Вы находитесь на странице: 1из 3

Instituto Ahau: Carl Gustav Jung

Page 1 of 3

Este é o cache do Google de http://www.ahau.org/carljung.0.html. Ele é um instantâneo da página com
Este é o cache do Google de http://www.ahau.org/carljung.0.html. Ele é um instantâneo da página com a aparência que ela
tinha em 1 out. 2010 06:45:37 GMT. A página atual pode ter sido alterada nesse meio tempo. Saiba mais
Estes termos de pesquisa estão realçados: cg jung sonhos
Versão somente texto
Inicío
Inicío

Terapeutas

Terapias

Empresas

Cursos

Contato

Dicas

Ecologia

Fique atento

Inspire-se

Sua Boa Ação

Agradecimentos

O porquê Ahau

Links

Aluguel de sala

Carl Gustav Jung

Acho que meus pensamentos giram em torno de Deus como os planetas em torno do Sol, e são da mesma forma

irresistivelmente atraídos por ele. Eu me sentiria como o maior pecador querer opor uma resistência a esta força.

) (

uma das experiências mais imediatas. C.G.Jung, "Memórias, Sonhos, Reflexões"; ed. Nova Fronteira. "O que não enfrentamos em nós mesmos encontraremos como destino". Tudo o que aprendi levou-me, passo a passo, a uma inabalável convicção sobre a existência de Deus. Eu só

acredito naquilo que sei. E isso elimina a crença. Portanto,

não baseio a Sua existência na crença

original) que Ele existe; C.G.Jung, "Entrevistas e

Encontros"; ed. Cultrix.

"Quem olha para fora sonha; Quem olha para dentro

acorda"

"O homem que apenas crê e não procura refletir esquece- se de que é alguém constantemente exposto à dúvida, seu mais íntimo inimigo, pois onde a fé domina, ali também a dúvida está sempre à espreita. Para o homem que pensa, porém, a dúvida é sempre bem recebida, pois ela lhe serve de preciosíssimo degrau para um conhecimento mais perfeito e mais seguro".

A NORMALIDADE - "Ser `normal' é o ideal dos que não

têm êxito, de todos os que ainda se encontram abaixo do nível geral de adaptação. Mas para as pessoas dotadas de capacidade acima da média, que não encontram qualquer dificuldade em alcançar êxitos e em realizar sua cota-parte de trabalho no mundo, para estas pessoas a compulsão moral a não serem nada senão normais significa o leito de Procusto: mortal e insuportavelmente fastidioso, um inferno de esterilidade e de desespero."

"O amor mata o que éramos, a fim de que surja o que não éramos. O amor é para nós como uma morte".

O fiel não pode contestar o fato de que há "somnia a Deo

missa" (sonhos enviados por Deus) e iluminações da alma impossíveis de serem remetidas a causas externas. Seria uma blasfêmia afirmar que Deus pode se manifestar em toda a parte, menos na alma humana; C.G.Jung, "Psicologia e Alquimia"; ed. Vozes.

"Paga-se mal a um mestre enquanto se permanece discípulo". Em carta a Freud, do qual dissidiu. SONHOS - "O sonho chega como a expressão de um involuntário processo psíquico inconsciente, além do

controle da mente consciente. Mostra a verdade interior e

a realidade do paciente como efetivamente ela é: não

como eu conjecturo que seja e não como ele gostaria que fosse, mas como é." "Onde o amor governa, não há desejo de poder; e onde o poder predomina, falta amor. Um é a sombra do outro" in Psicologia do inconsciente Tratando-se de um estado subjetivo, cuja existência não pode ser legitimada por nenhum critério exterior, nenhuma tentativa posterior de descrição e explicação será bem sucedida, pois só quem fez tal experiência poderá compreender e testemunhar tal realidade. A "felicidade", por exemplo, é uma realidade importante e não há quem não a deseje; no entanto, não há qualquer critério objetivo

compreendi que Deus - pelo menos para mim - era

eu sei (grifo

que Deus - pelo menos para mim - era eu sei (grifo Está página é dedicada

Está página é dedicada a Carl Gustav Jung. (1875 - 1961)

1875 Nascido a 26 de Julho, em

Kesswill (cantão de Turgovia, na Suiça), Carl Gustav Jung, filho de Jean Paul Achille (1842-1896), pastor dessa paróquia, e de Emilie, nascida em Preiswerk (1848-1923).

