Вы находитесь на странице: 1из 10

ESCOLA CLASSE 01 DE TAGUATINGA

ECONOMIA E TURISMO
DO DISTRITO FEDERAL
  8 DE SETEMBRO DE 2020
(GEOGRAFIA)
ECONOMIA DO DISTRITO FEDERAL
 
O Distrito Federal é um polo econômico. Possuímos um
expressivo mercado consumidor, com 2,9 milhões de pessoas
com renda média até três vezes maior que a nacional, o que
evidencia um grande potencial de desenvolvimento.
Desde antes da sua criação, Brasília já começava a
desenvolver uma economia local. Ainda em 1960, já existiam mais
de 2 mil estabelecimentos comerciais. Por volta de 1965, quando
no Plano Piloto moravam quase 90 mil pessoas e mais 130 mil
nas chamadas cidades satélites (hoje regiões administrativas),
produziam-se aqui pequenas quantidades de frutas como
abacaxi, banana, laranja, além de arroz, amendoim e mandioca.
As redes ferroviárias e rodoviárias, que nessa época
estavam em pleno funcionamento em função da construção
da cidade, ao longo dos anos foram se expandindo, o que
estimulou uma maior ocupação do Centro-Oeste do Brasil.
Esse processo, inclusive, continua até hoje.
A partir dos anos 90, a construção civil perdeu força e
não era mais a grande propulsora da economia local. Foi aí
que entrou o setor de serviços, que já em 1995
empregava 75% da população economicamente ativa do
Distrito Federal. Atualmente ele é responsável por 71% de
toda a atividade econômica. O principal destaque vai para o
segmento de informação (telefonia móvel, acesso à internet
e TV por assinatura), que cresce a cada ano.
Atualmente, Brasília é referência em economia criativa.
Música, teatro, dança, moda, novas mídias, televisão, games e
outras produções artísticas fazem parte desse setor que cresce a
cada ano. Já são mais de 22 mil pessoas na economia criativa no
Distrito Federal, o que significa 1,5% da fatia do mercado local.
A capital federal é a terceira maior economia do país, em
termos do número bruto do PIB, segundo o Instituto Brasileiro de
Geografia e Estatística. Além disso, no setor de Finanças, Brasília é
a sede oficial do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal, do
Banco Central do Brasil, do Banco Rural e do Banco de Brasília.
Os principais produtos agrícolas produzidos na cidade são o
café, a goiaba, o morango, a laranja, o mamão, a soja e a manga.
Existem mais de cem mil cabeças de gado na cidade. São
exportados produtos feitos a partir de madeira para todo o mundo.
A indústria do Distrito Federal está focada, sobretudo, na
produção de bens de consumo não duráveis e semiduráveis. O
principal cliente do setor é o governo, mas grandes indústrias na
área de tecnologia, alimentos, vestuário e construção civil
produzem em larga escala para a iniciativa privada.
De acordo com o IBGE, o PIB da cidade de Brasília aproxima-se
de setenta bilhões de dólares, o que corresponde a quase quatro
por cento do PIB nacional. Além disso, é em Brasília que está a
maior renda per capita do Brasil (27.610 dólares por pessoa). A
capital federal conta ainda com uma grande variedade de serviços,
dentre eles a citar: os hospitais, as escolas, os clubes, as
universidades, as cafeterias, shoppings e centros comerciais,
hipermercados, parques e redes de grandes hotéis.
 
O TURISMO EM BRASÍLIA

As viagens que as pessoas fazem com a finalidade de conhecer ou visitar


os lugares recebem o nome de turismo. As pessoas que realizam essas
viagens são turistas.
O turismo é importante por várias razões:
- Amplia o conhecimento dos visitantes;
- Estimula o desenvolvimento da região: com a melhoria de estradas,
aeroportos, hotéis e restaurantes;
- Aumenta a renda da região.
Os turistas utilizam os meios de transporte e os hotéis das cidades.
Além disso, compram presentes e lembranças para os seus familiares e
amigos. Com isto se desenvolve o comércio e o governo arrecada mais
impostos, que devem ser utilizados em benefício da população. Nossa capital
apresenta boas condições para o turismo: possui excelentes hotéis e
restaurantes, pontos turísticos famosos e um aeroporto informatizado.
Para coordenar e desenvolver o turismo em nossa capital existe a
SETUR (Secretaria de Turismo), vinculada ao governo do Distrito
Federal.
Brasília é um grande centro de turismo. É visitada por pessoas de
quase todas as partes do mundo, que admiram sua arquitetura moderna.
Entre os diversos pontos turísticos do Distrito Federal, destacam-se:
A Catedral Metropolitana de Brasília, O Catetinho, O Memorial dos Povos
Indígenas, A Praça dos Três Poderes, O Palácio do Buriti, A Água Mineral,
O Lago Paranoá, O Palácio do Planalto, O Museu da Cidade, O Supremo
Tribunal Federal, O Congresso Nacional, A Esplanada dos Ministérios, A
Torre de T.V., O Memorial J.K., O Panteão da Pátria, O Espaço Lúcio
Costa,O Palácio da Alvorada, O Palácio da Justiça, O Palácio do Itamaraty
e O Palácio do Jaburu.
PONTOS TURÍSTICOS DE BRASÍLIA...
RESPONDA EM SEU CADERNO

1- O que é turismo?

2- Você já fez turismo? Que lugar ou cidade você visitou?

3- Cite algumas razões da importância do turismo?

4- O que significa SETUR? Para que ela serve?

5- Dentre os pontos turísticos de Brasília, citados no texto,


escreva o nome de cinco que você gostaria de visitar: