Вы находитесь на странице: 1из 54
RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 2009
RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 2009
RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 2009

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 2009

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 2009
RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 2009
Espírito empreendedor Excelência operacional Melhoria contínua Transparência Ambiente seguro de trabalho Atitudes

Espírito empreendedor Excelência operacional Melhoria contínua Transparência Ambiente seguro de trabalho Atitudes éticas Respeito pelas comunidades locais Responsabilidade Respeito pelo meio ambiente Integridade

locais Responsabilidade Respeito pelo meio ambiente Integridade 2 Relatório de Sustentabilidade da Yamana Gold de 2009

Yamana Gold Inc. é uma produtora de ouro sediada no Canadá com uma produção significativa de ouro, propriedades de processamento de ouro, propriedades para lavra e terras adquiridas no Brasil, Argentina, Chile, México e Colômbia. A Yamana planeja crescer em cima desta base, expandindo as operações em minas, aumento da produção, desenvolvimento de novas minas, melhorias em suas propriedades de lavras e buscando oportunidades de consolidação de outro nas Américas.

Panorama de Yamana

2

Mensagem do CEO

4

Destaques Financeiros

6

Panorama dos Ativos

8

O

Ouro e sua Utilização

10

O

Ciclo de Vida da Mineração

12

Nosso Processo de Elaboração de Relatórios

14

Governança Corporativa

16

O

Sistema Yamana de Gestão

20

Fazendo a Diferença

22

Principais Resultados por Mina

24

Meio Ambiente

26

Saúde e Segurança

32

Nossas Comunidades

38

Empregados da Yamana

44

Fornecedores

46

Reconhecimento e Certificações

47

Indicadores de Desempenho GRI

48

Sumário de Divulgação do Relatório GRI

50

Informações de Contato

51

Panorama de Yamana

Empregados

Mercedes

MÉXICO

9.300

Receitas

US$ 1,2bi

Receita Ajustada

US$ 346mi

Produção Anual em 2009

1,026mi GEO

El Peñón

CHILE

Minera Florida

Anual em 2009 1,026 mi GEO El Peñón CHILE Minera Florida BRASIL Jacobina Ernesto/ C1 Santa

BRASIL

Jacobina

Ernesto/

C1 Santa Luz

Pau-a-Pique

Fazenda Brasileiro

Chapada

Pilar

Fazenda Nova

Caiamar

Alumbrera (participação de 12,5%)

Gualcamayo

QDD Lower West

ARGENTINA

Minas Ativas

Minas em Desenvolvimento

Descomissionamento

A missão da Yamana é produzir metais preciosos, criar valor para todas as partes interessadas, manter altos padrões de saúde, segurança e meio ambiente e possibilitar aos empregados e comunidades o desenvolvimento sócio-econômico sustentável.

A Yamana Gold Inc. é uma companhia aberta

canadense produtora de ouro que atua na

mineração de ouro e atividades relacionadas, incluindo pesquisa, extração, processamento

e recuperação. A Yamana possui um número

significativo de propriedades envolvidas na

produção, desenvolvimento e exploração de ouro

e outros metais preciosos, bem como terras

adquiridas em todas as Américas, incluindo no Brasil, Argentina, Chile, México e Colômbia.

A Yamana planeja crescer em cima dessa base, expandindo as

operações em minas, aumento da produção, desenvolvimento de novas minas, melhorias em suas propriedades de lavras e buscando oportunidades de consolidação de outro nas Américas.

No final de 2009, a Yamana tinha sete minas em operação comercial (incluindo uma participação indireta de 12,5% na mina Alumbrera), três projetos em estágio de desenvolvimento imediato, projetos em estágio intermediário de desenvolvimento, projetos para aumentar o valor agregado e um robusto portfólio de exploração.

Produtos Principais

O principal produto da Empresa é ouro, sendo a venda do

ouro responsável pela maior parte da receita. A Yamana vende seus metais preciosos no mercado mundial de commodities e, portanto, não depende de um único comprador. A empresa vende seu ouro diretamente para grandes investidores pelo preço do mercado “spot” (à vista).

Em 2007, passou a produzir concentrado de ouro/cobre em

sua mina na Chapada, resultando em um aumento significativo de receita e fluxo de caixa advindos da produção do ouro.

A

Yamana tem contratos com várias fundições, refinarias

e

empresas de venda de cobre para as quais vende seu

concentrado de ouro/cobre.

Natureza Jurídica e Acionária

A Yamana adotou a Lei de Sociedades Empresariais do

Canadá em 7 de fevereiro de 1995. A empresa está listada na Bolsa de Valores de Toronto (símbolo: YRI), Bolsa de Valores de Nova Iorque (símbolo: AUY) e Bolsa de Valores de Londres (símbolo: YAU).

Partes Interessadas

As partes interessadas incluem os acionistas, investidores, empregados, contratados, fornecedores, moradores das comunidades locais, agências reguladoras e organizações governamentais e não governamentais.

O

envolvimento com essas partes é contínuo em nível local

e

corporativo. A Yamana está comprometida com o efetivo

envolvimento das partes interessadas que pode assumir muitas formas diferentes, incluindo apresentações para investidores,

relações comunitárias, reuniões com grupos empresariais locais

e autoridades do governo e chamadas em conferência com

empregados. As expectativas e interesses razoáveis das partes interessadas serviram como um importante ponto de referência para muitas decisões tomadas na elaboração deste relatório.

Mudanças durante o Período Relatado

Junho 2009: A Yamana anuncia a venda de três ativos não estratégicos—San Andrés, em Honduras e São Francisco, e São Vicente, no Brasil. Foi parte de uma filosofia já declarada que busca focar em minas e propriedades estratégicas.

Não houve outras mudanças relevantes em 2009 relativas ao tamanho, estrutura ou composição acionária da empresa.

Mensagem do CEO

Mensagem do CEO Caros Leitores, Nosso objetivo em 2009 foi criar maior consistência e confiabilidade em

Caros Leitores,

Nosso objetivo em 2009 foi criar maior consistência e confiabilidade em nossas operações, produzindo metais preciosos de forma sustentável e com baixos custos. Nossa meta era estabelecer um nível de produção sustentável de aproximadamente 1,1 milhão de onças de equivalente de ouro inicialmente, o que representaria um aumento de 20% em relação aos níveis de 2008. Empre- endemos ainda a construção de novas minas e desenvolvemos novos projetos com a estimativa de aumentar esse nível de produção sustentável ao longo dos próximos anos. Enquanto nos preparamos para a próxima onda de crescimento, mantemos um forte foco estratégico na responsabilidade social corporativa.

Adotamos quatro compromissos principais: produção sustentável, estabilidade de jurisdições, cresci- mento disciplinado e custos baixos de produção para o setor. De todos esses

compromissos, o mais importante é a produção sustentável. É natural que a confiabilidade das operações a longo prazo e a consistência destas exijam a adoção das melhores práticas e normas internacionais de saúde e segurança, proteção ambiental e manutenção das relações comunitárias. Reconhecemos que a produção sustentável exige que a empresa conquiste sua licença social, comprometendo-se com a responsabi- lidade ambiental e criando laços mais fortes com a comunidade e os sistemas de apoio. Reconhecemos que criar for- mas para gerar desenvolvimento local, tanto durante quanto após o período de vida útil da mina, é um princípio importante para os negócios.

A maneira de definir e lidar com a

sustentabilidade está se ampliando em todo o setor. Gestão de energia, qualidade e disponibilidade de água, além de qualidade de vida, são assuntos cada vez mais importantes no que tange à sustentabilidade. Planejamos lidar com esses assuntos como parte do desenvolvimento de nossas minas e operações, incorporando-os como com- ponentes inerentes. Em nossos esforços para dar apoio às comunidades nas quais trabalhamos, damos prioridade a saúde, segurança, proteção ambiental, relações comunitárias e geração de renda local, integrando essas iniciativas com o dia a dia de nossas operações.

A Yamana tem um sistema de gestão

integrada de segurança, saúde, meio

Reconhecemos que a produção sustentável exige que a empresa conquiste sua licença social, comprometendo-se com a responsabilidade ambiental e criando laços mais fortes com a comunidade e os sistemas de apoio.

ambiente, relações comunitárias e responsabilidade social, que envolve

a avaliação de riscos, identificação de

todos os requisitos legais e contratuais

e definição dos objetivos e metas da

empresa. O sistema inclui ainda procedi-

mentos para assegurar o cumprimento das políticas e programas de gestão da Yamana em suas atividades. Esse sistema foi desenvolvido com base nas melhores práticas e normas interna- cionais: ISO 14001:2004 Sistema de Gestão Ambiental, OHSAS 18001:1999 Sistema de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional, SA 8000 Responsabilidade Social e o Código Internacional de Cianeto. Todas as nos- sas operações estão trabalhando para implantar o Sistema Yamana de Gestão de forma bem-sucedida e completa.

Em 2009, duas de nossas operações no Brasil—Jacobina e Chapada—receberam

a certificação ISO 14001 em Gestão

Ambiental. Atualmente, cinco das seis minas têm essa certificação, e esperamos que nossa sexta mina, a Gualcamayo, que

iniciou a produção em 2009, seja certifi- cada em 2010. Nossa mina de Fazenda Brasileiro recebeu a certificação OHSAS 18001 de Sistema de Gestão de Saúde

e Segurança Ocupacional este ano, e

nossa mina Minera Florida, no Chile, já havia recebido a mesma certificação. Em 2010 e 2011, vamos avançar com essa certificação em todas as nossas outras operações. Todas as operações que utilizam cianeto de sódio devem cumprir

com os requisitos do Código Internacio- nal de Cianeto e estão trabalhando para obter certificação plena até 2011.

Temos por meta reduzir de forma consistente o consumo específico de recursos naturais. Em 2009 tivemos êxito em nossos esforçoso que resultou em reduções no consumo específico de energia, diesel e água e na geração de resíduos sólidos. Em 2010 e nos anos seguintes, vamos buscar ainda mais reduções em cada operação, desenvol- vendo novos programas ambientais e buscando tecnologias inovadoras.

Acreditamos na importância de um ambiente seguro de trabalho para todos os empregados, envidando esforços para

atingir a meta de zero acidente através de programas rigorosos de treinamento, exigência do cumprimento de políticas

e procedimentos severos e adoção dos

requisitos indispensáveis no que se refere a saúde e segurança de nossos colaboradores. Em 2009, reduzimos nossas taxas de acidentes com e sem

afastamento em relação ao ano anterior

e continuamos a dedicar esforços para melhorarmos ainda mais nessa área.

A Yamana trabalha em comunidades em

toda a América. Sempre que possível, trabalhamos com fornecedores locais, contratamos empregados locais e procuramos melhorar a qualidade de vida daquelas comunidades. Estamos comprometidos com a criação de pro- gramas de desenvolvimento sustentável

e trabalhos com representantes comuni-

tários para termos ideia de onde investir recursos. No ano que passou, algumas das iniciativas que implantamos nas comunidades incluíram campanhas de vacinação e e outras doenças, doação de equipamentos de diagnóstico médico para hospitais locais, campanhas de educação para saúde, programas de desenvolvimento do empreendedorismo, apoio na reforma de hospital local, contribuição para escolas comunitárias através da doação de computadores e materiais e apoio a projetos de peque- nos produtores rurais. Os programas deste ano focaram no emprego e geração de renda, e, em 2010, vamos nos concentrar em também aumentar

o nível de educação nas comunidades.

Como uma mineradora intermediária de destaque, temos a responsabili- dade, perante todas as nossas partes interessadas, de desenvolver e adotar programas fortes na área de sustenta- bilidade. Nossa intenção, nos próximos anos, é continuar a investir tempo e recurso na construção e fortalecimento dos programas existentes.

na construção e fortalecimento dos programas existentes. Peter Marrone Presidente e CEO Relatório de

Peter Marrone Presidente e CEO

Destaques Financeiros

Valor Econômico Agregado

US$ 2,6mi

Investimentos Diretos na Comunidade

Em 2009, as operações da Yamana contribuíram com US$ 2,6 milhões em programas focados na melhoria da qualidade de vida das comunidades nos entornos das operações.

   

Além de investimentos diretos na comunidade,

US$ 612.843

Doações e Patrocínio Corporativo

a

Yamana fez contribuições corporativas no

valor de US$ 612.843, como forma de apoiar diferentes instituições.

   

A

Yamana paga impostos nas comunidades

US$ 91mi

Apoio a Governos Locais

onde opera. Em 2009, a empresa pagou um total de US$ 91 milhões aos governos locais.

US$ 29,4mi

Valorização Acionária

Em 2009, a Yamana pagou um total de US$ 29,4 milhões em dividendos a seus acionistas.

Para mais informações sobre nosso desempenho financeiro e operacional em 2009, veja o Relatório Anual da Yamana Gold, disponível em www.yamana.com/Investors/FinancialCorporateReports.

Continuamos comprometidos com a produção sustentável, contenção de custos e crescimento das margens de lucro, o que se reflete no nosso bom desempenho financeiro, permitindo apresentar crescimento contínuo de receitas, receitas ajustadas, receitas operacionais das minas e fluxo de caixa.

