível com DirectX


9 e OpenGL

Sistema Operacional Pode-se instalar sob Microsoft Windows® Vista, 7


(Sete), 8 (Oito) ou 8.1, 32 bits ou 64 bits

Dispositivo para Gravadora de CD/DVD (consultórios); disco rígido


backup externo, com cópia redundante ou NAS RAID
dedicado

Conexão de Internet Conforme explicado no capítulo “Antes de


Iniciar”, recomenda-se, no mínimo, uma conexão
em banda larga de 256 Kbps de banda para
download e 64 Kbps de banda para upload. A
banda de download pode eventualmente ser
menor, pois como o objetivo primário do sistema é
enviar os exames, o que realmente interessa é
garantir uma boa velocidade de upload.
Para conexões ADSL, normalmente não se
especifica a banda de download, sendo que na
contratação o provedor de conexão normalmente
garante 20% da banda contratada

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

136
APÊNDICE A INSTALANDO O SOFTWARE

(aproximadamente 56Kbps para uma conexão de


256 Kbps).
Para conexões do tipo “cable modem” ou via rádio,
é importante se certificar de que a banda de
upload seja preferencialmente no mínimo de 64
Kbps.

Parâmetros de Após instalar o sistema, o mesmo somente


configuração poderá ser utilizado para o envio através da
Internet se for corretamente configurado com os
parâmetros da conta do Sistema CardioNet® a
ser acessada via HTTPS para a qual os exames
serão enviados. Antes de configurar o sistema,
portanto, é necessário estabelecer qual o serviço
de análises que receberá os exames e contatá-lo
para obter os dados seguintes dados:
Os dados de sua conta no Sistema
CardioNet®
Os dados da conta do fornecedor de análises
no Sistema CardioNet®

Uma vez obtidos estes dados, a configuração será efetuada conforme


explicado no capítulo correspondente deste manual.

9.2 INSTALANDO O SOFTWARE

Para instalar o software, coloque o CD-ROM de instalação no drive e


aguarde o início automático do menu de instalação. Caso o instalador não
inicie automaticamente, clique em [Meu Computador] e abra o ícone da
unidade de CD-ROM, clicando em seguida sobre o ícone do programa
Menu.exe.
O sistema exibirá a tela inicial do instalador do CardioNet® Client.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

137
CardioNet Client

Nesta tela há vários ícones:


1) CardioNet® versão Cliente: programa de instalação do software
2) FoxIt Reader: leitor de arquivos PDF
3) TeamViewer Client: software de acesso remoto
4) Manual do Usuário (em PDF): É o manual do usuário, em formato
eletrônico
5) Sair para o Windows: Encerra o programa do menu do instalador e
retorna para o Windows.
Para iniciar o processo de instalação, clique sobre o primeiro ícone da tela:

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

138
APÊNDICE A INSTALANDO O SOFTWARE

O programa de instalação se inicia e exibe a seguinte tela:

Para continuar, clique sobre o botão [Próximo].


A tela seguinte mostra o texto do “Acordo de Licença de Uso do
Software”, conforme a legislação vigente sobre o licenciamento de
software.
Leia atentamente o texto da licença de uso, pois ela específica o acordo de
licenciamento entre a Cardio Sistemas e o usuário final do software,
enumerando os direitos e obrigações de cada uma das partes.
O texto integral do "Acordo de Licença de Uso" está no final deste

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

139
CardioNet Client

manual.

Após ler o texto, caso esteja de acordo com os termos, clique sobre o
botão [Eu Concordo] para prosseguir. Se tiver alguma restrição sobre o
acordo de licença, clique sobre o botão [Cancelar] para interromper a
instalação. Ao aceitar os termos, o processo de instalação será efetuado
automaticamente.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

140
APÊNDICE A INSTALANDO O SOFTWARE

Dependendo da configuração de seu sistema operacional, um aviso sobre a


necessidade de se instalar componentes do Windows poderá ser exibido.
O sistema também solicitará a configuração do GCE, como mostra a figura
a seguir.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

141
CardioNet Client

Clique sobre o botão [Sim] para realizar a configuração do GCE junto ao


processo de instalação do CardioNet® Client. Leia antes o Capítulo
“Configuração do GCE”.
Se o usuário optar por não instalar o GCE no momento da instalação do
sistema, ao abrí-lo o software exibirá a seguinte mensagem:

Antes de utilizar o sistema será preciso impreterivelmente configurar o GCE.


