Вы находитесь на странице: 1из 6

A Sabedoria da Cabalá I /1

Ministrador: Rabino Yossef Salton

Este curso está destinado a dar os conceitos básicos da Cabalá,


com um método simples e claro, desenvolvido e organizado pelo Rabino
Phillip S. Berg e baseado no Zohar e outros livros sobre Cabalá.

1º aula: O que é Cabalá? Como a Cabalá nos ajuda nos dias de


Hoje? A Psicologia e a Parapsicologia; a mente consciente e o
subconsciente; o ritual e o espiritual, o físico e o metafísico; ilusão e
realidade. A limitação dos nossos cinco sentidos.

Iremos, nesta primeira aula, falar genericamente sobre Cabalá,


para fazer relação com outros assuntos que conhecemos, tais como
Ciência, Psicologia, Parapsicologia, e com a nossa vida, porque realmente
queremos utilizá-la para melhoria de nosso dia a dia.

O que é Cabalá?
É a mais antiga sabedoria espiritual que existe sobre a Terra.
Como começou? Como se relaciona com a religião?
O primeiro cabalista de que se ouviu falar foi o Patriarca
Abrahão. Todos sabemos que ele foi um judeu, mas além de judeu
também foi fundador de todas as religiões que acreditam em um único
Deus, e é evidente que este é um título muito importante! Podemos dizer
a respeito da Abrahão que ele era um homem muito simples, e fazia
perguntas muito simples, mas muito profundas. Todos temos perguntas
sobre nós mesmos, sobre nossos problemas, sobre a nossa vida, e
também sobre Deus. Assim, Abrahão tinha o mesmo tipo de pergunta que
todo ser humano tem.
Quem é Deus? Onde Ele está?...
Abrahão tinha essas perguntas. A diferença é que ele não
desistiu até que recebeu a resposta correta. Ele sabia que as respostas
verdadeiras não estavam no mundo físico, mas também na sua mente,
sabia que tinha que transcender sua forma física, deste mundo físico,
para receber as respostas às suas perguntas.
Quando obteve sucesso, ele passou a contatar o nível que
podemos chamar agora de Consciência Cósmica. É bonita essa palavra.
Usar a palavra Deus é problemático, porque fomos educados a temer a
Deus, obedecer suas leis, que Ele estava muito longe daqui, e a não fazer
muitas perguntas a Seu respeito.
Normalmente ocorre que alguns acreditam que Ele exista,
outros que não exista. Mas os que acreditam, será que O viram? E os que
dizem que não existe Deus, será que O mataram, para agora dizer que
Ele não existe? A Cabalá não trata disto.
Consciência Cósmica é um termo útil; mas na verdade ele
apenas descreve Deus de outra forma, com outras palavras. O que
Abrahão viu, ou se conectou em nível espiritual, foi com essa Consciência
Cósmica; é um conhecimento universal que conecta todos os seres
humanos num mesmo Ser Essencial. Porque neste mundo físico somos
todos diferentes e separados uns dos outros, e podemos até roubar, lutar
A Sabedoria da Cabalá I/ 1 2

