Вы находитесь на странице: 1из 60

Pôster Árvore Sefirótica: 26x33,5 cm

Pôster Columba: 30x40 cm


Conjunto c/ os dois pôsteres
- Código 6122
RA. R$ 15,00 - R.P. R$ 18,00
Você pode fazer seu pedido através da loja virtual de
suprimentos da AMORC, no endereço www.shopping.matrix.eom.br/amarc
ou através do telefone C0xx41) 3351-3000.

A Árvore Sefirótica de Nicomedes Gómez é um belíssimo pôster místico que


r e p r e s e n t a o processo de iluminação do homem, d e s d e s e u s p a s s o s e
provas iniciais, a t é a consecução da Consciência Crística.
A Columba Rosacruz é outro belo pôster, que r e p r e s e n t a n o s s a Vestal e m
s e u dever s a g r a d o como Guardiã da Chama. Ambos os p ô s t e r e s
s ã o exclusivos da AMORC e ideais para decoração de
Sanctum e/ou Organismos Afiliados.
Sabedoria
preservada
Prezados Fratres e Sorores, A genialidade de Mozart, as aplica-
ções incomuns da Lei do Triângulo e a
Saudações em todas as pontas do nosso Poesia são temas dos artigos que mere-
Sagrado Triângulo! cem toda atenção.
O artigo sobre a Pedagogia Mística dos
Que privilégio participar de uma Ordem Rosacruzes nos lembra a citação conheci-
como a nossa! da de Guimarães Rosa: "Mestre não é quem
O conjunto dos nossos ensinamentos sempre ensina, mas quem de repente aprende".
com as monografias, os experimentos, as Enfim, todos os temas são extraor-
convocações, os pensamentos e as inicia- dinariamente interessantes e certamente
ções formam a mais bela composição de irão agradar a todos.
saberes só revelados aos Iniciados. Continuamos com as seções A M O R C
Esta edição da nossa revista está no Mundo, com o Pensamento do Mês
composta por artigos selecionados para pelo Imperator e sobretudo com as come-
acrescentar mais luz ao Caminhante da morações pelo Centenário da Iniciação
Senda Rosacruz. do Dr. H . S. Lewis.
A entrevista de abertura com o Imperator Com meus melhores votos de Paz
Christian Bernard destaca a importância Profunda, sou
histórica da Ordem Rosae Crucis, A M O R C
na França, além de demonstrar a admira- Sincera e fraternalmente
ção e o respeito do nosso Imperator pelo AMORC-GLP
amado Frater Harvey Spencer Lewis.
Entender que as plantas estão em
meditação permanente e afinadas com o
mantra primordial O M , ou, que as
experiências do dia-a-dia constituem um
laboratório de que a vida se serve para Hélio de Moraes e Marques
nos fazer crescer ou mesmo aprender GRANDE MESTRE
alguns extraordinários métodos de
purificação, são pérolas de conhecimento
místico que os estudantes rosacruzes
podem e devem aprender a valorizar.
O Rosacruz é uma publicação trimes-
tral da Jurisdição de Língua Portu-
guesa da Antiga e Mística Ordem
Propósito
Rosae Crucis. As demais jurisdições
da Ordem Rosacruz editam uma
da Ordem
revista do mesmo gênero: El Rosacruz,
em espanhol; Rosicrucian Digest e Rosacruz
Rosicrucian Beacon, em inglês; A Ordem Rosacruz, A M O R C
Rose+Croix, em francês; Crux Rosae, é uma organização
em alemão; De Rooz, em holandês; internacional de caráter
Ricerca Rosacroce, em italiano; templário, místico, cultural e
Barajuji, em japonês e Rosenkorset, em fraternal, de homens e
línguas nórdicas. mulheres dedicados ao estudo
Seus textos não representam a palavra oficial da A M O R C , salvo e aplicação prática das leis
quando indicado neste sentido. naturais que regem o universo
O conteúdo dos artigos representa a palavra e o pensamento e a vida.
dos próprios autores e são de sua inteira responsabilidade os
aspectos legais e jurídicos que possam estar interrelacionados Seu objetivo é promover a
com sua publicação. evolução da humanidade
Esta publicação foi compilada, redigida, composta e impressa na através do desenvolvimento
Ordem Rosacruz, A M O R C - Grande Loja da Jurisdição de das potencialidades de cada
Língua Portuguesa. indivíduo e propiciar uma vida
Todos os direitos de publicação e reprodução reservados à harmoniosa para alcançar
Antiga e Mística Ordem Rosae Crucis, A M O R C - Grande Loja saúde, felicidade e paz.
da Jurisdição de Língua Portuguesa. Proibida a reprodução parcial
Para esse objetivo, a Ordem
ou total por qualquer meio.
Rosacruz oferece um sistema
eficaz e comprovado de
Coordenação e Supervisão: Hélio de Moraes e Marques, F R C
instrução e orientação para um
Editor: Mercedes Palma Parucker, SRC - M T b - 5 8 0
profundo autoconhecimento e
Colaboração: Estudantes Rosacruzes e Amigos da A M O R C
a compreensão dos processos
Assinaturas: Ligue para (0xx41) 3351-3060 que determinam a mais alta
1 ano: R$ 32,00 - 2 anos: R$ 56,00 realização humana. Essa
profunda e prática sabedoria,
cuidadosamente preservada e

nossa capa desenvolvida pelas Escolas de


Mistérios Esotéricos, está à
disposição de toda pessoa
Pintura intitulada "O H o m e m Velho", por Harvey Spencer Lewis.
sincera, de mente aberta e
motivação positiva e

como colaborar
construtiva.

Todas as colaborações devem estar acompanhadas pela declaração


do autor cedendo os direitos ou autorizando a publicação.
A G L P se reserva o direito de não publicar artigos que não se
encaixem nas normas estabelecidas ou que não estiverem em Grande Loja da Jurisdição
concordância com a pauta da revista. de Língua Portuguesa
Enviar apenas cópias digitadas, por e-mail, C D ou disquete. Rua Nicarágua, 2620
Originais não serão devolvidos. Bacacheri - 82515-260
No caso de fotografias ou ilustrações, o autor do artigo deverá Curitiba - P R
providenciar a autorização necessária para publicação perante as www.amorc.org.br
autoridades pertinentes ou autores respectivos. Caixa Postal 4450 - 82501-970
Os temas dos artigos devem estar relacionados com os estudos e Fone: (0xx41) 3351-3000
práticas rosacruzes, misticismo, arte e ciências, e de cultura geral. Fax: 3351-3065 e 3351-3020
nesta
edição
"O mundo precisa de um espírito de abertura" 04
PENSAMENTO DO MÊS

Aspectos do Fama Fraternitatis! 08


for DÉCIO ESMAEL RASERA, FRC

Métodos de purificação 1 2
for CAROLYN EVANS, SRC

O jardim esotérico 1 8
for PAUL GOODALL, FRC

Nascimento, oportunidade para crescer 21


for MARGARIDA BRANCO, SRC

A pedagogia mística dos rosacruzes 24


for LUIZ FRANKLIN DE MATTOS, FRC

A poesia da Senda 29
for HIDERALDO M O N T E N E G R O , FRC

Reflexões místicas sobre o câncer 34


for MÔNICA DA SILVA NUNES, SRC

As sementes da autorrealização 36
for MARY ANN FOWLER, SRC

IImortalidade 41
for ENY GONÇALVES, SRC

Wolfgang o amigo de Deus 42


for JOSÉ MAURÍCIO GUIMARÃES, FRC

Simbologia e dualidade 46
for R. JOHN FRANCIS KNUTSON, FRC

Claudio Mazzucco 55
NOVO GRANDE MESTRE

AMORC no Mundo 5 6
pensamento do mês

"O mundo precisa


de um espírito
de abertura"
Entrevista concedida em março de 2009, pelo Imperator Frater
Christian Bernard, à revistafrancesa"Actualitéde L'Histoire".

Ancorada na
história oci-
dental, a
Rosa-Cruz
é uma sociedade iniciá-
tica que sempre susci-
tou o interesse ou a
curiosidade tanto das
elites quanto da popu-
lação em geral. Atual-
mente, o movimento
rosacruz mais dinâmico
é o da Antiga e Mística
Ordem Rosae Crucis,
A M O R C , cujos funda-
mentos foram estabele-
cidos em 1909, quando
da vinda à França de
um esoterista ameri-
cano, Harvey Spencer
Lewis (1883-1939). O
ano de 2009 é, portanto,
um centenário. Nesta
ocasião, entramos em
contato com Christian
Bernard, responsável
por esse movimento a
nível mundial. Frater Christian Bernard,,
Imperator da AMORC
A.H.M - CHRISTIAN BERNARD, HÁ UM E DEPOIS DISSO?
SÉCULO, HARVEY SPENCER L E W I S , Em 12 de agosto de 1909, Harvey
FUNDADOR DA A M O R C , VEIO À FRANÇA, Spencer Lewis foi iniciado por um
PROCEDENTE DOS ESTADOS U N I D O S . colegiado de Rosacruzes em um pala-
PODERIA DISCORRER SOBRE ESSE cete situado no subúrbio de Toulouse.
ACONTECIMENTO E SOBRE O LUGAR QUE Após a cerimônia, esses rosacruzes lhe
ELE OCUPA NA HISTÓRIA DO MOVIMENTO deram por missão fazer renascer a
QUE VOCÊ DIRIGE? Ordem da Rosa-Cruz na América. Para
C.B. - Inicialmente, é preciso lembrar isso, confiaram-lhe manuscritos, livros e
que, na época, Harvey Spencer Lewis documentos diversos. De volta aos
estava bem envolvido no estudo do Estados Unidos, e em conformidade
esoterismo em geral e especialmente do com o que lhe havia sido solicitado,
rosacrucianismo. Também se interessava Harvey Spencer Lewis procedeu ao
muito por fenômenos paranormais, tanto ressurgimento da Ordem, com o nome
que fundou um Instituto de Pesquisas de "Antiga e Mística Ordem Rosae
Psíquicas, integrado basicamente por Crucis". Paralelamente, instituiu as
cientistas e médicos. Em 1909, escreveu a bases de um ensinamento iniciático que
um livreiro parisiense de quem havia foi transmitido então oralmente e,
recebido um catálogo, a fim de obter posteriormente, por escrito, na forma de
informações sobre a Rosa-Cruz. Pensa- monografias. Naturalmente, esse
mos que se tratava de Henri Durville, ensinamento foi enriquecido e atuali-
que era especializado em livros que zado, o que continua acontecendo.
tratavam de esoterismo. Seja como for,
esse livreiro respondeu a ele sugerindo P O R QUE RAZÕES OS ROSACRUZES DA
que viesse à França. E foi o que ele fez FRANÇA CONFIARAM A UM AMERICANO A
em julho daquele mesmo ano. Final- MISSÃO DE FAZER RENASCER A O R D E M
mente, depois de vários encontros, acon- R O S A - C R U Z NOS ESTADOS U N I D O S ?
selharam que ele fosse a Toulouse, onde A priori, esses rosacruzes haviam
entrou em contato com os Rosacruzes. previsto a Primeira Guerra Mundial,
com tudo o que resultou dela em
O QUE SE SABE SOBRE ESSES ROSACRUZES? termos de infortúnios e de destruições
Naquela época, a Ordem Cabalista da na França e na Europa. Confiando
Rosa-Cruz, fundada em 1887 por seus arquivos a um americano, presu-
Stanislas de Guaita, estava quase inativa. miram que estes estariam protegidos
Quanto à Ordem da Rosa-Cruz do daquela tormenta e que Harvey
Templo e do Graal, criada em 1891 por Spencer Lewis faria bom uso deles. E
Joséphin Péladan, estava em dormência. foi o que ele fez, tanto que, nos anos
Todavia, sabe-se que esses dois movi- 30, a A M O R C já contava com várias
mentos tiveram origem em uma variante centenas de membros. Com o retorno
rosacruz que, bem ou mal, continuava a da paz, foram fundadas Grandes
conduzir discretamente suas atividades Lojas em diversos países europeus,
na região de Toulouse. Foi com membros inclusive na França, em 1931. A partir
dessa variante que Harvey Spencer daí, a Ordem não parou de se expan-
Lewis entrou em contato quando de sua dir, de modo que atualmente ela está
vinda à França. ativa em todo o mundo.
pensamento do mês

A A M O R C FEZ PARTE DA FAMOSA XX, havia boas relações entre a A M O R C


FEDERAÇÃO UNIVERSAL DAS O R D E N S E e a Franco-maçonaria, tanto que Harvey
SOCIEDADES INICIÁTICAS, QUE TINHA POR Spencer Lewis foi recebido com honras
OBJETIVO PROTEGER OS MOVIMENTOS durante uma assembléia de Grande
TRADICIONAIS E INICIÁTICOS DA ÉPOCA? Capítulo, que aconteceu em Paris em
Sim, Harvey Spencer Lewis era, aliás, um 1926, sob a direção de Camille Savoir.
dos responsáveis. Após ter levado a bom
termo sua missão, a F U D O S I , fundada E ATUALMENTE, QUAIS SÃO AS
em 1934, foi colocada em dormência em RELAÇÕES QUE VOCÊS MANTÊM COM
1951, numa reunião feita em Bruxelas. os FRANCO-MAÇONS?
Nenhuma relação especial. Naturalmente,
C O M O OS ROSACRUZES ATUAIS VEEM há rosacruzes que são franco-maçons,
HARVEY SPENCER LEWIS? assim como existem rosacruzes que são
Os que se interessam por sua vida e por cristãos, judeus, muçulmanos, budistas e
sua obra sabem que a A M O R C deve mesmo agnósticos. Mas não existem
muito a ele. Além disso, ele foi um contatos privilegiados entre a A M O R C e
personagem inovador e de vanguarda. a Franco-maçonaria como tal. Atual-
Basta lembrar que ele criou o primeiro mente, esses dois movimentos orientam
planetário e o primeiro museu de egipto¬ suas atividades seguindo metodologias
logia da costa oeste dos Estados Unidos. próprias. Aliás, lembramos que temos por
Poucos anos antes, tinha fundado uma divisa: "A mais ampla tolerância na mais
das primeiras emissoras de rádio privadas irrestrita independência".
de Nova Iorque, dedicada principalmente
a programas de ordem cultural e filosó- A A M O R C SE ENVOLVE NO PLANO POLÍTICO?
fica. A isso, é preciso acrescentar os Não, ela sempre foi apolítica, de forma
inúmeros quadros que pintou sobre temas que tem entre seus membros pessoas
esotéricos e simbólicos, alguns dos quais com opiniões políticas bem diferentes.
alcançaram renome nacional. Ele também Naturalmente, cada um é inteiramente
foi membro de várias sociedades e asso- livre, enquanto cidadão, para se envolver
ciações filosóficas. Contudo, Harvey no mundo da política. Mas o fato de a
Spencer Lewis não é considerado um A M O R C ser apolítica não quer dizer
"guru" na A M O R C . que não esteja interessada na marcha do
mundo. Em 2001, aliás, ela publicou um
E M CERTOS LIVROS, A A M O R C É Manifesto no qual seus dirigentes
APRESENTADA COMO UM MOVIMENTO apresentam sua posição em relação a
DE INSPIRAÇÃO MAÇÔNICA. O QUE diversas questões sociais. Mais recen-
VOCÊ DIZ DISSO? temente, em 2005, divulgou uma Decla-
Não é correto. A A M O R C é um movi- ração dos Deveres do Homem, que foi
mento que está ligado tradicionalmente à aclamada por inúmeras personalidades
variante rosacruz que emergiu no início civis, políticas e religiosas.
do século XVII na Alemanha, na França
e na Inglaterra. A confusão talvez venha N A SUA OPINIÃO, o QUE TORNA
do fato de certas obediências maçônicas A A M O R C ESPECIAL?
terem entre seus graus o de "Cavaleiro E m primeiro lugar, trata-se de uma
Rosacruz". Todavia, no início do século Fraternidade aberta a homens e mulheres
alemã, a espanhola, a italiana, a japonesa,
a russa, a tcheca, a portuguesa, a escandi-
nava e t c , sendo que cada jurisdição é
dirigida por um Grande Mestre eleito
para um mandato renovável de cinco
anos. Em todas as jurisdições, a A M O R C
está a serviço de seus membros para
atender seu desejo de sabedoria e de
conhecimento, seja através de seu ensina-
mento escrito ou oral. Paralelamente,
contribui para o despertar das consciên-
cias advogando uma abordagem ao
mesmo tempo humanista e espiritualista
da existência. Do nosso ponto de vista,
isso é uma necessidade nesta época
caracterizada pelo individualismo e pelo
materialismo exacerbados.

