Вы находитесь на странице: 1из 44

* O que é o field target?

Silhueta metalica em forma de esquilo


utilizada nesta modalidade de tiro.

O Field Target teve a sua origem no Reino Unido em inícios da década de 80, como
uma disciplina de tiro ao alvo que pretende simular a caça de pestes várias como
ratos, coelhos, esquilos, corvos, pombos e outros, que normalmente são caçadas
legalmente com carabinas e ar comprimido naquele país, ao contrário do que
acontece no Brasil, onde a caça é proibida na maioria dos Estados.
Esta simulação recorre a alvos rebatíveis, usualmente distribuídos por distâncias
desconhecidas para o atirador, entre os 10 e os 50 metros.
Estes alvos rebatíveis constituem-se por silhuetas metálicas em formato de animal e
que possuem um orifício com um diâmetro que pode variar entre os 15 mm e os 50
mm, precedido de uma placa de impacto em que, quando atingida por um chumbo,
aciona um mecanismo simples que resulta no rebatimento do alvo e num ponto para
o atirador. Posteriormente o atirador rearma o alvo puxando uma corda ligada a este
para que o próximo concorrente possa atirar. *Nota: Em resumo,o field target nada
mais e que uma Simulação de caça no campo,na qual o atirador dispara em silhuetas
que imitam a forma de varios animais.
Pequeno atirador no field
target,supervisionado pelo pai.

Regulamento técnico

Artigo 1º - Classes

Consideram-se três classes distintas, a saber:

1 - Classe OPEN (carabinas de ar pré-comprimido, CO2 ou mola)


A classe Open (aberta) compreende qualquer tipo de arma de ar comprimido, com
lunetas de qualquer ampliação e diâmetro de objetiva. Cabe ao atirador que os
equipamentos utilizados estejam de acordo com a le gislação vigente e sejam
utilizados no Field Target de acordo com este regulamento.

2 ± Classe Ar comprimido e Gás (carabinas de ar pré -comprimido e CO2)


Esta classe engloba especificamente as carabinas do tipo PCP e CO2. Aqui também
o atirador é responsável por utilizar equipamento rigorosamente de acordo com a
legislação vigente. Será facultativo o uso de mira ótica, sendo que o atirador que
optar por não utilizar tal dispositivo será o único responsável pelo resultado que
obtiver. Não caberá qualquer re curso questionando que um ou outro atirador levou
vantagem em função do tipo de mira utilizado. O aumento máximo permitido será de
6X (seis vezes) para o disparo, sendo livre o aumento a ser utilizado para tomada de
distância. O atirador que efetuar o disp aro com mais de 6X (seis vezes) de aumento
receberá uma penalidade de um alvo, já que para este tipo de equipamento só é
permitido um disparo por alvo. Caso este esteja com zero na sua pontuação, será
anotado na súmula o débito, de forma que o primeiro pon to que fizer será descontado
em razão da dita penalidade, e assim sucessivamente.

3 ± Classe Com Recuo


Esta classe engloba especificamente as carabinas com sistema de acionamento por
mola/pistão sem dispositivo anti -recuo. Aqui também o atirador é respons ável por
utilizar equipamento rigorosamente de acordo com a legislação vigente. Será
facultativo o uso de mira ótica, sendo que o atirador que optar por não utilizar tal
dispositivo será o único responsável pelo resultado que obtiver. Não caberá qualquer
recurso questionando que um ou outro atirador levou vantagem em função do tipo de
mira utilizado. O aumento máximo permitido será de 6X (seis vezes) para o disparo,
sendo livre o aumento a ser utilizado para tomada de distância. O Atirador que efetuar
o disparo com mais de 6x (seis vezes) de aumento recebera uma penalidade de 1
(um) tiro falho por tiro efetuado nesta condição. Caso este esteja com zero na sua
pontuação, será anotado na súmula o débito de forma que o primeiro ponto que fizer
será descontado em razão da dita penalidade, e assim sucessivamente. Ficará a
critério do DP autorizar ou não sub -divisão desta classe em duas sub-classes, uma
com mira ótica e outra com mira aberta/dioptro. O DP poderá usar como subsídio
para sua decisão a demanda por amb as as categorias ou solicitação dos atiradores
entre outros critérios, nos termos do Artigo 13º do tópico ³EXECUÇÃO DA PROVA´
contido neste regulamento. ´Sua decisão, seja favorável ou não às solicitações terá
caráter definitivo, sendo possíveis questionam entos encaminhados na forma de
recurso aos canais competentes, de acordo com o disposto neste regulamento.

Artigo 2º - Armas e Munições


São autorizadas carabinas de ar comprimido, de qualquer calibre não superior a
5,5mm.
A potência máxima autorizada, med ida à boca do cano, é de 24 Joules para armas de
calibre 4.5mm e de 42 Joules para armas com calibre 5.5mm.
Não são permitidos sistemas de telemetria (incluindo os sistemas integrados à mira)
ou lasers acoplados à mira ou à carabina.
São permitidas somente munições constituídas em sua totalidade por liga de chumbo
dúctil, podendo, no entanto assumir o formato e peso que o participante desejar.

Artigo 3º - Alvos
Só serão utilizados alvos rebatíveis homologados pela CBTE, em que o dispositivo de
rearme é feito por fio e que só desarmam quando atingidos na zona de impacto (kill
zone).
As zonas de impacto do alvo podem ser de qualquer cor contrastante com o restante
do alvo (amarelo, rosa fluorescente ou branco como exemplos), sendo restrita a
utilização da cor vermelha, tendo em conta a participação de praticantes com
daltonismo.
A cor do alvo pode ser preta ou branca.
As zonas de impacto serão obrigatoriamente redondas e terão o diâmetro aproximado
de 40mm, podendo variar entre 15 e 50 mm.

As distâncias dos alvos até as linhas de tiros são aleatórias (independente do


diâmetro da zona de impacto) dentro dos limites abaixo:

Classe "Open": Distância Mínima: 10 m / Distância máxima: 60m


Classe "Ar Comprimido e Gás": Distância mínima: 10m / Distância máxima: 60m
Classe "Com Recuo": Distância mínima: 10m / Distância máxima: 40m

Artigo 4º - Acessórios
Pode ser usado qualquer tipo de assento, desde que:
a. A altura máxima de qualquer assento seja de 15cm, medidos com o atirador
sentado no mesmo;
b. Os 15 cm são medidos desde o chão até ao ponto mais alto do assento;
c. O assento só pode ser usado como tal e nunca como qualquer tipo de apoio para o
atirador, exclusão feita ao uso do assento para apoio do joelho. A organização da
prova não será responsável pela sujeira ou eventuais danos causados à roupa usual
do atirador em função da utilização da mesma em contato direto com o solo. Não é
permitido o uso de vestimentas específicas de tiro, como é o caso, por exemplo, dos
casacos de tiro ISSF.
É permitido na classe Open o uso de:
‡ bandoleira simples;
‡ arreio para pernas;
‡ colchonete;
‡ luva acolchoada ou não com espessura máxima de 1.2cm;
‡ cotoveleira.
É permitido na classe Ar Comprimido e Gás
‡ bandoleira simples;
‡ arreio para pernas;
‡ colchonete;
‡ luva acolchoada ou não com espessura máxima de 1.2cm;
‡ cotoveleira.
É permitido na classe com Recuo o uso de:
‡ bandoleira simples;
‡ colchonete;
‡ luva de couro ou neoprene sem acolchoamento;
‡ cotoveleira.

