Вы находитесь на странице: 1из 8

Pólo Paderne / Albufeira

MATEMÁTICA

A3 Estatística
10º T.T. Prof. João P. Silva

MEDIDAS DE LOCALIZAÇÃO CENTRAL

Quando queremos investigar, o primeiro objectivo é descrever o fenómeno. Por isso, a primeira fase de tratamento dos
dados é a análise univariada, através da verificação das frequências e o cálculo das medidas de localização central e
de dispersão para cada variável isoladamente.

Geralmente, não se calculam mais que as seguintes medidas:


• as frequências absolutas (números absolutos de cada valor) e as frequências relativas (as proporções em
percentagens)
• a média e desvio-padrão
• a mediana, Quartis e desvio-quartil
• a moda.

MÉDIA

Exemplo: foram tomadas 8 medidas de um determinado comprimento com os resultados abaixo.

x (mm) 45,07 45,01 44,95 44,99 45,02 44,87 45,11 45,03

45 ,07 + 45 ,01 + 44 ,99 + 45 ,02 + 44 ,87 + 45 ,11 + 45 ,03


O cálculo da média é dado por ~
x = ≈ 45 .
8

Obs:
A média é, de longe, o parâmetro mais significativo e mais usado.

Se os dados estiverem agrupados em tabelas de frequência em que o dado xi tem a frequência absoluta fi , aplica-se a
fórmula

A3 Estatística 2010/2011
Pólo Paderne / Albufeira

MATEMÁTICA

A3 Estatística
10º T.T. Prof. João P. Silva

Exemplo:
A tabela abaixo indica os tempos de duração de um lote de 150 ferramentas usadas por uma máquina. Estão divididas
em grupos de acordo com a duração média. Exemplo: 5 ferramentas duraram em média 55 horas, 7 ferramentas
duraram em média 65 horas e assim sucessivamente

x (h) 55 65 75 85 95 105 115 125 135 145 155


a 5 7 10 21 33 32 22 13 2 3 2
fri 0,03 0,05 0,07 0,14 0,22 0,21 0,15 0,09 0,01 0,02 0,01

Qual a duração, em média, do total de ferramentas?

~ 55 × 0,03 + 65 × 0,05 + 75 × 0,07 + 85 × 0,14 + 95 × 0,22 + 105 × 0,21 + 115 × 0,15 + 125 × 0,09 + 135 × 0,01 + 145
x =
1
≈ 99 ,3
A média pode ser calculada através das frequências absolutas ou das frequências relativas

Calcule a média através da frequência absoluta.

Exercicio:

Calcule a média para o número de vezes


que, durante o mês de Abril, a Adriana
ligou o computador.

A3 Estatística 2010/2011
Pólo Paderne / Albufeira

MATEMÁTICA

A3 Estatística
10º T.T. Prof. João P. Silva

Exemplo:

O pai da Adriana irrita-se com ela pois diz que não pára de fazer “zapping” enquanto está a ver televisão.
Para mostrar ao pai que não é verdade, a Adriana registou o número de vezes que fez “zapping” durante 31 dias do
mês passado e calculou a média.

<=> <=>

A3 Estatística 2010/2011
Pólo Paderne / Albufeira

MATEMÁTICA

A3 Estatística
10º T.T. Prof. João P. Silva

Exercício.

Calcule a média aproximada, sobre a quantidades de leite em pó distribuídas aos bebés representadas na seguinte
tabela:

MEDIANA ( para dados simples)

Exemplo:

Observe o seguinte conjunto de dados que se referem à altura de árvores:

Complete:
• Nº Total de árvores:_______ (par/impar)

• O valor central é _________.

• A mediana (Md) é ________.


A3 Estatística 2010/2011
Pólo Paderne / Albufeira

MATEMÁTICA

A3 Estatística
10º T.T. Prof. João P. Silva

Ao conjunto de dados anteriores acrescentou-se o dado 2,3 m .

Complete:
• Nº Total de árvores:_______ (par/impar)

• Os valores centrais são _____ e ____.

