Вы находитесь на странице: 1из 14

O LIVRO DE

APOCALIPSE
REVELAÇÕES DE DEUS

Um resumo do livro “O Cordeiro e seus


Inimigos” de Rubel Shelly
2
O LIVRO DE APOCALIPSE
REVELAÇÕES DE DEUS

Um resumo do livro “O Cordeiro e seus Inimigos – de Rubel Shelly


Adaptado para o Curso de Teologia da Escola da Bíblia

I – O que significa a palavra “Apocalipse”? –


1:1

O livro começa com a palavra grega “apocalipsis”, cuja


tradução correta é “revelação” de Jesus Cristo através de
símbolos.

II – Quem escreveu o livro de Apocalipse – 1:1,


4, 9 – 22:8

O apostolo João escreveu o livro cerca de 94- 96 Dc. Quando


se encontrava exilado pelo império romano na ilha de Patmos,
localizada no Mar Egeu, cerca de 112 km de Eféso onde passou
a morar depois da destruição da cidade de Jerusalém. João
serviu por 25 anos as igrejas da Ásia Menor.

III – Para quem foi escrito o Apocalipse? – 1:4,


11

João escreveu para as sete igrejas mais importantes da Ásia


Menor. Éfeso, Esmirna, Pergamo, Tiatira, Sardes, Filadélfia e
Laodiceia. Todas essas cidades estavam localizadas numa
grande estrada circular que ligava a parte mais populosa, mais
rica e mais influente da província romana.

IV – Porque foi escrito o Apocalipse?

João escreveu numa época de severa perseguição. O império


romano estava no auge do seu poder, e os imperadores
usavam a religião como uma maneira de unificar os seus
vastos domínios. Eles exigiam que todos cultuassem os
imperadores como deuses e queimassem incenso em seus
altares. Essa exigência foi intensificada durante o reinado de
Domiciano (81-96Dc), quando ele tomou sobre si o titulo
“Senhor e Deus”. Os cristãos fiéis recusavam-se dar louvor

3
a ele e foram perseguidos como traidores. Confiscaram-lhes as
propriedades, muitos cristãos foram exilados, torturados e
martirizados. O Apocalipse foi escrito com o propósito de
confortar e encorajar os cristãos perseguidos a ficarem fiéis
até a morte - 2:10.

V – Por que existe tanta confusão sobre o


Apocalipse?

O Apocalipse é um livro de símbolos. O livro foi


escrito assim para esconder a mensagem dos
perseguidores da igreja e para encorajar os que
facilmente se identificavam com os símbolos
cristãos. No primeiro século se identificavam os
símbolos de uma maneira muito clara. Com o
passar do tempo, a interpretação desses mesmos
símbolos se tornou mais difícil, e muitas
interpretações tem se feito de maneira que não tem
nada haver com o contexto histórico.

1. Os números significam idéias especificas: 2 algo


fortalecido – no VT. duas testemunhas eram
necessárias para confirmar qualquer fato – Jesus
mandava seus discípulos de 2 em 2 - Ap.11:3-12 –
aparecem as duas testemunhas de Jesus. 3 numero
divino – Pai-Filho e Espírito Santo – 4 representa
o universo físico – 4 cantos da terra – 4 ventos – 4
direções – norte-sul-leste-oeste – 6 imperfeição –
numero imperfeito – numero do azar – fracasso - 7
Perfeição – 7 selos – 7 trombetas – 7 taças – 7
igrejas – 7 Espírito – 7 anjos 10 e seus múltiplos –
inteireza humana – 12 e seus múltiplos = religião
organizada. 3 ½ anos – 42 meses – 1.260 dias –
instabilidade, confusão, insatisfação por um período
curto e indefinido – 200.000 – força invencível
2. As cores também possuem significados especiais:
branco = pureza/vitória – vermelho = sangue/
guerras – amarelo = doenças/pestes – preto =
fome/morte.
3. Os seres, cidades e fenômenos são todos símbolos.

VI – Qual é o motivo de escrever o


Apocalipse?
4
1. Tema central – conforto e esperança para os cristãos
perseguidos.
2. Contexto histórico – conflito entre a igreja e o império
romano.
3. Mensagem – a igreja será vitoriosa
4. Conteúdo – os juízos de Deus caem sobre o inimigo da
igreja.
5. Esboço – 7 selos – segredos - 7 trombetas – avisos - 7 taças
– confirmação da ira de Deus.

