Вы находитесь на странице: 1из 19

Kimikando-na-Lixa.webnode.

pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 2_dezembro”

1. Foi preparada uma solução a partir de 28,0 g de sacarose (C12H22O11) e 500 mL de água. Dado: 𝜌 (𝐻2 𝑂) = 1,00 g cm-3.
1.1. Calcule a quantidade de soluto presente na solução.

1.2. O número de átomos de oxigénio (provenientes do soluto) presentes na solução é…


342,34 ×6,022×1023 28,0 ×6,022×1023
(A) 28,0
(C) 342,34

342,34 ×11×6,022×1023 28,0 ×11×6,022×1023


(B) (D)
28,0 342,34

1.3. Determine a fração mássica do soluto.

1.4. A fração molar do solvente é …


(A) 2,94 × 10−3 (C) 27,8
(B) 9,97 × 10−1 (D) 8,18 × 10−2

2. As transições eletrónicas que ocorrem entre níveis de energia, n, no átomo de hidrogénio, estão associadas às riscas que se
observam nos espetros de emissão e de absorção desse átomo. Considere
as transições eletrónicas representadas no diagrama da figura por (I), (II),
(III) e (IV).

2.1. Das seguintes afirmações selecione a verdadeira.

(A) Das transições representadas, (III) é aquela que traduz uma emissão da radiação de maior energia.

(B) A energia envolvida no processo representado por (III) é igual à energia envolvida no processo representado por (IV).

(C) A transição representada por (I) corresponde a uma absorção de energia, enquanto que a associada à transição (IV) está
uma emissão de radiação

(D) As energias envolvidas nas transições (II) e (III) são de igual valor.

2.2. Considere a transição eletrónica representada por (II).

2.2.1. Das seguintes opções selecione aquela que traduz a expressão numérica que permite calcular a energia envolvida na
transição.

(A) – 0,24  10–18 + 2,18  10–18 J (C) – 2,18  10–18 + 0,24  10–18 J

(B) – 2,18  10–18 – 0,24  10–18 J (D) – 0,24  10–18 – 2,18  10–18 J

2.2.2. Determine o valor do comprimento de onda da radiação envolvida na transição (II). Apresente todas as etapas de
resolução.

Pedro Reis Goucho


1
Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 2_dezembro”

2.2.3. Selecione a opção que completa a frase seguinte. “A transição eletrónica representada por (III) pertence à…

(A) … série de Paschen.” (C) … série de Balmer.”

(B) … série de Brackett” (D) … série de Lyman..”

3. A figura seguinte apresenta o espetro obtido por espetroscopia fotoeletrónica (PES) de dois elementos químicos, X e Y.

3.1. Indique o valor da energia de remoção de um dos eletrões de menor energia, do átomo do elemento X.

3.2. Selecione a opção que contém os termos que completam a seguinte frase.

Os eletrões do átomo do elemento Y estão distribuídos por _______ níveis e _______ subníveis.

(A) … 4 … 3 … (B) … 2 … 3 … (C) … 3 … 4 … (D) … 3 … 2 …

3.3. Relativamente ao espetro do elemento X, selecione a opção que justifica o facto de os picos de energia 2,38 MJ mol –1 e
29,1 MJ mol–1 terem a mesma altura.

(A) A altura dos picos está relacionada com o número de eletrões no subnível de energia.

(B) Os eletrões representados nos dois picos têm a mesma energia de ionização.

(C) A energia necessária para arrancar os eletrões é a mesma.

(D) Os eletrões representados nos dois picos pertencem ao mesmo subnível

3.4. Um dos elementos X ou Y é o sódio ( 11Na). Identifique-o justificando

3.5. Considere as seguintes configurações eletrónicas:

I– 1s 2 2 s 2 2 p 5 3s 2 II – 1s2 2s2 2p6 3s1 III – 1s2 2s2 2px2 2py2 2pz0

Das seguintes afirmações, selecione a verdadeira.

(A) A configuração I não respeita o Princípio da Construção e a configuração III viola o Princípio da Exclusão de Pauli.

(B) A configuração I não respeita o Princípio da Construção e a configuração III não respeita a Regra de Hund.

(C) As configurações I e II referem-se a elementos químicos diferentes.

(D) A configuração eletrónica I não respeita a Regra de Hund.

Pedro Reis Goucho


2
Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 2_dezembro”

4. A partir do conhecimento da configuração eletrónica de um dado elemento químico é possível localizá-lo na Tabela Periódica.

4.1. Considere um átomo do elemento químico X, isoeletrónico do catião potássio, 19K+. Localize o elemento X na TP.

4.2. Um elemento químico Y possui a configuração eletrónica de valência ns2 .

Selecione a opção que indica a família a que pertence esse elemento.

(A) Halogéneos. (B) Metais alcalinos. (C) Calcogéneos. (D) Metais alcalinoterrosos.

4.3. O esquema seguinte representa um extrato da TP. As letras não representam símbolos químicos.

Sabendo que a configuração eletrónica de um átomo do elemento B é 1s2 2s2 2p4, A B


selecione a opção correta.

(A) O elemento C pertence ao grupo 2 e ao 3.º período da TP. C

(B) A configuração eletrónica de um átomo C é 1s2 2s2 2p5.

(C) A configuração eletrónica de um átomo de A é 1s2 2s2.

(D) O elemento A pertence ao grupo 15 e ao 2.º período da TP.

5. A grande vantagem da organização dos elementos na Tabela Periódica é permitir inferir as propriedades de um dado
elemento a partir da sua posição na TP, tais como a energia de ionização. O gráfico seguinte representa a variação da
primeira energia de ionização em função do número atómico, para os elementos químicos até Z = 20.

5.1. Com base na informação do gráfico, escreva um pequeno texto


abordando os seguintes tópicos:

 Identificação da tendência geral de variação da energia de


ionização ao longo do grupo e ao longo do período da TP.

 Justificação para a tendência geral de variação da energia de


ionização ao longo do período.

