Вы находитесь на странице: 1из 17

c  

c   

c   é talvez a vitamina mais importante. Chama-se retinol e é facilmente transformada
no corpo humano em ácido retinóico, que é a forma efetiva. Este existe em duas formas
principais: all-trans retinoic acid (ATRA, o mais importante) e 9-cis retinoic acid (9-cis RA).

Uma evidente função da vitamina A é como um grande composto das proteínas (chamadas
Rhodopsin) nos olhos que reagem à luz e tornam a visão possível. A maior parte das funções
dessa vitamina, todavia, é realizada por seus receptores, que são fatores de transcrição da
família de receptores nucleares. Por estes receptores, o ácido retinóico pode afetar quase
todas as funções na célula humana. Sabendo isso, é simples entender porque a vitamina A
deve ser consumida em quantidades normais.

Estudos mais recentes vêm mostrando que a P   age como antioxidante (combate
os radicais livres que aceleram o envelhecimento e estão associados a algumas doenças).
Porém, recomenda-se cautela no uso de vitamina A, pois em excesso é prejudicial ao
organismo.

Nome científico = Retinol ou Axeroftol.

Consequências da deficiência
A avitaminose que está relacionada com a carência de vitamina A é a xeroftalmia. Um
dosepitélios severamente afetado é o do revestimento ocular, levando à xeroftalmia. A
xeroftalmia é o nome genérico dado aos diversos sinais e sintomas oculares da hipovitaminose
A. A forma clínica mais precoce da xeroftalmia é a cegueira noturna, onde a criança não
consegue boa adaptação visual em ambientes pouco iluminados; manifestações mais
acentuadas da xeroftalmia são a mancha de Bitot, normalmente localizada na parte exposta
da conjuntiva e a xerose; nos estágios mais avançados a córnea também está afetada
constituindo a xerose corneal, caracterizada pela perda do brilho assumindo aspecto granular
e ulceração da córnea; a ulceração progressiva pode levar à necrose e destruição do globo
ocularprovocando a cegueira irreversível, o que é chamado de ceratomalácia. Outras
complicações ligadas a deficiência de vitamina A incluem visão deficiente à noite
(hemeralopia), sensibilidade a luz (fotofobia), redução do olfato e do paladar, ressecamento
e infecção na pele e nas mucosas (xerodermia), estresse, espessamento da córnea, lesões na
pele e câncer nos olhos. A xeroftalmia é diferente de hemeralopia, esta sendo a chamada
'cegueira noturna' e aquela, secura nos olhos que promove o aumento doatrito entre
as pálpebras e o olho, ocasionando ulcerações no epitélio ocular. A deficiência de vitamina A
também ocasiona hiperplasias (multiplicação descontrolada das células) e metaplasias (perda
da forma celular), além do aparecimento de doenças oportunistas. Infecções freqüentes podem
indicar carência, pois a falta de vitamina A reduz a capacidade do organismo de se defender
das doenças.
à 
 

r Falta de amamentação ou desmame precoce: o leite materno é rico em vitamina A e é o


alimento ideal para crianças até dois anos de idade.
r Consumo insuficiente de alimentos ricos em vitamina A.
r Consumo insuficiente de alimentos que contêm gordura: o organismo humano necessita de
uma quantidade de gordura proveniente dos alimentos para manter diversas funções
essenciais ao seu bom funcionamento. Uma delas é permitir a absorção de algumas
vitaminas lipossolúveis (vitaminas A, D, E e K).
r Infecções frequentes: as infecções que acometem as crianças levam a uma diminuição
do apetite: a criança passa a ingerir menos alimentospodendo surgir uma deficiência de
Vitamina A. Além disso, a infecção faz com que as necessidades orgânicas de vitamina A
sejam mais altas, levando a redução dos estoques no organismo e desencadeando ou
agravando o estado nutricional.
Consumo exagerado

Pela ingestão exagerada podem surgir manifestações como pele seca, áspera e descamativa,
fissuras nos lábios, ceratose folicular, dores ósseas e articulares, dores de
cabeça, tonturas e náuseas, queda de cabelos, cãimbras, lesões hepáticas e paradas do
crescimento. Podem surgir também falta de apetite, edema, cansaço, irritabilidade e
sangramentos. Aumento do baço e fígado, alterações de provas de função hepática, redução
dos níveis de colesterol e HDL colesterol também podem ocorrer. Grande cuidado deve ser
dado a produtos que contenham o ácido retinóico usado no tratamento da acne.

Os precursores da vitamina A têm uma influência significativa sobre a quantidade de vitamina A


que deve ser ingerida. Existem compostos relacionados com as vitaminas que podem ser
convertidos dentro do organismo na vitamina ativa (pró-vitaminas). Alguns carotenóides são
pró-vitamínicos A, sendo o mais importante o beta-caroteno, seguido do alfa-caroteno. Como o
excesso de vitamina A é armazenado no organismo chegando a provocarníveis tóxicos, pode-
se recorrer aos carotenóides que podem ser consumidos em doses consideravelmente
elevadas sem um acúmulo prejudicial ao organismo.

Consumo de beta-caroteno de cerca de 30 mg/dia aumenta a probabilidade cancêr de pulmão


e de prostáta. Fumantes e pessoas que sofreram exposição a amianto não devem consumir
suplementos de beta-caroteno.

