Вы находитесь на странице: 1из 38

simulado I - OAB XXXII

ir
uz
Questão 1
Matéria: Estatuto de Ética
Assunto(s): Órgãos da OAB

d
a
ro

r
Sobre órgãos da OAB, de acordo com o EAOAB, é incorreto afirmar:

ei
ep
liv
O
R
) De acordo com o atual EAOAB, o Conselho Federal é formado por conselheiros federais

de
integrantes das delegações de cada unidade federativa mais os ex-presidentes que tomaram
(A)
o
posse até 1994, pois, de acordo com a nova Lei, não mais integrarão o Conselho Federal aqueles
ex-presidentes que passaram a exercer a atividade após o mesmo ano.
id
go

5
(B) Todos os órgãos possuem personalidade jurídica, exceto as subseções.

4
om
ib
ar

(C)
Seccionais, ou seja, estados, DF e territórios. 1-
A Caixa de Assistência dos Advogados tem como base territorial a mesma dos Conselhos
ro

9
m

l.c
.4
O Conselho Seccional é composto pelos conselheiros seccionais em número proporcional ao
Ca

(D)
número de advogados inscritos, bem como pelos ex-presidentes do Conselho Seccional.
ai
-P

15
gm
Questão 2
ue

.7

Matéria: Estatuto de Ética


m

Assunto(s): Órgãos da OAB


3
@
iq
05
ru
nr

22

De acordo com o Regulamento Geral são comissões obrigatórias:


F:
He

c2
Ve

CP

(A) Comissão OAB Jovem, Comissão de Direitos Humanos e Comissão de Exame de Ordem.
oh
o
dr

(B) Comissão OAB Jovem, Comissão da Advogada Mulher e Comissão de Advogados Idosos.
Ad

dr

Comissão de Direitos Humanos, Comissão de Orçamentos e Contas e Comissão de Estágio e


Pe

(C)
pe

Exame de Ordem.

Comissão de Direitos Humanos, Comissão de Orçamentos e Contas, Comissão de Estágio e


(D)
Exame de Ordem e Comissão OAB Jovem.

Questão 3
Matéria: Estatuto de Ética
Assunto(s): Direitos do Advogado

Constitui direito do advogado:

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.1


visitar seu cliente que esteja preso em estabelecimento penitenciário, desde que tenha
(A)
procuração;

ir
(B) obter vista dos autos de um processo sob segredo de justiça, mesmo sem procuração;

uz
exercer a profissão em todo o território nacional, independentemente do número de causas em
(C)
cada estado.

d
a
ro
usar a expressão “pela ordem” em qualquer juízo para replicar censura que lhe for feita durante o
(D)

r
julgamento.

ei
ep
Questão 4

liv
Matéria: Estatuto da Advocacia e da OAB, Regulamento Geral e Código de Ética e

O
Disciplina da OAB
Assunto(s): Das Infrações e Sanções Disciplinares
R
de
o
Um advogado, mesmo sabendo que o empregado, dispensado sem justa causa,
id
go

5
havia recebido do empregador todas as verbas resilitórias que lhe eram

4
om
devidas, aceitou procuração daquele empregado e ingressou com Reclamação
ib
ar
Trabalhista pleiteando o pagamento das mesmas verbas já recebidas.
Pergunta-se: Como se denomina tal procedimento daquele advogado? 1-
ro

9
m

l.c
.4
Ca

ai
-P

15

(A) Tergiversação;
gm
ue

.7

(B) Patrocínio Infiel;


m

(C) Lide Temerária;


@
iq
05

(D) Repetição do Indébito.


ru
nr

22
F:

Questão 5
He

c2
Ve

Matéria: Estatuto de Ética


CP

Assunto(s): Da incompatibilidades e dos impedimentos


oh
o
dr
Ad

dr

Um advogado, regularmente inscrito na OAB-RJ, foi eleito Deputado Federal,


Pe

tomou posse e está exercendo o seu mandato legislativo. Pergunta-se: Quanto


pe

ao exercício da advocacia e a OAB-RJ, como fica a situação daquele advogado?

(A) Continuará inscrito na OAB-RJ e exercendo livremente a advocacia;

Continuará inscrito na OAB-RJ e exercendo a advocacia, ficando apenas impedido de advogar


(B)
contra as pessoas de direito público em geral;

(C) Terá sua inscrição na OAB-RJ cancelada e, por consequência, não poderá exercer a advocacia;

Será licenciado da advocacia, não podendo advogar apenas durante o tempo em que estiver
(D)
exercendo o mandato de Deputado Federal.

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.2


Questão 6

r
Matéria: Estatuto da Advocacia e da OAB, Regulamento Geral e Código de Ética e

i
Disciplina da OAB

uz
Assunto(s): Da Sociedade de Advogados

d
Lara é sócia de determinada sociedade de advogados com sede no Rio de

a
ro
Janeiro e filial em São Paulo. Foi convidada a integrar, cumulativamente e

r
ei
também como sócia, os quadros de outra sociedade de advogados, esta com

ep
sede em São Paulo e sem filiais. Aceitou o convite e rapidamente providenciou

liv
sua inscrição suplementar na OAB/SP, tendo em vista que passaria a exercer
habitualmente a profissão nesse estado.

O
R
de
o
Lara agiu corretamente, pois, considerando-se que passaria a atuar em mais do que cinco causas
(A)
por ano em São Paulo, era necessário que promovesse sua inscrição suplementar nesse estado.
id
go

5
Lara não agiu corretamente, pois é vedado ao advogado integrar mais de uma sociedade de

4
om
(B)
ib

advogados com sede ou filial na mesma área territorial do respectivo Conselho Seccional.
ar

1-
Lara não agiu corretamente, pois é vedado ao advogado integrar mais de uma sociedade de
ro

9
m

l.c
(C)
advogados dentro do território nacional.
.4
Ca

ai
-P

Lara agiu corretamente e sequer era necessário que promovesse sua inscrição suplementar, pois
15

(D) passaria a exercer a profissão em São Paulo na qualidade de sócia e não de advogada
gm
empregada da sociedade em questão.
ue

.7

Questão 7
m

3
@
iq

Matéria: Estatuto da Advocacia e da OAB, Regulamento Geral e Código de Ética e


05

Disciplina da OAB
ru
nr

22

Assunto(s): Das Infrações e Sanções Disciplinares


F:
He

c2
Ve

CP

Determinado advogado, valendo-se dos poderes para receber, que lhe foram
oh
o

outorgados pelo autor de certa demanda, promove o levantamento da quantia


dr
Ad

depositada pelo réu e não presta contas ao seu cliente, apropriando-se dos
dr

valores recebidos. Por tal infração disciplinar, qual a sanção prevista no


Pe

Estatuto da Advocacia e da OAB?


pe

Censura, com possibilidade de conversão em advertência, caso o advogado infrator preste contas
(A)
ao seu cliente antes do fim do processo disciplinar instaurado na OAB.

Suspensão pelo prazo de 30 (trinta. dias a 12 (doze) meses, perdurando a suspensão até que o
(B)
advogado satisfaça integralmente a dívida.

(C) Suspensão pelo prazo máximo de 30 (trinta. dias).

(D) Exclusão.

Questão 8
Matéria: Estatuto da Advocacia e da OAB, Regulamento Geral e Código de Ética e

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.3


Disciplina da OAB

r
Assunto(s): Da Atividade de Advocacia

i
uz
Mévio é advogado, especializado em causas cíveis, exercendo a profissão por
longos anos, tendo sobressaído na defesa dos seus clientes e percebendo,

d
como remuneração, os seus honorários. Sendo figura conhecida no município,

a
ro
onde exerce a profissão e possui domicílio, é convidado a ministrar palestra em

r
ei
estabelecimentos de ensino, divulgando a atuação do advogado e sua posição

ep
na sociedade. Um dos aspectos abordados está relacionado à atividade do

liv
advogado como indispensável à administração da justiça. Nesses limites,
consoante as normas estatutárias, é correto afirmar que:

O
R
de
o
(A) o advogado exerce função pública.
id
go

5
(B) exerce ministério privado, exercendo função social.

4
om
ib

(C) atua na defesa de interesses patrimoniais privados, com função pública.


ar

(D) no seu ministério privado, deixa de exercer função social. 1-


ro

9
m

l.c
.4
Questão 9
Ca

ai
-P

15

Matéria: Filosofia do Direito


Assunto(s): Positivismo jurídico
gm
ue

.7
m

3
@
iq

Relativamente à análise feita por Tercio Sampaio Ferraz Junior, na obra A


05

ciência do direito, acerca da positivação do direito, é INCORRETO afirmar que,


ru
nr

22

para o autor, o fenômeno da positivação:


F:
He

c2
Ve

CP

(A) estabelece o campo em que se move a ciência do direito moderno.


oh
o

(B) forçou a tematização do ser humano como objeto da ciência do direito.


dr
Ad

dr

(C) representa uma legalização do câmbio do direito.


Pe

pe

faz do direito positivo o objeto único da ciência jurídica, condicionando a determinação de seu
(D)
método e objeto.

Questão 10
Matéria: Filosofia do Direito
Assunto(s): Hans Kelsen

Hans Kelsen, em sua Teoria Pura do Direito, define como elemento primordial
para a análise científica do fenômeno jurídico:

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.4


r
(A) os fatos sociais.

i
uz
(B) as normas.

(C) os valores.

d
a
(D) os princípios e as regras.

ro

r
ei
Questão 11

ep
liv
Matéria: Direito Constitucional
Assunto(s): Estrutura da Constituição

O
R
de
Assinale a alternativa correta de acordo com a Constituição Federal de 1.988:
o
id
go

5
O ADCT não tem natureza de norma constitucional, tratando-se de mera regra de transição,
(A)

4
om
interpretativa e paradigmática.
ib
ar

(B) 1-
As normas constitucionais de eficácia plena são dotadas de aplicabilidade reduzida pois
ro

9
m

necessitam de regulamentação para produzir efeito pleno.

l.c
.4
Ca

O ADCT tem a mesma rigidez e situa-se no mesmo nível hierárquico das demais normas
ai
-P

(C)
15

constitucionais, só podendo ser alterado por meio de emenda constitucional.


gm
ue

(D) As normas do ADCT não servem como parâmetro de controle de constitucionalidade.


.7
m

Questão 12
@
iq
05

Matéria: Direito Constitucional


ru
nr

22

Assunto(s): 14 Repartição de competências


F:
He

c2
Ve

Compete privativamente à União legislar sobre:


CP

oh
o
dr
Ad

dr

(A) Sistema monetário e de medidas, títulos e garantias dos metais.


Pe

(B) Direito tributário, orçamento, produção e consumo.


pe

(C) Direito penitenciário, conservação da natureza, educação e cultura.

(D) Proteção ao patrimônio histórico, cultural, artístico, turístico e paisagístico.

Questão 13
Matéria: Direito Constitucional
Assunto(s): 10. Poder executivo

De acordo com a Constituição Federal, se, antes de realizado o segundo turno


nas eleições para Presidente e Vice-Presidente da República, ocorrer morte,
desistência ou impedimento legal de candidato:

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.5


r
Convocar-se-á, dentre os remanescentes, o de maior votação e, se remanescer, em segundo

i
(A)
lugar, mais de um candidato com a mesma votação, qualificar-se-á o mais jovem.

uz
Será considerado eleito o candidato mais votado no primeiro turno, ainda que não tenha
(B)
alcançado a maioria absoluta dos votos.

d
a
ro
Convocar-se-á novas eleições em 45 dias para apurar a preferência dos eleitores, dentre os
(C)

r
candidatos remanescentes, sobre qual deve concorrer em segundo turno.

ei
ep
Convocar-se-á, dentre os remanescentes, o de maior votação e, se remanescer, em segundo

liv
(D)
lugar, mais de um candidato com a mesma votação, qualificar-se-á o mais idoso.

