You are on page 1of 26

Treinamento

Capitulo – 1 Iniciando

• Abrindo um novo arquivo


• Abrindo um arquivo existente
• Salvando um novo arquivo
• Salvando um arquivo em Dwg, Iges, Parasolid, etc. ·.
• Abrindo um arquivo, Dwg, Iges, Parasolid, etc. ·.

Capitulo – 2 Ferramentas

• Vistas de criação e construção do Mastercam


• Ferramentas de visualização
• Ferramentas de alterações, level, linhas, cores, etc.
• Ferramentas de criação
• Ferramentas de edição
• Ferramentas de formas
• Ferramentas de análise

Capitulo – 3 Usinagem 2D

• Criando um blank para a peça


• Face
• Contorno
• Cavidades (Pocket)
• Furação
• Simulando uma usinagem
• Árvore de Criação de Usinagens
• Criação de um arquivo NC (Programa)

Página 1
Capítulo – 1

Iniciando o Mastercam X

Para abrir o Mastercam de um duplo clic no ícone na área


de trabalho.

Toda vez que se abre o Mastercam, ele abre um novo arquivo


automaticamente.

Se você deseja abrir um arquivo já existente clic em ou File> Open>


e clic no arquivo ou pasta desejada.

Para salvar um arquivo novo clic em ou File> Save> e salve no local


ou pasta desejada.

Se você deseja converter o arquivo para uma outra extensão clic em


File> Save As > indique a extensão do arquivo que deseja salvar na caixa save
as type, ex.: DWG, IGES, DXF, PARASOLID, etc. de um nome e salve na pasta
desejada.

Para abrir um arquivo com outra extensão clic em File> Open> indique a
extensão do arquivo que deseja abrir na caixa files of type, ex.: DWG, IGES,
DXF, PARASOLID, etc. e clic no arquivo desejado.

Se você quiser salvar apenas uma parte do seu desenho, clic em File>
Save some> selecione o desenho ou apenas uma parte, ou um level clic em

end selection, e coloque um nome diferente e salve.

Obs.: Antes de abrir ou salvar os arquivos procure deixá-los em pastas


de fácil acesso para não se perder.

Tenha sempre o hábito de salvar o desenho freqüentemente ou a


cada modificação importante.

Página 2
Capítulo – 02

Ferramentas do Mastercam

Vistas

No Mastercam usam-se dois tipos de vistas

- As vistas de visualização.

Vista Isométrica (Isometric View)

Vista de topo (Top View)

Vista de Frente (Front View)

Vista de lateral (Rigth Side View)

- As vistas de construção.

Topo (Top Construction Plane)

Frente (Front Construction Plane)

Lateral (Side Construction Plane)

As vistas de visualização como o nome já diz é para você visualizar a


peça na vista desejada.

As vistas de construção são usadas para quando desenhar de uma


determinada vista, ex.: Clic na vista lateral de construção e visualização (Side
Construction Plane), determine distância, neste caso “Z”, e crie um circulo no
local desejado.

Página 3
Ferramentas de visualização

As ferramentas de visualização se encontram no menu view, são usadas


para zoom, girar a peça na tela, etc.

Deixa a peça na tela inteira.


Movimenta a peça na tela.
Abre uma janela de zoom em algum local da peça.
Zoom mais ou menos. Se o mouse tiver os scroll roll (bolinha), role
para cima ou para baixo.
Para girar a peça na tela ou aperte o botão do meio do mouse,
com ou sem a bolinha, se tiver apenas dois botões, aperte a tecla alt, e use as
setas do teclado para girar.

Ferramentas de Alterações, levels etc.

Essas ferramentas se encontram na parte inferior da tela e são usadas


para mudar levels, cores, espessuras de linhas, vistas etc.

No primeiro quadro é usada para criação de um desenho com


variação de altura “Z”, se estiver no modo 3D, algumas ferramentas não irão
funcionar, pois ela está em um plano 3D, mais usado para criação de um
desenho em 3D. No modo , de um clic em cima e mudar 2D, é usado para
criação de um desenho sem variação de altura ”Z” ou uma altura constante.
, são as vistas de visualização.

, são as vistas de construção.

, caixa de altura do “Z”. Clic na caixa e digite a altura


desejada para a construção do desenho. Também usada para encontrar a
altura de algum ponto do modelo 3D, se for sólido, clic no “Z” e depois no
ponto do modelo desejado, ser for uma superfície crie uma curva antes e faça
a mesma seqüência. Lembrando sempre de ver em que plano de construção
você está trabalhando e se está no modo 2D ou 3D.

Caixa de cores. Clic na cor e abrirá uma caixa maior com 256

cores, clic na cor deseja e Ok.