ESTÃO PREVISTAS MANIFESTAÇÕES


ESPECIAIS DURANTE ESTE ANO
D O CENTENÁRIO?
Sim. Em nível mundial, acabamos de
publicar uma obra intitulada "Harvey
de todas as raças, de todas as nacionali- Spencer Lewis, um Mestre da Rosa-Cruz',
dades, de todas as classes sociais e de que vem na sequência de um outro livro
todas as religiões. Com toda a sinceri- publicado há alguns meses: "Les Rose-
dade, conheço poucos movimentos tão Croix lévent le secret". O Conselho
abertos. Em segundo lugar, a A M O R C Supremo da A M O R C , formado por
perpetua um ensinamento escrito, que todos os Grandes Mestres e por mim
seus membros recebem em casa na forma mesmo, fará sua reunião anual no pró-
de manuscritos, e um ensinamento oral, ximo mês de agosto em Toulouse, onde
para aqueles que desejarem frequentar ocorrerá uma convenção alguns meses
uma Loja e participar de trabalhos mais tarde, no final de outubro de 2009.
coletivos. Acrescentaria ainda que esse Além disso, cada Grande Loja vai
ensinamento não é especulativo, mas organizar eventos especiais: cerimônias
prático. Seu objetivo é possibilitar que de memórias, exposições, portas-abertas,
toda pessoa tenha um domínio melhor convenções etc. Como pode ver, o
sobre sua vida. rosacrucianismo é uma sabedoria antiga
que permanece muito atual. Este ano do
Q U A L É, DE UM M O D O GERAL, A SITUAÇÃO centenário será então colocado sob o
ATUAL DA AMORC? signo da comunicação para os rosacruzes,
Ela está ativa no mundo todo e realiza e eu agradeço a vocês por nos terem
suas atividades atualmente através de aberto suas colunas. Á
quinze jurisdições identificadas por
línguas como a francesa, a inglesa, a — Conversa transcrita pela redação.
rosacricianismo

Aspectos
do Fama
Fraternitatis!
por DÉCIO ESMAEL RASERA, FRC
bom reafirmar que a A M O R C primeiro núcleo da Fraternidade da
considera o Manifesto Rosacruz Rosa-Cruz. A exata época da morte e o
Fama Fraternitatis, um marco local de repouso de C R . eram desconhe-
na história do Rosacrucianismo, cidos para aqueles que o sucederam.
mas não o ponto inicial deste. A Ordem Passado mais de um século, o Frater
Rosacruz finca suas raízes nas Escolas de N.N., um arquiteto, decide efetuar uma
Mistério do extremo oriente, e particular- reforma em sua casa. No decorrer da
mente no Egito, no período em que obra, eis que se depara com uma tabuleta
Amenhotep IV pela primeira vez apre- de cobre, em uma das paredes, notando
sentou os princípios que se tornaram a que um prego dela se projetava. Ao puxar
base dos ensinamentos Rosacruzes. o prego, a parede rui, revelando uma
Portanto, a herança que a A M O R C porta secreta, encimada com a seguinte
oferece aos seus Membros não pode ser frase em latim "Após cento e vinte anos,
reduzida à época da publicação dos três serei descoberto". Ê assim que foi desco-
Manifestos Rosacruzes, por mais notorie- berto o túmulo de C.R.
dade que eles tenham tido ou tenham. Quem é Christian Rosenkreutz? Con-
Em 1614, em Cassel, Alemanha, de forme o Fama, Christian Rosenkreutz
maneira anônima, veio a lume o Fama seria de origem alemã, nascido de pais
Fraternitatis. Ê uma das primeiras de- nobres, em 1378. Aos quatro anos é con-
clarações públicas dos Rosacruzes. A fiado a um mosteiro onde é educado. Aos
íntegra do Fama Fraternitatis encontra-se 16 anos, empreende sua longa viagem,
na obra "A Trilogia dos Rosacruzes", acima sintetizada. Depois de sua volta à
publicada pela Grande Loja de Língua Europa, forma o primeiro núcleo da con-
Portuguesa - A M O R C . fraria Rosacruz, constituído de sete Irmãos.
Em síntese, o Fama Fraternitatis conta As regras originais da Fraternidade
a vida de um enigmático personagem, eram: 1) cuidar de graça dos doentes; 2)
Christian Rosenkreutz, que teria sido o adaptar-se aos hábitos dos países em que
fundador da Ordem. Relata que C.R., um estejam; 3) reunirem-se uma vez por ano;
alemão de estirpe nobre, em tenra idade 4) procurar uma pessoa digna para a
foi posto em um mosteiro para ser sucessão; 5) usar as letras C.R. como seu
educado. Estudou ele Latim, Grego e os selo, insígnia, e sinal; 6) manter a socie-
clássicos de sua época. Com cerca de dade secreta por cem anos. Christian
dezesseis anos ele empreende uma Rosenkreutz teria morrido aos 106 anos.
viagem em que visita a Terra Santa, vai A descrição de sua tumba ocupa um lugar
até a Turquia e Arábia, onde estuda com de destaque na Fama.
afinco sua sabedoria filosófica. Mais Há intérpretes dos Manifestos Rosa-
adiante, familiariza-se com a Kabala, a cruzes que acreditam na realidade históri-
Terapêutica, Filosofia, Física e Matemá- ca de Christian Rosenkreutz. Na Con-
tica. Depois de muito viajar retorna à venção da A M O R C de 1950 o assunto
Europa, tornando-se uma espécie de foi amplamente explorado. Trazemos aos
missionário do conhecimento que havia leitores de "O Rosacruz" nossas pondera-
adquirido. Observa a Europa decadente e ções, levando em conta o posicionamento
deseja reformá-la. Para tanto, associou-se da Antiga e Mística Ordem Rosae Crucis,
com homens cujo conhecimento e caráter em diversos de seus escritos.
considerou meritórios; fundando o De início, examinemos a "nacionalidade
rosacricianismo

de Christian Rosenkreutz. Ora, foi realidade é uma analogia com os aconte-


na Alemanha que ocorreu a reforma reli- cimentos que haviam ocorrido nos
giosa, cerca de um século antes da publi- últimos duzentos anos, que antecederam
cação do Fama Fraternitatis. A reforma a publicação do Fama Fraternitatis. De
foi capitaneada por Martinho Lutero, que maneira alegórica, ele descreve as peripé-
também teve uma vida monástica, estu- cias dos Rosacruzes para trazer à luz o
dou Grego, Latim e Hebraico. E bom conhecimento da antiguidade que haviam
lembrar que na Alemanha de então, havia herdado. O propósito era reavivar o
um clima favorável para que novas ideias conhecimento, que por séculos vinha
fossem disseminadas. O mesmo não sendo reprimido, pela autoridade religiosa.
ocorria na maioria dos países da Europa. Alerta a A M O R C que o Fama Frater-
Ora, é inegável que os primeiros nitatis não pode ser tomado ao pé da
Manifestos Rosacruzes se contrapunham letra. Ao contrário, é um documento que
ao catolicismo de então. Ressaltamos que, está a anunciar uma nova era, de algo que
a circulação livre das opiniões, sem estava aparentemente "morto", mas fora
qualquer risco para o indivíduo ou cuidadosamente preservado e protegido.
associação, é conquista relativamente Eis Christian Rosenkreutz. O corpo dele
recente dos países civilizados. Assinala- não é o de uma pessoa, mas um corpo de
mos que naquela época associar-se, ideias, princípios e filosofia que vinha
especialmente para promover ideias e sendo sufocado desde 324 d.C.
conhecimentos que de alguma forma se É fato histórico que após a oficializa-
contrapusessem aos defendidos pela ção do Cristianismo, pelo Imperador
Igreja, era muitíssimo perigoso. Assim, a Constantino, a Igreja começou a comba-
publicação de forma anônima, e especifi- ter toda a sabedoria pré-cristã. Fechou
camente na Alemanha, dos Manifestos Academias, destruiu bibliotecas, perse-
Rosacruzes, denota uma forma estraté- guiu os místicos, classificando as ciências
gica de procedimento. Além de que só do Egito e da Grécia como formas
pessoas realmente atentas aos aconteci- perniciosas de magia e heresia. Diante
mentos daquela época, poderiam perceber disso, grupos Rosacruzes se desen-
o verdadeiro objetivo dos Manifestos. volviam secretamente.
É bom ressaltar que a A M O R C Coube aos Rosacruzes preservar ao
considera que o Fama não deve ser longo de muitos anos, para não dizer
interpretado literalmente. "Seu verdadeiro séculos, o conhecimento arcano. Entre-
propósito era despertar interesse, pergun- tanto, a partir de agora (séc. XVII) ele
tas e curiosidade; portanto, muitos dos estava voltando à vida. Enfim, a sabedoria
personagens mencionados possivelmente dos antigos não estava perdida, mas bem
jamais existiram como indivíduos, mas preservada! Ela não fora destruída, mas
representavam uma ideia, um movimento, escondida! Este é o simbolismo por traz
ou mesmo um grupo de pessoas". Em da tumba de Christian Rosenkreutz. A
suma, o Fama Fraternitatis é uma alego- época de perseguição religiosa com vistas
ria, um escrito elaborado por um grupo a sufocar ou extinguir qualquer ideia
de pessoas instruídas e cultas da Europa, divergente dos dogmas e preceitos esta-
que tinham um propósito preciso! Com belecidos, chegava ao fim.
isso em mente, prossigamos. O Fama Fraternitatis, portanto, deve
A vida de Christian Rosenkreutz na ser considerado como uma declaração
intelectual de independência. Constituiu- A verdadeira interpretação do Fama
-se em proclamação para o mundo de que Fraternitatis deve ser entendida com o
a influência opressora da Igreja havia sido nosso coração. Somente homens e
aniquilada, e que uma vez mais o grande mulheres que zelosamente se preparam
todo da sabedoria antiga estava sendo e ousam empreender a reforma em si
preservado pela Ordem Rosacruz. (Fórum mesmo, é que podem um dia, quase que
Rosacruz, 1972, vol. IV, n°1,pg. 23). acidentalmente, encontrar o verdadeiro
Daí a necessidade de anonimato. O tesouro que está oculto em seu interior.
Fama é o Anúncio, uma proclamação Assim, o Fama Fraternitatis conta
gloriosa de um novo tempo! Finalmente a por um lado, a trajetória da Ordem
liberdade intelectual e da cultura seria Rosacruz através dos tempos, e de
promovida! A sociedade ocidental estava outro, faz alusão ao caminho para
se livrando da tirania, que sufocara a aqueles que desejam a reforma de si
Europa durante muitos séculos. mesmo. Enfim, é em nossa intimidade
O Fama convida os homens zelosos a que encontraremos o verdadeiro
se unirem à causa da reforma. Mas, que Mestre, representado pela Câmara
reforma? Além de uma mudança insti- Secreta onde está preservado o corpo de
tucional, onde a liberdade de opinião, Christian Rosenkreutz.
pesquisa, pudesse ser levada a efeito, Transcrevo mais um trecho do
propunha também algo verdadeiramente elucidativo e inspirador artigo do
complexo: a autorreforma! Fórum Rosacruz, já aludido: "O verda-
Isto está simbolizado no Fama Frater- deiro adepto não assume atitudes
nitatis pelo Frater N.N. Resumindo - ele especiais ou um particular e notório
resolve fazer uma reforma em sua casa. modo de viver. Pelo contrário, procura
Ora, que reforma é esta, senão o anseio de passar despercebido entre os homens,
mudarmos o nosso eu, "a nossa casa". E exemplificando uma atitude de humil-
assim, dentro da sua casa, encontra um dade. Só se revela àquele que o reconheceu
prego. Mas, que arquiteto era o Frater e aprendeu a perceber através da apa-
N.N., que nunca tinha visto na sua própria rência exterior, pois é verdade que o
casa uma tabuleta com um prego? Isso é Mestre só aparecerá SE o discípulo
uma alusão aos aspectos que trazemos, estiver preparado. Qualquer outra ideia
mas aos quais não estamos atentos. é ilusão. O Rosacruz, mais do que
Ocorre que ao caminharmos pela qualquer outra pessoa, deve constan-
Senda e empreendermos a jornada da temente demonstrar ponderação e ter o
reforma de nossa casa, descobrimos este cuidado de não sucumbir à miragem
"prego". Ao examiná-lo ou puxá-lo, certas das aparências físicas, morais, intelec-
crenças que anteriormente mantínhamos, tuais ou espirituais".
tal qual como paredes, vão ao chão, dando Simplesmente soberbo! É evidente
lugar a uma nova passagem. A descoberta que tal posicionamento quebra mitos
de um verdadeiro tesouro, ali em nosso visionários. Mas, é este justamente um
próprio eu, o Eu Interior, ou o Deus de dos objetivos da A M O R C : - quebrar as
nossos Corações, com o qual devemos superstições e ilusões, pondo a verdade
aprender, está simbolizado pela Tumba em evidência! Como dito - a A M O R C é
onde se encontra o Corpo de Christian uma instituição "Consagrada à verdade e
Rosenkreutz perfeitamente preservado. dedicada a todo Rosacruz". A
prática mística

Métodos de
purificação
por CAROLYN EVANS, SRC*

Muitas vezes na vida, senti- sentir necessidade de uma purificação ou


mos necessidade de purifi- limpeza de natureza espiritual.
cação. Normalmente isso A limpeza espiritual muitas vezes
toma a forma de uma pode ser feita tomando-se um copo de
limpeza puramente física, como lavar água pura e lavando-se as mãos e o rosto
nossas roupas, tomar um banho de antes das meditações, com o que limpa¬
banheira ou uma ducha, limpar a casa. mo-nos simbolicamente tanto interna
Mas existem ocasiões em que podemos quanto externamente. Podemos, algumas
vezes, incluir uma prece na qual pedimos e felicidade pode ser criada depois de um
a purificação para que possamos ser evento positivo, como um casamento ou
dignos de conseguir uma harmonia mais um nascimento. Uma atmosfera de paz,
elevada. Tais métodos de purificação de harmonia e unidade vai seguir uma
ajudam bastante, mas existem situações meditação, enquanto que uma atmosfera
em que sentimos que precisamos tomar de desarmonia e de aflição vai predominar
medidas mais efetivas. após uma briga ou tragédia.
Nós, seres humanos, temos a grande Muitas vezes, sem que haja qualquer
capacidade de criar atmosferas que culpa aparente de nossa parte, podemos
podem ser tanto positivas quanto nega- experienciar aflição num determinado
tivas, pois, sempre que emitimos um local e se essa aflição for intensa ou
pensamento, geramos um efeito sobre a prolongada, ela pode ter tal efeito sobre a
atmosfera que nos rodeia. Todos já atmosfera do lugar que podemos nos
ouvimos ou lemos em algum momento sentir desconfortáveis, embora a causa
sobre as "casas mal-assombradas", que estressante inicial tenha desaparecido.
chamam a atenção de pesquisadores Sabe-se que mudar de casa é bastante
psíquicos. Muitos desses pesquisadores estressante. Assim como a reviravolta de
psíquicos concluíram que essas "assom- mudar nossa família e nossas posses para
brações" não são absolutamente assombra- uma nova casa, podemos nos sentir des-
ções reais; que os assim chamados "fan- confortáveis com a atmosfera criada por
tasmas" já passaram há muito tempo para seus ocupantes anteriores. No entanto,
outro estado. Em vez disso, argumenta-se existem muitos métodos para se limpar as
que, quando acontece um evento intensa- vibrações negativas e tornar os locais mais
mente emotivo, como uma tragédia, agradáveis para se visitar ou para se morar.
numa parte de um edifício ou de uma
área externa, então essa emoção imprime
naquela atmosfera as vibrações desses
acontecimentos trágicos. Muitas vezes, a
realimentação mórbida das lembranças de
tais eventos por outras pessoas pode
manter aquela atmosfera emocional
altamente carregada a ponto de, real-
mente, aqueles que são sensíveis a tais
fenômenos, serem capazes de percebê-los,
mesmo muitos anos depois.

Nós criamos
atmosferas
De forma semelhante, nós criamos
atmosferas dentro de nossas próprias
casas ou dos locais que visitamos. Por
exemplo, uma atmosfera de grande alegria
prática mística

Um desses métodos, é claro, é ter to, quando realizam


pensamentos e emoções positivas no cerimônias simples de
nosso dia-a-dia. Dessa forma podemos limpeza, algumas
evitar criar atmosferas negativas ou pessoas gostam de usar
alimentar qualquer tipo de negatividade os quatro elementos, como
que porventura possa já estar presente. A uma vela para purificação
prática constante da meditação é muito pelo fogo; incenso para
eficaz para elevar não apenas nossas purificação pelo ar, sal, terra
vibrações, mas também as vibrações ou pedras semipreciosas para
daqueles que nos cercam, além dos purificação pela terra; e água,
benefícios que nos traz aumentando combinada com prece e meditação
nossa felicidade e bem-estar pessoais. em cada recinto afetado. Muitas vezes
ajuda fazer uma limpeza física geral no
recinto, para começar.

Métodos Existem também vários aromas ou


óleos que podem ser usados para fins de

de limpeza purificação, quando queimados dentro de


um recinto ou em áreas externas. Prova-
Existem muitos rituais de limpeza para velmente o mais conhecido desses é a
casas e outros locais. E podemos também sálvia, uma grande favorita dos índios
inventar nossos próprios métodos, afinal de americanos. Uma outra é a bergamota
contas, é a intenção que vale. Muitas pes- selvagem, uma erva aromática que é
soas preferem o uso de água para fins de usada pelos ocultistas europeus para
limpeza. A água pode ser benta e oferecida "repelir todos os males".
para o uso de purificação espiritual sim- Algumas pessoas podem preferir usar
plesmente pelo procedimento de manter- simplesmente as técnicas meditativas
mos nossas mãos, com as palmas para como a visualização de uma luz pura
baixo, acima dela e de fazermos uma prece branca ou dourada, que vai acabando com
para auxiliar no nosso trabalho de purifi- a negatividade, ou luz de várias outras
cação. A água pode então ser espargida cores, dependendo da preferência pessoal.
pela casa e na parte do terreno afetado. A entoação de um som vocal também
Bem conhecida por seu efeito neutra¬ tem um efeito benéfico, assim como a
lizante, a água salgada também é um visualização de certos símbolos.
excelente detergente psíquico. No entan- Recentemente, um método bem
simples chamou a minha atenção: disse-
ram-me que 108 repetições do som
vocálico A U M efetivamente exorcizaria
qualquer local de qualquer negatividade,
não importa de que tipo de manifestação.
Reconhecendo que 108 é um número
místico, aceitei a palavra da pessoa e fiz
uma tentativa. Acabei descobrindo que
era o método mais efetivo para mim.
O uso do círculo como um símbolo
também já foi reconhecido como bastante
efetivo, quer visualizado cercando limpeza física. Podemos imaginar a ação
as paredes de um recinto ou de uma casa de limpar da água se estendendo para
de uma forma protetora, ou na forma de nossa aura e para o nosso corpo psíquico,
um laço de luz pura branca ou dourada, ou limpando todo o nosso ser. Existem
desenhado fisicamente com um dedo também vários óleos de limpeza e de
ou com uma vareta de incenso acesa. relaxamento na aromaterapia, que podem
Um outro método ainda consiste na ser acrescentados na água do banho.
visualização da casa como um todo Todos nos culpamos, em determi-
colocada dentro de uma redoma prote- nados momentos, de nos apegarmos a
tora de luz branca. situações do passado que precisamos
Os símbolos universais como o penta- liberar. Neste caso, a meditação pode
grama, a estrela de Davi ou a pirâmide ajudar. Durante a meditação podemos
podem ser incorporados, assim como criar uma imagem simbólica da situação
qualquer outro símbolo que a pessoa sinta da qual queremos nos desapegar e imagi-
ser necessário. nar aquela situação ser retirada e jogada
Muitas vezes, de fato, não é possível fora para longe de nós, pedindo ao Cós-
visitar o respectivo local. Tudo o que é mico ou ao Deus do nosso coração que
necessário numa situação como essa é tome conta dela. Mesmo assim, algumas
construir, mentalmente, uma imagem do pessoas continuam se preo-
local ou da propriedade a ser limpa, e cupando com relação a para
visualizar a limpeza acontecendo lá. Este onde foi levada aquela si-
método pode ser psicologicamente útil tuação depois que a
para nós, quando queremos remover nosso purificação aconteceu.
apego de um local em que passamos por Existem vários méto-
experiências infelizes no passado. Fico me dos, é claro, para se
perguntando se é o local que exorcizamos tratar da dispersão da
ou se é mais próximo da verdade dizer que energia negativa.
é nossa mente que se liberta dele. Podemos visualizar
que ela foi consumida
pelo fogo, lavada com
água, ou transformada
Autopurificação em luz. Mas o que
Naqueles momentos em que sentimos a realmente precisamos fazer é manter em
necessidade de purificarmos a nós mes- nossas mentes e nos nossos corações a
mos, sugere-se fazer um jejum físico e certeza de que o Cósmico ou o Deus dos
tomar bastante água. No entanto, isso nossos corações vai cuidar daquilo, e que
nem sempre é prático para pessoas com aquilo vai ser mandado de volta para um
sistemas digestivos delicados ou com local onde não cause qualquer mal, pron-
certos problemas médicos, embora a to para ser novamente reciclado pelos
maioria de nós obtenha benefícios be- processos do Universo. A
bendo muita água e seguindo uma dieta
razoável. Novamente, a visualização pode
ajudar se, ao tomar um banho de banhei-
* Rosicrucian Beacon, setembro de 2008 -
ra, ou uma ducha, visualizarmos a água Tradução: Cecilia Erthal.
nos proporcionando mais do que uma
ecologia e misticismo

O jadim esotérico

"Cuidar de um jardim éparticipar ativamente


dos mistérios mais profundos do universo."

