Вы находитесь на странице: 1из 1

UNIVERSIDADE LUSÍADA

Fiscalidade II – Trabalho prático nº 2 (2011)

No ano 2011, na Sociedade Silva & Irmão Lda. com sede em Leiria, cuja actividade é a
produção e comercialização de «Electrodomésticos», ocorreram os seguintes factos:

1 – O Resultado Líquido do Exercício –RLE foi de 25 000 € . A provisão para IRC


foi de € 10.000. Em 2009 e 2010 foi apurado um lucro tributável no montante
de € 25 000. O Volume de Negócios de 2010 foi de 950 000 €

2 – Procedeu-se ao aumento do Capital Social no montante de € 5 000, nos


seguintes termos:
- € 4 000 por incorporação de reservas
- € 6 000 por entrada de dinheiro dos sócios.

3 – Foi deliberado atribuir aos empregados € 6 000 por participação nos lucros
referentes a 2011. Os dois Sócios Gerentes receberam cada um € 6 000
correspondente a 3 ordenados médios mensais.

4 – Na Contabilidade registou-se um gasto de € 3 000 referente a 2010 que por lapso


do técnico não foi registado nesse ano

5– Contabilizaram-se as seguintes depreciações e amortizações

DESIGNAÇÃO ANO VALOR REINTEGRAÇÃO


AQUISIÇÃO €
Máquina de uso específico * 2009 10 000 1428
Edifício Industrial ** 2011 50 000 2500
Computador *** 2011 10 000 3750
Programa de Computador 2000 1 000 333
Viatura ligeira de Passag. 2010 40.000 10 000
* Em regime de locação financeira
** Inclui o valor do terreno e da construção
*** Foi utilizado o método das quotas decrescentes

6 – Foi considerada uma perda de imparidade em créditos no montante de € 3 500.


Na contabilidade estavam relevados os seguintes créditos

MORA Crédito / €
Silva & Silva Lda * 10 meses 500
Carlos Sousa Lda 17 meses 600
Câmara Municipal de Lisboa 15 meses 1400
Fábrica de Cabos Eléctricos do Sul ** 25 meses 1000
* Reclamado judicialmente
** Empresa na qual detém uma participação de 25% no Capital Social

Sabendo que o Município Leiria lançou derrama à taxa de 1,5 %, determine o Imposto a
Pagar ou a recuperar (N.B. Estamos em 31 de Dezembro de 2011)

Похожие интересы