Вы находитесь на странице: 1из 12

RESIDÊNCIA MÉDICA - 2011

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO


HOSPITAL UNIVERSITÁRIO GAFFRÉE E GUINLE – HUGG
Projeto Gráfico: Sabrina L. de Moraes

CONCURSO DE SELEÇÃO PARA


MANUAL DO CANDIDATO
EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA OS PROGRAMAS
DE RESIDÊNCIA MÉDICA / 2011

Informações:
Sec. da Residência Médica – (21) 2264.6964
FUNRIO – (21) 2567.9994 www.funrio.org.br
2

Profa. Malvina Tânia Tuttman


Reitora

Prof. Luiz Pedro San Gil Jutuca


Vice-Reitor

Prof. Antonio Carlos Ribeiro Garrido Iglesias


Diretor do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle – HUGG

Prof. Maria Lucia Pires Elias


Diretora da Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro

Prof. Rossano Kepler Alvim Fiorelli


Presidente da Comissão de Residência Médica – HUGG

COREME / HUGG COORDENADORES

Alergia e Imunologia Norma de Paula M. Rubini


Anestesiologia Luiz Carlos Bastos Salles
Cirurgia Geral Agostinho Manuel da Silva Ascenção
Cirurgia Geral R3 (Videolaparoscópica) Antonio Carlos Ribeiro Garrido Iglesias
Cirurgia do Aparelho Digestivo Antonio Carlos Ribeiro Garrido Iglesias
Cirurgia Torácica Rossano Kepler Alvim Fiorelli
Cirurgia Torácica R3 Maria Ribeiro Santos Morard
Cirurgia Vascular Antonio Luiz de Araujo
Cirurgia Vascular R3 Antonio Luiz de Araujo
Clínica Médica Wagner Martignoni de Figueiredo
Dermatologia Ricardo Lima Barbosa
Endoscopia Paulo César Périssé
Endocrinologia Flávia Regina Barbosa Van Haute
Gastroenterologia Carlos Eduardo Brandão
Genética Fernando Regla Vargas
Homeopatia Francisco José de Freitas
Homeopatia R3 Francisco José de Freitas
Medicina da Família e Comunidade Edson Ferreira Liberal
Medicina do Tráfego Egas Caparelli Moniz de Aragão Dáquer
CTI (Medicina Intensiva) Aureo do Carmo Filho
Neurocirurgia José Fernando Guedes Corrêa
Nefrologia Luiz Paulo José Marques
Neurologia Regina Maria Papais Alvarenga
Ginecologia Maria de Nazareth Gambôa Ritto
Obstetrícia Dásio Antonio Pereira Marcondes
Oftalmologia Mário Martins dos Santos Motta
Otorrinolaringologia Fernando Sérgio de Melo Portinho
Patologia Carlos Alberto Basílio de Oliveira
Patologia R4 Carlos Alberto Basílio de Oliveira
Pediatria Manuel Antonio Cardoso
Pediatria R3 – neonatologia Maria Marta Regal de Lima Tortori
Pediatria R3 – pneumologia Terezinha Martire
Pneumologia Eduardo Pamplona Bethlem
Pneumologia R3 Eduardo Pamplona Bethlem
Radiologia – Diagnóstico por Imagem Ana Celia Koifman
Reumatologia Maria Cecília da Fonseca Salgado
Urologia Irineu Rubinstein
3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO


HOSPITAL UNIVERSITÁRIO GAFFRÉE E GUINLE - HUGG

EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO PARA MÉDICOS RESIDENTES

O Diretor do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle da Universidade Federal do Estado do


Rio de Janeiro (UNIRIO), no uso de suas atribuições legais, torna público o presente Edital
para abertura do concurso de seleção de candidatos ao preenchimento de vagas em
Programas de Residência Médica para o ano de 2011, de acordo com as Normas e
Resoluções emanadas pela Comissão Nacional de Residência Médica e do Ministério da
Educação.

I – DAS INSCRIÇÕES
1-Período, horário e local.