Produção Receita Receitas Operacionais das Minas* 1.183 468 1.026 949 358 855 357 639 431
Produção
Receita
Receitas Operacionais
das Minas*
1.183
468
1.026
949
358
855
357
639
431
US$ Mi
07
08
09
US$ Mi
GEO (000)
07
08
09
07
08
09
Receita Ajustada*
Fluxo de Caixa
Margens Brutas*
(antes de mudanças em itens não monetários de
capital de giro)
346
496
704
411
281
228
536
471
244
US$ Mi
07
08
09
US$ Mi
07
08
09
US$ Mi
07
08
09

*Obs.: Todos os números são de operações em andamento. As receitas operacionais das minas, receitas ajustadas, fluxos de caixa de operações antes de mudanças em itens não monetários de capital de giro, margens brutas e cash costs por GEO não são valores constantes dos GAAP (Princípios Contábeis Geralmente Aceitos). As conciliações dos valores que não constam nos GAAP estão localizadas na seção 6 do MD&A (Discussão e Análise da Administração).

Destaques de 2009

• A produção total as minas foi de cerca de 1,026 milhões de onças de equivalente de ouro

• Os baixos custos de produção* do setor, de US$ 170 por onça de equivalente de ouro, permitiram um aumento significativo damargem de lucro

• As receitas, receitas operacionais das minas, receitas ajustadase fluxo de caixa superaram recordes

• A produção comercial foi iniciada na nova mina de Gualcamayo—produção ultrapassou a estimativa em 20 por cento e custos de produção foram significativamente melhores que o esperado

• Decisões de construção foram tomadas em três projectos em desenvolvimento: C1 Santa Luz, Mercedes e Ernesto/Pau-a-Pique

Panorama dos Ativos

Minas em Produção

Chapada

El Peñón

Gualcamayo

Ativos Minas em Produção Chapada El Peñón Gualcamayo Goiás, Brasil Antofagasta, Chile San Juan,
Ativos Minas em Produção Chapada El Peñón Gualcamayo Goiás, Brasil Antofagasta, Chile San Juan,
Ativos Minas em Produção Chapada El Peñón Gualcamayo Goiás, Brasil Antofagasta, Chile San Juan,

Goiás,

Brasil

Antofagasta,

Chile

San Juan,

Argentina

Brasil Antofagasta, Chile San Juan, Argentina Tipo de Operação Tipo de Operação Tipo de Operação
Tipo de Operação Tipo de Operação Tipo de Operação Mina rasa a céu aberto de
Tipo de Operação
Tipo de Operação
Tipo de Operação
Mina rasa a céu aberto de
cobre/ouro
Mina subterrânea de
ouro/prata
Mina de ouro a céu aberto
Nome da empresa
Nome da empresa
Nome da empresa
Mineração Maracá Indústria
e Comércio S.A.
Minera Meridian
Minas Argentinas S.A.
Titularidade
Titularidade
Titularidade
100%
100%
100%

Projetos em Desenvolvimento

Imediato

   

C1 Santa Luz

Mercedes

Ernesto/Pau-A-Pique

Brasil

México

Brasil

Titularidade

Titularidade

Titularidade

100%

100%

100%

Estimativa do início da produção

Estimativa do início da produção

Estimativa do início da produção

2012

2012

2012

Jacobina

Minera Florida

Fazenda Brasileiro

Alumbrera

Jacobina Minera Florida Fazenda Brasileiro Alumbrera Bahia, Brasil Alhué, Chile Bahia, Brasil
Jacobina Minera Florida Fazenda Brasileiro Alumbrera Bahia, Brasil Alhué, Chile Bahia, Brasil
Jacobina Minera Florida Fazenda Brasileiro Alumbrera Bahia, Brasil Alhué, Chile Bahia, Brasil
Jacobina Minera Florida Fazenda Brasileiro Alumbrera Bahia, Brasil Alhué, Chile Bahia, Brasil

Bahia,

Brasil

Alhué,

Chile

Bahia,

Brasil

Catamarca,

Argentina

Alhué, Chile Bahia, Brasil Catamarca, Argentina Tipo de Operação Tipo de Operação Tipo de Operação
Alhué, Chile Bahia, Brasil Catamarca, Argentina Tipo de Operação Tipo de Operação Tipo de Operação
Alhué, Chile Bahia, Brasil Catamarca, Argentina Tipo de Operação Tipo de Operação Tipo de Operação
Tipo de Operação Tipo de Operação Tipo de Operação Tipo de Operação Mina de ouro
Tipo de Operação
Tipo de Operação
Tipo de Operação
Tipo de Operação
Mina de ouro subterrânea
Mina de ouro/prata subter-
rânea
Mina de ouro subterrânea
Mina a céu aberto de
cobre/ouro
Nome da empresa
Nome da empresa
Nome da empresa
Nome da empresa
Jacobina Mineração e
Comércio Ltda.
Minera Florida
Mineração Fazenda Brasileiro
Minera Alumbrera Limited
(MAA)
Titularidade
Titularidade
Titularidade
Titularidade
100%
100%
100%
Yamana Gold 12,5%, Xstrata
Plc. 50%, Goldcorp 37,5%

Intermediário

   

Valorização Acionária

QDD Lower West

Pilar

Caiamar

Água Rica

Argentina

Brasil

Brasil

Argentina

Titularidade

Titularidade

Titularidade

Titularidade

100%

75%

100%

100%

Estudo de viabilidade

Estudo de viabilidade

Estimativas de Recursos Minerais

O estudo de viabilidade está sendo atualizado

2010

2010

2010

O Ouro e sua Utilização

O Ouro e sua Utilização Joias Padrão-ouro Investimento Odontologia Mais de 60% do ouro produzido mundialmente

Joias

Padrão-ouro

Investimento

Odontologia

Mais de 60% do ouro

produzido mundialmente

é utilizado na produção de joias. O ouro tem

propriedades especiais que

o tornam ideal para fabricar

joias, incluindo lustre alto, cor amarela própria, resistência a manchas e capacidade de ser moldado em várias formas.

a manchas e capacidade de ser moldado em várias formas. Durante boa parte da história, a

Durante boa parte da história, a economia

mundial foi governada pelo padrão-ouro. Os bancos eram obrigados

a trocar ouro por moeda. Até hoje, o ouro é considerado um porto seguro em tempos de crise econômica, o que explica por que 90% das reservas de bancos centrais são compostas por ouro.

90% das reservas de bancos centrais são compostas por ouro. 10 Relatório de Sustentabilidade da Yamana
Computadores Eletrônicos Saúde Industria aeroespacial O ouro é muito usado em vários componentes de

Computadores

Eletrônicos

Saúde

Industria

aeroespacial

O ouro é muito usado

em vários componentes de computadores de mesa ou portáteis, como a placa-mãe e

dispositivos de memória, e vem ganhando fama rápida na indústria de

TI como um condutor

de informações digitais eficiente e confiável.

condutor de informações digitais eficiente e confiável. O uso industrial mais importante do ouro é na

O uso industrial mais

importante do ouro é na fabricação de eletrônicos, sendo utilizado em fios, juntas soldadas, telefones celulares, calculadoras, sistemas GPS e outros eletrônicos pequenos e

na maioria dos grandes aparelhos eletrônicos, como TVs. Devido à sua

alta resistência à corrosão

e alta condutividade

elétrica, o ouro é essencial na produção de muitos circuitos de TV, computadores e dispositivos telefônicos.

circuitos de TV, computadores e dispositivos telefônicos. Relatório de Sustentabilidade da Yamana Gold de 2009 11

O Ciclo de Vida da Mineração

O compromisso a longo prazo da Yamana com a sustentabilidade engloba todos os aspectos do Ciclo de Vida da Mineração, desde a pesquisa até o descomissionamento, com foco em operações social e ambientalmente responsáveis, visando à melhoria das comunidades locais.

2 1 Viabilidade e Desenvolvimento 1–2 anos Pesquisa 2–3 anos A mineração é realizada em
2
1
Viabilidade e
Desenvolvimento
1–2 anos
Pesquisa
2–3 anos
A mineração é
realizada em cinco passos,
começando com a pesquisa
em áreas de prospecção
e terminando com o
descomissionamento ao
5 final da vida útil da mina.
3
Construção e
Comissionamento
2 anos
Descomissionamento
10 anos
4
Produção
Normalmente, a meta é ter uma
mina com vida útil de 10 anos.
A sua vida útil baseia-se no
tamanho da jazida delineada
e da produção estimada.

Os prazos de duração são estimativas baseadas em projetos típicos.

 

OBJETIVOS

ATIVIDADES PRINCIPAIS

RESPONSABILIDADES

 

Pesquisar áreas com indicação da

Mapeamento geológico e detalhamento regional para escolher e definir os alvos, avaliações de dados, pesquisas geofísicas

Equipe de pesquisa (geólogos e técnicos em geologia).

ocorrência de minério. Inclui pros-

1

pecção, amostragem, mapeamento

 

e

perfuração de diamante que ajuda

aéreas e terrestres, amostragens geoquí-

Pesquisa

a

determinar se há depósito mineral

micas e sondagens.

e

quantificá-lo.

 

Os trabalhos de viabilidade e de- senvolvimento são executados para determinar a viabilidade econômica de uma mina em potencial e da abertura do depósito mineral para prepará-lo para lavra. Outro passo importante é estruturar o financia- mento necessário para a construção da mina. Esse passo geralmente corre em paralelo à última me- tade da etapa de viabilidade e desenvolvimento.

Mais sondagens, estudos metalúrgicos, estudos geotécnicos e ambientais, avaliação de engenharia e riscos. No caso de resultados positivos, definição de um projeto para a mina, Estudo de Impacto Ambiental, Relatório de Impacto no Meio Ambiente, audiências públicas e licenças ambientais.

Equipes multidisciplinares conduzem

pesquisas minerárias, serviços técnicos

e

iniciativas SSMAC (Segurança, Saúde,

2

Meio Ambiente e Comunidade). Dentre os especialistas contratados para esta fase estão engenheiros de minas, segu- rança e ambientais,florestais, biólogos, ecologistas, agrônomos, arqueólogos,

Viabilidade e

Desenvolvimento

 

geólogos e especialistas em relações com comunidade.

 

Desenvolver a mina e a infraes- trutura necessária para dar início às operações.

Engenharia de projetos, avaliação de riscos, abertura da mina, capeamento de solo, remoção de rochas, construção de escritórios, instalações elétricas, construção da planta de processamento, barragem de resíduos e sistema de coleta de água, além do licencia- mento ambiental da operação. Os objetivos principais da fase de comissionamento são a entrega e instalação dos equipamentos e o treinamento operacional. A meta é atingir a produção esperada no menor prazo possível.

As equipes do projeto incluem pro- fissionais de construção e operações, apoiadas pelas equipes SSMAC.

3

Construção e

Comissionamento

 

Processar a matéria-prima e extrair

Extração de minério e rochas, trituração,

A

equipe de produção inclui profis-

4

o

minério.

fresagem, separação do ouro e subpro- dutos de outros minerais, fundição de lingotes de ouro, filtragem do concentrado de cobre e vendas.

sionais de mina, planta, gestão de mina, planta e manutenção e apoio das equipes de saúde ocupacional

Produção

 

e

SSMAC.

 

Recuperação ambiental do local minerado.

Recuperação da mina depois de terminadas as atividades de mineração. Recuperação das cavas a céu aberto, minas subterrâneas, pilhas de estéril e barragem de rejeitos, desmontagem da área industrial, refloresta- mento, monitoramento ambiental, venda dos equipamentos e realocação dos empregados.

Equipes operacional, de serviços técnicos e de SSMAC.

5

Descomissiona-

mento

Nosso Processo de Elaboração de Relatórios 14 Relatório de Sustentabilidade da Yamana Gold de 2009

Nosso Processo de Elaboração de Relatórios

Nosso Processo de Elaboração de Relatórios 14 Relatório de Sustentabilidade da Yamana Gold de 2009

A GRI—Global Reporting Initiative (Iniciativa

Global para Relatórios) endossa um modelo de relatório que privilegia transparência e confiança, promovendo o equilíbrio entre dados econômicos, sociais e ambientais—

o tripé da sustentabilidade. Além disso,

a GRI facilita a prestação de contas das

organizações, fornecendo às partes interessadas uma estrutura de comparação aplicável universalmente para melhor compreensão das informações ali contidas.

O Relatório de 2009 da Yamana é o segundo relatório de sustentabilidade da empresa a ser publicado com base na GRI, uma organização internacional e grande rede de múltiplas partes interessadas, com milhares de especialistas, incluindo empresas, instituições e organi- zações não governamentais, de dezenas de países em todo o mundo.

Este relatório adota um formato que está em conformidade

com a versão G3, a mais recente, revisada pela GRI em 2006.

A Yamana publica relatórios anuais de sustentabilidade desde

2006. Antes de 2008, os relatórios da Yamana eram baseados

em indicadores quantitativos do Balanço Social—modelo

IBASE (Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas)

e

Ethos Instituto de Responsabilidade Social.

O

último relatório foi publicado no segundo semestre de 2009

e

continha dados do ano que terminou em 31 de dezembro de

2008. Não foi necessário repetir informações que já constavam

em outros relatórios.

O presente relatório contém informações sobre as práticas de

sustentabilidade desenvolvidas pela Yamana para o ano findo em 31 de dezembro de 2009 nas operações da empresa no Brasil,

Chile e Argentina. A Yamana abordou uma gama completa de indicadores econômicos, ambientais e sociais em todas as suas

operações nas quais tem 100% de titularidade. Essa forma de elaboração de relatórios garante um retrato fiel do desempenho da empresa.