5.2. O valor da energia da primeira ionização do lítio é 520 kJ mol–1.

5.2.1. Indique o significado físico de 520 kJ mol –1.

5.2.2. Qual é o valor da primeira energia de ionização do lítio em J/eletrão? Apresente o resultado em notação científica com
o número correto de algarismos significativos e indique a sua ordem de grandeza.

5.2.3. Selecione a opção que traduz a equação química relativa à primeira ionização do lítio.

(A) Li(g) → Li+(g) + 1 e– (C) Li(s) + 1 e– → Li–(s)

(B) Li(s) → Li+(s) + 1 e– (D) Li(g) + 1 e– → Li–(g)

Pedro Reis Goucho


3
Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 2_dezembro”

5.3. Apresente uma explicação, com base na configuração eletrónica, para o facto evidenciado no gráfico:

“A energia de ionização de um gás nobre é sempre superior à energia de ionização de qualquer outro elemento do mesmo
período.”

6. Tal como a energia de ionização, o raio atómico é uma propriedade periódica que varia com o número atómico. Considere o
seguinte extrato da Tabela Periódica.

6.1. Selecione a opção que apresenta os dois conjuntos de três elementos por ordem crescente de raio atómico.

(A) Na < Mg < K e Ne < F < Cℓ (C) Mg < K < Na e Ne < Cℓ < F

(B) Mg < Ca < K e Ne < F < Cℓ


(D) K < Mg < Na e F < Ne < Cℓ

6.2. Compare, justificando, o raio atómico do cloro com o raio do ião que este átomo tem tendência a formar.

6.3. Considere as espécies isoeletrónicas 9F–, 10Ne e 11Na+. Das seguintes afirmações selecione a verdadeira.

(A) O raio iónico de 11Na+ é menor do que o raio atómico de 10Ne.


(B) O raio iónico de 11Na+ é maior do que o raio iónico de 9F–
(C) O raio iónico de 11Na+ é igual ao raio atómico de 10Ne
(D) O raio atómico de 10Ne é maior do que o raio iónico de 9F–.

7. Lê o texto seguinte: Oliver Sacks, falecido em agosto de 2015, foi um brilhante neurologista e escritor anglo-americano e um
químico amador, tendo começado na infância. Renomado professor de Neurologia e Psiquiatria, a vida de Oliver Sacks é
marcada por uma curiosidade fora do comum. No seu livro Tio Tungsténio – Memórias de uma infância química, ele relembra a
sua infância, impregnada de recordações sobre o comportamento misterioso dos materiais. Desconfiando que existiam leis e
fenómenos escondidos por trás do mundo visível, o jovem Oliver perguntava-se: “Como pode o carvão ser feito da mesma
matéria que o diamante? De que eram feitos o Sol e as estrelas?”
Cada etapa das suas descobertas sobre a luz, o calor, a eletricidade, a fotografia, o átomo, os raios X e a radioatividade é
relembrada para conduzir o leitor pela História da Química, apresentando as pesquisas e inovações de nomes como Lavoisier,
Mendeleev, Marie Curie, Robert Boyle e Niels Bohr, entre outros…

Adaptado da Introdução de Tio Tungsténio – Memórias de uma infância química, por Companhia das Letras

Relativamente à pergunta “Como pode o carvão ser feito da mesma matéria que o diamante?”, atualmente um aluno do 10.°
ano terá uma resposta sobre o que constitui uma e outra substância: ambas são constituídas por carbono (C) e apenas têm
estruturas diferentes. O elemento C ocupa na Tabela Periódica o lugar número 6.

Pedro Reis Goucho


4
Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 2_dezembro”
7.1. A atual Tabela Periódica teve origem nos trabalhos de um ilustre cientista cujo nome figura no texto. Indique-o.
7.2. Escreva a configuração eletrónica desenvolvida de um átomo do elemento carbono e represente-a num diagrama de caixas.
7.3. Quando se queima carvão, pode produzir-se 𝐶𝑂2 , em sistema aberto, e CO, se o sistema for fechado.
7.3.1. A molécula de 𝐶𝑂2 tem uma geometria que pode ser deduzida a partir das estruturas de Lewis para cada átomo. Deduza-a
utilizando as referidas estruturas e o modelo da Repulsão dos Pares Eletrónicos de Valência e indique o tipo de ligação
entre o átomo de C e os átomos de O.
7.3.2. Selecione o tipo de interações moleculares entre as moléculas de 𝐶𝑂2 .
(A). Dipolo-dipolo (C). Dipolo permanente-dipolo induzido
(B). Forças de dispersão de London (D). Ião-dipolo

7.4. Um outro cientista indicado no texto concebeu um modelo atómico para o átomo de hidrogénio, em que a energia de cada
nível eletrónico é quantizada.
7.4.1. Identifique o modelo em causa e explique, usando elementos da figura, o significado de energia quantizada.
7.4.2. Selecione a opção que permite calcular a frequência, f, expressa em Hz (ou s–1), de
um fotão da radiação emitida quando um eletrão faz a transição indicada na figura pelo
número 9.
2,18×10−18 1 1 2,18×10−18 1 1
(A). (A) 𝑓 = − (9 − 25) (B). (B) 𝑓 = − (25 − 9)
6,6×10−34 6,6×10−34

2,18×10−18 1 1
6,6×10−34 1 1 (D). (D) 𝑓 = − (5 − 3)
(C). (C) 𝑓 = − 2,18×10−18 (25 − 9) 6,6×10−34

7.4.3. Uma parte do espetro de emissão do átomo de hidrogénio está representada na figura.

Identifique a zona do espetro representada e estabeleça uma correlação entre as riscas observadas neste espetro e a parte
que lhe corresponde na figura.