Para mudar a cor de um desenho ou uma determinada entidade,
selecione a(s) entidade(s) clicando em cima delas, abrindo uma janela,

Página 4
selecionando todas ou ainda usando a caixa de dialogo general
selection

, clic
em All, abrirá uma nova caixa, lá poderá ser escolhidos.
Entities> wireframe, points, lines, arcs, splines, surfaces, drafting e solids.
Color, levels, etc, selecione a caixa desejada, ok, depois clic com o bdm
(Botão direito do mouse) em cima da caixa de cores, selecione a cor que
deseja mudar e clic em Ok.

Caixa de level. Clic na caixa de level crie um novo


level digitando um novo numero na caixa number, e um nome na caixa name
e Ok. Tudo que for criado será criado no novo level. Para mudar de level, clic
duas vezes em cima do número correspondente, ele ficará na cor amarelo,
sendo o level ativo para criação. Para desativar outros level clic na seta
vermelha no que deseja desativar.
Para mudar um desenho de um level para o outro, primeiro selecione
ou crie um novo level, depois selecione a(s) entidade(s), depois clic com o
bdm (Botão direito do mouse) em cima da caixa de level, selecione se deseja
mover ou copiar e clic em Ok.

Caixa de atributos. Muda ou ativa


tipos de pontos, de linhas e espessuras de linhas.

Ferramentas de criação

As ferramentas de criação se encontram em no menu create.

Permite criar entidades como: Pontos, Linhas, Arcos, Raios, Splines,


Curvas, superfícies, retângulos, dimensões, Chanfros, letras, etc.

• Criar pontos.
Create> Point> Position Cria um ponto em qualquer local do desenho apenas
com um clic, ou em relação a algum ponto, linha ou circulo já existente no
desenho, através de uma coordenada na caixa de coordenadas

e depois clic

em Ok.

Página 5
Create> Point segment Cria uma seqüência de pontos em uma entidade,
espaçadas igualmente apartir de uma distância ou números de pontos que
deseja criar.

• Criar linhas.

Clic no ícone ou Create> Line Endpoints e apareça uma caixa de ferramentas

Create Line Horizontal Cria uma linha na horizontal.

Create Line Vertical Cria uma linha na vertical.

Create Line Polar Cria uma linha angular


apartir de um ponto selecionado um e um ângulo, digite o comprimento da
linha, o ângulo desejado e clic no ponto que você quer que comece a linha,
e OK.

Create Line tangente Cria uma linha tangente angular apartir de um


arco e uma linha e de dois arcos.

Create Line Perpendicular Cria uma linha perpendicular à outra já


existente.

Create Line Parallel Cria uma linha paralela à outra já existente.

Create> Line> Bisect Cria uma bissetriz.

• Criar arcos.

Create> Arc> Endpoints Cria um arco apartir de dois pontos existentes.


Clic nos dois pontos e depois digite o raio desejado, o raio deve ser maior que
a distância entre os pontos.

Create> Arc> 3 points Cria um arco apartir de 3 pontos existentes.

• Criar raios de canto

Create> Fillet entities Cria um raio no canto de duas entidades. Dê um


valor e selecione as duas entidades desejadas. Se desejar arredondar os

Página 6
cantos de um contorno selecione fillet chains, selecione o contorno e dê
um valor e OK.

• Criar chanfros

Create> Chamfer entities Cria um chanfro no canto de duas entidades.


Dê um valor e selecione as duas entidades desejadas. Se desejar chanfrar os

cantos de um contorno selecione chamfer chains, selecione o contorno e


dê um valor e OK.

• Criar splines.

Create> Spline Automatic Cria uma spline apartir de vários pontos. Clic no
primeiro ponto, depois no segundo e depois no ultimo.
Create> Spline Manual Cria uma spline sem nenhum ponto inicial.

• Criar curvas (splines, arcos ou linhas).

Normalmente as curvas (curve) são criadas em uma superfície ou um


sólido.

Create> Curve one edge Cria uma curva em um canto de uma superfície
ou de um sólido. Clic na superfície desejada arraste a seta até onde você
deseja criar uma curva. No caso do sólido você só poderá selecionar apenas
um canto.
Obs.: Dependendo da superfície ela criará uma spline.

Create> Curve All edges Cria curvas em todas as entidades selecionadas


(superfícies e sólidos). Selecione a superfície desejada ou toda a superfície (All
surfaces), se for um sólido, na barra de ferramentas general selection, clic em

active solid selection e depois selecione select face (seleciona

apenas face ou select body (seleciona o sólido inteiro), e Ok.

Obs.: Antes de criar curvas, crie um novo level, apenas paras as curvas
que serão criadas.

Página 7
• Criar um retângulo.

Create> rectangle Abrirá uma caixa de dialogo na caixa ,

width é o comprimento do retângulo, e na caixa height é a


largura do retângulo. Para criar um retângulo a partir do centro do Mastercam

clic na caixa anchor to center, acione o centro (F9) e clic na origem, seu
retângulo será criado no centro do Mastercam.