1.1- As inscrições serão efetuadas pela internet no site www.funrio.org.br, no período de


zero hora do dia 13 de setembro de 2010 até as vinte e três horas e cinqüenta e
nove minutos do dia 15 de outubro de 2010 e na sede da FUNRIO – sito à Rua
Professor Gabizo, n.º 262, Tijuca – Rio de Janeiro de segunda a sexta-feira (exceto
feriados), nos horários de 9 às 12 horas e de 13 às 16 horas.

2- Dos procedimentos para inscrição

2.1- Ser brasileiro ou estrangeiro com visto permanente no país, graduado em Faculdade
ou Escola de Medicina Oficializada no Brasil ou no exterior.
2.2- Depósito identificado no valor de R$ 180,00 (cento e oitenta reais) a ser pago em
qualquer agência do Banco do Brasil, para crédito de: FUNRIO – RESIDÊNCIA
MÉDICA, BANCO DO BRASIL, Agência n.º 2234-9 conta corrente n.º 45.651-9,
sendo de 3 (três) dias úteis o prazo máximo para efetivação dos depósitos relativos
às inscrições realizadas na data limite para o seu término, previsto no item 1.1.
2.3- A inscrição somente será considerada válida após a comprovação do depósito.
2.4- Não serão válidas as inscrições realizadas fora do prazo.
2.5- Qualquer outra forma de pagamento que não a prevista neste edital invalida a
inscrição.
2.6- A FUNRIO não se responsabiliza pelas inscrições realizadas através da Internet que
não forem recebidas por motivos de ordem técnica alheias ao seu âmbito de atuação,
tais como falhas de telecomunicações, falhas nos computadores ou provedores de
acesso e quaisquer outros fatores que impossibilitem a correta transferência dos
dados dos candidatos.
2.7- Serão canceladas as inscrições pagas com cheques sem provisão de fundos, ou que
apresentem qualquer outro tipo de problema.
2.8- A confirmação de inscrição estará disponível para impressão 4 (quatro) dias após a
confirmação do pagamento, pelo banco, da taxa de inscrição.
2.9- Ao imprimir a confirmação de inscrição, obriga-se o candidato a conferir, seu nome
e a área de escolha do programa de residência médica.
2.10- Caso haja alguma alteração a ser feita na confirmação de inscrição, o candidato
deverá se dirigir a sede da FUNRIO – Rua Professor Gabizo, n.º 262, Tijuca – Rio de
Janeiro de segunda a sexta-feira (exceto feriados), nos horários das 9 às 12 horas e
das 13 às 16 horas.
2.11- O candidato, ao efetuar sua inscrição, assume inteira responsabilidade pelas
informações constantes no seu formulário de inscrição.
4

3- Das disposições gerais para inscrição

3.1- O candidato inscrito por procuração assume total responsabilidade pelas informações
prestadas por seu procurador no requerimento de inscrição, arcando com as
conseqüências de eventuais erros de preenchimento do documento de inscrição e
em sua entrega.
3.2- Não serão aceitas inscrições via SEDEX.
3.3- É vedada a inscrição condicional e/ou extemporânea.
3.4- Não haverá isenção total ou parcial da taxa de inscrição.
3.5- O valor referente ao pagamento da taxa de inscrição não será devolvido.
3.6- Serão anuladas as inscrições e todos os atos delas decorrentes se o candidato não
apresentar, no ato de matrícula, os documentos exigidos como requisitos.
3.7- A inscrição em desacordo com este Edital será anulada em qualquer fase do
processo seletivo e implicará na exclusão do nome do candidato da relação dos
aprovados e a perda dos direitos decorrentes, mesmo que já tenha ocorrido a
homologação do resultado final, sem restituição da taxa de inscrição.
3.8- Para os candidatos estrangeiros com diploma expedido no exterior será exigido
Diploma de Médico, autenticado pelo Consulado do país de origem, bem como visto
de permanência e, em caso de aprovação dentro do número de vagas oferecido no
processo seletivo, sua admissão na Residência Médica somente ocorrerá após a
inscrição no CRM/RJ. (veja resolução do CFM – www.portalmedico.org.br).
3.9- Ao inscrever-se no Concurso de Residência Médica para 2011, o candidato deverá
optar por uma única especialidade.
5