O
R
Questão 14
Matéria: Direito Constitucional

de
Assunto(s): 11. Controle da constitucionalidade.
o
id
go

5
A Constituição Federal de 1988 estabelece as autoridades que são competentes

4
om
ib

para propor a ação direta de inconstitucionalidade (ADI) e a ação declaratória de


ar

1-
constitucionalidade (ADC). Marque a alternativa que enumera apenas as
ro

9
m

autoridades que NÃO podem propor ADI e ADC.

l.c
.4
Ca

ai
-P

15
gm
ue

.7

(A) Partidos políticos com representação no Congresso Nacional.


m

3
@
iq

(B) Mesa de Assembleia Legislativa ou da Câmara Legislativa do Distrito Federal.


05
ru
nr

22

(C) Presidente da República e Governador de Estado ou do Distrito Federal.


F:
He

(D) Deputado Federal, Senador e Ministro do STJ.


c2
Ve

CP

Questão 15
oh
o

Matéria: Direito Constitucional


dr

Assunto(s): 1.1 Classificação das Constituições


Ad

dr
Pe

pe

De acordo com a doutrina majoritária, quanto à origem, as Constituições podem


ser classificadas como:

promulgadas, que são ditas democráticas por se originarem da participação popular por meio do
(A)
voto e da elaboração de normas constitucionais.

outorgadas, que surgem da tradição, dos usos e costumes, da religião ou das relações políticas e
(B)
econômicas.

(C) cesaristas, que são as derivadas de uma concessão do governante, ou seja, daquele que tem a

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.6


titularidade do poder constituinte originário.

r
históricas, que surgem do pacto entre o soberano e a organização nacional e englobam muitas

i
(D)
das Constituições republicanas.

uz
Questão 16

d
Matéria: Direito Constitucional

a
Assunto(s): 10.3 Processo Legislativo

ro

r
ei
ep
O Senador Patrício Souza, em seu primeiro mandato, propõe um projeto de lei

liv
sobre regulamentação da atividade do agente de mídias sociais. As discussões
em plenário se mostram acirradas, sendo o projeto de lei rejeitado.

O
Inconformado, o senador, por entender que a rejeição do projeto se deveu a
R
de
fatores circunstanciais e passageiros, quer voltar a tê-lo reavaliado, ainda na
o
mesma sessão legislativa. Em dúvida se poderia vir a fazê-lo, consulta sua
id
assessoria que, em consonância com a CRFB/88, presta a seguinte informação: go

4 5
om
ib
ar

(A) 1-
A matéria constante do referido projeto de lei somente poderá constituir objeto de novo projeto na
ro

9
m

próxima legislatura, em deferência ao princípio da oportunidade.

l.c
.4
Ca

A matéria objeto do projeto de lei rejeitado ainda poderá ser apreciada na mesma sessão
ai
-P

15

(B) legislativa, desde que proposta pela maioria absoluta dos membros de qualquer uma das casas do
Congresso Nacional.
gm
ue

.7

A matéria, objeto do projeto de lei rejeitado, somente poderá ser apreciada na mesma sessão
(C)
legislativa se comprovadamente tratar de direito fundamental.
m

3
@
iq
05

A matéria, discutida em projeto de lei rejeitado pelo Congresso Nacional em hipótese alguma pode
(D)
ru
nr

22

ser reapreciada na mesma sessão legislativa em que ocorreu a sua rejeição.


F:
He

Questão 17
c2
Ve

CP

Matéria: Direito Constitucional


oh

Assunto(s): 11.1.7. Tribunais de Contas dos Estados (TCEs) e Tribunais e


o

Conselhos de Contas dos Municípios


dr
Ad

dr
Pe

O Governador do Estado Beta propõe proposta de emenda à Constituição do


pe

Estado a fim de alterar os requisitos para escolha de conselheiros no Tribunal


de Contas do Estado. A idade mínima, que antes seguia o padrão constitucional
federal, sendo fixada em 35 anos, passaria a ser de 21 anos. Segundo a ordem
jurídico-constitucional brasileira, tal norma deveria ser considerada:

inconstitucional, pois o padrão estabelecido pela CRFB/88, para o caso, configura típica cláusula
(A)
de imposição de simetria.

(B) constitucional, pois a organização dos Tribunais de Contas estaduais está exclusivamente

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.7


submetida à autonomia do Estado.

r
inconstitucional, pois a estrutura do Poder Legislativo somente pode ser disciplinada pela

i
(C)
Constituição da República, não pela Constituição Estadual.

uz
inconstitucional, pois a estrutura do Poder Judiciário somente pode ser disciplinada pela
(D)
Constituição da República, não pela Constituição Estadual.

d
a
ro
Questão 18

r
Matéria: Direitos Humanos

ei
Assunto(s): 3. Sistema Interamericano de Proteção de Direitos Humanos

ep
liv
O
R
Sobre as denúncias e o sistema de responsabilização por violação de Direitos
Humanos, perante a Corte Interamericana de Direitos Humanos, assinale a

de
afirmativa correta.
o
id
go

4 5
O Tribunal poderá responsabilizar tanto o Estado como as pessoas naturais e jurídicas, de direito

om
ib

(A)
público ou privado, que cometeram a violação, solidariamente.
ar

1-
A Corte não possui competência para responsabilizar a pessoas naturais, podendo apenas
ro

9
m

l.c
(B) determinar a responsabilidade das pessoas jurídicas, de direito público ou privado, que
.4
Ca

cometeram a violação. ai
-P

15

A Corte poderá responsabilizar tanto o Estado como as pessoas naturais e jurídicas, de direito
gm
(C) público ou privado, que cometeram a violação. Neste caso a responsabilidade do Estado será
ue

.7

subsidiária.
m

3
@
iq

A Corte não possui competência para atribuir responsabilidades individuais, podendo apenas
05

(D)
determinar a responsabilidade internacional de um Estado membro da OEA.
ru
nr

22

Questão 19
F:
He

c2

Matéria: Direitos Humanos


Ve

CP

Assunto(s): 1.1. Conceitos


oh
o
dr
Ad

De acordo com a Súmula Vinculante nº 25: "É ilícita a prisão civil de depositário
dr

infiel, qualquer que seja a modalidade do depósito.” Os debates no STF que


Pe

pe

levaram à alteração de sua própria jurisprudência e à adoção da Súmula acima


consagraram a prevalência do Pacto de São José da Costa Rica e de sua
proibição de prisão civil (Artigo 7º, item 7, do Pacto). Assinale a opção que
contém a tese majoritária que fundamentou a decisão do STF.

A natureza supraconstitucional dos Tratados sobre Direitos Humanos que versam sobre a
(A)
liberdade.

A natureza infraconstitucional das Convenções de Direitos Humanos que no Brasil decorre do


(B)
Artigo 5º, § 2º, da Constituição de 1988.

(C) A natureza supralegal das Convenções de Direitos Humanos que faz com que elas sejam

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.8


hierarquicamente superiores ao código civil e ao de processo civil.

r
A natureza de lei complementar das Convenções de Direitos Humanos, considerando que lei

i
(D)
posterior revoga lei anterior.

uz
Questão 20

d
Matéria: Direito Internacional

a
Assunto(s): CONDIÇÃO JURÍDICA DO ESTRANGEIRO/MIGRANTE/VISITANTE

ro

r
ei
ep
Sobre o tema deportação e a nova lei de migração, assinale a alternativa

liv
correta:

O
R
de
Em casos de não haver a necessidade de individualizar a situação migratória de cada pessoa,
(A)
o
poderá o governo brasileiro promover uma deportação coletiva.
id
go
A deportação será precedida de notificação pessoal ao deportando, da qual constem,

5
expressamente, as irregularidades verificadas e prazo para a regularização não inferior a 60

4
om
(B)
ib

(sessenta) dias, podendo ser prorrogado, por igual período, por despacho fundamentado e
ar

1-
mediante compromisso de a pessoa manter atualizadas suas informações domiciliares.
ro

9
m

l.c
A ausência de manifestação da Defensoria Pública da União, desde que prévia e devidamente
.4
(C)
notificada, impedirá a efetivação da medida de deportação.
Ca

ai
-P

15

A saída voluntária de pessoa notificada para deixar o País não equivale ao cumprimento da
(D)
gm
notificação de deportação para todos os fins.
ue

.7

Questão 21
m

3
@
iq

Matéria: Direito Internacional


05

Assunto(s): Expulsão
ru
nr

22
F:
He

c2
Ve

Um migrante comete no Brasil um crime comum doloso passível de pena


CP

privativa de liberdade. Nesse caso, não se procederá a expulsão quando o


oh
o

expulsando:
dr
Ad

dr
Pe

tiver filho brasileiro que esteja sob sua guarda ou dependência econômica ou socioafetiva ou tiver
pe

(A)
pessoa brasileira sob sua tutela.

(B) tiver cônjuge ou companheiro residente no Brasil reconhecido judicialmente.

(C) tiver ingressado no Brasil até os 18 (dezoito) anos de idade, residindo desde então no País.

for pessoa com mais de 50(cinquenta) anos que resida no País há mais de 10 (dez) anos,
(D)
considerados a gravidade e o fundamento da expulsão.

Questão 22
Matéria: Direito Tributário
Assunto(s): 10. Obrigação Tributária: disposições gerais; fato gerador; sujeito ativo;
sujeito passivo.

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.9


r
Assinale a alternativa CORRETA, com base no Código Tributário Nacional.

i
uz
A obrigação tributária comporta duas espécies: principal e acessória. Ambas possuem natureza

d
(A)
patrimonial.

a
ro

r
Admite-se a divulgação de informações, por parte do fisco, a respeito de representações fiscais

ei
(B)
para fins penais elaboradas contra contribuintes pessoas físicas.

ep
liv
A atualização monetária do valor da base de cálculo do tributo constitui majoração do tributo e
(C)
pode ser veiculada por meio de decreto.

O
R
Interpreta-se a definição legal do fato gerador levando-se em consideração a validade jurídica dos

de
(D) atos efetivamente praticados pelos contribuintes, responsáveis, ou terceiros, bem como a natureza
o
do seu objeto ou dos seus efeitos.
id
Questão 23
go

4 5
Matéria: Direito Tributário

om
ib
ar
Assunto(s): Crédito Tributário
1-
ro

9
m

l.c
.4
Conforme o Código Tributário Nacional, a moratória é causa de:
Ca

ai
-P

15
gm
ue

.7

(A) Extinção do crédito tributário.


m

(B) Suspensão da exigibilidade do crédito tributário.


@
iq
05

(C) Exclusão do crédito tributário.


ru
nr

22
F:

(D) Retificação do crédito tributário.


He

c2
Ve

CP

Questão 24
oh

Matéria: Direito Tributário


o

Assunto(s): 2. Imunidades Tributárias


dr
Ad

dr
Pe

pe

Sobre as regras gerais e princípios tributários estabelecidos pela Constituição


Federal de 1988, analise as frases abaixo e assinale a opção incorreta.

(A) templos religiosos possuem imunidade tributaria.

(B) os entes políticos não podem cobrar impostos entre si.

são imunes o papel destinado a impressão e as entidades sindicais de classe econômica ou


(C)
profissional.

(D) os partidos políticos possuem imunidade tributária.