• Criar dimensões

Create> Drafiting Dimension


Cria uma dimensão horizontal apartir de dois pontos.
Cria uma dimensão vertical apartir de dois pontos.
Cria uma dimensão paralela à outra.
Cria uma dimensão apartir de um circulo ou um raio.
Cria uma dimensão angular apartir de duas retas.
Cria uma dimensão com as coordenadas X e Y apartir de
um ponto selecionado.
Abre uma caixa de texto para inserir um texto ou um
comentário no desenho.
Edita dimensões e texto, modificando medidas das
mesmas.
Modifica dimensões, setas, textos, etc.

• Criar letras para usinagem

Create> Letters Cria letras de varias fontes para usinagem. Basta você dar
a altura (height), o texto (letters) o espaço entre uma letra e outra (spacing),
se deseja criar as letras apartir de um arco, horizontal ou vertical e a posição
que você deseja escrever.

• Criar um caixa de linhas em todo o contorno do desenho (blank).

Cria uma caixa de linhas e um ponto no centro da peça.


Clic em e abrirá uma caixa de diálogo, automaticamente ele criará um
caixa de linhas e um ponto se o modo 3D estiver acionado ou apenas um

Página 8
contorno e um ponto se o modo 2D estiver acionado. Pode-se ainda criar
pontos em todos os cantos da caixa acionando points ou expandir a caixa nos
três eixos na caixa expand.

Ferramentas de edição

As ferramentas de edição se encontram em no menu edit.


São ferramentas usadas para apagar, cortar, unir e estender entidades.

Edit> Corta, divide, estende e quebra a linha.

Corta apenas uma entidade, clic na linha que deseja cortar e na


linha que deseja que fique.

Corta duas entidades, clic na primeira depois na segunda (não


corta linhas paralelas).
Divide uma entidade, esta deverá passar pelo menos por outras duas
entidades, clic meio da entidade que deseja dividir.

Estende o comprimento de uma entidade. Clic na seta e


defina uma medida para ser estendida, depois clic na entidade para estendê-
la, cada clic a entidade estendera à medida que foi definida.
Delete entities Clic no ícone, depois na(s) entidade(s) que deseja apagar

e end selection , ou selecione a entidade e use a tecla delete.

Delete duplicates, apenas clic no ícone e ele já procura entidades


duplicada, muito usada após importar um arquivo do Autocad.

Ferramentas de Formas

As ferramentas de formas se encontram no menu Xform, é usado para


mover, espelhar, rotacionar, mudar escala do desenho, offset.

• Movendo entidades

Move uma ou mais entidades apartir de uma distância e de


dois pontos. Clic no ícone , selecione a(s) entidade(s), end selection, irá
abrir uma caixa de diálogo, para ficar mais fácil de visualizar coloque a peça
na posição em que deseja mover. Se desejar mover para os lados coloque a
peça na vista de topo, digite o valor na caixa “X ou Y”, (clicando em

Página 9
direction ela mudara de posição, para negativo ou positivo), irá
aparecer um contorno rosa mostrando para onde a peça irá mover se for
mover para cima, coloque a peça na vista de frente, clic no plano de
construção topo e digite um valor na caixa “Z”, selecione se deseja mover ou
copiar, e quantas vezes quer repetir a peça, Ok.
Mover apartir de um ponto. Selecione o que deseja mover e clic

em , selecione o ponto de referência que deseja mover, ex.: um canto da


peça, depois selecione o ponto para onde deseja que a peça vá ou digite o
valor na caixa de coordenadas, selecione se deseja mover ou copiar, e
quantas vezes quer repetir a peça, Ok.

• Girando uma peça.

Gira uma ou mais entidades apartir de um ângulo e um ponto


de referência pré-selecionado. Selecione o que deseja girar end selection,

abrirá uma caixa de diálogo. Na caixa digite o ângulo,

depois selecione o centro de rotação , se não for selecionado o seu centro


de rotação será a origem do Mastercam, repare no contorno rosa para ver

para onde sua peça vai girar, clicando em direction ela mudara de
posição, para negativo ou positivo, selecione se deseja mover ou copiar,
quantas vezes quer girar e Ok.
Obs.: Conforme muda as vistas de construção, a peça irá mudar o
sentido de rotação.

• Espelhando uma peça.

Espelha a peça apartir de um eixo pré-selecionado ou uma


linha. Selecione o que deseja espelhar, end selection, clic em xform mirror,
abrirá uma caixa de diálogo, depois selecione o eixo que deseja espelhar,

“Y”, “X”, linha ou dois pontos, repare no contorno


rosa para ver para onde sua peça irá espelhar, selecione se deseja mover ou
copiar a peça, Ok.