Na tela de instalação existe o botão [Mostrar Detalhes]. Clicando nele, um
arquivo de “log” será exibido, mostrando todos os passos realizados pelo
instalador.
O processo de instalação será retomado e finalizado conforme mostra a
figura, clique no botão [Próximo].

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

142
APÊNDICE A INSTALANDO O SOFTWARE

A janela “Concluindo o Assistente de Instalação do CardioNet Client”


será exibida. Esta janela indica que o sistema CardioNet® Client e seus
componentes foram instalados corretamente.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

143
CardioNet Client

Para finalizar a instalação clique em [Terminar].

9.3 INSTALAÇÃO DO DISPOSITIVO DE PROTEÇÃO

O CardioNet® Client necessita para o seu funcionamento, que um


dispositivo de proteção seja colocado na máquina onde o software está
instalado. Esse dispositivo, também conhecido como “hard-lock” ou
“dongle”, é o que habilita a licença de uso do software adquirida pelo usuário
na compra do sistema. O software somente funciona na presença desse
dispositivo, que deve ser instalado numa porta USB disponível no
microcomputador.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

144
APÊNDICE A INSTALANDO O SOFTWARE

Para habilitar o software, após a instalação insira o dispositivo de proteção


numa das portas USB disponíveis no micro. O sistema irá detectar a
presença de um novo dispositivo USB.

Em seguida, o Windows irá instalar o driver de sistema correspondente ao


dispositivo.

Normalmente, essa detecção e instalação são automáticas, caso haja


alguma dificuldade durante a instalação, entre em contato com o suporte
técnico da Cardio Sistemas ou com o seu representante local.
Após instalar o dispositivo, abra o programa CardioNet® Client e verifique
que o mesmo não lhe mostre nenhuma mensagem de erro ou de operação
em modo de demonstração.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

145
CardioNet Client

9.4 EM CASO DE PROBLEMAS COM O DISPOSITIVO DE


PROTEÇÃO

Na instalação de seu software, um programa específico para a resolução de


problemas do dispositivo de proteção é instalado automaticamente no
diretório onde reside o CardioNet® Client. Este programa somente deve ser
utilizado sob a orientação do suporte técnico especializado da Cardio
Sistemas. Caso seja solicitado a utilizá-lo, procure na pasta de instalação
do sistema (usualmente “C:\Arquivos de Programas\CardioNet”), o ícone
de acesso ao programa “Edlock.exe” ou acesse diretamente através do
menu de programas Cardios.
Para inicializar o "Edlock.exe" a partir da área de trabalho clássica do
Windows 8.1, clique sobre o botão [Iniciar] na barra de tarefas do Windows.
Em seguida, localize no menu a opção [Programas] e selecione a pasta
[Cardios].
Clique em “Gestor de Licenças”.
Veja em detalhes na figura a seguir:

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

146
APÊNDICE A INSTALANDO O SOFTWARE

Uma tela como a seguinte será exibida:

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

147
CardioNet Client

O analista de suporte técnico que estará acompanhando-o ao telefone


solicitará que o código da proteção seja informado.