O conteúdo do relatório foi definido com base nos indicadores

de desempenho da GRI escolhidos e temas que a empresa considera relevantes. Quanto aos níveis de aplicação consi- derados pela GRI, a Yamana escolheu seguir os critérios de relatórios indicados para Aplicação Nível C. Por estar lidando com um novo processo de elaboração de relatórios, a empresa concluiu que seria mais eficaz responder a um número menor de indicadores de desempenho para assegurar um relatório mais consistente. O Nível C é compatível com o número de indicadores abordados neste relatório.

A decisão de adotar as normas da GRI para relatórios reflete a

compromisso da Yamana com a sustentabilidade.

O índice alfabético contido nas páginas 48 a 50 indica em que

página cada indicador GRI está relatado. Este relatório está sendo publicado em três línguas: inglês, português e espanhol.

Além de fornecer uma visão geral das iniciativas sociais, econômi- cas e ambientais da Yamana, este relatório também visa manter um diálogo aberto com todas as partes interessadas da Yamana.

Os documentos da GRI que serviram de base para a elaboração deste relatório podem ser encontrados em www.globalreporting.org/Home.

Governança Corporativa

Estrutura Corporativa

O Conselho de Administração é responsável pela supervisão

geral da Governança Corporativa da Yamana e reconhece

a importância da governança corporativa para a efetiva

administração da empresa e proteção de seus empregados

e acionistas.

A abordagem da empresa em relação a pontos importantes

da governança corporativa é elaborada com vistas a assegurar que os negócios e assuntos da Yamana sejam administrados de forma eficiente, aumentando a valorização acionária.

As práticas de governança corporativa da empresa foram desenvolvidas para atender aos requisitos legais aplicáveis no Canadá, Estados Unidos e Reino Unido, assim como às melhores práticas. A empresa monitora continuamente seu

progresso no Canadá, Estados Unidos e Reino Unido, de forma

a manter atuais suas políticas e práticas de governança.

A Yamana tem práticas de governança que atendem às normas

vigentes nas bolsas de valores nas quais está listada.

O Conselho da Yamana é composto por onze membros,

incluindo o presidente. Nove dos onze membros do Conselho da Yamana são independentes e/ou não são executivos da empresa. Peter Marrone, presidente do Conselho e CEO da Yamana, fundou a empresa em julho de 2003, como presi- dente e CEO dela, sendo nomeado presidente do Conselho em maio de 2007.

As partes interessadas da Yamana, incluindo investidores, acionistas, empregados, contratados, fornecedores, membros das comunidades locais e governos, estão envolvidas por meio da política de confidencialidade e divulgação tempestiva do Conselho, assegurando que a Yamana e todas as pessoas a quem a política se aplica cumpram com as obrigações de- correntes das leis de valores mobiliários e normas das bolsas de valores, estabelecendo um procedimento para divulgação tempestiva de todas as informações relevantes. A Yamana tem um comitê de divulgação de informações corporativos que é responsável pela implementação dessa política.

Comitês do Conselho

Os quatro comitês permanentes do Conselho são:

Comitê Fiscal

Assiste o Conselho no cumprimento das funções de elaboração de relatórios financeiros e responsabilidades de controle junto aos acionistas da empresa e investidores. Os auditores externos da empresa reportam-se diretamente ao Comitê Fiscal.

Comitê de Remuneração

Composto em sua totalidade por conselheiros independentes,

pode determinar, entre outras coisas, a remuneração adequada para os conselheiros, diretores e empregados da empresa.

A remuneração adequada é determinada através de relatórios

periódicos e anuais do Comitê de Remuneração baseado na filo-

sofia de remuneração e benefícios da empresa como um todo.

Comitê de Governança Corporativa e Nomeação

Responsável pela revisão anual da relação do Conselho com

a

administração de forma a assegurar que o Conselho possa,

e

realmente o faça, o que segue: operar de forma indepen-

dente da administração; desenvolver e apresentar, para que o Conselho aprove, um plano de longo prazo para a composição do Conselho que leve em consideração a independência dos conselheiros, as competências e habilidades do Conselho como um todo, as datas de aposentadoria e o tamanho adequado do Conselho, com o objetivo de facilitar as tomadas de decisão efetivas e a direção estratégica da empresa; desenvolver e implementar um processo para lidar com os candidatos ao Conselho indicados pelos acionistas; revisar periodicamente o Manual do Conselho pelo qual o Conselho se rege e os termos de referência para esse órgão; e revisar anualmente o programa de remuneração dos conselheiros, apresentando eventuais recomendações ao Conselho para aprovação.

Comitê de Sustentabilidade

O Conselho tem ainda um Comitê de Sustentabilidade para au-

xiliar na supervisão de assuntos ligados a sustentabilidade, meio ambiente, saúde e segurança, inclusive através do monitora- mento da implementação e gestão das políticas, procedimentos

e práticas da empresa relacionadas a essas questões.

Para ver os estatutos, política de ética e práticas de gover- nança corporativa do Conselho da Yamana e seus comitês,

e saber como se estes comparam aos padrões da Bolsa de

Valores de Nova Iorque, acesse www.yamana.com/Governance. Você também encontrará mais informações na Circular de Informações da Administração da Yamana de 2009.

Código Corporativo e de Ética

O

Conselho adotou um Código de Conduta Profissional

e

Ética (o “Código de Ética”) a ser observado pelos seus

conselheiros, diretores e empregados. O Conselho incentiva

e promove uma cultura geral de conduta profissional ética

das seguintes formas: promovendo o cumprimento das leis, normas e regulamentos aplicáveis em todas as jurisdições onde a empresa conduz seus negócios; orientando os conselheiros, diretores e empregados para que reconheçam

e saibam lidar com questões éticas; promovendo uma cultura

de comunicação aberta, honestidade e responsabilidade pelos atos praticados; e assegurando que todos conheçam as ações disciplinares a serem tomadas no caso de violação da conduta ética profissional.

O Código de Ética da Yamana existe desde 2006 e é a

norma regente de proteção aos direitos dos acionistas e empregados. Exige-se de todos os empregados da Yamana um termo de compromisso no qual reconhecem que estão

familiarizados com os termos do Código de Ética.

Os empregados devem ainda aderir à Política de Divulgação Tempestiva e Confidencialidade e à Política de Abuso de Informações (Insider Trading). Essas políticas incorporam regras sobre venda e negociação de valores mobiliários e incluem as leis de valores mobiliários aplicáveis e normas da Toronto Stock Exchange. A empresa conclui seu conjunto de diretrizes éticas e de governança corporativa com políticas para proteger os empregados de falhas éticas, independente- mente do cargo que ocupam.

A Yamana disponibilizou uma linha de chamada gratuita e um

site na internet para permitir relatos anônimos de suspeitas de violação ao Código de Conduta, incluindo preocupações quan-

to a controles internos de auditoria sobre relatórios financeiros

ou outros assuntos de auditoria. Podem-se também fazer consultas diretas ao Presidente do Comitê Fiscal.

Princípios e Diretrizes

O Código de Ética tem nove princípios:

1. Conflitos de Interesse—Os empregados, diretores e conselheiros da empresa devem evitar situações nas quais seus interesses pessoais podem conflitar ou até mesmo

aparentar conflitar com os interesses da empresa e de seus acionistas. Caso surja algum conflito de interesses em potencial envolvendo algum empregado ou diretor,

a pessoa envolvida deve notificar o CEO da empresa

imediatamente, por escrito, e nenhuma outra ação deve ser tomada, salvo se pelo CEO. Caso surja algum conflito de interesses em potencial envolvendo algum conselheiro,

a pessoa envolvida deve notificar o Conselheiro Líder do

Conselho de Administração, Presidente do Conselho e CEO da empresa imediatamente, por escrito, ou, no caso de o conflito envolver o Conselheiro Líder do Conselho de Administração, notificar o Presidente do Comitê de Governança Corporativa, Presidente do Conselho e CEO, também por escrito, e nenhuma outra ação deve ser tomada, salvo se autorizada pelo Conselheiro Líder do Conselho de Administração ou Presidente do Comitê de Governança Corporativa, conforme o caso, e o Presidente do Conselho e CEO.

2. Lidando com Fornecedores e Prestadores de Serviços— Todas as compras de mercadorias e serviços pela empresa serão efetuadas com base somente no preço, qualidade, serviço e adequação às necessidades da empresa. Os empregados, diretores e conselheiros estão proibidos de aceitarem presentes em dinheiro e de receberem algum tipo de vantagem pessoal, desconto ou outros pagamentos. Os empregados, diretores e conselheiros podem aceitar presentes não monetários não solicitados, contanto que sejam presentes adequados e usuais no relacionamento com clientes naquele setor.

3. Lidando com Autoridades Públicas—É vedado aos empregados efetuar qualquer tipo de pagamento, direto ou indireto, a alguma autoridade pública para induzi-la a contratar ou manter negócios com a empresa ou para que alguma lei ou regulamento seja passado, não aprovado ou infringido, ou para a obtenção de alguma licença ou permissão.

4. Igualdade de Oportunidades—Não haverá discriminação contra algum empregado ou candidato por conta de raça, religião, cor, sexo, orientação sexual, idade, nacionalidade ou etnia ou deficiência física (salvo se os requisitos do cargo forem proibitivos). A empresa manterá um ambiente de trabalho livre de qualquer tipo de prática discriminatória.

5. Proteção Ambiental, à Saúde e à Segurança—A empresa está comprometida em gerir e operar seus ativos de forma a proteger a saúde e segurança humana e o meio ambiente. A política da empresa exige o cumprimento, em todos os seus aspectos relevantes, das leis e regulamentos de saúde, segurança e meio ambiente. É dever de cada empregado, diretor e conselheiro assegurar o cumprimento da meta de proteger a saúde e segurança humana e o meio ambiente, informando imediatamente as violações, conforme a Política de Denunciantes.

6. Utilização de Prepostos—É vedada a utilização de prepostos ou pessoas não empregadas pela empresa para contornar a lei ou se envolver em práticas contrárias a este Código.

7. Cumprimento das Leis Aplicáveis—A empresa e seus empregados, diretores e conselheiros devem cumprir com todas as leis, normas e regulamentos governamentais apli- cáveis, incluindo aqueles referentes a práticas de corrupção no exterior. Os empregados, diretores e conselheiros que trabalham fora do Canadá têm uma responsabilidade especial de conhecer e cumprir as leis e regulamentos dos países onde estão atuando em nome da empresa, conduzindo-se profissionalmente de acordo com as práticas locais. A empresa reconhece que leis, regulamen- tos, práticas comerciais e costumes variam mundo afora e que, em certos casos, estes podem ser diferentes das leis, regulamentos, práticas comerciais e costumes do Canadá.

8. Políticas de Contabilidade e Divulgação—A empresa e cada uma de suas subsidiárias manterão livros, registros e contas que demonstrem, com razoável grau de detalhe e de forma precisa e justa, a atual transação e situação dos ativos da empresa.

A empresa tem obrigação de divulgar de forma plena, justa,

precisa, tempestiva e compreensível as informações dos relatórios e documentos que protocolar ou submeter a reguladores de valores mobiliários ou outras entidades go- vernamentais, e nenhum conselheiro, diretor ou empregado poderá agir de forma contrária a tal obrigação.

Um elemento importante das boas práticas comerciais é todos os empregados, diretores e conselheiros zelarem para que os livros e registros da empresa e auditorias sejam mantidos apropriadamente.

9. Ações Disciplinares em Caso de Não Cumprimento deste Código—A violação deste Código por algum conselheiro, diretor ou empregado é motivo para ação disciplinar. Todos os conselheiros, diretores e empregados devem compreender que o cumprimento das disposições deste Código é condição para sua contratação e nomeação.

O Código visa codificar as boas práticas de governança e,

além disso, aplicar as leis vigentes. As violações ao Código devem ser informadas conforme a Política de Denunciantes da empresa.

Os Princípios Ambientais e de Saúde e Segurança da Yamana

 

Empregar continuamente em nossas atividades e produtos, avanços ambientais para reduzir a poluição

1

e os riscos para a saude e a segurança, ao mesmo tempo em que respeitamos a legislação aplicável sobre o meio ambiente, a saude e a segurança.

 

Priorizar o desenvolvimento de tecnologias mais eficientes, mais seguras e menos poluentes e adotar

2

tecnologias que melhorem os processos, os produtos e os serviços de fornecedores e contratados, de forma a maximizar a proteção ambiental.

3

Treinar, educar e motivar os empregados e contratados para executarem suas tarefas e deveres de forma segura e ambientalmente responsável.

4

Incentivar um ambiente de trabalho saudável e seguro—responsabilidade de todos os empregados.

 

Estabelecer e repensar objetivos e metas em meio ambiente, saúde e segurança e trabalhar com

5

os stakeholders e as comunidades, consultando-os para garantir que estejamos atendendo a esses objetivos.

 

Fazer recomendações aos nossos fornecedores e contratados sobre a gestão das políticas de

6

meio-ambiente, saude segurança e sobre sustentabilidade, levando em consideração a opinião dos stakeholders.

7

Construir e operar instalações de acordo com os padrões internacionais aplicáveis para gestão ambiental e conformidade ambiental.

