Вы находитесь на странице: 1из 5

ATIVIDADE COMPLEMENTAR DATA: Maio/2010

Professor(a): Gonçalo Disciplina: Sociologia


Turma: SEMI
DESIGUALDADES SOCIAIS - Isso é determinado pela tradição familiar, pela
Relação entre estrutura social e estratificação hereditariedade, pela profissão, etc. Na Índia, ainda hoje,
alguns indivíduos pertencem a castas que não se
As sociedades tribais são entendidas como originaram, de acordo com a cultura dominante, de um
sociedades em que estão ausentes as regras e normas “ente” divino, e são considerados impuros. Podem
simbólicas e materiais que determinam as hierarquias prestar serviços a membros de castas superiores apenas
sociais, os processos estratificadores que poderiam em casos específicos, pois culturalmente, tudo o que
estruturar suas relações. tocam fica contaminado. A complexidade do sistema de
Por processos estratificadores devemos entender castas entre os hindus envolve não só elementos
que são as diferentes formas; econômicas, sociais, políticos e econômicos, mas questões culturais
políticas e culturais que permitem o surgimento e a seculares. A combinação entre esses elementos forma
consolidação das hierarquias sociais, das camadas uma organização social particular no processo de
sociais, das desigualdades sociais, das diferenças construção das desigualdades sociais.
sociais, dos estratos sociais, que no decorrer do tempo e FEUDALISMO
do espaço surgiram e adquiriram formas, símbolos e
determinações diferentes. Na sociedade feudal, os processos estratificadores
A abordagem filosófica do tema, em alguns se modificaram, as formas de pensar, de sentir e de agir
pensadores, parte do princípio que todo o ser humano é mudaram e passaram a produzir outras formas de
naturalmente livre e igual, mas historicamente é desigualdades sociais, denominada de estamentos.
necessário entender as diferentes características,
presentes nas relações sociais, dos processos  Estamentos ou estados
estratificadores.
O estamento esteve presente na sociedade
ANTIGUIDADE medieval européia e em alguma sociedades asiáticas,
com características diferentes, por um período maior ou
Na Antigüidade Clássica, a sociedade se menor, e para que possamos entender principalmente
estruturava, na sua dimensão econômica, pela não confundir estamentos com castas, embora os dois
escravidão e tal modo de produção produz camadas sistemas sejam muito parecidos, temos que voltar ao
sociais específicas que a Sociologia denomina estratos início da Idade Média.
sociais. Os estratos sociais nas sociedades antigas ou Quando o império romano sofreu sua queda em 476
greco-romanas se chamavam castas. (d C.), a única instituição que permaneceu em pé foi a
igreja. Todos, e isto englobavam bárbaros romanos e
 Castas etc., olhavam para igreja buscando um pálido reflexo do
já decrepto império romano. Igreja assume a
Para Weber, o sistema de castas obedece a uma responsabilidade de determinar o certo e errado e liderar
forma específica de organização. A definição dos papeis espiritual e com o tempo secularmente (presença da
dos indivíduos é clara neste sistema. Por exemplo, certos igreja no Estado) a vida da população. Como a igreja
lugares e profissões podem ser freqüentadas e exercidas tinha a forma de Roma, ela moldou a sociedade européia
respectivamente por uma casta, enquanto que é no mesmo modelo que o romano. Utilizando a religião
totalmente impossível a outro membro de uma casta para ratificar suas idéias a sociedade estamental tinha
inferior. Toda a posição (status) social do indivíduo está como base de sua relação pessoal a fidelidade e
diretamente relacionada com a casta a que ele pertence. submissão a igreja, e isto era usado para a exploração
E normalmente, nesse tipo de estratificação, há uma do trabalho servil.
ausência de mobilidade social. Não há possibilidade de Assim como na casta, a sociedade estamental era
um indivíduo sair de uma casta e passar para outra mais rígida, mas, surge a idéia da possibilidade da mobilidade
elevada ou inferior. É lógico que podem surgir exceções. social através da posse da terra. Os principais estratos
Vejamos isso com mais cuidado. O alicerce principal da estamentais desse período se dividiam em clero,
casta está na dimensão cultural religiosa. Um exemplo monarquia, nobreza, vassalos e os servos. O que definia
de uma sociedade que usa esse sistema é a Índia. Nesta a hierarquia da estrutura social era a posse da terra, e as
sociedade religião principal é a hindu. Na reencarnação, relações sociais se davam em torno dessa posse, o clero
possível na religião Hindu, existe um processo de por ser o possuidor do maior volume de terras passa a
evolução espiritual. Nesse processo, tudo o que está em dominá-las. O controle social, a manutenção do regime
volta do indivíduo “nesta vida”, e isto inclui bens de exploração servil era o objetivo central. Servos sendo
materiais, profissões e etc., são o caminho pela qual este submissos aos nobres unidos por um “compromisso” de
indivíduo deve passar. Se ele trocar de casta ele vai servir e proteger, por relações de honras, juramentos,
deixar de passar pelo caminho de crescimento espiritual reciprocidade e fidelidade. Essas relações sociais podem
determinados pelos deuses. È exatamente este ponto ser entendidas de uma forma mais horizontalizadas do
que faz da casta algo completamente imóvel. que verticalizadas, pois a relação da hierarquização não
se deu de cima para baixo, mas se estruturou nas
relações de reciprocidade, de juramentos, de honras, de