Esse código contém as informações sobre seu sistema, e é gerado um novo


código a cada vez que se executa esse programa. É importante que o
código seja informado corretamente para o analista que está lhe atendendo,
pois qualquer erro implicará em recomeçar todo o processo.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

148
APÊNDICE A INSTALANDO O SOFTWARE

O analista então lhe informará um contra-código a ser digitado no espaço


correspondente.
Digite cuidadosamente as informações. Após isso, outros códigos poderão
ter de ser digitados nos espaços correspondentes, dependendo da operação
a ser executada.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

149
CardioNet Client

10 APÊNDICE B LICENÇA DE USO DO SOFTWARE

10.1 Acordo de Licença de Uso de Software

Este termo constitui um compromisso legal entre você (seja um


indivíduo ou empresa) e a CARDIO SISTEMAS COML. INDL.
LTDA. para o software que ora está sendo ativado.

Ao instalar, re-instalar, ativar ou usar este sistema você está concordando


em cumprir os termos dessa licença. Se você não concordar com estes
termos, devolva o produto em sua íntegra ou, no caso da versão para
avaliações, destrua o arquivo de instalação.
Este sistema é acompanhado por um dispositivo de hardware (“hard-lock”)
que se destina a proteger a licença de uso de programas de computador.
I) OBJETO
Constitui objeto do presente ACORDO DE LICENÇA DE USO a autorização
em favor do CLIENTE, sem exclusividade, na Cessão de Uso deste sistema,
bem como a prestação de serviços dele decorrentes, seja sua instalação,
re-instalação, configuração ou outros serviços, que também poderão ser
prestados através de terceiros (desde que devidamente autorizados ou
homologados pela CARDIO SISTEMAS COML. INDL. LTDA.) ou pelo próprio
usuário (desde que sob a orientação da CARDIO SISTEMAS COML. INDL.
LTDA.).
II) DESCRIÇÃO
LICENÇA DE USO: Refere-se ao direito não exclusivo de uso de software
produzido e/ou comercializado pela CARDIO SISTEMAS COML. INDL.
LTDA.
SERVIÇOS ESSENCIAIS: Refere-se à instalação, re-instalação,
configuração ou adequação de software produzido e/ou comercializado pela
CARDIO SISTEMAS COML. INDL. LTDA.
TREINAMENTO OPERACIONAL: Refere-se conjunto de instruções
recebidas pelo usuário atrevés de uma ou mais das diferentes formas
viabilizadas pela Cardio Sistemas Ltda, isto é; manuais em formato
impresso ou mídia eletrônica; “help on-line” anexo ao software; cursos

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

150
APÊNDICE B LICENÇA DE USO DO SOFTWARE

ministrados pela Cardio Sistemas Ltda. ou prestadores de serviços por ela


devidamente credenciados; e qualquer outra forma que venha a surgir,
objetivando capacitar os usuários/operadores nos procedimentos de uso de
cada software.
REQUISITOS BÁSICOS: Referem-se aos MEIOS FÍSICOS (hardware) e ao
SISTEMA OPERACIONAL sob o qual o software será instalado, devendo
ambos serem compatíveis com o software, aos requisitos específicos de
cada sistema (estrutura de INTERNET, hardware adicional, etc.), caso
esses existam, bem como o pessoal capacitado para o aprendizado e
operação do(s) sistema(s).
III) TERMOS DA LICENÇA
A concessão da licença de uso do software obedecerá aos seguintes
termos:
1. CONCESSÃO DA LICENÇA DE USO
Pelo presente instrumento particular a CARDIO SISTEMAS COML. INDL.
LTDA., doravante denominada LICENCIANTE, licencia o uso da cópia do
programa de computador que ora está sendo ativado, em caráter não
exclusivo e intransferível, à V., doravante denominado LICENCIADO.
O início da validade desta licença ocorrerá no momento da primeira
instalação do software.
Há duas modalidades aplicáveis, havendo o LICENCIADO optado por uma
delas no ato da compra do sistema e estando portanto ciente de qual
modalidade se aplica a seu sistema, a saber:
1.1 LICENCIAMENTO POR USUÁRIO:
Cada unidade do software possui identificação pré-gravada pelo
desenvolvedor do programa protegido e pode ser usado por qualquer pessoa
(o LICENCIADO ou pessoa por ele autorizada), desde que seja garantido
que não exista a possibilidade de simultaneidade de execução do programa
por usuários diferentes.
1.2 LICENCIAMENTO POR ESTAÇÃO DE TRABALHO:
O software poderá ser movido para outro computador, desde que
assegurado que a instalação prévia tenha sido devidamente desativada e o
dispositivo de proteção removido da máquina, garantindo assim que não
exista a possibilidade de estar sendo usado simultaneamente computadores
diferentes. A instalação do software em um novo computador deverá ser