• Escala

Aumenta e diminui a escala das entidades. Selecione a(s)


entidade(s), selecione o ponto de referência, se não escolher,
automaticamente será o centro do Mastercam, selecione se deseja mover ou

Página 10
copiar, quanta vez deseja copiar e o fator de escala (Scale factor) que deseja
usar.

• Offset de entidades

Cria um offset de uma entidade. Abrirá uma caixa pedindo para


mover ou copiar, quantidade de cópias e a distância do offset ,
clic na entidade que deseja mover e o sentido que do offset. Ex.: Clic em uma
linha, depois clic na parte de baixo da linha, ela ira para onde você clicou.
Cria uma offset do contorno selecionado. Clic no ícone
selecione um contorno, Ok, coloque a quantidade de cópias e a distância do
offset , selecione Corners, None (gera um offset do contorno sem
raios nos cantos), Sharp (gera um offset do contorno com raios nos cantos
proporcional ao offset usado), direction, muda a direção do offset, para
dentro ou para fora, selecione se deseja mover ou copiar Ok.

• Aplicar um corte na peça

Cria um corte em uma peça, apenas sólidos e superfícies.


Crie uma linha passando por toda a peça na vista que deseja criar um corte.
Antes de cortar crie um level para as novas entidades, clic no ícone ,
selecione primeiro a linha, depois as superfícies ou o sólido, para selecionar um

sólido, na barra de ferramentas general selection, clic em active solid

selection, ativará select face e select body, deixe acionado apenas

select body, clic na peça, end selection, abrirá uma caixa, clic apenas em
Ok. Abra o level e verifique o corte.

Ferramentas de analise

As ferramentas de analise se encontram em no menu Analyze, são


usadas para analisar entidades, superfícies, raios, área/volume, etc., os mais
usados são:

Analisa a entidade. Ex.: Selecione uma linha e clic no


ícone, irá aparecer uma caixa com as informações da linha, tais com
comprimento, ângulo, coordenada do ponto inicial e final, altura que foi
criada, cor, espessura da linha, etc. Você pode mudar algum parâmetros,

Página 11
como ponto inicial e final, ângulos, cores, quando não for possível mudar a
caixa estará em azul.

Analisa as coordenadas “X, Y e Z” de um ponto ou uma


extremidade de qualquer de uma peça.

Analisa a distância entre dois pontos.

Verifica se um contorno está fechado para gerar uma


usinagem. Verificar sempre em dois pontos opostos.

Analisa superfícies, mais usado para verificar raios em


superfícies, altura da peça, etc.

Ferramentas screen

As ferramentas screen se encontram no menu screen, são usadas para


voltar à cor original do desenho após uma modificação, esconder entidades
de construção, deixar na tela apenas as entidades desejadas, etc.

Volta à cor original das entidades, depois de uma modificação.

Usada para saber que tipos de entidades estão na tela.

Usada para esconder uma entidade de construção. Selecione o


que deseja esconder, depois clic no na ferramenta.

Usada para recuperar uma entidade escondida. Clic na


ferramenta selecione a entidade que deseja recuperar, end selection.

Usada para deixar na tela, apenas as entidades desejadas de um


mesmo level. Selecione a entidade e clic na ferramenta, para voltar as outras
entidade clic novamente no ícone.

Página 12
Capítulo – 3

Usinagem 2D

Criando um blank para a peça

Este é o primeiro passo para a criação de um programa 2D. Consiste em


criar um blank para a usinagem.
Para criar um blank, primeiramente você precisa ter algum dados da
peça que vai ser usinada.
• Comprimento, largura e espessura do material a ser usinado.
• Tipo de material, alumínio, aço, etc.
• Como a peça vai ser fixada, se podem fazer furos de processo ou não.
• Em que máquina vai ser colocada a peça.
• Em que ponto da peça partira sua usinagem, centro da peça, um canto
“Z” na face ou na base.
Tendo estes dados abra o Mastercam. Selecione o tipo de usinagem no
menu machine type, no nosso caso será Mill, fagor 8055M. Repare que na
esquerda da tela, a árvore de criação foi habilitada. Clic em Properties –
Machine definition, file, em Machine Group 1, abrirá uma caixa, nesta caixa
vão ser inserido os dados do nosso material.
A primeira tela, files, serve apenas para o caso de mudar de pós-
processador, caso tivéssemos uma máquina com outro tipo de comando.
A segunda tela, tool settings, é a tela de configuração de ferramentas e
materiais. Nesta tela apenas acione a caixa Assign tool number sequentially,
habilita a seqüência de números de ferramentas. E em sequence # na caixa
start, deixe com valor 0.

A terceira tela é a mais importante, e onde iremos criar nosso blank.