1 Valério – Atividade Complementar – Sociologia –Semi – 05/2009


fidelidade, que se transferiu para as formas jurídicas específico que o indivíduo ocupa como membro de
legais. uma classe social, na relação de produção, na sua
Tal estrutura social se desagregou com o forma de trabalho.
surgimento de outro estrato, o da burguesia, que rompe
com a rígida hierarquia social vigente. A propriedade privada exige trabalho assalariado, e
assim o lugar que as pessoas ocupam na divisão do
CAPITALISMO trabalho é que define a classe social . Marx afirma que
as classes sociais são formadas pelo modo como os
 Classes Sociais homens produzem os meios que garantem a sua
sobrevivência, relações materiais, e que produzem
É muito difícil analisar todas as condições e ao mesmo tempo as demais relações sociais que
circunstâncias que podem definir o indivíduo como determinarão a sua vida, relações de amor, de
membro pertencente de uma determinada classe social. amizade, política, ideológica, etc.
Apenas as condições econômicas não são suficientes
para dar conta dessa complexa relação presente no
capitalismo, pois as classes não se definem por si só,
mas, pelas diferenças e suas várias vertentes, como
social, cultural e política. A grande característica
presente nas sociedades hierarquizadas pelas classes
sociais é sua possibilidade, real, de mobilidade social.
Não há garantias que um membro de uma classe social
poderá sempre pertencer a ela. O que era a grande
promessa burguesa se transforma em sua maior
angústia.
É necessário analisar que na contemporaneidade Max Weber
surgiram múltiplas desigualdades nas mais diversas
esferas sociais. As desigualdades entre os gêneros, da Max Weber destaca, com clareza, três dimensões
espécie humana (masculino e feminino), merecem distintas para a produção social das desigualdades:
análises específicas, pois perpassam os sistemas econômica, social e política.
estratificadores e se perpetuam nas relações sociais.
Econômica > Pela posse, pela renda.
ABORDAGENS TEÓRICAS SOBRE AS Social > Status, Honras e prestígios.
DESIGUALDADES SOCIAIS - Política > Poder.

As abordagens teóricas são construídas em Para Weber as desigualdades sociais não devem
diferentes períodos históricos da evolução das diferentes ser entendidas apenas pela dimensão econômica, que se
sociedades e atendem as características culturais de constitui pela posse, pela renda, pela riqueza, pois
cada uma delas e aos interesses específicos das elites independente dessa questão, a sociedade pode criar
econômicas ou intelectuais que dominam a sociedade e valores de honras e de prestígios, positivos ou
constroem e justificam as desigualdades sociais. negativos, nas suas relações sociais, como as
Para compreender o mecanismo das classes sociais autoridades religiosas, no acesso à cultura ou pela fama.
no capitalismo vamos estudar as definições de Na dimensão política a questão do poder é fundamental
desigualdades sociais para alguns teóricos; para criar a diferenciação entre quem o tem e quem não
o possui.