VII – Tempo para cumprimento das profecias

1. 1:1 – 22:6,10 - As coisas que em breve devem acontecer


2. 1:3 – O tempo está próximo.

Conclusão:

É importante estudar este livro inspirado para nossa


edificação. O livro tem uma mensagem de esperança e
encorajamento para presbíteros e evangelistas, professores,
todos aqueles que professam o nome de Jesus Cristo como
Senhor de sua vida e enfrentam o mundo diariamente, e
sofrem perseguições por manifestar a verdade. Conforme a
mensagem do livro, Deus está no controle do universo, e de
nossas vidas, Ele sabe de todas as coisas que acontecem dia a
adia com seus filhos. Por isso, fiquem féis até o fim, e
receberão a coroa da vida. A vitória está garantida.

5
DEFINIÇÃO DOS SIMBOLOS

Em espírito – um êxtase – fora de si


No dia do Senhor – 1º dia da semana
Trombeta – anuncio de um personagem real
7 candeeiros – 7 igrejas
7 Espíritos – Espírito Santo - Isaias 11:2
Vestes talares – roupas de um sacerdote levita
Cinta de ouro a altura do peito – um rei
Cabelos brancos como a lã – pureza
Olhos o como chama de fogo – visão penetrante – Jesus vê tudo –
Hb 4:13
Os pés semelhantes a bronze polido – força e poder
A voz de como de muitas águas – autoridade no falar

As 7 igrejas da Ásia:

a. Efeso – Fiel Na doutrina – mas sem amor (fria)


b. Esmirna – Pobre financeiramente – mas rica em espiritualidade
c. Pergamo – Martirizada, perseguida – mas tolerante com os erros
d. Tiatira – Ativa – mas tolerante com os erros
e. Sardes – Famosa – mas morta
f. Filadélfia – Pequena, poucas pessoas – mas perseverante, fiel.
g. Laodicéia – Próspera – mas morna.

As 7 estrela na mão direita – os anjos das 7 igrejas (liderança da


igreja debaixo do poder de Deus)
Uma espada afiada de dois gumes que saia de sua boca –
Palavra de Deus - Hb. 4:12
O rosto brilhava como o sol – força e pureza
Anjos na mão direita – Jesus governa sobre a liderança da igreja
Candeeiros de ouro – igrejas gloriosas
Abandonaram o primeiro amor – uma igreja sem o amor –
Ágape entre os irmãos
Doutrina de Balaão – Balaão ensinou Balaque, rei dos moabitas a
corromper os israelitas pela idolatria e imoralidade.
Doutrina dos Nicolaitas – uma seita que comiam coisas
sacrificadas ídolos e se entregavam aos prazeres da prostituição e da
carne.
Pedrinha branca – Pergamo tinha uma mineração de pedras
brancas – uma pedra branca tinha vários significados:

a. conferia-se a um homem que fora condenado e absolvido como


inocente
b. conferia-se a um escravo liberto
c. conferia-se a um vencedor de uma corrida
d. conferia-se a um soldado que voltava da guerra

6
e. a promessa aos cristãos significava permanecer firme na luta de Cristo
contra o mal e ser um vencedor.

Jezabel – no V.T., esposa do Rei Acabe – I Reis 16:29-33 – com a


influencia de Jezabel, Acabe cometeu abominações pra irritar o
Senhor. Jezabel era conhecida pela sua violência contra os profetas de
Deus. Possivelmente a Jezabel de Tiatira era uma mulher cujo nome
era outro, mas as influencias e obras eram as mesmas.