O Sistema Yamana de Gestão (SYG)

Desde o início de suas operações em 2003, a Yamana tem consciência dos desafios e riscos associados à mineração. O foco da empresa no meio ambiente e na saúde e segurança de cada empregado em suas operações levou à criação do departamento de Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Comunidade (SSMAC). A missão do departamento SSMAC é definir estratégias para que a empresa tenha eficiência operacional cada vez maior e mantenha a excelência no desempenho de SSMAC.

focar a redução do consumo de todos os recursos naturais implementar procedimentos e programas de
focar a redução do
consumo de todos
os recursos naturais
implementar
procedimentos e
programas de
treinamento rígidos
adotar as melhores
práticas e políticas
internacionais
atualizar
continuamente
os sistemas de
segurança
Meio
Saúde e
Ambiente
Segurança
SYG
maximizar a
disponibilizar
sustentabilidade
campanhas
do meio
educativas e
ambiente
preventivas
Relações
Comunitárias
trabalhar com
fornecedores locais
e contratar
empregados locais
buscar melhorar
a qualidade
de vida
manter uma
comunicação clara
e transparente

Em 2006, o departamento SSMAC desenvolveu o Sistema Yamana de Gestão (SYG), um sistema de gestão corporativo integrado para segurança, saúde, meio ambiente e relações comunitárias que envolve a avaliação de riscos, identificação de todos os requisitos legais e contratuais e definição dos objetivos e metas da empresa, incluindo procedimentos para assegurar o cumprimento das políticas e programas de gestão da Yamana em suas atividades. Esse sistema foi desenvolvido com base nas melhores práticas e normas internacionais:

ISO 14001:2004 Sistema de Gestão Ambiental, OHSAS 18001:1999 Sistema de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional, SA 8000 Responsabilidade Social e o Código Internacional de Cianeto. O sistema SYG ajuda ainda a definir as metas corporativas relacionadas à redução do consumo de recursos naturais, certificações e zero acidente.

Para continuar crescendo, a empresa busca e mantém foco estratégico em saúde, segurança, meio ambiente e relações comunitárias. Para abordar esse foco, criou-se em 2009 o Comitê de SSMAC e gerencia corporativa de Auditoria do SSMAC, com o propósito de assegurar que todas as metas

e objetivos do SYG sejam atingidos, utilizando auditorias

internas e externas recém-implantadas para verificar o nível de cumprimento.

Em 2009, a empresa direcionou seus esforços para conti- nuar a implantação do Sistema Yamana de Gestão. Houve progresso em todas as operações, indicando o compro- metimento da empresa com a criação de um ambiente de trabalho seguro e saudável que respeita o meio ambiente e as comunidades onde estamos localizados.

A meta de 100% de implantação foi traçada para todas as

operações e projetos em desenvolvimento e pesquisa.

O resultado disso é um forte investimento por parte da

Yamana no treinamento e conscientização organizacional de seus empregados quanto à utilização do sistema.

Revitalização SYG

Para reforçar os esforços significativos feitos para implantar

SYG, a Yamana desenvolveu o Programa de Revitalização SYG, ressaltando o compromisso da empresa com SSMAC.

o

O

programa, formulado em 2008, foi implantado em 2009

e

incluiu a determinação de um dia no qual se promoveram

simultaneamente, em todas as operações, a saúde, segurança

e respeito pelo meio ambiente.

Comitê de Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Comunidade (SSMAC)

Em 2009, a Yamana estabeleceu o Comitê Corporativo SSMAC, presidido pelo Presidente da empresa, com participação do Diretor Financeiro, gerentes de cada país e equipes operacio- nais. Esse comitê se reúne uma vez por mês para discutir o desempenho de cada operação em relação à saúde, segurança, meio ambiente, relações comunitárias e outras práticas operacionais. O objetivo do comitê é mensurar a eficácia e desempenho de nossos programas de sustentabilidade.

Sistema de Auditoria SYG

Em meados de 2009, criou-se a gerencia de Auditoria SSMAC

Corporativo com o propósito de auditar o nível de implantação

e cumprimento do Sistema Yamana de Gestão em cada local.

Como parte desse sistema, a empresa iniciou auditorias semestrais em todas as operações. No segundo trimestre de 2010, os projetos em estágio de desenvolvimento serão incluídos no programa de auditoria.

Após cada auditoria, geram-se planos de ações que são revisados mensalmente pelo gerente de auditoria do SSMAC. No final de 2009, concluiu-se o primeiro ciclo de auditorias, que foi integrado em toda a empresa, com o envolvimento dos principais líderes. Além disso, o sistema de auditoria busca motivar e educar os empregados, promovendo a troca de informações e padronizando as melhores práticas comuns de SSMAC. As auditorias de acompanhamento e o segundo ciclo iniciarão no primeiro semestre de 2010.

O benefício de ter um sistema de auditoria específico é que

as melhorias sugeridas em cada plano de ações podem ser discutidas internamente, e as soluções geradas e podem ser implementadas em todas as operações.

Fazendo a Diferença 22 Relatório de Sustentabilidade da Yamana Gold de 2009
Fazendo a Diferença 22 Relatório de Sustentabilidade da Yamana Gold de 2009

Fazendo a Diferença

Fazendo a Diferença 22 Relatório de Sustentabilidade da Yamana Gold de 2009
Fazendo a Diferença 22 Relatório de Sustentabilidade da Yamana Gold de 2009

22

Fazendo a Diferença 22 Relatório de Sustentabilidade da Yamana Gold de 2009
Fazendo a Diferença 22 Relatório de Sustentabilidade da Yamana Gold de 2009
Fazendo a Diferença 22 Relatório de Sustentabilidade da Yamana Gold de 2009

Relatório de Sustentabilidade da Yamana Gold de 2009

Nosso foco principal é sustentabilidade e longevidade. Isso inclui atendimento às normas de desenvolvimento econômico, relações comunitárias, saúde, segurança e meio ambiente e conscientização sobre esses assuntos. No início de 2009, a Yamana entrou para o Índice Social Jantzi (JSI). As empresas que fazem parte do JSI devem atender a uma ampla série de critérios ambientais, sociais e de governança. A inclusão da empresa nesse índice é um testemunho a favor dos seus programas ambientais e de gestão da saúde e segurança, considerados acima da média pela JSI.

Investimentos Diretos na Comunidade

Em 2009, as operações da Yamana contribuíram com US$ 2,6 milhões para programas focados no desenvolvimento local e na melhoria da qualidade de vida das comunidades nos entornos das operações.

Doações e Patrocínio Corporativo

Além de investimentos diretos na comunidade, a Yamana fez contribuições corporativas no valor de US$ 612.843 como forma de apoiar diferentes instituições.

Apoio a Governos Locais

A Yamana paga impostos e royalties nas comunidades onde opera. Em 2009, a empresa pagou um total de US$ 91 milhões aos governos locais.

Principais Resultados por Mina

Chapada El Peñón Gualcamayo Comunidade Comunidade Comunidade Programa Portas Abertas: organizou 15 visitas da
Chapada
El Peñón
Gualcamayo
Comunidade
Comunidade
Comunidade
Programa Portas Abertas: organizou
15 visitas da comunidade à mina
Programa Portas Abertas: organizou
7 visitas da comunidade à mina
Serviços prestados no Dia Integrar:
Programa Portas Abertas: organizou
20 visitas da comunidade à mina
Programa de Seminários de
20.062
Parcerias: apoiou 8 projetos
comunitários
Programa de Seminários de
Parcerias: apoio a 10 projetos
comunitários
El Peñón organizou várias atividades em
parceria com a província da Antofagasta,
como parte do aniversário “Taltal” da
província. Dentre as festividades, houve
um concerto de piano e uma ópera vista
por aproximadamente 15 mil pessoas
Um auto de Natal foi encenado nas comu-
nidades no entorno da mina de Chapada,
atraindo um público de quase 2.700
pessoas e reunindo a comunidade para
uma celebração especial de final de ano
Deu apoio à Comunidade Indígena
Guandacol como parte do primeiro
Seminário de Parcerias na Argentina.
Esse projeto focou em emprego e
geração de renda, fornecendo aos
participantes máquinas de costura e
matéria-prima para produzirem vários
itens manufaturados, inclusive roupas
Meio Ambiente
Meio Ambiente
Meio Ambiente
• Recebeu a certificação ISO 14001 para o
Sistema de Gestão Ambiental
• Focou na redução do consumo de energia
elétrica e água
• Instalou um sistema inovador de asper-
são de água para minimizar a poeira na
mina e seu entorno
• A Revitalização do programa de gestão
de resíduos e reciclagem foi introduzida,
melhorando o desempenho ambiental
das minas
• Atualizou e aprimorou equipamentos,
adotou novas tecnologias e aumentou
a conscientização dos empregados
através de campanha de gestão de
resíduos sólidos
• Implantou o sistema de gestão de
resíduos sólidos
• Implantou vários sistemas de tratamento
de água e controle da qualidade da
água consumida
Saúde e Segurança
Saúde e Segurança
Saúde e Segurança
Interações de Segurança realizadas:
Interações de Segurança realizadas:
Interações de Segurança realizadas:
13.152
23.731
7.324
Implantou um programa de TI para
registrar as interações de segurança
Progrediu na obtenção da certificação
de atendimento completo ao Código
Internacional de Cianeto
Implantou um sistema de emergência de
resgate de ar e processo de evacuação
Instalou um sistema de monitoramento
de velocidade nas ruas da mina para
fiscalizar o cumprimento dos limites de
velocidade e direção segura
Instalou um sistema de monitoramento de
velocidade para fiscalizar o cumprimento
dos limites de velocidade e direção segura
Montou uma academia para melhorar
o bem-estar físico e mental dos
empregados

Jacobina

Minera Florida

Fazenda Brasileiro

M i n e r a F l o r i d a Fazenda Brasileiro Comunidade
M i n e r a F l o r i d a Fazenda Brasileiro Comunidade
M i n e r a F l o r i d a Fazenda Brasileiro Comunidade

Comunidade

Comunidade

Comunidade

Programa Portas Abertas: organizou 12 visitas da comunidade à mina Programa Portas Abertas: organizou 6

Programa Portas Abertas: organizou 12 visitas da comunidade à mina

Portas Abertas: organizou 12 visitas da comunidade à mina Programa Portas Abertas: organizou 6 visitas da

Programa Portas Abertas: organizou 6 visitas da comunidade à mina Programa de Seminários de Parcerias: apoiou 4 projetos comunitários, beneficiando quase 840 moradores da comunidade

nas áreas de educação, cultura e esportes

da comunidade nas áreas de educação, cultura e esportes Programa Portas Abertas: organizou 19 visitas da

Programa Portas Abertas: organizou 19 visitas da comunidade à mina

Serviços prestados no Dia Integrar:

Serviços prestados no Dia Integrar: Serviços prestados no Dia Integrar: 42.300

Serviços prestados no Dia Integrar: 42.300

42.300

24.781

24.781

Programa de Seminários de Parcerias: apoiou 12 projetos comunitários Programa de Seminários de Parcerias: apoiou

Programa de Seminários de Parcerias: apoiou 12 projetos comunitários

Programa de Seminários de Parcerias: apoiou 11 projetos comunitáriosPrograma de Seminários de Parcerias: apoiou 12 projetos comunitários

Comprou equipamentos para um hospital local

 

Meio Ambiente

Meio Ambiente

Meio Ambiente

• Recebeu a certificação ISO 14001 pelo Sistema de Gestão Ambiental

• Melhorias no Plano de Gestão de Resíduos Sólidos

• Reduziu a geração de resíduos perigosos em 50 toneladas, em comparação com o volume gerado em 2008

• Produziu mais de 50 mil mudas de árvores nativas utilizadas na recuperação da áreas no entorno da mina

• Recebeu a licença de operação para a nova barragem de rejeitos do órgão ambiental do estado da Bahia

• Inaugurou o Complexo Ambiental de Jacobina, que reune em um único local:

• Focou na produção de muda e no reflores- tamento da Palmeira do Chile: produziu e plantou cerca de 300 mil mudas

pátio de disposição temporária de resí- duos sólidos, viveiro de mudas, estação de preparação de composto orgânico e planta de tratamento de esgoto

 

Saúde e Segurança

Saúde e Segurança

Saúde e Segurança

 

Interações de Segurança realizadas:

Interações de Segurança realizadas:

Interações de Segurança realizadas:

• •

16.358

Progrediu na obtenção da certificação de atendimento completo ao Código Internacional de Cianeto

Construiu câmeras de refugio nas minas subterrâneas

•

6.545

Progrediu na obtenção da certificação de atendimento completo ao Código Internacional de Cianeto

• •

7.834

Recebeu a certificação OHSAS 18001 de Sistema de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional

Progrediu na obtenção da certificação de atendimento completo ao Código Internacional de Cianeto

Meio Ambiente

Foco na sustentabilidade

COMPLEXO AMBIENTAL DE JACOBINA

A

mina de Jacobina inaugurou seu Complexo Ambiental em 2009.

O

centro é composto por um depósito temporário de resíduos sólidos

industriais e não industriais, um viveiro de plantas, uma estação de tratamento de esgoto e uma estação de compostagem de resíduos orgânicos para geração de fertilizantes.

O Complexo Ambiental reduz o consumo de água através da coleta de

água de chuva. A água coletada é armazenada em reservatórios e uti- lizada para aguar as mudas produzidas no viveiro de plantas. O viveiro ajuda nos esforços de recuperação ambiental da Yamana e as mudas também são doadas a programas de educação ambiental conduzidos nas comunidades locais.