Sociedades Antigas ou Greco-Romanas

As desigualdades sociais desse período, as castas,


são explicadas teoricamente por membros das elites
intelectuais e econômicas que dominam as relações
sociais, como Platão (427/347 a C) e Aristóteles
(384/322 a C), que vão justificar tal estratificação como
Karl Marx natural, colocando a própria natureza como
selecionadora da hierarquia social, entre melhores
Toda a desigualdade para Marx nasce durante a preparados para governar (Rei filósofo), mais valentes e
apropriação dos bens e os meios de produção. Esses guerreiros para assegurar a proteção às cidades e aos
bens que são produzidos pelos operários, são tomados proprietários e os menos preparados, menos valentes e
pelos capitalistas gerando assim uma forte desigualdade. sem propriedades para trabalhar. A desigualdade social
Os alicerces da sociedade capitalista estão explicada teoricamente como natural.
solidificados em classes muito distintas e que já vimos
anteriormente. Burguesia e proletariado. A divisão da
sociedade capitalista em classes é produzida, segundo
Marx, pela própria ação entre os homens, já que
pertencer ou não a uma classe não é uma escolha
individual nem uma opção, e o que define a produção
da desigualdade social, para Marx, é o lugar
2 Valério – Atividade Complementar – Sociologia –Semi – 05/2009
Sociedade Feudal proprietário por natureza, pois a selvageria (Estado
Natural) é o “instinto” racional à proteção a sua
propriedade (o corpo). Parte também da teoria do pacto,
do acordo, do contrato social como fim ao conflito
incessante (Dois tratados sobre o governo civil,
1689/1690). Aceitava a idéia do pacto, do contrato
(Estado Civil), de Hobbes, mas discordava em realizar
um contrato, um pacto em condições de igualdade com
aqueles que tivessem apenas sua força de trabalho (seu
corpo) como maior propriedade, pois o pacto social
valoriza o esforço e a escolha pessoal (individual).
As desigualdades sociais desse período são
construídas, a partir do novo estrato social dominador
das relações sociais, o clero, cujo principal teórico desse
tema encontra em São Tomás de Aquino (1225/1274)
um dos seus principais expoente, ao justificar a estrutura
hierárquica vigente como sendo de origem divina, da
vontade de Deus. Esse teórico abordou que com o uso
da razão é possível demonstrar a existência de Deus,
para isto propõe cinco vias de demonstração e na
quarta via analisou o Ser Perfeito: “Verifica-se que há
graus de perfeição nos seres, uns são mais perfeitos que
Jean-Jacques Rousseau (1712/1778)
outros, qualquer graduação pressupõe um parâmetro
máximo, logo deve existir um ser que tenha este padrão
Para Rousseau, os homens nascem livres e iguais,
máximo de perfeição e que é a Causa da Perfeição dos
bons por natureza, a teoria do “Bom Selvagem”, o que
demais seres”.
os tornariam ruins, maus, corrompidos e selvagens, seria
a simples idéia da propriedade privada, que os torna
TEÓRICOS DO CONTRATUALISMO
desiguais. Ao escrever sua obra Do Contrato Social
(1762), teoriza sobre a renúncia parcial dos homens à
Absolutismo
liberdade e à igualdade em favor do Estado, e que tal
renúncia seria da Vontade Geral, e que tal vontade
deveria ser amparada pelas leis, o que nos levaria a uma
situação de igualdade, perante as leis, e que tal Estado
regulamentaria as relações sociais.

Liberalismo (séc. XVIII)