1879 A família vem morar em Klein-

Hüningen, perto de Basiléia. Jung freqüenta o ginásio dessa cidade.

1884 Nascimento de sua irmã Gertrude

(morre em 1935). 1895-1900 Estuda medicina na Universidade de Basiléia.

1900 Segundo assistente de Eugen

Bleuler, médico-chefe do Burg-hölzli,

no hospital psiquiátrico de Zurique.

1902 Primeiro assistente no Burg-

hölzli. Tese de doutoramento em medicina: "Sobre a psicologia e a patologia dos fenômenos ditos ocultos."

1902-1903 Semestre de inverno com Pierre Janet, na Salpétrière.

1903 Casamento com Emma

Rauschenbach (1882-1955), de Schaff- house. Terão quatro filhas e um filho.

1905-1909 Chefe de clínica no Burg- hölzli. 1905-1913 Privatdozent na Faculdade de Medicina de Zurique. Suas aulas tratam de psicologia e das psiconeuroses.

1907 Psicologia da Demência Precoce.

Em fevereiro, encontro com Freud em Viena.

1908 Primeiro Congresso Internacional

de Psicanálise, em salzburgo.

1909 Abertura de clínica particular em

Kürsnacht, Seestrasse 228. Primeira viagem aos Estados Unidos, com Freud e Ferenczi, por ocasião do

vigésimo aniversário da Clark

http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:gbu50anhw38J:www.ahau.or

10/10/2010

Instituto Ahau: Carl Gustav Jung

Page 2 of 3

Instituto Ahau: Carl Gustav Jung Page 2 of 3 Inicío Terapeutas Terapias Empresas Cursos Contato Dicas

Inicío

Terapeutas

Terapias

Empresas

Cursos

Contato

Dicas

Ecologia

Fique atento

Inspire-se

Sua Boa Ação

Agradecimentos

O porquê Ahau

Links

Aluguel de sala

para testemunhar a existência indubitável dessa realidade. Assim, justamente nas coisas mais importantes é que devemos contentar-nos com nosso julgamento subjetivo. C.G.Jung; "Psicologia e Alquimia"; ed. Vozes. METODOLOGIA CIENTÍFICA - "`Se o homem errado utilizar o método certo, o meio certo operará errado'. Esta sentença, infelizmente verdadeira, da sabedoria chinesa, opõe-se da maneira mais brutal à fé que professamos no método `certo', sem levar em conta o indivíduo que o utiliza." "Não é o diploma médico, mas a qualidade humana, o decisivo." "Os dados reais não mudam quando aplicamos a eles outros nomes. Só nós poderíamos, casualmente, ser afetados. Se alguém concebesse "Deus" como um "puro nada", de nada atingiria. o princípio que nos ultrapassa. Continuaríamos tão possuídos por Ele como antes". Faço meus pacientes entenderem que tudo o que lhes acontece contra a vontade deles é fruto de uma vontade

superior. (

Deus nada mais é do que essa força superior

em nossa vida; C.G.Jung; "Entrevistas e Encontros"; ed. Cultrix.

AUTO-REPRESSÃO - "O homem que não atravessa o inferno de suas paixões também não as supera. Elas se mudam para a casa vizinha e poderão atear o fogo que atingirá sua casa sem que ele perceba. Se abandonarmos, deixarmos de lado, e de algum modo esquecermo-nos excessivamente de algo, corremos o risco de vê-lo reaparecer com uma violência redobrada." "Não sei dizer como é um homem que desfrute de completa auto- realização porque nunca vi nenhum. Antes

de buscar a perfeição, devemos viver o homem comum,

sem automutilação." (C. G. Jung)

O INCONSCIENTE - "O inconsciente sabe mais que o

consciente mas seu saber é de uma essência particular, de um saber eterno que, frequentemente, não tem nenhuma ligação com o `aqui' e o `agora' e não leva absolutamente em conta a linguagem que fala nosso intelecto."