Não será permitido uso do "acessório hamster", porém, serão permitidas armas que
possuam coronhas não originais de fabrica, que tenham ou não aumento do fuste.

Artigo 5º - Posições de Tiro


Posições de tiro permitidas são:
a. Sentado;
b. De pé;
c. Deitado;
d. Ajoelhado;
e. Livre - A posição livre fica ao critério do atirador escolher uma das outras 4 (a, b, c
ou d)
Em qualquer das posições de tiro, não é permitido o apoio da arma em nenhum
objeto ou local, que não seja o próprio corpo do atirador.
Na posição ajoelhada não é permitido apoiar a lateral do pé no chão.
Se o participante por deficiência física ou incapacidade, não puder cumprir com a
posição imposta, deverá informar o diretor da prova, para que este decida o
procedimento a tomar. Geralmente será uma posição alternativa, mas que não ponha
em vantagem este praticante.
Nenhuma parte do corpo pode passar a linha de tiro.
Não são permitidos quaisquer ajustes ao equipamento de tiro, após a verificação do
equipamento pelo DP, à exceção de ajuste da mira.
Não é permitido ao participante tirar partido do contato de qualquer parte do seu
corpo com elementos como os postes da linha de tiro ou outros elementos que façam
parte do percurso.
Os tempos de permanência na linha de tiro serão de 1 minuto + 1 minuto por cada
alvo dessa Linha a partir do comando ³carregar´. Ex. numa Linha com 2 alvos o
atirador dispõe de 3 minutos.
Sempre que o tempo definido for violado, contarão apenas os tiros efetuados em
tempo regulamentar. O tempo não será informado ao atirador até este finalizar a
pista.
Artigo 6º - Pontuação
A pontuação será sempre feita tendo em conta as classes e categorias (Sênior, Dama
e Junior).
A pontuação será feita da seguinte forma: zero ponto para um tiro falho e um ponto
para um tiro válido.
Os tiros válidos serão marcados com um ³X³ e os falhos com um ³0³ (ze ro).
Qualquer movimentação do alvo que não resulte na sua queda não será tiro válido e
será marcado como falho (zero ponto).
Será tiro válido sempre que este provoque a queda do alvo.
Serão efetuados até 2 (dois) disparos na classe Com Recuo e 1 (um) dispa ro na
classe Ar Comprimido e Gás por alvo. No caso da classe Open será feito 1 (um)
disparo para as armas por ação de Gás e Ar Comprimido e 2 (dois) disparos para as
armas por ação de Mola, mesmo estando disputando a prova na mesma classe.
Sempre que a arma dispare acidentalmente, com ou sem chumbo, será considerado
tiro falho.
O atirador poderá sempre solicitar ao DP autorização para fazer uma descarga da
arma sem ser penalizado.

Artigo 7º - Empates
Em caso de empate, primeiramente será considerado ganhad or o atirador com maior
numero de acertos no primeiro tiro (menor número de tiros dados). Se a situação de
empate persistir, os atiradores em causa irão disputar uma das linhas do percurso
previamente definida para esse efeito, até que desempatem a pontuaç ão. Na
possibilidade de ainda persistir e empate, ficará a cargo do DP estipular um ou mais
alvos ao seu critério para o desempate. O DP poderá também providenciar novo
posicionamento para estes alvos, de forma a elevar o grau de dificuldade até que
ocorra o desempate. Neste caso, cada atirador envolvido no processo de desempate
fará uma seqüência estipulada pelo DP. Será considerado vencedor, aquele que
obtiver maior número de acertos na(s) seqüência(s) especificada(s) pelo DP.

Execução da prova

Artigo 1º - Dos Participantes


As provas de Field Target serão realizadas exclusivamente por atiradores com
carabinas de pressão.

Artigo 2º - Diretor de Prova


As provas da modalidade Field Target são conduzidas pelo DP, nomeado pelo
Administrador do Evento e/ou pe la FMTE. Desenvolvem-se rigorosamente de acordo
com o presente Regulamento.

Artigo 3º - Verificações do Equipamento


Todo o equipamento do atirador será verificado pelo DP/Delegados da prova no início
de cada prova:
a. As armas poderão ser cronografadas, p ara verificar se estão dentro dos limites
regulamentados, com chumbo fornecido pela organização do evento. A energia na
boca da arma deverá ser calculada pela seguinte fórmula: 20002vmE æ=
Onde E é a energia em Joules, m é a massa do projétil em gramas e v é a velocidade
do projétil em metros por segundo.
b. Todo o restante de equipamento poderá ser alvo de verificação;
c. O não cumprimento de qualquer requisito (energia, munição, acessórios, etc.) pode
levar à desqualificação do atirador.
Artigo 4º - Percurso de Tiro
O percurso de tiro deverá conter, pelo menos 15 (quinze) alvos, dispostos em pelo
menos 3 (três) pistas.
Cada pista de tiro deverá ser numerada e levar a identificação da posição de tiro que
o atirador terá de cumprir.
Depois que o participante iniciar o percurso de tiro, terá que finalizá -lo,
salvaguardando a exceção prevista no Artigo 8º.
A distância mínima e máxima aos alvos em cada linha de tiro será conforme a
prevista no Artigo 3º do regulamento técnico.
Os alvos podem ser dispostos em alturas acima e/ou abaixo do nível do atirador. Ex.
fixo em árvores ou morros.
A localização de todos os alvos terá de ser perfeitamente visível a partir da linha de
tiro, independentemente da estatura do atirador.
O número de alvos em posições forçadas (de p é, ajoelhado ou deitado) não pode
exceder 20% do total de alvos da prova.
Nenhuma Linha de tiro pode cruzar outra Linha, em qualquer ponto anterior à
localização dos alvos.
O percurso de tiro deve ser feito em um ambiente com obstáculos naturais ou
artificiais (árvores, troncos, pedras, objetos manufaturados, etc.) e/ou acidentes
geográficos (morro, vales, etc.), simulando um campo de caça.

Artigo 5º - Alvos
Todos os alvos deverão ser numerados e o atirador deverá seguir a ordem
correspondente.
Todos os alvos da pista deverão ser rearmados pelo atirador, mesmo que este já
esteja em pé, antes do início da seqüência de tiros. A não observância desta regra
implica em um tiro falho por alvo não rearmado.
Qualquer tiro dado em alvos de outra linha de tiro ou for a da seqüência será
considerado um tiro falho no alvo da vez, podendo, no entanto, retomar a seqüência
da prova, pelo alvo seguinte.
Somente se o ³kill zone´ e a região ao seu redor ficarem indistinguíveis pelos
sucessivos impactos, a critério do DP a prova poderá ser interrompida e todos os
alvos da prova repintados.

Artigo 6º - Esquadrões
Os atiradores serão distribuídos aleatoriamente em tantos esquadrões quantas forem
as pistas. Cada esquadrão iniciará por uma pista conforme escolha do DP.
Durante o percurso, os atiradores devem se revezar dentro do esquadrão para a
tomada de tempo, marcação de ponto e verificação das normas de segurança.
Cada atirador pode ter um instrutor/spotter ao lado na linha de tiro que pode avisar o
atirador onde estão indo seus tiros, marcar tempo e aconselhar. Tal instrutor/spotter
não pode manusear a arma do atirador ou ajudar de qualquer maneira física, uma vez
dado o comando "carregar", salvo a categoria júnior.