O complexo foi elogiado por organizações não governamentais, lí-

deres comunitários e o público em geral. Há planos em andamento para a construção de um auditório onde serão realizados palestras e seminários de educação ambiental para os moradores da comunidade.

Meio Ambiente

O objetivo da Yamana é focar na redução contínua do consumo de todos os recursos naturais. Tivemos êxito em nossos esforços para reduzir o consumo no ano passado, que resultaram em reduções expressivas no consumo específico de energia, diesel e água e na geração de resíduos sólidos.

Principais Resultados

Certificação

Em 2009, duas das minas da Yamana em operação no Brasil, Chapada e Jacobina, obtiveram a certificação ISO 14001:2004. Até o final do ano passado, somente a mina de Gualcamayo, na Argentina, não tinha concluído o processo de certificação, já que suas operações se iniciaram em 2009. O Sistema Yamana de Gestão deve ser implantado em Gualcamayo em 2010, visando

ISO 14001

à

obtenção da certificação ISO 14001.

Sistema de Gestão de Barragem de Água e de Rejeitos

O

Sistema de Gestão de Barragem de Água e de Rejeitos foi

implantado em todas as operações para permitir o monitoramento

e

a avaliação mensal da estabilidade geotécnica das barragem.

Complexo

Construiu-se o Complexo Ambiental de Jacobina, que contém um local para a separação dos resíduos sólidos, viveiro de mudas, estação de preparação de composto orgânico e planta de tratamento de esgoto.

Ambiental de

Jacobina

Qualidade e Controle da Água

Várias iniciativas de tratamento de água e controle da qualidade da água consumida foram implantadas em El Peñón.

Gestão de Resíduos Sólidos

Houve o aprimoramento do Plano de Gestão de Resíduos Sólidos em Minera Florida, Gualcamayo, Chapada, Jacobina

e

Fazenda Brasileiro.

Uso de Energia Renovável

 

44%

38%

Do total de energia (diesel + energia elétrica) consumido pelas unidades da Yamana em 2009 38% foram de energia renovável contra 62% de energia não renovável. O consumo de energia não renovável teve leve acréscimo no devido ao início das atividades da mina de Gualcamayo, na Argentina. Entretanto, as

56%

62%

 

Renovável  demais minas demonstraram bons resultados,

demais minas demonstraram bons resultados,

Não Renovávelem especial as que estão localizadas no Brasil e utilizam principalmente energia hidrelétrica, praticamente 100%

em especial as que estão localizadas no Brasil e utilizam principalmente energia hidrelétrica, praticamente 100% renovável.

2008

2009

Desempenho Ambiental

Energia Elétrica

Diesel

 

Resíduos Sólido

Água Nova

 

Redução de consumo específico comparado com 2008

Redução na geração comparada com 2008

Redução de consumo específico comparado com 2008

Redução de consumo específico comparado com 2008

13%

 

9%

 

11%

 

2%

 

Indicadores de Consumo—Energia / Minério alimentado na Planta de Beneficiamento (MWh/kton)

Indicadores de Consumo—Diesel/ Total Lavrado (L/kton)

Indicadores de Consumo—Resíduo/ Total Lavrado (kg/kton)

Indicadores de Consumo—Água nova/ Minério alimentado na Planta de Beneficiamento (m3/kton)

08

 

16

08

 

605

08

 

104

08

 

360

09

 

14

09

 

550

09

 

93

09

 

353

Em 2009, o consumo específico de energia elétrica foi 13% menor do que em 2008, resultado dos programas de redução de consumo implantados em todas as operações da Yamana.

Assim como para a energia elétrica, em 2009 as iniciativas imple- mentadas nas unidades Yamana resultaram em uma redução de 9% no consumo de óleo diesel. As principais fontes de energia usadas pela Yamana são o diesel, utilizado em transporte, máquinas e equipamentos, e a energia elétrica, utilizada nas plantas de processa- mento, minas subterrâneas, oficinas e escritórios.

O

Programa de Gestão de Resíduos

A

água é uma parte essencial

Sólidos foi projetado para promover

do processo de mineração e,

 

a

separação, depósito e transporte

portanto, a Yamana está sempre

descarte seguros de resíduos, tendo sido introduzido em todas

e

investindo na pesquisa de novas tecnologias e processos para

as

operações desde 2008. Através

aumentar a reciclagem e reduzir

 

desse programa, os resíduos sólidos são separados de forma segura e armazenados em depósitos tem- porários na mina antes de serem coletados por empresa qualificada,

o

consumo de água nova. Todas

as minas envidam muitos esfor- ços para reciclar a água e, como conseqüência disso, em 2009, cerca de 81% da água utilizada

a

qual processa, recicla ou descarta

em nosso processo de mineração foi reciclada. A água consumida pela empresa geralmente vem de rios, reservatórios, poços ou minas subterrâneas, sendo também acumulada água da chuva nas barragens de rejeitos.

 

adequadamente os resíduos em aterros licenciados. A maior parte dos resíduos orgânicos é transfor- mada em fertilizantes através do processo de compostagem e auxilia no processo de recuperação de áreas mineradas ao fertilizar mudas de espécies nativas.

Observação: Os números se referem a todas as operações.

Protegendo a Biodiversidade Todas as operações estão comprometidas com a proteção do meio ambiente e

Protegendo a Biodiversidade

Todas as operações estão comprometidas com a proteção do meio ambiente e desenvolveram várias iniciativas para preser- var a biodiversidade no entorno das minas. Todas as operações são monitoradas periodicamente por especialistas, desde a fase de estudo de viabilidade do projeto.

Apesar de não operar em áreas protegidas, a Yamana possui duas minas adjacentes a áreas protegidas ou áreas ricas em biodiversidade: Jacobina, no Brasil, e Minera Florida, no Chile. Os possíveis riscos ou impactos ambientais advindos das operações da Yamana são minimizados com planos de ação específicos e iniciativas como monitoramento e controle da qualidade do ar e da água e racionalização do desmatamento.

Na Yamana, as decisões comerciais e operacionais são guiadas por nossa preocupação com o meio ambiente. Todos os nossos projetos têm uma ligação direta com o meio ambiente,

e toda tomada de decisão incorpora e avalia o impacto ambiental da empresa naquela região específica.

A Yamana está comprometida com um programa de parceria

público-privada chamada Preservação da Biodiversidade nos Altos de Cantillana, no Chile, e está focada no reflorestamento da Palmeira do Chile que cobria a área antigamente. Desde o início do projeto, quase 300 mil mudas foram produzidas e plantadas. O objetivo da Yamana é plantar realizar o plantio em

700 hectares nos próximos dez anos.

Desenvolvimento Baseado na Responsabilidade Ambiental

A política ambiental da Yamana está incorporada em todos

os aspectos do processo de mineração, desde a fase de

pesquisa até o descomissionamento. A avaliação de impactos ambientais da empresa, a gestão de riscos e o monitoramento

e controle ambiental são todos parte do Sistema Yamana de Gestão (SYG).

Em 2009, três dos novos projetos da empresa, Pilar, Ernesto/ Pau-a-Pique e C1-Santa Luz, foram objeto de audiências públicas como parte da primeira fase do licenciamento

ambiental. O órgão ambiental responsável pelo licenciamento realiza essas audiências para verificar se a comunidade local está de acordo com o potencial dos novos projetos. Os impac- tos ambientais e sociais dos projetos, que são identificados por um processo de monitoramento, a análise de risco e os estudos específicos conduzidos durante o Estudo de Impacto Ambiental, são discutidos nessas reuniões com a comunidade local. Em todos os casos, as comunidades se mostraram favoráveis aos projetos.

Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE)

 
 

O

Programa de Monitoramento de Ar da

 

265

 

Yamana mede a concentração de gases emitidos no processo produtivo da empresa

   
 

169

175

a quantidade de partículas gerada durante a mineração e procura minimizá-la.

e

 

103

       

(milhares de toneladas de CO 2 )

Em 2009, as emissões de gases de efeito estufa (GEE) foram 56% maiores do que 2008 como resultado da maior produção e início de novas operações.

66

90

Emissões GHG de Eletricidade Indiretas66 90

Emissões GHG Diretas (Diesel)

Emissões GHG Diretas (Diesel)66 90 Emissões GHG de Eletricidade Indiretas Total     2008 2009   Em 2010, a

Total 

 
 

2008

2009

 

Em 2010, a Yamana se concentrará na melhoria de seu inventário de emissões de GEE e definição de um programa para mitigar essas emissões.

Processos para Atingir Resultados

Sistema de Gestão de Barragens de Água e Rejeitos

O Sistema de Gestão de Barragens de Água e Rejeito foi implantado em todas as operações em 2009. Esse sistema permite o monitoramento e avaliação mensal da estabili- dade das barragens, além de estabelecer procedimentos operacionais e definir diretrizes para divulgação de infor- mações sobre a condição das barragens. Tal programa está desenhado de forma que a empresa atende às normas internacionais de segurança de barragens.

Base de Dados de Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Comunidade (SSMAC)

De forma a organizar e trocar informações sobre SSMAC entre suas operações, a Yamana desenvolveu o Portal SSMAC na internet para ajudar a reunir informações sobre saúde, segurança, meio ambiente e comunidades.

As informações são compiladas mensalmente por cada unidade da Yamana, permitindo uma análise precisa dos dados de SSMAC.

Código Internacional de Cianeto

O cianeto tem sido utilizado como método de extração de ouro desde a década de 1890 e atualmente é usado em quase 90% das minas de ouro no mundo.

Desde setembro de 2008, quando a Yamana se tornou signatária do Código Internacional de Cianeto, as operações da empresa e seus novos projetos passaram a estabelecer controles operacionais rígidos para proteger os empregados, o meio ambiente e as comunidades locais dos possíveis efeitos negativos do cianeto.

Como signatária do Código Internacional de Cianeto (CIC), uma iniciativa que promove a gestão segura dessa substância de forma a evitar a contaminação durante o seu transporte, descarregamento, armazenagem e manuseio, as unidades operacionais da Yamana foram objeto de uma auditoria externa para obtenção da certificação de atendimento ao código. A Yamana atingiu o nível de atendimento substancial. O objetivo da Yamana é que todas as operações obtenham a certificação de atendimento pleno até 2011.

Com o incentivo da Yamana, todos os fornecedores da empresa também se tornaram signatários do CIC e obtiveram certificações para seus processos de produção e transporte.

Ao cumprir com as normas do CIC, todas as operações estão focadas em evitar incidentes relacionados ao cianeto e, na rara hipótese de isso ocorrer, estão equipadas para reagir pron- tamente e assegurar que não haja danos ao meio ambiente, saúde dos empregados ou comunidades locais.

Um exemplo que demonstra a importância da aderência ao CIC é a instalação de uma bacia emergencial para o caso de derramamento.

O Sistema Yamana de Gestão fornece as ferramentas neces- sárias para impedir acidentes e também a orientação para lidar com eles caso venham a ocorrer. O SYG também estabelece procedimentos operacionais, verificações periódicas de equipamentos e protocolos de emergência para cada uma das operações da Yamana. No caso de alguma emergência, a Yamana segue as melhores práticas de gerenciamento de crise e resposta de emergência como parte do SYG.

Saúde e Segurança

além do dever

RESGATE AÉREO EM EL PEÑÓN

A saúde e segurança dos empregados da Yamana são prioridade máxima

em todas as operações, e a empresa se empenha para assegurar que

haja procedimentos para lidar com situações de emergência em todas as minas. Em 2009, a empresa reforçou as medidas de segurança na mina de El Peñón através da contratação de serviços de resgate aéreo que beneficiam dois mil empregados que trabalham no local.

O helicóptero de resgate realiza o transporte de empregados para locais

seguros em caso de emergência e também já foi disponibilizado para auxiliar a comunidade local.

Um treinamento foi realizado, através da simulação de uma emergência, para garantir que todos os empregados estivessem familiarizados com esse novo procedimento de segurança e soubessem como utilizá-lo em caso de emergência.

Saúde e Segurança

A criação de um ambiente de trabalho seguro é o aspecto mais importante de um compromisso e a promessa que fazemos a todos os nossos empregados.

Segurança

A Yamana tem procedimentos rígidos para gestão de protocolos

de saúde e segurança e continua a investir para aumentar ainda mais a segurança em todas as suas operações. Buscamos ir além do mero cumprimento das normas e garantir a prevenção de acidentes em nossas minas através da implantação das melhores práticas em gestão de saúde e segurança. A saúde e segurança de nossos empregados como um todo são essenciais para nosso sucesso, e estamos sempre alocando recursos para

o aprimoramento dessa área.

A Yamana criou comitês de saúde e segurança, ferramentas

de gestão de risco, inspeções de segurança, interações de segurança e diálogos diários de segurança com os trabalhadores como parte do Sistema Yamana de Gestão, que auxiliam a empresa na prevenção de acidentes. Todos os acidentes são registrados pela empresa, independentemente de resultarem em afastamento ou não.

Cada mina tem um comitê SSMAC constituído pela gerência daquela operação. Os comitês recebem informações do presidente da Comissão Interna de Prevenção a Acidentes

(CIPA) sobre como melhorar os programas de saúde e segu- rança. Em 2009, além dos Comitês Corporativos de SSMAC,

a empresa criou também o DIA SYG, quando os participantes

dos comitês passaram um dia em cada mina falando com os

empregados e promovendo a importância da saúde, segurança

e meio ambiente.