O homem necessita de uma vida simbólica

temos vida simbólica

Acaso vocês dispõem de um canto

em algum lugar de suas casas onde realizam ritos, como acontece na Índia? Mesmo as casas mais simples daquele país têm pelo menos um canto fechado por uma cortina no

qual os membros da família podem viver a vida simbólica, podem fazer seus novos votos ou meditar. Nós não temos

Só a vida simbólica

isso

pode exprimir a necessidade do espírito - a necessidade diária do espírito, não se esqueçam! E como não dispõem disso, as pessoas jamais podem libertar- se desse moinho

- dessa vida angustiante, esmagadora e banal em que as pessoas são "nada senão"; C.G.Jung; citado em "Ego e Arquétipo"; ed. Cultrix.

"O sonho é uma porta estreita, dissimulada no que tem a

alma de mais obscuro e de mais íntimo; abre-se sobre a noite original e cósmica que pré formava a alma muito antes da existência da consciência do eu e que a perpetuará até muito além do que possa alcançar a consciência individual." (C.G. Jung) REALIDADE E IMAGINAÇÃO - "Todo processo psíquico consiste numa imagem e num ser que está imaginando, senão nenhuma consciência poderia existir e o evento não teria fenomenalidade. Também a imaginação é um processo psíquico, e por isso é completamente fora de propósito perguntar-se se a iluminação (o satori, por exemplo) é `real' ou `imaginária'."

"Não acredito em Deus, eu O conheço."

O FENÔMENO UFO - "Ela [a humanidade] projeta então o

símbolo unificador nos céus. Através desta projeção torna-

se `numinoso' e provido de forças míticas, e transforma-se

no mito do salvador

fossem fenômenos reais, materiais, de natureza

desconhecida, neste caso poderia ser um fenômeno

sincronístico (

um lado, e o fenêmeno dos UFOs como realidade física do outro, não tem relação causal que possa ser reconhecida, mas parecem coincidir de forma significativa."

"Um homem que nunca tenha atravessado o inferno de suas paixões, nunca as superou" Os sonhos fornecem informações extremamente interessantes a quem se empenhar em compreender o seu simbolismo. O resultado, é verdade, pouco tem a ver com preocupações mundanas como comprar e vender.

Mas o sentido da vida não é explicado pelos negócios que

se fez, assim como os desejos profundos do coração não

são satisfeitos por uma conta bancária; C.G.Jung; citado em "O caminho dos sonhos", Marie- Louise von Franz; ed. Cultrix. EDUCAÇÃO - "Quanto menos os pais aceitem seus próprios problemas, tanto mais os filhos sofrerão pela vida

)

Mas não

Não temos tempo, nem lugar

mas considerando que os UFOs

).

A situação psíquica da humanidade, por

University (Massachussetts).

1909-1913 Redator-chefe de Jahrbuch für psychonalystische und psychopathologisce Forshungen, fundado por Freud e BLeuler.

1910 Segundo Congresso Internacional

de Psicanálise, em Nuremberg.

1910-1914 Primeiro presidente da Associação Psicanalítica Internacional.

1911 Terceiro Congresso Internacional

de Psicanálise, em Weimar.

1912 Conferência sobre a "Teoria

psicanalítica" na FOrdham University de Nova York. Metamorfoses e Símbolos da Libido. Ruptura com

Freud.

1913 Quarto Congresso Internacional

de Psicanálise, em Munique. Jung dá à sua psicologia o nome de "Psicologia Analítica". Demissão de seu posto de ensino na Universidade de Zurique.

1914 Conferências em Londres e

Aberdeen. Mobilizado para o serviço de

saúde.

1916 Sete Sermões aos Mortos - A

Função Transcendente. Começo dos

estudos sobre a gnose.

1918-1919 Comandante do campo de internação dos soldados ingleses em Château-d'Oex (Vaud) - Papel decisivo das pinturas de mandalas.