-Thomas Berry (historiador, 1914-...)

por PAUL GOODALL, FRC


Todos nós, com certeza, quando A palavra é composta de osa (transformação
temos a grande sorte de termos pela queima) e dhi (recipiente) nesse sentido,
um espaço para um jardim, as plantas podem ser consideradas recipientes
adoramos ficar perto de nossas para a metamorfose do fogo cósmico."1
plantas. Seja pequeno ou extravagan-
temente grande, cada jardim é um micro- Trata-se de um ponto de vista profun-
cosmo de energias ocultas com as quais, damente místico que vê as plantas no
em determinadas ocasiões, sentimos um centro de um processo alquímico da vida,
contato particularmente próximo. Não como agentes entre o sol e nós. Apesar de
conseguimos identificar exatamente o podermos discordar de alguns dos princí-
efeito que nosso pedacinho "autocriado" pios metafísicos contidos na passagem
de natureza tem sobre nós, mas quando acima, como Rosacruzes podemos certa-
nos sentimos fisicamente cansados ou mente nos identificar com a essência
mentalmente esgotados, nossos jardins cósmica que está sendo evocada.
parecem ter uma capacidade mágica de
nos deixar com o corpo calmo e os pensa-
mentos revigorados. Também são refúgios
de inspiração, e muitos poetas e escritores Alquimia
se beneficiaram de seu feitiço cativante.
Poderíamos dizer que o "Livro dá Natu- das plantas
reza" é um verdadeiro texto, cheio de Mas, voltando à tranquilidade dos nossos
significados divinos, se soubermos como jardins, refletindo silenciosamente sobre
interpretar suas múltiplas páginas. todo o verde e toda a vida que nos rodeia,
De uma perspectiva rosacruz, compre- será que alguma vez pensamos nas energias
endemos isso em termos da Mente vibratórias que se manifestam e se trans-
Universal e da filosofia panteísta, em que formam dentro dele diante dos nossos
Deus é visto como estando e existindo olhos? As plantas estão constantemente
em todas as coisas tanto no reino material realizando um processo alquímico interno
quanto no reino imaterial. Isso pode ser de transmutação. Não é verdade que nos
complementado talvez pela crença maravilhamos diante daquelas sequências
tradicional indiana, que diz que as plantas em câmara lenta nos documentários sobre
estão em meditação permanente e afina- natureza, em que podemos observar seu
das com o mantra primordial O M , que é crescimento externo e transformação com
exalado pelo Sol e enviado para a Terra. tão fascinante concisão e detalhe?
Isso é belamente resumido por Wolf- Essa alquimia interna se manifesta, é
Dieter Storl na edição de 2001 de seu claro, num processo químico bem real
livro Pflanzendevas (A Natureza Espiri- chamado fotossíntese, que é instigado
tual das Plantas): pelos fótons da luz gerada pelo sol. E é aí
que o ponto de vista hindu apresentado
"O mantra primordial, materializado na luz, na citação acima contrasta, mas também
é transmitido a nós pelas plantas através de ressoa de uma forma profundamente
um processo revigorante. Apenas as plantas são espiritual na ciência da vida real. A
capazes de ligar dessaforma os reinos celestial fotossíntese é a forma de a planta fabricar
e mundano. Na linguagem sagrada dos Vedas, sua própria comida. O pigmento da
as plantas são designadas pela palavra osadhi. clorofila na parte "verde" das folhas capta
ecologia e misticismo

Antroposófico, viu os quatro elementos


Energia solar refletidos nas partes constituintes da
Dióxido de planta da seguinte forma:
carbono e água
Raízes = Terra
Folhas = Água
Flores = Ar
Sementes = Fogo

Ao lermos o artigo "O Fogo Interno"


(Edição de junho de 2008 do Rosicrucian
Beacon) poderemos, talvez, fazer nossas
Formação de Liberação
carboidratos de próprias comparações com relação à
oxigênio rotação dos elementos que agem nas
plantas e nos seres humanos. Não é difícil
Água descobrir uma complementaridade
subjacente entre os dois; especialmente se
tivermos em mente a filosofia hindu
apresentada acima.
O processo de fotossíntese O uso dos elementos num jardim
japonês Zen é evidente; carregado de
simbolismo esotérico e refúgios de
a energia do sol e isso ativa a produção de manipulação deliberada de plantas, água,
comida a partir de ingredientes bem pedras e características arquitetônicas,
simples: dióxido de carbono e água. A juntamente com o uso do vento, do fogo
água, contendo nutrientes e minerais e de coisas semelhantes, para aumentar a
valiosos, é retirada do solo pelas raízes atmosfera de tranquilidade espiritual.
das plantas e levada até as folhas onde se Nós, ocidentais, temos uma tendência a
mistura com o dióxido de carbono do ar e sermos mais conservadores e a permane-
se convertem em açúcares, que são cermos dentro dos modelos arquitetôni-
absorvidos pelas plantas para fazer com cos nacional e tradicional, que são muitos.
que elas cresçam. Durante esse processo, E claro que isso não é errado. Fazemos o
a planta libera oxigênio e, juntamente máximo dos nossos jardins dentro dos
com a absorção de dióxido de carbono, nossos parâmetros culturais, e entre os
realiza uma função vital no sentido de tipos que identificamos como sendo
preservar a atmosfera de nosso planeta. ocidentais estão desde o jardim de casas
do interior até arranjos mais formais. Os
nossos jardins têm uma tendência a
gravitar mais no sentido do elemento
Os elementos terra com um pouco de ênfase no lado
Fazendo um balanço de todos os elemen- água; enquanto que o jardim japonês
tos desse ciclo de energia, podemos ver parece combinar nele todos os elementos.
um exemplo vivo de elementos alquími- Talvez também tenhamos a tendência
cos interativos da Terra, Água, Ar e Fogo. a trabalhar demais entre uma abordagem
Rudolf Steiner, fundador do movimento funcional e um projeto estético no qual,
por exemplo, queremos que o pátio seja
grande o suficiente para ter uma mesa, Os ciclos celestes
seis cadeiras e uma churrasqueira. Em um Seguindo os ditames da Lei Cósmica, a
jardim pequeno, isso pode ter um efeito energia de uma planta nunca é esta-
prejudicial pelo fato de ser menos dire- cionaria; existe sempre uma mudança,
cionado a se obter um refúgio de paz e quer seja num ritmo diário, mensal ou
tranquilidade. Um jardim de tamanho anual. O ciclo mais importante é natu-
médio ou grande pode ter todos os ralmente a revolução anual da terra em
obstáculos retirados e haverá bastante torno do sol, resultando nas quatro
espaço para se experimentar. Pode-se, no estações. Mas existe também a antiga
entanto, combinar funcionalidade e tradição da jardinagem lunar, segundo a
beleza, até com conteúdo simbólico. Leia qual a plantação e a colheita acontecem
sobre os jardins japoneses e veja o que de acordo com o ciclo lunar. Trechos de
pode lhe ser útil. trabalhos de Homero e Hesíodo indicam
que os gregos usavam os meses lunares.
Hesíodo, em seu trabalho Trabalhos e
Dias, datado do século VIII a . C , mostrou
que ele muitas vezes usava as constelações
para planejar a plantação e a colheita.
Em tempos mais recentes, este sistema
foi abandonado devido ao aumento do
uso de fertilizantes, mas nas últimas
décadas a prática tem sido revivida,
principalmente devido ao sistema de
agricultura biodinâmico de Steiner,
desenvolvido na década de 1920.

Plantio lunar
Como estamos discutindo o plantio
baseado no ciclo lunar, podemos muito
bem perguntar: como é que ele funciona?
Parece que há uma combinação dos
efeitos lunares como diferentes quanti-
dades de luz refletida sobre a lua, sua
força gravitacional sobre os fluidos da
planta, o efeito cíclico de elevação e
abaixamento das águas dos oceanos e as
distorções no campo magnético da terra.
Os agricultores "lunares" acreditam
que a força da gravidade lunar afeta o
fluxo de umidade no solo. Este efeito
seria maior nas fases de lua nova e de lua
Jardim japonês.
' cheia, quando o sol e a lua estão
ecologia e misticismo

fases do ciclo lunar. Tente entrar em


sintonia com as plantas e perceber a
forma como elas estão experienciando a
influência da lua. Delicadamente segure
as folhas ou o tronco e tente sentir sua
energia vibratória interna. Faça isso
também durante o dia, concentrando-se
na essência cósmica do sol, dando vida a
aproximadamente alinhados com a terra.tudo
É o que você vê. Respire nos raios
mais fraco no primeiro e no último cósmicos do sol e imagine as plantas
quartos das fases da lua. Portanto, para se fazendo o mesmo. Tente fazer esses
tirar vantagens do ciclo lunar, um jardi- exercícios em horários diferentes durante
neiro deve evitar virar o solo em seu o dia. A medida que se afina com os
jardim quando ele contém a maior padrões sutis da maré alta e da maré baixa,
umidade, isto é, durante os períodos de você vai aprofundar o seu relacionamento
lua cheia e nova. Essa maior umidade com as plantas em seu jardim.
incentiva as sementes a germinarem e a Mas, voltando ao nosso parágrafo
crescerem, especialmente com a luz da lua inicial sobre o efeito benéfico que os
cheia, já que se acredita que ela tenha um jardins nos proporcionam, percebemos
efeito na germinação das sementes, com que eles são ambientes temporários que
base no fato de a exposição à luz forta- nos permitem fazer uma pausa para um
lecer o processo. pouco de descanso em um mundo que
Uma defensora particularmente muitas vezes pode parecer o oposto do
moderna desse método de jardinagem é que se espera de algo que é intrinseca-
Maria Thun, cujos livros sobre o assunto mente divino e parte integrante do
têm influenciado jardineiros e fazendei- cósmico. Durante a nossa permanência
ros de todo o mundo. Existe atualmente física na Terra encontramos tanto coisas
uma literatura bastante extensa sobre ruins e escuras quanto coisas boas. Isso é
jardinagem de acordo com a lua, e os inevitável e faz parte da nossa caminhada
calendários lunares anuais se tornaram em direção ao autoconhecimento. Mas,
indispensáveis para muitos jardineiros. considerando as plantas de nossos
jardins, elas têm suas raízes na escuridão
e crescem para a luz, e seu sustento é
recebido de ambos os mundos..., do de
Sugestões cima e do de baixo. Podemos aprender
com elas que o caminho do avanço
práticas espiritual envolve aproximar essas duas
Existem muitas coisas práticas que polaridades da luz e da escuridão, do sol
podemos fazer para ajudar a permanecer e da lua, dentro de nós, em mútua
em contato com o mundo natural de harmonia, em nosso esforço permanente
nossos jardins. No que diz respeito à lua e de nos aproximarmos de Deus.
seus efeitos, vá até o jardim à noite e
simplesmente sente-se ou fique de pé e
N o t a : 1. McIntosh, Christopher. Garden of
sinta em silêncio como as diversas ener- the Gods, I.B. Tauris, p.138.
gias estão operando durante as diferentes
Nascimento
oportunidade
para crescer
por MARGARIDA BRANCO, SRC

"Não nascemos do sangue, nem da vontade da carne, nem


da vontade do varão, mas de Deus"- (João 1:13).

nascimento é a introdução do "Quando tu, ó Sol, te pões no ocidente


sopro, a animação da matéria, dos céus, o mundo está em trevas, como
a sua fecundação pela energia os mortos. Brilhante fica a terra quando
cósmica. Esta, com a sua te elevas no horizonte; quando brilhas
sabedoria, torna possível o entendimento, como Aton durante o dia, as trevas são
mediante a consciencialização da matéria. dissipadas. Quando projetas os teus raios,
Ao nascer na Terra, o ser vai paulatina- os dois mundos se põem em festa. Vês
mente adquirindo consciência, dando-a teus povos acordados de pé, porque tu os
assim à vida, antes inconsciente. O sopro levantaste!" (Salmo de Akhenaton).
vital, responsável pela intersecção da luz Em cada dia, o sol surge no horizonte,
com a vida ou elemento terreno, unifica fecundando com a sua esplendorosa
aqueles dois componentes primordiais do energia a massa adormecida da terra, as
ser, tudo ligando em unidade. E o amor, plantas, os animais, os homens e todas as
terceira ponta do triângulo construtor das formas existentes podem então se manter
formas, e que surgiu quando a luz e a vida vivas. Um nascimento ocorreu, o do dia
se ligaram entre si. que se inicia. Este mesmo processo se
reflexão

repete em todos os domínios da existên- alegria sejam o resultado, tal como o é a


cia, porque a lei cósmica é uma só, e o manifestação de vida que qualquer corpo
elemento positivo deverá animar sempre contém, premiando e justificando a dor
o negativo, para que uma nova manifes- do seu nascimento.
tação surja no mundo da forma, onde o "As vicissitudes pelas quais passamos
amor se revela. são o remédio para restabelecer a har-
O homem, unindo-se com a mulher, monia e ligação entre Deus e o Homem.
pela força atrativa do amor, construirá um Esse remédio é composto por dois
novo corpo humano, resultado e sinal ingredientes em conformidade com a
desse mesmo amor, possibilitando a nossa doença, que é um agravamento do
emanação de uma personalidade-alma, bem e do mal que trazemos. Esse remé-
que virá adquirir um maior nível de dio é amargo, mas é o seu amargor que
consciência e delinear a sua participação nos cura, porque essa parte amarga, que é
amorosa no mundo, já que tudo aquilo a justiça, une-se ao que há de corrom-
que neste plano se revela é obra do Amor, pido no nosso ser, para lhe proporcionar
terceira ponta do Sagrado Triângulo, em a retificação; ao passo que aquilo que há
que as outras são a Luz e a Vida. de regular em nós une-se por sua vez ao
O nascimento é o Big-Bang da que há de doce no remédio e a nossa
criação, é a explosão inicial da matéria saúde é restaurada. Ê preciso ainda
prenhe de energia, sendo o sopro vital o usarmos esse remédio amargo que os
sinal visível dessa animação, que perpassa ministros espirituais da sabedoria nos
todos os seres, ligando-os no mar cósmi- fazem ingerir, para provocar uma sensa-
co da respiração universal, onde todos os ção dolorosa que se poderia chamar de
pensamentos, sentimentos e atos da febre de penitência, mas que acaba na
humanidade se registram, no banco de doce sensação da vida e da regeneração"
dados do inconsciente coletivo. (Louis-Claude de Saint-Martin).
O mundo vai assim sendo definido, O sofrimento é apanágio deste plano
através desta mente coletiva, que a toda a de vida, porque ele proporciona consci-
hora se renova, se cria, nasce. O nasci- ência e é sinal da interiorização das
mento é constante, e a todo o momento, experiências, muito embora o sejam
o mundo em que vivemos pode mudar também a alegria e todas as emoções.
com novas ações criativas. E preciso, São estas que conferem verdadeira
pois, percebermos a importância das natureza ao ser que as vive, embora se
nossas individuais contribuições. Quan- torne necessária a concorrência do
do nos foi dado um corpo e a expiração pensamento e da dinâmica fisiológica,
da Alma Universal deu origem à pri- para que elas surjam. O sofrimento é
meira inspiração, iniciamos a viagem das sinal de resistência à mudança implícita
iniciações permitidas pelas experiências no processo de consciencialização. Se a
neste plano de existência, de forma a nossa personalidade reage ao salto
podermos renovar a face da Terra. evolutivo que se impõe que seja feito
A obra foi-nos facultada, através do diariamente, teremos a dor por resposta,
exercício do livre-arbítrio, e se é com dor que nos mostra assim o que importa ser
que o nascimento do corpo se opera, é aprendido para que a evolução prossiga.
também pela dor que a obra terá de ser A recusa à obediência à ordem cósmica
realizada, embora a compensação e a tem este efeito corretor, que obriga à
consciencialização daquilo que importa pode um homem nascer de novo, sendo
entender. A entrada neste plano existen- velho? Porventura, pode tornar a entrar
cial é feita através da dor, porque a no ventre de sua mãe?"
expansão que o nascimento implica, - "Na verdade, na verdade te digo
encontra sempre a resistência da forma, que aquele que não nascer da água e do
que tende para a cristalização e a inércia. espírito não pode entrar no Reino de
Os dois momentos cruciais da exis- Deus. O que é nascido da carne, é
tência do homem, o nascimento e a carne, o que é nascido do espírito, é
morte, correspondem às suas duas princi- espírito" (João 3:1 e 4).
pais iniciações, possibilitando ambas a Este homem novo terá de ser conce-
evolução, que se processa em sucessivos bido e gerado no seio de nós próprios,
nascimentos e mortes. Situado na dimen- amorosa e pacientemente, através de
são espaço-temporal, o movimento oscila esforços diários de autoaperfeiçoamento.
entre um início e um fim, assistindo-se Alimentaremos o novo ser em formação,
assim a sucessivos nascimentos e mortes espiritualizando as nossas tarefas terrenas,
no desenrolar do nosso quotidiano. aliviando o sofrimento alheio, contri-
E esta a lógica da natividade, o início buindo para a evolução da mentalidade
perene e prometedor em tudo o que dos seres humanos e aceitando o plano da
existe, porque os dois pólos antagônicos, vida que teremos de traçar.
do nascimento e morte, são uma ilusão Serão, pois, as experiências quotidia-
dos sentidos e da mente, já que a morte é nas o laboratório de que a vida se serve
um início de uma realidade diferente e o para o fim em vista, tendo em mente que
nascimento é a morte de algo que se todas elas são verdadeiras iniciações a
transformou em vida. um grau mais elevado de consciência.
Neste ciclo infinito de morte e vida, Paulatinamente, irá ocorrendo a
insere-se a ideia de reencarnação, ou seja, transformação do ser e o novo nascimen-
a vida renascendo após a morte, e sendo to ocorrerá quando morrer definitiva-
esta o despertar para novo plano de mente o homem velho, com a sua perso-
existência. De cada vez que nascemos, nalidade terrena, dando lugar ao Deus
após uma outra morte, temos nova menino que estava adormecido em nós.
oportunidade de crescimento, na eterna "Assim que, se alguém está em
espiral evolutiva. E renasceremos suces- Cristo, nova criatura é; as coisas velhas
sivamente, até que consigamos fazer já passaram; eis que tudo se fez de novo"
nascer em nós o Cristo que nos habita. (Corintios 5:17).
"Havia entre os fariseus, um homem Só então, e porque a luz surgiu, não
chamado Nicodemos, príncipe dos serão precisos novos nascimentos e
judeus. De noite, Nicodemos foi ter com mortes, já que a dimensão espaço-
Jesus e disse-lhe: "Rabi, bem sabemos temporal foi transcendida.
que és Mestre, vindo de Deus, porque "E vos darei um coração novo, e porei
ninguém pode fazer esses sinais que Tu dentro de vós um espírito novo e tirarei o
fazes, se Deus não for com Ele". E Jesus, coração de pedra da vossa carne, e vos darei
respondeu e disse-lhe: "Na verdade, na um coração de carne. E porei dentro de vós
verdade te digo que aquele que não o meu espírito e farei que andeis nos meus
nascer de novo não pode ver o Reino de estatutos, e guardeis os meus juízos e os
Deus". E disse-lhe Nicodemos: "Como observeis" (Ezequiel 36:26-27).
Educação

