Вы находитесь на странице: 1из 21

Desenho a mão

livre para
s d e
s i g ner
d e
i or es
nt e r
i
guia prático

e-book por ana baronceli


APRESENTAÇÃO

ANA BARONCELI
Meu nome é Ana Baronceli. Arquiteta e Urbanista,
Professora de arquitetura na Universidade da
Grande Dourados e apaixonada por desenhos desde
sempre!

,Tenho ajudado estudantes e profissionais a


resgatar o prazer de desenhar através de
técnicas simples e práticas, que qualquer um pode
aplicar.
O que você vai aprender
nesse e-book
Os pilares do

Curso de desenho aplicado ao

design de interiores

em um só lugar. Dicas de perspectiva, tipos de


desenhos, composições, acabamentos e
pintura. E o melhor todo o conteúdo foi
ilustrado e explicado com esquemas visuais
para melhor entendimento.
índice
Homem vs. Objeto (Proporões)............................. 05
Plantas Arquitetônicas a mão livre................... 07
Moodboard.............................................................................................. 08
Plantas em 3D...................................................................................... 10
Perspectiva Interna Introdução............................... 12
Materiais para base do desenho ........................ 14
Perspectiva Interna.................................................................... 15
Pintura e Acabamento..............................................................17
Retomando princípios...............................................................20
Contatos........................................................................................................21
PROPORÇÕES
Homem vs. Objeto

Para começar, nada mais imprescindível do que


conhecer as proporções dos objetos em
relação a escala humana, este é um parâmetro
importante tanto para desenhar quanto para
projetar. Garanta suas proporções fazendo
uma lista pessoal de medições entre os
mobiliários mais utilizados no dia dia e a altura de
uma pessoa média (1,70m).

DOMINAR ESSAS MEDIDAS EM UMA


Dica CONSULTORIA É UMA MÃO NA RODA.

FAÇA UMA PESQUISA OU MEÇA OS MÓVEIS


DA SUA CASA E ILUSTRE, VOCÊ VAI
TREINAR SEU DESENHO E CRIAR UM
MATERIAL DE APOIO PARA SEUS PROJETOS.
PROPORÇÕES
Homem vs. Objeto

Você pode desenhar os objetos tanto em vista


quanto em planta para deixar seu material ainda
mais completo.

PARA DESENHAR FIGURAS HUMANAS SIGA


Dica ESSAS PROPORÇÕES.

ALTURA TOTAL
3
8 CABEÇAS
4
PLANTAS A MÃO LIVRE
Um método de representação muito eficaz para
designers de interiores é a planta a mão livre,
esse recurso pode ser utilizado em situações
mais rápidas como consultorias e
especificações ou até mesmo para agregar
valor artístico em um moodboard mesclando
desenho a mão com imagens de produtos.

EXEMPLO:

Dica

SIMPLIFIQUE OS MOBILIÁRIOS EM
FORMAS GEOMÉTRICAS BÁSICAS PARA
FACILITAR A REPRESENTAÇÃO
plantas a mão livre
moodboard

Você pode trabalhar uma representação


simples do layout em planta e colocar imagens
dos objetos que farão parte da composição
no computador.
EXEMPLO:

mesa de centro
1.50x90
abajur
d:30cm

mesa lateral
d:50cm
tapete
300x200cm

poltrona
60x70cm

sofá 3 lugares -
230x80cm
plantas a mão livre
moodboard

Outra opção que exige um pouco mais de


técnica é a planta em 3D, este é um recurso
que encanta os clientes e agrega muito valor no
seu trabalho.

EXEMPLO:

01 02 03

09
04

08 05

07
06

Quando o ambiente possuir mais


Dica elementos faça uma legenda com
números para deixar a apresentação mais
limpa.
plantas em 3d
como fazer

QUADRO
Faça um quadro para
demarcar seu ambiente e
escolha a localização do
PF ponto de fuga;

Marque o plano do fundo para


PLANO DE FUNDO
fazer a profundidade do
PF
ambiente, como mostra a linha
amarela;

Desenhe o layout em formas


básicas e utilize o ponto de
fuga passando pelas arestas
PF
para criar a altura dos objetos;

Após as demarcações
adicione detalhes
aos objetos.
plantas em 3d
como fazer

É importante que você coloque o ponto em um


local estratégico que evidencie as paredes que
você pretende colocar elementos importantes
para compreensão do projeto.