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.10


Questão 25

r
Matéria: Direito Tributário

i
Assunto(s): 1.2 Princípios

uz
Visando o desenvolvimento de determinada região do país, a União Federal

d
decide estabelecer regime fiscal específico, contemplando a isenção de

a
ro
impostos federais, estaduais e municipais para as empresas que se instalarem

r
ei
naquela região e empregarem mais de dez empregados.

ep
liv
O
A respeito da situação hipotética descrita, é correto afirmar que:

R
de
o
a Constituição autoriza à União, no interesse da redução das desigualdades regionais, estabelecer
id
(A) isenções, ainda que de impostos atribuídos a outras esferas da federação, não havendo
go

5
inconstitucionalidade na decisão.

4
om
ib
ar

1-
a concessão de isenções pela União com o objetivo de redução de desigualdades regionais é
inconstitucional, porém, seria constitucional o atingimento dos mesmos objetivos pelos estados,
(B)
ro

9
m

por meio de tributo que estabelecesse diferença entre bens em razão de sua procedência ou

l.c
.4
destino.
Ca

ai
-P

15

caso implementada, a medida configuraria hipótese de imunidade recíproca, por implicar na não
(C) incidência tributária qualificada, estabelecida por um ente federal em relação ao tributo cobrado
gm

por outro ente.


ue

.7
m

embora seja vedado à União instituir tributo que não seja uniforme no território nacional, assim
@
iq

como instituir isenções de tributos da competência de outros entes federais, é admitida a


05

(D)
concessão de incentivos destinados a promover o equilíbrio socioeconômico entre as regiões do
ru
nr

22

país.
F:
He

c2

Questão 26
Ve

CP

Matéria: Direito Tributário


oh

Assunto(s): 1.2 Princípios


o
dr
Ad

dr

Determinado município brasileiro pretende, em respeito à Constituição, instituir


Pe

pe

regime próprio de previdência para os seus servidores, de caráter solidário e


contributivo. A esse respeito, e considerando as regras e princípios vigentes no
Brasil em matéria de direito tributário, é correto afirmar que:

a criação ou a majoração de eventual alíquota de contribuição a ser cobrada dos servidores


(A)
municipais deverá respeitar à chamada anterioridade nonagesimal.

por se tratar de regime próprio de previdência, a majoração das alíquotas de contribuição do


(B)
servidor e patronal poderá ser realizada por mero decreto.

(C) a alíquota a ser cobrada dos servidores públicos municipais não será inferior à da contribuição dos

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.11


titulares de cargos efetivos do estado em que o território do município esteja inserido.

r
não terá caráter de tributo a cobrança de contribuição por parte dos servidores municipais para

i
(D) custeio do regime próprio, por se referir a contribuição ao custeio de suas próprias aposentadorias

uz
futuras.

Questão 27

d
Matéria: Direito Administrativo

a
ro

r
Assunto(s): 11.2 Atos de Improbidade Administrativa e suas Sanções

ei
ep
liv
Raul e Alberto inscreveram-se para participar de um concorrido concurso
público. Como Raul estava mais preparado, combinaram que ele faria a prova

O
R
rapidamente e, logo após, deixaria as respostas na lixeira do banheiro para que
Alberto pudesse ter acesso a elas. A fraude só veio a ser descoberta após o

de
o
ingresso de Raul e de Alberto no cargo, fato que ensejou o afastamento deles.
Após rígida investigação policial e administrativa, não foi identificada, na época
id
go

5
do certame, a participação de agentes públicos no esquema.

4
om
ib
ar

1-
ro

9
m

Sobre os procedimentos de Raul e de Alberto, com base nas disposições da Lei

l.c
.4
de Improbidade Administrativa, assinale a afirmativa correta.
Ca

ai
-P

15
gm
ue

Eles enriqueceram ilicitamente graças aos salários recebidos e, por isso, devem responder por ato
.7

(A)
de improbidade administrativa.
m

3
@
iq

Eles causaram prejuízo ao erário, consistente nos salários pagos indevidamente e, por isso,
05

(B)
devem responder por ato de improbidade administrativa.
ru
nr

22

Eles frustraram a licitude de concurso público, atentando contra os princípios da Administração


F:

(C)
He

c2

Pública, e, por isso, devem responder por ato de improbidade administrativa.


Ve

CP

Eles não praticaram ato de improbidade administrativa, pois, no momento em que ocorreu a
oh

(D)
o

fraude no concurso público, não houve a participação de agentes públicos.


dr
Ad

dr

Questão 28
Pe

Matéria: Direito Administrativo


pe

Assunto(s): 10Organização da Administração Pública

No ano corrente, a União decidiu criar uma nova empresa pública, para a
realização de atividades de relevante interesse econômico. Para tanto, fez editar
a respectiva lei autorizativa e promoveu a inscrição dos respectivos atos
constitutivos no registro competente. Após a devida estruturação, tal entidade
administrativa está em vias de iniciar suas atividades. Acerca dessa situação
hipotética, na qualidade de advogado(a), assinale a afirmativa correta.
A participação de outras pessoas de direito público interno, na constituição do capital social da
(A) entidade administrativa, é permitida, desde que a maioria do capital votante permaneça em
propriedade da União.

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.12


A União não poderia ter promovido a inscrição dos atos constitutivos no registro competente, na
(B)
medida em que a criação de tal entidade administrativa decorre diretamente da lei.

ir
A entidade administrativa em análise constitui uma pessoa jurídica de direito público, que não

uz
(C)
poderá contar com privilégios fiscais e trabalhistas.

Os contratos com terceiros destinados à prestação de serviços para a entidade administrativa, em

d
(D)
regra, não precisam ser precedidos de licitação.

a
ro

r
Questão 29

ei
Matéria: Direito Administrativo

ep
liv
Assunto(s): 11 Serviços públicos:

O
José, preocupado com o meio ambiente, faz uso de um processo caseiro de
R
de
transformação do lixo orgânico em adubo, bem como separa o lixo inorgânico,
o
destinando-o à reciclagem. Por isso, sempre que os caminhões que prestam o
id
serviço público de coleta de lixo passam por sua casa, não encontram lixo a ser
go

5
recolhido. José, então, se insurge contra a cobrança da taxa municipal de

4
om
ib

coleta de lixo proveniente de imóveis, alegando que, como não faz uso do
ar

serviço, a cobrança em relação a ele é indevida. 1-


ro

9
m

l.c
.4
Ca

ai
-P

15

Acerca desse cenário, assinale a afirmativa correta.


gm
ue

.7

Por ser a taxa de um tributo contraprestacional, a não utilização do serviço pelo contribuinte retira
m

(A)
@
iq

seu fundamento de validade.


05
ru
nr

22

A coleta de lixo domiciliar nessas condições não configura a prestação de um serviço público
(B)
específico e divisível, sendo inconstitucional.
F:
He

c2
Ve

Por se tratar de serviço público prestado à coletividade em geral, no interesse da saúde pública,
CP

(C)
seu custeio deve ocorrer por meio dos recursos genéricos auferidos com a cobrança de impostos.
oh
o

A cobrança é devida, pois o serviço está sendo potencialmente colocado à disposição do


dr

(D)
Ad

contribuinte.
dr
Pe

Questão 30
pe

Matéria: Direito Administrativo


Assunto(s): 11 Serviços públicos:

O Governo do Estado Alfa, para impulsionar o potencial turístico de uma região


cercada de belíssimas cachoeiras, pretende asfaltar uma pequena estrada que
liga a cidade mais próxima ao local turístico. Com vistas à melhoria do serviço
público e sem dinheiro em caixa para arcar com as despesas, o Estado decide
publicar edital para a concessão da estrada, com fundamento na Lei nº 8.987/95,
cabendo ao futuro concessionário a execução das obras. Com base na hipótese
apresentada, assinale a afirmativa correta.

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.13


r
O edital poderá prever, em favor da concessionária, outras fontes de receita além daquela oriunda

i
(A) do pedágio; a renda adicional deve favorecer a modicidade tarifária, reduzindo a tarifa paga pelos

uz
usuários.

Um grande investidor (pessoa física) pode ser contratado pelo poder concedente, caso demonstre

d
(B)
capacidade de realização das obras.

a
ro

r
A concessão pode ser feita mediante licitação na modalidade tomada de preços, caso as obras

ei
(C)
necessárias estejam orçadas em até R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais).

ep
liv
O poder concedente não poderá exigir no edital garantias do concessionário de que realizará as
(D) obras a contento, dado que a essência do contrato de concessão é a delegação de serviço

O
R
público.

de
Questão 31
o
Matéria: Direito Administrativo
id
Assunto(s): 12 Responsabilidade civil do estado go

4 5
om
ib
ar

1-
A União construiu uma usina nuclear para fins de geração de energia elétrica. A
fim de minimizar os riscos de acidentes relacionados à utilização do urânio,
ro

9
m

l.c
foram empregados, no empreendimento, os mais modernos e seguros
.4
Ca

equipamentos. Do mesmo modo, o pessoal designado para trabalhar na usina


ai
-P

15

recebeu todos os treinamentos exigidos nas legislações brasileira e


gm
internacional. Entretanto, em decorrência de uma intensa, imprevisível e
ue

.7

excepcional chuva que caiu na região, parte da usina ficou alagada. Isso gerou
m

superaquecimento nas instalações, fato que culminou na liberação de um


@
iq
05

pequeno volume de gases radioativos armazenados, causando náuseas e


ru
nr

vômitos na população que mora próxima à usina. Com base na situação


22

narrada, assinale a afirmativa correta.


F:
He

c2
Ve

CP

oh
o
dr
Ad

A União não pode ser responsabilizada pelos danos causados à população, tendo em vista a
dr

(A)
ausência de culpa (responsabilidade subjetiva) por parte do Poder Público.
Pe

pe

Em razão de as chuvas constituírem um evento imprevisível e excepcional, não se cogita a


(B)
responsabilidade da União pelos danos causados à população.

A União pode ser responsabilizada pelas consequências advindas do vazamento de gases


(C)
radioativos, independentemente de culpa, pois a responsabilidade é objetiva.

A União não pode ser responsabilizada pelos danos causados à população, dado competir aos
(D) Estados a exploração dos serviços e das instalações nucleares, cabendo a eles a
responsabilidade pelos danos.

Questão 32
Matéria: Direito Administrativo
Assunto(s): 11, Bens públicos.

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.14


r
Bem imóvel da União, que tiver sido adquirido por meio de procedimento judicial e em relação ao qual

i
uz
não houver destinação pública, poderá ser alienado unicamente por meio de:

d
(A) pregão ou leilão.

a
ro

r
(B) pregão ou concorrência.

ei
ep
(C) leilão ou concorrência.

liv
(D) pregão.

O
Questão 33
R
de
Matéria: Direito Ambiental
o
Assunto(s): 1. Responsabilidade ambiental
id
go

4 5
om
Pedro, em visita a determinado Município do interior do Estado do Rio de
ib
ar

1-
Janeiro, decide pichar e deteriorar a fachada de uma Igreja local tombada, por
seu valor histórico e cultural, pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico-
ro

9
m

l.c
Cultural – INEPAC, autarquia estadual. Considerando o caso em tela, assinale a
.4
Ca

afirmativa correta. ai
-P

15
gm
ue

.7

Pedro será responsabilizado apenas administrativamente, com pena de multa, uma vez que os
m

(A) bens integrantes do patrimônio cultural brasileiro não se sujeitam, para fins de tutela, ao regime de
@
iq
05

responsabilidade civil ambiental, que trata somente do meio ambiente natural.


ru
nr

22

Pedro será responsabilizado administrativa e penalmente, não podendo ser responsabilizado


F:

(B) civilmente, pois o dano, além de não poder ser considerado de natureza ambiental, não pode ser
He

c2
Ve

objeto de simultânea recuperação e indenização.