Em 2009, a Yamana contratou uma empresa de consultoria de renome internacional, a SBVS Mining Engineering Inc, para realizar inspeções em cada uma das minas subterrâneas. A Yamana pretende implantar um novo programa de avaliação em 2010, através do qual as minas serão avaliadas todo trimestre.

Outra iniciativa implementada este ano foi o estabelecimento de um programa de resgate aéreo em El Peñón. Resgates médicos aéreos com helicópteros e equipes médicas serão utilizados no caso de alguma emergência ou acidente sério na mina.

Sistema de bloqueio de Energia

O sistema de bloqueio de energia é um importante padrão de segurança utilizado pelos colaboradores e contratados da Yamana. Esse procedimento foi implementado em todas as operações para identificar os circuitos de alta voltagem e respectivos pontos de travamento. Cada empregado tem uma chave e senha personalizadas para impedir que se utilize o equipamento durante os procedimentos de manutenção e garantir a segurança quando equipamentos perigosos estão sendo usados.

Interações de Segurança por Mês

(média)

5.080

2008

8.321

2009

Programas de Segurança da Yamana

Interações de

Esse programa busca incentivar a gerência a abordar os emprega- dos e reforçar as medidas de segurança. O objetivo é conseguir o compromisso de cada empregado de realizar todas as atividades operacionais em segurança. Em 2009, a Yamana realizou 99.852 interações de segurança. O Comitê SSMAC efetua ações corretivas quando questões de segurança podem resultar em uma quantidade expressivamente menor de acidentes relatados.

Segurança

Diálogo Diário de Segurança

Antes do início do dia de trabalho, diálogos de segurança são realizados em todas as operações, cobrindo tópicos específicos relacionados às diretrizes de saúde, segurança e meio ambiente.

Registro de Ocorrência de Segurança

Esse programa requer que os empregados em todas as opera- ções relatem as possíveis situações de perigo à gerência. Cada relato é analisado, e as soluções são implementadas para evitar quaisquer problemas de segurança no futuro.

P.E.A.C.E.

O P.E.A.C.E. é uma ferramenta de segurança que permite que cada empregado analise uma tarefa para que possa executá-la em segurança e significa “Pense, Estude, Analise, Corrija e Execute”. Essa ferramenta reforça as cinco principais ações que os empregados devem realizar ao avaliarem uma possível situação de risco.

Campanhas de Saúde 2009 Campanha Total Clínica de vacinação contra a gripe 01 Campanha de

Campanhas de Saúde 2009

Campanha

Total

Clínica de vacinação contra a gripe

01

Campanha de informações sobre a H1N1

03

Campanha de vacinação contra o tétano

03

Campanha de vacinação contra a febre amarela

02

Campanha de vacinação contra a hepatite B

02

Campanha de vacinação contra sarampo e rubéola

02

Educação e controle do diabetes

02

Controle da hipertensão arterial

02

Prevenção de DSTs e AIDS

04

Campanha de prevenção à dengue

03

Controle do índice de massa corporal (IMC)

01

Campanha contra o fumo

02

Campanha contra o álcool

02

TOTAL

29

Saúde

Em 2009, as operações realizaram campanhas de saúde para educar e conscientizar os empregados e moradores das comunidades sobre questões como DSTs/AIDS, fumo, consumo excessivo de álcool, controle da pressão arterial, obe- sidade, hepatite, diabetes e a importância de uma alimentação saudável. Nossas operações disponibilizaram também clínicas para vacinação contra gripe e Campanhas Informativas. Houve Campanhas Informativas para ajudar a prevenir a gripe H1N1. Um total de 29 campanhas de saúde foi realizado em 2009.

Para melhorar a qualidade de vida de nossos empregados, a mina de Gualcamayo disponibiliza academias de ginástica para promover exercícios e um estilo de vida saudável. Isso é muito importante em operações que estão distantes dos centros urbanos. No ano passado, a mina de Gualcamayo abriu uma academia de ginástica para promover um estilo de vida balan- ceado entre seus empregados, e um nutricionista forneceu um programa de nutrição e exercícios para todos os empregados interessados. Também foram iniciadas campanhas de saúde na mina para a educação sobre tópicos como diabetes, hiperten- são e obesidade. Como resultado dessas iniciativas, até o final do ano, houve uma redução de 40% no número de consultas médicas feitas pelos empregados da Gualcamayo relacionadas a hipertensão e obesidade.

Índice de Segurança

 

Fatalidades

201

   
     

121

0.66

4

0.54

0.54

2

        121 0 . 6 6 4 0.54 2 2008 2009 2008 2009

2008

2009

2008

2009

2008

2009

Taxa de Afastamento*

Taxa de Frequência**

 

*Taxa de Afastamento—número de dias afastados / tempo calculado para acidentes com afastamento por 200 mil horas trabalhadas.

**Taxa de Frequência—número acidentes com afastamento por 200 mil horas trabalhadas.

Programas de Treinamento de Empregados

Todos os empregados diretos e contratados da Yamana rece- bem o mesmo treinamento. A empresa estabeleceu diversas diretrizes de contratação para assegurar que os empregados cumpram todas as políticas e normas corporativas.

Os novos funcionários recebem obrigatoriamente um curso introdutório de treinamento de 24 a 30 horas. O propósito do curso é educar os empregados sobre os possíveis riscos associados com a atividade mineradora e fornecer treinamen- tos específicos para cada cargo. Por exemplo, os empregados envolvidos na parte de pesquisa e exploração muitas vezes precisam dirigir veículos 4x4 e, como parte de seu curso, recebem treinamento e educação sobre direção defensiva, o que tem ajudado a reduzir de forma expressiva o número de acidentes com veículos em nossas operações. Os cursos de treinamento são definidos por cada operação e incluem obriga- toriamente diretrizes de treinamento baseadas nos critérios SYG e exigências dos governos e associações locais.

Desempenho de Saúde e Segurança

A saúde e segurança ainda são prioridade máxima em cada uma

das operações da Yamana. A empresa é obrigada a relatar a Taxas de Frequência com Perda de Tempo (TFCPT) e Taxas de Afastamento com Perda de Tempo (TACPT) para cada mina e se esforça para atingir a meta de zero acidente.

Em 2009, a TFCPT diminuiu 20% em relação ao ano anterior e, em 2010, a empresa está trabalhando para reduzir mais 50%. Nossa TACPT também tem diminuído a cada ano. Houve duas fatalidades entre os empregados da Yamana em 2009.

Ambos os incidentes foram investigados pela Direção, e

o Conselho de Administração foi notificado de imediato.

Continuamos a buscar maneiras de melhorar nosso desempenho em saúde e segurança com o objetivo de fornecer um ambiente

de trabalho seguro para todos os empregados.

Nossas Comunidades

Criando um Futuro Melhor

APOIO ÀS INICIATIVAS COMUNITÁRIAS EM JACOBINA

Através do Programa Seminário de Parcerias, a Yamana apoia projetos que beneficiam as comunidades locais próximas às suas operações. Em 2009, a empresa ajudou a Associação dos Moradores e Fazendeiros de Cocho de Dentro, próximo à mina de Jacobina, fornecendo-lhe o maqui- nário necessário para processamento do babaçu plantado naquele local.

Os novos equipamentos extraem o óleo e separam a polpa, casca e folhas da árvore, aumentando a capacidade de venda para cada porção do fruto. O projeto também aumentou o número de empregos na região, bem como a renda de tal operação, assegurando o desenvolvimento sustentável da comunidade.

Nossas Comunidades

A Yamana toma um interesse real pelo bem-estar das comunidades nos entornos de nossas operações. Compartilhamos o mesmo ar e terra, trabalhamos com fornecedores locais, contratamos empregados locais e construímos relações nas regiões onde operamos. A Yamana realiza vários programas de desenvolvimento sustentável dentro dessas comunidades.

Principais Resultados

Reforma da Ala de

Em El Peñón, a Yamana doou fundos para renovar a ala de pe- diatria de um hospital local e doou computadores, jogos e outros materiais escolares a uma escola em Taltal, beneficiando cerca

Pediatria e Doação

a

uma Escola

de 18.396 moradores da comunidade.

Programa de Apoio

No Brasil, a Yamana começou um programa de apoio a empre- endedores em parceria com o SEBRAE (Serviço de Apoio ao Empreendedor e Pequeno Empresário) de cada região. Através desse programa, a empresa ofereceu cursos sobre empreende- dorismo para orientação empresarial com objetivo de estimular a autonomia econômica e sustentável das comunidades. Em 2009 o progranma atendeu 258 representantes de 71 instituições sociais. Em 2010, a empresa pretende implantar essa iniciativa em comunidades locais na Argentina e no Chile.

a

Empreendedores

Empreendimento

Em Minera Florida, a Yamana forneceu à Cooperativa Alhué de Apicultores ajuda financeira para construir uma sala de proces- samento para o mel orgânico, que emprega 23 famílias locais. Esse investimento permitiu que os apicultores obtivessem uma certificação de qualidade para seu mel, aumentando-lhes a renda. Além disso, a nova sala de processamento pode ser alugada para outros apicultores, resultando em renda para outras 200 famílias da comunidade.

de Cooperativa de

Apicultores

Antes de iniciar um novo projeto, a empresa se reúne com lideres comunitários, representantes de governo e partes interessadas para identificar as expectativas e necessidades da comunidade. Ouvimos atentamente e valorizamos a opinião da comunidade, ao mesmo tempo que esclarecemos as duvidas.

Panorama dos Programas Comunitários da Yamana:

Programa de Seminário de Parcerias Programa Programa Integrar  

Programa de Seminário de Parcerias

Programa de Seminário de Parcerias Programa Programa Integrar  

Programa

Programa Integrar

Programa

Integrar

 

Portas Abertas

Os Seminários de Parcerias são conduzidos dentro das comunidades em volta de nossas operações. Nesse programa, a Yamana rece- be projetos na área de educação, meio am- biente, cultura, geração de emprego e renda e saúde e disponibiliza 70% do financiamen- to para o projeto. A escolha dos projetos são realizados pela própria comunidade.

Esse programa visa estabelecer de forma clara uma melhor comunicação entre a Yamana e as comunidades locais. Os empre- gados e suas famílias, estudantes, membros de associação, poder publico e representan- tes comunitários visitam nossas minas para aprender mais sobre a visão da empresa, procedimentos de segurança e políticas de gestão ambiental.

Esse programa tem quatro módulos: saúde, meio ambiente, comunidade e família. Dentre as ações do programa está o Dia Integrar, quando voluntários da Yamana dis- ponibilizam vários serviços para a população local em parceria com os governos e o setor privado. Os serviços oferecidos incluem exames médicos, educação ambiental e preenchimento de documentação legal.

Projetos

 

Visitas

Serviços do Dia Integrar

 

08

 

44

08

 

98

08

56.166

56.166

09

 

66

09

 

99

09

 

117.809

Investimento (US$000)

 

Participantes

 

Distribuição dos Temas

 
 

11% Chile

16% Argentina

73% Brasil

19% Saúde

9% Cidadania

08

 

344

 
 
17% Cultura / Desenvolvimento Econômico / Educação / Assistência ao Emprego 55% Entretenimento
17% Cultura / Desenvolvimento Econômico / Educação / Assistência ao Emprego 55% Entretenimento

17% Cultura / Desenvolvimento Econômico / Educação / Assistência ao Emprego

55% Entretenimento

09

 

481

 
09   481  
 
Seminário de Parcerias Programa Portas Abertas Os Seminário de Parcerias são conduzidos dentro das co-

Seminário de Parcerias

Seminário de Parcerias Programa Portas Abertas

Programa Portas Abertas

Seminário de Parcerias Programa Portas Abertas

Os Seminário de Parcerias são conduzidos dentro das co- munidades em volta de nossas operações. Nesse programa, a Yamana apoia projetos locais na área de educação, meio ambiente, cultura, economia e saúde e disponibiliza 70% do financiamento para o projeto. Esse programa aloca recursos para projetos selecionados com o propósito de melhoria da qualidade de vida e criação da sustentabilidade nas comunidades locais.

Esse programa visa estabelecer de forma clara uma comu- nicação melhor entre a Yamana e as comunidades locais. Os empregados e suas famílias, estudantes, membros de associação, poder publico, e representantes comunitários visitam nossas minas para aprender mais sobre a visão da empresa, procedimentos de segurança e políticas de gestão ambiental.

Em 2009, terceiro ano de existência do programa, a Yamana realizou 13 Seminários de Parcerias e selecionou 66 projetos comunitários focados em geração de emprego e de renda, beneficiando 71 mil pessoas no Brasil, Argentina e Chile.

Esse programa teve início em Chapada e Jacobina em 2007

e

se espalhou por todas as operações em 2008. Em 2009,

Yamana realizou 99 visitas, apresentando a mineração e nossas operações a mais de duas mil pessoas.

a

As comunidades locais são monitoradas continuamente para que se obtenham informações que ajudem a Yamana a priorizar os projetos propostos, determinando quais serão mais benéficos para as comunidades.

Em cada visita à mina, a comunidade local assiste a uma sessão informativa que ensina sobre o processo de produção do ouro, os compradores e as utilizações do ouro, o monito-

ramento ambiental e as iniciativas, as relações comunitárias

Destaques dos Seminários de Parcerias:

e

os procedimentos de segurança de cada mina.

• Como parte do primeiro Seminário de Parcerias na Argentina, a mina de Gualcamayo deu apoio ao Projeto da Comunidade Indígena Guandacol, que focou em geração de emprego e renda. Os participantes receberam máquinas de costura e matéria-prima para produzir vários itens manufaturados, inclusive roupas, que vendem por um preço lucrativo.

