Вы находитесь на странице: 1из 12

ATIVIDADES PRÁTICAS

SUPERVISIONADAS

Ciência da Computação
6ª Série
Gerência de Projetos e Qualidade de Software

A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensino-


aprendizagem desenvolvido por meio de um conjunto de atividades
programadas e supervisionadas e que tem por objetivos:
 Favorecer a aprendizagem.
 Estimular a corresponsabilidade do aluno pelo aprendizado eficiente e
eficaz.
 Promover o estudo, a convivência e o trabalho em grupo.
 Desenvolver os estudos independentes, sistemáticos e o autoaprendizado.
 Oferecer diferenciados ambientes de aprendizagem.
 Auxiliar no desenvolvimento das competências requeridas pelas Diretrizes
Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação.
 Promover a aplicação da teoria e conceitos para a solução de problemas
relativos à profissão.
 Direcionar o estudante para a emancipação intelectual.
Para atingir estes objetivos as atividades foram organizadas na forma de
um desafio, que será solucionado por etapas ao longo do semestre letivo.
Participar ativamente deste desafio é essencial para o desenvolvimento das
competências e habilidades requeridas na sua atuação no mercado de trabalho.
Aproveite esta oportunidade de estudar e aprender com desafios da vida
profissional.

AUTOR:
Alfredo Colenci Neto – Faculdade Anhanguera de Rio Claro
Ciência da Computação – 6ª Série – Gerência de Projetos e Qualidade de Software

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES

Ao concluir as etapas propostas neste desafio você terá desenvolvido as competências


e habilidades descritas a seguir.

 Capacidade de, com base nos conceitos adquiridos, iniciar, projetar, desenvolver,
validar e gerenciar qualquer projeto de software.
 Competência e compromisso com a utilização de princípios e ferramentas que
otimizem o processo de desenvolvimento e implementação de um projeto.
 Capacidade de trabalhar em equipe.

DESAFIO

Um dos maiores avanços percebidos pela área de qualidade de software foi


comprovar que a qualidade de um produto final (software) é uma consequência do processo
pelo qual esse software foi desenvolvido. Neste sentido, a gerência de projetos de software
ganhou notoriedade por garantir que projetos bem gerenciados irão gerar produtos que
atendam aos requisitos de usuários, desenvolvedores e patrocinadores do projeto.
Gerência de projeto é a aplicação de conhecimentos, habilidades e técnicas na
elaboração de atividades relacionadas para atingir um conjunto de objetivos pré-definidos,
em certo prazo, com certo custo e qualidade, através da mobilização de recursos técnicos e
humanos, VIEIRA (2006). Neste sentido, o Instituto de Gerenciamento de Projetos (PMI –
Project Management Institute) define 5 grupos de processos que devem ser seguidas para
qualquer projeto. São eles: Iniciação, Planejamento, Execução, Controle e Encerramento.
Desta forma, profissionais com habilidades e competências para gerenciar projetos em todos
esses processos, sejam simples ou complexos, possuem valorização destacada no mercado,
por justamente assegurar a qualidade do software.
Para PRESSMAN (2002), qualidade de software é uma área de conhecimento da
engenharia de software que objetiva garantir a qualidade do software através da definição e
normatização de processos de desenvolvimento. Apesar dos modelos aplicados na garantia
da qualidade de software atuarem principalmente no processo, o principal objetivo é garantir
um produto final que satisfaça às expectativas do cliente, dentro daquilo que foi acordado
inicialmente na definição do escopo.
Este desafio tem por objetivo proporcionar situações que possibilitarão que os alunos,
trabalhando em grupo, possam praticar conceitos vistos em sala de aula para gerência de
projetos e qualidade de software, principalmente na avaliação de produtos, estimativas de
tempos de projetos e elaboração de cronogramas. Os alunos deverão avaliar algumas
ferramentas de gestão de projetos online. Usando uma ferramenta serão identificadas
atividades e sub-atividades importantes em um processo de desenvolvimento de um sistema
para imobiliária, estipulando prazos. No passo seguinte, será utilizado um sistema de
imobiliária, já desenvolvido, para avaliar suas funcionalidades e mensurar a qualidade do
produto. Para tanto, deve-se montar uma equipe de 3 a 5 alunos para que a troca de
conhecimentos e experiências propicie, ao final desta atividade, uma proposta de
gerenciamento de software coerente e concisa como a solução ao problema proposto.

