Вы находитесь на странице: 1из 5

Historicamente a sociedade, no que se refere à solução de seus conflitos,

sempre pendulou entre intervenções verticais e horizontais, ou seja, ora


através de medidas coercitivas por parte do poder constituído, ora através
de medidas assumidas entre as partes. Dentre as opções a seguir, marque
aquela que melhor defina como se deu a criação do direito penal.
O Direito Penal é a atual vingança pública
Vingança pública e privada são sinônimos
A Lei de Talião foi um retrocesso na época, pois punia o infrator
numa intensidade maior do que a do crime cometido
O direito penal é uma evolução da vingança privada, uma espécie de
incremento desta, ainda nos dias de hoje
  O direito penal surge junto com a criação do Estado, para substituir
a vingança privada
Respondido em 14/09/2020 20:01:34

2a Acerto: 1,0  / 1,0
          Questão

Lombroso foi o criador da escola positivista, considerada a primeira escola de


criminologia. Esta escola tinha como objeto o estudo do criminoso, segundo
sua anatomia, usando cadáveres de criminosos e partes de seus corpos, o
autor desenvolveu várias análises e conclusões sobre as motivações do
crime. Podemos afirmar que Lombroso, durante este estudo concluiu que:
o criminoso era levado à prática do crime pelo determinismo social
o criminoso possuía livre arbítrio, mas também sofria influência social.
Dessa forma, a prática do crime seria uma mistura entre a má
utilização de seu livre arbítrio e o determinismo social
  a disfunção patológica do criminoso se exteriorizava em sua
aparência. Assim ele estudou, inclusive, as vísceras de criminosos,
seus crânios e maxilares.
o criminoso se recuperável não mereceria a aplicação de penas por
tempo indeterminado, pois esta só deveria ser aplicada aos
criminosos irrecuperáveis
Como o crime era equiparado á uma doença incurável, defendia que
todos os delinquentes deveriam sofrer a pena de morte, em razão da
impossibilidade de recuperação
Respondido em 14/09/2020 20:04:03

3a Acerto: 1,0  / 1,0
          Questão

O incessante movimento dentro da cidades (residência, emprego, ascensão e


decadência social) impossibilita a criação de vínculos e identidade entre os
seus moradores, diferentemente do que ocorre na zona rural. O anonimato
rompe determinados mecanismos tradicionais (informais) de controle do
sujeito que pretende praticar um crime, além de não haver qualquer laço de
identidade entre o indivíduo e sua vítima, o que facilita a prática do delito. A
teoria ecológica possui como principal objeto de estudo a cidade,
considerada como unidade ecológica para seus adeptos. Acerca da Escola de
Chicago, podemos afirmar que esta:
Não dialoga com a ideia de melhora do ambiente das periferias;
Operacionaliza a ideia de que o crime está em todas as áreas das
cidades;
  Abre espaço para uma ideia preconceituosa sobre os guetos das
cidades;
Trata-se de uma ação legitimada pela sociedade, pois a vítima
provocou o agressor;
É uma teoria que traduz a ideia de que os espaços de exclusão não
existem nas cidades brasileiras;
Respondido em 14/09/2020 20:51:09

4a Acerto: 1,0  / 1,0
          Questão

Esta teoria se inicia com os estudos da delinquência juvenil, onde se verifica


não uma ausência de valores, mas valores distintos da maioria.

A afirmação acima, se refere ao conceito de:

 
Teoria do Direito
  Teoria Subcultural;
Teoria Criminal;
Teoria do Conflito;
Teoria Contracultura;
Respondido em 14/09/2020 20:08:41

Explicação:

A teoria subcultural, se inicia com os estudos da delinquência juvenil, onde


se verifica não uma ausência de valores, mas valores distintos da maioria.

5a Acerto: 1,0  / 1,0
          Questão

De acordo com a classificação das vítimas é CORRETO afirmar que vítimas


agressoras, simuladas e imaginárias são:
vítimas menos culpadas
vítimas inocentes
vítimas ideais
  vítimas como únicas culpadas
vítimas mais culpadas
Respondido em 14/09/2020 20:11:37

Explicação:

Vítimas como únicas culpadas (vítimas agressoras, simuladas e imaginárias).