A pedagogia
mística dos
rosacruzes
por LUIZ FRANKLIN DE MATTOS, FRC

palavra E D U C A Ç Ã O tem sua alma", tais como a humildade, a generosi-


origem nos verbos latinos dade, a honestidade, a tolerância, a
k Educare e Educere. Educare benevolência etc. Independentemente de
\ tem o significado de alimen- toda consideração de natureza espiritual,
tar, transmitir informações a alguém. consideramos que são essas virtudes que os
Educere tem o significado de extrair, pais e os adultos em geral deveriam cultivar
desabrochar, desenvolver algo que está no nas crianças. Naturalmente, isso implica,
indivíduo. se não que eles próprios as tenham adqui-
A educação está sendo questionada, rido, ao menos que tenham consciência da
debatida e até mesmo negada, tanto em necessidade de adquiri-las.".
relação aos seus princípios epistemoló¬
gicos, quanto a sua validade como meio A civilização egípcia, uma das mais
de socialização dos saberes, inclusive, antigas do mundo, desenvolveu-se no vale
como canal de construção e reconstrução do rio Nilo, onde se fixaram os primeiros
de conhecimentos, tão necessários ao povoadores, originários da Ásia. A educa-
desenvolvimento pleno dos indivíduos. ção egípcia era muito influenciada por
O IV Manifesto - Positio Fraterni- um sistema de classes sociais, constituin-
tatis Rosae Crucis, assim se expressa do, praticamente, privilégio dos sacerdo-
sobre esse tema, de forma contundente e tes e das classes letradas, entre as quais se
inovadora. Vejamos: incluíam os médicos, os arquitetos e os
escribas. Toda a educação era dominada
"Quanto à educação, consiste antes em pelo espírito de religião e misticismo.
apontar valores cívicos e éticos. Nisso Licurgo, personagem tido por muitos
compartilhamos a ideiade Sócrates, que via como lendário, afirmava que a educação
nela "a arte de despertar as virtudes da espartana deveria ser a primeira e funda-
mental função pública a ser cumprida não para filho a arte de ensinar".
somente pelo governo, mas também pela E evidente a importância e influência
própria sociedade. Seu objetivo era desse modo de se fazer educação; é
estritamente militarista, em função de sua possível reconhecê-la tal qual nas empre-
característica guerreira. sas ditas familiares, onde normalmente
O povo egípcio foi um dos primeiros a seus membros não possuem formação
ter consciência da importância do ato de acadêmica na área em que atuam. Este
ensinar e de aprender. A eles deve-se o princípio serve também para professores/
uso prático das bibliotecas. Os conteúdos educadores que, em muitas regiões deste
partiam da transcrição de hinos, livros país, exercem a profissão sem o mínimo
sagrados e ensinavam também a aritmética. conhecimento sistematizado, mostrando
Segundo Manacorda: "Ao lado da quão necessário é capacitar os profissio-
educação escolar [egípcia] havia também a nais da educação, sobretudo os atuantes
educação familiar, atribuída primeiramente no ensino público.
à mãe, depois ao pai. A educação dos ofícios A cultura ocidental foi fortemente
sefazia nas oficinas a partir do princípio da influenciada pelos hebreus e através do
observação e da repetição, passando de pai cristianismo, com o seu catecismo, reforçou

"Transmissão do
conhecimento", por
H. Spencer Lewis.
a ideia de uma escola hebraica conteudista,
prática esta que sobrecarrega ainda hoje as
crianças com inúmeros trabalhos.
Educação Gadotti ressalta que foram "os hebreus o
povo que mais conservou informações sobre
sua história, por isso, presentearam as gerações
posteriores com um conjunto de doutrinas,
tradições, cerimônias religiosas e preceitos que
ainda são válidos e seguidos até hoje".
Quanto às tendências pedagógicas, a
Grécia foi quem mais e melhor conseguiu
realizar a síntese entre educação e cultura,
não se eximindo de divergências entre
Esparta e Atenas.
Atenas valorizava e preparava para as
funções políticas, enquanto Esparta pre-
parava para a moral, a guerra e o esporte.
Naquela época já havia personalidades
influentes, como Platão, que defendiam
uma educação municipal e um ensino
totalmente público.
Sócrates acreditava no verdadeiro
conhecimento, que, no seu entendimen-
to, era o autoconhecimento, começo da
verdadeira sabedoria, pois, conforme
Gadotti, ''sua preocupação como educador, ser definida pelo seu "ser cognoscente".
ao contrário dos sofistas, não era a adapta- A pergunta feita pelos pensadores
ção, a dialética e retórica, mas despertar e originários gregos, foi também feita em
estimular o impulso para a busca pessoal e a muitos outros lugares e tempos do
escuta da voz interior". planeta. Esta pergunta pode ser expressa
Na Grécia, a forma da individualidade na seguinte sentença: o que é o ser do
era o ethos da edificação de uma "tecno- ente, enquanto é?
logia da existência", pela qual o indivíduo Como pergunta, ela ensejou múltiplos
deve ocupar-se de si mesmo, tornar a sua desenvolvimentos e diversas interpreta-
vida tão bela quanto possível, porque é ções. Esta forma de perguntar, entretanto,
assim que ele contribui para a vida em mudando a maneira e a articulação, tam-
comum, que ele serve à cidade. bém se encontra em Buda e em Lao Tsé,
Não há, pois, entre os gregos, um mo- em Cristo e em Dogen, na cultura Iorubá
delo universal, abstrato, que se imporia a e nas religiões dos índios brasileiros.
todos os indivíduos, normatizando a con- Neste sentido, o que autoriza a afirmação
duta de todos. Ê o indivíduo que, culti- de que a filosofia é coisa exclusiva dos
vando a si mesmo, estetiza a sua própria gregos e de seus descendentes diretos?
existência. Ao passo que, na individua- Pensamos que esta autorização vem de
lização moderna, o indivíduo se constitui uma limitação conceitual, que perde de
pela submissão à sua identidade, que deve vista o mistério do ser em seu insondável
sem-fundamento. Perde de vista que necessários para a realização de uma
aquilo que os gregos chamaram de educação mística.
filosofia não é algo exclusivo deles, mas A descrição dos fundamentos filosó-
neles aparece de forma peculiar e única. ficos da educação mística pressupõe
O u seja, a partir das Meditações de sempre um esclarecimento acerca do
Descartes, a constituição da subjetividade lugar em que esta ação é realizada. Qual
se faz através da renúncia do indivíduo a é, pois, o ponto de partida deste discurso,
uma parte de si mesmo (o espírito se dessa prática que anuncia tratar da edu-
separa dos sentidos), condição para que cação espiritual, de forma transdisciplinar,
ele se eleve ao plano dos valores univer- em seus fundamentos filosóficos?
sais que definem a verdade e a racionali- Tomando como base a filosofia rosa-
dade (Foucault). cruz, diríamos que os fundamentos filosó-
A "individualidade autêntica", na ficos da educação e do misticismo rosacruz
perspectiva de Foucault, ocorreu entre os não são entes dotados de uma racionali-
gregos antigos na medida em que estes dade objetiva para além do ser humano.
viveram uma ética da liberdade, fundada Se assim fosse, como seria possível
na escolha pessoal de um estilo de exis- cuidar da humanidade do homem, num
tência. A tolerância em relação às esco- contexto espiritual, de ampliação do
lhas não é absoluta e há sérias proibições. sentido da consciência individual rumo a
No entanto, tais proibições são mais Consciência Cósmica?
destinadas à função de "estetização do eu" O aprendizado humano não se resolve
do que, como ocorre entre os modernos, por maquinação e repetição apenas, mas
uma renúncia a uma parte dele. pressupõe o ser sensível aberto ao desve-
Ora, uma praxis pedagógica que lamento de seu tríplice mistério, enquanto
viabilize a construção de uma educação vive e compartilha da compreensão de si
humana de caráter místico para a intei- em sua doação própria e apropriada, como
reza e plenitude dos seres viventes, surge ser de relação, destinado a sempre ser.
da necessidade da constituição de funda-
mentos filosóficos da abordagem trans¬ Quanto à nossa concepção da Espiri-
disciplinar da existência humana. tualidade, está fundada, por um lado, na
convicção de que Deus existe como
A moral, no sentido que vimos de definir, Inteligência absoluta que criou o Uni-
coloca todo o problema da educação. Ora, verso e tudo o que ele contém e, por outro
esta nos parece perdida. A maioria dos pais lado, na certeza de que o Ser Humano
já desistiu nesse campo ou não tem mais tem uma alma que Dele emana. Melhor
as referências necessárias para educar ainda, consideramos que Deus Se
corretamente seus filhos. Muitos deles manifesta em toda a Criação através das
descarregam sua responsabilidade nos leis que o Ser Humano deve estudar,
professores, para dissimular essa carência. compreender e respeitar, para sua maior
Todavia, o papel de um professor não é felicidade. De fato, consideramos que a
antes de tudo de instruir, ou seja, de Humanidade evolui para a compreensão
transmitir conhecimentos? (IVManifesto) do Plano divino e está destinada a criar
na Terra uma Sociedade ideal. Esse
Neste âmbito, é possível desenvolver a humanismo espiritualista pode parecer
descrição dos fundamentos filosóficos utópico, mas unimo-nos a Platão, que
Educação

declarou em A República: A Utopia é a inteiro e redigiam, numa velocidade e


forma de Sociedade ideal. Talvez seja erudição vertiginosas, obras propondo
impossível de realizar na Terra, mas é nela uma síntese dos conhecimentos arcanos
que um sábio deve depositar todas as suas de todas as civilizações conhecidas e
esperanças". (IV Manifesto) visando responder, simultaneamente, às
limitações de perspectiva da ciência
Nossos interlocutores nesta emprei- oficial de sua época e à posição enrije-
tada são de múltiplas descendências. cida das instituições religiosas, sobretudo
Todos, porém, são pretextos para a do cristianismo.
construção da unidade transdisciplinar ou Isto quer dizer que uma educação
a "unidade na diversidade". Entre as rosacruz haverá de ser o campo de reali-
muitas vozes acolhidas e meditadas zação de uma humanidade que aprende a
encontram-se, além de Spencer Lewis: ser continuadamente: aprende a cuidar,
David Bohm, Krishnamurti, Heráclito, aprende a contar, aprende a ouvir, aprende
Heidegger, Platão, Aristóteles, Paulo a deixar o outro seguir o caminho de sua
Freire, Husserl, Keleman, Vimala Thakar, vida, aprende a fazer, aprende a aprender,
Maturana, Morin, Serpa, Dogen, Lao Tsé, o que a torna incondicionalmente ultra-
Buda, Steiner, Piaget, Wilber, Einstein, passagem e transformação.
Boff, Capra, Newton, Galilei, Nicolescu, Concomitante com essas afirmações,
Prigogine, Spinoza, Kant, Colli, Randon, que mantêm essa mesma inserção
Delors entre outros. complexa com relação à modernidade,
Estas vozes fazem ressoar nossa devo registrar que H . S. Lewis em suas
procura de uma construção holística para pesquisas e viagens místicas uniu moder-
além da ciência regular vigente, a cons- nidade e pré-moderno, interessado
trução de uma a ciência espiritual, trans¬ nesses poderes que a modernidade
disciplinarmente mística' capaz de conju- retirou do homem, numa nova humani-
gar todas as formas de saber produzidos dade, com Consciência Cósmica.
e cultivados pelos seres humanos em Não é mais uma humanidade recor-
todos os tempos e lugares. tada por nações senhoras e nações
O aprendizado rosacruz se baseia na escravas, mas uma humanidade que
tradição primordial, na comunhão com cuida responsavelmente da equanimi-
o Divino em nós, rumo a Consciência dade de tudo. Uma humanidade amante
Cósmica. Usa para tanto processos e da arte de ser plenamente a serviço da
métodos próprios, universais, enfim, vida em si mesma. A
uma técnica que propicia ao indivíduo
experimentar cientificamente verdades
místicas, conhecimentos espirituais ou Bibliografia: BRASIL, E. S. - A Divina
Filosofia Grega - AMORC; FOUCAULT -
esotéricos, criando assim um desafio Microfísica do Poder - Ed. Civilização
grandioso: a realização de uma prática Brasileira; FREIRE, P - Pedagogia da
Autonomia - Instituto Paulo Freire; GADOTTI,
filosófica implicada com o aprendizado M - História d a s Ideias Pedagógicas - Ed.
de si mesmo no sentido mais radical de Ática; KOESTLER, A. O Homem e o
Universo: Como a Concepção do Universo
suas possibilidades. s e Modificou Através d o s Tempos -
Expoentes máximo dessa tradição são IBRASA; MANACORDA, M. - História da
Educação - Ed. Cortez; PIERRE, D -
Harvey Spencer Lewis e Ralph M . Educação: Uma Alquimia Sutil - AMORC.
Lewis. Os dois percorriam o mundo
A poesia
da Senda
O misticismo da poesia. A poesia do misticismo

por HIDERALDO MONTENEGRO, FRC

INSPIRAÇÃO
A poesia só acontece
quando me deixo
quando me deito
quando me vejo
quando me mexo

Sem poesia não há verdadeiramente a prática do misticismo. Ousamos dizer


também que a poesia, inevitavelmente, seja de que tipo for, ou como seja
denominada, está impregnada de misticismo. Sem misticismo não pode
haver poesia. Não há misticismo sem poesia. Não há poesia sem misticismo.
Assim, todo místico há de ser poeta, bem como todo poeta há de ser místico (mesmo
que não saiba disto).
Se o candidato à prática do misticismo não se "solta", nunca vai conseguir apreender
a beleza da harmonia e sentir de fato o misticismo. Na verdade, a prática do misticismo
implica em se colocar numa postura mental adequada. Sem este estado mental, vai-se
ficar apenas no campo teórico, intelectual tão-somente. O misticismo implica em
leveza, em harmonia, em desprendimento.
variedades