Novas idéias e concepções apareciam em toda a


Europa sobre a igualdade. A Revolução Francesa foi o
Thomas Hobbes (1588/1679) grande estandarte desse período.
O ponto central do liberalismo era a defesa da
A igualdade dos homens é o ponto de partida para propriedade privada, o fim da intervenção estatal na
sua grande obra. O Leviatã (1651). Para ele, que parte economia e a liberdade de todos perante a lei.
sua análise do Estado Natural, da selvageria, em que os Thomas Malthus defendia a desigualdade social.
homens são iguais competem entre si, colocando a Segundo ele melhores salários levaria os empregados a
sociedade em risco, pois o homem seria o lobo dele uma onde de bebedeira e completa desordem.
mesmo. Por isso a necessidade de um contrato, de um Edmund Burke, inglês que afirmava que a
pacto, de um acordo social, onde nasce a figura do propriedade privada garantia a liberdade mais exigia a
soberano, do Estado Civil, com poder total, absoluto, à desigualdade
partir da renúncia total à liberdade e à igualdade ao Voltaire seguiu a mesma linha, dizia que se o
Estado, que vai regulamentar as relações sociais, empregado recebesse pouco teria fidelidade no serviço,
colocando fim ao estado de selvageria. porque dependeria muito daquele dinheiro. Já com um
salário maior faltaria mais ao trabalho.

John Locke (1632/1704)

Segundo Locke, expoente principal das teorias


liberais, que são, em grande parte, a base do
pensamento da burguesia, todos humano é igual e
3 Valério – Atividade Complementar – Sociologia –Semi – 05/2009
Exercícios sobre as desigualdades sociais. b) Ao de status social, que diz respeito a um
conjunto de direitos e deveres que marcam e
diferenciam a posição de uma pessoa em suas
01) Observe os quadrinhos. relações com as outras.
c) Ao dos papéis sociais, que se refere ao conjunto
de comportamentos que os grupos e a sociedade
em geral esperam que os indivíduos cumpram de
acordo com o status que possuem.
d) Ao da mobilidade social, que se refere ao
movimento, à mudança de lugar de indivíduos ou
grupos num determinado sistema de
estratificação.
e) Ao da massificação, que remete à
homogeneização das condutas, das reações,
desejos e necessidades dos indivíduos,
sujeitando-os às idéias e objetos veiculados
pelos sistemas midiáticos.

Os quadrinhos ilustram uma forma comum de 03) Leia a letra da canção.


explicar a pobreza e as desigualdades sociais.
Assinale a alternativa que apresenta pressupostos “Tinha eu 14 anos de idade quando meu pai me
utilizados pela teoria liberal clássica para chamou
compreender a existência da pobreza e que foram Perguntou-me se eu queria estudar filosofia
também assumidos pela personagem Susanita em Medicina ou engenharia
suas falas. Tinha eu que ser doutor
Mas a minha aspiração era ter um violão
a) As desigualdades sociais podem ser Para me tornar sambista
compreendidas através da análise das relações Ele então me aconselhou: „Sambista não tem valor
de dominação entre classes, que determinam o nesta terra de doutor‟
sucesso ou o fracasso do indivíduo. E seu doutor, o meu pai tinha razão
b) A existência da pobreza pode ser compreendida Vejo um samba ser vendido, o sambista esquecido
a partir do estudo das relações de produção O seu verdadeiro autor
resultantes da exploração de uma classe sobre a Eu estou necessitado, mas meu samba encabulado
outra. Eu não vendo não senhor!”
(Canção “14 anos” de Paulinho da Viola, do álbum Na Madrugada,1966.)
c) A divisão em classes sociais no capitalismo está
baseada na liberdade de concorrência; assim, a De acordo com a letra da canção, assinale a
pobreza decorre das qualidades e das escolhas alternativa correta.
individuais.
d) O empobrecimento de alguns setores sociais no a) O sambista vê na comercialização do samba, ou
capitalismo decorre da apropriação privada dos seja, na sua mutação em mercadoria, um
meios de produção, que dificulta a ascensão processo que valoriza mais o criador que a coisa
social da maioria da população. produzida.
e) O empobrecimento de grande parte da b) Os termos „sambista‟ e „doutor‟ servem para
população mundial decorre da definição pelo qualificar e/ou desqualificar os indivíduos na
imperialismo de políticas econômicas rigorosa hierarquia social vigente no Brasil.
discriminatórias. c) A filosofia, enquanto conhecimento humanístico
voltado à crítica social é desqualificada em
02) Em 1840, o francês Aléxis de Tocqueville (1805- relação aos conhecimentos direcionados às
1859), autor de A democracia na América, profissões liberais.
impressionado com o que viu em viagem aos d) Para o sambista, o valor objetivo da música como
Estados Unidos, escreveu que nos EUA, “a qualquer mercadoria, medido pelo reconhecimento
momento, um serviçal pode se tornar um senhor”. econômico, é mais relevante do que sua
Por sua vez, o escritor brasileiro Luiz Fernando condição de criação artística subjetiva.
Veríssimo, autor de O analista de Bagé, disse, em e) A expressão „terra de doutor‟ está relacionada à
1999, ao se referir à situação social no Brasil: “tem disseminação generalizada dos cursos
gente se agarrando a poste para não cair na escala superiores no Brasil, responsáveis por uma
social e seqüestrando elevador para subir na vida”. elevação do nível cultural dos setores populares.
As citações anteriores se referem diretamente a qual
fenômeno social?