II – DA DISTRIBUIÇÃO DAS VAGAS

Serão oferecidas 70 bolsas distribuídas nos seguintes programas:

PROGRAMAS VAGAS DURAÇÃO PRÉ-REQUISITOS No


PARECER
CNRM
ALERGIA E IMUNOLOGIA 1 2 CLÍNICA MÉDICA (2 anos) 306/06
ANESTESIOLOGIA 2 3 203/07
CIRURGIA GERAL 5 2 49/03
CIRURGIA GERAL R3 2 1 CIRURGIA GERAL (2 anos) 49/03
(Videolaparoscopia)
CIRURGIA VASCULAR 1 2 CIRURGIA GERAL (2 anos) 194/06
CIRURGIA VASCULAR R3 1 1 CIRURGIA VASCULAR (2 anos) 53/09
(Ecografia)
CIRURGIA TORÁCICA 1 2 CIRURGIA GERAL (2 anos ) 92/02
CIRURGIA TORÁCICA R3 1 1 CIRURGIA TORÁCICA (2 anos) 93/02
(Endoscopia Respiratória)
CIRURGIA DO AP. DIGESTIVO 1 2 CIRURGIA GERAL (2 anos) 53/09
CLÍNICA MÉDICA 4 2 93/02
MEDICINA INTENSIVA 2 2 C.MÉDICA, C. GERAL ou 204/07
ANESTESIA
DERMATOLOGIA 2 3 306/06
ENDOCRINOLOGIA 1 2 CLÍNICA MÉDICA (2 anos) 306/06
ENDOSCOPIA 1 2 CLÍNICA MÉDICA, C. GERAL 204/07
(2 anos)
GASTROENTEROLOGIA 1 2 CLÍNICA MÉDICA (2 anos) 306/06
GENÉTICA 2 3 195/06
HOMEOPATIA 2 2 306/06
HOMEOPATIA R3 2 1 HOMEOPATIA (2 anos) 53/09
MEDICINA DA FAMÍLIA E 1 2 279/06
COMUNIDADE*
MEDICINA DO TRÁFEGO 2 2 147/08
NEFROLOGIA 1 2 CLÍNICA MÉDICA (2 anos) 306/06
NEUROLOGIA 1 3 204/07
NEUROCIRURGIA 1 5
OBSTETRÍCIA e GINECOLOGIA 2 3 306/06
OBSTETRÍCIA e GINECOLOGIA 2 1 OBSTETRÍCIA e GINECOLOGIA 306/06
(Medicina fetal) (3 anos)
OFTALMOLOGIA 2 3 306/06
OTORRINOLARINGOLOGIA 3 3 203/07
ORTOPEDIA/TRAUMATOLOGIA 2 3 163/05
PATOLOGIA 2 3 42/96
PATOLOGIA R4 2 1 PATOLOGIA (3 anos) 53/09
PEDIATRIA 6 2 163/01
PEDIATRIA - R3 (Neonatologia) 2 1 PEDIATRIA (2 anos) 163/01
PEDIATRIA - R3 (Pneumologia) 2 1 PEDIATRIA (2 anos)
PNEUMOLOGIA 2 2 CLÍNICA MÉDICA (2 anos) 306/06
PNEUMOLOGIA R3 1 1 PNEUMOLOGIA (2 anos) 53/09
(Endoscopia Respiratória)
RADIOLOGIA E DIAG. POR 1 3 203/07
IMAGEM
REUMATOLOGIA 1 2 CLÍNICA MÉDICA (2 anos) 203/07
UROLOGIA 2 3 CIRURGIA GERAL (2 anos) 306/06
6

* Convênio com a Secretaria Municipal de Saúde de Mesquita.