Exemplo: Uma parede


com revestimento para
ficar visualmente bem
posicionada deve ocupar
um plano de maior
extensão.
perspectiva interna
Para a apresentação você pode escolher a vista
principal do seu projeto e fazer um desenho simples
mas que carregue as características principais da
composição. Utilize a perspectiva de um ponto de
fuga para estruturar sua cena.

EXEMPLO:

Não escolha ângulos muito arriscados! a vista frontal


facilita muito na hora de desenhar por conter menos
elementos que convergem em evidência.
perspectiva interna
um ponto de fuga

Plano com Plan


o
medidas reais con em
ver
gên
cia ponto de
fuga

linha do horizonte

No plano de convergência você começa a


exercitar sua noção de proporção, pois ele
não possui medidas exatas.

ALTURA DO
OBSERVADOR
A partir da linha do
horizonte você
define a altura que
objeto está em
relação ao seu
observador.
materiais
Materiais para fazer a

base do desenho

Sempre utilizo a lapiseira 0.9 para fazer o


esboço inicial e quando a composião está pronta
passo a caneta nanquim 0.2 nas linhas principais e
depois apago com a borracha plástica as linhas
guias para limpar o desenho.

Exemplo de esboço
0.9 0.2
apenas na lapiseira:
BORRACHA
PLÁSTICA

NANQUIM
METÁLICA
LAPISEIRA

PRETA
perspectiva interna
como fazer

Vamos simplificar desenhando um quarto!

Faça um quadro para representar a parede de fundo


e desenhe os elementos básicos de composição em
2D abaixo da linha da parede.

altura do
observador

Marque a altura do observador e o ponto de fuga.


Ligue os planos frontais dos objetos no ponto de
fuga para criar profundidade.
perspectiva interna
como fazer

Acerte as arestas principais, adicione volume e


texturas aos objetos para finalizar a base do
desenho.

Não fique com medo dos seus rascunhos! Eles não


vão parecer muito bonitos nessa etapa mesmo.,
Este momento do desenho é pra você verificar se
está tudo no lugar.
PINTURA E ACABAMENTO
Depois de checar a composião de cena e as linhas
principais, você pode começar o refinamento do
desenho e a limpeza das linhas secundárias.

Agora sua principal tarefa é definir a paleta de


cores do seu desenho. Esse passo é
importantíssimo para você acertar na composição.
pintura e acabamento
Luz e sombra

Depois de escolher uma paleta de cores garantida


para sua cena, vou te dar algumas dicas para que o
seu desenho fique com um acabamento mais
interessante.

Defina onde estão os pontos mais iluminados e


sombreados da sua cena e seja fiel a esta
orientação em todo desenho.

Perceba como esses


detalhes deixam a
ilustração com
mais volume e
consequentemente
com uma aparência
mais profissional.
pintura e acabamento
Luz e sombra

Para conseguir este efeito utilize variações de


claro e escuro durante a pintura, pressionando
mais em algumas áreas e suavizando em outras..

Perceba como diferentes pressões e mistura de


cores deixaram esse desenho mais vivo e
interessante. Outra dica é: Você pode misturar
materiais como lápis de cor e aquarela para variar
os efeitos do desenho.

Dica

Deixe seu desenho


com um aspecto
mais artístico
utilizando técnicas
mistas e cores que
se contrastam.
agora é sua vez

- Comece compreendendo - Faça a base do seu


as proporções entre desenho com geometria
escala humana e objetos; básica (não escolha
ângulos muito arriscados);
- Utilize a planta a mão
livre a seu favor - Defina uma paleta de
mesclando com imagens cores antes de começar
de produtos; o acabamento do desenho;

- Escolha um ponto - Mescle cores e varie as


estratégico para locar o pressões da pintura para
ponto de fuga; deixar seu desenho mais
interessante.

Foto dos alunos na oficina de desenho


para designers de interiores 20189
A persistência realiza o impossível
provérbio chinês

PARA ENTRAR EM CONTATO

contato@anabaronceli.
com.br

anabaronceli_arq

Acesse: anabaronceli.com.br

obrigada!

Оценить