São alimentos ricos em vitamina A alimentos de origem animal e vegetal:

r Fígado
r Manteiga
r Leite
r Gema de ovos
r Sardinha
r Queijos gordurosos
r Óleo de fígado de bacalhau
r Abacate
r Acelga
r Caju
r Pêssego
r Mamão
r Escarola
r Melão
r Cenoura
r Folha de Brócolis
r Batata-doce
r Couve
r Espinafre
r Abóbora
r Tomate
r Manga

Os beta-carotenos (pró-vitamina A) são lipossolúveis, portanto a absorção de vitamina A é


melhorada se estes alimentos forem ingeridos juntamente com gorduras (como óleos vegetais).
O cozimento por alguns minutos, até que as paredes das células se rompam e liberem cor
também aumentam a absorção.

Referencias: Ú

  
     c  

Vitamina E

O  
 é uma vitamina lipossolúvel da família da vitamina E. Ela previne o dano celular ao
inibir a peroxidação lipídica, a formação de radicais livres e doenças cardiovasculares. Melhora
a circulação sanguínea, regenera tecidos e é útil no tratamento de seios fibrocísticos, tensão
pré-menstrual e claudicação intermitente. É possível obter dos alimentos as doses de vitamina
E que combatem doenças cardíacas e o câncer, além de aumentar a resistência imunológica,
segundo consta uma pesquisa feita em 2000 pelo Instituto de Medicina do EUA(IOM) . O IOM
relatou que a maioria dos americanos consegue o suprimento necessário da vitamina E pela
alimentação diária. Além de alertar sobre dietas que restrinjam o consumo de gorduras, tendo
essas pessoas que complementarem com suplementos(lembrando que o Tocoferol é uma
vitamina lipossolúvel, portanto cumulativo no organismo. Podendo gerar a hipervitaminose).
Pode aliviar situações de stress, particularmente as geradas pelo oxigênio. É antioxidante, atua
através do bloqueio das moléculas instáveis de oxigênio singlete(Radicais Livres).

A vitamina E previne a oxidação espontânea dos elementos polinsaturados e protege, em


termos funcionais, estruturas celulares importantes dos tecidos, supostamente através da
inibição da peroxidação lipídica.

r Essencial para o bom funcionamento do tecido muscular;


r Necessária à formação das células sexuais.
r É vital para o sangue

Na falta desta vitamina na alimentação pode desenvolver-se a avitaminose designada


por Esterilidade.

Recentemente foi constatado que uma dieta rica em vitamina E pode proteger contra o mal de
Parkinson, de acordo com estudo da Universidade de Queen, no Canadá, publicado na revista
Lancet Neurology.

O estudo, feito com base em oito trabalhos científicos anteriores publicados entre 1966 e 2005
e que investigaram os efeitos das vitaminas E e C e do nutriente beta-caroteno, concluiu que
pessoas que consomem verduras, nozes e óleos vegetais, têm probabilidade muito menor de
desenvolver o mal de Parkinson.

Constatou-se que o mesmo efeito não foi verificado em relação à vitamina C e ao beta-
caroteno.

A ingestão de vitamina E pode ajudar a prevenir o câncer de próstata, segundo uma pesquisa
do Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos.

Os cientistas descobriram que os homens com altos níveis de alfa tocoferol, a forma natural da
vitamina E, tinham possibilidades 53% menores de desenvolver câncer de próstata. O estudo
percebeu ainda que os efeitos da gama tocoferol, outro tipo de vitamina E, também diminuiria
os riscos de contrair a doença, mas com menor eficácia, 39%.

Partindo deste trabalho, os estudiosos verificaram que o mais indicado é a ingestão da vitamina
diretamente de alimentos que a contém. Entre as melhores fontes naturais de vitamina E estão:
sementes de girassol, espinafre, amêndoas e pimentões.

Doenças

Ocorre o maior risco de doenças coronárias, derrames, cataratas e alguns tipos de cancro.
Disfunção neurológica que afeta o sistema nervoso, os olhos e os músculos. Podendo causar
tambémanemia (questionável) e esterilidade (em roedores apenas).

Ú   
    
Vitamina K

A P   denota um grupo de vitaminas lipofílicas e hidrofóbicas, que são necessárias
para a modificação pós-tradicional de certas proteínas, principalmente necessárias para
[1]
a coagulação do sangue. Em geral, elas são chamadas de naftoquinonas.

A vitamina K2 (menaquinona, menatetrenona) é produzida normalmente


pelas bactérias dos intestinos, e a sua deficiência na dieta é extremamente rara, a menos que
os intestinos estejam muito danificados.

Tem papel muito importante na coagulação do sangue. Portanto, sua falta pode
causar hemorragias.

A deficiência de vitamina K pode ocorrer por absorção intestinal inadequada (como pode
ocorrer na obstrução do ducto biliar), por ingestão terapêutico ou acidental de antagonistas da
vitamina K ou, muito raramente, por deficiência nutricional ou quando acaba a vida de vitamina
K. Como resultado da deficiência adquirida de vitamina K, os resíduos Gla não são ou são
formados incompletamente, desta forma as proteínas-Gla ficam inativas. O não-controle dos
três processos mencionados acima podem gerar: risco de sangramento interno massivo e
incontrolado, calcificação das cartilagens e má formação severa dos ossos em
desenvolvimento, ou deposição de sais de cálcio nas paredes dos vasos arteriais.