2 Alfredo Colenci Neto


Ciência da Computação – 6ª Série – Gerência de Projetos e Qualidade de Software

ETAPA № 1

 Aula-tema: Metodologias, Técnicas e Ferramentas da Gerência de Projetos.

Esta atividade é importante para que você conheça alguns sistemas de gerenciamento de
projetos e pratique os conceitos básicos vistos em sala de aula e os correlacione com uma
aplicação prática, no caso, o conceito de sistemas de gerenciamento de projetos.
Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos.

PASSOS

Passo 1 – Realizar um levantamento de sistemas de gerenciamento de projetos online


disponíveis. Os gerenciadores de projetos online são uma solução de excelente
custo/benefício, pois não há a necessidade de investimentos em programadores e podem ser
implantados em poucos dias.
Um bom Gerenciador de Projetos deve ter as seguintes funcionalidades:
• Cadastro de usuários com níveis de permissão diferentes;
• Cadastro de diversos projetos;
• Acompanhamento de tarefas;
• Possibilidade de anexar arquivos de qualquer formato;
• Gráfico de Gantt (Visualização gráfica do cronograma do projeto);
• Comentários de usuários;
• Planilha de horas gastas por usuário.
Uma vantagem de um gerenciador de projetos online é que o mesmo fica hospedado
em um servidor (computador ligado 24h na Internet) e pode ser acessado a partir de
qualquer computador conectado na Internet.
Devem ser pesquisadas pelo menos duas soluções relacionadas a seguir.
<https://www.aceproject.com/>. Acesso em 09 de junho de 2010.
<http://www.dotproject.net/>. Acesso em 09 de junho de 2010.
<http://www.planzone.com/>. Acesso em 09 de junho de 2010.

Passo 2 – Entregar uma breve descrição a respeito de cada um das soluções pesquisadas. No
relatório, chamado: Relatório de Sistemas Gerenciadores. Devem ser respondidas as
seguintes questões:
1) Como funciona o sistema?
2) Quais funcionalidades estão implementadas?
3) É possível gerenciar múltiplos projetos?
4) Quais as vantagens e desvantagens que cada sistema apresenta?

O Relatório de Sistemas Gerenciadores deve ser de, no máximo três folhas, com as
devidas referências bibliográficas.

ETAPA № 2

 Aula- tema: Planejamento de um Projeto de Software, Execução, Acompanhamento


e Controle de um Projeto de Software.

3 Alfredo Colenci Neto


Ciência da Computação – 6ª Série – Gerência de Projetos e Qualidade de Software

Esta atividade é importante para que você possa desenvolver as suas competências e
habilidades na identificação de tarefas, criação de cronograma e estimativas de tempo de
projetos, tendo em vista a elaboração de uma proposta de desenvolvimento de um sistema
computacional descrita no Passo1 desta Etapa do Desafio.
Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos.

PASSOS

Passo 1 – Fazer uma reunião inicial com os integrantes para discutir as necessidades do
projeto de software, conforme apresentado abaixo.
Deverá ser elaborada uma lista com as principais atividades do projeto (no mínimo
30). Essa lista deve ser descrita na forma de uma EAP (Estrutura Análitica de Processos) ou
em inglês também conhecida como WBS (Work Breakdown Structure).
Descrição do Projeto: Deverá ser elaborado um projeto de software Web para
imobiliárias, contemplando as funções pertinentes ao negócio. Por exemplo: cadastro de
clientes, cadastro de correntistas, cadastro de imóveis, cadastro de locatários, fotos dos
imóveis, relatórios gerenciais, emissão de boleto de cobrança, entre outros. O prazo do
projeto é de 110 dias.