1920 Viagem à Argélia e Tunísia

1921 Tipos Psicológicos.

1922 Compra de um terreno à beira do

lago de Zurique, na comuna de

Bollingen.

1923 Construção, nesse terreno, da

torre perto do lago. Morte de sua mãe.

Primeira série de conferências dadas por Richard Wilhelm sobre o I Ching no Clube Psicológico de Zurique. 1924-1925 Visita aos índios Pueblo do Novo México (EUA) 1925-1926 Expedição à Uganda, ao Quênia, às margens do Nilo. Visita aos Elgonys no Monte Elgon.

1928 - Dialética do Ego e do

Inconsciente. Sobre a Energética Psíquica.

1929 - Comentário do Mistério da Flor

de Ouro.

1930 - Vice-presidente da Sociedade

Médica Geral para Psicoterapia, cujo presidente é E. Kretschmer.

1931 - Problemas Psicológicos do

Tempo Atual.

1932 - Prêmio de Literatura da Cidade

de Zurique.

1933 - Primeiro seminário na Escola

Politécnica Universitária de Zurique. Primeira conferência Eranos (Ascona, Tessin). VIagem ao Egito e Palestina.

1934 - Presidente da Sociedade

Médica Geral para Psicoterapia. 1934-1939 Redator-chefe da Zentral- blatt für Psychotherapie und ihre Grenzgebiete (Leipzig).

1935 Professor na Escola Politécnica

Universitária (E.T.H.) de Zurique. Funda a Sociedade Suíza de

Psicologia Aplicada. Conferência Tavistock em Londres.

1936 Doutor honoris causa em Harvard

(Mass.) - Wotan.

1937 Conferências Terry em Yale

(Conn).

1938 Viagem à Índia, a convite do

governo britânico, para o 25. aniversário da Sociedade deCiências da Índia - Presidente do Congresso Internacionalde Psicoterapia, em Oxford - Doutor honoris causa de Oxford (G.B.). Membro da Real Sociedade de Medicina.

1939 Demissão da Sociedade Médica

http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:gbu50anhw38J:www.ahau.or

10/10/2010

Instituto Ahau: Carl Gustav Jung

Page 3 of 3

não vivida de seus pais e tanto mais serão forçados a realizar tudo quanto os pais reprimiram no inconsciente." "Nenhuma circunstância exterior substitui a experiência interna. E é só à luz dos acontecimentos internos que entendo a mim mesmo. São eles que constituem a singularidade de minha vida". C.G.Jung, "Entrevistas e Encontros"; ed. Cultrix. "Todos nós nascemos originais e morremos cópias"

O MAL - "Quem, por conseguinte, desejar encontrar uma

resposta ao problema do mal, tal como é colocado hoje em dia, necessita em primeiro lugar de um conhecimento

de si mesmo, isto é, de um conhecimento tão profundo

quanto possível de sua totalidade."

nos "

sobretudo através de sonhos

seus Símbolos"; ed. Nova Fronteira.

A RAZÃO E O ESTADO - "Quanto mais predomina a

razão crítica, mais a vida se empobrece; mas quanto mais aptos formos a tornar a consciente o que é inconsciente e o que é mito, maior parcela de vida integraremos.

Sobrestimar a razão tem algo em comum com poder absoluto do Estado: sob sua dominação o indivíduo perece." "Erros são, no final das contas, fundamentos da verdade. Se um homem não sabe o que uma coisa é, já é um avanço do conhecimento saber o que ela não é." (Carl Jung) "Os sonhos algumas vezes podem revelar certas situações muito antes de elas realmente acontecerem". C.G.Jung, "Entrevistas e Encontros"; ed. Cultrix.

PSICOTERAPIA - "O terapeuta deve perceber a todo instante o modo pelo qual reage em confronto com o doente. Nâo se reage só com o inconsciente. É necessário perguntar sempre: `como meu inconsciente vive esta situação?' É preciso, pois, tentar compreender os próprios sonhos, prestar uma atenção minunciosa em si mesmo e observar-se tanto quanto ao doente, senão o tratamento poderá fracassar."