CP

Pedro, por ter causado danos ao meio ambiente cultural, poderá ser responsabilizado
oh
o

(C) administrativa, penal e civilmente, sendo admissível o manejo de ação civil pública pelo Ministério
dr

Público, demandando a condenação em dinheiro e o cumprimento de obrigação de fazer.


Ad

dr

Pedro, além de responder administrativa e penalmente, será solidariamente responsável com o


Pe

pe

INEPAC pela recuperação e indenização do dano, sendo certo que ambos responderão de forma
(D)
subjetiva, havendo necessidade de inequívoca demonstração de dolo ou culpa por parte de Pedro
e dos servidores públicos responsáveis.

Questão 34
Matéria: Direito Ambiental
Assunto(s): Competência Ambiental

O Município Z deseja implementar política pública ambiental, no sentido de


combater a poluição das vias públicas. Sobre as competências ambientais
distribuídas pela Constituição, assinale a afirmativa correta.

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.15


r
União, Estados, Distrito Federal e Municípios têm competência material ambiental comum,

i
(A)
devendo leis complementares fixar normas de cooperação entre os entes.

uz
Em relação à competência material ambiental, em não sendo exercida pela União e nem pelo
(B)
Estado, o Município pode exercê-la plenamente.

d
a
ro
O Município só pode exercer sua competência material ambiental nos limites das normas
(C)

r
estaduais sobre o tema.

ei
ep
O Município não tem competência material em direito ambiental, por falta de previsão

liv
(D)
constitucional, podendo, porém, praticar atos por delegação da União ou do Estado.

O
R
Questão 35
Matéria: Direito Civil

de
Assunto(s): 6.0 Parte Geral
o
id
go

5
Marina e Camila são sócias em uma sociedade limitada administrada por Luiza,

4
om
ib

que tem por objeto o comércio de artigos de beleza. A participação de Marina na


ar

1-
sociedade corresponde a 80% do capital social, ao passo que a de Camila
ro

9
m

corresponde a 20%. Havendo abuso da personalidade da sociedade, por conta

l.c
.4
de desvio de finalidade para o qual todos concorreram, o juiz poderá
Ca

desconsiderar a personalidade jurídica da sociedade, para que os efeitos de


ai
-P

15

certas e determinadas relações de obrigações dela sejam estendidos aos bens


gm

particulares de:
ue

.7
m

3
@
iq
05

(A) Marina, apenas.


ru
nr

22

(B) Marina e Camila, apenas.


F:
He

c2
Ve

(C) Marina, Camila e Luiza.


CP

oh

(D) Luiza, apenas.


o
dr
Ad

dr

Questão 36
Matéria: Direito Civil
Pe

pe

Assunto(s): 10. Direito de família

Rose, que é casada com Mariana em separação obrigatória de bens, prestou


fiança num contrato de aluguel para seu primo Júlio, sem a outorga uxória de
sua esposa. Nesse caso, a fiança prestada, segundo o Código Civil:

(A) é nula de pleno direito

(B) é anulável.

(C) é ineficaz apenas relativamente aos patrimônio de Mariana.

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.16


(D) não é nula, nem anulável.

r
Questão 37

i
uz
Matéria: Direito Civil
Assunto(s): 11 - Do direito das sucessões.

d
a
ro
No que diz respeito à deserdação dos descendentes por seus ascendentes,

r
assinale a alternativa correta.

ei
ep
liv
As causas de deserdação são exemplificativas, podendo o testador ter razões particulares para

O
(A)

R
excluir o herdeiro.

de
O direito de provar a causa da deserdação extingue-se no prazo de quatro anos, a contar da data
(B)
o
da abertura da sucessão.
id
go
Valerá a deserdação feita pelo autor da herança, em documento particular outro, que não o

5
(C)
testamento, desde que reconhecido pelos demais herdeiros.

4
om
ib
ar

(D)
causa alegada pelo testador. 1-
Ao herdeiro instituído, ou àquele a quem aproveite a deserdação, incumbe provar a veracidade da
ro

9
m

l.c
.4
Questão 38
Ca

ai
-P

15

Matéria: Direito Civil


Assunto(s): 11 Direitos reais
gm
ue

.7
m

Ricardo e João são proprietários de dois sítios vizinhos. Ricardo pratica


@
iq
05

atividade agrícola e necessita adentrar o terreno de João para construção de


ru
nr

22

um aqueduto (única forma de garantir irrigação), razão pela qual as partes


F:

concordaram em instituir direito real para este fim e o registraram no Cartório


He

c2
Ve

de Registro de Imóveis.
CP

oh
o
dr
Ad

Sobre o tema em destaque, assinale a resposta correta.


dr
Pe

pe

(A) Trata-se de direito real de servidão, oponível, inclusive, a qualquer comprador do imóvel.

(B) Na hipótese de venda de um dos imóveis, o acordo é extinto de pleno direito.

Cuida-se de direito real de uso, pelo que se fará jus à remuneração, em razão da utilização de seu
(C)
terreno.

O fim da atividade agrícola de Ricardo, seja por que período for, não importa na extinção do direito
(D)
acordado.

Questão 39
Matéria: Direito Civil
Assunto(s): 11 Direitos reais

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.17


r
Henrique foi vítima de esbulho possessório de sua fazenda, pelo vício da

i
uz
clandestinidade, perpetrada por Amadeus que, tendo o bem sob seu poder,
alienou onerosamente a posse para um terceiro que, de plano, cuidou de
edificar um imóvel para utilizá-lo como moradia.

d
a
ro

r
ei
Diante desse quadro, assinale a afirmativa correta.

ep
liv
O
R
Henrique tem direito a reintegrar-se na posse do imóvel, independente da boa fé do terceiro

de
(A)
o
adquirente.
id
Em se tratando de aquisição clandestina da posse, não há posse injusta, de modo que Henrique
go

5
(B) poderá se valer do desforço pessoal, desde que o realize imediatamente ao momento em que

4
om
tome conhecimento do esbulho.
ib
ar

(C) Henrique somente tem direito a propor ação indenizatória. 1-


ro

9
m

l.c
.4
Henrique pode intentar ação de reintegração de posse ou indenizatória em face do terceiro que
(D)
Ca

recebeu a coisa esbulhada sabendo que o era. ai


-P

15

Questão 40
gm
ue

.7

Matéria: Direito Civil


Assunto(s): 11.1 Contratos em Espécie
m

3
@
iq
05
ru
nr

22

Vitor foi contratado para representar o senhor Gervásio na realização de


F:

determinados atos jurídicos que lhe reverteriam benefício patrimonial. No curso


He

c2
Ve

da atuação, entretanto, Vitor toma ciência de que Gervásio veio a falecer. Diante
CP

disso, o mandato:
oh
o
dr
Ad

dr

(A) se extingue, e Vitor não deve mais atuar;


Pe

pe

(B) se extingue, mas Vitor deve concluir os atos já começados, se houver perigo na demora;

(C) se mantém até a abertura de inventário, e Vitor deve continuar atuando;

(D) se mantém, mas os atos de Vitor deverão ser ratificados pelo inventariante;

Questão 41
Matéria: Direito Civil
Assunto(s): 11. Responsabilidade civil

Considere as proposições abaixo, sobre a exclusão da responsabilidade civil:

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.18


r
I. A responsabilidade civil do Estado por atos comissivos de seus agentes não admite causa de exclusão.

i
uz
II. A culpa exclusiva da vítima afasta o elemento culpa, porém não o nexo de causalidade e a obrigação
de indenizar.

d
III. O caso fortuito e a força maior nem sempre excluem a responsabilidade pelo dano.

a
ro

r
IV. Não constitui ilícito, e por isto não enseja a responsabilização civil, o exercício de direito reconhecido,

ei
ainda que exercido de maneira antifinalística, excedendo manifestamente os limites impostos por seu fim

ep
liv
e econômico ou social, pela boa-fé ou pelos bons costumes.

O
Está correto o que se afirma APENAS em:
R
de
o
id
go

4 5
om
ib

(A) I, II e III.
ar

(B) I e II. 1-
ro

9
m

l.c
.4
(C) II e III.
Ca

ai
-P

15

(D) III.
gm
ue

.7

Questão 42
Matéria: ECA
m

3
@
iq

Assunto(s): 1.22. Infrações administrativas


05
ru
nr

22
F:

Maria chega à maternidade já em trabalho de parto, sendo atendida


He

c2
Ve

emergencialmente. Felizmente, o parto ocorre sem problemas e Maria dá à luz,


CP

Fernanda.
oh
o

No mesmo dia do parto, a enfermeira Cláudia escuta a conversa entre Maria e


dr
Ad

dr

uma amiga que a visitava, na qual Maria oferecia Fernanda a essa amiga em
Pe

adoção, por não se sentir preparada para a maternidade.


pe

Preocupada com a conversa, Cláudia a relata ao médico obstetra de plantão,


Paulo, o qual, por sua vez, noticia o ocorrido a Carlos, diretor-geral do hospital.

Naquela noite, já recuperada, Maria e a mesma amiga vão embora da


maternidade, sem que nada tenha ocorrido e nenhuma providência tenha sido
tomada por qualquer dos personagens envolvidos – Cláudia, Paulo ou Carlos.

Diante dos fatos acima, assinale a afirmativa correta.

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.19


Não foi cometida qualquer infração, porque a adoção irregular não se consumou no âmbito da
(A)
maternidade.

ir
Carlos cometeu infração administrativa, consubstanciada no não encaminhamento do caso à

uz
(B)
autoridade judiciária, porque somente o diretor do hospital pode fazê-lo.

Carlos e Paulo não cometeram infração administrativa ao não encaminharem o caso à autoridade

d
(C)
judiciária, porque não cabe ao corpo médico tal atribuição.

a
ro

r
Carlos, Paulo e Cláudia cometeram infração administrativa por não encaminharem o caso de que

ei
(D)
tinham conhecimento para a autoridade judiciária.

ep
liv
Questão 43
Matéria: ECA

O
R
Assunto(s): 1.12.3. Medidas socioeducativas

de
o
O adolescente João, com 16 anos completos, foi apreendido em flagrante
id
go

5
quando praticava ato infracional análogo ao crime de furto. Devidamente

4
conduzido o processo, de forma hígida, ele foi sentenciado ao cumprimento de

om
ib
ar
medida socioeducativa de 1 ano, em regime de semiliberdade. Sobre as
1-
medidas socioeducativas aplicadas a João, assinale a afirmativa correta.
ro

9
m

l.c
.4
Ca

ai
-P

15

A medida de liberdade assistida será fixada pelo prazo máximo de 6 meses, sendo que, ao final
(A) de tal período, caso João não se revele suficientemente ressocializado, a medida será convolada
gm
ue

.7

em internação.
m

A medida aplicada foi equivocada, pois deveria ter sido, necessariamente, determinada a
@
iq

(B)
05

internação de João.
ru
nr

22

No regime de semiliberdade, João poderia sair da instituição para ocupações rotineiras de


(C)
F:

trabalho e estudo, sem necessidade de autorização judicial.