Passo 2 – Escolher, em grupo, um sistema de gerenciamento de projetos, apontados na Etapa


1, e lançar todas as atividades identificadas. Deve-se levar em consideração as atividades,
sub-atividades e os relacionamentos entre elas. Sugere-se dividir as atividades seguindo as
atividades definidas no Modelo Clássico de desenvolvimento de software, também
conhecido como Casacata. São elas: Levantamento de Requisitos, Análise, Projeto,
Codificação, Teste e Manutenção.
Levar em consideração que todo projeto possui 5 etapas: Iniciação, Planejamento,
Execução, Controle e Encerramento.

Passo 3 – Estimar esforços para cada atividade citada acima, lembrando que o tempo de
duração de cada atividade deve ser calculado em horas.
O grupo deverá gerar o gráfico de Gantt do projeto geral e apresentar para a classe,
justificando as atividades, os relacionamentos entre as atividades e o tempo estimado. Cada
grupo terá 5 minutos e deverá usar recurso do projetor multimídia.
Ao final, deverá ser entregue ao professor um relatório contendo os resultados finais.
O relatório, chamado de Relatório de Projeto, deve ser de própria autoria, no máximo três
folhas, contendo o cronograma e a EAP.

ETAPA № 3

 Aula- tema: Introdução a Qualidade de Software, Métricas de Software.

Esta atividade é importante para que você desenvolva a habilidade de avaliar, de


maneira formal, uma aplicação computacional.
Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos.

4 Alfredo Colenci Neto


Ciência da Computação – 6ª Série – Gerência de Projetos e Qualidade de Software

PASSOS

A Web é um ambiente complexo e consequentemente, a avaliação de produtos de


software Web é complexa dado ao conjunto de características envolvidas. Essa complexidade
se deve também, em parte, ao fato da Web ter se voltado para orientações e aplicações.
Alguns fatores que comprovam isso são:
• Educação e treinamento em áreas específicas em universidades e organizações;
• Comércio e diversão, disponibilizando produtos e serviços;
• Entretenimento, por meio de jogos, revistas de humor e lazer;
• Comunicação, tornando-se uma plataforma genérica para comunicação via
Internet.
Essas aplicações fazem com que um processo de garantia de qualidade deva
considerar diferentes aspectos que abrangem, desde a usabilidade, a qualidade de interfaces,
cores, segurança da informação, acesso a informação, entre outros.

Passo 1 – Reunir o grupo para escolha de duas aplicações Web para realização de futura
avaliação. A sugestão é para software para imobiliárias. As aplicações deverão ter a
concordância do professor mediante justificativa de escolha.

Passo 2 – Avaliar a aplicação de acordo com o Formulário de Avaliação Web, descrito no


Anexo I.

Passo 3 – Elaborar um relatório, chamado de Relatório de Avaliação, contendo o Formulário


de Avaliação Web, apresentado no Passo 2, devidamente respondido e acrescentar o
julgamento final, que deve responder para as duas aplicações pesquisadas a opinião do
grupo sobre o uso da aplicação:

( ) Altamente Recomendado
( ) Recomendado
( ) Pode ser útil em algumas circustâncias
( ) Não recomendo

Justificativa do julgamento:

ETAPA № 4

 Aula-tema: Garantia da Qualidade de Software, Métricas de Software, Normas ISO:


ISO 15504, 12207.

Esta atividade é importante para que você gere conhecimento relacionado aos
conteúdos vistos em sala de aula para avaliação de software.
Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos.

