Вы находитесь на странице: 1из 3

HPB e CA de Prostata.

-> ​Velocidade PSA: ​Elevação anual <


0,75ng/mL/ano (LSN)
CA de Próstata: ->​ PSA livre/total:​ Formas livres/conjugadas >
- PSA, exame físico ( toque retal ), USG e Biópsia. 25% (LSN)
● Epidemiologia e Fatores de risco: ● Ultrassonografia Retal: ​pode-se realizar biópsia
- Neoplasia de órgão sólido mais prevalente em guiada pelo USG -> ATB profilático.
homens. Fatores hormonais, genéticos, ● Histologia e Graduação:
ambientais e alimentares -> Adenocarcinoma: ​Sistema de Gleason​;
- 2º Tumor mais letal no Brasil, 2.2x maior com Padrões morfológicos de 1 a 5.
1 familiar, 4.9x com 2 familiares, 10.9x com 3 -> Soma dos 2 padrões mais frequentes:
familiares de 1º grau; ​ESCORES DE GLEASON:​ 2 a 10 ( acima de 6 há
- Negros > Brancos > Amarelos redução de sobrevida ).
● HDA: ● EXAMES DE IMAGEM:
- Pode ser assintomático ( forma latente ); @ USG:​ Lesões nodulares hipoecogênicas com
- Sintomas Urinários bordos irregulares (60%). Baixa sensibilidade e
- Sintomas ósseos ( metástases ) especificidade.
​-> Tumor localizado​: geralmente @ RNM:​ Alta sensibilidade e especificidade.
assintomático. 70-80% nódulo sólido (na HPB, a Avaliação de acometimento prostático e feixes
estrutura é fibro-elástica, bem determinada e vasculonervosos.
estrutura homogênea) ao toque. Alteração de @ TC:​ PSA >30ng/mL, pesquisa de metástase
PSA. Não invade a cápsula. linfonodal acima de 2cm.
​-> Tumor localmente avançado​: Sintomas ● Acometimento Linfonodal:
obstrutivos, hematúria, múltiplos nódulos, -> ​Inicialmente​: Obturadores / Cadeia ilíaca
limites imprecisos. Pode atingir vesículas Externa
seminais, colo vesical ou reto. -> ​N0:​ Ausência - ​ N3:​ Múltiplas metástases
-> Tumor avançado​: Sintomas decorrentes de linfonodais
metástases, dor óssea, compressão vertebral. ( Há acometimento linfonodal em 35-54% dos
● Estadiamento: Tumores localmente avançados. )
T1a-b:​ Não atingiu a cápsula prostática. Achado -> ​PSA acima de 30​ indica ​Alto risco de
de rotina em RTU para HBP metástase Linfática​: ​RECOMENDA-SE TC
T1c: ​Biópsia efetuada por elevação de ​PSA​. ( O (linfonodo acima de 2cm).
PSA é útil para que o tumor seja identificado ● Metástases: ​disseminação hematogênica:
antes de chegar em T2). Ossos, pulmão, fígado e rins.
T2​: Acometimento da cápsula prostática. ​Tu -> Avaliar acometimento ósseo com
localizado com nódulo palpável. Cintilografia. (​ Recomendação para PSA acima
T3:​ Ultrapassa cápsula prostática e atinge a de 10ng/mL)
vesícula seminal ou estruturas extracapsulares. ->​ ​Metastáses ósseas:​ 80% das doenças
T4:​ Tumor difuso, obstrui reto e vias urinárias. avançadas ( 80% Osteoblásticas, 5%
Sintomatologia importante. Osteolíticas, 15% mistas )
● PSA:​ Glicoproteina produzida na Próstata e * ​Linfadenectomia Obturatória​: PSA>20ng/mL,
Secretada no fluído seminal. A concetração da tumores de alto grau.
idade depende da idade. ● Tratamento: ​depende da extensão da doença,
40-49 anos -> LNS 2,5ng/Ml agressividade da neoplasia, expectativa de vida
50-59 anos -> LNS 3,5ng/mL e prognóstico.
60-68 anos -> LNS 4,5ng/mL @​ ​Observação Vigilante​ ( Conduta expectante )
70-79 anos -> LNS 6,5ng/mL em Gleason baixo e pacientes com expectativa
● Relacionar o PSA com o volume prostático e de vida baixa. ( acima de 75 anos não há
idade: benefício em tratamento radical ).
-> ​Densidade PSA: ​PSA/volume da próstata pelo ​**VIGILÂNCIA ATIVA:​ Gleason =< 6, até 2
USG < 20% (LSN) fragmentos positivos, PSA<10ng/mL,
Envolvimento <50% do fragmento. -> ​Fazer - Tu Metastáticos:​ Hormonioterapia, QT na
novas biópsias periódicas para verificar falha hormonal e cuidados paliativos. (
mudança no padrão histológico. Prognóstico reservado, raramente superior a 5