NUDEZ
O sol abriu
FAROL dentro de mim
Aquietar a mente uma imensidão de mares
para que os olhos vejam
o que está à sua frente — Eis-me aqui exposto
e dá sinais de vida abertamente concentrado!
e luz - Síntese do meu Eu purificado —
em meio a palavras inúteis,
gestos estancados Colocar-se como poeta é se despir, é se
e sorrisos presos pelos dentes. desvencilhar de preconceitos (de concei-
Guiar a mim mesmo tos estabelecidos). De fato, o estudante de
dentro deste corpo misticismo produz em si mesmo um
para ver além dos acontecimentos processo libertário através da alquimia
diários espiritual. Para se "soltar" ele precisa se
e navegar livre livrar de todos os preconceitos, entraves,
iluminado barreiras, dogmas etc. Ou seja, tal qual nas
para este porto artes, o misticismo é um processo libertá-
de águas tranquilas rio. Há de existir revisão de conceitos,
que eu sou quebras de conceitos, re-avaliação de
permanentemente. conceitos para que a poesia apareça na
vida, na arte, na visão do poeta/místico.
Na verdade, podemos afirmar que o mis-
O esforço do estudante na senda é ticismo é uma arte e precisa ser praticado
justamente este: alcançar um estado pelo candidato a tal senda.
mental onde a beleza esteja constante- H á uma oração bastante reveladora
mente permeando sua vida em todos os em relação à postura que devemos (nós
campos e planos. estudantes de misticismo e poetas) nos colo-
Toda poesia reside na harmonia. E car para desbloquearmos nossas vistas
na apreensão da harmonia que a beleza turvadas de obscuridades conflitantes e,
aparece. Se pensarmos que beleza é assim, conseguirmos realmente captar a
harmonia (deixemos aqui qualquer con- harmonia das/nas coisas:
ceito a respeito de beleza, pois, harmonia
está presente em todas as coisas e em todos Oração do Amanhecer
os momentos), a poesia, consequente- Senhor,
mente, está na apreensão da beleza, ou No silêncio deste dia que amanhece,
seja, da harmonia. Venho pedir-te a paz,
O místico, portanto, é aquele que A sabedoria, a força.
capta a harmonia, a beleza nas coisas.
Para que isto ocorra, ele mesmo precisa Quero olhar hoje o mundo
estar harmonizado. Se alguém não con- Com os olhos cheios de amor,
segue se harmonizar, então, não consegue
praticar o misticismo e apreender a E prossegue a oração: "ver além das
beleza e a poesia da vida. aparências teus filhos como tu mesmo os
Beleza é poesia. Poesia é beleza. vês"... E diz mais adiante:"fechameus
ouvidos a toda calúnia. Guarda minha língua Quando falamos de poesia não a
de toda maldade'... E conclui a oração: estamos colocando naquelas formas
"Reveste-me de tua beleza, Senhor, e que, no escritas e faladas através de poemas e
decurso deste dia, eu te revele a todos"... versos tão-somente. Captamos poesia
H á também um axioma oriental que quando apreendemos beleza nas coisas.
diz: "Não ouvir o mal. Não ver o mal. Não Alguém pode passar por uma certa rua,
falar o mal" que tem o mesmo sentido por exemplo, e ficar embevecido com sua
dos versos acima e que nos servem de beleza. Daí pode tentar transmitir o que
mapa para nos posicionarmos correta- sentiu através de uma música, de um
mente na senda mística. Ou seja, se quadro, de um poema etc.
ainda vemos separação, se ainda vemos Ou seja, quando falamos em poesia
distinção, se ainda vemos conflito, então aqui não estamos nos restringindo à
não estamos conseguindo ver a verdade, conhecida forma literária de fazer poe-
a unidade, a harmonia, a poesia da vida. mas. Desta forma, toda vez que nos senti-
Esta visão, ou melhor, este estado de mos extasiados, encantados, deslum-
poeta/místico ou de místico/poeta dis- brados com uma cena, uma paisagem, um
solve toda neurose como um encanto. rosto, um gesto etc. estamos sentindo
Não é à toa que as terapias ocupacionais poesia. Podemos não transformar este
utilizam música, dança, pintura e todas sentimento em nenhuma expressão artís-
as formas de artes para conseguir um tica (um poema, uma pintura, uma mú-
grau mínimo de harmonia naqueles que sica etc), contudo, estamos num estado
sofrem graves desajustes mentais. de poetas, de artistas.
Justamente a espiritualidade cumpre O místico, através da prática da har-
o papel de resgatar a visão sadia de monização, sempre se coloca desta forma
enxergar o mundo. O misticismo tem perante as coisas. Sem este estado não há
uma importância fundamental no misticismo de fato. Tudo que será dito
equilíbrio do ser humano, ajudando-o a será apenas especulativo, teórico, objetivo,
se livrar de preocupações que distorcem intelectual e não corresponde realmente
a beleza da vida, devolvendo a poesia ao estado do verdadeiro místico.
em sua vida.
Mas, o que é poesia?
PERISCÓPIO
Não são os meus olhos
que abrem a minha mente
A poesia é rima, E a minha mente
palavra e escrima? que abre os meus olhos
A poesia é artifício, Para que o estudante possa alcançar a
metro e vício ? serenidade mental suficiente que o colo-
A poesia é construção, que num estado de harmonia, onde todos
arquitetura sem paixão? os entraves sejam diluídos e, assim, consi-
A poesia é luxo acadêmico, ga se tornar um poeta, ou melhor, um
que evita da pele o edêmico? místico, a reflexão, a contemplação e
A poesia é esqueleto, carne, corpo meditação se tornam fundamentais.
ou ideia, mente que sustenta o dorso? Só através das práticas da reflexão, da
contemplação e da meditação é que o
variedades

estudante de misticismo pode se harmo- místico há de ser leve, harmonizado. Para


nizar e, assim, captar a harmonia, ou tanto, a mente do místico se encontra
melhor, a beleza das coisas e verá, surpre- livre, aberta, desobstruída, iluminada.
endentemente, que em tudo existe har-
monia e, portanto, beleza.
E surpreendente que, algumas coisas
que para muitos são banais, são transfor- LUZ
madas em artes pelos artistas. Por quê? A vastidão desta paisagem
Porque o artista está atento a tudo em sua me fez contemplar minh'alma.
volta e, assim, sempre se harmoniza com Eu mesmo nela.
as coisas que compõem seu mundo. Ela dentro de mim,
Sem leveza não pode existir poesia. E larga, vasta, verde.
maravilhoso constatarmos o entusiasmo Brisa soprando a paz
do estudante na senda. Aquela impres- dos campos eternos pousos.
são de que o estudante de misticismo Repouso do coração.
parece estar descobrindo o mundo, de A paisagem é um espelho
sua admiração perante as coisas, do seu onde me reflito e me reflete.
entusiasmo e deslumbramento diante da A paisagem é uma porta
vida, faz-nos constatar o quanto o aberta ou fechada
universo da poesia, ou melhor, da beleza onde a imaginação é a chave.
universal (da criação divina) o está
tocando. A prática do misticismo Ir além, pintá-la.
inevitavelmente nos leva ao êxtase, ao A paisagem sou eu.
deslumbramento. Assim como o poeta, Eu sou a paisagem.
o místico se surpreende em descobrir Passagem.
um novo modo de ver o mundo, a vida. Basta usá-la, eu.

SOL
Deus estava escondido Sentir poesia é uma sinalização de
ou apenas dentro iluminação. Sentir poesia é captar a
dos meus olhos harmonia divina nas coisas. Sentir poesia
ele se acendeu? é o primeiro sinal do despertar. A poesia é
iniciática. O ser humano perde a visão
Uma rua, qualquer rua, um rosto, banal das coisas para adquirir uma visão
qualquer rosto etc. têm beleza, têm maravilhada de poeta/místico ou de
poesia. Para captarmos a beleza de uma místico/poeta. Ser poeta (seja artista ou
rua, por exemplo, precisamos nos colocar místico, ou melhor, artista/místico ou
como artistas (ou como místicos) perante místico/artista) é descortinar um outro
ela. Assim, vamos nos surpreender como mundo, é descobrir uma nova forma de
passamos a vê-la. A suavidade do místico ver o mundo.
resulta deste "estado" em que vive
colocado, o de poeta.
Poesia é iluminação. A senda do AURORA
misticismo é a senda da poesia. Todo Estar na manhã
místico, portanto, há de ser poeta. Todo ser a manhã
como um sapo, como um saco
como um fato
Ser
plenamente humano
sem rótulos
Apenas ser
como um pássaro
para flutuar leve
na manhã
de um sol interior
e cantar deslumbrado
por despertar deste sono
que é estar acordado.

Assim como o místico,


o poeta é um alquimista.
O artista precisa sempre estar mudando
de visão, tentando captar as coisas de
outra forma, de uma forma não conven-
cional. Assim, estes estados interiores,
estas visões sublimes, divinas, provocam
transformações no estado mental do poeta.

Buscador
Onde reside o desejo
que me corrói
e que me fragiliza?
Onde reside o desejo
que me fragmenta
e me põe asas? DESTINO
Deus vai se construindo
Onde reside o desejo todos os dias nos homens
que me move para cima Deus vai se despertando
ou para baixo todas as horas nos homens
senão neste incompleto conhecimento Deus vai se abrindo
de mim mesmo? todos os momentos nos homens
Deus vai se divinizando
todas as existências nos homens
O poeta é aquele que está despertando E, os homens vão, todos os dias,
ou desperto. A consciência do poeta, sua se amedrontando com esta morte diária.
sensibilidade, o faz colocar no mesmo
patamar do místico. Não é à toa que os * Os p o e m a s que ilustram este artigo fazem
poetas se tornam místicos e que místicos parte do livro "Alquimia d a s Águas", do autor
Hideraldo Montenegro.
se tornam poetas. A
Reflexões
místicas
sobre o
câncer
por MÔNICA DA SILVA NUNES, SRC*

Definido biologicamente como tratamento com sucesso parcial ou total,


uma alteração neoplásica poucas pessoas se dedicam a estudar o
maligna da célula, o câncer aspecto místico de tal lesão.
vem sendo muito estudado Primeiramente, tomando como
nas ultimas décadas devido a sua alta unidade a célula, devemos lembrar que a
prevalência entre as doenças da sociedade mesma representa o microcosmo, e
moderna. portanto no ambiente intracelular irão se
Dentro desse conceito biológico, o reproduzir as condições do ambiente em
câncer se origina a partir de uma mutação que vivemos e do que está ao nosso redor,
no núcleo da célula, que contém uma em particular as vibrações que nos ro-
molécula chamada ácido desoxirribonu¬ deiam e que nos afetam diariamente.
cléico (ADN ou DNA) e é responsável Dessa forma, a desarmonia oriunda de
por coordenar todos os processos bioló- vibrações negativas, como ódio e rancor
gicos. Um pequeno erro na síntese do entre outras, emitidas por nós mesmos e
D N A pode resultar em uma aberração pelos que nos cercam, são reproduzidas
genética que leva à multiplicação desor- no nosso microambiente celular, podendo
denada das células, originando o câncer.1 afetar a atividade celular e resultar em
Embora muitas pesquisas atuais instabilidades dos processos celulares,
tenham levado a importantes descobertas facilitando a ocorrência de mutações e
não só dos mecanismos patológicos que originando o câncer.
induzem o câncer mas, também de Determinados agentes químicos,
como, por exemplo, toxinas alimentares e e científico levou a civilização
produtos químicos sintéticos e físicos humana a identificar e controlar diversas
(radiações ionizantes) também levam ao enfermidades. Entretanto, o câncer ainda
câncer através do mesmo processo. continua sendo uma afecção muitas vezes
Podemos considerar, portanto, que a incurável, principalmente quando
ingestão de substâncias ditas "canceríge- descoberto tardiamente. Dentro desta
nas" resultam em vibrações desarmônicas visão místico-evolucionária, o câncer
para a célula. ocupa o papel de novo "predador" da
Recentemente, foi demonstrado espécie humana.
através de fotografia em alta velocidade o Como lidar com este novo predador?
efeito de diferentes vibrações na água, Levando em conta todas as dimensões
através da análise de cristais2. A exposição envolvidas no problema: a dimensão física
de moléculas de água à música clássica ou ou biológica e a dimensão mística; a di-
palavras que indicam amor e afeto criou mensão do microcosmo e do macrocosmo.
cristais magníficos. A utilização de A dimensão biológica inclui obvia-
palavras agressivas ou mesmo televisão e mente tanto a prevenção como o trata-
computador destruiu esses cristais. Se mento do câncer: evitar substâncias
nosso corpo é formado de 70% de água, sabidamente carcinogênicas, praticar
provavelmente está ocorrendo o mesmo exercícios físicos, manter uma alimen-
fenômeno em nosso próprio organismo, tação saudável e utilizar os tratamentos
em especial no interior de cada célula, preconizados pela Medicina que já foram
onde se encontra o D N A . validados terapeuticamente. A dimensão
Partindo do microcosmo para o mística inclui contribuir para manter um
macrocosmo, temos os indivíduos em ambiente harmonizado ao redor de cada
sociedade relacionando-se com outros um de nós, praticar os exercícios de
indivíduos através dos tempos. Nos relaxamento e harmonização ensinados
primórdios da civilização humana, o pela Ordem Rosacruz e também por
homem caçava para se alimentar, mas outras escolas místicas, e ter sempre bons
também era vítima de outros animais pensamentos e sentimentos, desta forma
maiores e das condições ambientais harmonizando o microcosmo celular.
hostis. Com o passar do tempo, o homem Finalmente, compreender a dimensão
conseguiu dominar o meio ambiente, evolucionária no qual o câncer se encaixa,
ocorrendo a descoberta do fogo, a domes- o que facilita a aceitação da doença e
ticação de algumas espécies de animais, a proporciona melhores condições para
fabricação de armas de caça e defesa, o lidar com ela.
início das construções etc. passando então
para o topo da cadeia alimentar.
A natureza mostra que todo ser vivo * Médica e doutoranda do Departamento
d e Parasitologia do Instituto d e Ciências
tem seu predador natural, para que o Biomédicas da Universidade de São Paulo.
equilíbrio entre as populações seja
mantido. Para a espécie Homo Sapiens N o t a s : 1 . Neoplasia. In: Robbins
Pathologic Basis of Disease. Cotran,
esse predador externo deixou de existir, já Kumar, Collins, ed. Saunders, 1999, 6th
que o homem se constitui atualmente no edition, pg 260-328; 2 . Hado - M e n s a g e n s
ocultas na á g u a . Masaru Emoto, Editora
ser vivo mais evoluído nos aspectos físico Cultrix, 2 0 0 1 , 168 pg.
e mental. Além disso, o avanço tecnológico
autoconhecimento

As sementes da
autorealização
Assim como é dentro é fora
• por MARY ANN FOWLER, SRC*
Corno estudantes de misti- Para os rosacruzes, os pensamentos
cismo sabemos que a mente são coisas. De acordo com a Lei da
interior tem um profundo Polaridade, tudo o que é criado em
efeito sobre as circunstâncias qualquer parte do Universo, é produzido
de fora. Sejam quais forem as circuns- por outras duas coisas. Durante anos
tâncias externas, a expressão material é acreditou-se que o átomo fosse a menor
apenas o reflexo de alguma crença ou partícula da matéria. Mas quando os
conceito que existiu primeiramente no cientistas dividiram o átomo e descobri-
interior da mente. O tipo de corpo que ram que este é composto de prótons (o
temos, o tipo de casa em que vivemos, o elemento positivo) e elétrons (o elemento
tipo de trabalho que exercemos, o tipo de negativo), a Lei da Polaridade ficou
pessoas que encontramos - tudo é condi- evidente. São sempre necessárias duas
cionado pelas imagens que mantemos em coisas, positiva e negativa, para produzir
nossa mente, e a elas corresponde. Assim uma terceira. Como os pensamentos são
como a planta provém da semente e sem coisas, também eles devem ser compostos
ela não poderia existir, assim também as de outras duas coisas. Os dois compo-
circunstâncias de nossa vida brotam das nentes do pensamento são clareza (o
sementes ocultas do pensamento. A ação, elemento negativo, passivo) e interesse (o
portanto, é a florescência do pensamento, elemento positivo, ativo). Se queremos
sendo os seus frutos a alegria e o sofri- exercer a Lei da Polaridade e criar aquilo
mento. Consequentemente, ao escolher- que desejamos em nosso mundo material,
mos os frutos de nossa vida — um corpo devemos começar com o processo do
saudável, uma vocação satisfatória, pensamento. Primeiramente, precisamos
amigos e oportunidades - precisamos ter um quadro mental claro daquilo que
antes plantar a semente do pensamento. desejamos; em segundo lugar, ter um
Suprindo-nos, assim, com a imagem interesse suficiente para fazer com que as
apropriada do nosso mundo material. forças criativas do Universo respondam
Sem a imagem mental interna, não aos nossos desejos.
podemos ter a expressão material externa,
pois assim como é dentro, é fora.
Provavelmente, há coisas que você
gostaria de mudar ou eliminar de sua vida O pensamento-
(todos temos tais coisas), talvez dificulda-
des corporais ou falhas de caráter, hábitos semente
de pensamento e de ação. Se você livrar
sua mente da imagem mental - isto é, U ma ideia criativa
parar de pensar na situação indesejada - Os pensamentos, por natureza, se exterio-
esta deixará de existir em sua vida. Assim, rizam. Tendemos a atrair para nós mes-
o segredo de uma existência bem sucedida mos e a nos sentirmos atraídos por
consiste em construir ou visualizar a ima- pessoas, circunstâncias e situações iguais à
gem mental que desejamos e em expurgar, imagens que temos em nossos pensamen-
livrar-nos da imagem mental que não tos. Se você pensar e se identificar com a
desejamos. Como fazer isso? Escolhendo felicidade, atrairá felicidade para a sua
os pensamentos que permitimos que vida. Mas é impossível ser bem sucedido
habitem nossa mente e formem imagens. e feliz se você pensar, se identificar e
autoconhecimento