CALENDÁRIO GERAL

ETAPAS DATAS LOCAL


Inscrições 13/09/2010 a www.funrio.org.br
15/10/2010 e FUNRIO – Rua Professor
Gabizo, 262 - Tijuca
Divulgação do local da prova 10/11/2010 www.funrio.org.br
Prova – Eliminatória e classificatória 28/11/10 A ser divulgado
www.funrio.org.br
Divulgação do gabarito 29/11/10 www.funrio.org.br
Recurso 30/11/10 Secretaria da Residência
Resultado do recurso 03/12/10 www.funrio.org.br
Resultado Final 10/12/2010 www.funrio.org.br
Matrícula 12 e 13/01/2011 Secretaria da Residência
Médica
Reclassificações 18/01/2011, A ser divulgado
04/02/2011, www.funrio.org.br
28/02/2011,
15/03/2011 e
31/03/2011
Início dos Programas 01/02/2011 HUGG

III – DOS CRITÉRIOS PARA SELEÇÃO.

O concurso será realizado em uma única fase.

1. PROVA – 28 de novembro de 2010 (domingo), com início às 09:00 horas: constará


de prova objetiva de múltipla escolha, cada pergunta com 5 (cinco) opções de respostas,
contendo questões de:
1.1. Conhecimentos Gerais para especialidades com acesso direto: 100 (cem)
questões distribuídas eqüitativamente: 20 (vinte) de Clínica Médica; 20 (vinte) de Cirurgia
Geral; 20 (vinte) de Pediatria; 20 (vinte) de Obstetrícia e Ginecologia e 20 (vinte) de
Medicina Preventiva e Social, valendo um ponto cada.
1.2. Conhecimentos Gerais para especialidades com pré-requisito: 50 questões da
especialidade do pré-requisito valendo um ponto cada.

Critério de desempate – Maior nota obtida na seguinte ordem: clínica médica, cirurgia
geral, pediatria, obstetrícia e ginecologia e medicina preventiva (especialidades com acesso
direto). Caso persista o empate, obedecerá aos seguintes critérios sucessivamente: maior
idade e casado (acesso direto e pré-requisito).

2. Das disposições gerais para o processo seletivo.


2.1. O processo seletivo ficará sob a responsabilidade da UNIRIO e sob administração da
FUNRIO.
2.2. Local da prova:
Será divulgado pela internet no site www.funrio.org.br, a partir do dia 10 de novembro de
2010.

2.3. Tempo de duração da prova – 04 (quatro) horas.


2.4. O candidato deverá comparecer ao local designado para as provas com antecedência
mínima de 30 (trinta) minutos do horário fixado para o seu início, munido do
7

comprovante de inscrição, do documento de identidade original e caneta esferográfica


de tinta azul ou preta.
2.5. O candidato não poderá entrar no local de prova portando celular, pager ou quaisquer
outros meios que sugiram possibilidade de comunicação.
2.6. Será eliminado do concurso o candidato que faltar, seja qual for o motivo alegado, assim
como em desacordo com o item 2.5.
2.7. Não haverá segunda chamada e nem revisão ou recontagem de pontos e, em qualquer
hipótese, nenhum candidato fará prova fora do dia, horário e local determinado.
2.8. Será de inteira responsabilidade do candidato a devolução do cartão resposta da prova
objetiva ao fiscal, sendo eliminado do Concurso aquele que não devolvê-lo.
2.9. Será atribuída nota zero à questão que, no cartão resposta, não estiver assinalada, que
contiver mais de uma alternativa assinalada, emenda ou rasura, ainda que legível ou
com campo de marcação não preenchido integralmente.
2.10. Ao final da prova, os três (3) últimos candidatos deverão permanecer em sala e
assinarão a Ata de Ocorrência, atestando a idoneidade da finalização da prova.
2.11. Não será admitido o ingresso na sala de aplicação da prova ao candidato que chegar
após o horário fixado para seu início.
2.12. Não serão fornecidos “atestados” ou declarações de “aprovação parcial”.
2.13. Não será permitido ao candidato levar o caderno de prova.