• Stock Setup

Nesta caixa há um desenho com linhas tracejadas em perspectiva e as


coordenadas “X, Y e Z”, ali você colocará os valores do material a ser usinado.
Na caixa ao lado Stock origin, é a caixa que determina o centro da
peça em relação à origem do Mastercam. No eixo “Z”, se deixar 0 o seu blank
partirá da face da peça, se colocar alguma medida, partirá da base.
Para visualizar o blank na peça, acione a caixa Display, clic em Ok.
Você ira ver uma caixa de linhas tracejadas, estas linhas são apenas de

Página 13
visualização, não interfere na peça. Para desativar, basta tirar a seleção na
caixa display.

Caso queira saber as medidas de uma peça sem o uso das dimensões,
clic em Bounding Box, verifique se está modo 3D, clic em ok., as medidas
aparecerão nas caixas das medidas.

Após criar o blank, verifique se a peça está no centro que foi


determinado e se o “Z”, está na altura que você determinou para o inicio da
usinagem.

Usinagem 2D

As ferramentas de usinagem 2D se encontram no menu toolpaths, neste


menu se encontram as ferramentas para face, contorno, cavidades 2D
(pocket) e furação.

Antes de iniciar qualquer usinagem verifique se o plano de construção


está na vista de topo, porque o Mastercam ira gerar a usinagem conforme a
vista que estiver.

• Face

Cria uma usinagem de faceamento. Clic na ferramenta e


aparecerá uma caixa de dialogo, chaining, se foi criado o blank
anteriormente, apenas clic em Ok, o Mastercam ira calcular
automaticamente as coordenadas que foram inseridas no blank, caso queira
facear apenas um determinado local da peça, crie um cadeia e clic em

chain , e Ok. Abrirá uma caixa de parâmetros de usinagem, nesta caixa


serão inseridos os dados para usinagem.
Nesta caixa serão inseridos os dados de ferramentas, como dados de
corte, a ferramenta que será usada para a usinagem, comentários sobre a
usinagem, etc. Esta primeira caixa será igual para todos os tipos de usinagem.

Página 14
• Toolpath parameters

1º passo > Selecionar a ferramenta adequada para facear, clic em


select library tool, se o filtro estiver acionado filter, aparecerá uma ferramenta
que mais se adapta para a usinagem (nem sempre é a melhor), caso queira
mudar de ferramenta clic em filter, aparecerá uma caixa com vários tipos de
ferramentas cadastradas, clic em um tipo e Ok, e aparecerá as ferramentas,
clic na desejada e Ok. Se a ferramenta foi cadastrada na livraria com um
nome ela aparecerá com o nome em Tool name.

2º passo > Inserir os dados para usinagem:

Coolant Refrigeração, para acionar clic em on.


Feed rate Avanço de usinagem. Colocar os avanços desejados.
Spindle speed Rotação. Colocar o RPM
Plunge rate Avanço de descida em “Z”. Normalmente se usa 200 mm/min
Retract rate Avanço rápido “G0”. Deixe sempre acionado a caixa rapid
retract.
Comment Caixa de comentários para o programa.

Página 15
• Facing parameters

Clearance Retração de segurança do eixo “Z”. Deixar sempre ± 100 mm


da maior altura da peça. Usar sempre em absolute.

Retract Retração de mudança de coordenada do eixo “Z”. Deixar


de 10 a 20 mm, dependendo do sistema de fixação. Se for
com grampos prendendo pela face, deixe o suficiente para
poder passar por cima. Usar sempre em absolute.

Feed Plane Medida de aproximação do eixo “Z” para começar a usinar.


Normalmente é deixado 2 mm. Usar sempre em incremental.

Top of stock Medida inicial para começar a usinagem. Usar sempre em


absolute. Pode ser usado medida negativa.

Depth Medida final da usinagem. Usar sempre em absolute. Pode


ser usado medida negativa.

Z stock to leave Sobre-metal a ser deixado na face da peça. O valor


depende do material e da quantidade de material que será
removido.
Depth cuts Incremento de passadas em “Z”.

Página 16
Max. Rough step Valor em mm de passada
em “Z”

Keep tool down Se acionada, a cada


mudança da coordenada “Z”, a ferramenta
não subirá. No caso de contornos, acionar
somente se for contorno fechado.

• Contornos

Cria uma usinagem de contorno com “Z” constante, em


rampa, contorno dos cantos e chanfros.
Clic na ferramenta e aparecerá uma caixa de dialogo, chaining, nela existem
vários tipos de seleção de contorno, automaticamente já vem acionado,

chain, é o que nos precisamos , selecione o contorno desejando


clicando em cima dele, o ponto que você selecionou será o ponto em que a
ferramenta ira começar a usinar. Preste atenção, quando você selecionar o
contorno, irá aparecer uma seta indicando a direção da usinagem se é
interna ou externa, para mudar de direção clic em, reverse , para
finalizar clic em ok.
Abrirá a caixa de parâmetros de usinagem toolpath parameters,
coloque os dados correspondentes a ferramenta que foi selecionada e clic na
caixa contour parameters.
Algumas caixas já são conhecidas, preencha-as com os dados da
peça, lembrando sempre da fixação, para colocar as alturas necessárias.