Artigo 7º - Tiros Discutíveis


Sempre que acontecer um tiro dis cutível, o participante deverá colocar a sua carabina
em segurança, apontando para a zona de tiro, chamar o DP e não poderá mexer no
cordão de rearmação até que o DP chegue.
O alvo em questão será inspecionado pelo DP e/ou pelos seus delegados e a sua
decisão será final.
Qualquer alvo que seja considerado defeituoso pelo DP, deverá ser substituído de
imediato ou, na impossibilidade de fazê -lo, deverá ser anulado na prova, para todos
os atiradores.

Artigo 8º - Abandono
Os participantes só poderão abandonar a prova nas seguintes condições:
a. Abandono voluntário. Se o participante não se sentir em condições de completar a
prova, seja por que razão for, deverá comunicar ao DP ou seus delegados para que
estes possam registrar e monitorar esse abandono. Neste ca so a pontuação
registrada até esse ponto de abandono será válida.
b. Outra eventualidade que seja reconhecida como válida pelo DP.
Após abandonar a prova, o atirador não poderá voltar ao percurso.

Artigo 9º - Falha de equipamento


Durante uma falha de equi pamento, o atirador dispõe do tempo regulamentar da pista
para a resolução do problema.
Se o problema persistir mesmo após todos os atiradores do esquadrão terminarem a
pista, o atirador deverá abandonar a prova. Neste caso a pontuação registrada até
esse ponto de abandono será válida.

Artigo 10º - Segurança e desqualificação do atirador


É obrigatório o uso de óculos de proteção durante toda a prova.
As armas só serão colocadas em posição de tiro, municiadas ou disparadas, numa
linha de tiro. Em qualquer o utra situação as armas deverão estar sempre
descarregadas e sem munição, com cano destravado ou câmara de municiamento
aberta. Caso não seja possível ou seguro manter o cano ou a câmara de
municiamento aberta, um tampão ou haste com uma fita vermelha dever á ser
colocado na câmara ou na ponta do cano.
Sempre que for ordenado ³Cessar fogo´, todas as armas deverão ser disparadas em
segurança para o chão (terra) a uma Distância não inferior a 10m, e colocadas em
posição de segurança apontando para baixo. Nesta situação, não é permitida a
visualização dos alvos através das miras.
O comando de ³Cessar fogo´ pode ser dado por qualquer participante da prova,
quando deparar com uma situação de risco.
1. Disparo Acidental
O competidor que causar um disparo acidental s erá parado pelo DP e desqualificado
logo que possível. Define -se disparo acidental da seguinte maneira:
a. Disparo realizado em qualquer outra direção que não as especificadas para a pista
e consideradas pelos organizadores da prova como inseguras. Note qu e o competidor
que efetuar legitimamente um disparo sobre um alvo e o tiro então percorrer uma
direção insegura não será desqualificado.
b. Disparo (mesmo que em seco) realizado fora das linhas de tiro.
Quando puder ser determinado que o disparo deveu -se a defeito de algum
componente da arma e o competidor não tiver cometido nenhuma infração de
segurança nos termos deste Artigo, não será invocada a desqualificação da prova,
mas a pontuação do competidor naquela pista de tiro será zero. A arma deverá ser
imediatamente apresentada ao DP ou representante dele, que irá inspecioná -la e
efetuar todos os testes necessários para determinar se foi realmente um defeito que
provocou o disparo. O competidor não poderá contestar mais tarde a desqualificação
da prova por disparo acidental em virtude de defeito real de componente, se deixar de
apresentar a arma para inspeção imediatamente antes de se retirar da pista de tiro.

2. Falta de Segurança no Manuseio da Arma


Eis alguns exemplos de falta de segurança no manuseio da arma:
a. Manobra de uma arma em qualquer situação que não seja dentro da linha de tiro.
b. Se a qualquer momento durante a execução da prova o competidor permitir que o
cano da arma aponte para trás, a mais de 90 graus da linha média perpendicular à
pista ou permitir que a arma aponte para a platéia quando não estiver com o cano
destravado ou a câmara de municiamento aberta.
c Deixar de manter o dedo fora do guarda -mato durante o municiamento,
remuniciamento ou desmuniciamento da arma.
3. Comportamento Anti esportivo
Serão desqualificados os competidores cujo comportamento o DP julgar ³Anti
esportivo´. Exemplos de comportamento ³Anti esportivo´ incluem, embora não
exclusivamente, a trapaça, a desonestidade, a desobediência em relação a instruções
razoáveis do DP ou qualquer comportamento parecido que traga má reputação ao
esporte. O DP deverá ser notificado logo que possível.
Outras pessoas poderão ser expulsas do estande por comportamento que o DP
julgue ³inaceitável´. Exemplos de conduta ³inaceitável´ incl uem, embora não
exclusivamente, a desobediência em relação a instruções razoáveis do auxiliar da
prova, interferência ou tentativa de interferência na operação da pista de tiro por parte
do competidor ou qualquer outro comportamento que traga má reputação ao esporte.

Artigo 11º - Recurso


Da deliberação do DP cabe recurso para a Direção do Evento ou FMTE, desde que a
questão seja recorrível e possua testemunho de outro participante, no prazo de 1
(uma) hora.

Artigo 12º - Infrações


A penalização por qualque r infração ao presente regulamento ou às práticas seguras
da modalidade, será a imediata desqualificação do atirador.
A não observância dos princípios básicos de civismo e cavalheirismo de acordo com
as regras universais de boa educação, seja por palavras, gestos ou atos, levará
também à desqualificação do(s) atirador(es) envolvido(s).

Artigo 13º - Autonomia do DP


Fica a cargo do DP toda e qualquer exceção e/ou concessão. O DP poderá definir a
participação ou não de uma classe de armas bem como a utilizaçã o ou não do
equipamento apresentado pelos atiradores na hora e no local da prova. Fica facultado
ao DP também a fusão ou desdobramento de classes e categorias em função da
situação e das condições locais e dos participantes de modo que a prova transcorra
da melhor forma possível. A decisão do DP será considerada válida e definitiva, sem
prejuízo do Artigo 11º deste regulamento.

Artigo 14º - Legislação vigente


O DP deverá orientar os participantes sobre a possibilidade ou não de utilização dos
equipamentos que apresentem algum tipo de restrição. Por exemplo, um atirador que
não possua CR não poderá, segundo as leis em vigor, utilizar uma luneta 6 -24X50.
Após receber orientação do DP sobre a proibição de uso do referido equipamento, se
o atirador insistir em utilizá-lo, o fará por sua conta e risco. Ficará o atirador ciente
que em caso de fiscalização poderá ser submetido a processo pelo Exército Brasileiro
e se for o caso ter o equipamento apreendido. Caso a não observância da legislação
possa comprometer de alguma forma o bom andamento da prova ou trazer
complicações de ordem jurídica aos demais participantes e a instituição onde o
evento estiver sendo realizado, o DP poderá solicitar ao atirador que interrompa a
utilização do equipamento ou não participe da prova. Tal medida somente será
adotada em casos de absoluta necessidade.

Artigo 15º - Autonomia da Direção do Evento


A autoridade da Direção do Evento sobre a prova será limitada pela legislação em
vigor. Caso a Direção do Evento insista em não obedecer a lguma determinação legal,
será advertida pelo DP e se persistir em seu intento, o fará por sua conta e risco.
Neste caso o DP e a FMTE ficarão isentos de responsabilidade por qualquer ato ou
fato decorrente da inobservância da legislação Brasileira.