retiver em sua mente uma imagem de " ...se você voltar a


fracasso e tristeza. Lembre-se que o tipo
de pensamento em que você se concentra consciência para dentro,
e mantém em sua mente, reproduzir-se-á para se harmonizar com
em seu mundo externo — pois assim como
dentro, é fora.
a Mente infinita e aceitar
A maioria de nós entrou para a Ordem a orientação desta, o seu
Rosacruz com o desejo de ser feliz,
saudável e próspero. Mas mantemos essa
crescimento espiritual
imagem em nossa mente? O u de vez em será visível e refletirá
quando lemos um artigo inspirador e nos nas circunstâncias de
perguntamos: por que não somos melhor
sucedidos em nossas metas? Uma das sua vida. J)
razões pelas quais não vemos a manifes-
tação dos nossos desejos, é porque não
agimos de acordo com a Lei da Polari- se tornará o equivalente a um ovo podre.
dade. Não pensamos de modo sereno, A pessoa bem sucedida concentra os
constante e persistente no tipo de coisas seus pensamento em atributos divinos
que desejamos e não agimos de acordo como amor, sabedoria, alegria e beleza, e
com a orientação de dentro. Se exercita- usa afirmações para manter o seu interes-
mos o primeiro pólo formando o quadro se enquanto nutre as suas ideias-pensa¬
mental, frequentemente deixamos que a mentos durante o período de gestação.
dúvida destrua o segundo pólo - o nosso Sua mente está aberta e receptiva, e ela é
interesse. A dúvida distorce ou se expres- dirigida intuitivamente para aquilo que
sa de forma física. O pensamento- lhe será mais benéfico, pela Energia
semente, a ideia criativa, deve ser nutrido Cósmica de dentro. Assim como a
e mantido vivo durante o seu período de galinha age intuitivamente ao transfor-
gestação, da mesma maneira como mar um ovo em frango, você pode agir
qualquer outra forma de vida. intuitivamente para transformar a sua
Um ovo, por exemplo, tem em seu ideia numa manifestação material.
interior uma minúscula semente capaz de Os ensinamentos rosacruzes enfati-
se tornar um frango. Mas antes que pos- zam a concentração, pois a concentração é
samos ver a manifestação material, isto é, a chave para uma vida feliz. Por meio da
o frango correndo pelo terreiro, a mãe concentração, você pode construir uma
galinha deve ter suficiente interesse, imagem interna que depois se manifes-
durante as três semanas do período de tará em sua vida.
gestação, para mantê-lo quentinho com o Muitas pessoas não conseguem fazer
seu corpo, girando-o em várias posições uma concentração bem sucedida, porque
na expectativa de ver o pintinho. Se a pensam que a concentração requer o uso
galinha perder o interesse e deixar de da força de vontade. Elas na verdade
chocar o ovo, este gorará e o pintinho tentam concentrar-se com seus múscu-
nascerá natimorto. A manifestação, por- los e vasos sanguíneos. Franzem as
tanto, será um ovo podre. O mesmo sobrancelhas. Crispam as mãos e,
ocorre com as nossas ideias-pensamento. involuntariamente, aplicam o princípio
Perca o interesse e deixe de agir e sua ideia da furadeira mecânica. Elas pensam que
quanto mais pressão aplicarem, mais satisfatórios, trabalho mais produtivo e
rapidamente obterão resultados. Tudo um desenvolvimento espiritual mais
isso, porém, é errôneo. pleno - pois assim como é dentro, é fora.
Esqueça a furadeira e pense numa
câmera fotográfica. Numa câmera, natu- •

ralmente, não se empregam pressões. O


segredo, aqui, reside no foco. Se você quer O poder das
fotografar um objeto, focaliza as lentes de
sua câmera, tranquila e firmemente no afirmações
objeto, durante o tempo necessário. Você Como você usa o poder das afirmações?
não pressiona violentamente as lentes da Você fala dos seus problemas aos amigos,
câmera e nem fica movimentando a e depois explica que está usando afirma-
câmera de um objeto para o outro. Se o ções para se livrar deles? Se assim for,
fizesse, a foto não passaria de um borrão. estará afirmando fortemente a existência
O mesmo se aplica ao quadro que do problema, que é precisamente a coisa
você está desenvolvendo em sua mente, da qual você está tentando livrar-se. Se
quando não mantém os pensamentos você diz aos seus amigos que vai trabalhar
concentrados durante um certo tempo. em cima do seu reumatismo, de sua falta
Algumas pessoas, quando tentam con- de dinheiro por de suas relações indese-
centrar-se, pensam em saúde durante jáveis, está fazendo com que essas coisas
alguns minutos, e depois pensam em se tornem muito mais reais em sua mente
doença ou medo. Pensam em prosperi- subconsciente.
dade e a seguir se preocupam com suas O que fazer então? Modifique sua
dívidas ou como pagar suas contas. mente em relação ao problema, esqueça-o
Pensam em perfeição corporal e a seguir durante um certo período de tempo -
pensam em velhice, dor e sofrimento e digamos durante um mês - e ficará
em quanto lhes custará o tratamento de surpreso com os resultados. Continuar
suas doenças. Não admira que elas criem esperando que a situação melhore é ficar
uma imagem tão confusa e nebulosa. recordando o problema - injetando
Observe que eu não estou dizendo energia no problema - é realmente
que se deve tomar um pensamento e afirmar sua existência. O segredo consiste
tentar mantê-lo pela força de vontade. E em esquecer o problema e fazer com que
preciso permitir que uma sequência de os seus pensamentos mudem para a nova
pensamentos relevantes tenha livre curso condição; acreditar no que você está
em sua mente, cada qual, naturalmente, pensando e agir como se a nova condição
conduzindo ao seguinte. Esses pensa- já existisse lá fora. Se assim fizer, a nova
mentos devem ser todos positivos, cons- condição aparecerá no exterior, porque o
trutivos, harmoniosos e pertinentes ao exterior é apenas a projeção - a visuali-
seu desejo. Pensando tranquilamente e zação manifestada - do interior.
sem esforço, você obterá a imagem Os nossos verdadeiros pensamentos e
mental do sucesso total. Quando se tem crenças são projetados em nossas expe-
uma imagem de sucesso na mente, esta riências cotidianas e correspondem às
será seguida de sucesso nas experiências circunstâncias de nossas vidas. A verda-
externas, sob forma de um corpo físico deira atividade sempre vem de dentro e se
mais saudável, relacionamentos mais manifesta fora. A falsa atividade tenta
autoconhecimento

atuar de fora para dentro. Como ocorre fracos e indecisos, que se solidificam em
com a semente e o ovo do qual falei circunstâncias de fracasso. Pensamentos
anteriormente, o crescimento vem de impuros de todos os tipos, pensamentos
dentro. A semente e o ovo contêm tudo o de natureza invejosa, ciumenta, negativa,
que é necessário para produzir vida sob crítica ou destrutiva, cristalizam-se em
uma forma visível. A minúscula semente hábitos confusos, os quais se solidificam
de mostarda, tão pequenina que não se em circunstâncias adversas.
pode vê-la quando depositada na terra, Por outro lado, pensamentos belos se
rebentará a partir de dentro e produzirá cristalizam em hábitos de graça e bonda-
uma planta de 60 centímetros de altura. de, os quais se solidificam em circuns-
Se você empreende algum projeto porque tâncias propícias, alegres e agradáveis.
foi inspirado por dentro a agir de acordo Pensamentos de amor, saúde e felicidade
com essa inspiração, essa é a ação autên- cristalizam-se em hábitos de temperança
tica e você estará agindo de dentro para e autocontrole, os quais se solidificam em
fora. O seu trabalho está vivo e produtivo. circunstâncias de sucesso, serenidade e
Mas se você trabalha de fora para dentro, paz. Da mesma maneira como pensa-
o seu trabalho não será produtivo - ele mentos amorosos, prazenteiros e deleito¬
com efeito malogrará, porque está morto. sos produzem uma disposição suave e
luminosa, assim também pensamentos
amargos, rancorosos e ofensivos resultam
em um semblante amargurado e desagra-
A mente infinita dável. A persistência em uma sequência
Você sabe que se quiser ser bem sucedido especial de pensamentos sejam eles bons
no mundo dos negócios, precisa gostar do ou maus, não pode deixar de produzir
seu trabalho e ser inspirado de dentro resultados em seu caráter e no mundo.
para tornar uma ação positiva. O mesmo Portanto, olhe para você e para as suas
se aplica ao desenvolvimento místico. circunstâncias. Está gostando do que vê?
Se você ora incessantemente e medita a Se você quer melhorar as suas circuns-
partir de fora, os seus esforços serão vãos. tâncias, precisa melhorar a si mesmo.
Mas se você voltar a consciência para Comece mudando os seus pensamentos.
dentro, para se harmonizar com a Mente O sofrimento que lhe causam as suas
Infinita e aceitar a orientação desta, o seu circunstâncias é o resultado de seus pró-
crescimento espiritual será visível e refle- prios pensamentos desarmoniosos. A paz
tirá nas circunstâncias de sua vida. e harmonia em sua vida são o resultado
Disse o Mestre Jesus: "Assim como um de sua própria harmonia mental interna.
homem pensa em seu coração, assim ele é". Você está destinado a ser uma pessoa
Eu concordo, pois os nossos pensamentos feliz, saudável e próspera; felicidade, saúde
se cristalizam rapidamente em hábitos e e prosperidade são o resultado de um
os hábitos se solidificam em circunstân- ajustamento entre o interior e o exterior -
cias. O verdadeiro eu, portanto, é refletido pois assim como é dentro, é fora. A
nas circunstâncias de nossa vida, e essas
circunstâncias constituem o resultado dos
nossos pensamentos.
* Rosicrucian Digest - Tradução d e Pola
Pensamentos de medo, dúvida e Civelli, SRC.
indecisão cristalizam-se em hábitos
por ENY GONÇALVES, SRC*

E o Mestre na câmara sagrada disse:


... Se te faltar suavidade
e a doçura não puder encontrar abrigo
em tua alma...
se perdendo a serenidade, a angústia
te visitar o coração,
deixe lágrimas de perdão tocarem as
pétalas rubras de tua Rosa Interna...
pois a fragrância dessas pétalas
será como perfume que se eleva
no Templo, incensando de Beleza
o teu coração...
Se tudo te parecer escuro...
e a esperança te abandonar...
deixe lágrimas de Amor descerem
na terra árida de tua alma,
Imortalidade
regando as sementes de uma
nova manhã...
e... ternamente,
viva em ti mesma
no cerne do teu peito,
a tua Imortal idade.

* Do livro "Rosa e Romã", editora Artes & Textos


personalidade

Wolfgang
o amigo de Deus
por JOSÉ MAURÍCIO GUIMARÃES, FRC

Wolfgang Amadeus Mozart Desde cedo o '''amigo de Deus" produziu


foi, certamente, um dos obras perfeitas, quase oitocentas, sendo
maiores gênios da que hoje conhecemos pouco mais de
humanidade. seiscentas. A lista cronológica
Menino prodígio, compo- organizada em 1862 por
sitor, pianista, organista, Ludwig Ritter von
violinista e regente, Köechel, registra uma
nasceu no dia 27 de provável primeira
janeiro de 1756 em composição datada
Salzburg, na de 1761,"Menuett
Áustria, e viveu und Trio", com-
apenas 35 anos. posta quando
Seu nome de ele tinha apenas
batismo, cinco anos. As
Johannes composições de
Chrysostomus Wolfgang são
Wolfangus seguidas de um
Theophilus "k" numerado,
Mozart, é tão que se refere
grande quanto sua ao catálogo de
importância como Köechel. Por
homem e músico. exemplo: ''Sinfonia
Theophilus, em grego - n° 13 em Fá Maior,
"o amigo de Deus" - foi k.112" ou "Quinteto de
latinizado para Amadeus. Ele Cordas em Ré Maior, k.593".
nunca assinou Chrysostomus - o Wolfgang Amadeus compôs
que tem a boca de ouro" — mas a natureza de sua primeira Sinfonia aos oito anos e as
sua música confirma a qualidade áurea de primeiras óperas com apenas 12. O pri-
sua personalidade. meiro quarteto de cordas, aos 14.
Uma história, contada por Schachtner, , a condecoração da "Ordem dos Cava-
trompetista e amigo da família Mozart, leiros da Espora de Ouro". Goethe tam-
testemunha os esforços da criancinha, bém ouviu o menino Wolferl em 1763 e
com apenas quatro anos: declarou: "além do que ouvi, lá estava um
"Certo dia o pai, Leopold, surpreendeu homenzinho de peruca e espada.
Amadeus escrevendo algo. Outro fato curioso nos revela a genia-
— 0 que você estáfazendo, Wolferl? lidade de Amadeus. Durante dois séculos,
—Estou compondo um concerto, disse o menino.uma das atrações turísticas de Roma era o
— Deixa-me ver, disse o pai. famoso "Miserere" de Gregorio Allegri
—Ainda não acabei. (1584-1652) cantado na Capela Sistina
— Não faz mal, quero ver assim mesmo. apenas na quarta-feira da Semana Santa.
Leopold pegou o papel e mostrou-me Desde que o "Miserere" fora composto, a
umas notas rabiscadas. 0 pequeno Wolfgang Igreja proibiu copiar os originais da obra.
mergulhava a pena até o fundo do tinteiro, Em 1770, aos 14 anos, o jovem Mozart
fazendo borrões e tentava apagá-los com a esteve em Roma e, depois de ouvir uma
palma da mão. Rimos, a princípio, do que só vez essa obra de enormes complexida-
nos pareceu uma bobagem. Mas, de repente, des polifônicas, escreveu-a toda de me-
ficamos imóveis, com os olhos fixos no papel. mória. Depois conferiram seu trabalho
Leopold deixou cair algumas lágrimas de com o original constatando-se que não
emoção e de alegria observando a composição. havia sequer uma falha!
— Veja, senhor Schachtner, disse ele, tudo Wolfgang tinha uma espantosa facili-
isto está concebido com clareza! Pena que seja dade para matemática. Enquanto apenas
inexecutável, de tão difícil que é. aprendia a ler, já sabia as tabuadas de cor.
— Mas, replicou a criança, não é um Logo depois, fazia cálculos complexos de
concerto? Sendo um concerto é preciso estudar memória. Para espanto de seus instruto-
até conseguir executá-lo. res, aprendia com rapidez os princípios
E começou a tocar no cravo, mostrando-nos mais adiantados de álgebra e geometria.
que tinha a noção exata do que estava criando." Aos 15 anos falava francês, inglês, italiano
Quando Wolferl completou seis anos, e conhecia as regras da língua latina.
Leopold imaginou a possibilidade de Wolfgang Amadeus era também um
ganhar muito dinheiro exibindo-o numa mestre no jogo de bilhar. Depois dos
árdua tournée pelas cortes da Europa. Os instrumentos musicais, o objeto de que
resultados financeiros dessa aventura ele mais se orgulhava em possuir era uma
foram pequenos se comparados com os grande e bem conservada mesa de bilhar.
danos causados à frágil saúde do menino. Convidava parceiros para noitadas desse
Aos 10 anos, Wolfgang era um dos jogo, no qual sempre saía vitorioso. As
mais respeitados "virtuoses" da Europa, vezes, quando compunha, espalhava os
tanto no piano como violino. Improvisava papéis de música sobre a mesa de bilhar e,
como um mestre maduro e regia as prin- enquanto empurrava bolas de um lado
cipais orquestras e corais das cortes. Além para outro, ia anotando as notas na parti-
disso sabia cantar com uma linda voz tura. Para ele, o ato de compor era dife-
infantil de contralto. rente da maioria dos compositores. A
O Papa Clemente XIV ficou tão obra era concebida inteira na imaginação,
admirado com Wolfgang Amadeus que onde ele ouvia mentalmente os ritmos, a
concedeu, pela primeira vez a uma criança melodia, cada detalhe harmônico e instrumental
antes de passar a música para o famosas cartas revelam pouco do que
papel. Depois, o trabalho consistia em andou fazendo por lá enquanto não estava
apenas transcrever para códigos musicais compondo ou se apresentando. Mozart é
convencionais o que ouvira nos planos evasivo na correspondência com o pai e
mentais. Este é o motivo pelo qual os desconversa queixando-se de "muita lama
manuscritos de Amadeus não apresentam pelas ruas de Paris'. Naquela época o
personalidade rasuras ou correções significativas. pensamento filosófico e esotérico da
Mozart era um espírito livre, muitas Europa era liderado a partir da França por
vezes irreverente diante dos falsos princí- Cagliostro e Saint-Martin. Depois, em
pios morais de sua época. Frequentemen- Viena, o compositor deve ter conhecido
te debochava dos nobres com trocadilhos algumas Lojas Rosacruzes. Por volta de
e jogos de palavras. Era "especialista" num 1777 o livro "Nuvem Sobre o Santuário" de
certo tipo de humor picante que chegou a Karl von Eckartshausen estava bastante
registrar em peças musicais cantadas. Para difundido entre livres-pensadores cristãos.
provocar seus rivais, redigia cartas que A linguagem e o pensamento místico de
podiam ser entendidas com duplo senti- Wolfgang são fortemente influenciados
do, lendo algumas frases do começo para por esse tipo de literatura.
o fim ou do fim para o começo. Essa Wolfgang Amadeus nutria interesse
rebeldia lhe valeu muita perseguição e por fenômenos "sobrenaturais" e frequen-
críticas negativas, que repercutiram sobre tava grupos do racionalismo iluminista,
a aceitação de algumas de suas obras. liderados por Franz Anton Mesmer,
Apesar da propaganda turística hoje médico vienense e membro da Ordem
existente em Salzburg, envolvendo a Rosacruz. Mesmer formulou a teoria do
figura de Mozart, sabe-se que ele detes- magnetismo animal e praticava curas
tava sua cidade natal e que seu verdadeiro através do "fluido"universal {mesmerismo).
desejo era viver em Londres. Amadeus aprendeu com Mesmer a exis-
Wolfgang ingressou na Maçonaria aos tência de um "sentido interior'' no homem
28 anos. Mas o curioso é que, aos 16 anos além das sensações e da razão. O médico
já havia composto a canção "0 heiliges Rosacruz e o jovem compositor foram
Band', dedicada a uma cerimônia maçô- amigos íntimos. Desenvolveram juntos
nica na Loja de Tobias Gebler. Uns cinco um instrumento musical, a "harmônica de
anos mais tarde Wolfgang Amadeus vidro" ou "glass-harmonika'', a partir de um
estabelecia contatos "sigilosos" com projeto de Benjamim Franklin, que tam-
Theobald Marchand, fundador da Loja bém era Rosacruz. Segundo alguns ocul-
de Mannheim. No entanto, a iniciação de tistas da época, esse instrumento "arreba-
Wolfgang na Loja "Zur Wohlthätigkeif tava" o corpo psíquico dos ouvintes. Por
{Beneficência) aconteceu bem mais tarde, isso o instrumento caiu em desuso. Toda-
em 14 de dezembro de 1784, ele foi ele- via, Mozart compôs para ele o "Adagio
vado ao Grau de Companheiro em 7 de para Harmonika, k.356" e o "Adagio e
janeiro de 1785 e tornou-se Mestre uma Rondo para Harmonika, Flauta, Oboé,
semana depois. Viola e Violoncelo k.617".
Embora não haja registros históricos, As três últimas obras de Wolfgang,
existem indícios de que Amadeus teve todas do ano de 1791, foram "A Flauta
contato com os Rosacruzes. Ele teve Mágica', o " Concerto para Klarinette" e o
bastante "tempo livre' em Paris e suas famoso "Requiem".
A ópera "A Flauta Mágica" está repleta O estranho adiantou-lhe parte do
de princípios Rosacruzes, símbolos Maçô- pagamento e, mesmo assim, Wolfgang
nicos e ideais dos Cavaleiros Templários. Amadeus continuava convicto de que
O aspecto geral da ópera é de um conto aquele homem era a visão da morte.
de fadas com elementos de comédia. Nas semanas seguintes, ele mal conse-
Tudo se passa próximo a um templo guia andar. Delirava de febre a maior
egípcio. Osíris e Ísis são invocados pelo parte do tempo com as pernas e braços
Mestre do Templo, Sarastro, uma alusão à muito inchados.
realeza e ao princípio solar (Sar+Astro). Com isso o "Requiem" ficou inacabado
Tamino, o herói masculino, representa o e foi terminado por seu aluno Sussmayer,
princípio "animus" da iniciação; Tamina é segundo anotações deixadas pelo Mestre.
o amor feminino sublimado dos antigos Amadeus morreu cercado de poucos
Templários e representa "anima". Papageno, amigos, em Viena, na madrugada do dia
figura meio homem e meio pássaro, é o cinco de dezembro de 1791. Seu sepulta-
"bom selvagem" rousseauniano; ele não mento foi simples e acompanhado por
consegue guardar silêncio durante a ini- poucas pessoas. Chovia muito. O local de
ciação mas, mediante a combinação de sons seu sepulcro permanece ignorado até hoje.
e repetição de certas vogais, alcança seus Alguns ocultistas do século XIX sus-
modestos desejos - obter boa comida, tentavam que Wolfgang Amadeus Mozart
bebida farta e uma linda companheira que teria sido Mestre Rosacruz e que, passa-
lhe dê muitos filhos. "A Flauta Mágica" dos alguns dias de sua morte, o corpo fora
teve sua primeira apresentação em 30 de removido de um jazigo provisório para ser
setembro de 1791, dois meses e cinco dias secretamente cremado.
antes da morte de Wolfgang Amadeus.
Um fato intrigante é que, nove anos
após sua morte, a viúva Constanze entre- O que ouvir
gou a Härtel um plano redigido pelo Concertos para piano n° 20 k.466 e n° 21
marido visando a criação de uma sociedade k.467 {Elvira Madigan); Concertos para
secreta com o nome de "A Gruta". Esse violino n° 3 k.216 e n° 5 k.219; Concerto
manuscrito, também de inspiração rous- para Clarinete, k.622; Sinfonias n° 35
seauniana, encontra-se "desaparecido". (Haffner) k.385, n° 40 k.550 e n° 41
A morte de Amadeus está intimamente k.551(Júpiter); Divertimentos k.131,
ligada à composição do "Requiem". N o k.136, k.137, k.138 e k.287; Serenatas
final de 1791, Mozart estava envolvido k.185 e k.203; Operas: "A Flauta Mágica"
com o sucesso de "A Flauta Mágica". Mas k.620; "Don Giovanni" k.527; "Bodas de
sua saúde vinha decaindo rapidamente. Ele Fígaro" k.492. A
se queixava de traição e afirmava que o
haviam envenenado. Era frequentemente
visto pelos cantos, calado e entristecido.
Bibliografia; BAKER, Richard - MOZART,
Nesse meio tempo, recebeu a visita de Jorge Zahar Editor; DE CURZON, Henri -
um estranho, vestido de negro, com um VIDA DE MOZART, Atena Editora;
HILDESHEIMER, Wolfgang - MOZART,
pedido para compor uma missa fúnebre, o Jorge Zahar Editor; PETERNELL, P e r t -
Mozart (romanceado), Editorial Aster-
"Requiem". Wolfgang, fragilizado pela Lisboa; WOODFORD, Peggy - MOZART,
doença que o consumia, encarou o fato Midas Books/Book Sales Limited.
como premonição de sua própria morte.
simbologia