PASSOS

Mesmo não sendo o ponto principal da qualidade de software, avaliar um pacote de


software, também chamado de software de prateleira, pode ser necessário para escolha de

5 Alfredo Colenci Neto


Ciência da Computação – 6ª Série – Gerência de Projetos e Qualidade de Software

uma solução já existente. Neste sentido, esta atividade tem como propósito capacitar o aluno
na avaliação de um software através dos padrões estabelecidos pela Norma ISO 14598 que
trata de um plano para a avaliação de produtos de software. A importância da atividade vai
ao encontro do contato com esse tipo de norma voltada à qualidade, independente de qual
seja.
Como atividade complementar pode ser estudado o capítulo 1 do livro Qualidade de
Software dos autores Andre Koscianski e Michel dos Santos Soares, editora Novatec, 2006.

Passo 1 – Realizar uma pesquisa na Internet com o propósito de encontrar e escolher um


software comercial, de gestão de imobiliária, que seja freeware. O grupo de alunos, em
laboratório de informática, deve realizar o download do produto e instalá-lo para uso. Deve
ser utilizado por tempo suficiente para entender seu funcionamento antes de passar para o
Passo 2. O grupo deverá mostrar o software selecionado ao professor que irá dizer se o
software é passível de avaliação ou não. Os alunos irão mostrar ao professor na própria
estação de trabalho, no laboratório de informática.

Passo 2 – Avaliar o Produto de Software escolhido no Passo 1 de acordo com as questões


descritas no Anexo II – Questionário de Qualidade. Para responder as questões, deve-se
utilizar a escala apresentada a seguir. Esta avaliação tem como objetivo garantir que as
funcionalidades mínimas do software avaliado estejam efetivamente presentes, garantindo o
funcionamento eficaz, seguro e satisfatório diante das funcionalidades propostas pelo
próprio software.
Especificar para cada pergunta, a avaliação que seguirá os seguintes critérios:
Para cada pergunta, a resposta usará o Nível de Pontuação de 1 a 5.
1 – Péssimo
2 – Ruim
3 – Razoável
4 – Bom
5 – Excelente

Após ter respondido cada pergunta, o grupo calculará a qualidade para cada uma das
seis características, sendo que a fórmula usada será:

Fórmula: "(QP x 5) x QS = 100 x SR" sendo que:

QS = Qualidade de software
QP = Quantidade de perguntas
SR = Soma das respostas

00% até 19,99% é considerado PÉSSIMO


20% até 39,99% é considerado RUIM
40% até 59,99% é considerado RAZOAVEL
60% até 79,99% é considerado BOM
80% até 100,00% é considerado EXCELENTE

6 Alfredo Colenci Neto


Ciência da Computação – 6ª Série – Gerência de Projetos e Qualidade de Software

Passo 3 – Elaborar uma tabela, conforme exemplo abaixo, para anotar os valores calculados:

Características Avaliação
Manutenibilidade
Funcionalidade
Confiabilidade
Usabilidade
Eficiência
Portabilidade

Passo 4 – Elaborar um Relatório de Qualidade, a ser entregue ao professor, contendo toda a


avaliação e definições estudadas nesta etapa.
Este relatório deve ter a seguinte estrutura:
• Capa - Contendo o logotipo da instituição, o nome da matéria, título do trabalho,
os nomes completos e RA dos integrantes e data do projeto.
• Sumário - Contendo os títulos e numero das páginas onde se encontram os
mesmos.
• Introdução - Contendo um texto explicando claramente os objetivos da avaliação.
• Descrição do Ambiente usado na avaliação – Citar Computador/Hardware
utilizado, Sistema Operacional, Tempo de avaliação, entre outros critérios.
• Software Avaliado – Breve descrição do software avaliado, citando a empresa
desenvolvedora, funcionalidades e propósitos.
• Avaliação - Contendo o texto com as perguntas e respostas que foram realizadas
para avaliar o produto de software.
• Tabela elaborada no Passo 3.