anos ).
@​ ​Prostatectomia Radical:​ remoção em bloco
com vesículas seminais.
- Via Perinela: PSA <10ng/mL
- Via Retropúbica: Dissecção de feixes vásculos
nervosos. HPB
A hiperplasia benigna da próstata (HPB) é a doença
@ Radioterapia: ​pacientes idosos com tumores urológica de maior prevalência em homens com idade
avançados que não podem ser operados. superior a 50 anos.
- Radioterapia Conformacional:​ sobrevida livre ● Causas: ​Idade e andrógenos; a presença de
de doença em 5 anos (75%) testículos funcionantes é condição necessária
- Braquiterapia:​ glândulas de tamanho normal para desenvolvimento da HPB. A doença não se
sem antecedentes de manipulação cirúrgica desenvolve em homens castrados antes da
​Efeitos adversos:​ ​-> Pode haver puberdade!
incontinência urinária, lesões actínicas de reto e ● Fisiopatologia: ​Hiperplasia Glandular +
bexiga e disfunção erétil. Hipertrofia das fibras musculares levando a um
aumento do volume da glândula, acarretando
@ Hormonoterapia: ​Estrogenoterapia​, bloqueio constrição da luz uretral e obstrução à
androgênico​, Castração cirúrgica​, agonistas de passagem de urina.
hormônios hipofisários, esteroides -> Aumento global do volume da gl. + aumento
antiandrogênicos, Estrogenoterapia. da atividade dos receptores alfa-adrenérgicos
Ação:​ Apoptose das células neoplásicas, nas fibras hipertrofiadas. -> “obstrução
redução da massa tumoral, regressão de funcional” ao esvaziamento vesical ( há sintoma
metástases, diminuição do PSA. mesmo em pct com gl. de tamanho normal )
-> Usar em pacientes com metástase. ● Quadro Clínico: ​sinais e sintomas obstrutivos e
-> Reduz a dor óssea e sintomas obstrutivos irritativos:
urinários. 1. ​Obstrutivos:​ obstrução mecânica do fluxo
urinário decorrente do aumento da gl.
@Crioterapia: ​algumas indicações como - Comprometimento do volume e força do jato
tumores já operados e recidivas. urinário;
- Interrupção do fluxo;
@Quimioterapia:​ paciente em metástase que - Gotejamento terminal;
não responde à hormonoterapia. - Hesitação.
2.​ Irritativos: ​Obstrução funcional decorrente
● Prognóstico: do aumento do tônus das fibras musculares
- TU localizado, Gleason < 7: Prostatectomia presentes na próstata, especialmente em sua
radical, rtx, observação vigilante em casos cápsula.
selecionados ( Evolução > 10 anos ); - Noctúria;
- Tu localizado, Gleason >= 7: Prostatectomia - Frequência diurna;
radical, radioterapia em idosos. ( Recidiva mais - Urgência;
comum, sendo necessário tratamento adicional - Disúria, sensação de esvaziamento vesical
); incompleto.
- Tu Localmente Avançado: Radioterapia ● Diagnóstico e avaliação:​ Queixas de
combinada com hormonioterapia, prostatismo associadas a toque retal com
prostatectomia radical em casos selecionados. ( aumento de volume da glândula, consistência
Doença metastática após alguns anos do fibroelástica e ausência de nódulos endurecidos
tratamento inicial ); levam a forte suspeita clínica de HPB.
● Exames iniciais:​ EAS, urocultura, creatinina e
ureia sérica, PSA (0-4ng/mL).
*É normal HPB aumentar PSA, 0,31ng/ml a
cada 1g de tecido hiperplásico!
● Exames complementares: ​USG das vias
urinárias e próstata por via abdominal e
fluxometria.
*A presença de lobo mediano associa obstrução
mecânica e indicação cirúrgica, mesmo na
ausência de aumento global da glândula.

@ Tratamento: ​indicação em pacientes sintomáticos.

1. Medicamentoso​: Fitoterápicos, ​Finasterida


(bloqueador 5-alfa-redutase), Doxazosina,
Tamsulosina (bloqueador alfa-1A)
* A melhor indicação para uso da finasterida
são indivíduos com próstata volumosa (>40g) e
sintomatologia moderada.
2. Cirurgia:​ Padrão-ouro. RTU ( contraindicada se
prostata > 60g, fazer cirurgia aberta )