Вы находитесь на странице: 1из 5

EMBALAGENS E O DESPERDÍCIO

IVO TRIVELLA GIACOMINI1, ARTUR CARDOSO CANÇADO GONTIJO2, ANDRÉ DE SOUZA


BONNA3, PEDRO BERTELLI CORRÊA4.

1,2,3,4 - Graduação em Engenharia de Computação


Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação – UNICAMP - turma 2007

{1EMAILDOIVO,2ARTURGONTIJO,3ANDRE.BONNA,4PEDROBERTELLI}@GMAIL.COM

RESUMO:

O objetivo deste artigo é expor os exorbitantes preços das especiarias quando compradas em
supermercados varejistas ao invés de compradas em mercados com opção de compra a granel.
Analisamos as embalagens desses produtos como sendo as responsáveis por tais preços, uma vez que o
produto é o mesmo. Por fim propomos a utilização de embalagens mais econômicas e recicláveis a fim de
reduzir estes preços e preservar o meio ambiente.

PALAVRAS-CHAVE:
EMBALAGENS, DESPERDÍCIO, LIXO, MATÉRIA-PRIMA, PLÁSTICO

ABSTRACT:

The aim of this paper is to expose the exorbitant prices of spices when purchased in wholesale markets
instead of bought in normal retail supermarkets, with option to buy in bulk. We analyze the packaging of
these products as responsible for these prices, since the product is the same. Finally we propose the use of
more economical (and recyclable) packaging to reduce the prices and preserve the environment.
KEY-WORDS:
PACKAGES, WASTAGE, GARBAGE, RAW MATERIAL, PLASTIC

INTRODUÇÃO

Há muito desperdício com embalagens na persuadir o consumidor, na grande concorrência


indústria de bens de consumo hoje em dia. Na que existe no mercado atual, as indústrias
intenção de agregar valor aos produtos, e de

1
investem bastante no desenvolvimento de Ações para Recursos e Lixo), 59% dos adultos
embalagens mais chamativas e interessantes. britânicos acham que os ovos da Páscoa, por
exemplo, são super-embalados.
É razoável de perceber que esta prática
aumenta significativamente a utilização de Acreditamos que ações como essa ainda
matéria-prima, na maioria das vezes plástico não são escassas, e muitos dos parâmetros e metas
renovável, e também a quantidade de lixo são bastante relaxados. O que também ocorre é
dispensada no meio-ambiente. Para que muitas vezes a motivação real para
representantes brasileiros de várias marcas, tanto campanhas desse porte é o marketing e a
a origem do produto quanto a funcionalidade da visibilidade que a empresa alcança – “Selos
embalagem justificam os valores cobrados. Verdes” – sem haver uma real preocupação com
embasamento científico e redução do desperdício
Algumas iniciativas na tentativa de
de fato.
combater esse problema são notadas ao redor do
mundo. Pela necessidade de repensar o conceito Em nosso trabalho prático, faremos
de embalagens em geral, empresas do setor algumas análises entre o preço do quilo de
alimentício no Reino Unido firmaram um tratado algumas especiarias embaladas e da mesma à
no qual se comprometem a diminuir todo ano a granel, pois são o tipo de mercadoria em que a
quantidade de material não-reciclável produzido diferença é maior e o desperdício é exorbitante.
em suas fábricas – o Tratado de Courtald.
Através do acordo, 35 grandes marcas e
fornecedores, que representam 92% do setor MATERIAIS E MÉTODOS:
alimentício do Reino Unido, têm trabalhado para
Primeiramente fomos a supermercados de
diminuir a quantidade de embalagem produzida
Barão Geraldo (Pão de Açúcar, Dalben e
por ano e substituir o uso de recursos comuns
SuperBarão) e pesquisamos preços de
por materiais recicláveis. O desafio: proteger,
especiarias mais vendidas (orégano, gergelim,
conservar e atrair a atenção com o mínimo de
pimenta e outras). Como esses mercados são do
embalagem possível.
tipo varejo, todas as mercadorias encontradas
Curiosamente, essa necessidade de pesavam menos que 100g. Fizemos então os
diminuir a quantidade de plástico e papel que cálculos para sabermos quanto sairia o quilo de
chega à população através das embalagens de tais mercadorias se as mesmas fossem
comida não partiu das empresas ou de compradas nestes mercados.
movimentos pró-ambiente e, sim, dos próprios
consumidores, no Reino Unido. De acordo com
o site da organização WRAP (Programa de O próximo passo foi ir até o Mercado
Municipal de Campinas (MMC) e fazer
2
novamente a pesquisa de preço das mesmas Com o preço do grama da embalagem
mercadorias anteriormente citadas. Como no analisamos alternativas para que esses produtos
MMC é possível comprar grandes quantidades, sejam vendidos de forma diversa, mantendo o
anotamos o preço do quilo de cada mercadoria conteúdo, mas mudando a embalagem para algo
diretamente. mais simples e reciclável. Assim as empresas
que fornecem tais mercadorias poderiam
Com todos esses dados em mãos fizemos
economizar nas embalagens (utilizando
a relação entre os preços e mostramos o lucro
pequenos sacos de papel, por exemplo, ajudando
obtido em cada mercadoria comprada em
assim o meio ambiente) e repassar um preço
supermercados varejistas diante da mesma
mais reduzido aos clientes mantendo a qualidade
comprada no MMC.
de seus produtos.
Feito isso, passamos para o próximo
estágio do trabalho onde pesamos as embalagens
das especiarias pesquisadas nos supermercados a RESULTADOS E DISCUSSÃO
fim de sabermos quanto sairia o preço do grama
Alguns preços que nosso grupo colheu nos
de cada uma. Essa conta foi feita da seguinte
supermercados Pão de Açúcar, Dalben e
maneira:
SuperBarão, todos de Barão Geraldo:

