Вы находитесь на странице: 1из 3

Prof.

Ilton Luiz Barbacena

Transistor Bipolar
Conceitos básicos e identificação de terminais

O objetivo deste texto é apresentar alguns conceitos básicos sobre transistores bipolares,
algumas de suas propriedades, para identificar os terminais de um transistor e o tipo de transistor
(npn ou pnp).

Introdução

A estrutura básica de um transistor npn, esta representada na Figura 1, juntamente com o


respectivo símbolo, e um encapsulamento típico.
Na prática para identificar rapidamente os terminais de um transistor, precisamos conhecer um
conjunto de regras que variam de acordo com o encapsulamento que o fabricante usa. A Figura 2
representa alguns dos encapsulamentos mais comuns.
Coletor

Base Emissor Coletor

Base

Base

Emissor
Coletor
Emissor
' (BC-547)

Figura1 - Estrutura física de um transistor bipolar, simbologia e encapsulamento típico.

Figura 2. Alguns dos encapsulamentos mais comuns usados para transistores.

1
Prof. Ilton Luiz Barbacena

Os transistores bipolares mais freqüentes (BCxxx) estão encapsulados no tipo TO-92 ou


TO-18. Neste caso a identificação dos terminais faz-se de acordo com o representado na Figura 3.

Figura 3. Identificação dos terminais no encapsulamento do tipo TO-92 e TO-18.

Identificação do transistor

Um método alternativo de identificar os terminais é medir a resistência entre os diferentes


contactos. Como se pode observar na Figura 1, a área de contacto entre o emissor e a base é muito
menor que área de contacto entre a base e o coletor, se recordarmos que a resistência elétrica (R), de
um condutor é dada pela expressão:
L
R=ρ
A
Onde:
ρ é a resistividade do material,
L é comprimento do condutor e
A é a área de secção transversal

O tipo de transistor também pode ser determinado se, simplesmente, for observada a
polaridade dos transistores ao realizar uma medida na junção base-emissor. Se o terminal (+) ligado
à base, e o terminal negativo (-) ao emissor, a leitura de uma baixa resistência indica um transistor
do tipo npn. A leitura de uma resistência alta indica um transistor pnp. Embora um ohmímetro
possa ser utilizado para a determinação dos terminais de um transistor (base, coletor, e emissor),
assume-se que esta determinação possa ser feita simplesmente observando-se a orientação dos
terminais no encapsulamento (ver Figura 3).

Figura 4. Exemplo de como pode determinar o tipo de transistor que esta a usar.

2
Prof. Ilton Luiz Barbacena

Primeiramente identificamos a polaridade do transistor e o terminal de base e depois


os terminais de coletor e emissor. A região de emissor do transistor é mais dopada do que a região
de coletor. Essa característica é utilizada para a identificação do emissor e do coletor, pois a tensão
de condução do emissor é levemente superior a tensão de condução do coletor. Utilizando-se o
multímetro analógico, a resistência entre base e emissor é menor que a resistência base - coletor.

A Figura 5 mostra um quadro resumo de testes para identificação de terminais de transistor.

Figura 5 – Testes no transistor BD135

Finalmente, recomendamos que qualquer dúvida na identificação de qualquer transistor, basta uma busca rápida
na Internet, para achar a folha de dados do mesmo, fornecido pelo fabricante.

Existem alguns links disponíveis na minha homepage, que também poderão ajudar.

http://ilton.ezdir.net