8. No atomismo de Demócrito, os «átomos» diferiam apenas em forma e tamanho e foi apenas com Dalton (1808) que se atribuiu
a cada substância elementar um tipo de átomo diferente. À medida que novos átomos iam sendo descobertos e se acumulava
informação sobre as suas propriedades, começaram a identificar-se «famílias» de átomos com comportamentos químicos
semelhantes. O «pai» da Tabela Periódica, no sentido da classificação sistemática de todos os elementos conhecidos (63 à
data de 1869), foi o russo Dmitri Ivanovich Mendeleev. A classificação de Mendeleev era extraordinária, não só pela sua
natureza sistematizante mas também pelo seu caráter preditivo. Em 2019 passam 150 anos desta extraordinária criação do
génio humano e a Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou o ano de 2019 como Ano Internacional da Tabela
Periódica. A celebração decretada pelas Nações Unidas é uma oportunidade para mostrar a centralidade da química e o seu
papel na resolução dos grandes problemas da humanidade, numa ótica de desenvolvimento sustentável nas áreas do
ambiente, energia, alimentação ou saúde.
Adaptado de Adélio Galvão (Secretário Geral da SPQ), consultado em https://www.iypt2019.pt/ano_internacional_TP

8.1. O «caráter preditivo» indicado no texto relativamente à Tabela Periódica proposta por Mendeleev refere-se à previsão da
existência de…
(A) propriedades dos elementos ainda desconhecidas. (C) isótopos dos elementos químicos.
(B) neutrões nos núcleos atómicos. (D) elementos químicos ainda desconhecidos.

Pedro Reis Goucho


5
Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 2_dezembro”
8.2. As «famílias» de átomos a que se refere o texto dizem respeito, na Tabela Periódica atual, a átomos de elementos que estão
no mesmo…
(A) período. (C) bloco.
(B) grupo. (D) lado.

8.3. O átomo X possui a seguinte configuração eletrónica:


X: 1𝑠 2 2𝑠 2 2𝑝6 3𝑠 2 3𝑝6
8.3.1. Um átomo Y, de um outro elemento químico, tem tendência para formar um ião dipositivo estável. O ião de Y e o átomo X são
isoeletrónicos. Indica a configuração eletrónica do átomo Y. Nota: as letras representam elementos mas não são os seus
símbolos químicos.
8.3.2. Indique a que grupo e a que período da Tabela Periódica pertence o elemento X.

8.4. Um átomo de oxigénio tem mais um protão do que um átomo de nitrogénio.


8.4.1. Conclua, justificando com base nas respetivas configurações eletrónicas, qual dos elementos, nitrogénio ou oxigénio, tem
menor energia de ionização.
8.4.2. No estado fundamental, o oxigénio…
(A) possui maior número de orbitais semipreenchidas do que o nitrogénio.
(B) possui menor número de orbitais semipreenchidas do que o nitrogénio.
(C) possui o mesmo número de orbitais semipreenchidas do que o nitrogénio.
(D) não possui orbitais semipreenchidas, tal como o nitrogénio.

8.5. Átomos de um metal alcalinoterroso, W, ligam-se com facilidade aos átomos do elemento, Z, da família dos halogéneos.
Nota: as letras representam elementos mas não são os seus símbolos químicos.
8.5.1. A ligação química que se estabelece entre os átomos do elemento W e os átomos do elemento Z é uma ligação…
(A) iónica. (C) covalente.
(B) metálica. (D) de van der Waals.

8.5.2. Da ligação química que se estabelece entre os elementos W e Z, a espécie mais estável que se forma tem a fórmula
química…
(A) Z2 W . (B) ZW2 . (C) WZ2 . (D) W2 Z .

9. O diclofenac é o composto ativo de muitos medicamentos com ação anti-inflamatória, utilizado, por exemplo, no tratamento de
reumatismo e artrite. A sua fórmula química é a seguinte:
9.1. Indique quantos pares de eletrões de valência não ligantes existem numa molécula de
diclofenac.

9.2. No total, numa molécula de diclofenac quantas ligações químicas existem?

(A) 38 (B) 31 (C) 29 (D) 22

9.3. Na molécula de diclofenac apresentada estão destacados, a tracejado, quatro grupos funcionais. Dois desses grupos são
constituídos por dois átomos de cloro. Indique o nome dos outros dois grupos funcionais existentes neste composto orgânico.
9.4. Na molécula de diclofenac existem duas ligações carbono-oxigénio, assinaladas por (i) e (ii). Indique, justificando, qual das
ligações possui menor comprimento de ligação.

Pedro Reis Goucho


6
Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 2_dezembro”

10. O álcool isopropílico, cuja fórmula de estrutura se apresenta de seguida, é uma substância incolor e de forte odor. É utilizado
com frequência na limpeza de equipamentos eletrónicos, uma vez que evita a oxidação dos seus componentes. Esta
substância é também designada por propan-2-ol, de acordo com a nomenclatura dos compostos orgânicos.

10.1. Reescreva a fórmula de estrutura da molécula de propan-2-ol explicitando todas as ligações químicas.
10.2. Relativamente à polaridade das ligações químicas que se estabelecem na molécula de propan-2-ol, pode afirmar-se que…
(A) as ligações C–C e C–O são ligações covalentes polares.
(B) as ligações C–C e C–O são ligações covalentes apolares.
(C) a ligação C–C é uma ligação covalente polar enquanto a ligação C–O é apolar.
(D) a ligação C–C é uma ligação covalente apolar enquanto a ligação C–O é polar.

10.3. Em determinadas condições de pressão e de temperatura, uma amostra de 27,0 g de propan-2-ol, ocupa um volume de 12,5 dm3.
Determine o volume molar nas condições de pressão e de temperatura referidas e, compare, justificando, com o volume que essa
mesma amostra de propan-2-ol ocuparia nas condições PTN. [𝑀(propan-2-ol) = 60,11 g/mol)] Apresente todas as etapas de
resolução.

11. Os gases nitrogénio, N2 , e oxigénio, O2 , são os constituintes maioritários da atmosfera terrestre. Desprezando os constituintes
minoritários como o dióxido de carbono ou o árgon, pode considerar-se que na composição do ar atmosférico seco, existe,
apenas, 78% (𝑉/𝑉) de N2 e 22% (𝑉/𝑉) de O2 .
11.1. Determine a densidade do ar atmosférico nas condições PTN considerando que este é exclusivamente constituído por
nitrogénio e oxigénio.
11.2. A razão entre as quantidades de matéria de oxigénio e de nitrogénio no ar atmosférico nas condições PTN considerando que
este é exclusivamente constituído por estes gases, é:
(A) 0,28. (B) 0,32. (C) 3,10. (D) 3,55.