Artigo 16º - Legislação Ambiental


Por tratar-se de uma prova de execução em ambiente natural e/ou reprodução
artificial do mesmo, será enfatizado o absoluto respeito também à legislação
ambiental vigente. Todos os presentes têm o dever de proteger/preservar o meio
ambiente (caso da prova realizada em ambiente natural).

Artigo 17º - Casos Omissos


Os casos omissos que possuírem implicação com a legislação desportiva serão
julgados em primeira instância pelo DP na hora e local da prova e em segunda
instância pela FMTE (Federação Mineira de Tiro Esportivo) assim que possível. Os
demais serão julgados em primeira instância pelo DP na hora e no local da prova e
em segunda instância pela Direção do Evento assim que possível.

© 2007-2009 FTBR - FieldTarget.com.br

*Nota de wsniper,atirador e tecnico em armas de pressão


LUNETA TASCO 3X9X32

Excelente luneta com zoom de 9


aumentos,lente objetiva de 32mm e reticulo iluminado de 11 intensidades,para tiros
também em locais com pouca luz.Uma das melhores lunetas da sua
categoria.Produto completo com chave alen,flanela e manual.Acompanha mount para
trilho de 11mm.e bateria lacrada. Informações e pedidos pelo e -mail
wallacepoint@hotmail.com
Postado por wsniper às 07:49 0 comentários
Ò  Ò 
 Ò  
*Qual a melhor mola para carabina de pressão?
Esta pergunta é normal na hora de trocar a mola da sua arma,seja pelo desgaste da
mola atual ou pelo desej o de tornar sua carabina mais potente ou precisa !
Nesta matéria,vamos nos deter no tipo de mola springer,a mola normal utilizada na
grande maioria das armas de pressão, pois já há outra matéria neste site só falando
da mola gás ram(nitrogênio) e suas vant agens.

Existem varias marcas a venda no Brasil. Vamos citar aqui as principais molas e suas
características:

Mola CBC, Firelizard, Urko ou Fishtex?

A MOLA CBC
Se você quer tornar sua arma mais potente, não tenha duvida,esta e a mola mais
indicada,pois as atuais molas CBC originais são feitas em aço inox,são mais potentes
e duráveis.Esta mola e indicada para tiros a longas distancias(a carabina cbc f22 5,5
que utiliza esta mola atinge alvos a 70 metros, c om facilidade)A única desvantagem
desta mola e que e muito dura pra armar,tornando assim o tiro cansativo,ainda mais
quando você efetua muitos disparos consecutivos numa mesma sessão de tiros. E
indicada para os calibres 4,5 e 5,5(.22)e ideal tambem para c aça(onde a lei
permite!)graças a sua potencia.

A potente mola em aço


inox da carabina CBC F22 GII Montenegro e suas 40 aspirais *Foto do autor.

A MOLA FIRELIZARD
E uma excelente mola,tanto no quesito potencia quanto na precisão. Esta mola feita
em aço e mais macia para armar tornando o tiro menos cansativo e mais prazeroso.
E apenas um pouco menos potente que a mola CBC e indicada para carabinas
calibre 4,5 e 5,5(.22)

MOLA URKO
Mola um pouco menos potente que a CBC e dura para armar. Uma boa mola, mas
inferior as duas molas anteriores. Indicada para os calibres 4,5 e 5,5(.22)

MOLA FISHTEX
Mola muito macia pra armar,porem,menos potente que as demais molas citadas
nesta matéria.Indicada apenas para o calibre 4,5 e com alcance útil de
aproximadamente 20 metros.
E também a mola mais barata e pode ser encontrada nas lojas por ate R$ 15,00

Obs. Sempre compre a mola do tamanho especifico pra sua arma. Pois nem toda
mola pode ser instalada em qualquer carabina de pressão!
ccc  

    
  


 
  
   
 


  



Bons tiros e ate a próxima!
Wsniper,atirador e técnico em armas de pressão.
LUNETA TASCO 3X9X32
Excelente luneta com zoom de 9
aumentos,lente objetiva de 32mm e reticulo iluminado de 11 intensidades,para tiros
também em locais com pouca luz.Uma das melhores lunetas da sua
categoria.Produto completo com chave alen,flanela e manual.Acom panha mount para
trilho de 11mm.e bateria lacrada. Informações e pedidos pelo e -mail
wallacepoint@hotmail.com
Postado por wsniper às 03:08 51 comentários
¦    Ò 
 Ò  
*Fotos das melhores pistolas de pressão do mundo.
ATENÇÃO: NÃO VENDEMOS ESTAS PISTOLAS DE PRESSÃO.APENAS
ESTAMOS MOSTRANDO AOS APAIXONADOS PELO ESPORTE O QUE ESTÁ
DISPONÍVEL NO MERCADO EXTERNO E É SONHO DE CONSUMO DA MAIORIA
DOS ATIRADORES DO MUNDO INTEIRO.

A seguir disponibilizo no site fotos das melhores pistolas de pressão do mundo, na


atualidade.Infelizmente, a grande maioria destas magnifica s armas não esta a venda
no Brasil. Nos resta lamentar que estas maravilhas sejam encontradas la fora por
preços que equivalem em media no Brasil de R$ 80,00 a R$450,00 (exceto a pistola
olimpica)

Por enquanto vamos admira-las:

Pistola CP99 laser cal. 4,5 a


certeza de um tiro perfeito.
Magnifica Walther CP99
green cal. 4,5

A linda pistola Walther CP


99 nickel no cal. 4,5
Pistola Alema Walther
PPKS silver cal.4,5

Walther CP88 nickel cal 4,5


Revolver de pressao Smith
& Wesson B2 4,5

Revolver de pressao Smith


& Wesson 686 nickel cal 4,5

Precioso revolver de
pressao Smith & Wesson 586 cal 4,5
Pistola Crossman C21 B2 cal 4,5

Smith & Wesson M26P Dark


earth brown cal. 4,5

No estilo saia e blusa,a linda


pistola Sauer SP 2022 silver and black cal 4,5
Pistola olimpica
Feinwerkbau P56 cal 4,5 *Um primor de arma para os praticantes desta modalidade
de tiro,pois tem excelente precisao e totalmente ajustavel as preferencias do
atirador:Pressao de gatilho,mira etc

Magnum Deset Eagle B2 cal 4,5

Pistola espanhola Gamo PT 80 cal. 4,5


Pistola Gamo PT 80 laser cal. 4,5

Gamo compact 4,5 *Este modelo e


vendido no Brasil.

pistola Crossman C11 co² cal. 4,5


Gamo V3 cal 4,5

Pistola de pressao alema


H&K h26k cal 4,5

Colt 1911 4,5 co²


pistola Colt 1911 nickel 4,5

Beretta FS92 nickel 4,5 co²

Beretta elite co² cal 4,5

LUNETA TASCO 3X9X32

Excelente luneta com zoom de 9


aumentos,lente objetiva de 32mm e reticulo iluminado de 11 intensidades,para tiros
também em locais com pouca luz.Uma das melhores lunetas da sua
categoria.Produto completo com chave alen,flanela e manual.Acompanha mount para
trilho de 11mm.e bateria lacrada. Informações e pedidos pelo e -mail
wallacepoint@hotmail.com
Postado por wsniper às 03:09 58 comentários
Ô  Ò  Ò 
 Ò  
*VISTAS EXPLODIDAS DE CARABINAS DE PRESSAO.
Atendendo a pedidos e visando facilitar a manutençao , disponibilizo a seguir algumas
vistas explodidas de carabinas de pressao:

Vista explodida da
carabina Rossi Dione 4,5

Vista explodida da
carabina CBC 4,5 modelo especial
Vista explodida da Gamo Hunter 400

Vista explodida da Gamo CF-30


Vista explodida da Gamo Delta

Vista explodida da Fionda


80

VENDEMOS AS MELHORES LUNETAS E RED DOTS COM FRETE GRÁTIS PARA


TODO O BRASIL! RED-GREEN DOT
IMPORTADO WALTHER 1X30MM
*PARA ATIRADORES QUE DESEJAM PRECISÃO ACIMA DE TUDO.
* DUAS CORES DE PONTO CONFIGURÁVEL:VERMELHO E VERDE.VOCE
ESCOLHE A COR NA HORA DE ATIRAR,O QUE PROPORCIONA MUITA
PRECISÃO EM QUALQUER ALVO,A QUALQUER HORA.
*OBJETIVA DE 30MM,COM EXCELENTE CAMPO DE VISÃO.
*TAMPAS PROTETORAS REBATÍVEIS SUPER PRÁTICAS.
*COM SUPORTE(MOUNT) PARA TRILHOS DE 11 E 20MM.
*PRODUTO DE PRIMEIRA QUALIDADE EM ALUMÍNIO RESISTENTE
*PESO:APROX. 350 GRAMAS.

 Ô       Ô


*PEDIDOS PELO E-MAIL: wallacepoint@hotmail.com
Postado por wsniper às 06:20 14 comentários
Ò  Ò 
 Ò  
*Aprenda a calibrar Luneta,red dot e mira aberta fibra ótica na sua
carabina de pressão- O tiro a longa distancia.

Visão do atirador através


da luneta *Foto adicionada por wsniper
LUNETAS ± GUIA BÁSICO
Lunetas são acessórios indispensáveis para tiros à longa distância. Embora seja
factível, se torna difícil obter agrupamentos consistentes a distâncias maiores de 40
jardas com mira aberta. Para mim, pelo menos.

Por isso, o atirador que deseja atirar a longas distâncias precisa equipar sua arma
com uma boa luneta. Mas como definir uma boa luneta?

A primeira consideração a fazer é o tipo de arma onde ela será instala da: Se uma
PCP ou uma Springer de alta potência ou mesmo gás -ram, por exemplo.

As armas PCP são isentas de recuo e, por isso não exigem muito da luneta no
quesito resistência. Por sua vez, as springers e gás -ram apresentam recuo que, em
algumas armas pode ser mais prejudicial às lunetas do que certos rifles de fogo
central.

O assunto sobre lunetas é bastante extenso e poderia se escrever um capítulo inteiro


sobre ele, no entanto, tentarei apontar apenas os pontos mais relevantes e de forma
bem resumida.

O primeiro cuidado na escolha da luneta para arma de pressão por ação de mola ou
gas-ram é certificar-se que ela é adequada a esses tipos de arma. Alguns equipam
suas armas de pressão com lunetas desenvolvidas para rifles .22 de fogo circular,
que não apresentam recuo. Isso não é problema quando se trata de PCP ou CO2,
mas as springers e gas-ram apresentam recuo nos dois sentidos, visto que a mola
rebate quando o pistão alcança a câmara no fim de curso, o que transmite energia
considerável às lunetas.

Algumas lunetas baratas apresentam acabamento externo que saltam aos olhos, mas
o importante nas lunetas é a qualidade das lentes e do seu revestimento. Lentes de
boa qualidade e revestimento não distorcem a imagem e são menos afetadas por
clarões, além de manter a luminosidade. E também duram muito mais. Porém, boas
lentes sempre custam mais e é importante saber em que tipo e preço de arma a
luneta será instalada. Pode parecer que se arma é de baixo custo então a luneta
também deve ser de baixo custo. Para doxalmente, as armas de baixo custo castigam
mais as lunetas do que as armas caras. Isso porque as armas mais baratas não
dispõem de mecanismos que reduzem o recuo e a vibração. Portanto, além de
apresentarem lentes de alta qualidade, as lunetas devem apre sentar também uma
construção resistente.

Ao escolher uma luneta, é importante ter uma idéia do uso pretendido.


Alguns pontos a verificar:
‡Com que freqüência você vai atirar? Para usos contínuos, a luneta tem que ser de
construção robusta.
‡Você vai atirar em locais de distâncias variadas? Se esse for o caso, você vai
precisar de uma luneta com ajuste de magnitude (zoom).
‡Você vai montar a luneta em uma PCP ou em uma Springer ou gás -ram? Se for
springer ou gás-ram, a luneta tem que ser específica.
‡Você pretende atirar em locais de pouca luz? Então vai precisar de uma luneta com
boa capacidade de obter luz, normalmente de objetiva grande.

As configurações mais populares de luneta com ajuste de magnitude são 3 ± 9 x 32 e


3 ± 9 x 40. Os primeiros dois números se referem à magnitude e significam que neste
caso, a luneta possui aumento de 3 até 9 vezes. O último número se refere ao
diâmetro da objetiva em milímetros. Como regra geral, quanto maior a objetiva,
melhor a obtenção de luz.

Existem também as lunetas de magnitude fixa, dentre as quais a mais popular é a 4 x


32. Houve época em que lunetas pequenas 4 x 32 dominavam os campos de tiro,
mesmo para FT e era bastante popular. Nota do autor: Eu ainda gosto bastante
dessas lunetas.

Existem algumas lunetas de magnitude fixa em 6X ou 10X, mas via de regra se


destinam às armas de fogo. Existem poucas que se adaptam às armas de pressão
(springers) e algumas têm corpo de 30mm.

Para uso geral, eu não tenho dúvida em dizer que lunetas 3 ± 9 x 32 ou 3 ± 9 x 40


são as melhores opções para a maioria das situações.

TIPOS DE RETÍCULOS:

Retículo é o termo para as duas linhas que se cruzam no centro (ou outros modelos
de linhas, algumas vezes chamadas de ³estadia´ ou mesmo de ³gratículo´) que são
usadas para pontaria. Muitos usam o termo popular Inglês ³Cross -Hair´. Mas no final
é tudo a mesma coisa.

Existem vários tipos de retículos e poderíamos escrever muitas páginas, só sobre


isso. Mas em geral, o modelo tradicional 30/30 satisfaz a maioria. Contudo, va le
lembrar que existem outros tipos de retículos como os que apresentam um diamante
central na forma de parênteses, lunetas com retículos iluminados e o mais recente
favorito e, que muitos não entendem: o retículo Mil -Dot. Existem ainda retículos
especiais que alguns praticantes de FT costumam usar. Dentre os retículos especiais
podemos destacar os tipos ³escada´ e os retículos com graduação.

Lunetas com retículos iluminados têm seus seguidores, mas são úteis apenas em
condições de pouca luz ou contra um fundo escuro. Podem também ser utilizadas
para tiro à noite com o auxilio de lanternas. Eu particularmente não faço muita
questão disso, mas há sempre quem goste.
Meu conselho se você for adquirir uma dessas lunetas é ter certeza que o controle de
brilho (reostato) dá boa variação de baixa intensidade para alta intensidade de luz
sem causar sombra sobre as linhas do retículo. Existe ainda para ambientes de
pouca luz o retículo tipo poste vertical com linha horizontal (Desenho Alemão).