Simbologia

e dualidade
Aplicações incomuns
da Lei do Triângulo

por R. JOHN FRANCIS KNUTSON, FRC


lei da dualidade está profunda- e da parte de nossa personalidade que
mente gravada no Homem, ainda não se refinou e que necessita de
pois, pelo fato de ser uma uma mudança de direção para objetivos
parte da Divindade, não mais elevados. Com relação à nossa
importa o quanto esteja afundado no personalidade, podemos dizer que o
pântano da "realidade", ainda assim ele Plano Psíquico é uma chama que refina
sente ter um parentesco inconsciente aquela parte de nós que está no Plano
com a essência de tudo. Tanto no H o - Físico e que precisa ser mudada. H á
mem quando no Universo, a dualidade muitos e muitos anos, esses dois planos
básica é aquela dos dois planos. Muitos são simbolizados por dois triângulos: o
nomes são usados para descrever essa triângulo com a ponta para baixo, repre-
concepção, todos basicamente com o sentando o Plano Psíquico; e o triângulo
mesmo significado. Podemos nos referir com a ponta para cima, representando o
a Yang e Yin, a elementos masculinos e Plano Físico.
femininos, a mente e corpo e assim por No primeiro triângulo - o do Plano
diante. A lista de títulos que denotam Psíquico - temos a ponta no Plano
esses complementos básicos é longa. Os Material, que cresce e se alarga para
nomes que usarei para me referir a eles cima, difundindo-se por todo o plano
são apenas palavras significativas, isto é, superior — por isso nos referimos à "união
formas verbais que simbolizam coisas com o Todo". Representa também os
que existem. A simbologia tem uma poderes superiores descendo até um
função básica para o Homem. As pala- determinado ponto no plano material, e
vras e os números são usados como propiciando-lhe um contato intensa-
símbolos de coisas concretas e abstratas. mente íntimo e forte, prestando-lhe
As artes têm a ver com a emoção, que é ajuda direta em seu desenvolvimento
simbolicamente representada pela luz e ascendente. No segundo triângulo - o do
pelo som. Em princípio, a mente não Plano Material - temos uma ampla base
pensa com símbolos, mas, na maioria das de escória construindo-se regularmente,
vezes, precisa interpretar esse pensa- firmemente para cima, estreitando-se até
mento inicial por meio de símbolos, alcançar um determinado ponto no
mesmo para si mesma. Semelhante a plano superior. Além disso, denota o
uma teoria científica, a simbologia é o ponto único e supremo do Bem se difun-
melhor - na verdade, o único - meio que dindo por tudo o que está abaixo, pro-
temos no momento para interpretar os porcionando a tudo o direito e a capa-
fenômenos que percebemos, as emoções cidade inerentes de se elevar até as alturas.
que sentimos e os pensamentos que Vamos colocar os triângulos dentro de
temos. E preciso, portanto, entender que círculos para marcar sua existência
os rótulos que coloco nos planos são inicialmente em suas próprias e respec-
apenas arbitrários. tivas esferas. Então, se os colocarmos um
A Dualidade Básica, então, é aquela
constituída pelo Plano Psíquico - do
Cósmico e da parte criativa de nossa
personalidade, que busca a verdade e a
beleza; e pelo Plano Físico - das coisas
(do presente) passageiras e evanescentes,
simbologia

sobre o outro, teremos o Grande Selo de de beleza, não se importando com quais-
Salomão. Ao todo, temos quatro fluxos, quer outras regras. Nessa forma de arte,
que passam em duas direções diferentes e com suas linhas distribuídas de forma
em dois triângulos diferentes. Podemos estranha, acredito poder ver um arranjo
notar, de passagem, que a figura formada que se volta para as regras da perspectiva
no centro do Selo de Salomão é um quadridimensional.
hexágono, aquele polígono que, numa Num certo sentido, o conceito bidi-
formação de grupo, propicia a maior área mensional é o melhor para os símbolos.
com a menor perda de espaço. O centro Em princípio, os olhos são capazes de ver
deste símbolo vital revela que o maior três dimensões, ainda que apenas uma
princípio dos dois planos em sua ação é "o superfície relativamente bidimensional se
maior bem para o maior número", que pode apresente; e o símbolo bidimensional
se desenvolver para fora formando o pode ser comparado com a representação
círculo, quando ele se torna o Perfeito e de algo, para se estudar o significado que
Eterno Bem para Todos. existe por trás de qualquer semelhança ou
Vamos considerar a natureza do diferença. No entanto, não podemos
símbolo isoladamente. Os símbolos esquecer que, para olhos mais iluminados,
escritos sobre uma folha de papel, ou esses símbolos podem ter um aspecto até
algum material semelhante, participam mais significativo. De fato, a multidi¬
de duas dimensões e tentam retratar e mensionalidade pode nos dar a chave
explicar certos princípios. Mas existe final do contato e do entrelaçamento
mais a possibilidade de eles poderem ser entre os dois planos.
também diagramas-chave de outros
símbolos com mais de três dimensões. Os
místicos desses últimos milhares de anos O círculo com um ponto no centro
certamente tinham uma compreensão sempre foi usado para simbolizar o disco
mental de mais do que as três dimensões solar, a eternidade, o Todo e outras forças
a que estamos acostumados. Por outro do Bem que duram para sempre. Agora
lado, com exceção dos Mestres, provavel- vamos dar ao triângulo uma outra dimen-
mente eles não eram tão familiarizados são e deixá-lo com a forma de um cone.
com a mecânica e com a perspectiva acima Depois vamos fazer um desenho de
de três dimensões. Mesmo nos dias de projeção simples de sua base — como um
hoje, em que a Humanidade em geral já exercício que os estudantes de arquitetura
dominou as três dimensões, só se conse- fazem - e podemos ver que o símbolo do
guiu raspar de leve a superfície da quarta
dimensão. Mas, devagar e sempre, está se
desatando o nó daquela dimensão meca-
nicamente através da matemática, ao
mesmo tempo em que a arte subjetiva
está fazendo uma tentativa talvez incons-
ciente, mas decisiva, de interpretar sua
perspectiva. A arte não objetiva, não círculo e do ponto é apenas uma outra
surrealista, é uma forma pela qual o visão do triângulo, ou cone. Não simples-
artista registra as linhas, tons, formas e mente um cone, mas existe aí a previsão
cores que agradam e satisfazem seu senso de que, quando os dois cones estão
entrelaçados em harmonia, eles alcançam em grande parte, caminhar sobre terreno
o Círculo Maior, ou a Perfeição. Em desconhecido. Mas existe um outro ponto
outras palavras, os dois círculos menores, que gostaria de apresentar. Na ilustração
perfeitamente superpostos, constituem o abaixo, a primeira figura é a de um hiper¬
grande círculo, o Todo. E preciso notar cubo, ou cubo quadridimensional. O dese-
também que a ligação entre os dois nho não mostra, de forma alguma, a verda-
símbolos só aparece quando acrescen- deira natureza da figura. As figuras exter-
tamos uma outra dimensão ao triângulo - na e interna, e todas as figuras interve-
ou ao cone - e não antes disso. nientes, são todas cubos verdadeiros, e todos
Além disso, a cruz, que é o símbolo esses cubos têm o mesmo tamanho! Natu-
encontrado com maior frequência no ralmente, um conceito mental de uma
mundo Cristão, é apenas um triângulo forma como esta é uma coisa bem difícil
disfarçado. Os místicos foram sempre de se criar. Mas gostaria que você fizesse
perseguidos e forçados a manter esse o possível para se familiarizar com essa
conhecimento em segredo para que ape- figura. Depois, gostaria que olhasse para a
nas o iniciado pudesse dominar os signi- figura seguinte - a da esfera que contém
ficados contidos nos seus manuscritos. dois cones entrelaçados - tentando fazê-lo
Nesses manuscritos, o triângulo é muitas girar na quarta dimensão. Quando tiver
vezes substituído pela cruz. O princípio um vislumbre da natureza daquela figura,
por trás do triângulo é o fato de que uma então olhe para a figura final.
perfeição manifesta só é atingida quando
duas coisas se unem - ou se manifestam -
num terceiro ponto. Naturalmente, o
triângulo é o método mais claro de retra-
tar a trindade básica de todas as coisas.
Mas a cruz pode substituir o triângulo -
já que seu formato básico é o de duas É possível que isso aconteça apenas
linhas que se intersectam - podemos na minha própria mente, mas o símbolo
dizer, se manifestando - em um terceiro de Yang e Yin - o círculo cortado por
ponto. Basicamente, então, a construção e uma única linha curva - parece estra-
o significado por trás dessa construção - nhamente transmitir as voltas tremenda-
tanto da cruz quanto do triângulo - são mente complexas da outra figura. Os
idênticos, pelo menos no que concerne ao amigos a quem mostrei essa semelhança
místico. Podemos postular a seguinte aparente também estão meio divididos
regra e ilustrá-la: a cruz é igual ao triângulo em relação a se eles vêem ou não as
semelhanças entre as duas formas. Estou
lhes apresentando este ponto para mos-
trar a possibilidade certeira de que o
Oriente, que sempre esteve mais perto
do caminho místico do que o Ocidente,
ou cone, que, sozinhos ou unidos em pode muito bem ter chegado mais perto
harmonia, se projetam para o círculo e de dominar os princípios da quarta
para o ponto. dimensão do que imaginamos. Seria
Não vou avançar muito no assunto da também mais fácil para a mente ociden-
multidimensionalidade j á que isso seria, tal compreender o fato de os Sábios do
simbologia

Oriente muitas vezes passarem horas se material colocado sobre o quadrado, que é
concentrando neste símbolo. o símbolo de uma firme fundação terrena.
Acredito que uma das primeiras coisas O quadrado é um símbolo exotérico
garantidas a uma pessoa quando ela se mundano e não um símbolo esotérico
torna Mestre é uma compreensão e um psíquico. Acho que todos concordam que
poder sobre a quarta dimensão. Se você a combinação do quadrado com o triân-
estudar as propriedades dessa dimensão - gulo no Plano Material forma uma figura
pelo menos o que foi apurado até agora - que, apesar de uma ou outra variação,
num texto confiável sobre o assunto, constitui a forma básica de praticamente
então muitos dos aparentes milagres todas as habitações, desde as nossas
produzidos pelos Mestres vão se tornar próprias casas até as cabanas de palha dos
claramente resultados da atuação da lei selvagens. Nesta figura, o triângulo do
natural. Não é verdade que se diz que, Plano Psíquico chama a atenção exata-
após a Noite Escura ter passado e a mente por sua ausência. Quando se
Mestria ter sido alcançada, o mundo não observa uma casa comum, apenas se vê o
parece mais o mesmo? Por acaso isso triângulo do Plano Material. Mas o outro
seria diferente no caso de uma nova triângulo também está lá, embora apenas
dimensão ser acrescentada ao olho da espiritualmente e não fisicamente. E nem
mente? E isso quer dizer que, já que a por isso é menos real do que o outro. É
ciência está investigando questões de bem interessante notar que, se alguém
outras dimensões, e as massas estão tentasse construir uma casa com a forma
ficando cada vez mais conscientes desse de um triângulo invertido apoiado sobre
fato, a humanidade, como um todo, está uma das pontas, ou entrelaçado ao triân-
se aproximando do poder e da compreen- gulo de base, teria dificuldades quase
são dos Mestres? Ê claro que sim. Fomos insuperáveis nessa construção. Se tal
levados a uma relativa mestria das três edificação pudesse ser erigida, resultaria
dimensões e estamos atualmente no numa estrutura esquisita e insegura. De
processo de dar mais um grande passo. qualquer forma, o triângulo do Plano
Mas, quando o glorioso dia chegar e a Psíquico deveria permanecer livre de
humanidade tiver conseguido ter controle qualquer forma física dependente. Em
sobre outra dimensão, os Mestres ainda relação a tudo isso, acho muito interes-
estarão na vanguarda, iluminando o sante a tradição segundo a qual todo
caminho que leva cada vez mais para artista, músico, poeta e gênio invariavel-
frente e para o alto. mente mora em um sótão, isto é, longe do
Naturalmente, o Homem e suas obras quadrado, no triângulo inferior, mais
mostram claramente o fun- próximo do superior, ou mesmo dentro
cionamento dos dois planos. dele, se considerarmos que os dois estão
Vamos observar primeiro a entrelaçados. Será que é apenas uma
arquitetura. A casa - ou o coincidência que a pessoa com mente
lar - esteve sempre inti- afastada das coisas terrenas more tradi-
mamente ligada aos cionalmente mais próxima do triângulo
homens. A estrutura do Plano Psíquico? Eu acho que não.
básica de quase todas as Mas, é claro, existem algumas raças e
casas é mostrada na povos cujas casas são construídas com
ilustração ao lado. O triângulo do plano telhados planos. O clima é a razão principal
desse aparente desvio da regra mais da forma de triângulos com suas
geral. Esses povos vivem em um ambien- bases no chão. Tendas cônicas dos índios
te que enfatiza o mínimo possível o uso americanos, iglus, cabanas e choupanas de
da casa em si. E já que, na maior parte do palha, todas essas habitações revelam a
tempo, eles vivem em ambiente aberto - aproximação inconsciente desses povos à
até mesmo sobre os próprios telhados - Essência. Em algum ponto do passado
os telhados de suas casas são planos em longínquo, os Homens, especialmente o
vez de angulares. Os índios do sudoeste ramo que formou os povos ocidentais,
da América do Norte constroem suas não deram mais crédito a esse conheci-
casas nos lados das montanhas, onde a mento inerente. Eles calaram a voz
falta de espaço não permite a construção interna e tentaram fazer as coisas do seu
de um telhado angular. Mas, na verdade, próprio jeito. Na tentativa de cortar o
a casa deles é a própria montanha, e ela cordão psíquico, acabaram ficando quase
tem o efeito triangular desejado. E então, sem apoio mental. Ficaram com medo de
quando esses povos constroem, eles o construir suas casas sobre "areia" e arran-
fazem sempre em forma de terraços, jaram uma "rocha" artificial - na forma do
como para formar um triângulo co- quadrado - para poderem erigir o triân-
munal. Os mosteiros nas encostas das gulo sobre ela. Com isso, tentaram impor
montanhas do Tibete, da Grécia, do sua própria forma no meio da ação dos
Turquistão têm telhados planos, mas as triângulos. A necessidade do quadrado,
construções em si têm paredes inclinadas de algo em que se apoiar, foi forte, já que
para fazer com que o edifício tenha o tinham jogado fora sua força interior,
formato de um triângulo incompleto. mas, por outro lado, não usaram o qua-
Além disso, os moradores desses edifí- drado da forma correta. Os Mestres que
cios têm uma inclinação diferente da construíram a Grande Pirâmide e os
maioria das pessoas e, praticamente, não membros inspirados das raças Asteca e
têm qualquer necessidade de "orientação" Maia, que fizeram com que seus santuá-
física para criar uma atuação harmoniosa rios fossem construídos na forma de
dos planos. As casas dos lapões, assim pirâmides, seguiram a direção correta.
como a dos habitantes do interior da Nelas temos um cone angular ou vórtice,
China, muitas vezes têm telhados planos, com o quadrado não separado e suple-
mas essas casas às vezes também têm mentar, mas corporificando o princípio
paredes inclinadas que lhes dão a forma do quadrado diretamente dentro do
de triângulos incompletos. Neste caso próprio cone angular. O fato de esta
também é o clima que força esse tipo de forma não ter sido amplamente usada é
acomodação. A sensação térmica enrije¬ uma evidência suficiente do turbilhão
cedora dos ventos frios que se enfrenta interno que o homem ainda não tinha
naquelas terras força a construção de sido capaz de dominar. E esse turbilhão
casas pequenas e com paredes bem gros- ainda não foi dominado, mas o homem
sas para conservar o máximo de calor. certamente está a caminho da vitória. A
Todos esses casos isolados são, num certo arquitetura, juntamente com as demais
sentido, exceções parciais à regra seguida artes e ciências, anuncia essa vitória em
pela maioria. termos inequívocos.
De modo geral, os povos mais primi- A arquitetura atual — e do futuro - se
tivos constroem casas que se aproximam mostra preocupada com dois tipos de
simbologia