e matar-nos. Porque? Porque nos sentimos diferentes uns dos outros. Mas
se avançarmos numa certa sabedoria cósmica e compreendermos que
somos um ser universal, isso logicamente não acontecerá mais.
Essa é a unidade que Abrahão sentiu e revelou durante sua vida.
Obviamente que essa unidade não existe na nossa forma física; somente
numa dimensão espiritual.
A Cabalá fala de uma dimensão espiritual onde todos os seres
são um: isso é chamado Consciência Cósmica. Segundo a Cabalá, esse é o
Deus invisível, que viemos buscando há eras. Quando Abrahão tentou
explicar esse conceito a seu pai, foi difícil aceitar: seu pai era idólatra:
pessoa que se curva diante de figuras de ídolos de madeira, metal ou
outro material. O que ele lhe disse? ‘Você espera que eu acredite num
Deus que não posso ver? que não posso sentir? que não posso vender?’
(porque a casa de Abrahão era repleta de ídolos, pois seu pai era
mercador de ídolos, sendo assim, muito lucrativo ser idólatra!) Hoje
mesmo acontece algo assim quando nos aproximamos das pessoas e
começamos a falar sobre espiritualidade e ouvimos ‘por favor não fale de
espiritualidade para mim pois sou uma pessoa racional e só acredito nas
coisas que eu posso ver, sentir ou que posso vender’. Da mesma maneira,
pode-se encontrar que a idolatria seria o que hoje chamamos
materialismo. Há muita gente que diz: ‘eu acredito no poder do dinheiro’,
sim, ele tem um grande poder!
Porém a Cabalá vem e fala de algo que existe além do mundo
material. Após 4 mil anos depois de Abrahão chegou um tempo que nós
seres humanos precisamos libertar-nos do mundo material, desse
materialismo e aceitarmos a espiritualidade. A consciência humana
mudou pouco nesse tempo. Há progresso na ciência e tecnologia, mas
será que nos desenvolvemos sob o ponto de vista espiritual? Será que
somos seres humanos melhores do que as gerações anteriores? Não, não
somos nem melhores nem piores que outras gerações.
Mas, será que a Cabalá contradiz a ciência e a tecnologia?
Não, logicamente a Cabalá não é contra a tecnologia e nem
contradiz a ciência.
A ciência agora fala de metafísica, que significa “além da física”.
Agora a ciência está chegando ao ponto, ao nível, do qual Abrahão já
falava há 4 mil anos. A ciência fala a respeito de um mundo de energias;
estamos começando a conhecer através da ciência esse novo mundo. No
entanto pode-se chamar na maneira física de energia ou espiritualidade,
que se trata da mesma coisa. O mundo da metafísica é semelhante à
espiritualidade. Então podemos nos dar conta que o ciclo entre Cabalá e
ciência está finalmente se fechando!
E a religião? A Cabalá é baseada na religião?
Esta é uma questão delicada. Definitivamente a Cabalá se
relaciona com a Bíblia, com o Velho, com o Novo Testamento, e com
textos sagrados de todas religiões: é uma sabedoria cósmica e pertence a
todas as nações, sem diferença de religião, raça, nacionalidade ou
qualquer outra separação.
A pura Cabalá é universal e pertence a todos os seres humanos.
O problema com a religião não é a religião... mas sim com as pessoas que
a usam erradamente, que a explicam baseados na fé cega, no medo,
usam o nome de Deus, Alá ou Jesus para se matarem, utilizam-na para
A Sabedoria da Cabalá I/ 1 3

justificar atos de fanatismo, atentados ou suicídio coletivo em nome de


Jesus ou Alá.
O que se vê através da história é que os cabalistas eram
pessoas diferenciadas. Eram ligadas com o espiritual, com a mensagem
Bíblica; transcenderam sua forma física e conectaram-se com a sabedoria
cósmica universal. Mas para alcançar essa consciência cósmica tiveram
que se purificar de todas as doenças dos seres humanos, não das
doenças físicas, mas das “mentais”: ódio, inveja, autodestruição e a
destruição dos outros. Avançaram no preceito que todos nós aceitamos e
respeitamos que é “amarás ao teu próximo como a ti mesmo”. Todos nós
aceitamos essa frase como um título. Mas pôr em prática no dia a dia não
é fácil.
Esta é a principal e a única condição que toda pessoa deve
passar para poder aprender Cabalá. Isto não se alcança de repente; mas,
no momento que se aceita esse preceito e se passa a usar diariamente,
os portões da Cabalá se abrirão.
Pode-se ler livros e livros sobre Cabalá e ser uma pessoa culta,
até um professor no assunto, mas sem a prática diária não se alcança a
sabedoria. Nosso propósito no Centro de Cabalá é aprender a teoria da
Cabalá e também a cada pessoa se estimula praticar esse preceito.
Ser espiritualizado não significa ser pobre e sem dinheiro; não
significa que não se trabalhe, que não tenha família e não possa ter uma
vida boa. Ser uma pessoa espiritualizada significa ser capaz de
transformar a grande sabedoria, de trazer a grande sabedoria para o
nosso dia a dia e, às vezes até, atravessar uma mudança espiritual.
Retornando ao Patriarca Abrahão. Depois de revelar a Cabalá,
escreveu um livro, chamado o Livro da Formação, que contém todos os
segredos do universo em apenas três páginas. Foi escrito em hebraico.
Todos os segredos do universo em apenas três páginas, como isso é
possível? Todas demais páginas do livro são explicações e explicações
sobre estas três páginas. O exemplo é muito simples: é o exemplo, a
explicação da semente.
A Cabalá é a semente de toda sabedoria do universo. Dentro da
Cabalá está tudo aquilo que queremos saber: contém a Ciência, a
Medicina, a Psicologia, a Parapsicologia, Metafísica, Astrofísica e, existe
uma outra dimensão, que trata de Reencarnação, Meditação e Astrologia.
Portanto você tem tudo sobre a vida de uma só vez.