11.3. O gráfico seguinte traduz a evolução da energia potencial durante a formação das moléculas N2 e O2 , a partir dos átomos
separados. A partir da análise do gráfico selecione a opção correta.
(A) A curva A corresponde à formação da molécula de nitrogénio porque a
energia de ligação O–O é maior do que a energia de ligação N–N.
(B) A curva A corresponde à formação da molécula de oxigénio porque a
energia de ligação
O–O é menor do que a energia de ligação N–N.
(C) A curva B corresponde à formação da molécula de nitrogénio porque a
energia de ligação
O–O é maior do que a energia de ligação N–N.
(D) A curva B corresponde à formação da molécula de oxigénio porque a energia de ligação O–O
é menor do que a energia de ligação N–N.

Pedro Reis Goucho


7
Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 2_dezembro”

12. Observa os textos.


Os pesquisadores de Stanford propuseram uma nova solução que pode impedir o superaquecimento dos smartphones. A equipa
usou grafeno e três outros materiais para criar um isolador de quatro camadas com cerca de 10 átomos de espessura.
https:www.maistecnologia.com/este-hack-cientifico-pode-impedir-o-superaquecimento-do-telemovel

Então como medir um átomo?


A resposta mais correta seria “não se mede”. (…)
Há uma forma de avaliar o tamanho de um átomo, o “raio covalente”, que equivale à metade da distância entre dois núcleos de
um mesmo elemento químico ligados. Segundo este critério, o “tamanho” do átomo de carbono seria de apenas 77 pm.
https://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2013/07/grafeno-um-material-peculiar.html

12.1. Com base nos valores apresentados no texto, faça uma estimativa do número de isoladores que um telemóvel com 0,79 cm
de espessura deve ter para impedir o seu superaquecimento. Considere que os átomos que constituem o isolador têm o
mesmo diâmetro do átomo de carbono.

12
12.2. Os dois isótopos mais abundantes do carbono, C, são o 6 C e o 136 C . Selecione a opção que completa corretamente a frase
seguinte. Os átomos destes isótopos possuem...

(A) … o mesmo número de protões. (C) … número de eletrões diferente.


(B) … número atómico diferente. (D) … o mesmo número de neutrões.

12.3. Quantos valores de energias de remoção eletrónica apresenta o átomo de carbono, 6 C , no estado fundamental? Justifique a
resposta com base na configuração eletrónica.

12.4. Um dos elementos pertencentes ao mesmo grupo do carbono é o silício. O gráfico seguinte apresenta os valores das

energias de remoção eletrónica do silício. Selecione a opção que apresenta o valor da energia de remoção dos eletrões 1s2
do silício.

1 1
(B) 0,79  10 J mol
6
(A) 0,79 J mol
1 8
(C) 1,78  10 J mol
8
(D) 1,78  10 J mol1

13. Na figura seguinte, está evidenciada uma


das propriedades periódicas da Tabela
Periódica, o raio atómico. Nesta imagem, o
aumento da tonalidade da cor corresponde a
um aumento do raio atómico.

Pedro Reis Goucho


8
Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 2_dezembro”

13.1. Justifique, a partir das configurações eletrónicas, a razão pela qual o raio atómico do sódio ( 11Na) é superior ao do árgon
(18Ar).

13.2. Selecione a afirmação correta.

(A) Dmitri Mendeleev é considerado o “pai” da Tabela Periódica por ter organizado os elementos químicos conhecidos em
função do número atómico.

(B) A lei das oitavas de Newlands permitiu organizar os elementos num parafuso telúrico.

(C) Lavosier organizou os 118 elementos químicos conhecidos em função da massa atómica do isótopo mais abundante.

(D) A Tabela Periódica de Dmitri Mendeleev permitiu prever a existência de elementos químicos que, na época, ainda não
tinham sido descobertos.

13.3. De entre os seguintes elementos químicos, identifique aquele que apresenta maior energia de ionização.

(A) 1s2 2s2 2p6 (C) 1s2 2s1


(B) 1s2 2s2 (D) 1s2 2s2 2p5

13.4. A lâmpada incandescente, inventada por Edison, consistia num filamento muito quente que emitia luz. Para que esse
filamento não entrasse em combustão, era envolvido num vidro contendo árgon, em substituição do oxigénio do ar. Interprete
esta solução tecnológica relacionando a reatividade do árgon com a do oxigénio, a partir da análise da estrutura eletrónica
destes dois elementos.

13.5. A configuração eletrónica de um ião no estado fundamental, proveniente de um átomo do elemento X por perda de 2 eletrões
2 2 6 2 6
é: 1s 2s 2p 3s 3p . Selecione a opção que completa corretamente a frase seguinte. Na Tabela Periódica, o elemento X

localiza-se…

(A) … no grupo 18, no 3.⁰ período e no bloco p. (C) … no grupo 4, no 3.⁰ período e no bloco p.

(B) … no grupo 2, no 4.⁰ período e no bloco s. (D) … no grupo 4, no 2.⁰ período e no bloco s.

14. De entre as seguintes afirmações, selecione aquela que se refere ao modelo atómico mais atual.

(A) O átomo é uma entidade indivisível.

(B) O átomo é constituído por um núcleo, onde se encontram os protões e os neutrões, e ainda por eletrões que giram em
torno do núcleo, em órbitas circulares bem definidas.

(C) O átomo é constituído por um núcleo, onde se encontram os protões e os neutrões, e por eletrões que giram em torno
do núcleo, descrevendo orbitais com formas variadas.

(D) O átomo é constituído por uma massa com carga positiva na qual estão distribuídos os eletrões com carga negativa.

