Вы находитесь на странице: 1из 5

PERGUNTA 1

1. O pênis é o órgão erétil de cópula masculino. Ele apresenta formato cilíndrico e se


localiza na região mais anterior e externa à cavidade pélvica. Internamente, apresenta
um tecido altamente vascularizado, característica que permite a ereção. Nessas
regiões altamente vascularizadas encontramos três “cilindros”, sendo que dois deles se
dispõem paralelamente, enquanto o terceiro se posiciona inferior a eles e contém a
uretra.
 
Assim sendo, a parte do pênis descrita que contém a uretra é:
a glande do pênis.

a raiz do pênis.
o corpo do pênis.
o corpo cavernoso do pênis.
o corpo esponjoso do pênis.

1 pontos   
PERGUNTA 2
1. Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), o câncer de próstata é o segundo tipo
mais comum no Brasil. Ele acomete cerca de dois milhões de homens por ano. O mais
comum, no entanto, é que seja uma doença assintomática durante muitos anos e de
crescimento lento. Inclusive, quando os sintomas surgem, muitas vezes, é determinado
um tratamento cirúrgico de emergência, acompanhado de quimioterapias posteriores.
Portanto, a recomendação médica é de que, anualmente, os homens façam exames
preventivos, como a dosagem de PSA e o exame de toque retal.
 
A respeito dos nossos estudos sobre o assunto, podemos dizer que o exame de toque
retal é utilizado de maneira eficiente devido a posição anatômica da próstata, que é:
medial a região do reto.
anterior a região do reto.
inferior a região do reto.

lateral a região do reto.


posterior a região do reto.

1 pontos   
PERGUNTA 3
1. O eixo hormonal sexual feminino é formado por três glândulas principais: hipotálamo,
adenohipófise e ovários, que se comunicam constantemente a fim de garantir a
homeostase do ciclo reprodutor feminino, seja ele ovariano ou uterino. A comunicação
entre as glândulas endócrinas se dá por meio de hormônios, substâncias secretadas
na corrente sanguínea e que possuem receptores específicos em órgãos-alvo. Os
hormônios liberados pelas glândulas anteriormente citadas são GnRh, FSH e LH,
estrógeno e progesterona, respectivamente.
 
Sendo assim, sobre os efeitos da ação hormonal do estrógeno e da progesterona
produzidos pelos ovários, podemos afirmar que:
estimulam o desenvolvimento das mamas, o crescimento da
camada interna do útero e o aumento localizado de tecido adiposo.
estimulam a secreção de FSH e LH que vão atuar no
desenvolvimento das gônadas e dos gametas femininos.
estimulam o crescimento de pêlos em algumas regiões do corpo, o
aumento do metabolismo corporal e o aumento da massa muscular.
regulam a absorção dos gametas femininos não fecundados, bem como a
descamação da camada uterina, denominada “endométrio”.
 
  
regulam o amadurecimento dos gametas sexuais femininos, bem
como o momento de sua liberação (ovulação).
1 pontos   
PERGUNTA 4
1. Nossos órgãos são formados por tecidos associados que interagem entre si,
garantindo a homeostase local. De acordo com a função exercida de determinado
órgão, podemos encontrar um tecido epitelial de revestimento com uma única ou várias
camadas celulares, com composição fibrilar maior ou menor nos tecidos conjuntivos
associados, com maior ou menor composição muscular. A bexiga é um órgão que
compõe o sistema urinário e é formado por tecidos epitelial, conjuntivo e muscular.
 
Dessa forma, de acordo com a função exercida pela bexiga, que tipo de tecido epitelial
encontramos na camada mais interna?
Tecido epitelial estratificado pavimentoso.
Tecido epitelial simples pavimentoso.
Tecido epitelial simples colunar.

Tecido epitelial pseudoestratificado ciliado.


Tecido epitelial de transição.

1 pontos   
PERGUNTA 5
1. Imagine a seguinte situação:
 
Pedro é um estudante de Educação Física do primeiro ano que tem por objetivo
profissional ser treinador de equipe brasileira de lutas marciais. Diariamente, após as
aulas, Pedro frequenta a academia para hipertrofiar sua musculatura e ter melhores
objetivos no treino de jiu-jitsu, porém, seu biotipo não o favorece, tornando o
crescimento muscular demorado.
 
Ele decide fazer uso de testosterona, já que aprendeu nas aulas da faculdade que um
dos efeitos secundários da testosterona é o aumento de massa muscular. Após alguns
meses, já com o corpo mais tonificado, Pedro observa certa diminuição do tamanho
testicular.
 
Com base em nossos estudos a respeito do eixo hormonal sexual masculino,
considerando a situação exposta, qual é a relação entre o uso da testosterona e a
diminuição testicular de Pedro?
A testosterona ingerida causa um feedback positivo no eixo
hipotálamo-hipófise-testículo, diminuindo a produção fisiológica de
testosterona e, consequentemente, gerando a atrofia testicular.
A testosterona ingerida causa um feedback negativo no eixo
hipotálamo-hipófise-testículo, diminuindo a produção fisiológica de
testosterona e, consequentemente, gerando a atrofia testicular.
A testosterona ingerida causa um feedback negativo no eixo hipotálamo-hipófise-
testículo, estimulando a produção fisiológica de testosterona para igualar os
níveis dos hormônios natural e sintético.
 