Dessa semente : surgiram árvore e galhos, que são:


história
ciência
psicologia
geografia etc.

Existem pessoas que se conectam com os galhos e têm uma


visão de mundo de um modo separado. A Cabalá dá uma visão holística
da vida. Ensina algo importante: que em vez de resolver o problema pelo
galho, vamos à semente, que inclui tudo.
A Sabedoria da Cabalá I/ 1 4

O Livro da Formação é a semente; todo o conhecimento em 3


páginas. Demorou para que fosse compreendido, porque seu
conhecimento está em código, tal como na semente há o DNA. Até que há
2.000 anos o Rabino Shimon Bar Yochai, sábio talmúdico, além de
escrever comentários sobre o Talmude, também recebeu o Zohar, o
Livro do Esplendor. O Zohar é a chave para compreender a semente: o
Livro da Formação. O Zohar está contido em 24 volumes, escritos em
aramaico. A tradução em hebraico foi feita pelo fundador do Centro de
Cabalá, há 80 anos. Seguiu a profecia do próprio Rabino que escreveu o
Zohar, que previa que viria uma era, numa nova geração, em que todos
iriam procurar por esta sabedoria.
A quem é permitido estudar Cabalá?
Muito já se ouviu a respeito: às mulheres seria vedado o
conhecimento, este deveria ser restrito a uns poucos etc.
Existem dois níveis de Cabalá: em caracteres latinos temos:
1º nível: TÁ AMEI TORAH
TÁ significa sabor - gosto, e o gosto explica o porque que está
por trás das coisas. Porque Deus trabalha 6 dias e descansa no 7º? Se Ele
tudo pode, porque não fez em alguns segundos apenas; e ainda, porque
se ‘cansou’? Porque criou um mundo com tanta maldade? Se nós
fôssemos criar um planeta, cada um criaria bem diferente, não? Sem
ódio, mais paz, mais dinheiro para todos, sem doenças ou sem morte,
quem sabe. A Cabalá responde a todas as perguntas que estão dentro de
nosso coração.
O problema não é receber respostas. A Cabalá diz que elas já
estão em nós. O problema são as barreiras para alcançá-las. A Cabalá
ajudará a abrir os portões para chegar às respostas; não se trata de fé
cega, pois se baseia no conhecimento.

O que é o conhecimento?
Na Bíblia, lê-se no Gênesis que Adão conheceu Eva e ela
engravidou de Caim e depois de Abel. Como pode ser? Adão conheceu
Eva e ela já engravidou? Como, engravidou? Portanto vê-se que a Bíblia é
um código cósmico e sem a ajuda da Cabalá não se entende uma palavra.
Quem leu a Bíblia de maneira simples, comum, não conheceu o sabor e o
gosto da Torah (que significa Bíblia).
Esse primeiro nível é importante para todos. Zohar explica que o
conhecimento ou sabedoria é uma conexão íntima.
Todos sabemos que morar em cidades grandes como São Paulo
não é saudável, mas ainda assim as cidades continuam crescendo,
acumulando ainda mais poluição. O saber no mundo físico não é a
verdadeira sabedoria. A Cabalá ajuda a conhecer Deus, não a acreditar
em um Deus, mas alcançar conexão íntima com a sabedoria cósmica
universal, porque nessa conexão Deus está dentro de nós. No momento
que fizermos a conexão com o Deus Uno teremos as respostas.
2º nível: SITREI TORAH
São segredos da Bíblia: não existem livros escritos sobre os
segredos do Torah. Somente quando o indivíduo está pronto, o mestre lhe
passa telepaticamente, não por livros, mas por conexão espiritual. As
pessoas confundem, mas esclarecemos que o 1º nível está aberto a todos
A Sabedoria da Cabalá I/ 1 5

os interessados, já o 2º nível não está aberto, mas para apenas aqueles


que se encontram preparados.
Não somente não existe perigo em estudar Cabalá, como falam
alguns, mas é importante que todos a aprendam, o que lhes possibilitará
evolução.

A Árvore da Vida citada na Bíblia, tem semelhança com a


Cabalá?
Sim, tenho certeza de que você deve ter conhecimento da
Árvore da Vida, a estrutura em Sefirot você já deve ter visto, a Cabalá
fala muito a respeito da Árvore da Vida, e iremos abordar neste curso,
aprofundar nos detalhes desta estrutura.