construção: o comunal e o individual. inacreditáveis. O conjunto será, de fato,


Vou considerar o tipo comunal, ou um único prédio gigantesco abrigando
"cidade", em primeiro lugar. Esse tipo milhões de pessoas sob o mesmo teto. E
está avançando a passos firmes. Em tudo isso em harmonia com os princípios
qualquer cidade, parece natural que os básicos.
edifícios mais importantes, que normal- Considerando o tipo individual de
mente são os mais altos, estejam localiza- construção, precisamos voltar à antigui-
dos no centro da cidade. Mas, se obser- dade para termos uma compreensão
varmos a cidade do alto, vamos descobrir adequada dele. O Oriente, especialmente
que ela é algo parecido com um círculo a China, nunca se afastou muito do
com um ponto no centro! Não é de Caminho. Na China, a casa e o jardim
surpreender que pareça tão natural e não são entidades isoladas, mas se com-
adequado que os edifícios mais altos binam para formar um espaço vivo,
estejam no centro da cidade, e que isso é unificado e belo. Colinas e espelhos
altamente conveniente para toda a popu- d'água formam a base do sistema chinês.
lação. Olhem para a planta geral de uma A essência do Plano Material, a maior
cidade por outro ângulo. Existem subúr- aproximação física da Paz do Plano
bios com casas pequenas, dentro de áreas Psíquico. No Ocidente, no entanto, a casa
carentes; depois os edifícios comerciais; e, e o jardim cresceram separados e ambos
finalmente, nas cidades maiores, os sofreram com isso. A casa cresceu para
arranha-céus. Com os sistemas de trânsi- longe do solo provedor e ficou dura,
to ficando cada vez mais variados e os formal, feia. O jardim se tornou uma
problemas de tráfego aumentando - com massa disforme de plantas, organizadas
disponibilidade crescente de serviço- apenas para dar formatos angulares a
aéreo privado - tudo isso aponta para a amontoados de flores e folhagens, não se
construção de vários níveis, ligando todos levando em consideração as formas e
os pontos da cidade e formando uma combinações naturais. Apenas quando foi
única e enorme construção comunal. restabelecido o contato com o Oriente é
Atualmente temos algo como um triân- que houve um ressurgimento paulatino
gulo tosco e mal formado, mas acredito das formas naturais e da própria unidade.
que, gradativamente, o triângulo vai Atualmente os grilhões foram quase que
assumir um esboço mais claro, e a base da totalmente quebrados e uma nova forma
cidade vai ficar mais circular. Embora individual está surgindo. Mas a constru-
tenha sido em parte uma escolha incons- ção comunal — ou cidade - acomoda
ciente, quando escolheu a pirâmide tantas pessoas diferentes, com objetivos e
esguia (um triângulo tridimensional) e a visões tão diferentes, que há necessidade
esfera como seu foco temático, a Feira de orientar a formação do triângulo do
Mundial de Nova Iorque (1964-1965) Plano Material. Mas na casa individual,
deu a chave clara da nova tendência. A que acomoda uma única família, uma
cidade do futuro vai ser uma enorme única unidade, não há essa necessidade. O
pirâmide - ou cone - firmemente enrai- triângulo da base não precisa estar total-
zada na terra, construída de ligas e de mente representado em formas físicas.
alvenaria sintética que nada vai conseguir Ele segue mais ou menos a linha do
varrer. Amparados por elevados e galerias, terreno e se eleva imaterialmente na
os prédios vão poder se elevar a alturas direção do triângulo superior. O triângulo
do Plano Material deixou de ser aparente às funções físicas; e abaixo delas ficam as
e se voltou para a imperceptibilidade da partes puramente físicas do corpo. A
beleza, bem enraizada na união da casa regra não é nem rígida, nem absoluta.
com o terreno abaixo dela. Se o terreno Nenhuma parte do corpo humano pode
ainda seguir a regra da linha reta e do ser nem totalmente imaterial, nem
ângulo - por causa dos métodos de totalmente material, no sentido mais
topografia e divisão de terras dos homens verdadeiro. Existe sempre uma mistura
— então a própria casa deixa de ser limi- das duas coisas.
tada pelas linhas retas, e as curvas passam O triângulo no Plano Psíquico con-
a formar uma parte vital e integral de seu tém os sistemas nervoso central e simpá-
plano. A "Casa Moderna" não é um tico, que são as partes do corpo em que o
insulto a uma lei natural, mas exatamente corpo psíquico se manifesta da forma
o oposto disso: é a formação de uma mais forte. Os braços ficam no triângulo
ligação ainda mais próxima com ela. superior e estão ligados basicamente a
Mais do que em qualquer outro lugar coisas estéticas. Correspondem àquela
da natureza, o corpo do homem mostra parte do corpo que obedece aos coman-
claramente o entrelaçamento dos planos. dos diretos da principal parte do cérebro.
Existem milhares de posições que o São, é claro, usados para proteção, para o
corpo pode assumir, mas a posição que trabalho, para levar o alimento à boca,
simbolizaria mais claramente esse mas essas tarefas podem ser realizadas
entrelaçamento é a que nos interessa. por membros como os pés. Se fosse esse o
Uma vez que essa postura faz com que os caso, no entanto, o homem ainda seria
planos funcionem mais plenamente, seria um animal, apenas com um vislumbre de
ela a que inconscientemente tenderíamos inteligência. Foi a forma modificada do
a assumir em momentos de grande pé, da mão, com seus dedos ágeis, que
emoção interna. Então, quando você se propiciou a civilização do homem, suas
sente muito feliz com alguma coisa que artes e ciências. A agilidade da mão
lhe dá um prazer interno profundo ou, permite que os comandos do cérebro
ao contrário, quando você está profunda- sejam seguidos da forma perfeita como
mente inquieto e não sabe a que recorrer, agem. São membros que foram modifi-
você não sente um impulso instintivo de cados pela mente de tal forma que foram
ficar de pé com os braços levantados para colocados sob a influência direta da
o céu? Pense, então, na figura que você mente e do espírito. A cabeça, é claro, é o
apresenta naquela posição. Seus braços ponto central do triângulo psíquico, e é a
formam um triângulo no Plano Psíquico, parte do corpo em que a mente e a alma
que tem seu ponto inferior ligeiramente se manifestam diretamente. É essa parte
abaixo da base da coluna. Suas pernas do corpo que recebe o ar, extrai dele os
formam os lados de um triângulo no odores e o transfere para os pulmões,
Plano Físico cujo ponto mais elevado onde sua parte essencial é extraída e
fica no coração. O corpo pode ser tosca- enviada para a corrente sanguínea. A
mente dividido em três partes: acima do cabeça recebe o alimento, extrai dele os
coração estão as partes ligadas exclusi- sabores, as delícias e depois o transfere
vamente às coisas psíquicas; entre o para o esôfago, para o estômago e para o
coração e a pelve estão as partes do corpo intestino delgado, onde suas preciosas
ligadas tanto às funções psíquicas quanto essências são extraídas. Os órgãos dos
simbologia

sentidos se concentram todos principal- acima dos dois, estão os Poderes Cósmi-
mente na cabeça, onde podem desempe- cos, a união perfeita do amor com a
nhar aquelas tarefas que são, por assim sabedoria.
dizer, imateriais. Não há necessidade de Os ápices dos dois triângulos não se
fazer aqui um esboço do funcionamento localizam exatamente um acima do outro.
do cérebro. Se fizermos um desenho de projeção dos
E interessante notar que os órgãos dois cones, descobriremos que dois
digestivos que tratam do alimento en- círculos, e não um, serão formados. Ainda
quanto ainda existe algum valor neles, não existe perfeita harmonia. Quando o
estão dentro do triângulo no Plano homem tiver se desenvolvido totalmente,
Psíquico, mas a matéria sem valor passa esses dois pontos ficarão um diretamente
pelo intestino grosso, que se situa quase sobre o outro, e uma projeção produzirá
que completamente no triângulo inferior. apenas um único círculo.
Nessa linha de pensamento, pode-se Isso nos leva ao simbolismo do corpo
notar que os rins, a única parte do siste- usado pelo homem relativamente desen-
ma renal que não tem qualquer ligação volvido. Quando o místico saúda o sol-
direta com o sistema reprodutor, estão levante no céu do Leste na aurora, ele fica
localizados bem próximos do triângulo de pé com os pés juntos e com os braços
superior. O sistema reprodutor é mais ou abertos para os lados. Ele forma uma
menos o centro do triângulo físico, e está cruz, simbolizando que se tornou e deseja
alinhado com o ponto inferior do triân- continuar sendo uma Manifestação
gulo psíquico. Em outras palavras, os Perfeita, uma Unidade no Todo. Os dois
órgãos reprodutivos estão assim locali- triângulos não precisam mais ser orienta-
zados para serem o núcleo das forças do dos na formação de seu corpo; o fato de
triângulo material, e ainda assim terem seus pés estarem plantados na superfície
contato com o ponto tremendamente da Terra e seus olhos estarem fixados no
estreito e fortalecido do plano psíquico. sol-nascente já é o suficiente.
O ápice do triângulo inferior é o Assim também, quando saúda humil-
coração. Agora temos uma excelente demente qualquer dos Pontos Cardeais,
razão para o coração ser considerado ou um altar, ele fica com os braços cruza-
como a sede das forças do amor no corpo dos sobre o peito e a cabeça baixa. Ele
humano. Existem outras razões, é claro, fechou a superfície do corpo, isto é, seus
mas permanece o fato de que o coração é pés estão bem apoiados no chão. As
o ponto mais alto do triângulo físico, a palmas de suas mãos estão apertadas
manifestação mais elevada que as forças contra os ombros, seu queixo está mer-
terrenas são capazes de atingir, e que está gulhado no peito. Ele faz de si mesmo
bem dentro dos domínios do plano apenas um plano, ou uma linha, pas-
psíquico. É o ponto mais elevado do sando pelos dois planos. Seus braços
plano terreno, puro e simples em sua cruzados acima do coração indicam que
beleza, e colocado tão alto no triângulo é o Amor que lhe propicia a força para
psíquico que apenas duas coisas estão abrir caminho pelos dois planos. Certa-
permanentemente acima dele: a cabeça e mente, o Plano Divino vai atravessar o
a linha horizontal do triângulo superior, seu plano no coração, fazendo com que
mostrando que o amor pode ser contro- essa manifestação seja de Amor... de
lado até certo ponto pelo intelecto, mas, Amor Perfeito.
Claudio Mazzucco
N o v o GRANDE M E S T R E DA JURISDIÇÃO DE LÍNGUA ITALIANA

Claudio Mazzucco nasceu em Vicenza (Itália) em 1960. Com a idade de seis anos veio morar
no Brasil. Aqui conheceu a Ordem Rosacruz, à qual se afiliou em 1977. Ocupou vários cargos,
entre os quais Mestre do Capítulo Mogi das Cruzes e Orador Regional da SP2.

Transferiu-se para a Itália em 1988, aos 22 anos, e continuou a participar das diversas atividades
da Ordem Rosacruz como Mestre de Capítulo, Monitor Regional, Grande Conselheiro e
Orador Oficial da Grande Loja de Língua Italiana. Atuou também como responsável pela
Seção Ciências da Matéria, da "Accademia Rosa-Croce", versão italiana da Universidade
Rosacruz. Foi nomeado Grande Mestre da Itália e sua instalação ocorreu durante a Convenção
Européia, em abril deste ano.

Frater Claudio Mazzucco é casado e tem duas filhas. Pratica Tai Ji Quan e gosta de ler livros
sobre história e filosofia da ciência. E Engenheiro Químico, atualmente responsável pelo
Setor de Pesquisas e Desenvolvimento de uma importante empresa italiana.
amorc no mundo

Convenção
européia -
Barcelona-
Espanha
"TODOS U N I D O S
N O AMOR"

Com a presença do Imperator, Frater Christian Bernard e de todos


os Grandes Mestres, foi realizada, de primeiro a três de maio de
2009, a vibrante Convenção Européia, na cidade de Barcelona.
O Brasil esteve representado pelo Grande Mestre, Frater Hélio
de Moraes e Marques e um grupo de rosacruzes que se uniram
para vivenciar dias jubilosos dentro da Lei do Amor e do
Centenário da Iniciação do nosso Amado Harvey Spencer Lewis.

Transição
Passou pela Transição, em 12 de
abril de 2009, o Frater Makio Sato,
Vice-Presidente da Grande Loja de
Língua Japonesa. Frater Makio
passou pela Grande Iniciação aos
69 anos de idade. Ele era médico e
durante trinta anos, usando as
técnicas rosacruzes de cura salvou
muitas vidas.
Ao Frater Makio Sato, agora
pertencente à Egrégora Rosacruz
Invisível, almejamos muita Luz.
II CONCURSO LITERÁRIO*

O ANSEIO DA BUSCA MÍSTICA


A maior dádiva com a qual fui presenteado nem quando eu quis, mas que todas somente
foi o anseio da busca mística. Muitas outras, ocorreram no momento em que eu estava
durante o trilhar da senda, vieram em virtude preparado para lidar com os seus efeitos e as
desse anseio. A alegria do místico está suas conseqüências. A Egrégora Rosacruz é
justamente no despertar de sua consciência e a responsável por esse controle, e o faz de
na capacidade de comungar com o Cósmico. maneira bastante precisa. Não consigo
Absolutamente tudo o que fazemos tem imaginar como seria o mundo se todos
relação com a consciência, em qualquer dos tivessem capacidade de, por exemplo, influen-
seus aspectos. Os nossos cinco sentidos, que ciar a vontade de outras pessoas, seja através
fazem parte do modo como nos relacionamos de sonho ou de pensamento, em estado de
com o mundo exterior, dependem da cons- vigília ordinária. Não haveria muito do que
ciência, pois ela é ela que possibilita essa chamamos de livre arbítrio. Cito esse atributo
comunicação entre mundo exterior e mundo como exemplo para mostrar que não basta
interior, ou seja, entre o mundo objetivo e o simplesmente buscar o conhecimento ou ter
subjetivo. No entanto, nossa consciência, o desejo de desenvolver determinado atributo;
como a percebemos, é apenas uma fraca outros aspectos são necessários, como o
manifestação da Consciência Cósmica. discernimento para fazer o correto uso daquilo
O desenvolvimento de atributos físicos e que nos é entregue em função do nosso
principalmente psíquicos influencia a cons- esforço místico.
ciência. Quando isso ocorre através de um Meus motivos atualmente são muito mais
guia, melhor ainda. O meu guia foi - e é - a altruísticos. E mesmo essa mudança é
Ordem Rosacruz, através dos seus ensina- decorrência dos ensinamentos rosacruzes e
mentos e da sua ritualística. Foi através deles de sua prática. Hoje em dia, usando um
que descortinei todo um novo universo. Um termo corrente no meio rosacruz, a busca é
universo do qual eu somente tinha conheci- pelo domínio da vida, em sentido amplo.
mento através de livros e de narrativas Entendo agora que o homem é dotado de
esparsas, às quais eu não costumava dar atributos maravilhosos, que, em termos de
muito crédito. amplitude, escapam à sua capacidade de
Neste ponto preciso ser sincero. O que me compreensão. Desenvolvê-los, para alguns,
motivou, inicialmente, foi um desejo que, é tarefa bastante trabalhosa. Mas com certeza
hoje em dia, considero bastante egoístico. vale a pena, tanto para o desenvolvimento
Quando me afiliei à Ordem, o que eu pro- de si mesmo quanto para a transformação
curava eram as experiências místicas, a do mundo em um lugar melhor.
capacidade de ver auras, de me projetar
astralmente, de interferir na vontade das - Frater Fidelio
outras pessoas, e todo um enorme etc. Posso
dizer que o caminho não foi fácil, e que muitas
das experiências místicas pelas quais passei não *Menção honrosa no II Concurso Literário "A Consciência",
necessariamente ocorreram voluntariamente, Categoria A: Depoimento Pessoal.
Em reconhecimento ao
centenário da Iniciação de
H. Spencer Lewis na Tradição
Rosacruz, a GLP celebra,
através deste calendário,
o talento e a criatividade do
nosso primeiro Imperator.
0 Dr. Lewis evocou em suas
pinturas, desenhos e projetos,
os símbolos e arquétipos
místicos que têm inspirado
gerações de buscadores.
Estas ilustrações estão
presentes neste calendário,
para deleite da alma, mais as
Fotos do Planetário Rosacruz
e do Grande Templo da
AMORC na Califórnia, ambos
projetos do Dr. Lewis.

Obs.: Na compra do calendário


de parede, grátis o calendário
de mesa.

CALENDÁRIO ROSACRUZ

29,7x42 cm - 14 págs. - Código 6123


PA R$ 15,00 - R.P. R$ 18,00

Você pode fazer seu pedido através da loja virtual


de suprimentos da AMORC, no endereço
www.shopping.matrix.com.br/amorc ou através
do telefone (0xx41) 3351-3000.