15. Considere as seguintes orbitais: 1s ; 4 px ; 4 pz ; 3dxy A(s) orbital(is) de maior energia é (são):

(A) 4 px e 4 pz . (C) 3dxy .


(B) 1s . (D) 4 pz e 3dxy .

Selecione a opção correta.

Pedro Reis Goucho


9
Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 2_dezembro”

16. Grande parte das inúmeras substâncias que se encontram na Natureza, bem como as sintetizadas laboratorialmente, são
formadas por átomos ligados quimicamente entre si. Tal multiplicidade de compostos ocorre porque a maioria dos átomos
são mais estáveis unidos do que separados. A existência de ligações químicas confere uma riqueza de materiais que seria
impossível se os 118 elementos existissem apenas em substâncias monoatómicas.

16.1. Selecione a opção que contém os termos que completam corretamente a frase seguinte.

A ligação química resulta das ________________ envolvendo eletrões e núcleos atómicos, conferindo ao conjunto de
átomos, iões ou moléculas ligados uma ______________ energia do que quando separados.

(A) atrações … menor (C) atrações e repulsões … maior


(B) repulsões … maior (D) atrações e repulsões … menor

16.2. O gráfico seguinte apresenta a variação da energia potencial associada à ligação química entre os átomos de oxigénio, na
molécula de O2, em função da distância internuclear dos átomos ligantes. Selecione a afirmação verdadeira.

(A) Quando os átomos se encontram a uma distância internuclear


aproximada de 0,121 nm, a molécula de O2 atinge a sua maior
instabilidade.

(B) Para distâncias internucleares ligeiramente superiores a 0,121


nm prevalecem, com maior intensidade, as forças de repulsão
entre os núcleos dos dois átomos.

(C) Quando a energia potencial atinge o valor – 496 kJ mol–1,


verifica-se a situação de equilíbrio entre as forças de atração e
repulsão, resultando numa distância internuclear de maior
estabilidade.

(D) Para distâncias internucleares inferiores a 0,121 nm, passam


a prevalecer as forças de atração entre os núcleos dos dois átomos.

16.3. Selecione a opção que apresenta o tipo de ligação química estabelecida entre os átomos (ou iões) que constituem o cobre,
Cu, o dióxido de carbono, CO2(g), e o cloreto de sódio, NaC , respetivamente.

(A) Metálica, iónica e covalente. (C) Iónica, metálica e covalente.

(B) Metálica, covalente e iónica. (D) Covalente, metálica e iónica.

16.4. Represente a fórmula de estrutura de Lewis para a molécula de CO 2 e explique o tipo de ligação química estabelecida entre
os átomos de carbono e oxigénio, tendo por base o número de eletrões envolvidos na ligação.

16.5. Com base nas fórmulas de estrutura de Lewis das moléculas de dinitrogénio, N2, de dioxigénio, O2,
e de di-hidrogénio, H2, selecione a opção correta.

(A) Na molécula de di-hidrogénio, existe o mesmo número de eletrões ligantes e de eletrões não ligantes.

(B) Na molécula de dinitrogénio, existem três pares de eletrões ligantes e dois pares de eletrões não ligantes.

(C) Na molécula de dioxigénio, existem quatro eletrões ligantes e dois pares de eletrões não ligantes.

(D) As três moléculas possuem o mesmo número de eletrões de valência.

Pedro Reis Goucho


10
Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 2_dezembro”

16.6. Identifique a geometria da molécula de água e preveja, justificando, a sua polaridade. Comece por representar a sua fórmula
de estrutura de Lewis.

17. O esquema seguinte representa um extrato da TP. As letras representam elementos mas não são os seus símbolos químicos.
A configuração eletrónica de um átomo do elemento A é 1s 2 2s2 2p4.

17.1. Indique, justificando, a que grupo e a que período da TP pertence o elemento A.

17.2. No átomo do elemento A, no estado fundamental, existem

(A) Quatro eletrões de valência, distribuídos por três orbitais.

(B) Seis eletrões de valência, distribuídos por duas orbitais.

(C) Quatro eletrões de valência, distribuídos por duas orbitais.

(D) Seis eletrões de valência, distribuídos por quatro orbitais.

17.3. As orbitais podem ser representadas por caixas com setas que representam os eletrões.

17.3.1. Qual das seguintes representações de orbitais degeneradas do átomo A não obedece ao Princípio da Exclusão de Pauli.

17.3.2. Que propriedade representa o sentido das setas.

17.4. Selecione a opção correta.

(A) Os elementos A e B são elementos de transição. (C) Os elementos A e B pertencem ao mesmo grupo.

(B) Os elementos B e C pertencem ao bloco p. (D) Os elementos A e C pertencem ao mesmo período.

17.5. Justifique, com base nas configurações eletrónicas de valência dos átomos dos elementos considerados, no estado
fundamental, que a energia de ionização de A é inferior à energia de ionização de B. Comece por apresentar a configuração
eletrónica de B.

17.6. A opção que corresponde à ordenação dos raios atómicos, r, dos átomos dos elementos representados pelas letras A, B e C
é

(A) r (A) > r (B) > r (C) (C) r (B) > r (A) > r (C)

(B) r (C) > r (A) > r (B) (D) r (C) > r (B) > r (A)

17.7. Indique o símbolo químico do elemento representativo que pode formar o ião X 2- , sabendo que este ião, no estado
fundamental, tem a configuração [Ar] 3d10 4s2 4p4.

Pedro Reis Goucho


11
Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 2_dezembro”

18. As figuras seguintes mostram fórmulas de estrutura de três moléculas diferentes, contendo cloro.

18.1. Todas as moléculas representadas têm

(A) 2 eletrões não ligantes no átomo central. (C) 4 pares de eletrões de valência em cada átomo de
cloro.
(B) 3 ligações covalentes no átomo central.
(D) 6 eletrões ligantes em cada um dos átomos.