Quanto ao Mil-Dot ou luneta multi-pontos, também seria possível escrever um outro


capítulo, mas vou me concentrar apenas nos benefícios para as armas de pressão.
Mil no termo Mil-Dot não é abreviação de sua origem militar, mas se refere à
abreviação da palavra mili -radiano. Sem complicar muito, é o nome que os militares
deram ao sistema que desenvolveram para medir ângulos e distâncias com precisão
em instrumentos óticos. Quando utilizado corretamente, esse retículo pode ser
utilizado para estabelecer o ângulo mili -radiano da parte superior à parte inferior de
um objeto de tamanho conhecido. Isso permite calcular a distância até o objeto
usando aquele tamanho pré -definido. O ponto correto pode então ser usado como
ponto de pontaria (mira) sobre o objeto. Para FT é bastante úti l, mas o atirador deve
fazer a lição de casa antes, de modo a conhecer as distâncias para cada ponto em
relação àquela arma onde está instalado. Se trocar de arma, tem que fazer tudo de
novo.

QUANTO À ESCOLHA DA LUNETA

Luneta Nikko stirling,uma


das melhores lunetas Foto:wsniper

Luneta ± Mínimo 1,5X ou 2X até 5X ou 6X de magnitude com objetiva de 20mm ou


32mm. Essas lunetas são ideais para tiros a curtas distâncias e para visada rápida do
alvo. A deficiência dessas lunetas é para ambientes de pouca luz . Porém podem ser
montadas com mounts baixos, o que ajuda para armas de baixa e média potência.

Luneta ± Mínimo de 3X ou 4X até 9X, 10X ou 12X de magnitude com objetiva mínima
de 40mm. Aqui falamos de lunetas para uso geral e, que podem ser montadas em
mounts de média altura. Apresentam razoável campo de magnitude, razoável campo
de visão mesmo na menor magnitude e são boas para aquisição de luz.

Luneta ± Mínimo de 3X ou 4X variável até 12X de magnitude com objetiva a partir de


50mm. Esta é a especificação clássica para ambientes de pouca luz. Existem
maiores, mas 50mm de objetiva é mais do que suficiente. É possível obter um grande
campo de visão na magnitude menor com melhor qualidade de imagem e maior
eficiência na aquisição de luz. Normalmente se ins talam essas lunetas em mounts de
base alta*.

Existem lunetas com magnitude até 24 vezes, mas eu não vejo necessidade de tanto
para armas de pressão, além disso, o conjunto se torna muito pesado e o custo muito
alto.

*NOTA: É preciso atenção ao instalar lunetas em mounts de base alta. Em certos


casos, com lunetas de ¼ ou 1/8 de MOA, o curso do ajuste na torre pode não ser
suficiente para zerar a luneta, isto é, você gira o botão de ajuste até o fim, mas o
retículo não centraliza sobre o ponto de impacto. Para isso a luneta tem que
apresentar longo curso de ajuste ou se o ajuste for de 1 MOA, será mais fácil. A
menos que você disponha de um mount com ajuste de altura, essa condição deve ser
considerada.
Quanto aos mounts, prefira sempre um de boa qualida de. Lembre-se que ele é
responsável por manter a luneta fixa e pela conseqüente precisão. Pode ser de peça
única ou em duas peças, mas a qualidade da arma também influencia no bom
desempenho do conjunto mount -luneta. Armas potentes não têm que
necessariamente apresentar recuo forte. Então, se você pretende atirar com o auxílio
de luneta, para maior homogeneidade do conjunto, procure observar a qualidade da
arma antes de adquirir a luneta para não se decepcionar mais tarde. Ou então
esqueça o uso de lunetas e divirta-se com as miras abertas. Se for esse o caso,
recomenda-se o seguinte: Faça sessões de tiro a várias distâncias com intervalos de
5 jardas (ou 5 metros, se preferir) e determine a distância máxima que você consegue
agrupamentos em torno de 5,0 cm.

Autor:Nelson,atirador

*Nota de Wsniper:A outra ótima opção de luneta é o red dot,que embora não tenha
aproximação,focaliza o alvo marcando com um ponto geralmente na cor vermelha o
exato local que poderá ser atingido pelo disparo. Existem vários tipos de red dot,com
pontos luminosos de cores e intensidades diferentes. Abaixo,a foto de um red dot e
seu ponto luminoso.

NOSSO MANUAL PRÁTICO PARA CALIBRAGEM DE LUNETA,RED DOT E MIRA


ABERTA FIBRA ÓTICA.

Nenhuma luneta que conhecí até hoje vem com manua l ensinando a regulagem
correta.E foi justamente pensando nisto que fiz um manual completo com fotos
ensinando passo a passo como regular luneta,red dot e mira aberta de forma técnica
e objetiva.

*Nossos outros manuais:-MANUAL DE DESMONTAGEM E MONTAGEM DA SUA


CARABINA DE PRESSÃO, ensinando passo a passo a desmontar e montar a
carabina CBC com fotos e todas instruções e macetes bem claros para vc cuidar bem
da sua companheira de aventuras.
-MANUAL SOBRE COMO AUMENTAR A POTENCIA DA SUA CARABINA DE
PRESSÃO.
-MANUAL SOBRE AMACIAMENTO DO GATILHO DAS CARABINAS DE PRESSÃO
CBC.
OBS.Nossos manuais são exclusivos e de nossa autoria e são fruto de
ESTUDO,TRABALHO E EXPERIENCIA. Nossos manuais são todos com fotos
coloridas e instruções bem claras e fáceis de entender. Desta forma, você não gastará
mais dinheiro com armeiro para fazer qualquer serviço que custa muito caro,isto
quando voce consegue achar armeiro.
Cada manual custa apenas 25 reais e voce NÃO PAGA FRETE. Voce deposita o
dinheiro na minha conta e eu envio i mediatamente o manual pro seu e -mail.Voce abre
o e-mail e baixa o manual na hora para seu computador! Lembrando que ao adquirir
nosso manual voce pode a qualquer momento me mandar e -mail tirando qualquer
dúvida sobre as instruções.

Pedidos pelo e-mail wallacepoint@hotmail.com

Um abraço e bons tiros a todos!

*wsniper é atirador e técnico em armas de pressão.


LUNETA TASCO 3X9X32

Excelente luneta com zoom de 9


aumentos,lente objetiva de 32mm e reticulo iluminado de 11 intensidades,para tiros
também em locais com pouca luz.Uma das melhores lunetas da sua
categoria.Produto completo com chave alen,flanela e manual.Acompanha mount para
trilho de 11mm.e bateria lacrada. Informações e pedidos pelo e -mail
wallacepoint@hotmail.com
Postado por wsniper às 13:12 34 comentários
*Como funcionam as armas de pressão !
A figura ilustra bem o
funcionamento de uma arma de ar comprimido:A mola impulsiona o pistao que
comprime o ar no interior da camara.O ar comprimido entao arremessa o chumbo a
velocidades incriveis que podem chegar proximo aos 300m/s

ARMAS DE MOLA E PISTÃO


Quando alguém fala de armas de ar comprimido, provavelmente se refere a armas de
mola e pistão. Essas são as armas mais fáceis de disparar, adquirir, e manter. É a
arma preferida pela maioria dos atiradores.

A potente mola em aço inox da carabina CBC F22 Montenegro


cal. 5,5(.22)

Cano Quebrável
A arma de cano quebrável, é armada quando se p uxa o cano para baixo, move-se o
pistão para trás e assim, comprime-se uma poderosa mola. Em uma arma de cano
quebrável, o chumbo é colocado diretamente no cano, quando o mesmo é puxado
para baixo. Na arma de cano quebrável, o cano funciona como uma alavan ca.