  
Não existe relação direta entre a testosterona ingerida e a atrofia
testicular, porém, por precaução, Pedro deveria procurar auxilio
médico e interromper o uso do hormônio.
Existe relação direta entre a testosterona ingerida e a atrofia
testicular, uma vez que o excesso de hormônio pode causar morte
celular ou formação de neoplasia.
1 pontos   
PERGUNTA 6
1. Imagine a seguinte situação:
 
Luana tem 25 anos e desde a menarca apresenta ciclo menstrual regulado. Ela pouco
se queixava sobre cólicas ou TPM (Tensão Pré-Menstrual), no entanto, nos últimos
meses, esse quadro se modificou. Ela buscou ajuda médica relatando os seguintes
sintomas: dismenorreia (aumento da intensidade de dor durante o ciclo menstrual) e
aumento do fluxo sanguíneo durante a menstruação. Após alguns exames, o
diagnóstico dado foi de endometriose, doença inflamatória em que o endométrio cresce
exageradamente e não é descamado completamente.
 
Sendo assim, com base em nossos estudos a respeito do assunto, em qual região em
uma mulher normal encontramos o endométrio?
Camada média do útero.
Interior da vagina.
 
 
Camada mais interna do útero.
Interior das tubas uterinas.
Camada mais externa do útero.

1 pontos   
PERGUNTA 7
1. O câncer de colo de útero é um dos tipos de câncer mais comuns entre as mulheres.
Trata-se de uma doença lesiva invasiva intrauterina causada principalmente pelo vírus
HPV. Alguns fatores podem favorecer o aumento da probabilidade do surgimento
desse câncer: relações sexuais desprotegidas, histórico de DSTs (Doenças
Sexualmente Transmissíveis), idade precoce para a primeira relação sexual, entre
outras. Geralmente, trata-se de um câncer de crescimento demorado, mas, assim que
for feito o diagnóstico, o tratamento deve ser iniciado com urgência.

 
Assim sendo, analise a figura a seguir e as partes destacadas.
Fonte:
Aaltazar, iStock, 2019.
 
Qual das regiões numeradas na figura anterior corresponde ao colo do útero e seria,
portanto, afetada pelo câncer?
4.
1.
3.
5.

2.

1 pontos   
PERGUNTA 8
1. O sistema genital feminino é formado por estruturas capazes de permitir a formação de
gametas, a cópula, a fecundação e o desenvolvimento embrionário. Todos se
encontram na região pélvica, podendo estar internamente na pelve ou na sua região
externa. Os órgãos genitais internos estão mais envolvidos com a maturação do
gameta, a implantação e o desenvolvimento embrionário, enquanto os órgãos externos
estão envolvidos com a cópula.
 
Dessa forma, baseado em nossos estudos a respeito do assunto, podemos dizer que o
órgão genital interno relacionado à implantação e ao desenvolvimento do embrião é:
a uretra.

o ovário.
as tubas uterinas.
o útero.
a vagina.

1 pontos   
PERGUNTA 9
1. O sangue que chega aos rins pelas artérias renais e, posteriormente, pelas arteríolas
aferentes ao corpúsculo renal, vem enriquecido com todos, ou maior parte, dos
nutrientes e íons provindos da nossa alimentação. No entanto, para que nosso corpo
esteja em homeostase, faz-se necessário um sistema que regule as concentrações
iônicas e hídricas corporais. Em tese, o que estiver em excesso será excretado na
urina, mas existem alguns componentes que não encontraremos em situações
fisiológicas, pois nossos tecidos necessitam abundantemente deles.
 
Imagine, então, a seguinte situação: quatro amostras de urina humana foram
analisadas e revelaram a seguinte composição: 
 
I. sódio, potássio e água;
II. glicose, água e sódio;
III. proteínas, hemácias e água;
IV. proteínas, glicose e sódio.
 
Das quatro amostras analisadas, qual delas apresenta constituintes comuns de um
indivíduo saudável?
III e IV, apenas.
I e III, apenas.

III, apenas.
II e IV, apenas.
I, apenas.

1 pontos   
PERGUNTA 10
1. O sistema urinário é formado por órgãos relacionados à formação, ao armazenamento
e à excreção de urina, produto gerado após diversas etapas que ocorrem no interior do
néfron. Além de ser importante excretar produtos catabólicos e íons em excesso, o
volume de urina formada está relacionada também com as necessidades fisiológicas
da manutenção da pressão arterial. De maneira geral, nos rins, encontramos estruturas
que integram o sistema de formação da urina e estruturas que integram o sistema
coletor de urina.
 
Sendo assim, quais das estruturas a seguir fazem parte do sistema coletor da urina?
Córtex renal.
Cálices renais.
Cápsula renal.

Medula renal.
Pirâmides renais.

1 pontos   

Clique em Enviar para enviar. Clique em Salvar todas as respostas para salvar todas as
respostas.