Вы находитесь на странице: 1из 2

Resumos de Biologia 11º ano

Joana Castro

Síntese de proteínas

As proteínas são macromoléculas orgânicas, indispensáveis


para o crescimento e renovação celular de todos os seres vivos.
A sua unidade básica é o aminoácido e agrupam-se da seguinte
forma:
- Conjunto de aminoácidos: péptido
- Conjunto de péptidos: polipéptido ou proteína
Apesar de presentes na natureza, em alimentos que ingerimos, o
nosso organismo tem a necessidade de produzir (sintetizar)
proteínas para que possa manter-se vivo.
As entidades responsáveis pela síntese de proteínas são as
células. A informação necessária para as sintetizar encontra-se
no núcleo da célula, mais propriamente no seu material genético
(DNA). Mas, para que a síntese ocorra, é necessário ocorrer em
primeiro lugar uma série de complexas etapas:
- Transcrição do material genético do DNA para o RNAm
- Tradução do material genético do RNAm para o RNAt
- Migração das proteínas para o RER

Durante a transcrição, dentro do núcleo da célula, o DNA é


transcrito em RNA mensageiro, através de complementaridade das
bases e substituição de timinas por uracilos. O RNAm, após a
transcrição, sofre uma maturação (são-lhe removidos os intrões)
e sai do núcleo.
Antes do início da tradução, o RNAm liga-se ao RNAt
correspondente (com a sequência de anticodões complementar)
dentro de um ribossoma. Nesse ribossoma ocorre a tradução
(leitura) dos codões do RNAm: a cada codão do RNAm corresponde
um anticodão do RNAt. O RNAt transporta na ponta oposta o
aminoácido correspondente. Após a ligação desse aminoácido, vem
o RNAt seguinte, com o anticodão correspondente ao codão
seguinte da sequência de RNAm, e assim sucessivamente, até
chegar a um codão STOP (UAA, UAG, UGA). No final da tradução,
temos uma cadeia polipeptídica (proteína), o RNAm e o RNAt
dissolvem-se e o ribossoma divide-se em duas partes.
Resumos de Biologia 11º ano
Joana Castro

Após a sua síntese, as proteínas migram para o retículo


endoplasmático rugoso, onde são armazenadas até ser necessário
utilizá-las.
Algumas proteínas assumem funções enzimáticas dentro da
célula. Essas proteínas enzimáticas serão obrigadas a sair do
RER, através de vesículas de transporte, até ao complexo de
Golgi, onde irão sofrer processos de maturação. Após estarem
maduras, as proteínas enzimáticas serão transportadas do
complexo de Golgi até ao local de actuação por lisossomas
(vesículas que se destacam do complexo de Golgi). O lisossoma
contendo proteínas enzimáticas de digestão intracelular, por
exemplo, junta-se a uma vesícula que contem o material a digerir
(que entrou na célula por endocitose) e, juntos, formam um
vacúolo de digestão (enzimas + material a digerir).