Para elaborar este documento, a equipe deve utilizar as seguintes formatações:


• Folha: A4
• Margens: esquerda=3 cm, direita=2,5 cm, superior=2 cm, inferior=2 cm
• Letras:
• Títulos: Times New Roman, tamanho 14, negrito, alinhamento pela esquerda.
• Texto: Times New Roman, tamanho 12, normal, alinhamento justificado,
primeira linha com espaçamento 1,27 cm.
• Número mínimo de páginas: 4.

REFERÊNCIAS

KOSCIANSKI A., SOARES, M. S. Qualidade de Software, Novatec, 2006.

LIMA. R, et al. Evaluating Web Sites for an Education Environment target for cardiology.
Madri, Espanha, FESMA 2000, out. 2000.

PRESSMAN, R. S. Engenharia de Software. McGraw Hill, 2002.

7 Alfredo Colenci Neto


Ciência da Computação – 6ª Série – Gerência de Projetos e Qualidade de Software

VIEIRA, M. Gerenciamento de Projetos de Tecnologia da Informação. 2ª edição: Campus,


2006.

Anexo I – Formulário de Avaliação Web

1. O site é de uma entidade reconhecida e respeitada?


( ) Não ( ) Sim

2. O site é interessante?
( ) Não ( ) Sim

3. O título do site é significativo e está de acordo com o seu conteúdo?


( ) Não ( ) Sim

4. As informações apresentam as fontes de onde foram retiradas?


( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre ( ) Sempre ( ) Não se aplica

5. As informações são coerentes com o que existe na literatura?


( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre

6. As informações estão organizadas de forma lógica?


( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre ( ) Sempre ( ) Não se aplica

7. As informações estão organizadas de forma hierárquica?


( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre ( ) Sempre

8. Os textos possuem o nome dos autores?


( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre ( ) Sempre

9. A homepage apresenta um sumário das informações que o site contém?


( ) Não ( ) Sim

10. A homepage possui uma quantidade adequada de informações, o que a faz não ser
confusa?
( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre ( ) Sempre

11. A homepage informa a data da última atualização do site?


( ) Não ( ) Sim

Facilidade de utilização
12. O site possui um mapa com a organização de todo o seu conteúdo?
( ) Não ( ) Sim

13. Oferece um indicador de onde você se encontra no mapa do site?


( ) Não ( ) Sim

14. É preciso percorrer muitas páginas para se chegar a informação desejada?

8 Alfredo Colenci Neto


Ciência da Computação – 6ª Série – Gerência de Projetos e Qualidade de Software

( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre ( ) Sempre

15. Possui links na página principal para as informações mais procuradas?


( ) Não ( ) Sim

16. Os títulos de botões ajudam na navegação?


( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre ( ) Sempre

17. Os botões de navegação fazem o que esperamos?


( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre ( ) Sempre

18. A homepage possui ícones claros o suficiente para não gerar ambiguidade?
( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre ( ) Sempre ( )Não se
aplica

19. Fornece explicações sobre os componentes quando posicionamos o mouse?


( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre ( ) Sempre

20. As informações podem ser impressas facilmente?


( ) Não ( ) Sim

21. A impressão é legível?


( ) Não ( ) Sim ( ) Não se aplica

22. Para os textos muito grandes, a página fornece a opção de download?


( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre ( ) Sempre ( )Não se aplica

23. O site dá instruções de como agir em situações de erro?


( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre ( ) Sempre ( )Não se aplica

24. Em caso de erro, eles são tratados e informados claramente?


( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre ( ) Sempre ( )Não se aplica

25. A linguagem utilizada está de acordo com seu nível de conhecimento do assunto?
( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre ( ) Sempre

26. As fontes utilizadas são legíveis?


( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre ( ) Sempre

27. A formatação do texto utilizada facilita a leitura?


( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre ( ) Sempre

28. O texto é apresentado na forma de itens?


( ) Não ( ) Sim

29. Os textos são curtos e diretos?


( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre ( ) Sempre

30. É possível navegar pelo site sem visualizar as figuras no modo somente texto?