Alavanca Inferior
A arma de alavanca inferior, tem o funcionamento muito parecido com a arma de
cano quebrável. Enquanto a arma de cano quebrável, o cano funciona como
alavanca, esse modelo possui uma alavanca situada em baixo do cano, dessa forma,
não é necessário uma vedação no cano, e assim, não há perda de potência. A
segunda diferença é que na arma de cano quebrável, a munição é inserida
diretamente no cano, nesse modelo, a munição é inserida em um compartimento
antes do cano. As armas de alavan cas inferiores são mais precisas do que as de
cano quebrável, pois não há perda de ar no disparo.

Alavanca Lateral
A arma de alavanca lateral tem exatamente o mesmo funcionamento da arma de
alavanca inferior, a única diferença é que a alavanca fica na pa rte lateral da arma, e
não em baixo do cano.

ARMAS DE BOMBEIO
As armas de bombeio funcionam quando, bombeando -se a alavanca que se encontra
na parte inferior da arma, a câmara enche -se de ar, e quando o gatilho é puxado,
uma válvula libera o ar, impulsio nando o projétil. As armas de bombeio são bastante
fracas, e tem um alcance bem limitado. O grande problema delas e que requerem
muito esforço para bombear.

ARMAS PRÉ-CARREGADAS
As armas pré-carregadas são um bom tipo de arma de ar comprimido. Pode -se obter
potência variável de baixa a alta, e incrível precisão, são fáceis de armar, e não tem
recúo. Algumas dessas armas são de repetição, de modo que um caçador com má
pontaria pode ter uma segunda chance antes de carregar!

ARMAS DE CO2
Como o próprio nome diz, essa armas funcionam com a força no gás CO2.
Há um fato bem curioso sobre elas, porque são usada em algumas das armas mais
baratas e menos precisas, e nas armas de alta tecnologia para tiro olímpico.
O grande problema das armas de CO2, é que elas n ão funcionam bem em todas as
temperaturas, é necessário deixar as cápsulas de CO2 ao ar livre para que fiquem na
temperatura ambiente. As armas de CO2 são fáceis de armar e não tem nenhum
recuo, e as armas de competição são incrivelmente precisas a 10 metr os.
Fonte: paginas.terra.com.br
Abraço e até a Próxima!
VENDEMOS AS MELHORES LUNETAS E RED DOTS COM FRETE GRÁTIS PARA

TODO O BRASIL! RED-GREEN DOT


IMPORTADO WALTHER 1X30MM
*PARA ATIRADORES QUE DESEJAM PRECISÃO ACIMA DE TUDO.
* DUAS CORES DE PONTO CONFIGURÁVEL:VERMELHO E VERDE.VOCE
ESCOLHE A COR NA HORA DE ATIRAR,O QUE PROPORCIONA MUITA
PRECISÃO EM QUALQUER ALVO,A QUALQUER HORA.
*OBJETIVA DE 30MM,COM EXCELENTE CAMPO DE VISÃO.
*TAMPAS PROTETORAS REBATÍVEIS SUPER PRÁTICAS.
*COM SUPORTE(MOUNT) PARA TRILHOS DE 11 E 20MM.
*PRODUTO DE PRIMEIRA QUALIDADE EM ALUMÍNIO RESISTENTE
*PESO:APROX. 350 GRAMAS.

 Ô       Ô


*PEDIDOS PELO E-MAIL: wallacepoint@hotmail.com
Postado por wsniper às 10:32 2 comentários
Ô    Ò 
 Ò  
*FORUM 2:Em sua opinião, qual a melhor carabina de pressão nacional
feita ate hoje?
Uns preferem a CBC, outros a Urko, alguns não largam sua carabina Rossi, outros
optam pela Boito e há também os que não se desfazem da sua Fionda 80 com
carregador para 80 esferas. E você? Participe! Clic em comentários, logo abaixo e
deixe sua opinião!
VENDEMOS AS MELHORES LUNETAS E RED DOTS COM FRETE GRÁTIS PARA

TODO O BRASIL! RED-GREEN DOT


IMPORTADO WALTHER 1X30MM
*PARA ATIRADORES QUE DESEJAM PRECISÃO ACIMA DE TUDO.
* DUAS CORES DE PONTO CONFIGURÁVEL:VERMELHO E VERDE.VOCE
ESCOLHE A COR NA HORA DE ATIRAR,O QUE PROPORCIONA MUITA
PRECISÃO EM QUALQUER ALVO,A QUALQUER HORA.
*OBJETIVA DE 30MM,COM EXCELENTE CAMPO DE VISÃO.
*TAMPAS PROTETORAS REBATÍVEIS SUPER PRÁTICAS.
*COM SUPORTE(MOUNT) PARA TRILHOS DE 11 E 20MM.
*PRODUTO DE PRIMEIRA QUALIDADE EM ALUMÍNIO RESISTENTE
*PESO:APROX. 350 GRAMAS.

 Ô       Ô


*PEDIDOS PELO E-MAIL: wallacepoint@hotmail.com
Postado por wsniper às 05:49 36 comentários
¦   Ò 
 Ò  
*FORUM 1:COMO E QUANDO COMEÇOU SUA PAIXÃO PELAS
ARMAS DE PRESSAO ?
Quem não se lembra da primeira vez que atirou numa espingarda de ar
comprimido(há alguns anos atrás ninguém chamava carabina não)?Pois passa o
tempo e essas lembranças não se apagam:Primeiro um desejo incontrolável de atirar
naqueles estandes dos parquinhos,depois o sonho de ter sua própria arma e quando
você percebia já estava viciado neste fascinante hobby. Compartilhe conosco como
foi seu primeiro contato com as armas de pressão. Vamos,participe!Faça um resumo
da sua historia,clicando em comentario, logo abaixo ! Grato pela sua participaçao.
Postado por wsniper às 15:52 6 comentários
   Ò 
 Ò  
*COMO INSTALAR A MOLA GAS RAM NA SUA CARABINA DE
PRESSÃO CBC MONTENEGRO GII 5,5 E 4,5mm.

O que é a mola gás ram?


Recebo quase que diariamente mensagens com dúvidas sobre este tipo de mola!
A mola gás ram é uma peça constituida de um tubo de aço com gás nitrogêneo
lacrado e selado com uma haste que comprime um embolo com grande pressão
interna.
As principais vantagens da mola gás ram são:

- São carregadas com Nitrogênio (Gás inerte, que preserva as vedações e metais do
sistema, sofre pouca alteração de pressão com variação de temperatura, e possui
maior elasticidade).

- Maior conforto ao atirador, com menos recuo e vibração praticamente nula da


carabina, garantindo aumento da precisão mesmo na linha de potência (Mod.
Power).

- Evitam a quebra de lunetas.

- Duração da mola a gás muito superior a mola convencional (aprox. 400.000 tiros
contra 2.000 tiros de uma mo la comum e 5.000 tiros de uma mola de boa qualidade)

- As molas não precisam de lubrificação, pois possuem reserva de lubrificante em seu


interior.

- Menor esforço para armar a carabina, pois com o nitrogênio necessitam de menor
pressão interna da mola, e o nitrogênio dentro de um sistema fechado têm uma
performance superior a uma mola a gás enchida com ar comprimido (linha antiga).

- Pode ficar armada por tempo indeterminado que não perdem o desempenho, como
as molas convencionais de aço.