Diálogo Aberto

 

O Sistema Yamana de Gestão (SYG) incentiva as operações

a manter canais de comunicação abertos às comunidades

locais, incluindo todos os órgãos públicos, instituições de pesquisa e ensino, associações comunitárias, ambientalistas, sindicatos, fornecedores locais e empresários. Como parte do SYG, a Yamana escolheu um representante em cada operação para facilitar o diálogo com essas organizações.

• Em Minera Florida, quatro Seminários de Parcerias rece- beram apoio, beneficiando aproximadamente 840 pessoas nas áreas de educação, cultura, esportes e entretenimento. A Minera Florida está também trabalhando junto com a Associação de Bairros Chilena para construir um grande parque comunitário, que deve estar pronto no segundo semestre de 2010.

• Em Jacobina, no Brasil, o Programa de Seminários de Parcerias disponibilizou financiamento e maquinários para associação local, permitindo que façam o processamento dos cocos de babaçu. Isso criou 50 empregos diretos e beneficiou 200 pessoas indiretamente.

O

representante recebe as informações da comunidade,

transmite-as internamente e se concentra em manter os canais de comunicação abertos.

Diagnóstico Social

Para assegurar que nossas iniciativas tenham efeito e apoiem o futuro de cada comunidade, a Yamana realiza diagnóstico social junto às comunidades para obter opiniões e gerar novas ideias sobre como contribuir de forma melhor para as necessidades locais empresariais e de cultura, saúde e educação. Em 2008, foram realizadas várias pesquisas sociais em nossas operações no Brasil. Após a avaliação dos resultados, desenvolveu-se um plano de sustentabilidade para os próximos dois anos com ênfase na geração de renda, desenvolvimento econômico e um forte foco em educação. Em 2010, será realizada uma outra pesquisa para determinar o êxito desse plano até o momento. No final de 2009, o processo de diagnóstico social começou em Minera Floria e Gualcamayo. Estima-se que esse processo seja concluído no início de 2010, ajudando essas minas a planejar melhor suas próximas iniciativas na área de responsabilidade social.

Programa Integrar

Programa Integrar Iniciativas Culturais

Iniciativas Culturais

Buscando criar um futuro melhor, a Yamana desenvolveu

A Yamana acredita que é importante estabelecer iniciativas

e

implantou o Programa Integrar em todas as operações

brasileiras em 2008. Esse programa tem quatro módulos com ações específicas nas áreas de saúde, meio ambiente, comunidade e família. Dentre as ações do programa está o Dia Integrar, quando voluntários da Yamana disponibilizam vários serviços para a população local em parceria com os governos e o setor privado.

As ações oferecidas focam na melhoria da qualidade de vida das comunidades locais. Esse programa promove e fornece serviços focados na família, comunidade e meio ambiente. Para poder planejar as atividades do programa Integrar, a Yamana realiza uma Pesquisa de Interesse com a comunidade local quanto a essas quatro áreas e desenvolve um programa baseado nas informações recebidas. Em 2009, 2.288 pesqui- sas de opinião foram conduzidas junto às comunidades locais,

de fomento à cultura dentro de nossas comunidades locais. Muitas das comunidades em volta de nossas minas estão em locais remotos, longe dos centros urbanos e com acesso limitado a eventos culturais.

Iniciativas Culturais Apoiadas em 2009:

• A mina de El Peñón, no Chile, realizou uma série de eventos culturais em homenagem ao aniversário da província de Taltal. Dentre as festividades, houve um concerto de piano e apresentação de ópera vista por um público de quase 15 mil pessoas.

• No Brasil, através de incentivos da Lei Rouanet, uma lei brasileira que incentiva investimentos culturais, a Yamana realizou peças de teatro, uma apresentação de circo e exibições de filmes para um público de mais de 42 mil pessoas.

e,

no seu segundo ano de existência, o Dia Integrar da Yamana

disponibilizou cerca de 117.809 serviços às comunidades

• A Yamana apoiou um evento cultural itinerante que consistia em peças teatrais, apresentações de circo, festivais de dança e atividades educacionais para pro- fessores e alunos de escolas públicas em sete muni- cípios dos estados brasileiros da Bahia, Goiás e Mato Grosso. Cerca de 15.500 pessoas compareceram ao evento, a maioria nunca tinha ido a um cinema antes.

locais, um aumento de 100% em relação a 2008.

O

time Integrar em cada operação consiste em um líder

de SSMAC e cerca de dez empregados de diferentes áreas

da operação. Cada equipe é responsável pelo planejamento

execução das atividades durante o ano e a realização do Dia Integrar.

e

Como parte do modulo ambiental do programa, a Yamana realizou a Semana do Meio Ambiente em todas as minas no Brasil em 2009. Os moradores da comunidade puderam aproveitar um passeio ecológico, visitar as minas através do Programa Portas Abertas e comparecer a aulas de educação ambiental que cobriram tópicos como coleta de lixo, reciclagem e atividades de descomissionamento depois do fim da vida útil da mina. O grupo teatral “Limpando o Olho” apresentou uma peça intitulada Odisseia da Natureza, com técnicas de circo e efeitos especiais para promover a conscientização ambiental.

• A mina de Chapada, no Brasil, apoiou um grupo de teatro que apresentou peças que enfatizavam a con- servação. As peças foram vistas por um público de aproximadamente 7.500 pessoas.

• As comunidades em volta das minas de Jacobina, Fazenda Brasileiro e Chapada, além dos projetos em desenvolvimento de C1 Santa Luz, Pilar e Ernesto/ Pau-a-Pique, assistiram ao auto de Natal que atraíram um público de 18.500 pessoas—um aumento de 78% em relação a 2008.

Empregados da Yamana

A base de nosso sucesso

Pessoas de qualidade são a base do sucesso contínuo da Yamana. Buscamos, em todas as oportunidades, criar um ambiente seguro que estimule a inovação, oriente as mudanças e promova o desenvolvimento—pilares que ajudam a Yamana a ter êxito em nossos objetivos e metas empresariais e sociais de longo prazo.

A Yamana acolhe a diversidade, criando um ambiente de

trabalho inclusivo, e busca o aprimoramento da qualidade de vida de nossos empregados e comunidades vizinhas. A Yamana tem um programa de Qualidade de Vida que dá a seus empregados acesso a uma variedade de iniciativas incluindo seminários, aconselhamento, aulas de ginástica e programas de vacinação, exemplos dos investimentos que fazemos em nossos empregados. Esse programa vem tendo muito sucesso em nossas operações no Brasil e foi implantado em nossas

operações e projetos em desenvolvimento na Argentina, Chile

e México em 2009.

Em 2006, a Yamana criou uma política de recursos humanos que inclui diretrizes com os detalhes dos princípios e valores da empresa. Um tema que permeia essas diretrizes é a impor- tância do respeito e igualdade para todos os empregados.

A Yamana busca atrair talentos através de remuneração e

benefícios competitivos e a oportunidade de desenvolvimento

e crescimento profissional. Para reter os melhores empregados,

nosso departamento de recursos humanos investiu em várias ferramentas de desenvolvimento profissional, incluindo Avaliação Baseada em Habilidades (ABH) e Programa de Desenvolvimento de Liderança (PDL).

A ABH é o jeito formal de a empresa mensurar o desempenho

de cada empregado com base em seu conjunto de habilidades.

Essa avaliação é dividida em quatro partes:

1.

Auto-avaliação

2.

Avaliação pela Gerência

3.

Avaliação por pares e elaboração do Plano de Desenvolvimento Individual (PDI)

4.

Implementação de PDI

O

PDL foi implantado para promover treinamento específico

para empregados em cargos de liderança. A Yamana deu início, dentro do PDL, ao Módulo de Desenvolvimento de Liderança

(MDL) com o objetivo de melhorar e alinhar o conhecimento

e técnicas de gestão dos empregados em todos os níveis

das operações. O MDL foca na melhoria das habilidades de comunicação, gerenciamento de projetos, empreendedorismo corporativo e aumento da autoconfiança de seus empregados, dando destaque a estudos sobre rotina organizacional, atitudes de liderança, legislação trabalhista e técnicas de desenvolvimen- to de equipes. Em 2009, mais de 230 empregados em cargos de liderança participaram de programas de treinamento focados em gestão. Os tópicos principais incluíam planejamento, gestão de custos, análise de problemas e tomada de decisões.

Além disso, a empresa oferece vários programas educacionais

e de incentivo, incluindo programas de treinamento anuais,

cursos de línguas e bolsas para o ensino médio e superior.

A

empresa tem contratos com várias instituições educacionais

e

oferece assistência a empregados de todos os níveis. Em

2009, mais de 350 empregados receberam auxílio educacional

no Brasil, o que representa quase 9% do total de empregados.

A

mina de Gualcamayo, na Argentina, oferece cursos de verão

e

um programa de estágio em parceria com várias universida-

des, e a mina Minera Florida, no Chile, dá assistência financeira para que os empregados utilizem na educação de seus filhos, oferecendo US$ 300 por aluno.

Em 2009, a Yamana tinha cerca de 3.800 empregados diretos

e 5.500 empregados terceirizados, distribuídos entre as minas

e escritórios corporativos. A empresa realiza uma Pesquisa do Ambiente Corporativo a cada dois anos, uma importante ferramenta que permite que os empregados repassem suas opiniões à gerência quanto à percepção da empresa e áreas que precisam de melhorias. Em 2009, a missão, visão e valores da Yamana foram disseminados em todas operações para padronizar as metas e motivar os empregados.

Empregados da Yamana no Mundo 46% Brasil aproximadamente 8% Argentina 9.300 empregados 44% Chile 2%
Empregados da Yamana no Mundo
46% Brasil
aproximadamente
8% Argentina
9.300
empregados
44% Chile
2% Outras

Programas Sociais—Promovendo Serviços Comunitários

A Yamana incentiva seus empregados a se envolverem em serviços comunitários e programas de voluntários. Criamos comitês para monitorar as necessidades das comunidades próximas às nossas operações e projetar programas de relevância social.

Campanha do Agasalho

Esse programa foi criado para fornecer agasalhos e dar assistência às pessoas carentes de nossas comunidades locais durante os meses frios do inverno. Em 2009, os empregados da Yamana coletaram e doaram 5.770 peças de agasalho através da Campanha do Agasalho.

Natal Sem Fome

Uma campanha anual organizada no final de cada ano para recolher comida, roupas e brinquedos para distribuir entre famílias carentes. No ano passado, a campanha do Natal Sem Fome recolheu mais de dez toneladas de alimentos não perecíveis, dobrando a quanti- dade recolhida no ano anterior e ajudando centenas de famílias nas comunidades locais.

Atendendo às Necessidades

A empresa incentiva ainda que os seus empregados se envolvam ou criem outras iniciativas de serviços comunitários conforme a necessidade. Essas iniciativas têm cada vez mais sucesso e vêm beneficiando muitas pessoas das comunidades. A Yamana pretende continuar dobrando a quantidade de roupas, alimentos e brinquedos doados a cada ano.

Fornecedores

Incentivos ao desenvolvimento

Ao realizar negócios com fornecedores locais, a Yamana busca contribuir com o desenvolvimento econômico, social e ambiental das comunidades vizinhas às nossas operações.

A relação da Yamana com seus fornecedores é baseada na ética e na transparência. O Código de Conduta Ética da empresa estabelece diretrizes que asseguram o atendimento aos termos dos contratos entre fornecedores e a empresa, particularmente aqueles que dizem respeito às normas de saú- de, segurança e meio ambiente, bem como o desenvolvimento econômico local.

De forma a contribuir com o crescimento social e econômico das regiões onde a Yamana opera, promovemos o desenvolvi- mento econômico dos fornecedores locais. Em 2009, 91% dos fornecedores das operações brasileiras estavam localizados no Brasil, 99% dos fornecedores dos fornecedores das operações chilenas estavam localizados no Chile, e 86% dos fornecedores das operações argentinas estavam localizadas na Argentina. Dos 91% dos fornecedores brasileiros, 20% eram contratos locais dos municípios vizinhos às operações, representando uma aumento de 5% em comparação a 2008. As compras locais totalizaram 18% de todas as compras do Chile, e menos da metade de uma porcentagem de todas as compras da Argentina.

Todo ano, buscamos aumentar a participação dos fornecedores locais na cadeia de fornecimento, salvo os processos de qua- lificação de serviços específicos que exigem o atendimento a certos padrões. Nesses casos, quando o serviço será de longo

prazo mas não local, a política da empresa consiste em sugerir ao contratado que abra uma filial na cidade onde os serviços são utilizados, com o propósito de fortalecer a economia local e criar oportunidades para a força de trabalho da região. Além disso, a empresa exige que seus contratados ofereçam benefícios e políticas de segurança, saúde e meio ambiente que são compatíveis com as melhores práticas da indústria.

Desde seu início, a Yamana tem utilizado em seus contratos-

-padrão cláusulas ambientais, sociais e de saúde e segurança em conformidade com padrões internacionais de contratação

e baseadas no SYG (Sistema Yamana de Gestão). Além disso,

os contratos contêm uma cláusula específica que não permite

o uso de trabalho infantil em qualquer etapa do processo.

Essas exigências asseguram que os serviços fornecidos não só atendam aos padrões da empresa, mas também estimulem a adoção das melhores práticas em direitos humanos ao longo da cadeia de fornecimento.