"A estrutura da psique é, de fato, tão contraditória ou

contrapontística, que não deve existir constatação psicológica ou proposição genérica alguma, que não nos obrigue imediatamente a fazer também a afirmação do seu oposto" In a prática da psicoterapia

FREUD - "Freud nunca se interrogou acerca do motivo pelo qual precisava falar continuamente sobre sexo, porque esse pensamento a tal ponto se apoderara dele. Nunca percebeu que a `monotonia da interpretação'

traduzia uma fuga diante de si mesmo ou de outra parte

de si que ele teria talvez que chamar de `mística'. Ora,

sem reconhecer esse lado de sua personalidade, era-lhe

impossível pôr-se em harmonia consigo mesmo.(

tornou-se vítima do único lado que podia identificar, e é por isso que o considero uma figura trágica: pois era uma grande homem e, o que é principal, tinha o fogo sagrado."

"Quanto mais profundas forem as 'camadas' da psique,

mais perdem sua originalidade individual. Quanto mais

profundas

corpo humano é simplesmente carbono; no mais profundo

de si mesma, a psique é universo"

no mais profundo de si mesma, a psique é universo" Inicío Terapeutas Terapias Empresas Cursos Contato

Inicío

Terapeutas

Terapias

Empresas

Cursos

Contato

Dicas

Ecologia

Fique atento

Inspire-se

Sua Boa Ação

Agradecimentos

O porquê Ahau

Links

Aluguel de sala

esquecemos do fato milenar de que Deus nos fala

". C.G. Jung; "O Homem e

) Ele

mais coletivas se

O carbono do

Jung; "O Homem e ) Ele mais coletivas se O carbono do Geral Internacional para Psicoterapia.

Geral Internacional para Psicoterapia.

1940 Suas obras, como as de Freud,

são ncluídas na lista Otto. Psicologia e

Religião.

1941 Introdução à Essência da

Mitologia, Com Kérényo.

1942 Demissão do lugar de professor

na E.T.H.

1943 Membro da Academia Suíça de

Ciências.

1944 Nomeação para a catedra de

Psicologai da Faculdade de Medicina de Basiléia. Demissão no mesmo ano por motivo de saúde. Psicologia e Alquimia.

1945 Doutor honoris causa da

Universidade de Genebra.

1946 Psicologia da Transferência -

Psicologia e Educação

1948 Symbolique de lÉspirit.

Inauguração do Instituto C. G. Jung em Zurique.

1950 As Formações do Inconsciente.

1951 Aion.

1952 Sobre a Sincronicidade. Revisão

das Metamorfoses da Alma e seus

Símbolos - Resposta a Job.

1953 Primeiro volume de "Obras

Completas", na tradução inglesa de R. F. C. Hull.

1954 Raízes da Consciência.

1955 Doutor honoris causa do E.T.H.

de Zurique. Morte de sua mulher, a 27 de novembro.

1955-1956 Mysterium Conjunctionis.

1957 Presente e Futuro. COmeço da

redação de Minha vida com Aniela Jaffé. Entrevista televisionada com John Freeman, para a B.B.C.

1958 Um Mito Moderno - Primeiro

volume da edição das obras completas em alemão.

1960 Cidadão honorário de Küsnacht

1961 Termina, dez dias antes de

morrer, o Ensaio de Exploração do Inconsciente para O Homem e seus Símbolos. Morre a 6 de Junho em sua casa de Küsnacht.

seus Símbolos. Morre a 6 de Junho em sua casa de Küsnacht. Rua Purpurina, 307 -

Rua Purpurina, 307 - Vila Madalena - São Paulo - SP - Brasil - CEP: 05435-030 Fones: +55 (11) 3815 9385 / 3586-1199 - E-mail: ahau@ahau.org tecnologia por Taoweb Soluções em Internet - TYPO3

tecnologia por Taoweb Soluções em Internet - TYPO3

http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:gbu50anhw38J:www.ahau.or

10/10/2010