Autoridades sobre nações – O mal será destruído pelo bem – Os


fiéis serão justificados por Deus

Estrela da manhã – Jesus – os fiéis terão um novo dia

Aquele que tem as chaves de Davi – Is. 22:22 – Jesus o único que
tem poder para abrir e fechar

Porta aberta – oportunidade para falar da Palavra de Deus

Pouca força – poucos membros na Filadélfia – mas fiéis

Sinagoga de Satanás – templos do império

Uma porta aberta no céu – Deus espera que todas as pessoas


entrem no céu

Trono de Deus – poder - com arco-íris – esplendor – majestoso

Pedra de jaspe – várias cores – sardônico – alaranjada – esmeralda


– verde – para mostrar a beleza de Deus

24 anciões – representam os povos do Velho e Novo Testamento –


12 tribos e Israel(judeus) e 12 Apóstolos(igreja)

Relâmpagos, Vozes e Trovões – efeitos dramáticos para enfatizar


a majestade do lugar e a importância do evento.

Mar de vidro – separação

Querubins – uma classificação especial de anjos – Ez. 11:25

Os olhos poro diante e por traz – visão total de todas as coisas


6 asas – Is. 6:2

Quatro seres viventes – representação de toda a criação – louvam


a Deus – tudo deve louvar a Deus

Mão direita – aquele que tem o poder


7
Leão da Tribo de Judá – Jesus o único que tinha poder para abrir o
livro da mão de Deus

Raiz de Davi – a linhagem de Jesus vem de Davi

Cordeiro – Jesus

7 chifres – poder completo - absoluto

7 Olhos – visão completa de todas as coisas

7 Selos – segredos de Deus para com o seu povo – Deus mostra nos
selos o que fará contra o inimigo da igreja

a. 1º selo – cavalo branco – vitória de Jesus sobre o inimigo


b. 2º selo – cavalo vermelho – espada – guerra
c. 3º selo – cavalo preto – balança – fome resultado da fome
d. 4º selo – cavalo amarelo – morte resultado da guerra
e. 5º selo – proteção e vitória dos fiéis. Vestiduras brancas – vitória e
galardão para os fiéis
f. 6º Selo – grande ira de Deus
i. O destino de Roma começa a ser previsto
ii. 144.000 – simbolizam o povo de Deus na terra
iii.Os quatro anjos nos quatro cantos da terra – simbolizam que Deus
está no comando do processo desta obra destruidora conta o
inimigo.
iv.Grande multidão – 144.000 - uma visão dos fiéis no céu
v. vestidos de branco – vencedores
vi.palmas nas mãos – triunfo – vitória
vii.Grande Tribulação – período de perseguição e tribulação imposta
pelos Cesares.
viii.
g. 7 º Selo – anunciam as 7 trombetas

7 Trombetas – os juízos sobre Roma é iniciado. Neste estágio, os


julgamentos são parciais, a fim de dar a Roma oportunidade de
arrependimento e salvação. As trombetas começam os avisos - o
evangelho é anunciado.

a. Preparação para as trombetas


b. Silencio no céu – suspense – expectativa do que vai acontecer
c. Incenso da vitória – orações dos santos
d. 1ª Trombeta – Terra - 400 DC – Os Godos – povo da antiga Germânia,
caíram sobre Roma com fúria que iam deixando cidades incendiadas
e terras devastadas.