a) Ao da estratificação, que diz respeito a uma


forma de organização que se estrutura por meio
da divisão da sociedade em estratos ou camadas
sociais distintas, conforme algum tipo de critério
estabelecido.

4 Valério – Atividade Complementar – Sociologia –Semi – 05/2009


04) Assinale o que for correto a respeito do conceito ANOTAÇÕES:
de estratificação social.
______________________________________________
01) O filósofo Jean Jacques Rousseau afirmou, no ______________________________________________
século XVIII, que as desigualdades sociais são
______________________________________________
o resultado da desigualdade natural entre os
homens, princípio que sustenta até hoje o ______________________________________________
conceito de estrutura social.
______________________________________________
02) A estrutura estamental, dividida principalmente
entre nobreza, clero e plebeus, predominou na ______________________________________________
Europa do Antigo Regime e esteve associada ao
______________________________________________
sistema feudal.
04) As classes sociais são estruturas típicas do ______________________________________________
sistema de castas e caracterizam-se pela
______________________________________________
imobilidade.
08) A sociedade capitalista é uma forma histórico- ______________________________________________
social que aboliu os processos de diferenciação
______________________________________________
econômica; porém, manteve a hierarquia
social baseada em princípios de prestígio ______________________________________________
político e profissional.
______________________________________________
16) O sistema escravista, adotado no Brasil
entre os séculos XVI e XIX, pode ser ______________________________________________
considerado uma forma de estratificação social
______________________________________________
que estabelece distinções sociais entre duas
categoriais de pessoas: senhores e escravos. ______________________________________________
______________________________________________
05) Ao longo da história, várias sociedades foram
marcadas por profundas desigualdades sociais e ______________________________________________
políticas, motivando diferentes interpretações sobre
______________________________________________
elas. Assinale o que for correto.
______________________________________________
01) Para Rousseau, o contrato social teria por
______________________________________________
objetivo alcançar o bem comum,
estabelecendo-se um pacto em que os ______________________________________________
indivíduos estariam igualmente submetidos à
______________________________________________
vontade geral da sociedade.
02) O pensamento liberal interpreta as diferenças ______________________________________________
sociais como o resultado da desigual
______________________________________________
apropriação dos meios de produção, do
capital e da força de trabalho e considera que ______________________________________________
essa situação leva à dominação entre os
______________________________________________
indivíduos.
04) Nas décadas de 1950 e 1960, o Brasil passou ______________________________________________
por um processo de industrialização, mas sem
______________________________________________
sair do subdesenvolvimento devido às
características de seu modelo de crescimento ______________________________________________
industrial, que gerou uma acumulação
______________________________________________
altamente concentrada da riqueza.
08) A partir de 1970, o governo brasileiro ______________________________________________
conseguiu diminuir as desigualdades no país
______________________________________________
mediante um desenvolvimento com custo
social reduzido, a desconcentração da renda, ______________________________________________
a absorção da mãode-obra economicamente
______________________________________________
ativa e o fim da inflação.
16) Segundo Karl Marx, na sociedade capitalista, ______________________________________________
o operário cria as mercadorias e apropria-se
______________________________________________
de uma parcela da sua produção, eliminando
as desigualdades sociais.. ______________________________________________
Gabarito:
______________________________________________
01) C
02) D ______________________________________________
03) B
______________________________________________
04) 18
05) 05 ______________________________________________
______________________________________________

5 Valério – Atividade Complementar – Sociologia –Semi – 05/2009