- Deixam sua carabina mais silenciosa.

PARA QUEM DESEJA TURBINAR SUA ARMA COM O QUE HÁ DE MAIS


MODERNO,TEMOS MANUAL EXCLUSIVO ENSINANDO PASSO A PASSO COMO
DESMONTAR,MONTAR E INSTALAR A MOLA GÁS RAM NA SUA CARABINA.
COM NOSSO MANUAL,VOCE PODERÁ TAMBÉM FAZER
MANUTENÇÃO,LUBRIFICAÇÃO,TROCA DE MOLA ETC.
NOSSO MANUAL É FRUTO DE ESTUDO E TRABALHO E CUSTA APENAS R$
25,00 E VOCE NÃO PAGA FRETE. PEDIDOS PELO E-MAIL
wallacepoint@hotmail.com
Grato e um abraço a todos!
*Wsniper é técnico em armas de pressão e atirador.
LUNETA TASCO 3X9X32

Excelente luneta com zoom de 9


aumentos,lente objetiva de 32mm e reticulo iluminado de 11 intensidades,para tiros
também em locais com pouca luz.Uma das melhores lunetas da sua
categoria.Produto completo com chave alen,flanela e manual.Acompa nha mount para
trilho de 11mm.e bateria lacrada. Informações e pedidos pelo e -mail
wallacepoint@hotmail.com
Postado por wsniper às 07:03 56 comentários
Ô  Ò  Ò 
 Ò  
c    
  

 

Na foto o atirador
Alexandre Dantas e o jovem atirador Perseu Lopes

O atirador paraense e recordista brasil eiro Alexandre Dantas faz escola e prepara
novo talento de apenas doze anos de idade!
Segue na integra a entrevista com o atirador juvenil Perseu Lopes:

Bate papo
*Qual o seu nome e em que cidade e dia nasceu?
-        ! ! ""#

*Quais os nomes de seus pais?


-$%&  '() '

*Qual serie você cursa?


-
#*    +)

*Como começou sua paixão pelo tiro esportivo?


-
   , -   ) .

*Qual a sua categoria?


-  %). /-

*Qual o seu técnico e quem mais lhe apóia neste esporte?


-0 )%%   ) %1  %) 2
3 )  ,
.4 )
.4 ) )2    ,   

*Esta treinando para disputar algum campeonato ou torneio de tiro?


-  ) ,  )%  5 5
*O que você acha do tiro esportivo no Para?
-% -.

*Onde você compra artigos para pratica do tiro esportivo?


-0  %  6  7  8% 9 ,  3)     ))

*Que conselho você daria para quem e jovem como você e tem vontade de praticar
este belo esporte?
- 2 ) %  2 )  % .  
)%  ) : , 2   2  )    ;  
<=>)%
: .%  -%? )2  , @  )   Entrevista
feita pelo sr. GerardoVon em 23/10/2009
VENDEMOS AS MELHORES LUNETAS E RED DOTS COM FRETE GRÁTIS PARA

TODO O BRASIL! RED-GREEN DOT


IMPORTADO WALTHER 1X30MM
*PARA ATIRADORES QUE DESEJAM PRECISÃO ACIMA DE TUDO.
* DUAS CORES DE PONTO CONFIGURÁVEL:VERMELHO E VERDE.VOCE
ESCOLHE A COR NA HORA DE ATIRAR,O QUE PROPORCIONA MUITA
PRECISÃO EM QUALQUER ALVO,A QUALQUER HORA.
*OBJETIVA DE 30MM,COM EXCELENTE CAMPO DE VISÃO.
*TAMPAS PROTETORAS REBATÍVEIS SUPER PRÁTICAS.
*COM SUPORTE(MOUNT) PARA TRILHOS DE 11 E 20MM.
*PRODUTO DE PRIMEIRA QUALIDADE EM ALUMÍNIO RESISTENTE
*PESO:APROX. 350 GRAMAS.

 Ô       Ô


*PEDIDOS PELO E-MAIL: wallacepoint@hotmail.com
‘
‘
‘
‘
Enviada: Seg Jul 16, 2007 11:29 am Assunto: passo a passo completo de customizaçao CBC STD
4.5mm

pessoal ...
fiz uma customizaçao completa com fotos , para vcs verem o processo ...
- CARABINA CBC STD 4.5 mm
ESTE É O PISTAO ...
O TEFLON PARA RETIRAR A FOLGA ENTE A MOLA E O PISTAO E MOLA E GUIA ...

O TEFLON DENTRO DOPISTAO...

BATENTE DE POLIURETANO PARA AMORTECER O IMPACTO MOLA PISTAO ...

DOS DOIS LADOS ...


TUDO ENCAIXADO ...

UM PARAFUSO PARA JOGAR O GATILHO PARA TRAZ ...

ESQUEMA DE PRAVA DO PISTAO ...

ESQUEMA COMPLETO DO GATILHO , TRAVA E MOLAS ...

no esquema acima a mola do gatilho deve ser retirada para diminuir o peso do gatilho...

à m à à àà sbsà  mà  cà
à s  à cà
 s c
às às ààs b cà cm m

- cà mà 
à
  H CM  

 C    CH


O PISTAO FACEADO EM 3mm E FURO 5mm + BUCHA DE PU ( y lampadinha )

LIXAMENTO DA CAMARA COM ROLINHO + LIXA 360 E 500 ..

POLIMENTO COM ROLINHO E MASSA DE POLIMENTO AUTOMOTIVA N* 2

DEPOIS É SO LAVAR COM THINNER , ENCHUGAR E LUBRIFICAR COM GRAFITE EM PÓ ,


TANTO A CAMARA QUANTO A BUCHA ...
ESPERO TER AJUDADO A TODOS QUE ESTAVAM PRECISANDO DE UM PASSO A PASSO ...
AGORA COM UM MUZZLE EU SO ESCUTO UMA PEQUENA PANCADA FOFA E NADA DE PAAAAA
E BARULHO DE FERRO COM FERRO E NEM TWANG DE MOLA ...
CORONHA ...
LIXAR COM LIXA 100 PARA TIRAR O VERNIZ COMPLETAMENTE ...

ANILINA COR NOGUEIRA ...

ADICIONAR TEREBENTINA PARA DISOLVER A ANILINA ....


USEI UMA COLHER DE CHA ...
POR OLEO DE LINHAÇA, 3 COLHERES DE SOPA SAO SUFICIENTE ...
A BONECA ...
COM UM ALGODAO BRUTO VC FRICCIONA EM UMA TABUA E VAI GIRANDO ....

APLICA UMA DEMAO BEM FARTA , ESPERA SECAR POR + - 2h A 28 graus ..


E REPETE A OPERAÇAO POR NO MINIMO 3 DEMAOS ....
DEIXA SECAR POR MINIMO 12h....

APLICA UMA CAMADA DE CARNAUBA COM PARAFINA ...

APOS UM POLIMENTO COM UMA FLANELA LIMPA ....


E COMO NAO PODERIA FALTAR ... O MUZZLE ...

ZINGRINADO ....
TECNICA COURO DE COBRA ...
O GRIP ..
RISCADO COM FERRAMENTA ELETRICA ...

ABERTURA DOS SULCOS E LIXAMENTO PARA RETIRAR O TINGIMENTO ...

UMA AJUDINHA PARA A VISTA ...

O PAPO ...
   C ! CC C

" #M    H M  M  "

 C  F M C


  $M
‘