He

c2
Ve

CP

A medida aplicada foi equivocada, pois não poderia, pelo fato análogo ao furto, ter a si aplicada
(D)
medida diversa da liberdade assistida.
oh
o
dr

Questão 44
Ad

dr

Matéria: Direito do Consumidor


Pe

Assunto(s): 16 Serviços Públicos


pe

Considerando a relação entre a legislação aplicável ao serviço público e o Código de Defesa do


Consumidor (Lei 8.078/1990), é CORRETO afirmar que:

a legislação consumerista se aplica a qualquer relação entre usuário e prestador de serviço


(A) público, independentemente do regime ao qual se sujeita o custeio do serviço, alcançando os
serviços remunerados por taxa e os serviços gratuitos.

considerando a sujeição dos serviços públicos à legislação específica, a relação entre o prestador
(B)
e o usuário do serviço público não se submete ao Código de Defesa do Consumidor.

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.20


dada a previsão expressa de aplicação do Código de Defesa do Consumidor às relações entre
prestadores e usuários de serviço público, a suspensão do fornecimento de energia elétrica deve

r
(C)
observar primariamente as condicionantes dessa legislação, ainda que os motivos da suspensão

i
uz
estejam previstos na Lei 8.987/1995.

não obstante a previsão expressa de aplicação do Código de Defesa do Consumidor às relações


entre prestadores e usuários de serviço público, a suspensão do fornecimento de energia elétrica

d
(D)
deve observar as condicionantes da Lei 8.987/1995 (Lei Geral do Serviço Público), uma vez que

a
ro
essa possui previsão específica para a matéria, como é próprio do regime jurídico administrativo.

r
ei
Questão 45

ep
liv
Matéria: Direito Empresarial
Assunto(s): 8 Direito societário

O
R
de
Como consequência da fusão das sociedades "A" e "B":
o
id
go

4 5
om
ib
ar

(A)
partir da fusão. 1-
as ações ou quotas de "A" e "B" passam a pertencer integralmente à nova sociedade, surgida a
ro

9
m

l.c
.4
a maior das duas sociedades passa a ser composta não apenas por seus bens, direitos e
Ca

(B)
obrigações, mas também pelos bens, direitos e obrigações da menor.
ai
-P

15

extinguem-se as sociedades "A" e "B", surgindo com a fusão uma nova sociedade que as
gm
(C)
ue

.7

sucederá nos direitos e obrigações.


m

(D) os acionistas dissidentes na deliberação de fusão não terão direito a recesso.


@
iq
05

Questão 46
ru
nr

22

Matéria: Direito Empresarial


F:
He

Assunto(s): 1 Empresário:
c2
Ve

CP

oh
o

Bento Gonçalves exerce, em caráter profissional, atividade intelectual de


dr
Ad

natureza artística, com a colaboração de auxiliares. O exercício da profissão


dr

constitui elemento de empresa. Querendo se eximir do pagamento de impostos,


Pe

Bento não fez qualquer tipo de registro de suas atividades. Como podemos
pe

considerar a atividade por ele desenvolvida?

(A) Bento Gonçalves não é empresário, porque exerce atividade intelectual de natureza literária.

(B) Bento Gonçalves não é empresário, porque não possui registro em nenhum órgão público.

(C) Bento Gonçalves é empresário, independentemente da falta de inscrição na Junta Comercial.

(D) Bento Gonçalves é empresário, porque exerce atividade não organizada em caráter profissional.

Questão 47
Matéria: Direito Empresarial

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.21


Assunto(s): 1. Título de créditos.

ir
uz
O CCB, a partir do art. 887, começa a tratar do Direito Cambiário. Sobre a parte
geral dos Títulos de Crédito (TC) em relação ao Diploma Civilista, assinale a
alternativa incorreta:

d
a
ro

r
ei
O TC precisa ser assinado de próprio punho por parte do emitente devido ao princípio da
(A)

ep
literalidade.

liv
O TC é um documento que vale por si só, não precisando de outro para comprovar sua
(B)

O
veracidade.

R
de
(C) Em não havendo indicação de sua data de vencimento, presume-se cobrável à vista.
o
(D) A invalidade de um TC, não torna inválido o negócio jurídico que o originou.
id
go

5
Questão 48

4
om
ib

Matéria: Direito Empresarial


ar

Assunto(s): 11. Lei 11.101, de 09 de fevereiro de 2005.


1-
ro

9
m

l.c
.4
Ca

Na alienação judicial de imóvel realizada no processo de falência, o


ai
-P

15

arrematante:
gm
ue

.7

(A) responderá como sucessor de todas as obrigações do devedor.


m

(B) responderá apenas como sucessor nas obrigações tributárias.


@
iq
05
ru
nr

(C) responderá apenas como sucessor nas obrigações trabalhistas.


22
F:

não será sucessor nas obrigações do devedor, inclusive as de natureza tributária, as derivadas da
He

(D)
c2
Ve

legislação do trabalho e as decorrentes de acidentes de trabalho.


CP

oh

Questão 49
o

Matéria: Direito Empresarial


dr
Ad

dr

Assunto(s): Lei de Propriedade Industrial


Pe

pe

A Lei de Propriedade Industrial, 9.279/96, regula direitos e obrigações relativos


à propriedade industrial. Em relação a esta Lei podemos afirmar que:

I. A invenção para ser patenteável deve preencher os requisitos de novidade, atividade inventiva e
aplicação industrial, e também atender à condição de suficiência descritiva.
II. As técnicas e métodos operatórios, bem como métodos terapêuticos ou de diagnóstico, para aplicação
no corpo humano ou animal são considerados invenções.

III. O pedido de patente de invenção terá de se referir a uma única invenção ou a um grupo de invenções
inter-relacionadas de maneira a compreenderem um único conceito inventivo.

IV. Não são patenteáveis o todo ou parte dos seres vivos, bem como os microorganismos transgênicos.

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.22


Assinale:

ir
duz
(A) se apenas as afirmativas I e III estiverem corretas.

a
ro

r
(B) se apenas as afirmativas II e IV estiverem corretas.

ei
(C) se apenas as afirmativas I, III e IV estiverem corretas.

ep
liv
(D) se apenas as afirmativas I, II e III estiverem corretas.

O
Questão 50
R
de
Matéria: Direito Processual Civil - Novo Código de Processo Civil - CPC 2015
o
Assunto(s): Tutela Provisória
id
go

4 5
Findo o contrato de depósito entre Álvaro e Joaquim, este último negou-se em

om
ib
ar
devolver o bem custodiado. Assim, Álvaro resolve ajuizar ação fundada em
1-
prova documental adequada do contrato de depósito, requerendo a devolução
ro

9
m

l.c
do bem. Dada a situação hipotética, é correto afirmar:
.4
Ca

ai
-P

15
gm
não é possível determinar a entrega provisória do bem ao autor sem a oitiva do réu, sob pena de
ue

.7

(A)
ferir o direito ao contraditório
m

3
@
iq

(B) a entrega provisória do bem estará condicionada à prova da urgência.


05
ru
nr

(C) o juiz poderá determinar, liminarmente, a ordem de entrega do objeto custodiado.


22
F:
He

(D) a entrega do bem somente poderá ser feita ao final, após o trânsito em julgado da decisão.
c2
Ve

CP

Questão 51
oh
o

Matéria: Direito Processual Civil - Novo Código de Processo Civil - CPC 2015
Assunto(s): Suspensão do Processo
dr
Ad

dr
Pe

pe

João e Maria são casados e possuem escritório de advocacia na cidade de


Ipojuca, Pernambuco.

Apenas os dois advogados possuem procuração de um dos resorts da região


para atuar em ação condenatória proposta por um cliente insatisfeito.

Considerando que não houve acordo entre as partes quando da audiência de


conciliação, abriu-se prazo para a contestação. No segundo dia do prazo, Maria
deu à luz a Lucas, primeiro filho do casal.

Nesse caso, diante das normas do Código de Processo Civil:

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.23


r
(A) o prazo deve ser interrompido.

i
uz
(B) o prazo deve ser suspenso por 30 (trinta) dias.

(C) o prazo deve fluir normalmente.

d
a
(D) o prazo deve ser suspenso por 8 (oito) dias.

ro

r
ei
Questão 52

ep
liv
Matéria: Direito Processual Civil - Novo Código de Processo Civil - CPC 2015
Assunto(s): Improcedência Liminar do Pedido

O
R
de
Alfredo ajuizou ação de cobrança, formulando pedido atingido pela prescrição.
o
Conclusos os autos, o juízo da 10 vara cível do Recife proferiu sentença
indeferindo a petição inicial. Considerando a situação hipotética, é correto
id
go

5
afirmar:

4
om
ib
ar

1-
ro

9
m

o juízo agiu corretamente, uma vez que a ocorrência de prescrição é causa de extinção do

l.c
(A)
processo sem resolução de mérito.
.4
Ca

ai
-P

15

o juízo não poderia ter reconhecido a prescrição, uma vez que a declaração de sua ocorrência
(B)
depende de provocação do réu.
gm
ue

.7

o indeferimento da petição inicial é causa de extinção do processo com resolução de mérito e não
(C)
está sujeito a retratação.
m

3
@
iq
05

havendo prescrição, o juízo deveria ter julgado liminarmente improcedente o pedido, extinguindo o
(D)
ru
nr

22

processo com resolução de mérito.


F:
He

Questão 53
c2
Ve

CP

Matéria: Direito Processual Civil - Novo Código de Processo Civil - CPC 2015
oh

Assunto(s): Tutela Provisória e Tutela de Urgência


o
dr
Ad

dr

João, advogado, acaba de apresentar pedido de medida cautelar em caráter


Pe

pe

antecedente em favor do seu cliente. Conclusos os autos, o juiz percebeu que,


na verdade, o pedido tem natureza antecipada. De acordo com a situação
hipotética,
O juiz deverá indeferir a medida requerida, extinguindo o processo sem resolução de mérito, já
(A)
que não estão preenchidos os requisitos legais.

(B) O juiz deverá deferir a medida cautelar, dada a urgência requerida no caso.

Preenchidos os requisitos, o juiz deverá deferir a tutela antecipada, seguindo-se com o


(C)
procedimento relativo à tutela antecipada requerida em caráter antecedente.

(D) O juiz determinará que o autor emende a petição inicial, sob pena de indeferimento.

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.24


Questão 54

r
Matéria: Direito Processual Civil - Novo Código de Processo Civil - CPC 2015

i
Assunto(s): Competência

uz
Carla ajuizou ação de cobrança em face de Paulo, sendo os autos distribuídos

d
para a 2ª vara cível da comarca de Fortaleza/CE, foro do domicílio do réu. No

a
ro
curso da demanda o réu passou a residir em Maceió/AL. Considerando a

r
ei
hipótese acima, é correto afirmar:

ep
liv
O
com a mudança de domicílio do réu, a competência foi modificada para o juízo de Maceió,

R
(A)
devendo o processo ser extinto sem resolução de mérito.

de
o juízo de Fortaleza/CE continuará competente, uma vez que a competência foi fixada no
o
(B)
momento de distribuição da petição inicial, sendo irrelevante a mudança de domicílio do réu.
id
go

5
(C) a competência poderá ser modificada, desde que ainda não tenha sido proferida a sentença.

4
om
ib
ar
a competência somente será modificada se houver requerimento do réu, solicitando a remessa
(D)
dos autos ao juízo do novo domicílio.
1-
ro

9
m

l.c
.4
Questão 55
Ca

Matéria: Direito Processual Civil - Novo Código de Processo Civil - CPC 2015
ai
-P

15

Assunto(s): Sujeitos da Relação Processual


gm
ue

.7

Pedro, credor de Joaquim, descobriu que o mesmo celebrou contrato de


m

3
@
iq
05

doação com Petrúcio, transferindo um bem do seu patrimônio com o intuito de


ru

tornar-se insolvente e não pagar a dívida. Após tomar ciência do fato, Pedro
nr

22

resolveu ajuizar demanda com o objetivo de obter a anulação do negócio, ante a


F:
He

fraude praticada. Diante disso, requereu a citação de Joaquim e Petrúcio na


c2
Ve

CP

petição inicial. Assinale a modalidade de litisconsórcio verificada na hipótese


oh

acima.
o
dr
Ad

(A) Litisconsórcio ativo necessário e unitário.


dr
Pe

(B) Litisconsórcio passivo necessário e simples.


pe

(C) Litisconsórcio ativo facultativo e simples.