18.2. As fórmulas de estrutura anteriores não estão representadas com os ângulos de ligação que são esperados nas moléculas
NCl3, BCl3 e CCl4. Os valores dos ângulos de ligação nas moléculas de NCl 3, BCl3 e CCl4 podem ser respetivamente,

(A) 107,1°; 120,0°; 109,5°. (C) 120,0°; 107,1°; 109,5°.

(B) 109,5°; 120,0°; 107,1°. (D) 120,0°; 109,5°; 107,1°.

18.3. O que se pode esperar relativamente à polaridade da molécula CCl4?

(A) É uma molécula polar pois tem ligações polares. (C) É uma molécula polar embora tenha ligações apolares.

(B) É uma molécula apolar pois tem ligações apolares. (D) É uma molécula apolar embora tenha ligações polares.

19. O ácido isociânico é um composto molecular de fórmula química HNCO. Os átomos estão ligados na ordem pela qual se
apresentam na fórmula química.

19.1. Escreva a fórmula de estrutura da molécula de ácido isociânico, representando todos os eletrões de valência. Comece por
apresentar a estrutura de Lewis de cada um dos átomos presentes na molécula.

19.2. A molécula de ácido isociânico tem geometria

(A) Angular pois tem pares de eletrões de valência não ligantes no carbono.

(B) Angular pois tem pares de eletrões de valência não ligantes no nitrogénio.

(C) Linear pois tem pares de eletrões de valência não ligantes no nitrogénio.

(D) Linear pois tem pares de eletrões de valência não ligantes no carbono.

19.3. Selecione a opção que contém os termos que completam corretamente a frase seguinte. Tendo em conta que na molécula de
ácido isociânico a ligação CN é mais forte do que a ligação CO, então é de prever que a energia de ligação seja ___ em CN e
que o comprimento de ligação seja ___ em CO.

(A) Maior … maior. (C) Maior … menor.

(B) Menor … maior. (D) Menor … menor.

Pedro Reis Goucho


12
Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 2_dezembro”

20. Na TP os elementos estão organizados por ordem crescente dos seus nº atómicos. A posição dos elementos relaciona-se com
as configurações eletrónicas dos átomos dos 118 elementos que determinam as respetivas localizações.

20.1. Relativamente à organização da TP, selecione a opção correta.

(A) Os elementos que se encontram no mesmo grupo têm o mesmo nº de níveis de energia.

(B) O raio atómico aumenta ao longo do período da esquerda para a direita.

(C) A energia de ionização aumenta ao longo do grupo, de cima para baixo.

(D) A configuração eletrónica de valência dos gases nobres é ns2 np6.

20.2. Um átomo de um determinado elemento apresenta 3 valores diferentes de energia de remoção e 4 eletrões de valência.
Escreva a configuração eletrónica desse átomo no estado fundamental, obedecendo à regra de Hund.

20.3. Selecione a única opção que contém os termos que preenchem, sequencialmente, os espaços seguintes, de modo a obter
uma afirmação verdadeira. O oxigénio e o enxofre são elementos que pertencem ao mesmo ___ da TP, o átomo de enxofre
tem ___ raio e ___ energia de ionização do que o átomo de oxigénio.

(A) período … menor … maior. (C) período … maior … menor.

(B) grupo … menor … maior. (D) grupo … maior … menor.

20.4. Escolha a opção relativa à 1ª ionização do átomo de oxigénio isolado, no estado fundamental e em fase gasosa.

(A) O- (g) + I1 → O2- (g) + 1 e- (C) O (s) + I1 → O+ (s) + 1 e-

(B) O (g) + I1 → O+ (g) + 1 e- (D) O (g) + I1 → O- (g) + 1 e-

20.5. Considere as seguintes espécies isoeletrónicas; + -


10Ne, 11Na , 9F . Das afirmações seguintes, selecione a correta.

(A) Uma possível configuração eletrónica destas espécies poderá ser 1s2 2s2 2p5 3s1.

(B) As 3 espécies apresentam o mesmo nº de protões.

(C) As 3 espécies apresentam o mesmo raio atómico.

(D) As 3 espécies apresentam o mesmo nº de neutrões.

20.6. Compare, justificando, o raio do ião F- com o raio do átomo que lhe deu origem.

21. Para conhecer a energia dos eletrões nos átomos, os químicos usaram, entre
outras técnicas, a espetroscopia fotoeletrónica. A figura apresenta o espetro
obtido por PES de 2 elementos químicos X e Y.

21.1. A energia de uma mole de eletrões do elemento Y que se encontram no


subnível 2s é:

(A) 6,84 MJ (C) -6,84 MJ

(B) 3,67 MJ (D) -3,67 MJ

Pedro Reis Goucho


13
Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 2_dezembro”

21.2. Calcule a energia do fotão emitido, quando um eletrão do átomo Y sofre uma desexcitação do subnível 2s para o subnível
1s.

21.3. Selecione a opção que contém os termos que completam a seguinte frase. O átomo Y tem ___ orbitais preenchidas ___
níveis e ___ subníveis de energia.

(A) … 5 … 3 … 4 (B) … 4 … 3 … 4 (C) … 5 … 4 … 3 (D) … 6 … 3 … 4

21.4. Das seguintes opções, selecione a que representa corretamente a configuração eletrónica do elemento Y, no estado
fundamental.

(A) 1s2 2s2 2p5 3s2


(C)

(B) (D) 1s2 2s2 3p6 3s1

21.5. A carga elétrica do cerne do átomo X é:

(A) +1 (B) +18 (C) 0 (D) +19

21.6. A configuração eletrónica do elemento X, no estado fundamental é:

(A) [18Ar] 5s1 (C) [18Ar] 3d1

(B) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d1 (D) [18Ar] 4s1

21.7. O nº máximo de eletrões, com o mesmo spin, no átomo representado por X que se encontra no estado fundamental é:

(A) 6 (B) 10 (C) 9 (D) 19

21.8. Compare, justificando, o raio atómico de X com o raio atómico de Y.

Pedro Reis Goucho


14
Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 2_dezembro”

1. A sequência da figura seguinte diz respeito a uma determinação laboratorial da densidade relativa de parafusos de alumínio.
Nesta atividade laboratorial, devido à inexistência de um picnómetro de sólidos no laboratório, procedeu-se à realização
experimental através de um procedimento alternativo.