X e Y stock to leave Sobre metal nos eixos “X e Y”, o valor que for colocado é
constante, tanto para “X ou Y”.

Z stock to leave Sobre metal deixado em “Z”.

Multi passes Cria vários passes no contorno. Usado para dar


acabamento, retirar excesso de material no contorno, etc.:
Selecione a caixa multi passes.

Number Número de passes desejado.

Página 17
Spacing Distância dos passes em mm.
Keep tool down Acionar apenas quando for
contorno fechado.
Lead in/out.. Entrada e saída tangencial da ferramenta. Usada para
não deixar que a ferramenta entre e saia em cima da
peça, deixando marcas no contorno.

Enter/exit at midpoint in cloused contours


Se deixar acionado a ferramenta entrará sempre no meio
da entidade. Funciona somente em contornos fechados.

Entry Caixa de entrada da ferramenta

Line e Arc Nestas caixa mude somente o valor de length e Arc,


coloque um valor proporcional à ferramenta para poder
entrar.
Ex.: Se a fresa for de 12 mm, use um valor de 20% que dará
2.4mm, então a fresa sairá 2.4mm da face da peça para
mudar de coordenada.

Normalmente se usa os mesmos dados da entrada, para a saída da


ferramenta exit. Para transferir os dados clic no ícone e os dados da
entrada será copiado para a saída.

Filter Está caixa é obrigatória. Todo contorno deverá ser


acionado, para poder ser filtrado e o programa ficar
otimizado e menor.

Página 18
Contour type: Nesta caixa há 4 tipos de contornos.

2D Este tipo de contorno é muito usado para contornos


fechados, a ferramenta faz a usinagem em um “Z”
constante, já vem acionado automaticamente.

2D chamfer Usado para fazer chanfros nas peças. Selecione 2D


chamfer, e clic na caixa chamfer, e abrirá outra caixa.

Width Largura do chanfro

Tip offset Altura que a ferramenta


passará do final do chanfro.

Ramp Contorno em rampa, bastante usada para contornos


abertos, evitando que a ferramenta termine o contorno,
suba e volte ao inicio perdendo tempo.

Acione a caixa depth.

Ramp depth Coloque o valor do incremento


em “Z “

Página 19
Remachining Usada para usinagem dos cantos que a ferramenta de
desbaste não tirou. Copie a mesma usinagem, mude de
ferramenta, coloque uma que seja menor ou igual ao raio
do canto e selecione a caixa remachining e o Mastercam
irá gerar automaticamente a usinagem.

• Cavidades 2D (pocket)

Cria uma usinagem de cavidade passante ou não passante,


rebaixos, rasgos, etc.
Clic na ferramenta e aparecerá uma caixa de dialogo, chaining, siga a
mesma seqüência do contorno. Abrirá a caixa de parâmetros de usinagem
toolpath parameters, coloque os dados correspondentes à ferramenta que foi
selecionada e clic na caixa pocketing parameters.
Algumas caixas já são conhecidas, preencha-as com os dados da
peça, os sobre-metal, caso seja desbaste e lembrando sempre da fixação,
para colocar as alturas necessárias.
Como no contorno, a usinagem de cavidades 2D, também possui
vários tipos de usinagem.

Pocket type: Nesta caixa há 5 tipos de cavidades.

Standard Este tipo de usinagem de cavidade é a mais usada, a


ferramenta faz usinagem da cavidade em um “Z”
constante em um contorno fechado, com ou sem ilhas, se
tiver ilhas selecione junto com o primeiro contorno, este
tipo de cavidade já vem acionado automaticamente.

Facing Usado para facear perfis mais complexos, nesta usinagem


a ferramenta faceia a peça seguindo o perfil selecionado.

Island Facing É o mesma que a usinagem anterior, a única diferença é


que na anterior a ferramenta faz a usinagem partindo do
seu centro, enquanto esta percorre o contorno igual ao
Standard e se tiver ilha ela não usina.

Remachining Tem a mesma função que a do contorno.

Página 20
Open Neste tipo de usinagem, o contorno poderá ser aberto.

Agora clic na caixa Roughing/Finishing parameters. Nesta caixa há


várias tipos de estratégias de usinagem e tipos de entradas de ferramentas.

Na caixa rough existem as estratégias de usinagens, as mais usadas são:

Zigzag Este tipo de usinagem é usado para facear um perfil


retangular ou um acabamento em rebaixos.

Constant Overlap Spiral Este tipo de usinagem é bastante usada par desbastar,
pois a ferramenta percorre o perfil da peça e usina tanto
de fora para dentro como de dentro para fora.