IV – RESULTADO FINAL, CLASSIFICAÇÃO E MATRÍCULA.

4.1. Divulgação do gabarito – 29/11/2010, a partir das 18 horas.


4.2. Para entrar com RECURSO o candidato deverá procurar a secretaria da Residência
Médica, no dia 30/11/2010 de 9 às 12 horas e de 13 às 16 horas. Os recursos deverão
ser apresentados por escrito, fundamentados e com a devida referência bibliográfica.
Caso haja alguma questão anulada, seu respectivo ponto será atribuído a todos os
candidatos.
4.3. Resultado do recurso – 03/12/2010
4.4. Divulgação do resultado final – 10/12/2010
4.6. Matrícula: 12 e 13 de janeiro de 2011 das 09:00 às 12:00 e de 14 as 16horas, na
secretaria da residência médica. Local Rua Mariz e Barros, 775 - 4º andar (Ao lado da
Biblioteca).
4.7. Documentação para matrícula:
Apresentar a documentação, abaixo relacionada, com duas cópias legíveis de cada e
seus respectivos originais:
Identidade.
CPF (Cadastro de Pessoa Física).
Carteira do Conselho Regional de Medicina (CRM); ou
Fotocópia do Diploma ou Declaração que comprove a conclusão do Curso de Graduação
em Medicina até 30 de janeiro de 2011.
Certidão de Reservista ou de isenção do serviço militar para os candidatos do sexo
masculino.
Declaração de conclusão ou término previsto para os programas que exigem pré-
requisito, de acordo o quadro de distribuição de vagas.
Para os programas que exigem pré-requisito, anexar fotocópia do documento oficial
expedido pela Instituição, comprovando o número e a data do Parecer da Comissão
Nacional de Residência Médica que credenciou o programa.
Inscrição junto ao INSS – modalidade autônomo – ou PIS/PASEP e carteira de trabalho.
Título de eleitor.
Uma foto 3 x 4 recente para crachá.
Observação: Todas as cópias dos documentos serão retidas.
Nota – a matrícula poderá ser realizada por um representante legal, através de
procuração por instrumento público ou particular, acompanhado de cópia da
identidade do representante, com firma reconhecida.
8

4.8. Os candidatos remanescentes poderão ser convocados para assumir a(s) vaga(s) que
surgir(em), durante às reclassificações, obedecendo a ordem de classificação até o seu
término, no prazo de até sessenta (60) dias do início dos programas em 01/02/2011.

4.9. As reclassificações serão realizadas nas seguintes datas: 18/01/2011, 04/02/2011,


28/02/2011, 15/03/2011 às 10 horas (segundo divulgação no site da FUNRIO) e no dia
31/03/2011 as 15 horas (segundo divulgação no site da FUNRIO).
4.10. O candidato ou seu representante legal que não comparecer nas referidas datas será
considerado DESISTENTE.

4.11. Início dos Programas – 01 de fevereiro de 2011, às 8 horas. Apresentação no


Anfiteatro Geral (2º andar).
9

V. CONSIDERAÇÕES GERAIS

5.1. O candidato habilitado que não comparecer para matrícula será considerado
DESISTENTE.

5.2. O Edital ficará a disposição dos candidatos na Secretaria da Residência Médica (prédio
do Hospital – 4º andar – próximo a Biblioteca) e na FUNRIO, sito à Rua Professor
Gabizo, n.º 262, Tijuca – Rio de Janeiro e no site da FUNRIO – www.funrio.org.br.

5.3. Durante a matrícula o candidato receberá orientação sobre o início do Programa de


Residência Médica.

5.4. Somente será convocado candidato ao preenchimento de vaga ocorrida por desistência
até o último dia útil do mês de março 2011.

5.5. Ao inscrever-se no presente Concurso, o candidato expressa sua concordância com os


termos deste Edital.

