You are on page 1of 8

20/1/2011

Energia e Meio Ambiente

Prof. Eng. Antonio Fernando Navarro, M.Sc.


afnavarro@terra.com.br
2007

Questão para discussão

O novo cenário da energia e eficiência


energética no Brasil e aspectos de gestão
e financeiros para implementação de
projetos de energia.
O novo cenário é compatível com a
preocupação pela conservação do meio
ambiente?
O Brasil precisa investir em novas
tecnologias?

1
20/1/2011

Sistema energético

O sistema energético compreende as


atividades de extração, processamento,
distribuição e uso de energia e é
responsável pelos principais impactos
ambientais da sociedade industrial.

Impactos globais

Os impactos globais mais significativos


são:
Alterações climáticas devidas ao acúmulo
de gases na atmosfera (efeito estufa);
Depleção da camada de ozônio devido ao
emprego de CFCs.

2
20/1/2011

Poluição atmosférica

O setor energético é responsável por:

75% do CO2 lançado na atmosfera;


85% das emissões de enxofre;
76% dos óxidos de nitrogênio.

Poluição cumulativa

A constante deposição de compostos


ácidos em rios e lagos afeta a vida
aquática e ameaça toda a cadeia
alimentar de ecossistemas.
No solo, a acidez das chuvas reduz a
presença de nutrientes.

3
20/1/2011

Fontes alternativas de energia

As chamadas fontes alternativas de


energia, como: solar, eólica e biomassa,
não estão totalmente isentas de impactos
ambientais, embora possam ser
relativamente menores do que as demais
fontes.

Novos desafios

Os desafios para se continuar a expandir


as necessidades energéticas da
sociedade com menores efeitos
ambientais são enormes. O trabalho dos
cientistas é o de oferecer alternativas de
escolhas para a sociedade que sejam
adaptáveis às necessidades locais sem
agredir ao meio ambiente.

4
20/1/2011

Efeito Estufa

Os mais complexos e maiores efeitos das


emissões do setor energético são os problemas
globais relacionados com as mudanças
climáticas. O acúmulo de gases, como o CO2 na
atmosfera, acentua o efeito estufa, a ponto de
romper os padrões de clima que condicionaram
a vida humana, de animais e a vegetação. É
cada vez mais evidente a constatação de
crescentes concentrações de CO2 na atmosfera
e o aumento de temperaturas médias.

Termoelétricas
A produção de eletricidade através de termoelétricas
representa, em escala mundial, cerca de 1/3 do total das
emissões antropogênicas de CO2, sendo seguida pelas
emissões geradas pelo setor de transporte e pelo setor
industrial.
É importante notar que houve bastante progresso com
relação ao aumento da eficiência de usinas
termoelétricas, através da introdução de novas
tecnologias de co-geração e turbinas a gás. As
possibilidades de gaseificação de carvão, madeira e
bagaço, oferecem novas oportunidades de usinas mais
eficientes e com menores impactos do que as
convencionais.

5
20/1/2011

Hidroelétricas
As usinas de geração de eletricidade através da
força das águas apresenta impactos ao meio
ambiente, especialmente em função da
formação dos grandes reservatórios. Itaipú,
como por exemplo, causou mudanças na
temperatura e na umidade das regiões no seu
entorno. Balbina (AM) provocou a inundação de
partes da floresta nativa, ocasionando
alterações na composição e na acidez da água.
As turbinas sofrem grandemente com problemas
de corrosão em função do aumento da acidez
da água.

Usinas nucleares

A energia nuclear é talvez aquela que mais tem


chamado a atenção quanto aos seus impactos
ambientais e à saúde humana, em função de:
Manipulação de material radioativo;
Desvios clandestinos de material nuclear;
Armazenamento de rejeitos radioativos;
Riscos de contaminação radioativa por
acidentes operacionais ou estruturais.

6
20/1/2011

O novo cenário da energia e


eficiência energética no Brasil
 A matriz energética implantada hoje no Brasil
depende grandemente da geração por hidro-
eletricidade. Um dos problemas encontrados é
o da necessidade de grandes áreas para
represamento de água e da existência de
desníveis nos rios que possam vir a ser
aproveitados. Essas condições hoje não são
mais encontradas com muita facilidade.
 Outro problema é o da transmissão da energia
desde o local de sua geração até os grandes
centros consumidores.

Novo cenário

 Escolha de fontes de geração de energia


confiáveis, limpas e que demandem
menos custos para a entrega aos
consumidores.
 Desenvolvimento de bens que sejam
menos consumidores de energia.
 Conscientização dos consumidores
quanto à conservação racional de
energia.

7
20/1/2011

Aspectos de gestão para a


implementação de projetos de energia
 Incentivos à pesquisa e desenvolvimento
de novos bens que demandem menor
consumo de energia.
 Conscientização dos consumidores para
a escolha de bens com baixo consumo
de energia.
 Criação de mecanismos de controle do
desperdício de energia

Aspectos financeiros para a implementação


de projetos de energia

 Incentivos financeiros/fiscais e linhas de


crédito para investimento em fontes
alternativas de energia.
 Incentivo à prática da comercialização
dos excedentes de energia dos
pequenos produtores.
 Incentivo para que os grandes
consumidores sejam parceiros na
geração de energia.