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

151
CardioNet Client

sucedida por nova ativação do produto, ficando sempre o uso do software


restrito ao hardware para o qual este tenha sido ativado.
Em qualquer outra circunstância estará ocorrendo violação das leis
nacionais e internacionais em vigor, que protegem os direitos autorais da
LICENCIANTE.
2. VALIDADE DA LICENÇA
O LICENCIADO terá direito à utilização temporária da LICENÇA DE USO
até a liquidação final do pagamento da mesma, quando passará a ter direito
ao uso definitivo e sem restrições do software, nas condições previstas
pelos termos deste ACORDO DE LICENÇA DE USO. A falta de pagamento
dos valores estabelecidos no ato da compra do sistema implica na
SUSPENSÃO DO DIREITO DE UTILIZAÇÃO do mesmo, sem direito a
reclamações ou questionamentos por parte do LICENCIADO inadimplente.
3. DIREITOS AUTORAIS
O programa objeto desta licença de uso pertence à LICENCIANTE e acha-
se protegido pelas legislações nacionais e internacionais de programas de
computador e por leis e tratados internacionais de direito autoral. Os
manuais e demais publicações impressas que acompanham a presente
licença de uso não podem ser copiados e/ou reproduzidos por quaisquer
meios ou formas.
Não está compreendido nesta licença a transferência de qualquer direito,
propriedade, título ou interesse sobre o programa objeto da mesma,
inclusive qualquer patente, pedido de patente, segredo comercial ou
industrial, marca ou direito autoral.
4. RESTRIÇÕES LEGAIS
É vedada a comercialização, cessão, modificação, reprodução ou cópia, a
terceiros, do programa objeto desta licença. É proibida qualquer ação de
engenharia reversa que vise descompilar o programa ou burlar de qualquer
maneira as proteções a ele aplicadas.
É permitida apenas a inclusão de atualizações e correções ao programa
protegido, desde que estas sejam as fornecidas pela CARDIO SISTEMAS
COML. INDL. LTDA.
5. CONDIÇÕES DE GARANTIA
A LICENCIANTE, de acordo com a legislação própria e vigente, garante que
o programa desempenhará integralmente as funções descritas no manual