1.1. A partir dos valores de massa indicados na figura,


determine a densidade relativa do alumínio que
constitui os parafusos. Apresente todas as etapas
de resolução indicando o resultado final com o
número correto de algarismos significativos.
1.2. Selecione a opção que completa corretamente a
afirmação seguinte. A presença de bolhas de ar
aderentes à parede dos parafusos e a presença
de gotas de água nas paredes exteriores do balão
introduzem…

(A) respetivamente, erros sistemáticos e aleatórios. (C) em ambas as situações, erros aleatórios.

(B) respetivamente, erros aleatórios e sistemáticos. (D) em ambas as situações, erros sistemáticos.

1.3. Considerando que os parafusos são constituídos unicamento por alumínio (Aℓ), a ordem de grandeza do número de átomos
deste metal presente na amostra é:

(A) 1024. (B) 1023. (C) 1022. (D) 1020.

2. Para garantir a qualidade de um material numa indústria é possível fazer testes de qualidade que podem envolver simples
controlos de massa, volume, determinações de quantidades químicas ou densidades. O gráfico seguinte refere-se à relação
entre a massa e o volume do ferro, à temperatura ambiente.

2.1. A partir da informação do gráfico determine a massa volúmica do ferro.

2.2. Com o objetivo de determinar a densidade de um objeto sólido, com 11,7 g de massa, que se
supunha ser de ferro, foi utilizada a técnica da determinação do volume de água deslocado
utilizando uma proveta, de acordo com a figura.

2.2.1. De acordo com os dados apresentados, selecione a opção correta.

(A) A massa do sólido foi medida numa balança com uma incerteza de leitura de  1 g .
(B) A massa do sólido é igual à massa da água deslocada.
(C) O volume do sólido é 2,00 cm3.
(D) O sólido não é constituído somente por ferro.

2.2.2. O método usado na medição do volume do sólido recorrendo à proveta não é


muito rigoroso. Escreva um texto em que identifique e descreva um método
mais rigoroso para a determinação da densidade do objeto.

2.3. Se o controlo de qualidade tivesse como objetivo averiguar, de um modo qualitativo, a presença de ferro numa amostra de
um determinado sal, poderia ser realizado um outro teste, também realizado nas aulas de Química. Identifique esse teste.

Pedro Reis Goucho


15
Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 2_dezembro”

3. A sequência da figura seguinte diz respeito a uma determinação laboratorial


da densidade relativa de esferas de cobre. Os valores marcados na balança,
nas três situações, não estão visíveis no esquema, mas podem ser
designados por m x, m y e m z.

3.1. A expressão que permite calcular a densidade relativa do cobre, a partir dos
valores medidos na balança é
(A) m y / (m x – m z) (C) mX / (m Y – mz)
(B) m Z / (m Y – mX) (D) mX / (mZ – m Y)

3.2. Selecione a opção que contém os termos que completam corretamente a frase seguinte. A presença de bolhas de ar
aderentes à parede do picnómetro introduz erros de ___ na pesagem, que devem classificar-se como erros ___.
(A) Cálculo … aleatórios. (C) Medição … aleatórios.
(B) Cálculo … sistemáticos. (D) Medição … sistemáticos.

3.3. De acordo com a definição de densidade relativa,


(A) A massa volúmica do cobre é 8,96 vezes a densidade relativa da água, a 4 °C.
(B) A densidade relativa do cobre é 8,96 vezes a densidade relativa da água, a 4 °C.
(C) A massa volúmica do cobre é 8,96 vezes a massa volúmica da água, a 4 °C.
(D) A densidade relativa do cobre é 8,96 vezes a massa volúmica da água, a 4 °C.

3.4. Cada uma das esferas de cobre (Cu) representada na figura tem 1,55 g. Calcule o nº de átomos de cobre existentes em
cada uma das esferas.

4. Numa aula de laboratório foi proposto aos alunos uma atividade que visava a identificação dos catiões metálicos em alguns
sais de cloro desconhecidos em 4 amostras. Com esse objetivo os alunos embeberam algodão em etanol que colocaram em
4 vidros de relógio e adicionaram uma pequena porção de cada um dos sais nos respetivos vidros de relógio. Depois de
provocar a ignição do álcool, observaram as chamas ilustradas na figura.

4.1. Nos rótulos de alguns destes sais de cloro observou-se o seguinte pictograma de perigo. Selecione a
opção que indica o significado deste pictograma.
(A) Corrosivo. (B) Tóxico. (C) Inflamável. (D) Irritante.

Pedro Reis Goucho


16
Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 2_dezembro”

4.2. Apresente uma desvantagem da utilização dos ensaios de chama para a identificação dos elementos.
4.3. Verifica-se que os sais de potássio conferem uma cor violeta à chama, pelo que o teste de chama pode ser utilizado para
averiguar a presença desse elemento em amostras sólidas. Selecione a única opção que contém os termos que
preenchem, sequenciamente, os espaços seguintes, de modo a obter uma afirmação verdadeira. A cor observada deve-se
à ___ de radiação, quando os eletrões do ião potássio transitam de níveis de energéticos ___ para níveis energéticos ___.
(A) Emissão, inferiores, superiores. (C) absorção, inferiores, superiores.
(B) Emissão, superiores, inferiores. (D) absorção, superiores, inferiores.

4.4. O ião Cu2+ confere à chama uma cor verde-azulada, que resulta da sobreposição das radiações
(A) Emitidas pelos iões Cu2+ em processos de excitação.
(B) Emitidas pelos iões Cu2+ em processos de desexcitação.
(C) Absorvidas pelos iões Cu2+ em processos de excitação.
(D) Absorvidas pelos iões Cu2+ em processos de desexcitação.