É responsabilidade do gestor contratual, junto com o

Departamento de Compras, assegurar o cumprimento dessas cláusulas contratuais e, no caso de não atendimento, aplicar as penalidades que variam de uma notificação a ações corretivas, que podem resultar na suspensão do fornecedor do cadastro da Yamana. Em 2009, a empresa não registrou caso algum de não cumprimento. (GRI HR2)

não registrou caso algum de não cumprimento. (GRI HR2) Compras Locais—2009 (%) 91 Brasil 9 99
não registrou caso algum de não cumprimento. (GRI HR2) Compras Locais—2009 (%) 91 Brasil 9 99

Compras Locais—2009 (%)

91 Brasil
91
Brasil

9

99 Chile
99
Chile

1

86 Argentina
86
Argentina

14

Porcentagem de compras no paísLocais—2009 (%) 91 Brasil 9 99 Chile 1 86 Argentina 14 Porcentagem de compras fora do

Porcentagem de compras fora do país9 99 Chile 1 86 Argentina 14 Porcentagem de compras no país 46 Relatório de Sustentabilidade

Reconhecimento & Certificações

Índice Social Jantzi (JSI) No início de 2009, a Yamana foi adicionada ao Índice Social
Índice Social
Jantzi (JSI)
No início de 2009, a Yamana foi adicionada ao
Índice Social Jantzi (JSI). As empresas que são
incluídas no ranking do JSI devem ser aprovadas em
vários critérios sociais, ambientais e de governança. As
empresas que fazem parte do JSI devem atender a
uma ampla série de critérios ambientais, sociais e de
governança. A inclusão da empresa nesse índice é
um testemunho a favor dos seus programas
ambientais e de gestão da saúde e
segurança, considerados acima
da média pela JSI.
Ranking da
Revista Minérios &
Minerales
Prêmio da
Revista Minérios &
Minerales
A revista Minérios & Minerales (uma publicação
brasileira) premiou várias minas da Yamana por sua
No ranking geral da revista Minérios & Minerales
da produção de minas no Brasil, Chapada ficou com
o 15 o lugar, Jacobina no 72 o . e Fazenda Brasileiro
em 93 o . Além da produção da mina, as 200 minas
também foram avaliadas com base em outras
medidas e a Yamana foi reconhecida por suas
políticas e programas nas áreas de saúde,
segurança e meio ambiente e por seus
esforços de desenvolvimento
econômico.
produção. Chapada liderou o ranking do cobre, figurando
em primeiro lugar com a produção anual mais alta. A mina
produziu mais de 14 milhões de toneladas, quase cinco
milhões a mais que a segunda colocada. Jacobina
ficou em terceiro entre as maiores minas de ouro,
seguida por Fazenda Brasileiro no quinto lugar.
Este prêmio foi concedido em 2009
para a produção de 2008.

Certificações ISO 14001, OSHAS 18001 e CIC

Mina

ISO 14001

OHSAS 18001

Brasil

Chapada

Certificada—2009

2010

Fazenda

Certificada—2005

Certificada—2009

Brasileiro

Jacobina

Certificada—2009

2010

Argentina

Gualcamayo

2010

2011

Chile

El Peñón

Certificada—2007

2010

Minera Florida

Certificada—2007

Certificada—2007

Atendimento às Normas Internacionais

Como parte do Sistema Yamana de Gestão, todas as operações estão trabalhando para obter as certificações ISO 14001 e OHSAS 18001. Em 2009, nossas operações brasileiras, Jacobina e Chapada, receberam a certificação ISO 14001 em Gestão Ambiental, e Fazenda Brasileiro obteve a certificação OHSAS 18001 em Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional. A mina Gualcamayo, na Argentina, que iniciou suas operações em 2009, está buscando ambas as certificações até 2011. Todas as operações que utilizam cianeto de sódio devem atender aos requisitos do Código Internacional de Cianeto (CIC) e estão trabalhando para obter a certificação plena até 2011.

A Yamana também incentiva seus fornecedores a cumpri-

rem com as políticas internacionais e melhores práticas. Em 2009, nosso fornecedor principal de cianeto de sódio

e seus transportadores no Brasil passaram a ser signa-

tários do Código Internacional de Cianeto e obtiveram a certificação de seus processos de produção e transporte.

Indicadores de Desempenho GRI

Um mínimo de dez indicadores de desempenho, incluindo ao menos um indicador das categorias social, econômica e ambiental, deve ser relatado como parte dos critérios para relatórios da GRI. Seguem abaixo os indicadores de desempenho relatados pela Yamana.

Indicadores

Descrição

Desempenho

Econômico

EC1.

Valor econômico direto gerado e distribuído.

 

Página 6

EC6.

Políticas, práticas e parcela de gastos com fornecedores locais em comunidades significativas para a operação.

Página 46

EC7.

 

A

Yamana tem uma Política de Seleção e Recrutamento que

Procedimentos para contratação local e parcela da alta gerência contratada junto às comunidades locais.

estabelece todos os critérios de contratação da empresa. Todos os empregados são contratados com base na necessidade e conjunto de habilidades. O processo de contratação é gerenciado pelo departamento de Recursos Humanos em cada operação e escritório administrativo. Em 2009, a média foi de 85% para todos os cargos.

EC8.

Desenvolvimento e impacto de investimentos em infraestrutura e serviços fornecidos principalmente para benefício público, seja em transações comerciais, fornecidos em espécie ou gratuitos.

Um total de cerca de US$ 5,6 milhões foi investido em infraestrutura e serviços comunitários em 2009.

Ambiental

EN1.

Materiais utilizados por peso ou volume.

A

Yamana usou 69.163.589 kg de materiais diretos e não

renováveis, incluindo 9.336.360 kg de cianeto, 15.577.594 kg de esferas de moinho, 23.084.899 kg de cal, 20.831.806 kg de explosivos, 332.930 kg de xantato e 1.201 pneus.

EN2.

Porcentagem de materiais que são matérias-primas recicladas.

Não se utilizam materiais reciclados no processo de produção de metal primário.

EN3.

Consumo de energia direta por fonte primária de energia.

O

total de energia direta consumida pela Yamana em 2009 foi

de 4.226.280 Gigajoules (Gj), incluindo 2.124.999 Gj de diesel, 2.053.672 Gj de eletricidade e 47.608 Gj de biocombustíveis (biodiesel). A energia elétrica no Brasil vem da rede nacional, cuja produção vem principalmente de usinas hidrelétricas.

EN8.

Consumo total de água por fonte.

O

volume de água consumido pela Yamana em 2009 foi de

14.496.985 m³, incluindo 11.888.237 m³ de água de superfície

e

2.608.748 m³ de água subterrânea.

EN10.

Porcentagem e volume total de água reciclada e reutilizada.

81% da água utilizada no processo de produção é reciclada, com um volume total de 63.155.483 m³.

EN11.

Localização e tamanho das terras possuídas, arrendadas, administradas ou adjacentes a áreas protegidas e áreas com alto valor em biodiversidade fora de áreas protegidas.

A

Yamana tem duas minas adjacentes a áreas protegidas:

Jacobina, no Brasil, e Minera Florida, no Chile.

EN12.

Impacto das atividades minerárias sobre a biodiversidade em áreas protegidas.

Os possíveis riscos ou impactos ambientais advindos das operações da Yamana são minimizados com planos de ação específicos e iniciativas como controle de qualidade do ar e da água e racionalização do desmatamento. Na Yamana, as decisões comerciais e operacionais se guiam por nossa preocupação com o meio ambiente. Todos os nossos projetos têm uma ligação direta

com o meio ambiente e toda decisão comercial incorpora e avalia

o

impacto ambiental da Yamana naquela região específica.

EN16.

Total de emissões de gases diretas e indiretas, por peso.

O

total de emissões de gases de efeito estufa foi de 264.895

toneladas de CO2, das quais 174.565 toneladas estão relacionadas

emissões diretas geradas pela queima de combustíveis fósseis (diesel) e as outras 90.330 toneladas estão relacionadas a emissões indiretas de eletricidade.

a

EN17.

Outras emissões de gases de efeito estufa relevantes.

Atualmente a Yamana não calcula as emissões indiretas dos gases de efeito estufa.

EN19.

Emissões de substâncias que danificam a camada de ozônio, por peso.

A

Yamana não usa nem produz substâncias responsáveis pela

emissão de gases que danificam a camada de ozônio.

EN22.

Peso total dos resíduos por tipo e método de descarte.

A

geração de resíduos caiu 11% no ano. Em 2009, a Yamana

gerou cerca de 2.788 toneladas de resíduos perigosos que foram incinerados. Cerca de 7.969 toneladas de resíduos não perigosos foram geradas, sendo cerca de 4.441 toneladas recicladas e aproximadamente 3.527 toneladas enviadas para aterros.

Indicadores

Descrição

Desempenho

EN28.

Valor monetários de multas significativas e total de sanções não monetárias pelo não atendimento às leis e regulamentos ambientais.

Em 2009, a Yamana não recebeu nenhuma multa ou sanção não monetária por descumprimento às normas ambientais.

Social: Práticas Trabalhistas e Trabalho Decente

 

LA1.

Total da força de trabalho por tipo de emprego, contrato de trabalho e região.

A

Yamana tem cerca de 9.300 empregados, incluindo por volta de

3.800

empregados diretos e 5.500 terceirizados. Para empregos

 

por região, veja a página 44.

LA2.

Número total e taxa de rotatividade de empregados de acordo com a idade, sexo e região.

A

taxa de rotatividade voluntária da Yamana foi cerca de 2%

em 2009.

LA4.

Porcentagem de empregados abrangidos por acordos coletivos de trabalho.

Os empregados operacionais diretos da Yamana são abrangidos por acordos coletivos de trabalho. Todos os empregados têm o direito de escolher se desejam fazer parte de um sindicato.

LA6.

Porcentagem do total da força de trabalho representado em comitês formais conjuntos gerência-trabalhadores de saúde e segurança que monitoram e orientam quanto aos programas de saúde e segurança.

100% dos trabalhadores da Yamana estão representados nos comitês SSMAC. Veja mais detalhes na página 34.

LA7.

Taxas de acidentes, doenças ocupacionais, dias com afastamento

Página 37

e

absenteísmo.

LA10.

Média de horas de treinamento por ano por empregado por categoria de empregado. Horas de treinamento (incluindo todos os treinamentos profissionais, licenças de estudo com pagamento, treinamentos externos pagos total ou parcialmente pela organização e treinamento sobre temas específicos como saúde e segurança).

Em 2009, a empresa teve um total de 237.390 horas de treinamento. A média de horas de treinamento por empregados em tempo integral foi de cerca de 61%.

Social: Direitos Humanos

 

HR4.

Número total de incidentes de discriminação e ações a serem tomadas.

Não houve casos de discriminação.

HR5.

Operações identificadas nas quais o direito de livre associação e negociação coletiva pode estar em risco e ações tomadas para apoiar esses direitos.

Todos os empregados têm direito à livre associação e negociação coletiva.

Social: Sociedade

SO1.

Natureza, escopo e eficácia de programas e práticas que avaliam

Página 41

gerenciam os impactos das operações sobre as comunidades, inclusive a entrada, operação e saída.

e

SO3.

Porcentagem de empregados treinados nas políticas e procedimentos anticorrupção da empresa.

Todos os empregados da Yamana devem ler e assinar o Código de Conduta e Ética da empresa, que pode ser encontrado na página 17.

SO6.

Valor total de contribuições financeiras para partidos políticos, políticos e/ou instituições relacionadas por país.

A

Yamana não faz doações a partidos políticos.

Suplemento do Setor de Mineração e Metais da GRI

 

MM6.

Gestão de resíduos e rochas.

O

monitoramento da qualidade da água de superfície e subterrânea

e

da estabilidade desses depósitos é realizado periodicamente

para garantir a integridade física, química e biológica das áreas de depósito e entornos. A gestão efetiva disso é conduzida por

consultoria independente, que estabelece sistemas padronizados em cada operação, monitora as diretrizes e aborda o não cumprimento pelas operações dos requisitos para pilhas de rocha e barragens de resíduos. Esse processo começou em outubro de 2008 e foi padronizado para todas as barragens de resíduos da Yamana em

 

2009.

Em 2010, a Yamana implantará um sistema de gestão para

supervisionar a operação dos depósitos de rochas e prepará-los para

o

descomissionamento após a vida útil da mina e, assim, minimizar

os custos e possíveis impactos ambientais negativos ou acidentes após o descomissionamento.

MM10.

Número ou porcentagem de planos de descomissionamento.

Página 2

Sumário de Divulgação dos Relatórios GRI

Indicadores

Descrição

Página

Estratégia e Análise

1.1.

Declaração do principal tomador de decisão da organização.

4

Perfil da Empresa

2.1.

Nome da organização.

3

2.2.

Principais marcas, produtos e/ou serviços.

3

2.3.

Estrutura operacional da organização.

3

2.4.

Localização das sedes das organizações.

51

2.5.

Países das operações.

2

2.6.

Natureza da Jurídica e Acionária.

3

2.7.

Mercados atendidos.

3

2.8.

Escala das organizações.

2

2.9.

Mudanças significativas durante o período relatado quanto a tamanho, estrutura ou titularidade.

3

2.10.

Prêmios recebidos durante o período relatado.

47

Parâmetros dos Relatórios