Ú

  
     c  

Classificação das vitaminas

As vitaminas atualmente consideradas essenciais aos humanos são as seguintes:

å P

As vitaminas hidrossolúveis são absorvidas pelo intestino e transportadas pelo sistema
circulatório para os tecidos em que serão utilizadas. Como o organismo não tem
capacidade para as armazenar, o excesso desse tipo de vitaminas é secretado
(principalmente na urina). Deste modo, as vitaminas hidrossolúveis necessitam de
reposição diária. Sendo que a vitamina A é boa para a pele, e sua ação é diretamente
ligada a catalização de quatro hemoglobinas do sangue para auxiliar na ventilação do
corpo.

r tiamina (vitamina B1)


r riboflavina (vitamina B2)
r ácido pantotênico (vitamina B5)
r piridoxina, piridoxamina e piridoxal (Vitamina B6)
r ácido fólico (vitamina B9)
r cobalamina (vitamina B12)
r ácido ascórbico (vitamina C)
r biotina (vitamina Bh)
r niacina (vitamina PP)
ü P

Este tipo de vitaminas necessita do auxílio de gorduras para serem absorvidas. . As
vitaminas lipossolúveis mais importantes são: A, D, E, K. As vitaminas A e D são
armazenadas principalmente no fígado, a vitamina E nos tecidos gordurosos e nos
órgãos reprodutores. O organismo consegue armazenar pouca quantidade de vitamina
K. Ingeridas em excesso, algumas vitaminas lipossolúveis podem alcançar níveis
tóxicos no interior do organismo.

r Vitamina A
r Vitamina D
r Vitamina E
r Vitamina K

Ú

  
     c  

m    
   
  

    


      
  
   
 
   
 
  

   
     
   
  

m    
     
   
   
        ! 
 "        #         

  

m $

m 
                     
    
m  
           


A c   (nome químico   ) tem as seguintes funções no organismo:

r Importante para o bom funcionamento do sistema nervoso, dos músculos e do coração.


r Auxilia as células no metabolismo da glicose e sua deficiência causa lesão cerebral
potencialmente irreversivel.

A carência desta vitamina na alimentação humana pode conduzir à avitaminose, apresentando


diferentes quadros clínicos, incluindo a Síndrome de Wernicke-Korsakoff e o beribéri.

Sinais de falta: Insônia, nervosismo, irritação, fadiga, depressão, perda de apetite e energia,
dores no abdômen e no peito, sensação de agulhadas e queimação nos pés, perda do tato e
da memória, problemas de concentração.

A deficiência ocorre freqüentemente em pacientes com dependência de álcool, desnutridos.

Podem prejudicar a absorção da Vitamina B1: Álcool, café e cigarro e antiácido.

Alimentos ricos em vitamina B1

r Ervilha
r Feijão
r Pão integral
r Fiambre
r Arroz integral
r Cereal integral
r Noz
r Fígado
r Rim
r Carne de porco
r Peixe
r Amendoim
r Legume
r linhaça
r Verduras amargas
r Gema de ovo
r Macarrão integral.
r beterraba
r jaca
r linguiça
r laranja
Sintomas de sua deficiência
Encefalopatia de Wernicke (Manifestação aguda da carência de vitamina B1 associada a
ingesta de grandes quantidades de glicose. Caracterizada clínicamente por uma tríade
clássica: Ataxia, oftalmoplegia e confusão mental.

Síndrome de Korsakoff (é a manifestação neurológica crônica da deficiência de tiamina.


Caracterizada por amnésia anterógrada, confabulação e desorientação. Acompanham esses
sintomas uma severa apatia e desinteresse por parte do doente, que muitas vezes não é capaz
de ter crítica sobre sua condição.

Beribéri (o que inclui perda de peso, distúrbios emocionais, inflamação e degeneração dos
nervos, fraqueza e dor nos membros, períodos de batimento cardíaco irregular e edema),
insuficiência cardíaca, distúrbio mental, perda de apetite e de energia.

o
 

A tiamina é absorvida principalmente na parte superior do duodeno e um aumento significativo da


concentração tiamínica é observado na secção distal do intestino somente após ingestão de grandes
doses. Depois de absorvida, a tiamina, através da mucosa intestinal, é transportada para o fígado, por
meio da circulação portal e, dessa forma, parte da vitamina aí encontra retorna ao lúmen intestinal com a
bile, em um ponto bem distante do local de absorção máxima. Na sua quase totalidade , a tiamina é
introduzida com os alimentos, em partes sob sua forma livre (especialmente os alimentos de origem
animal), e mais freqüente, sob forma de pirofosfato.

A tiamina absorvida pelo intestino delgado sofre fosforilação na mucosa intestinal, sendo absorvida sob
essa forma. Quando da administração oral de doses elevadas, alguma tiamina pode ser secretada pela
mucosa intestinal dentro do lúmen, aparecendo nas fezes sob forma de tiamina não absorvida.

Já nos alcoólatras parece existir uma deficiência de absorção de tiamina que provavelmente em grande
parte é responsável pela incidência de déficit tiamínico observado nesses indivíduos.

A tiamina é encontrada nas células como monofosfato ou pirofosfato e distribuída em todos os tecidos e
as mais altas concentrações encontram-se no fígado, cérebro, rim e coração.