5.6. Os casos omissos e as situações não previstas neste Edital serão decididos pela
Comissão de Seleção.

5.7. Se, até a data de início dos programas, houver disponibilidade de um número de bolsas
maior do que o previsto neste Edital, a COREME/HUGG fará sua distribuição pelos
diferentes programas, obedecendo-se ao número de vagas credenciadas pela
Comissão Nacional de Residência Médica e a classificação do concurso.

5.8. Caso as vagas de algum programa não sejam preenchidas, a Comissão de Seleção fará
a distribuição das bolsas disponíveis, obedecendo as Resoluções da Comissão
Nacional de Residência Médica quanto ao número de vagas credenciadas para cada
programa, convocando os candidatos aprovados nas reclassificações. Aqueles
candidatos que não comparecerem nas reclassificações, segundo divulgação de vagas
disponível no site da FUNRIO, serão considerados desistentes.

5.9. Só poderá trancar matrícula o candidato que for convocado para prestação de Serviço
Militar, conforme Resolução CNRM No 11/2004, de 15 de setembro de 2004.

5.10. O concurso perderá sua validade 60 dias após o início dos Programas e,
conseqüentemente, todo o material nele utilizado será destruído.

5.11. O candidato que não comparecer na data do início do programa terá 48 horas para
justificar, por escrito, a Secretaria da Residência Médica, sua ausência, sob pena de
ser desligado da residência.

5.12. O Hospital Universitário Gaffrée e Guinle da Universidade Federal do Estado do Rio de


Janeiro fará divulgar, sempre que necessárias, normas complementares ao presente
Edital.

Prof. Antonio Carlos Ribeiro Garrido Iglesias


Diretor do HUGG – UNIRIO
10

BLIOGRAFIA

Clínica Médica

01. HARRISON. Medicina Interna. 17ª Edição, 2 volumes. Editora Mc Graw Hill (Português)
02. CECIL. Tratado de Medicina Interna. Tradução da 23ª Edição, 2 volumes. Editora
Elsevier (Português)

Cirurgia Geral R1 e programas cirúrgicos com pré-requisito.

1. SCHWARTZ, S.L.: Princípios da Cirurgia. 8ª ed. Rio de Janeiro, Interamericana


MacGraw-Hill: 2001.
2. TOWNSEND, C.M.; BEAUCHAMP, R.D.; EVERS, B.M.; MATTOX,K.L.: Sabiston –
Tratado de Cirurgia: As bases biológicas da prática cirúrgica moderna. 17ª ed. Rio
de Janeiro, Elservier: 2005.
3. MORAES, IN.: Tratado de Clínica Cirúrgica. 2v. São Paulo, Editora Roca, 2005.
4. GREENFIELD, L.J.; MULHOLLAND, M.W; OLDHAMK.T.; ZELENOCK,G.B.; LILLEMOE,
K.D.: Cirurgia – Princípios científicos e prática. 8ª ed. Rio de Janeiro, Guanabara
Koogan: 2005.
5. VIEIRA, O.M.; CHAVES, C.P.; MANSO, J.E.F.; EULÁLIO, J.M.R.: Clínica Cirúrgica
Fundamentos Teóricos e Práticos. Rio de Janeiro. Atheneu: 2000.
6. MAIA A.; IGLESIAS A.C. Complicações em Cirurgias – Prevenção e Tratamento.
MEDSI. Guanabara Koogan, 2005. Rio de Janeiro.
7. PETROIANU. A.: Urgências Clínica e Cirúrgicas. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan:
2002.
8. MAFFEI, F.H.A.: Doenças Vasculares Periféricas. 3ª edição Medsi. Rio de Janeiro. 2002.
9. NORTON, J.A. et al. Surgery – Basic Science and Clinical Evidence. Springer, 2001.
10. VINHÃES, J.C. Clínica e Terapêutica Cirúrgicas. Guanabara Koogan, 2ª ed., 2003