9 Alfredo Colenci Neto


Ciência da Computação – 6ª Série – Gerência de Projetos e Qualidade de Software

( ) Não ( ) Sim

31. São utilizados recursos de editoração para enfatizar e ressaltar partes do conteúdo?
( ) Não ( ) Sim

32. As imagens, o vídeo e os sons são utilizados de forma agradável?


( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre ( ) Sempre

33. O tempo de espera para a página ser carregada é aceitável?


( ) Nunca ( ) Quase nunca ( ) Às vezes ( ) Quase sempre ( ) Sempre

34. Os aplicativos executados a partir do site tiveram bom desempenho?


( ) Não ( ) Sim ( ) Não se aplica

35. Se o site é muito abrangente, oferece na homepage uma opção para cada categoria de
usuário?
( ) Não ( ) Sim ( ) Não se aplica

36. Esta opção está claramente demonstrada?


( ) Não ( ) Sim ( ) Não se aplica

37. O site possui opção de busca com resultados satisfatórios?


( ) Não ( ) Sim

10 Alfredo Colenci Neto


Ciência da Computação – 6ª Série – Gerência de Projetos e Qualidade de Software

Anexo II – Questionário de Qualidade

1) Características de Manutenibilidade:
1) É fácil encontrar uma falha, quando ocorre?
2) É fácil modificar e adaptar?
3) Existe risco de efeitos inesperados quando se faz alterações?
4) É fácil validar o software modificado?
5) Está de acordo com as normas, leis, etc.? Relacionadas à manutenibilidade?
6) O pacote diz se oferece opção de manutenção software?
7) O pacote diz se é possível modificar e adaptar para um único usuário?
8) O pacote diz se é possível fazer upgrades de versões?

2) Características de Funcionalidade:
9) Propõe-se a fazer o que é apropriado ?
10) Faz o que foi proposto de forma correta ?
11) É capaz de interagir com os sistemas especificados ?
12) Esta de acordo com as normas, leis etc. |relacionadas a funcionalidade ?
13) Evita acesso não autorizado a programas e dados?
14) O pacote diz qual a principal função do software?
15) O pacote contém informações claras e objetivas sobre o produto?

3) Característica de Confiabilidade:
16) Ocorrendo falhas, como ele reage?
17) Com que freqüência apresenta falha por defeitos no software?
18) É capaz de recuperar dados em caso de falhas?
19) Está de acordo com os padrões, normas, etc.relacionadas à confiabilidade?
20) O pacote contém selo de segurança?
21) O pacote tem informações de atendimento ao consumidor?

4) Características de Usabilidade:
22) É fácil entender o conceito lógico e sua aplicabilidade?
23) É fácil aprender a usar?
24) É fácil operar e controlar?
25) É atrativo ao usuário?
26) Está de acordo com os padrões, normas, etc.relacionadas à usabilidade?
27) O pacote recomenda configuração mínima para o funcionamento do software?
28) O pacote diz se é de fácil instalação?
29) O pacote diz em que linguagem o software vai ser instalado e usado?

5) Características de Eficiência:
30) Qual o tempo de resposta, tempo de processamento a velocidade na execução
de suas funções?
31) Quanto recurso usa? Durante quanto tempo?
32) Está de acordo com as normas, leis, etc.relacionadas à eficiência?
33) O pacote diz para qual público o software é destinado?
34) O pacote diz qual nível de conhecimento mínimo exigido do negócio?

11 Alfredo Colenci Neto


Ciência da Computação – 6ª Série – Gerência de Projetos e Qualidade de Software

6) Características de Portabilidade
35) É fácil de adaptar em ambientes diferentes?
36) É fácil de instalar?
37) É fácil usar para substituir outros?
38) Esta de acordo com as normas, leis, etc. relacionadas a portabilidade ?
39) Pode coexistir com outros produtos independentes compartilhando recursos?
40) O pacote diz qual a configuração de hardware mínimo necessário?
41) O pacote diz em quais Sistemas Operacionais o software funciona?

12 Alfredo Colenci Neto