Вы находитесь на странице: 1из 1

c 


    c  
   
1. V ben materiai  hone tamente adquirido  o bênço que Deu no 1. V ben materiai  hone tamente adquirido  o bênço que Deu no
concede e que um dia iremo pre tar conta a Ele (Sl.24.1; 115.16). Por concede e que um dia iremo pre tar conta a Ele (Sl.24.1; 115.16). Por
i o devem er u ado para a no a manutenço conforto alegria e prazer i o devem er u ado para a no a manutenço conforto alegria e prazer
bem como para ajudar o próximo e u tentar a obra do Senhor. U lo como bem como para ajudar o próximo e u tentar a obra do Senhor. U lo como
forma de autoafirmaço de o tentaço ou como in trumento de forma de autoafirmaço de o tentaço ou como in trumento de
dominaço é deturpar o fin para o quai no foram dado ( I Cor.4.7; I dominaço é deturpar o fin para o quai no foram dado ( I Cor.4.7; I
Jo.3.17; Tg.2.1516). Jo.3.17; Tg.2.1516).
2. V lar é como uma empre a que preci a planejar a forma que ganha e ga ta o 2. V lar é como uma empre a que preci a planejar a forma que ganha e ga ta o
eu dinheiro a curto médio e longo prazo. Se o ócio (ca al) no eu dinheiro a curto médio e longo prazo. Se o ócio (ca al) no
e tiverem de acordo no lidar com o dinheiro correm o ri co de empre ficar e tiverem de acordo no lidar com o dinheiro correm o ri co de empre ficar
no vermelho; no vermelho;
3. V ca al deve ter um orçamento: o ca al que mantêm uma boa contabilidade 3. V ca al deve ter um orçamento: o ca al que mantêm uma boa contabilidade
quanto à ua de pe a ir em qua e todo o ca o  ga tar meno e mai quanto à ua de pe a ir em qua e todo o ca o  ga tar meno e mai
en atamente do que aquele que no fazem i to. en atamente do que aquele que no fazem i to.
4. V ca al deve ter um acordo obre finança : i to ignifica que tudo que tiver 4. V ca al deve ter um acordo obre finança : i to ignifica que tudo que tiver
de er adquirido fora do orçamento deve er feito com a aquie cência de de er adquirido fora do orçamento deve er feito com a aquie cência de
ambo ; ambo ;
5. A compra devem er decidida egundo critério racionai : i o exige 5. A compra devem er decidida egundo critério racionai : i o exige
di ciplina. Pe oa indi ciplinada u am indi ciplinadamente o dinheiro; o di ciplina. Pe oa indi ciplinada u am indi ciplinadamente o dinheiro; o
u o do dinheiro é mai do que uma técnica é uma atitude; u o do dinheiro é mai do que uma técnica é uma atitude;
6. V ca al ó deve fazer dívida quando i to for ab olutamente nece rio. 6. V ca al ó deve fazer dívida quando i to for ab olutamente nece rio.
Quem faz dívida torna e e cravo do credor (Pv.22.7); a dívida con omem Quem faz dívida torna e e cravo do credor (Pv.22.7); a dívida con omem
no a energia mentai e fí ica  por cau a da preocupaçõe e noite mal no a energia mentai e fí ica  por cau a da preocupaçõe e noite mal
dormida ; dormida ;
7. V ca al preci a aprender a viver dentro de ua realidade ócioeconômica 7. V ca al preci a aprender a viver dentro de ua realidade ócioeconômica
(Fl.4.1113; I Tm.6.6); a bu ca pelo tatu ocial é um do grande male da (Fl.4.1113; I Tm.6.6); a bu ca pelo tatu ocial é um do grande male da
modernidade. V culto a aparência faz com que pe oa comprem objeto modernidade. V culto a aparência faz com que pe oa comprem objeto
que fazem outro pen arem que ele é o melhor me mo que tai objeto no que fazem outro pen arem que ele é o melhor me mo que tai objeto no
caibam em ua renda. caibam em ua renda.
8. H ben que preci am er bu cado entre o ca ai do que o material ± ter 8. H ben que preci am er bu cado entre o ca ai do que o material ± ter
conforto é muito bom. Ma um bom ca amento no depende do ben conforto é muito bom. Ma um bom ca amento no depende do ben
matéria (Pv.15.17). matéria (Pv.15.17).
9. V ca al deve entender que o dinheiro é um meio e no um fim ± quando 9. V ca al deve entender que o dinheiro é um meio e no um fim ± quando
abrimo mo de coi a mai importante para têlo ele e tran forma em abrimo mo de coi a mai importante para têlo ele e tran forma em
raiz de todo o male (I Tm.6.10); raiz de todo o male (I Tm.6.10);
10.V dinheiro ± que obra ou que falta ± deve unir ainda mai o ca al. A obra 10.V dinheiro ± que obra ou que falta ± deve unir ainda mai o ca al. A obra
deve unilo em açõe de graça; a falta em oraço. De ta unio o ca amento deve unilo em açõe de graça; a falta em oraço. De ta unio o ca amento
air mai fortalecido. air mai fortalecido.

Похожие интересы