8
e. 2ª Trombeta – Mar – 422 DC – Os Vândalos – uma tribo Germânica,
por 30 anos invadiram os mares destruindo a marinha romana que por
600 anos foram à rainha do mar.
f. 3ª Trombeta – As Fonte das Águas – 440 DC - Atila (gênio do mal)
diz que onde seu cavalo pisava não nascia mais grama. Rei dos
Hunos, povo bárbaro, pelo rio Marve com 800.000 soldados
combateram o Império Romano em horríveis chacinas.
g. 4ª Trombeta – O Sol, a Lua e as Escrelas – 476 DC – Odoacro –
general romano. O império sofrendo tremendas crises internas aliou-
se aos invasores e o império apagou-se de vez. O império dividiu-se
em 3 partes sob o domínio do inimigo. Oriental – Asiático e Africano.
h. 5ª Trombeta – Os Gafanhotos – simboliza a podridão infernal –
políticos corruptos levaram o império à falência total. Todo esse mal
veio de dentro do próprio império.
i. Abadom – hebraico – Apoliom – grego – destruidor – é possível
que esteja sendo identificado aqui o líder das forças que iria trazer
a destruição do império, o Imperador.
i. 6ª Trombeta – Cavalaria dos Partos – Vinte mil vezes Des milhares –
200.000 (força invencível) procede da terra do Eufrates, esse povo era
o inimigo numero um de Roma.
i. Decadência de Roma: 3 forças se juntaram na derrota de Roma.
Calamidades naturais – terremotos – enchentes – falta de
colheitas, erupções vulcânicas, etc.
ii. Podridão interna (políticos corruptos, homessexualismo,
divórcios, etc.)
iii.Invasões externas: Ultima chance de arrependimento
iv.Medição do santuário – proteção de Deus para os fiéis
v. Medição – separação dos bons dos maus
vi.Santuário – a igreja – os fiéis
vii.Átrio exterior – lugar dos gentios no templo – o mundo dos
homens fora de Cristo não foi medido.
viii. 42 meses – 1260 dias – 3 anos e meio – um tempo indefinido
ix.As duas testemunhas – os instrumentos de Deus para anunciar a
Palavra.
x. As duas testemunhas e as duas oliveiras - A igreja e a Palavra de
Deus
xi.Panos de sacos – mensagem de arrependimentos
j. 7ª Trombeta – a vitória do Cordeiro antes de iniciar a batalha que será
as 7 taças da ira de Deus.
i. Cristo sempre será o vitorioso em todas as lutas porque Ele é o
Rei dos reis e o Senhor dos senhores.
ii. Antes da ira de Deus ser derramada sobre o inimigo através das 7
taças – Satanás investe contra os planos de Deus.

Mulher grávida – Israel – da a luz a Jesus - Vestida do sol –


esplendidamente adornada

Dores de parto – o nascimento de Jesus causou muitos conflitos


9
Dragão – Satanás – Vermelho – sanguinário – 7 Cabeças – Poder
e sabedorias – 7 diademas - autoridade

Calda que arrasta a terças parte das estrelas – quando satanás


foi expulso do céu ele trouxe anjos com ele.

Filho varão – Jesus Cristo – Cetro de Ferro – governante


poderoso – supremo

Miguel e seus anjos – os anjos de Deus lutam contra os anjos de


satanás para impedir que ele se assente ao lado de Deus no lugar de
Jesus

Mulher perseguida – a igreja

Satanás não consegue impedir Jesus de sentar ao lado direito do Pai.


Foi expulso para a terra e planeja uma ferrenha perseguição contra a
igreja através dos imperadores

Primeira Besta – Imperador Romano – Satanás lhes oferece:


• 10 chifres – poder e autoridade – 7 Cabeças – grande
sabedoria
• seu poder – seu trono e grande autoridade para lutar
contra a igreja
• adoração de todos os não cristãos – os imperadores se
consideravam deuses
• Numero da besta – numero de um homem - 666 –
seis era um numero que ficava aquém da perfeição (o
numero 7 – perfeição), elevando ao seu terceiro poder
(3-santo – santo – santo - atribuído a Deus). Ele
alcança o seu apogeu 666, é então o mal elevado ao
máximo – fraude – fracasso intensificado.

Segunda Besta – Sacerdotes do império – Satanás lhes oferece:


a. 2 chifres – poder limitado – submissa a primeira besta aparência do
Cordeiro – falsa imagem de uma religião poderes e sinais – para
enganar os povos autoridade para agir em nome da primeira besta.
b. O resultado de todo o plano de Satanás contra a igreja será sempre a
vitória do Cordeiro 144.000 – Os salvos triunfante com Cristo
c. Monte Sião – refere-se ao céu
d. Não se macularam com mulheres – não adoraram a besta