(D) Litisconsórcio passivo necessário e unitário.

Questão 56
Matéria: Direito Processual Civil - Novo Código de Processo Civil - CPC 2015
Assunto(s): Chamamento ao Processo

Após submeter-se a cirurgia, realizada no âmbito do hospital Golden, Maria


resolve ajuizar ação para ressarcimento por danos materiais, morais e estéticos
em face do médico responsável e do hospital, em litisconsórcio passivo, sob a

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.25


alegação de que a mesma teria ficado com deformidade em seu corpo, causada

r
pela intervenção cirúrgica. Infrutífera a tentativa de autocomposição, o Hospital

i
apresenta a contestação no prazo legal, apontando que a cirurgia teria sido

uz
realizada na mais perfeita conformidade e que os danos apresentados pela
autora não são decorrentes da cirurgia mas, sim, de um problema de ordem

d
genética. O médico não contestou a ação. Neste caso,

a
ro
(A) o médico será considerado revel, sendo-lhe aplicados os efeitos materiais da revelia.

r
ei
o médico será revel, mas a contestação apresentada pelo hospital lhe aproveitará, sendo-lhe

ep
(B)

liv
apenas aplicados os efeitos processuais da revelia.

o médico será considerado revel, sendo-lhe aplicados os efeitos materiais e processuais da

O
(C)

R
revelia.

de
(D) considerado o estado de revelia de um dos réus, o juiz poderá julgar antecipadamente o mérito.
o
Questão 57
id
go

5
Matéria: Direito Penal

4
om
ib

Assunto(s): 11Concurso de crimes


ar

1-
ro

9
m

l.c
Maria, em uma loja de departamento, apresentou roupas no valor de R$ 1.200
.4
Ca

(mil e duzentos reais) ao caixa, buscando efetuar o pagamento por meio de um


ai
-P

15

cheque de terceira pessoa, inclusive assinando como se fosse a titular da


gm
conta. Na ocasião, não foi exigido qualquer documento de identidade. Todavia,
ue

.7

o caixa da loja desconfiou do seu nervosismo no preenchimento do cheque,


m

apesar da assinatura perfeita, e consultou o banco sacado, constatando que


@
iq
05

aquele documento constava como furtado. Assim, Maria foi presa em flagrante
ru
nr

naquele momento e, posteriormente, denunciada pelos crimes de estelionato e


22

falsificação de documento público, em concurso material. Confirmados os


F:
He

fatos, o advogado de Maria, no momento das alegações finais, sob o ponto de


c2
Ve

CP

vista técnico, deverá buscar o reconhecimento:


oh
o
dr
Ad

dr

do concurso formal entre os crimes de estelionato consumado e falsificação de documento


(A)
público.
Pe

pe

(B) do concurso formal entre os crimes de estelionato tentado e falsificação de documento particular.

(C) de crime único de estelionato, na forma consumada, afastando-se o concurso de crimes.

(D) de crime único de estelionato, na forma tentada, afastando-se o concurso de crimes.

Questão 58
Matéria: Direito Penal
Assunto(s): 13.4 Crimes contra a honra

Durante uma reunião de condomínio, Paulo, com o animus de ofender a honra


objetiva do condômino Arthur, funcionário público, mesmo sabendo que o

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.26


ofendido foi absolvido daquela imputação por decisão transitada em julgado,

r
afirmou que Artur não tem condições morais para conviver naquele prédio,

i
porquanto se apropriara de dinheiro do condomínio quando exercia a função de

uz
síndico. Inconformado com a ofensa à sua honra, Arthur ofereceu queixa-crime
em face de Paulo, imputando-lhe a prática do crime de calúnia. Preocupado com

d
as consequências de seu ato, após ser regularmente citado, Paulo procura

a
você, como advogado(a), para assistência técnica. Considerando apenas as

ro

r
informações expostas, você deverá esclarecer que a conduta de Paulo

ei
configura crime de:

ep
liv
O
R
(A) difamação, não de calúnia, cabendo exceção da verdade por parte de Paulo.

de
(B) injúria, não de calúnia, de modo que não cabe exceção da verdade por parte de Paulo.
o
(C) calúnia efetivamente imputado, não cabendo exceção da verdade por parte de Paulo.
id
go

5
calúnia efetivamente imputado, sendo possível o oferecimento da exceção da verdade por parte

4
(D)

om
de Paulo.
ib
ar

Questão 59 1-
ro

9
m

l.c
Matéria: Direito Penal
.4
Ca

Assunto(s): 14. 1 Crimes contra o patrimônio, Dosimetria da pena


ai
-P

15
gm
ue

.7

Inconformado por estar desempregado, Lúcio resolve se embriagar. Quando se


encontrava no interior do coletivo retornando para casa, ele verifica que o
m

3
@
iq

passageiro sentado à sua frente estava dormindo, e o telefone celular deste


05

estava solto em seu bolso. Aproveitando-se da situação, Lúcio subtrai o


ru
nr

22

aparelho sem ser notado pelo lesado, que continuava dormindo profundamente.
F:

Ao tentar sair do coletivo, Lúcio foi interpelado por outro passageiro, que
He

c2
Ve

assistiu ao ocorrido, iniciando-se uma grande confusão, que fez com que o
CP

lesado acordasse e verificasse que seu aparelho fora subtraído. Após denúncia
oh
o

pelo crime de furto qualificado pela destreza e regular processamento do feito,


dr
Ad

Lúcio foi condenado nos termos da denúncia, sendo, ainda, aplicada a


dr

agravante da embriaguez preordenada, já que Lúcio teria se embriagado


Pe

dolosamente. Considerando apenas as informações expostas e que os fatos


pe

foram confirmados, o(a) advogado(a) de Lúcio, no momento da apresentação de


recurso de apelação, poderá requerer:

o reconhecimento de causa de diminuição de pena diante da redução da capacidade em razão da


(A)
sua embriaguez, mas não o afastamento da qualificadora da destreza.

a desclassificação para o crime de furto simples, mas não o afastamento da agravante da


(B)
embriaguez preordenada.

a desclassificação para o crime de furto simples e o afastamento da agravante, não devendo a


(C)
embriaguez do autor do fato interferir na tipificação da conduta ou na dosimetria da pena.

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.27


(D) a absolvição, diante da ausência de culpabilidade, em razão da embriaguez completa.

r
Questão 60

i
uz
Matéria: Direito Penal
Assunto(s): 8.1 Crimes contra a vida

d
a
ro
Regina dá à luz seu primeiro filho, Davi. Logo após realizado o parto, ela, sob

r
influência do estado puerperal, comparece ao berçário da maternidade, no

ei
intuito de matar Davi. No entanto, pensando tratar-se de seu filho, ela, com uma

ep
liv
corda, asfixia Bruno, filho recém-nascido do casal Marta e Rogério, causando-
lhe a morte. Descobertos os fatos, Regina é denunciada pelo crime de

O
R
homicídio qualificado pela asfixia com causa de aumento de pena pela idade da
vítima. Diante dos fatos acima narrados, o(a) advogado(a) de Regina, em

de
o
alegações finais da primeira fase do procedimento do Tribunal do Júri, deverá
requerer:
id
go

4 5
om
ib
ar

(A)
causa de aumento, diante do erro de tipo. 1-
o afastamento da qualificadora, devendo Regina responder pelo crime de homicídio simples com
ro

9
m

l.c
.4
a desclassificação para o crime de infanticídio, diante do erro sobre a pessoa, não podendo ser
Ca

(B)
reconhecida a agravante pelo fato de quem se pretendia atingir ser descendente da agente.
ai
-P

15

a desclassificação para o crime de infanticídio, diante do erro na execução (aberratio ictus),


gm
ue

.7

(C) podendo ser reconhecida a agravante de o crime ser contra descendente, já que são
consideradas as características de quem se pretendia atingir.
m

3
@
iq
05

a desclassificação para o crime de infanticídio, diante do erro sobre a pessoa, podendo ser
(D) reconhecida a agravante de o crime ser contra descendente, já que são consideradas as
ru
nr

22

características de quem se pretendia atingir.


F:
He

c2
Ve

Questão 61
CP

Matéria: Direito Penal


oh
o

Assunto(s): Medida de segurança


dr
Ad

dr
Pe

Durante ação penal em que Guilherme figura como denunciado pela prática do
pe

crime de abandono de incapaz (Pena: detenção, de 6 meses a 3 anos), foi


instaurado incidente de insanidade mental do acusado, constatando o laudo
que Guilherme era, na data dos fatos (e permanecia até aquele momento),
inteiramente incapaz de entender o caráter ilícito do fato, em razão de doença
mental. Não foi indicado, porém, qual seria o tratamento adequado para
Guilherme. Durante a instrução, os fatos imputados na denúncia são
confirmados, assim como a autoria e a materialidade delitiva. Considerando
apenas as informações expostas, com base nas previsões do Código Penal, no
momento das alegações finais, a defesa técnica de Guilherme, sob o ponto de
vista técnico, deverá requerer:

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.28


a absolvição imprópria, com aplicação de medida de segurança de tratamento ambulatorial,
(A)
podendo a sentença ser considerada para fins de reincidência no futuro.

ir
a absolvição própria, sem aplicação de qualquer sanção, considerando a ausência de

uz
(B)
culpabilidade.

a absolvição imprópria, com aplicação de medida de segurança de tratamento ambulatorial, não

d
(C)
sendo a sentença considerada posteriormente para fins de reincidência.

a
ro

r
a absolvição imprópria, com aplicação de medida de segurança de internação pelo prazo máximo

ei
(D)
de 02 anos, não sendo a sentença considerada posteriormente para fins de reincidência.

ep
liv
Questão 62
Matéria: Direito Penal

O
R
Assunto(s): 21. Desistência voluntária e arrependimento eficaz, arrependimento

de
posterior
o
id
go

5
Durante a madrugada, Lucas ingressou em uma residência e subtraiu um

4
computador. Quando se preparava para sair da residência, ainda dentro da

om
ib
ar

1-
casa, foi surpreendido pela chegada do proprietário. Assustado, ele o empurrou
e conseguiu fugir com a coisa subtraída. Na manhã seguinte, arrependeu-se e
ro

9
m

l.c
resolveu devolver a coisa subtraída ao legítimo dono, o que efetivamente veio a
.4
Ca

ocorrer. O proprietário, revoltado com a conduta anterior de Lucas, compareceu


ai
-P

15

em sede policial e narrou o ocorrido. Intimado pelo Delegado para comparecer


gm
em sede policial, Lucas, preocupado com uma possível responsabilização
ue

.7

penal, procura o advogado da família e solicita esclarecimentos sobre a sua


situação jurídica, reiterando que já no dia seguinte devolvera o bem subtraído.
m

3
@
iq

Na ocasião da assistência jurídica, o(a) advogado(a) deverá informar a Lucas


05

que poderá ser reconhecido(a):


ru
nr

22
F:
He

c2
Ve

CP

(A) a desistência voluntária, havendo exclusão da tipicidade de sua conduta.


oh
o

(B) o arrependimento eficaz, respondendo o agente apenas pelos atos até então praticados.
dr
Ad

dr

o arrependimento posterior, não sendo afastada a tipicidade da conduta, mas gerando aplicação
(C)
de causa de diminuição de pena.
Pe

pe

(D) a atenuante da reparação do dano, apenas, não sendo, porém, afastada a tipicidade da conduta.