Onde: Orégano:

= Custo da Embalagem, por grama Produto de 10g = R$ 1,70 (R$ 170/Kg)


da Kitano
= Valor do Produto no
Produto de 12g = R$ 5,39 (R$ 449/Kg)
Supermercado
da Masterfood
= Peso do Produto Descrito na
Produto de 12g = R$ 9 (R$ 750/Kg) da
Embalagem, encontrado no
Companhia das Ervas
Supermercado comum
1kg = R$ 25,10 no Mercado Municipal
= Preço do Quilo do produto
de Campinas
encontrado no MMC
Isso nos mostra um lucro de 677%,
= Peso Total da Mercadoria 1789% e 2988% da mercadoria mais barata para
(Conteúdo e Embalagem) a mais cara respectivamente.

3
Para os cálculos do preço da embalagem Isso nos mostra um lucro de 754% e
foi escolhida o Produto da Companhia das Ervas 1750% da mercadoria mais barata para a mais
de 12g, cujo peso total da mercadoria é 62g. cara respectivamente.
Assim, com esses dados obtemos o seguinte
Para os cálculos do preço da embalagem
valor da embalagem vazia: R$ 8,40
foi escolhida o Produto da Companhia das Ervas
(aproximadamente R$0,17/g).
de 25g, cujo peso total da mercadoria é 85g.
Gergelim: Assim, com esses dados obtemos o seguinte
valor da embalagem vazia: R$ 10,08
Produto de 55g = R$ 6,37 (R$ 115/Kg)
(aproximadamente R$0,17/g).
da Sabor D Chief
Pimenta Calabresa:
Produto de 25g = R$ 7,55 (R$ 302/Kg)
da Companhia das Ervas Produto de 15g = R$ 7,48 (R$ 498/Kg)
da Companhia das Ervas
1kg = R$ 6,80 no Mercado Municipal de
Campinas Produto de 30g = R$ 3,41 (R$ 113/Kg)
da Chinatown
Isso nos mostra um lucro de 1691% e
4441% da mercadoria mais barata para a mais 1kg = R$ 27,45 no Mercado Municipal
cara respectivamente. de Campinas

Para os cálculos do preço da embalagem Isso nos mostra um lucro de 411% e


foi escolhida o Produto da Companhia das Ervas 1814% da mercadoria mais barata para a mais
de 25g, cujo peso total da mercadoria é 85g. cara respectivamente.
Assim, com esses dados obtemos o seguinte
Para os cálculos do preço da embalagem
valor da embalagem vazia: R$ 7,38
foi escolhida o Produto da Companhia das Ervas
(aproximadamente R$0,12/g).
de 15g, cujo peso total da mercadoria é 65g.
Pimenta do Reino (Branca): Assim, com esses dados obtemos o seguinte
valor da embalagem vazia: R$ 7,07
Produto de 55g = R$ 10,15 (R$ 184/Kg)
( aproximadamente R$0,14/g).
da Masterfoods
Para mostrar quanto sairia o preço desses
Produto de 25g = R$ 10,69 (R$ 427/Kg)
produtos utilizando outra forma de embalagem,
da Companhia das Ervas
nosso grupo escolheu o Papel Eco Millennium
1kg = R$ 24,40 no Mercado Municipal Reciclado (Jandaia) que foi encontrado ao preço
de Campinas de R$2,99 por 100 folhas A4 (21x29,7mm). De
acordo com as especificações do papel, o mesmo
4
custa R$6,39/kg, o que nos leva ao preço de em busca de esclarecimentos sobre o assunto
R$0,00639/g. Esse preço é extremamente menor abordado.
que o calculado para as embalagens a cima.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
Assim, o esperado pelo grupo se fez
Pesquisas, de preços das mercadorias
verdade, o grande responsável pelo preço das
apresentadas, realizadas em:
especiarias é a embalagem e não o produto em si.
Isso é lamentável, pois essas embalagens não são • MERCADO MUNICIPAL DE
totalmente recicláveis e são utilizadas pelas CAMPINAS
empresas por questões de marketing para atrair
• SUPERMERCADO PÃO DE AÇÚCAR
os clientes, que muitas vezes não pensam no
- BARÃO GERALDO
desperdício e na poluição que essas embalagens
“chamativas” acarretam. As empresas poderiam • SUPERMERCADO DALBEN - BARÃO
vender seus produtos, pelo menos aqueles que GERALDO
pesam menos que 20g, em embalagens de papel
• SUPERMERCADO SUPERBARÃO -
com a estampa de suas logomarcas. Assim, o
BARÃO GERALDO
preço final passado ao consumidor reduziria
drasticamente, e o fato da embalagem passar a
ser reciclável ajudaria o meio ambiente.
Tempo de Degradação dos Materiais em:

http://www.lixo.com.br/index.php?
AGRADECIMENTOS: Itemid=252&id=146&option=com_content&task
=view
Aos nossos colegas de turma que nos apoiaram
com opiniões e dicas sobre qual vertente se
aprofundar e principalmente ao professor Carlos
Secretaria do Meio Ambiente do Rio de Janeiro
Fernando que foi muito receptivo à nossa visita
http://www.meulixo.rj.gov.br