........ +..........
• A mediana (Md) é M d = = .......... . .
2

Exercício:
Os salários dos 160 empregados de uma determinada empresa, distribuem-se de acordo com a
seguinte tabela de frequências

Salário 7 10 14 20 40 170
(em 5 0 5 0 0 0
euros)
Frequênci 2 58 50 20 7 2
a absoluta 3
Frequênci 2 81 13 15 15 160
a 3 1 1 8
acumulad
Calcular a média e a mediana e a
comentar os resultados obtidos
(complete).

.......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... .......... ..........
X =
160

........ +..........
Md = = .......... .
2

Procure o elemento de ordem 80,5≈81 nas frequências acumuladas. Logo a mediana é …….. Euros

A3 Estatística 2010/2011
Pólo Paderne / Albufeira

MATEMÁTICA

A3 Estatística
10º T.T. Prof. João P. Silva

MEDIANA (dados agrupados em classes)

Neste caso, o problema consiste em determinar o ponto do intervalo em que está compreendida a mediana.
Para tal, temos que começar por determinar a classe na qual se acha a mediana – classe mediana. Tal classe será,
n
evidentemente, aquela correspondente à frequência acumulada imediatamente superior a .
2
Feito isto, um problema de interpolação (inserção de uma determinada quantidade de valores entre dois números
dados) resolve a questão, admitindo-se, agora, que os valores se distribuam uniformemente em todo o intervalo de
classe.
Assim, considerando a distribuição da Tabela, acrescida das frequências acumuladas

TABELA
ESTATURAS
i fi Fi
(cm)
1 150 ι— 154 4 4
2 154 ι— 158 9 13
3 158 ι— 162 11 24 ← classe mediana
4 162 ι— 166 8 32
5 166 ι— 170 5 37
6 170 ι— 174 3 40
n = 40

n 40
Temos: = = 20
2 2
Como há 24 valores incluídos nas três primeiras classes da distribuição e como pretendemos determinar o valor que
ocupa o 20º lugar, a partir do início da série, vemos que este deve estar localizado na terceira classe (i =3), supondo
que as sequências dessas classes estejam uniformemente distribuídas.
Como há 11 elementos nessa classe e o intervalo de classe é igual a 4, devemos tomar, a partir do limite inferior, a
(20 −13 )
distância: × 4 Então a mediana é dada por:Md=158+28/11≈160,5 cm.
11
Fases para o cálculo da média pelo processo breve:
1) Determinamos as frequências acumuladas.
n
2) Calculamos .
2
n
3) Marcamos a classe correspondente à frequência acumulada imediatamente superior à − classe mediana − e, em
2
seguida, empregamos a fórmula:
Md = Limite inferior + [[n/2 - F(ant)] h*] / f*
Na qual:
l* é o limite inferior da classe mediana;
F* (ant) é a frequência acumulada da classe anterior à classe mediana;

A3 Estatística 2010/2011
Pólo Paderne / Albufeira

MATEMÁTICA

A3 Estatística
10º T.T. Prof. João P. Silva

f* é a frequência simples da classe mediana;


h* é a amplitude do intervalo da classe mediana.

Dado um histograma é fácil obter a posição da mediana, pois esta está na posição em que passando uma linha vertical
por esse ponto o histograma fica dividido em duas partes com áreas iguais.

Como medida de localização, a mediana é mais resistente do que a média, pois não é tão sensível aos dados.

Exercício.

Calcule a mediana para o seguinte conjunto de dados.

A3 Estatística 2010/2011
Pólo Paderne / Albufeira

MATEMÁTICA

A3 Estatística
10º T.T. Prof. João P. Silva

MODA (para dados simples e agrupados)

Para um conjunto de dados, pode existir mais do que uma moda ou até nem existir.

• Se o conjunto de dados tiver uma única moda, esse conjunto diz-se unimodal.

• Se o conjunto de dados tiver duas modas, diz-se bimodal; no caso de ter mais do que duas modas, diz-se
multimodal.

• Se o conjunto de dados não tiver moda, diz-se amodal.

Na representação gráfica dos dados, obtém-se imediatamente o valor que representa a moda ou a
classe modal

A3 Estatística 2010/2011