A   P  (P   é um composto orgânico (flavina) da classe das vitaminas.

A deficiência em riboflavina provoca rachaduras nos cantos da boca


e nariz, estomatite, coceira e ardor nos olhos, inflamações das gengivas com sangramento,
língua arroxeada, pele seca, depressão, catarata, letargia e histeria.

A riboflavina é necessária na síntese do dinucleótido de flavina-adenina (FAD) e


do mononucleótido de flavina (FMN), dois cofactores enzimáticos essenciais no funcionamento
de enzimas importantes em diversas vias metabólicas. É uma molécula fotossensível,
degradando-se na presença de luz.

à 
    
                         
E t t i fl i i
i     fl i
i  i , l    i itil
i i f i ,
 
 .

!
A    fl i  t  i  tíli  f
# $
i  t"i  títi  t   l l ,   l  

l   l j ,  fl %i .


$ '
A i     &íi  i  i (itil  i i  t fl i : l "ti  
!# ,!
fli  )*+  f f fil   i (fli ;  i l "ti   fl i   i  )A
-
i i i l t   i  li   i f f t  i (itil . t  i (fl i 
$ . '
  f t l  i       tf %i  l t"i   
0
/ . [ ] .
  i l   i ,  f  lt t  tí tt  l t1
/
  i t.
# ,
E fltí,  i  i (itil   )A
 )*+ & l t i t   i 
2 $ '
[ ]
li tíi . A "i  i (fl i    f t  tí  li   i (fl i 
3
[ ] [7]
 i l %, •    
•  ,   ti   fl tí i  t.
# # / . / #
A i (fl i   l l  fi 4ti :  t  i l   i  l t  il 

i tt i f "(i ,  i ti   i 4i  i f "(i   tí;
/ / . # .
 t  ti   i l   i , l t  iii i , i  i fíli    
# 0
[ ] .$
t(l  li 1  i  i  i 4i  l . É  t    l 5l
0
[ ]! . !#
 4 678 /9  :7 °; . < l tl i i   i i l 4l l 
/ # #
ti i  t  fl i . É t(   l l  f tíl,  tí
/ $ ' . '
i t   i   l  ,  i tt  l  tt i i  
. ! [8]
i t    li t .

+  t , t= l t (  f  " i tli    l  
/ > [0]
l j . É i t4l  l 1 l li ,   t(ili  4 i    ?.

[ it] ti
B F HB J B
@iA flCDiEC G lI K .

MNOP SM SP M V WPXP PN N M P] P PNP P WM PW MN


L Qi R TU Q iQ Y Z[ Ri Qt[ti Y i \ fl i Q . P RíQt[R[ Z[ f t [R
S^ WM X ^] PM W M PS M MNSP M S P M SM V W ^N M W N P
[QYi ti R i QZi R [QR [i R f UQ i Q [Qt Q l Z [t \ li R , Q[ [RR i i Q l Ui [Rt
] PS P P P SP P N M P] P XNM P X P MNP P V SP SXMN P M
it i Q Q Zi [t TU Q . A i \ fl i Q ZUYi Z [l fl i Qt[Rti Q l U i t Qt[ f Qt[
_
P ] PS P S N SP M [ ]
Z[Rt it i Q [ R[ [R TU Q R.
PN
[ [Zit ]·     
M P M a M P MM P cN O S NP M d c N WMS PM WPS SP M
` R ERt Z R Qi Z R, b Z QZ U AZ i Qi Rt ti Q b Ae [ [QZ fi i l [Qt[ U Z R[
^N P ij
SO N M P] P ]P MN g XM N^ N N ] M XPNP SO [ ] S PWMN M WMS P
Zi i Z[ f,7 Z[ i \ fl i Q , l U[ Z[ R[ [ i Rt f,h , [ Z
M WM NP P W X P NOP P M P P Pn d XPNP MS
Z R[ QRi Z[ Z RUfi i [Qt[ [l L Qi Y kl mUQZi l Z S Z[ LmSe T [QR
ii
P M [ ] N WMS P S ]P MN O NPS S MN XPNP S N P P d SO
ZUlt R. A LmS [ [QZ U l li [i [Qt[ [Q Ul T[ [R ZUlt R f, f e,
oW X M g P M S O P Md SO M S PW P M d SO M N WMS P P XPNP
[ [ t U QZ [ [Rt kl f,4 e U [ l t kl f,p e. AR Z R[R [ [QZ Z R
WN P P ]PN PS N SO P XPNP N WVSr P W M P V PM S P
i Qk R i [Qt [ q,h /Zi [ Q R iZ R t R R[i R [R[R Z[ i Z Z[ [
s SO P XPNP WN P P ii
N M M M] P M P [ ]
q, /Zi i Qk R [Qt [ R R[t[ [ R Q [ Q R Z[ iZ Z[.
PN
[ [Zit ]   
it iu i
S M WMSM [ ]M ^W M [ ][ 4] WM ]
XNM ] O P M M M ] N
Ali [Qt R l [it[, ZUt R l t[ R. U [R [ [ [t i R f l T R R [ Z[R
it i d X WPS t
WMSM NvW M [ ][ 4] N XM M PON M WPN ] W NP [ ] W N P S
\ Ul R, [ lT [ il , Q[ [R [ i l [Qt[ íR [ Re, [ [ iR [
iw d
ON M[ ] PNNM P P] P W ]P P N OM ] M
l Y, l [Qtil T , [i , [ Z , t i , l [ [Z Z[
iu
W N] P[8] M]M [ ] S O NP M N] P M M N M P] P S MNP P P
[ [j e, R, R[ [Qt[ Z[ i RR l [ [ il T R, Rl f Qt[R Z[ i \ fl i Q , [ \ [Rt R[j
it
N P X P oXM M M P N M P] P WM NP P MNSP ]N M P M
i \ fl i Q [Q Qt rR[ Q f
[ ]
Z[Rt UíZ [l [ Ri kl x l UY. ` l [it[, li [, U R[j , Ql
OP P P XNM P [8] M M]M OP P P N M P] P OP XNM P OP M P
li Z t[íQ R. ` Z[ li QT , i \ fl i Q li rR[ x " t[íQ Z[ li kl
N M P] P [7]
i \ fl i Q ".
M XP S]P ]M ] S M M WM SM ] O P ] N WM P XN W XP
` R íR[R [ i Z[ Z[R[Q l i [Qt , QRU Z[ [ [t i R [ Z[R QRtitUi iQ i l
iu
M N M P] P [ ] g P Mg M XP ]M ] M M M XNM M ^W M P M
f Qt[ Z[ i \ fl i Q , [Q U Qt U[ Q R íR[R Z[R[Q l i Z R Rl R ZUt R l t[ R f Qt[
t
XN S^N P [ ]
i i .
·
  