Questão 63
Matéria: Processo Penal
Assunto(s): Prisões cautelares: definição e espécies

Durante escuta telefônica devidamente deferida para investigar organização


criminosa destinada ao contrabando de armas, policiais obtiveram a informação
de que Marcelo receberia, naquele dia, grande quantidade de armamento, que
seria depois repassada a Daniel, chefe de sua facção. Diante dessa informação,
os policiais se dirigiram até o local combinado. Após informarem o fato à

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.29


autoridade policial, que o comunicou ao juízo competente, eles acompanharam

r
o recebimento do armamento por Marcelo, optando por não o prender naquele

i
momento, pois aguardariam que ele se encontrasse com o chefe da sua

uz
organização para, então, prendê-los. De posse do armamento, Marcelo se
dirigiu ao encontro de Daniel e lhe repassou as armas contrabandeadas,

d
quando, então, ambos foram surpreendidos e presos em flagrante pelos

a
policiais que monitoravam a operação. Encaminhados para a Delegacia, os

ro

r
presos entraram em contato com um advogado para esclarecimentos sobre a

ei
validade das prisões ocorridas. Com base nos fatos acima narrados, o

ep
liv
advogado deverá esclarecer aos seus clientes que a prisão em flagrante
efetuada pelos policiais foi

O
R
de
(A) ilegal, por se tratar de flagrante esperado
o
id
(B) legal, restando configurado o flagrante preparado. go

4 5
(C) legal, tratando-se de flagrante retardado.

om
ib
ar

(D)
1-
ilegal, pois a conduta dos policiais dependeria de prévia autorização judicial.
ro

9
m

l.c
Questão 64
.4
Ca

Matéria: Processo Penal ai


-P

15

Assunto(s): Recurso
gm
ue

.7

O advogado de Josefina, ré em processo criminal, entendendo que, entre o


m

3
@
iq

recebimento da denúncia e o término da instrução, ocorreu a prescrição da


05

pretensão punitiva estatal, apresentou requerimento, antes mesmo do


ru
nr

22

oferecimento de alegações finais, de reconhecimento da extinção da


F:
He

punibilidade da agente, sendo o pedido imediatamente indeferido pelo


c2
Ve

magistrado. Intimado, caberá ao(à) advogado(a) de Josefina, discordando da


CP

decisão, apresentar:
oh
o
dr
Ad

dr

(A) recurso em sentido estrito, no prazo de 5 dias.


Pe

pe

(B) recurso de apelação, no prazo de 5 dias.

(C) carta testemunhável, no prazo de 48h.

(D) reclamação constitucional, no prazo de 15 dias.

Questão 65
Matéria: Processo Penal
Assunto(s): 17.3. Tribunal do Júri

Rogério foi denunciado pela prática de um crime de homicídio qualificado por


fatos que teriam ocorrido em 2017. Após regular citação e apresentação de

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.30


resposta à acusação, Rogério decide não comparecer aos atos do processo,

r
apesar de regularmente intimado, razão pela qual foi decretada sua revelia.

i
uz
Em audiência realizada na primeira fase do procedimento do Tribunal do Júri,
sem a presença de Rogério, mas tão só de sua defesa técnica, foi proferida
decisão de pronúncia. Rogério mudou-se e não informou ao juízo o novo

d
endereço, não sendo localizado para ser pessoalmente intimado dessa decisão,

a
ro
ocorrendo, então, a intimação por edital. Posteriormente, a ação penal teve

r
ei
regular prosseguimento, sem a participação do acusado, sendo designada data

ep
para realização da sessão plenária.

liv
O
Ao tomar conhecimento desse fato por terceiros, Rogério procura seu
R
de
advogado para esclarecimentos, informando não ter interesse em comparecer à
o
sessão plenária. Com base apenas nas informações narradas, o advogado de
id
Rogério deverá esclarecer que: go

4 5
om
ib
ar

(A) 1-
o processo e o curso do prazo prescricional, diante da intimação por edital, deveriam ficar
ro

9
m

suspensos.

l.c
.4
Ca

(B) a intimação da decisão de pronúncia por edital não é admitida pelo Código de Processo Penal.
ai
-P

15

o julgamento em sessão plenária do Tribunal do Júri, na hipótese, poderá ocorrer mesmo sem a
gm
(C)
presença do réu.
ue

.7

a revelia gerou presunção de veracidade dos fatos e a intimação foi válida, mas a presença do réu
m

(D)
@
iq

é indispensável para a realização da sessão plenária do Tribunal do Júri.


05
ru
nr

22

Questão 66
F:

Matéria: Processo Penal


He

c2
Ve

Assunto(s): Recurso
CP

oh
o

Vitor foi denunciado pela prática de um crime de peculato. O magistrado,


dr
Ad

dr

quando da análise da inicial acusatória, decide rejeitar a denúncia em razão de


Pe

ausência de justa causa. O Ministério Público apresentou recurso em sentido


pe

estrito, sendo os autos encaminhados ao Tribunal, de imediato, para decisão.


Todavia, Vitor, em consulta ao sítio eletrônico do Tribunal de Justiça, toma
conhecimento da existência do recurso ministerial, razão pela qual procura seu
advogado e demonstra preocupação com a revisão da decisão do juiz de
primeira instância. Considerando as informações narradas, de acordo com a
jurisprudência do Supremo Tribunal Federal, o advogado de Vitor deverá
esclarecer que:

(A) o Tribunal não poderá conhecer do recurso apresentado, tendo em vista que a decisão de rejeição

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.31


da denúncia é irrecorrível.

r
o Tribunal não poderá conhecer do recurso apresentado, pois caberia recurso de apelação, e não

i
(B)
recurso em sentido estrito.

uz
ele deveria ter sido intimado para apresentar contrarrazões, apesar de ainda não figurar como réu,
(C)
mas tão só como denunciado.

d
a
ro
caso o Tribunal dê provimento ao recurso, os autos serão encaminhados para o juízo de primeira
(D)

r
instância para nova decisão sobre recebimento ou não da denúncia.

ei
ep
Questão 67

liv
Matéria: Processo Penal

O
Assunto(s): Questões e processos incidentes

R
de
o
Luiz foi denunciado pela prática de um crime de estelionato. Durante a
instrução, o ofendido apresentou, por meio de assistente de acusação,
id
go

5
documento supostamente assinado por Luiz, que confirmaria a prática delitiva.

4
om
Ao ter acesso aos autos, Luiz informa ao patrono ter certeza de que aquele
ib
ar
documento seria falso, pois não foi por ele assinado.
1-
ro

9
m

l.c
.4
Ca

Com base nas informações narradas, de acordo com as previsões do Código de


ai
-P

15

Processo Penal, o advogado de Luiz poderá:


gm
ue

.7
m

alegar apenas a insuficiência de provas e requerer a extração de cópias para o Ministério Público,
@
iq

(A)
05

mas não poderá, neste processo, verificar a veracidade do documento.


ru
nr

22

alegar, desde que seja procurador com poderes especiais, a falsidade do documento para fins de
(B)
F:

instauração de incidente de falsidade.


He

c2
Ve

CP

arguir, com procuração com poderes gerais, a falsidade do documento, gerando incidente de
(C)
oh

falsidade em autos em apartado.


o
dr
Ad

alegar, oralmente, a falsidade do documento, devendo o incidente ser decidido nos autos
(D)
dr

principais.
Pe

pe

Questão 68
Matéria: Processo Penal
Assunto(s): Revisão criminal

Vanessa foi condenada pela prática de um crime de furto qualificado pela 1ª


Vara Criminal de Curitiba, em razão de suposto abuso de confiança que
decorreria da relação entre a vítima e Vanessa. Como as partes não
interpuseram recurso, a sentença de primeiro grau transitou em julgado. Apesar
de existirem provas da subtração de coisa alheia móvel, a vítima não foi ouvida
por ocasião da instrução por não ter sido localizada. Durante a execução da
pena por Vanessa, a vítima é localizada, confirma a subtração por Vanessa, mas

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.32


diz que sequer conhecia a autora dos fatos antes da prática delitiva. Vanessa

r
procura seu advogado para esclarecimento sobre eventual medida cabível.

i
Considerando apenas as informações narradas, o advogado de Vanessa deve

uz
esclarecer que:

d
a
ro

r
ei
não poderá apresentar revisão criminal, tendo em vista que a pena já está sendo executada, mas
(A)
poderá ser buscada reparação civil.

ep
liv
caberá apresentação de revisão criminal, sendo imprescindível a representação de Vanessa por
(B)

O
advogado, devendo a medida ser iniciada perante o próprio juízo da condenação.

R
não poderá apresentar revisão criminal em favor da cliente, tendo em vista que a nova prova não

de
(C)
é apta a justificar a absolvição de Vanessa, mas tão só a redução da pena.
o
id
caberá apresentação de revisão criminal, podendo Vanessa apresentar a ação autônoma
go

5
(D) independentemente de estar assistida por advogado, ou por meio de procurador legalmente

4
habilitado.

om
ib
ar

Questão 69 1-
ro

9
m

l.c
Matéria: Direito do Trabalho
.4
Assunto(s): Grupo Econômico
Ca

ai
-P

15
gm

Renato e Rafaela são sócios de duas empresas em ramos comerciais distintos,


ue

.7

a empresa de turismo Voa Voa LTDA e uma loja de fotografia Estúdio Bele
m

LTDA. No que se refere a formação do grupo econômico e sua respectiva


@
iq
05

responsabilidade pelas obrigações da relação de emprego, assinale a


ru
nr

22

alternativa correta:
F:
He

c2
Ve

CP

As duas empresas apenas formam grupo econômico se, além da identidade de sócios, houver
oh
o

(A) atuação conjunta e interesse integrado, gerando assim responsabilidade solidária para o grupo
econômico diante das obrigações da relação de emprego.
dr
Ad

dr

As duas empresas, pela comunhão de sócios, naturalmente já constituem um grupo econômico,


Pe

(B) sendo cada uma delas autonomamente responsável pelas obrigações referentes à relação de
pe

emprego.

Apenas haverá formação de grupo econômico se, além da identidade de sócios, houver
(C) demonstração de interesse integrado, uma efetiva comunhão de interesses e atuação conjunta
das empresas, sendo nesse caso atribuída responsabilidade solidária ao grupo formado.

As duas empresas não poderão formar um grupo econômico, pois apesar de existir identidade de
sócios, as empresas atuam em ramos comerciais distintos, não cabendo a constituição do
(D)
respectivo grupo, guardando assim, cada uma delas, autonomia sobre a responsabilidade diante
das obrigações trabalhistas.