6a Acerto: 1,0  / 1,0
          Questão

Criado por Luigi Ferrajoli, concorda com o diagnostico do abolicionismo, mas 


critica o seu prognostico, tendo em vista a necessidade de se evitar a
vingança privada. Segundo esta teoria, o Direito Penal precisa de legitimação
externa (contratualismo) e interna (princípios constitucionais.

A afirmação acima, se refere ao conceito de:


Abolicionismo penal;
Política de lei e ordem;
Criminologia forense.
Direito penal do inimigo;
  Garantismo penal;
Respondido em 14/09/2020 20:43:04

Explicação:

O garantismo penal, criado por Luigi Ferrajoli, concorda com o diagnostico do


abolicionismo, mas  critica o seu prognostico, tendo em vista a necessidade
de se evitar a vingança privada. Segundo esta teoria, o Direito Penal precisa
de legitimação externa (contratualismo) e interna (princípios constitucionais.

7a Acerto: 0,0  / 1,0
          Questão

Atualmente há um incremento do uso por parte de jovens de classe alta e


média de drogas sintéticas, tendo em vista a sua fácil aquisição fora da
periferia, como o ecstasy, derivado de anfetamina e estimulante do sistema
nervoso central, o special K, produzido a partir da quetamina, substância
presente em anestésicos de uso veterinário, e o GHB, que também é
chamado de ecstasy líquido. A nova Lei de Drogas (11.343/2006) tratou de
forma bem distinta o usuário - cuja pena será sempre restritiva de direitos e
com várias normas programáticas a respeito de seu tratamento - e o
traficante, cuja pena mínima é de 5 anos. Tal alteração teve como
fundamento que tipo de discurso?
do discurso cultural, onde o jovem usuário é visto como aquele que se
opõe ao consenso, que age contrariamente aos valores dos homens
de bem
  do discurso político-criminal, onde a droga é relacionada a outros
crimes, tendo em vista que seu consumo poderá gerar a prática de
outros delitos e fomenta o tráfico ilícito
do discurso garantista, pois só há lesão na conduta do traficante
  do discurso médico, onde o usuário é considerado um doente
do discurso moral, que define a droga como o veneno da alma e o
usuário como ocioso, improdutivo
Respondido em 14/09/2020 20:51:34

Gabarito
Comentado

8a Acerto: 0,0  / 1,0
          Questão

Presente na Idade Média, entende a pena como um instrumento de castigo,


aplicado tão-somente para retribuir o mal causado pelo delito.
Posteriormente, já no Estado burguês, a pena visava retribuir a desordem à
ordem pública:
  Teoria relativa
Teoria preventiva geral
  Teoria absoluta
Teoria preventiva especial
Teoria mista
Respondido em 14/09/2020 20:29:32

Gabarito
Comentado

9a Acerto: 1,0  / 1,0
          Questão

Algumas vítimas possuem uma função criminógena,  determinadas


características que a colocam numa posição de maior vulnerabilidade, tais
como: ansiedade, agressividade, masoquismo,  ego frágil e carência.

A afirmação acima, se refere ao conceito de:


  Teoria da vítima por tendência;
Teoria pura do direito;
Teoria assistencialista;
Teoria do crime;
Teoria da culpabilidade.
Respondido em 14/09/2020 20:45:30
Explicação:

Segundo a teoria da vítima por tendência, algumas vítimas possuem uma


função criminógena,  determinadas características que a colocam numa
posição de maior vulnerabilidade, tais como: ansiedade, agressividade,
masoquismo,  ego frágil e carência.

10a Acerto: 1,0  / 1,0
          Questão

Fulano é editor de um site de notícias. Ele reúne sua equipe e dá como pauta
a violência praticada contra as mulheres por homens com quem tem
relacionamento. Ele quer notícias todos os dias, trazendo casos que mostrem
que o criminoso não foi responsabilizado pelos seus atos. Essa história
representa uma regra do mercado de informação. Qual?
Violência Culposa.
Violência Dolosa.
Violência Midiática.
Violência Salubre.
  Violência Impune.
Respondido em 14/09/2020 20:34:44

Explicação:

Violência impune

A violência impune vende mais do que a punida, salvo quando há


peculiaridades entre os autores ou na forma de execução (ex.: a filha que
matou os pais, o assassino de um famoso jornalista);

Оценить