yz |z y €| | |‚ z| € € € z €  € ‚y y y | z y €… € |…€ € | | €
P { } ~ti ~ ~t } t ƒ ~  i~ ,  „ i } ~{ ƒ i „ fl i ~ l f }il ~t
€ | € z y € | € … € € | yz€ € | € | € | z| € y € ˆ€ €
 ƒ fi }i †~}i ~t i }i ~ l ƒ {t it i ~ , „ t l ƒ fi }i †~}i { j { ‡ } ‡ ~ ƒ
‰Š
yz | € y z€ … € € [ ] ‚ | € yz zy | y € € | € | z y €… €
‡ ƒ fi }i †~}i { ~ t { it i ~ {. E i {t i ‡ ‡ ~{‹  ƒ fi}i †~}i i „ fl i ~
‰Œ
| | € y z| | zy y € € [ ] | € | z y €… € €  | | y z€
ƒi t { ‡ „ { ‡ ƒt { ~i i {. A ƒ fi }i †~}i i „ fl i ~ t „ { ~} ~t
€ y € € € | |z € € y| € z € yy € € | | [8] y| € €€ z €
{{ }i ƒ ƒ t i ~ ƒ { ƒ ~Ž { } ~i } {, } ƒi „ t {, ƒ ~Ž { i ~fl t i {
| € | | | |y [7]
i ~t {ti ~ i { i ~f }Ž { ‡ l ‘IV.
€… € y | € y € € | € | z y €… € | y € | €z y €… y | y | z| €z
A it i ~ { {{ }i ƒ ’ ƒ fi }i †~}i i „ fl i ~ ƒ ~ i ~ “{ i „ fl i ~ { . P ƒ {lt
| € | € y z| | z y €… €  € yz y | € | € … € € [8] € € € | |
ƒ  ƒi t ‡ „ i „ fl i ~ , ” „{ Ž‹ i ~t {ti~ l ƒ {t it i ~ , i ~} ‡ }i ƒ ƒ ƒ
€ | € y €z y |‚ z| y |‚€ |z€ € € z € y€ | €z y €… y | | |z€ |
t „ li •  } Ž‹ – ƒ ~  i ~ . Si ~t {ƒ i „ fl i ~ { i ~}l  ƒ tit
‰— ‰—
| yzz| € [ ] yz€ y | z| € | …|z| ˆ y y y [ ] | y€ | | €€ y y
{ „ i} , f Ž‹ ƒ – t { l i ƒ‹ ~ { l ”„i {, {t tit i ~fl Ž‹ ƒ
‰—
z|…| | y € y € | €[ ] |z€ y € | | |
{ti ~t ƒ „ } lí~– , ˜l } { „ } i { i ~f }Ž {
‰—
€ €z € € | | zy € € [ ] €  y | € €z | | € y | | €€ y
~ – – ~t ~  ‡ ti . ™ „ ‡ ƒ } { ƒ {{ } Ž‹ {} Ž‹
‰—
€ | | | € | €[ ] | € | |zzy z| | € € | yz zy y
~ ‡ l ~ i šƒ fi }i †~}i f , fl }ti ƒ ~ ~ ‡ ƒŽ‹
‰›
| z y ˆ|y [ ] € yz |z € | € | |zzy | yz € yz y | € | |zzy | y
ƒ – ‡ , i ‡ ƒ i~t {ti ~ l ƒ f / ~ „{ Ž‹ i ~t {ti ~ l ƒ f i ~ƒŽ‹
‰—
| z| y‚ € …y y €  € y | |zzy …z| [ ] y | y yzz|z
ƒ {t {{ i ƒ ti } } l Ž‹ ƒ f "li " œ. P ƒ }
…|z| ˆ y € z € y | y | z€ y y y y €z €  | | € | | €
l i ƒ‹ , l } i Ž‹ } } i ~ –l „ }l , l ƒ { ~{i „ili ƒ ƒ ’ l •. A ƒ fi }i †~}i
| z y €… € | € y € € zy| yz€ y €z | € | € zy| € | y€ |
i „ fl i ~ {t” {{ }i ƒ ’ {í~ƒ l“ }l “– ~it l.  {t {í~ƒ , {t tit
€ €z € y y y € | € |z€ | | zy € y y€ y [8]
~–l , f t f „i ƒ tit {} t l {‹ {i ~t { }l ”{{i } {.