Babilônia – Roma

Vinho da cólera de Deus – a vingança de Deus contra os inimigos


da igreja

10
Ceifa – colheita – estava no momento certo de Deus agir conta o
inimigo da igreja

Lagar – lugar onde se pisava uvas – simbolicamente Deus pisaria o


inimigo da igreja
a. As 7 taças ou flagelos são derramadas – representam a consumação
da ira de Deus sobre Roma
b. 1ª Taça – derramada sobre a terra – invasão dos godos – 400 DC
c. 2ª Taça – derramada sobre o mar – invasão dos vândalos – 422 DC
d. 3ª Taça – derramada sobre as fontes das águas – invasão dos hunos –
40 DC
e. 4ª Taça – derramada sobre o sol, a lua e as estrelas – invasão dos
bárbaros – 476 DC
f. 5ª Taça – derramada sobre o trono do imperador
g. 6ª Taça – derramada sobre o rio Eufrates – invasão dos Partos
h. Armagedom – o nome é uma tradução grega do hebraico – Montanha
do Megido. A Planície do Megido é um famoso campo de batalha
onde os rebeldes contra Deus foram derrotados. Este local foi o palco
das maiores batalhas de Israel. Aqui foram derrotados os cananeus(Jz
4:2). Gideão com 300 homens venceu os midianitas. Aqui o rei Saul
morreu derrotado ( ISm 31 ). Aqui sobreveio a morte vergohosa de
Jezabel ( II Reis 9:33. Aqui Faraó Neco matou o piedoso Reis Josias
( II Reis 23:30 ). A Batalha do Armagedon, como descrita no livro, é
um simbolo para destruição final das forças maligna de Roma. O
nome representa um acontecimento e não um lugar, e significa a ruína
do terrível inimigo que lançou contra Cristo e sua igreja no primeiro
século.
i. 7ª Taça – A queda de Roma – o império dividiu-se em 3 partes:
j. Ásia – Oriente e África

Grande meretriz – Roma


Montada numa besta – Roma montada no imperador
Vestida de púrpura escarlata – luxo
Embriagada com o sangue dos santos

a. Roma matou entre 6/7000.000 de cristãos


b. Período de perseguição do império contra a igreja
c. 17 cabeça – 7 reis: Augusto – Tibério – Calígula – Cláudio –
Nero – Vespasiano e Tito. Oitavo rei é Dominiciano
d. 10 Chifres – 10 Reis que ainda não receberam o poder: Trajano
– Adriano – Antonio Pio – Marco Aurélio – Sétimo Severo –
Maximino – Décio – Valeriano – Deocleciano e Constantino

As águas que a meretriz esta assentada

a. Rei no, povos e nações – domínio do império sobre todos os


povos
b. Caiu, Caiu a grande Babilônia – a queda de Roma
11
c. Cavalo Branco, seu cavaleiro se chama Fiel e Verdadeiro, tem
um manto e na sua coxa um nome escrito: Rei dos Reis e
Senhor dos Senhores – Jesus Cristo o grande vencedor
sobre o inimigo de sua igreja

A Vitória final sobre o dragão

a. Satanás preso por 1000 anos - o numero é usado no Apocalipse para


indicar a perfeição. Prender Satanás por mil anos significa que ele foi
despojado dos terríveis poderes que ele exerceu durante a perseguição
romana. Note que Satanás está preso e não destruído. Com a queda de
Roma, Satanás ficou preso no que se refere aos seus poderes para
enganar as nações.
b. Vi as almas dos decapitados - por causa da Palavra de Deus e do
testemunho que deram sobre Jesus, tantos quantos não adoraram a
besta, nem a sua imagem – Satanás não teve poderes sobre esses fiéis
de Jesus Cristo
c. Viveram e reinaram com Cristo durante mil anos – por suas
fidelidades e morte gozam de um privilégio de estar reinando com
Cristo por esse período
d. Primeira ressurreição – um modo de referir-se ao triunfo dos
mártires, uma garantia, em relação à queda de Roma. Ficaram fiéis e
recebem a eterna e imarcescível coroa de Deus – uma garantia da
salvação por serem fiéis a Deus.
e. Satanás é solto – a libertação de Satanás no final dos mil anos é
muito difícil de interpretar do que o significado milênio propriamente
dito. Irá dar inicio a um poder mundial no estilo de Roma nos últimos
dias do mundo? Ou a sua libertação nessa época indicará apenas um
prelúdio a sua chamada para o Juízo Final e ao seu lançamento ao
lago de fogo e enxofre, a fim de que seja destruído juntamente com
seus aliados?
f. Gogue e Magoge – Nomes que representam todas as nações que
lutaram contra o povo de Deus no Antigo Testamento.
g. Derrota final – Na ultima batalha, que não é para ser confundida com
a batalha do armagedom. Fogo desceu do céu e consome todos os
inimigos. A guerra acabou. O Cordeiro é o vencedor.
h. Revelações sobre os acontecimentos da segunda vinda de Jesus Cristo
i. Trono branco – símbolo da reverencia e da pureza do julgamento
divino
j. Livros abertos – Deus está no controle de todas as coisas – Ele sabe
sobre tudo o que fizemos.
k. Julgamento – os grandes, pequenos, ricos, pobres, todos serão
julgados
l. Segunda morte – separação eterna de Deus no inferno eterno.
O Destino Eterno dos Salvos – Céu
A Comunhão com Deus – 21:1-8