4.5. Dê uma explicação para o facto de se terem usado sais constituídos pelo mesmo anião.
4.6. Justifique a necessidade de se proceder ao aquecimento do composto numa chama e indique a razão pela qual cada metal
emite uma cor diferente.
4.7. Pretende-se preparar uma sessão de fogo de artifício com a seguinte sequência de cores: I- amarelo e branco; II- verde
com duas tonalidades e III- violeta e vermelho. Indique a combinação de sais que o pirotécnico poderá utilizar na
preparação de cada uma das baterias pirotécnicas sabendo que dispõe dos seguintes compostos:
(A) Cloreto de bário. (D) Fluoreto de cobre.
(B) Nitrato de sódio. (E) Cloreto de potássio.
(C) Nitrato de cálcio. (F) Cloreto de magnésio.

Pedro Reis Goucho


17
Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 2_dezembro”

Soluções resumidas
1. 8,18x10-2 mol; D; 0,0530; B
2. B; C; 1,02x10-7 m; C
3. 347 Mjmol-1; C; A; Y: da TP podemos observar que os átomos de Na apresentam 11 eletrões. Dos espetros conclui-se que Y
apresenta energias de remoção com 3 OG diferentes, pelo que os seus eletrões se distribuem por 3 níveis diferentes. Pela
altura dos picos observamos que o átomo apresenta 1 eletrão de valência; B.
4. G18, P3 e bloco p; D; D.
5. Do gráfico podemos concluir que o valor da Ei aumenta, de modo geral ao longo do período e diminui ao longo do grupo. Uma
vez que a Ei é o valor da energia mínima necessária para remover uma mole de eletrões de uma mole de átomos desse
elemento (isolados e em fase gasosa) no estado fundamental e, pelo facto de átomos do mesmo período apresentarem o
mesmo nº de níveis de energia, podemos concluir que: ao longo do período aumenta a atração nuclear, devido ao aumento do
nº de protões no núcleo, pelo que o raio atómico diminui e, assim, é mais difícil remover 1 eletrão do átomo, aumentando a Ei;
É o valor mínimo de energia necessária para remover 1 mole de eletrões de 1 mole de átomos de Li (isolados e em fase
gasosa) no estado fundamental; 8,64x10-19 J (OG 10-18); A; A Ei num gás nobre é superior uma vez que, devido à sua
configuração eletrónica apresenta o último nível totalmente preenchido o que confere grande estabilidade ao átomo, pelo que é
necessário fornecer uma maior quantidade de energia para a sua ionização.
cloreto
6. B; O ião apresenta mais 1 eletrão do que o átomo que lhe deu origem, no mesmo subnível de energia. Uma vez que o
núcleo das 2 partículas apresenta a mesma constituição (igual atração nuclear) o que apresentar maior nº de eletrões (maiores
repulsões eletrónicas) terá maior raio (Cl-); A.
7. Mendeleev; 1s2 2s2 2px1 2py1; geometria linear e ligações covalentes duplas polares (fazer a molécula); B; Modelo de Bohr, A
energia está quantizada devido ao facto dos eletrões apenas poderem ter as energias de cada nível (n) da figura. Os “saltos
energéticos”(emissões ou absorções de energia) correspondem exatamente à diferença entre as energias desses níveis; B;
corresponde à zona do espetro na região do visível e corresponde às riscas 5, 6 e 7. A risca de 660 nm é a de maior λ pelo que
corresponde à 5.
8. D; B; 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6; 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2; G18 e P3; em ambos os eletrões encontram-se distribuidos pelo mesmo nº de
níveis de energia, no entanto, a carga nuclear de N é inferior a que corresponde uma menor atração nuclear da sua nuvem
eletrónica. Assim, é mais difícil remover um eletrão de valência do átomo de N; B; A; C
9. 11 pares; D; carboxilo e amino; ii ( a i é covalente simples e a ii dupla, pelo que a ii é mais forte devido à partilha de maior nº de
eletrões de valência – menor comprimento de ligação).
10. …; D; 27,8 dm 3mol-1(menor volume ocupado).
11. 1,29 gdm -3; A; B.
12. 5,2x10-6 isoladores; A; 3 energias de remoção (1 por subnível); C
13. Justificação tipo para átomos no mesmo período (ver atrás); D; A; Os gases nobres, por terem a camada de valência
totalmente preenchida, não apresentam tendência a ganhar ou perder eletrões (pouco reativos) ao contrário dos átomos de
oxigénio que apresentam subníveis semi-preenchidos. Se o filamento estivesse envolvido em oxigénio, ocorreria a combustão
e, como tal, tenta-se envolver o filamento em material pouco reativo; B.
14. C
15. A
16. D; C; B; ligação covalente dupla com 2 pares de eletrões partilhados; B; angular e a molécula é polar devido à assimetria da
densidade eletrónica.
17. G16 e P2; D; C; o spin dos eletrões (sentido da rotação); B; justificação tipo para átomos do mesmo período e grupos
diferentes (atração nuclear); B; Se.
18. C; A; D.
19. …; B; A.

Pedro Reis Goucho


18
Kimikando-na-Lixa.webnode.pt

Ciências Físico-Químicas 10º ano


Ficha de trabalho
“Preparação teste 2_dezembro”
20. D (exceção hélio); 1s2 2s2 2px2 2py1 2pz1; D; B; A; justificação como Cl e Cl- (ver atrás);
21. C; 1,61x10-16 J; D; C; A; D; B; rx > rY

Parte experimental

1. 2,70; D; B.
2. 8,0 gcm -3; D; picnometria (explicar método); teste de chama.
3. C; D; C; 1,47x1022 átomos de Cu.
4. B; a cor da chama pode ser disfarçada pela cor da chama do álcool; B; B; para garantir que a diferença de cor se deve
exclusivamente aos catiões; quando sujeitos a elevadas temperaturas, os catiões metálicos passam a estados excitados e, ao
voltarem ao estado fundamental emitirem radiações caraterísticas de cada elemento. Como cada elemento arde com uma
chama de cor caraterística, podem-se identificar os catiões; I-B e F; II- A e D; III- C e E.

Pedro Reis Goucho


19

Оценить