t li   

  £ ¥ § © ª
žiŸ ¡l¢ ti¤ ¤¢ fl¦ iŸ¦ ¢ ¦¤¢ŸiŸ¦ ¨ Až .
¬­¬­ ¯ ° ¬ ° ´­
« ® l ±ti² ² fl³ i ³ µ¶«·¸.

» ½ » ÁÂ ÁÂ » Æ» È[É8] Æ» Ê [ÉÌ] Ê » Æ» Á»
A ¹i º fl ¼ i ¾¼ ¿ ¼ À l ¿ l ¼ Ã¹Ä ¹Å ¹¼ ÇA Ä Ç Ë. Í Ç Ë ¿ ºti À¼
» » »Æ » ½ » »Æ » ½ Á Ñ » Ñ È
f Åf ¹il ¼ÎÏ ¼ ¹i º fl¼ i ¾¼ à ¹ ¼ÎÏ ¼ ľÐi À¼ ¹i º fl ¼ i¾¼ i ¾¼ÅÄ, ľ ¼¾t Ä ¼ ÇA
» ½ Æ» È È » » Á» Æ Æ» »
Åi ¾tÄt¼ÅÄ ¿ ¼ ¹ÄÅà ¾ÅÒ Äl ÃÄl ¼ Åí¾tÄÅÄ ÇA . Í ÇA ¿ à ¹ i ÅÅ ¾Åi Ĺ¼ ¼ f ¹À¼
É
» »Ó Á Á ½ Æ » ½ [ 8]
ºi l i ¼ÀľtÄ ¼ ti ¼ ¼ ¹i º fl ¼ i ¾¼.

ÂÆ » Æ Æ Æ ½ » Ñ Á» Ô »Æ
P¼¹¼ ÄÅt ¼¹ ¼Å ù ùi Ä ¼ ÄÅ ÄÅt¼Å fl ¼ i ¾¼Å ¾¼Å ù tÄí¾¼Å Ä ¼Å ¾t À, à ÄÀ ÅĹ
Æ ½ Á Á» ÂÂ ÑÂ Á Ó Æ Æ Â
Åi ¾tÄti м ¼Å fl ¼ i ¾¼Å ¼¹tifi i ¼i Å À ÄÅt¹ t ¹¼Å íÀi ¼Å li Äi ¹¼ÀľtÄ ifĹľtÄÅ ¼Å ¾¼t ¹¼i Å,
»Â Á Æ »» Á Ñ »Æ Ñ Á »Â Á Â
À¼¹ ¼ ¼Å i Å t Ãi ¼ÀľtÄ. EÅt¼ Åí¾tÄÅÄ, Ä Ã Ä ÅĹ íÀi ¼ ľÐi ÀÒti ¼, tili м
ÉÌ
» » ½ Á» » » ÁÂ ÁÂ » [ ]
¾ ¹À¼l ÀľtÄ ¹i º fl ¼ i ¾¼ À À l ¿ l ¼ Ã¹Ä ¹Å ¹¼.
Æ Á »Â ½ Æ Á Æ Õ Â » Á Ø » ½ »Æ
EÅti¹ÃÄÅ Ä º¼ t¿¹i ¼Å lÄ Ä ¹¼Å i ¾ ¼Ã¼ÐÄÅ Ä Åi ¾tÄtiм¹ ¼ Ö t¹×fi ¼Å ¹i º fl ¼ i ¾¼ à ÄÀ
Æ Á Á Â Æ» » » Æ ÁÂ Â Á» » ½ Ó
¼i ¾ ¼ ¼ÅÅi À ¹ÄŠĹ Å Ãl ÄÀľt¼¾ ÀÄi Ä lt ¹¼ À ¹i º fl ¼ i ¾¼. EÅt¼ ÄÅt¹¼t¿ i ¼ ¿
Â Æ Æ ½» »  ƻ ½ Á » Á Æ» » ½
tili м ¼ ü¹¼ ¼ Åí¾tÄÅÄ Ä fl ¼ ù tÄí¾¼Å tili м¾ fl¼ i ¾¼Å ¼¹tifi i ¼i Å, f ¹¾Ä ľ ¹i º fl ¼ i ¾¼Å
Æ Æ ÉÌ
» Á Á» » Â »[ ]
À ifi ¼ ¼Å À Å Ãl ÄÀľt .