Questão 70
Matéria: Direito do Trabalho

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.33


Assunto(s): Equiparação salarial

ir
uz
Maria e Alice são funcionárias da mesma empresa, a construtora Grandes
Imóveis S.A. Maria trabalha na empresa há 7 anos e há 3 anos ocupa a função
de gerente de recursos. Já Alice é funcionária há 4 anos e foi, há 2 meses,

d
promovida para a mesma função de Alice. Em uma conversa informal sobre

a
ro
seus rendimentos, Alice descobriu que, apesar de passar a ocupar a mesma

r
ei
função que Maria, receberia um salário menor que o da colega. Indignada, Alice

ep
procura seu empregador, alegando ter direito a equiparação salarial. Diante

liv
dessa situação, assinale a alternativa correta:

O
R
de
Alice tem direito a equiparação salarial, visto que a diferença de tempo de serviço na mesma
o
(A) empresa entre ela e Maria não é superior a 5 anos, bem como a diferença de tempo de ambas na
mesma função não é inferior a 3 anos.
id
go

5
Alice não tem direito a equiparação salarial, pois apesar da diferença de tempo de serviço das

4
om
ib

(B) duas na mesma empresa não ser superior a 4 anos, a diferença de Maria e Alice na mesma
ar
função supera os 2 anos.
1-
ro

9
m

l.c
Alice não tem direito a equiparação salarial, pois a diferença de tempo de serviço entre as duas
(C)
.4
colegas na mesma empresa é superior a 2 anos.
Ca

ai
-P

15

Alice não tem direito a equiparação salarial, pois a diferença de tempo de serviço entre as duas
(D)
gm
colegas na mesma função é superior a 1 ano.
ue

.7

Questão 71
m

3
@
iq

Matéria: Direito do Trabalho


05

Assunto(s): 11. Extinção do Contrato de Trabalho


ru
nr

22
F:
He

c2
Ve

Arthur trabalha na empresa de Rita há 3 anos, porém, ultimamente, os dois


CP

estão insatisfeitos com a atual relação de emprego. Arthur acha que sua rotina
oh
o

se tornou repetitiva e almeja novos desafios na sua vida profissional. Rita, por
dr

outro lado, acha que seu funcionário não vem obtendo o mesmo rendimento de
Ad

dr

antes. Dessa forma, os dois decidem pela rescisão do contrato de trabalho na


Pe

modalidade de acordo entre empregado e empregador. Considerando os fatos


pe

narrados, assinale a alternativa correta no que se refere as verbas rescisórias:

Essa modalidade de extinção do contrato de trabalho permitirá que Arthur movimente até 50% sua
(A)
conta vinculada no FGTS.

Arthur receberá metade de todas as verbas rescisórias, já que a extinção do contrato de trabalho
(B)
se deu via acordo.

(C) Arthur não terá direito ao ingresso no Programa de Seguro-Desemprego

Arthur receberá pela metade, o aviso prévio, se indenizado, a indenização do FGTS e as férias
(D)
vencidas, recebendo as demais verbas rescisórias em sua integralidade.

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.34


Questão 72

r
Matéria: Direito do Trabalho

i
Assunto(s): 10. Aviso Prévio

uz
Otávio é dono da empresa XPTO LTDA e ultimamente anda bastante insatisfeito

d
com o desempenho de Felipe, seu funcionário, que trabalha há apenas 4 meses

a
ro
na empresa. Decidido a demitir Felipe, Otávio procura sua advogada a fim de

r
ei
tirar algumas dúvidas sobre as regras para o aviso prévio. Diante do exposto,

ep
assinale a alternativa correta:

liv
O
(A)
R
Caso Otávio efetue o pagamento de Felipe de forma semanal, o aviso prévio deverá ser de 8 dias.

de
o
Felipe poderá ter seu horário de trabalho reduzido em 2 horas diárias durante o aviso prévio, sem
(B)
prejuízo do seu salário.
id
go

5
(C) Após concedido o aviso prévio, Otávio não poderá reconsiderar o ato, sendo a rescisão definitiva.

4
om
ib
ar

(D)
1-
Felipe pode abrir da redução da carga horária diária e, no lugar, faltar ao serviço, sem prejuízo do
salário integral, por 5 dias corridos, considerando que seu pagamento
ro

9
m

l.c
.4
Questão 73
Ca

Matéria: Direito do Trabalho


ai
-P

15

Assunto(s): 13. Direito Coletivo do Trabalho


gm
ue

.7
m

A Reforma Trabalhista de 2017 trouxe importantes modificações para a


@
iq
05

Consolidação das Leis do Trabalho. Como destaque, o art. 611-A da CLT traz
ru
nr

22

uma lista de assunto em que a convenção coletiva e o acordo coletivo do


trabalho terão prevalência sobre a lei. Deste modo, assinale a alternativa que
F:
He

c2

não corresponde a um destes assuntos:


Ve

CP

oh
o

(A) Redução do adicional de remuneração para as atividades penosas, insalubres ou perigosas


dr
Ad

dr

(B) Participação nos lucros ou resultados da empresa


Pe

pe

(C) Teletrabalho, regime de sobreaviso e trabalho intermitente

(D) Banco de horas anual

Questão 74
Matéria: Direito do Trabalho
Assunto(s): 3.1.4 Empregado doméstico

Laureta trabalha como empregada doméstica da família Costa & Silva há mais
de 5 anos. Com o final do ano se aproximando, a família planeja uma viagem de
férias e pretende levar Laureta para viajar com eles. No que se refere ao

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.35


exposto, assinale a alternativa correta:

ir
uz
A ida de Loreta na viagem de férias da família é uma decisão unilateral do empregador, vez que
(A)
se trata de atividade inerente ao serviço prestado.

d
A remuneração-hora do serviço em viagem de Loreta será, no mínimo, 50% superior ao valor do

a
(B)

ro
salário-hora normal.

r
ei
Loreta não poderá converter o acréscimo na remuneração-hora do serviço em viagem em
(C)

ep
acréscimo no banco de horas.

liv
Em viagem, serão consideradas apenas as horas efetivamente trabalhadas por Loreta naquele
(D)

O
R
período, podendo ser compensadas as horas extraordinárias em outro dia.

de
Questão 75
o
Matéria: Direito Processual do Trabalho
id
Assunto(s): Recursos go

4 5
om
ib
ar

1-
Exame - OAB XXI –Em setembro de 2019, durante a audiência de um caso que
envolvia apenas pedido de adicional de insalubridade, o Juiz do Trabalho
ro

9
m

l.c
determinou a realização de perícia e que a reclamada antecipasse os honorários
.4
Ca

periciais. Inconformada com essa decisão, a sociedade empresária impetrou


ai
-P

15

mandado de segurança contra esse ato judicial, mas o TRT, em decisão


gm
colegiada, não concedeu a segurança.
ue

.7
m

3
@
iq
05

Caso a sociedade empresária pretenda recorrer dessa decisão, assinale a


ru
nr

22

opção que indica a medida recursal da qual deverá se valer.


F:
He

c2
Ve

CP

(A) Agravo de Instrumento.


oh
o

(B) Recurso Ordinário.


dr
Ad

dr

(C) Agravo de Petição.


Pe

pe

(D) Recurso de Revista.

Questão 76
Matéria: Direito Processual do Trabalho
Assunto(s): Recursos

Em sede de impugnação à sentença de liquidação, o juiz julgou improcedente o


pedido, ocorrendo o mesmo em relação aos embargos à execução ajuizados
pela executada.

A princípio, você, na qualidade de advogado(a) da executada, entendeu por bem

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.36


não apresentar recurso.

r
Contudo, foi apresentado o recurso cabível pelo exequente.

i
uz
Diante disso, assinale a afirmativa correta.

d
a
ro

r
ei
A parte exequente interpôs agravo de petição, e a executada poderá interpor agravo de petição na
(A)

ep
modalidade de recurso adesivo.

liv
Ambas as partes poderiam interpor agravo de petição na hipótese, porém não mais existe essa

O
(B)

R
possibilidade para a executada, pois esta não apresentou o recurso no prazo próprio.

de
(C) A parte autora interpôs recurso de revista, e não resta recurso para a parte executada.
o
(D) A parte autora apresentou recurso ordinário, e a executada poderá apresentar agravo de petição.
id
go

5
Questão 77

4
om
ib

Matéria: Direito Processual do Trabalho


ar

Assunto(s): 11.2 Formas de execução 1-


ro

9
m

l.c
.4
Ca

Após tentar executar judicialmente seu ex-empregador (a empresa Tecidos


ai
-P

15

Suaves Ltda.) sem sucesso, o credor trabalhista Rodrigo instaurou o incidente


gm

de desconsideração de personalidade jurídica, objetivando direcionar a


ue

.7

execução contra os sócios da empresa, o que foi aceito pelo magistrado.


m

3
@
iq
05
ru
nr

22

De acordo com a CLT, assinale a opção que indica o ato seguinte.


F:
He

c2
Ve

CP

(A) O sócio será citado por oficial de justiça para pagar a dívida em 48 horas.
oh
o

(B) O sócio será citado para manifestar-se e requerer as provas cabíveis no prazo de 15 dias.
dr
Ad

dr

O juiz determinará de plano o bloqueio de bens e valores do sócio, posto que desnecessária a sua
Pe

(C)
citação ou intimação.
pe

Será conferida vista prévia ao Ministério Público do Trabalho, para que o parquet diga se concorda
(D)
com a desconsideração pretendida.

Questão 78
Matéria: Direito Processual do Trabalho
Assunto(s): Atos Processuais

. Em sede de reclamação trabalhista, o autor forneceu o endereço da ré na


inicial, para o qual foi expedida notificação citatória.

Decorridos cinco dias da expedição da citação, não tendo havido qualquer

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.37


comunicado ao juízo, houve a realização da audiência, à qual apenas

r
compareceu o autor e seu advogado, o qual requereu a aplicação da revelia e

i
confissão da sociedade empresária-ré.

uz
O juiz indagou ao advogado do autor o fundamento para o requerimento, já que
não havia nenhuma referência à citação no processo, além da expedição da

d
notificação.

a
ro

r
ei
ep
Diante disso, na qualidade de advogado do autor, à luz do texto legal da CLT,

liv
assinale a opção correta.

O
R
de
Presume-se recebida a notificação 48h após ser postada, sendo o não recebimento ônus de prova
o
(A)
do destinatário.
id
go

5
(B) A mera ausência do réu, independentemente de citado ou não, enseja revelia e confissão.

4
om
ib

Descabe o requerimento de revelia e confissão se não há confirmação no processo do


ar
(C)
recebimento da notificação citatória.
1-
ro

9
m

l.c
O recebimento da notificação é presunção absoluta; logo, são cabíveis de plano a revelia e a
.4
(D)
confissão.
Ca

ai
-P

15

Questão 79
gm

Matéria: Direito Processual do Trabalho


ue

.7

Assunto(s): Da Execução
m

3
@
iq
05
ru
nr

Uma entidade filantrópica foi condenada em reclamação trabalhista movida por


22

uma ex-empregada, em fevereiro de 2018. A sentença transitou em julgado e


F:
He

c2

agora se encontra na fase de execução. Apresentados os cálculos e conferida


Ve

CP

vista à executada, o juiz homologou a conta apresentada pela exequente.


oh
o
dr
Ad

dr

Em relação à pretensão da entidade de ajuizar embargos de devedor para


Pe

questionar a decisão homologatória, assinale a afirmativa correta.


pe

Não há necessidade de garantia do juízo, no caso apresentado, para o ajuizamento de embargos


(A)
de devedor.

Se a executada deseja questionar os cálculos, deverá garantir o juízo com dinheiro ou bens e,
(B)
então, ajuizar embargos de devedor.

A executada, por ser filantrópica, poderá ajuizar embargos à execução, desde que garanta a
(C)
dívida em 50%.

A entidade filantrópica não tem finalidade lucrativa, daí por que não pode ser empregadora, de
(D) modo que a execução contra ela não se justifica, e ela poderá ajuizar embargos a qualquer
momento.

@adverum.se www.adverum.com.br Grupo CERS ONLINE - Pg.38

Оценить