12
O primeiro símbolo é o tabernáculo – símbolo da comunhão perfeita
de Deus com o homem. Como o lugar de habitação de Deus com o
seu povo no deserto fora a tabernáculo, assim agora no novo céu e
na nova terra será sua habitação com eles por toda eternidade. Deus
terá perfeita comunhão com seu povo. Já não haverá mais separação
entre Deus e os remidos, porém o novo céu e a nova terra o mar já
não existe.

A Proteção de Deus
A Cidade – símbolo de perfeita proteção, uma cidade perfeita
e segura de todo o mal.

As Provisões de Deus

a. O Jardim – que simboliza o perfeito gozo e suprimentos de todas as


necessidades, é a terceira cena do quadro, que nos apresenta o destino
dos remidos. Há aqui três coisas básicas, necessárias ao sustento da
vida: Água, Alimento e Saúde.
b. Este quadro simboliza a provisão destas três necessidades. A Água da
vida e os frutos perpétuo da árvore da vida fornecem alimento e
bebida, as folhas, tem a virtude curativa, garantem a saúde.

O Novo Mundo
Novo céu e nova terra - cidade morada dos remidos

A Cidade Santa
a. Descia do céu com a gloria de Deus – gloriosa
b. Ataviada como noiva adornada para o seu esposo(Cristo) - linda
c. O Fulgor(brilho) semelhante a uma pedra preciosíssima, jaspe
cristalina - esplendida
d. A cidade é quadrangular ou cúbica (12.000 estádios – 2.314 km) –
espaçosa
e. A cidade é feita de ouro puro, semelhante vidro límpido(limpo) –
pureza

A Muralha – 21:12-14 – 19-20


a. Uma grande e alta muralha de jaspe(81 m) – Perfeita e Protegida
b. 12 fundamentos inscritos com os nomes dos apóstolos – Sólida
c. Os fundamentos estão adornados de pedras preciosas – Preciosa
d. (jaspe(vermelha), safira(azul), calcedônia(opala), esmeralda(verde),
e. ardônio, sárdio, crisólito, berilo(alumínio) topázio(violeta)
crisópraso(mineral) jacinto(vermelho) e ametista(violeta) – luxuosa
A Praça
a. É de ouro puro, como vidro transparente – Refinada
b. Tem um rio da água da vida, brilhante como cristal – Eterna
c. A Arvore da vida que produz 12 frutos mensalmente – Prospera
As Portas
a. 12 portas inscritas com os nomes das 12 tribos de Israel – Forte
13
b. 3 portas a leste – 3 ao norte – 3 ao sul e 3 a oeste – Acessível para
todos os povos.
c. 12 anjos junto as portas - Vigiada
d. As portas são 12 perolas – Atrativa
e. Nunca jamais se fecharão
O Interior da Cidade
O Trono de Deus e do Cordeiro
Os Habitantes
a. Deus – 21:3 – Divina
b. Os vencedores, os filhos de Deus - Humana
c. Os Servos de Deus – Trabalhadora
d. Os Inscritos no livro da vida – Exclusiva
As Coisas Ausentes
a. O mar – separação – Comunicativa
b. Lagrimas, morte, luto, pranto e dor – alegre
c. Sede(física ou espiritual) – Informada de tudo o que é de Deus
d. Doenças – Saudável
e. Um santuário(Deus e Jesus estão presentes – não precisa mais disso) –
Familiar
f. O Sol, a lua e as estrelas(a gloria divina a ilumina) – Brilhante
g. A Noite – iluminada pela presença de Deus
h. Covardes, incrédulos, abomináveis, assassinos e impuros – Purificada
i. Feiticeiros, idolatras e todos os mentirosos – Lavada
j. Coisas contaminadas e qualquer maldição – Abençoada.

“Se fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida”

14