i i
»  » Á »ÂÁ» Ù Æ » » ½ » ½ »Æ » Æ »
P ¹ ÅĹ À¼ À l ¿ l¼ à i ¹ ÅÅ l Ú Äl, ¼ ¹i º fl ¼ i ¾¼ Ã Ä ÅĹ t À¼ ¼ ¹¼l ÀľtÄ ÄÀ
Ó Æ ÑÂ Æ Æ Á» »ÂÁ» Á» Æ » ½Æ Æ » Ó Á ½ » Á»
¹¼¾ ÄÅ ¼¾ti ¼ ÄÅ Àà ¹i Å Ä ÅĹ ¼ºÅ ¹ i ¼ Ä f ¹À¼ Åi ¾ifi ¼ti ¼ ¾ t¹¼ t
ÉÉ Û Æ
Ó » [ ][ 4] » » ½ » Æ Æ»
¼Åt¹ i ¾tÄÅti ¾¼l. EÀº ¹¼ ÅÄj ¼ à ÅÅí Äl ¼ ¼ Ài ¾i Åt¹¼ÎÏ Ä ÅÄÅ
» Á Á » Û
Á » [ 4] » Á »
à tľ i ¼lÀľtÄ t×Öi ¼Å à ¹ i ¾j Ä ÎÏ , ÄÖ ÄÅÅ ¿
Æ» ÛÜ Æ»
» Á Â [ ] Á» Â Á» » » »½ ½
¾ ¹À¼l ÀľtÄ ÄÖ ¹Ät¼ ¾¼ ¹i ¾¼, ¾f Ĺi ¾ ¼ ÄÅt¼ À¼ l ¹¼ÎÏ ¼À¼¹Äl Ý i ¼ ÅÄ Ã¹ÄÅľtÄ
Ó Æ ÑÂ Æ Æ È » Á Á Â ÑÂ Æ Æ Æ » ½
ÄÀ ¹¼¾ ÄÅ ¼¾ti ¼ ÄÅ. A Ç A ¾Ï ÄÅÃÄ ifi ¼ À¼ ¼¾ti ¼ Ä ÀÒÖi À¼ Ĺi º fl ¼ i ¾¼ ¾¼
ÉÞ
»[ ]
¼liÀľt¼ÎÏ .
Pode no entanto actuar como molécula fotossensibilizadora, originando radicais
livres (espécies reactivas de oxigénio) na presença de luz e oxigénio molecular. Estes radicais
danificam o ADN ao produzirem derivados oxidados das suas bases, como ß-
desoxiguanina.[26] A inactivação de enzimas detectada após irradiação com luz visível na
presença de riboflavina aparenta ser predominantemente devida à produção deoxigénio
singuleto, uma forma muito reactiva de oxigénio molecular.[2à]

Niacina
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

á
A   , também conhecida como P   , P   ou   , é uma vitamina
hidrossolúvel cujos derivados (NAD+, NADH, NADP + e NADPH) desempenham importante papel
no metabolismo energético celular e na reparação do DNA. A designação âvitamina B3 â também
inclui a amida correspondente, a nicotinamida, ou niacinamida.

Outras funções da niacina incluem remover substâncias químicas tóxicas do corpo e auxiliar a
produção de hormônios esteróides pelas glândulas supra-renais, como os hormônios sexuais e os
relacionados ao estresse.

o
 
Em geral se define a atividade da niacina nos alimentos como concentração de ácido nicotínico
formado pela conversão do triptófano, contido nos alimentos, em niacina. Esta é biologicamente
precursora de duas coenzimas que intervém em quase todas as reações de óxido-redução:
anicotinamida adenina dinucleótido (NAD+) e a nicotinamida adenina dinucleótido fosfato (NADP +).
A pelagra é a conseqüência de uma carência de vitamina B3 (conhecida como âPPâ por ser a
vitamina que âprevine a pelagraâ) e de triptófano ou de seu metabolismo.

As formas coenzimáticas da niacina partipam das reações que geram energia graças à oxidação
bioquímica de carboidratos, lipídios e proteínas. NAD+ e NADP+ são fundamentais para se usar a
energia metabólica dos alimentos. A niacina participa na síntese de alguns hormônios e é
fundamental para o crescimento. Outra coenzima com função semelhante, mas estrutura diferente, é
a ubiquinona.

   
A principal função metabólica da vitamina B6 é como coenzima. Tem um papel importante no
metabolismo das proteínas, hidratos de carbono e lípidos; as suas principais funções são: a produção de
epinefrina, serotonina e outros neurotransmissores; a formação do ácido nicotínico da vitamina; a
decomposição do glicogénio; o metabolismo dos aminoácidos.

Ú

          
  
Ú

;   

o
!"

   #são muito raras. As carências podem ser produzidas experimentalmente
com alimentos artificiais, pelo uso de alguns antibióticos, nesses casos surgem cansaço, distúrbios do
equilíbrio e do sono, cãibras e distúrbios digestivos, como flatulência e cólicas abdominais. Pessoas com
dietas normais não têm carência de ácido pantotênico.

o
!"



#o excesso de ingestão (mais de 10 a 20 mg/dia) pode provocar diarréia.
Como acontece com as demais vitaminas hidrossolúveis, os excessos são eliminados pelos rins, na urina.

O ácido pantoténico, como um constituinte do coenzima A, tem um papel chave no metabolismo dos
hidratos de carbono, proteínas e gorduras e é por isso importante na manutenção e reparação de todas
as células e tecidos. Está envolvido nas reacções que fornecem energia, na síntese de compostos tão
vitais como os esteróis (p.ex. colesterol), hormonas (p.ex. crescimento, stress e sexuais),
neurotransmissores (p.ex. acetilcolina), fosfolípidos (componentes das membranas celulares), porfirina
(componente da hemoglobina, o pigmento transportador de oxigénio dos glóbulos vermelhos) e anticorpos
e no metabolismo dos medicamentos (p.ex. sulfonamidas). Outro papel essencial do ácido pantoténico é
a sua participação na proteína transportadora de acil, uma enzima envolvida na síntese dos ácidos
gordos.