Cirurgia Vascular R3

1. O' Neal: O Pé Diabético. 6ª edição. Di Livros. Rio de Janeiro. 2002.


2. Maffei, F.H.A.: Doenças Vasculares Periféricas. 4ª edição Guanabara Koogan.
Rio de Janeiro. 2008.
3. Thomaz, J. B.: Úlceras nos Membros Inferiores: Diagnóstico e Tratamento, 1ª
edição. Fundo Editorial Byk. São Paulo. 2002.
4. Thomaz, J. B.: Síndromes Venosas: Diagnóstico e Tratamento.1ª edição. Editora
Revinter. Rio de Janeiro. 2001.
5. Chaves Neto, H. Obstetrícia Básica – Capitulo 43: Síndromes Tromboembólicas
na Gestação. 2ª edição. Atheneu. Rio de Janeiro. 2007.

Cirurgia torácica

1. Pearson, Deslaurries, Ginsberg e cols.:Thoracic Surgery. Churchill And Livingstone, 2002.


2. Sabinston And Spercer: Sugery of The Chest. WB Saunders, 1995.
3. Shilds: General Thoracic Surgery. Lippincott Williams and Wilkins, 2000.
4. Ximenes Netto, Roriz de Carvalho, Vicente Forte e Saad Júnior: Cirurgia Torácica Geral
– CBC. Atheneu, 2005.

Homeopatia

1. CORNILLOT, Pierre. Tratado de Homeopatia. Trad. Jeni Wolf. Porto Alegre: Editora
Artmed, 2005.
11

2. DEMARQUE, Denis et al; JOUANNY, Jacques; POITEVIN, Bernard; SAINT-JEAN, Yves.


Farmacologia e Matéria Médica Homeopática. Trad. Cláudio Roitman e Francisco José
de Freitas. 1ª edição em português e 3ª edição francesa. Editora Organon, 2009.
3. PUSTIGLIONE, M. O Moderno Organon da Arte de Curar de Samuel Hahnemann. 2ª
edição. Typus Editora. São Paulo. 2004

Medicina Preventiva – R1

1. BRASIL – Fundação Nacional de Saúde – Guia de Vigilância Epidemiológica.


5a.Ed.Brasília: FUNASA, 2002.
(http://portal.saude.gov.br/portal/svs/area.cfm?id_area=437)
2. A Declaração de Óbito – MS/Brasil, 2006. http://www.cremerj.org.br/publicacoes/113.PDF
3. Bioética e Medicina – Publicações CREMERJ, 2006.
http://www.cremerj.org.br/publicacoes/86.PDF
4. Ministério da Saúde do Brasil: www.saude.gov.br
5. ROUQUAYROL, M. Z.; ALMEIDA FILHO, N. Epidemiologia e saúde. 6ª Ed. Rio de
Janeiro: Ed. Medsi, 2003.
6. SOARES, J.F. & SIQUEIRA, A.L. Introdução à Estatística Médica.
7. HULLEY, S.B.; CUMMINGS, S.R.; BROWNER, W.S. et al. Delineando a Pesquisa Clínica,
2a. edição.
8. Código de Ética Médica – Publicações CREMERJ, 2007/2008.
http://www.cremerj.org.br/publicacoes/93.PDF

Obstetrícia e Ginecologia R1 e R4

01. Obstetrícia Básica – Hermógenes Chaves Netto. Atheneu, 2ª ed. 2008.


02. Tratado de Ginecologia da Febrasgo. São Paulo.Revinter, 2001.
03. Novak. Tratado de Ginecologia. 14 ed., Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, 2008.

Patologia R4

01. Robbins e Cotran Patologia. Bases Patológicas das Doenças. Kumar, V.; Abbas, A.K.;
Fausto, N. 7ª Ed., Editora Elsevier, 2004.
02. Bogliolo Patologia. Geraldo Brasileiro filho, 7ª ed. Editora Guanabara-Koogan, 2006.
03. Surgical Pathology. Rosai and Ackerman´s. Juan Rosai, 9ª ed., 2 vol. Editora Mosby.
Philadelphia, 2004.

Pediatria Geral – R1 e Pneumologia Pediátrica (R3).