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

152
APÊNDICE B LICENÇA DE USO DO SOFTWARE

em anexo, sendo de direito a revisão gratuita dos eventuais erros verificados


dentro do período de validade técnica, contados a partir da data da primeira
instalação.
A garantia oferecida pela LICENCIANTE se aplica aos sistemas cujos
SERVIÇOS ESSENCIAIS de instalação, configuração e verificação das
funcionalidades tenha sido executado pela LICENCIANTE, por pessoal
devidamente autorizado/credenciado pela mesma ou pelo usuário, sob a
orientação/supervisão da mesma. A aplicabilidade da garantia está ainda
vinculada aos REQUISITOS BÁSICOS determinados pela LICENCIANTE e
que deverão ser atendidos para o correto funcionamento dos sistemas. A
inobservância de qualquer uma dessas condições implica na invalidação da
garantia oferecida.
O atendimento das condições da garantia, a critério da LICENCIANTE, será
efetivado mediante o reparo e/ou a substituição do programa. Neste caso a
garantia será limitada ao restante do prazo da garantia original.
A LICENCIANTE se reserva o direito de modificar ou revisar o conteúdo
deste documento a qualquer tempo.
6 - LIMITAÇÃO DE RESPONSABILIDADE
O LICENCIADO reconhece, de forma expressa e irrevogável, que a
LICENCIANTE não se responsabiliza por quaisquer danos, prejuízos, perdas
ou lucros cessantes e/ou emergentes, diretos ou indiretos, decorrentes do
uso, ou da inabilidade de usar, os programas descritos nesta licença. Em
qualquer caso de responsabilidade integral da LICENCIANTE sob este
contrato, está limitada ao valor efetivamente pago pelo programa.
O LICENCIADO tem plena ciência de que o software que ora está sendo
ativado realiza as funções contidas e explicitadas nos respectivos manuais
e “help on-line”. A LICENCIANTE, por consequência, não se responsabiliza
por eventuais necessidades específicas do usuário, desobrigando-se
portanto de efetuar alterações ou adendos ao software para atender a essas
necessidades específicas.
O LICENCIADO está ciente de que softwares de diagnóstico médico são
somente ferramentas destinadas ao auxílio na análise de dados, cabendo a
correta interpretação dos resultados ao médico especializado e devidamente
treinado na utilização dos mesmos. A LICENCIANTE se exime de qualquer
responsabilidade pela incorreção na interpretação dos dados analisados.
É de inteira responsabilidade do LICENCIADO a manutenção dos dados
contidos em seu equipamento, incluindo os procedimentos de BACKUP e

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

153
CardioNet Client

preservação dos mesmos, tanto no ato da instalação quanto na rotina de


trabalho. Quando da instalação do software em equipamento (hardware)
fornecido pelo LICENCIADO, o mesmo é responsável pelo BACKUP dos
dados já existentes no sistema, sobre os quais a LICENCIANTE não se
responsabiliza em caso de perda em nenhuma hipótese.
O LICENCIADO tem ciência de que o equipamento no qual o software será
utilizado deve ser protegido e preservado contra mau uso, incluindo, porém
não se limitando a: utilização do equipamento para fins recreativos (jogos,
acesso à INTERNET, etc.); “contaminação” por vírus, “cavalos-de-tróia” e
semelhantes (com ou sem ação destrutiva); instalação elétrica inadequada
ou sujeita a picos e/ou transientes que possam danificar o equipamento;
utilização por pessoal não treinado/habilitado; utilização de acessórios
(mídias de gravação de dados, etc.) que não sejam os recomendados pela
LICENCIANTE; enfim, qualquer utilização diversa da aplicação profissional a
que se destina o sistema.
A LICENCIANTE oferece ao LICENCIADO a garantia de suporte técnico e
científico permanente ao produto, sendo gratuito durante o período da
garantia do mesmo, limitando-se entretanto ao atendimento via telefone, fax,
e-mail ou outro meio de comunicação, prestado em horário comercial por
pessoal qualificado da LICENCIANTE ou seus representantes técnicos
credenciados. A LICENCIANTE e seus representantes se desobrigam de
qualquer atendimento em campo, exceto quando estipulado
contratualmente, seja para suporte técnico, científico ou qualquer
manutenção, preventiva ou corretiva.
Os SERVIÇOS ESSENCIAIS e a assistência técnica aos sistemas em
garantia será prestada a partir das instalações da LICENCIANTE ou de seus
representantes credenciados, preferencialmente de forma remota, via
Internet. Caso isso não seja possível, por motivos justificáveis, serão
prestados nas instalações da LICENCIANTE ou de seus representantes
credenciados, sendo que qualquer despesa de transporte, despacho e/ou
serviços de terceiros correrão por conta do LICENCIADO.
Considerando-se que o dispositivo de proteção de hardware à licença de uso
(“hard-lock”) é a prova física do direito de uso da referida licença, é de inteira
responsabilidade do LICENCIADO a preservação e guarda do mesmo. Em
caso de perda, extravio, roubo ou furto, isso implicará na perda total dos
direitos da licença de uso do software, sem condições de recurso em
contrário por parte do LICENCIADO.
7 - GARANTIA E MANUTENÇÃO CORRETIVA DO PROGRAMA