Ú

           
 
Ú



  
Funciona no metabolismo das proteínas e dos carboidratos. Ela age diretamente na formação
da pele e indiretamente na utilização dos hidratos de carbono (açúcares e amido) e
das proteínas. Tem como principal função neutralizar o colesterol(diretamente ligado
à obesidade).

Ú

  
       
V
VV

atua em conjunto com a vitamina B12 na transformação e síntese de proteínas. É necessária na formação
dos glóbulos vermelhos, no crescimento dos tecidos e na formação do ácido desoxiribonucleico, que
interfere na hereditariedade.
O ácido fólico tem um papel na prevenção de doenças cardiovasculares, principalmente nos portadores
de distúrbios metabólicos em que há um aumento da hemocisteína no sangue, onde atua como redutor
dessa substância tóxica.

Ú

            
Ú


à 
 V

A vitamina B12 é necessária para a formação dos corpúsculos do sangue, do revestimento dos nervos e
de várias proteínas. Também se involve no metabolismo dos hidratos de carbono e da gordura e é
essencial para o crescimento. A adenosilcobalamina é o coenzima para a isomerização de 1-metil-
malonil-CoA para succinil-CoA (uma reacção importante no metabolismo dos lípidos e dos hidratos de
carbono) e na redução do ribonucleótido (o qual fornece os blocos de construção para a síntese de ADN).
As reacções que envolvem a metilcobalamina incluem a biosíntese da metionina, metano e acetato.
Existe evidência de que a vitamina B12 é necessária na síntese dos poliglutamatos dos folatos
(coenzimas activas necessárias na formação do tecido nervoso) e na regeneração do ácido fólico durante
a formação dos glóbulos vermelhos.V

Ú

           ! 
Ú


V  V
ã ã
A vitamina C é necessária para a produção de colagénio, a substância do tipo cimento intercelular que
dá estrutura aos músculos, tecidos vasculares, ossos e cartilagens. A vitamina C também contribui para a
saúde dos dentes e gengivas e auxilia na absorção do ferro a partir da dieta. É também necessária para a
síntese dos ácidos biliares.

Ú

            
Ú
V


P  

Uma evidente função da vitamina A é como um grande composto das proteínas (chamadas
Rhodopsin) nos olhos que reagem à luz e tornam a visão possível. A maior parte das funções
dessa vitamina, todavia, é realizada por seus receptores, que são fatores de transcrição da
família de receptores nucleares. Por estes receptores, o ácido retinóico pode afetar quase
todas as funções na célula humana. Sabendo isso, é simples entender porque a vitamina A
deve ser consumida em quantidades normais.

Estudos mais recentes vêm mostrando que a P   age como antioxidante (combate
os radicais livres que aceleram o envelhecimento e estão associados a algumas doenças).
Porém, recomenda-se cautela no uso de vitamina A, pois em excesso é prejudicial ao
organismo.


Ú

  
     c   
Vitamina D
Funcionalmente, a vitamina D atua como um hormônio que mantém as concentrações de cálcio
e fósforo no sangue através do aumento ou diminuição da absorção desses minerais
no intestino delgado. A vitamina D também regula o metabolismo ósseo e a deposição de
cálcio nos ossos.

Ú

  
     c  "
P
 VV
principalmente necessárias para a coagulação do sangue.

Ú

  
     c  

P
 VV

O  
 é uma vitamina lipossolúvel da família da vitamina E. Ela previne o dano celular ao
inibir a peroxidação lipídica, a formação de radicais livres e doenças cardiovasculares. Melhora
a circulação sanguínea, regenera tecidos e é útil no tratamento de seios fibrocísticos, tensão
pré-menstrual e claudicação intermitente. É possível obter dos alimentos as doses de vitamina
E que combatem doenças cardíacas e o câncer, além de aumentar a resistência imunológica,
segundo consta uma pesquisa feita em 2000 pelo Instituto de Medicina do EUA(IOM) . O IOM
relatou que a maioria dos americanos consegue o suprimento necessário da vitamina E pela
alimentação diária. Além de alertar sobre dietas que restrinjam o consumo de gorduras, tendo
essas pessoas que complementarem com suplementos(lembrando que o Tocoferol é uma
vitamina lipossolúvel, portanto cumulativo no organismo. Podendo gerar a hipervitaminose).

Pode aliviar situações de stress, particularmente as geradas pelo oxigênio. É antioxidante, atua
através do bloqueio das moléculas instáveis de oxigênio singlete(Radicais Livres).

A vitamina E previne a oxidação espontânea dos elementos polinsaturados e protege, em


termos funcionais, estruturas celulares importantes dos tecidos, supostamente através da
inibição da peroxidação lipídica.

r Essencial para o bom funcionamento do tecido muscular;


r Necessária à formação das células sexuais.
r É vital para o sangue

Na falta desta vitamina na alimentação pode desenvolver-se a avitaminose designada


por Esterilidade.



Ú

  
     c  #