1. Tratado de Pediatria da Sociedade Brasileira de Pediatria.


2. Tratado de Pediatria - Nelson. Behrman; Kliegman & Jenson. 16a. Edição, 2003.
3. Brasil. Publicações do Ministério da Saúde. www.saude.gov.br
4. Guia de Tratamento Clínico da Infecção pelo HIV em crianças – 2007
5. Diretrizes para o controle da sífilis congênita. Brasília, DF. 2005
6. Código de Ética Médica - Resolução CFM no. 1.246/88. disponível em
http://www.cfm.org.br
7. Estatuto da criança e do adolescente http://www.estatutodacriancaedoadolescente.com/
eca.htm
8. IV Diretrizes Brasileiras para o Manejo da Asma. J. Bras. Pneumol 32, Supl 7, pg 447 –
474, 2006.
9. Calendário Brasileiro de Imunizações segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria -
Educação médica continuada. Documentos Científicos . disponível em www.sbp.com.br
12

10. Reanimação Neonatal – Sociedade Brasileira de Pediatria – Atualizações 2006.


11. Diagnóstico e Tratamento em Neonatologia. Editora Atheneu, 2004. KOPELMAN,
Benjamin I.; SANTOS, Amélia M. N. ; GOULART, Ana L. ; ALMEIDA, Maria F. B.;
MIYOSHI, Milton H.; GUINSBURG, Ruth.

Neonatologia – R3

1. Tratado de Pediatria - Nelson. Behrman; Kliegman & Jenson. 17a. Edição, 2006.
2. Brasil. Publicações do Ministério da Saúde. www.saude.gov.br
3. Guia de Tratamento Clínico da Infecção pelo HIV em crianças – 2007
4. Diretrizes para o controle da sífilis congênita. Brasília, DF. 2005
5. Código de Ética Médica - Resolução CFM no. 1.246/88. disponível em
http://www.cfm.org.br
6. Estatuto da criança e do adolescente. http://www.estatutodacriancaedoadolescente.com/
eca.htm
7. IV Diretrizes Brasileiras para o Manejo da Asma. J. Bras. Pneumol 32, Supl 7, pg 447 –
474, 2006.
8. Calendário Brasileiro de Imunizações segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria -
Educação médica continuada. Documentos Científicos . disponível em www.sbp.com.br
9. Reanimação Neonatal – Sociedade Brasileira de Pediatria – Atualizações 2006.
10. Diagnóstico e Tratamento em Neonatologia. Editora Atheneu, 2004. KOPELMAN,
Benjamin I.; SANTOS, Amélia M. N. ; GOULART, Ana L. ; ALMEIDA, Maria F. B.;
MIYOSHI, Milton H.; GUINSBURG, Ruth.
11.DUTRA, Adauto. Medicina Neonatal –– Editora Revinter, 2006.

Pneumologia R3 (Broncoscopia).

1. Pneumologia, Newton Bethlem, 4ª edição, Ed. Atheneu, 2000.


2. Tratado de Clínica Médica, Antonio Carlos Lopes, Ed. Rocca, 2006.
3. Doenças Pulmonares, Tarantino, 5ª ed., Ed. Guanabara Koogan, 2002.
4. Pneumologia diagnóstico e tratamento, Sociedade Brasileira de Pneumologia e
Tisiologia, Ed. Atheneu, 2007.
5. Endoscopia Respiratória – Série Pneumologia Brasileira, vol II, Ed. Revinter 2002.
6. Textbook of Bronchoscopy, Feinsilver SH & Fein AM, Williams & Wilkins, 1995.
7. Bronchoscopy , Prakash UBS, Raven Press, New York 1994.
8. Diagnostic Bronchoscopy an introduction, Peter Stradling, 3ª ed., Ed. Churchil
Livingstone, 1976.
9. A Colour Atlas of Clinical Application of Fiberoptic Bronchoscopy, Satoshi Kitamura,
Ed. Wolfe Publishing Ltd., 1990