Parallel Spiral, Clean Corners Bastante usada para acabamento das


cavidades, ela faz o mesmo sentido da anterior só que na
mudança de coordenadas “X e Y” a usinagem cria um
raio para poder limpar as sobras.

True Spiral Usado principalmente para usinagem de um perfil circular,


ela acompanha a circunferência.

Para determinar a distância das passadas, coloque um valor na caixa:


Stepover percentage É a porcentagem do diâmetro da ferramenta, colocado
um valor nesta caixa, mudará o valor na caixa stepover distance, para
desbaste usa-se 75% da ferramenta, que normalmente já vem acionado, para
acabamentos usa-se 50% ou menos para dar um melhor acabamento e tirar
todas as imperfeições.

Na caixa Spiral inside to outside você determina se a ferramenta vai


começar a usinar de dentro para fora ou de fora para dentro. Se acionar a
caixa a ferramenta irá começar de dentro para fora se não selecionar ira
começar de fora para dentro.
Para suavizar a entrada da ferramenta na peça, selecione a caixa
Entry-helix. Nesta caixa existem dois tipos de entrada, a entrada em hélice e a
entrada em rampa. A mais usada é a entrada em hélice, nas caixas minimun
radius, maximun radius deixe como esta, elas representam o raio máximo e
mínimo da entrada.
Z clearance É a altura que a ferramenta irá posicionar antes de
começar a entrada.

Página 21
XY clearance É como se fosse um sobre-metal de segurança em “X e Y”
para a ferramenta não pegar nas paredes da peça.
Plunge angle Determina o ângulo que a ferramenta irá descer na
entrada da ferramenta.

Tire a seleção da caixa output arc move.

Se desejar que a ferramenta comece por algum ponto, selecione a


caixa Center on entry point, este ponto deverá ser selecionado junto com o
contorno da cavidade.

Em entry feed rate, se deixar selecionado Plunge rate a ferramenta


assumira o avanço de descida ou se selecionar a caixa feed rate, a
ferramenta assumira o avanço de usinagem que é o mais comum.

• Furação

Cria um programa de furação, você poderá criar um usinagem


apartir de pontos, arcos ou sólidos.
Selecione a ferramenta de furação, abrirá a caixa Drill Point Selection,
nela existem vários tipos de seleção, quando abrir a caixa, a seleção manual,
seta, já estará acionada, ela selecione pontos, arcos, extremidades de linhas,
sólidos, etc. ·.

Entities Seleciona as entidades desejadas, como pontos ou furos.

Windows Points Abre uma janela e seleciona apenas os pontos.

Mask on Arc Seleciona apenas arcos.

Sorting Abra está caixa e selecione a estratégia de furação


desejada.

Depois de selecionar as entidades clic em ok.

Selecione a ferramenta desejada na caixa de parâmetros, repare que


nas caixas de dados de corte, apenas estão acionadas as caixas de avanço e
rotação, coloque os dados necessários e selecione a próxima caixa de
parâmetros.

Página 22
Nesta caixa coloque as alturas desejadas. Neste tipo de usinagem
alguns parâmetros de altura vão mudar.

Clearance Neste caso, servirá de retração, muito cuidado com as


alturas quando a fixação for feita pela face da peça.

Retract Sempre usar em incremental, porque este servirá como “Z”


de aproximação, sempre é deixado 2 mm.

Top of stock Coloque a altura que a ferramenta começara a usinar.

Depth Profundidade da usinagem.

Simulação de Usinagem

Após ter feito todo o processo de usinagem da peça, você poderá


fazer a simulação da usinagem.

O Mastercam possui alguns tipos de simulação.

Backplot, localizado na arvore de criação de usinagens, neste modo


de simulação, aparecerá apenas a usinagem representada em linhas. Clic
no ícone e abrirá uma caixa de comando onde você poderá simular a
usinagem mostrando a ferramenta com o suporte, somente a ferramenta
ou sem nada. Abrirá também a caixa de comandos de velocidade da
simulação, nela você poderá ir para frente, para trás, rápido, lento ou final.
Enquanto simula, repare na parte de baixo da caixa backplot, aparecerá
às coordenadas, o avanço da ferramenta no momento da simulação.
Clicando na caixa info, aparecerá o tempo da usinagem.

Feed é somente o tempo da usinagem em avanço programado.

Rapid é o tempo de deslocamento da ferramenta em avanço


rápido (G0), não é confiável.

Total é o tempo total da usinagem, leve em conta somente o feed


colocando mais ou menos 10% no tempo de feed.

Em path length é a distancia em mm que a ferramenta percorrerá na


usinagem.

Página 23
Onde mostra min/max são as coordenadas mínimas e máximas que a
ferramenta percorrerá, este dados servem muito para saber se determinada
peça poderá ser usinada no curso da máquina.
Min/max feedrate são os avanços mínimos e máximos que a ferramenta
ira usar durante a usinagem.
Para saber os dados de uma determinada usinagem, clic em cima da
que deseja.