Comente Ilusão e Realidade


Temos a dimensão espiritual e a realidade física. O mundo das
separações, nosso materialismo, isto a Cabalá chama de mundo das
ilusões. Falamos sobre a realidade. Onde está a verdadeira realidade?
Está na dimensão espiritual. Porque? Porque a realidade física é
temporária, e a dimensão espiritual é eterna. O que chamamos ilusão
contra realidade.

Alguns detalhes sobre cronologia da Cabalá:


Surgiu há mais ou menos 3.800 anos. Depois de Abrahão, o
conhecimento foi para Isaac, deste para Jacó, e depois para seus 12
filhos, que formaram as 12 tribos de Israel e o conhecimento se perdeu no
Egito, até que surgiu Moisés. Ele queria libertar os judeus não só da
escravidão física como também da espiritual. Mas, devido ao pecado
cometido com o bezerro de ouro não conseguiu completar com sucesso
sua missão, só a metade foi revelada. Todos os 5 livros de Moisés
explicam o como e quando das coisas. Mas o porque não está escrito.
Somente 1.500 anos depois de Moisés, quando foi revelado o Zohar é que
se fica sabendo o porque.
Até a era dourada na Espanha, com a expulsão dos judeus é que
se volta a ter conhecimento de cabalistas quando estes se dirigiram para
o Oriente indo para a Turquia e alguns para Israel. Há 500 anos ressurgiu
nova era dourada com novos nomes de Rabinos, verdadeiros ‘gigantes’
na Cabalá. Um deles, embora jovem, Ari tinha muita sabedoria e
apresentou um novo modo de se estudar a Cabalá e permitir a todos o
acesso ao estudo baseado num pensamento lógico, passos e método
racional, adequado à nossa geração intelectual, mas também voltada
para o espiritual. O Centro de Cabalá ensina de acordo com esse método.
Todos nossos cursos se baseiam nos escritos de Ari, no Zohar e, claro, nos
ensinamentos do Rabino Berg, que fala de maneira bastante moderna e
aceitável pelo público, o que é importante para que se possa a Cabalá em
nossa vida moderna.

Qual a diferença entre Ritual e Espiritual?


A palavra Espiritual já contém a palavra Ritual : ESPIRITUAL
A Sabedoria da Cabalá I/ 1 6

O problema com a religião é que as pessoas fazem o ritual sem


espírito. O espírito é que nos dá o porque. Não somos portanto mais
simples robôs: aprendemos o propósito de cada ritual.

O ritual tem também a função da disciplina?


Lidamos com as 2 dimensões diferentes: consciente e
inconsciente, Psicologia e Parapsicologia, Física e Metafísica. Eu posso
treinar, disciplinar alguém de maneira bastante robótica: a soldados no
exército, a padres para um certa cerimônia, por exemplo, você pode dar
instruções e disciplina. Mas se a disciplina não vem de dentro é algo
compulsivo. A disciplina ou vem de dentro ou é algo compulsivo. A Cabalá
através da espiritualidade não aceita a compulsão, porque a compulsão
destrói outros objetivos. Assim, ela ajuda a encontrar a disciplina interior
e esta é eterna, sem auto-destruição, sem auto-negação ou outro efeito
negativo.
Temos então que o ritual é espiritual. O ritual sem o espírito da
pessoa fica compulsivo.

Os ortodoxos seguem a Cabalá?


Existem inúmeros grupos ou segmentos dentro dos ‘ortodoxos’ e
não se pode falar genericamente. Existem os que estudam mais, outros
menos, tanto entre os judeus, não judeus, ortodoxos, não ortodoxos,
quanto entre outras nações. O que se vê de modo geral, é que o número
de pessoas que estão estudando Cabalá está crescendo. Também o
Profeta Jeremias dizia: ‘era virá onde o mundo estará repleto de
conhecimento; haverá tanto conhecimento que um não ensinará outro
porque Me (Conhecimento Cósmico) conhecerão: do mais jovem ao mais
velho’.

A Cabalá tem relação com os Upanishads da Índia?


Está escrito na Bíblia que Abrahão tinha concubinas e servas e
que as mandou ao Oriente com presentes. O Zohar explica que os
presentes devemos entender não como presentes físicos: eram partes da
sabedoria da Cabalá, que foram enviados ao Oriente, leia-se Índia.
Podemos observar a similitude que há entre ABRAHAM e BRAHMA.
Estamos falando de uma consciência cósmica eterna, à qual Abrahão teve
acesso, e todas as pessoas que conseguem alcançar ‘Brahma’, podem
também alcançar ‘Abrahão’, que não é mais um ser físico, mas um ser
eterno de conhecimento cósmico.

05.05.98

Похожие интересы