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

154
APÊNDICE B LICENÇA DE USO DO SOFTWARE

De acordo com a legislação vigente é garantida a revisão de erros verificados


no programa objeto dessa licença, gratuitamente, inclusive sua manutenção
corretiva, dentro do período de garantia do programa.
IV) SOBRE O USO DO SERVIÇO PORTAL CARDIONET
A Cardio Sistemas disponibiliza na WWW (World Wide Web), por
liberalidade, um serviço para transferência eletrônica (download / upload) de
exames e laudos, doravante chamado Portal, em equipamentos gerenciados
por terceiros, nas seguintes condições:
1 - Por liberalidade entende-se que a compra de nenhum software da
Cardios dará direitos ao uso permanentemente gratuito do Portal, ou seja, a
Cardios oferece o Portal e acesso gratuito ao mesmo por livre e espontânea
vontade.
2 - Não é garantida sob nenhuma hipótese a continuidade ou disponibilidade
do Portal, nem tampouco a ausência de erros. Entretanto, a fim de oferecer
bons serviços aos seus clientes, a Cardios fará esforços comerciais
razoáveis para oferecer continuidade e disponibilidade, estando a
disponibilidade sujeita às condições impostas pelos terceiros
administradores da infraestrutura na qual está instalada o Portal. A Cardios
também procurará corrigir erros porventura descobertos, dentro de tempo
razoável.
3 - A Cardios procurará informar aos seus clientes, tão logo tenha
conhecimento, de interrupções na disponibilidade do Portal, necessárias
para manutenção, seja corretiva ou evolutiva, de qualquer um dos
componentes (servidores, conexões, programas, etc.).
4 - Caso algum cliente entenda que a disponibilidade oferecida pela Cardios
não lhe é satisfatória, a Cardios oferece o código executável do Portal,
criptografado, para instalação em equipamentos do próprio cliente. Serão
oferecidas também instruções para a instalação. Para tanto, o cliente deverá
entrar em contato com o Departamento Comercial informando sobre sua
decisão.
O código executável será fornecido “AS-IS”, sem garantia de que não haja
defeitos, e sem direito a suporte técnico permanente. A Cardios fará
esforços comerciais razoáveis para que o referido código seja mantido
atualizado e livre dos defeitos detectados. O cliente será responsável pela
aquisição e instalação de toda infraestrutura de tecnologia da informação
necessária para acomodar o Portal, bem como para manter sua
continuidade e disponibilidade dentro dos padrões que necessita.

© 2014 Cardio Sistemas 01.2900.00005_REV011

155
CardioNet Client

5 - Sobre o valor a ser cobrado para uso do Portal pode ser concedido um
desconto, mesmo integral, que pode ser cancelado a qualquer momento,
por decisão da Cardios, comprometendo-se esta a informar os usuários com
trinta dias de antecedência.
6 - A Cardios não tem nenhuma responsabilidade, inclusive nem a de dar
suporte técnico, sobre a conexão dos computadores dos clientes à Internet
para acesso ao Portal, nem tampouco sobre a qualidade dessa conexão
(meio físico utilizado, velocidade, capacidade, limites técnicos).
Em resumo:
• O funcionamento do Portal não tem continuidade garantida, e sua
disponibilidade depende daquela oferecida pelos terceiros gestores do
ambiente onde o Portal está instalado;
• A Cardios procurará tomar atitudes comerciais e de suporte razoáveis
para o mantenimento do Portal dentro de boas condições de uso;
• A Cardios fornecerá, nas condições citadas anteriormente, código
executável criptografado que execute as funções do Portal aos clientes
que desejarem manter sua própria estrutura;
• O uso do Portal está atualmente isento de pagamento, mas pode vir a ser
cobrado no futuro, sob aviso prévio da Cardios;
• A responsabilidade de conexão à Internet para uso do Portal é de
exclusiva responsabilidade do cliente usuário do SOFTWARE.

01.2900.00005_REV011 © 2014 Cardio Sistemas

156