Verify, este modo de simulação permite visualizar a peça desde o


blank (em bruto), a vantagem é que a simulação é feita em um sólido,
podendo visualizar a onde a ferramenta irá tirar material ou deixou de tirar
material. Também podemos comparar esta simulação com o desenho original
através de um arquivo salvo com a extensão. STL.
Clic no ícone e aparecerá à caixa verify, nela há os comandos para
iniciar a usinagem, parar, etc.

Turbo, selecionando está ferramenta, a simulação será feita no


modo rápido, sem que você visualize a trajetória da ferramenta.

Simulate tool, simula a usinagem com a ferramenta como se estive


sendo feita na máquina, mostrando todo o percurso da ferramenta e a
usinagem, porém este modo é mais lento.

Simulate tool and holder, é igual à simulate tool, a única diferença é


que simula a ferramenta junto do suporte, pouco usada.

Na caixa , você determina a velocidade da


simulação.

Na parte de baixo você poderá ter informações do tipo da usinagem,


do número da ferramenta e o seu nome, no momento da simulação.

Para fazer a comparação da sua peça original, com a usinagem que


foi criada, primeiro você precisa salvar a peça na extensão .STL, depois simule
o programa no modo turbo. Feito isso aparecerá uma caixa de diálogo STL
Compare, nela existe uma tabela de cores e uma de tolerâncias, significa que
quando acabar a simulação, sua peça estará com algumas cores,
dependendo do sobre-metal deixado nas usinagens.

Página 24
Clic em e selecione o arquivo que foi convertido para STL, depois
clic em:

Compare the machine, para comparar a usinagem com o modelo


original. A caixa de cores ficará ativa para possível comparações.

Show and both, seu modelo apareça sobre a sua usinagem.

Display STL file, aparecerá seu modelo em STL.

Display machined stock, ficará apenas a simulação da usinagem.

Árvore de Criação de Usinagens

Esta árvore é onde teremos todas as informações para se criar um


programa de usinagem.
Como já visto, selecione o tipo de usinagem em Machine Type, Mill,
Fagor 8055M.
No lado esquerdo da tela irá abrir a árvore de usinagem com o nome
de Machine Group 1.

Properties – machine definition, já foi visto anteriormente.

Toolpath Group 1, este nome pode ser renomeado, normalmente muda


o nome para poder dividir as usinagem em grupos, para poder ficar mais fácil
de entender o programa e para poder processar.
Para criar outro grupo de usinagem, clic com bdm em Machine Group,
selecione groups, new toolpath group, coloque um novo nome e enter.
Clicando com bdm em toolpath group, ou no novo nome que foi dado
ao grupo, irão aparecer várias opções, selecione edit selected operations,
nesta caixa você poderá renomear o número das ferramentas, ou mudar a
seqüência delas.

Página 25
Criação de um arquivo NC (Programa)

Arquivo NC, é um tipo de arquivo que o Mastercam gera para ser lido
em máquinas CNC, estes arquivos NC, contêm os códigos de que o comando
da máquina necessita para poder movimentar os eixos, e executar as
operações que foram feitas no modelo.
Para podermos processar um programa que foi feito no Mastercam
primeiramente as árvores de usinagem deverão estar separadas, caso queira
gerar mais de um programa para a sua peça.
Feito isso, clic com o bdm em cima do toolpath group, ou no novo nome
que foi dado ao grupo, clic em edit selected operations, Change NC file name,
abrira uma caixa, nesta caixa apague o que está lá e digite um número para
o seu programa, este número deverá ter seis dígitos, ex. 000001, OK, se tiver
mais grupos, faça o mesmo procedimento. Por isso é importante separar as
usinagens em grupos.

Agora clic em para processar o programa. Clic em OK, quando


abrir a janela e salvar. Pronto seu programa NC está pronto, verifique se os
números e as ferramentas que foram usadas para gerar os programas
coincidem com as da sua folha de processo, caso tenha cadastrado as
ferramentas com seus nomes, elas irão aparecer no cabeçalho do programa,
juntamente com o número que foi definido.
Os programas que foram gerados iram para uma pasta em, Meu
Computador (área de trabalho), (C:), mcamx, Mill, NC. Se desejar você pode
configurar o Mastercam, para que salve os programas em uma outra pasta de
melhor acesso.
Cria a pasta no local desejado, clic em Machine Type, Control
Definition..., em Control topics, clic em Files, na caixa Data paths, clic em NC
programs (NC), Selected item´s datas paths, abrirá outra caixa, nesta caixa
você vai procurar a o local a onde foi criada a nova pasta, clic em OK. e OK.,
quando processar os próximos programas eles serão salvos nesta pasta.

Página 26