Вы находитесь на странице: 1из 5

ESPONDILOARTROPATIAS SORO NEGATIVAS

Reumatismo é um termo leigo, que quer dizer apenas que se tem uma doença
reumatologica. Mas ql é essa doença? Artrite reumatóide, lúpus, espondilite, gota,
fibromialgia? Ql doença tm q descobrir.
Fala-se que reumatismo é uma doença no sangue pq a maioria das doenças
reumatologicas é descoberta por critérios laboratoriais associados a clinica.

Espondiloartropatias Soronegativas
Espodilo = acometimento de coluna
Artropatias= acometimento das articulações
Doenças que tm acometimento das articulações vertebrais, e fala soronegativas por uma
característica que o fator reumatóide é negativo.

As espondiloartropatias soronegativas são doenças inflamatórias crônicas.

Tm q se diferencias as doenças reumatologicas de inflamatórias e degenerativas


Artrite Reumatóide = inflamatória
Osteoartrose= degenerativa
Doença inflamatória a dor piora ao repouso, e melhora parcialmente qndo faz o
movimento. Na degenerativa quando esta em repouso melhora, quando faz movimentos
piora os sintomas. Rigidez pela manha ocorre mais freqüentemente nas doenças
inflamatórias, acorda de manha vai escovar os dentes e tm muita dificuldade, só q
depois q escova, depois de um certo tempo o individuo fica melhor, pq qndo ele faz o
movimento a doença inflamatória melhora. Diferente das degenerativas.

Quando falar desse grupo pense em uma etiologia auto-imune ninguém sabe exatamente
qual etiologia, pq existe auto-anticorpos.
Quando falar de espondiloartropatias soronegativas tenho que imaginar 4 doenças:
- Espondilite Anquilosante (principal e mais comum espondiloartropatias
soronegativas)
- Artrite Psoriatica
- Sindrome de Raiter
- Artrites Enteropaticas
Características encontradas em comum nas 4 doenças, não necessariamente são
obrigatórias.
- Auto-anticorpos (indivíduo ataca seu próprio corpo e ninguém se sabe o pq)
- Acometimento da sacroiliaca (as 4 doenças tm acometimento da sacroiliaca, mas pode
ter acometimento de qualquer articulação, porém existe um comprometimento axial que
começa na sacroiliaca que normalmente sobe pra região das vértebras)
- Entesopatia= é o acometimento da entese (local de inserção dos ligamentos e tendões
nos ossos)
- Normalmente pega articulações periféricas: joelho, cotovelo, tornozelo.
- Fator reumatóide negativo (muito difícil ter fator reumatóide positivo, mas pode ter )
- Antígeno Leucocitário Humano, Se suspeitar de uma espondiloartropatias
soronegativa é obrigado a pesquisar o HLB27(antígeno leucocitário humano- antígeno
que fica nos leucócitos)
- Manifestações extra articulares
- História Familiar: se alguém tm na família maior a chance de tr em outras pessoas.
Estas características são comuns para as 4 doenças que falaremos hoje, lembrando que
não é obrigatório, não é fidedigno, não é patognomonico, mas as 4 doenças em sua
maioria contem essas 8 características comuns entre elas.

Local do acometimento mais comum dessa doença é a sacroiliaca.

ESPONDILITE AQUILOSANTE

Quando falar em espondiloartropatias soronegativas tem que ter na mente a primeira e


a mais comum. Espondilite Aquilosante é muito mais comum que as outras, e o que
chama muito atenção é mais prevalentes em homens.
A reumatologia é um grupo de doenças mais comuns nas mulheres. Porém algumas
doenças prevalecem mais em homens ex.: Gota, Espondiloartropatias soronegativas.
O mais interessante é que são homens jovens.
A característica é muito clássica, é uma dor na região lombar próximo da sacroiliaca,
que começa lentamente, que parece dor muscular, que piora qndo tm um exercício
extenuante ou fica muito em repouso, que melhora com qualquer tipo de analgésico,
antiinflamatório, tendo um alivio parcial, se assemelhando muito a uma dor
osteomuscular, porem ela começa sempre na região sacroiliaca, e ela é ascendente, a dor
sobe acometendo as vértebras. E o indivíduo piora com o tempo.
Pessoas curvadas tm a coluna em bambu da Espondilite Aquilosante. Tem
acometimento inicial da sacroiliaca e continua na região lombar, pra região torácica, pra
região cervical, e o individuo vai cada vez mais se curvando e assim por diante.
Fisiopatogênia: Já se sabe q o inicio é idiopático. O que se sabe é que existe um
processo inflamatório que acomete duas grandes partes,

Na artrite reumatóide acontece a Sinovite= inflamações das membranas sinoviais, por


isso q a AR acontece em algumas articulações por ex. interfalangianas proximal,
metacarpo, punhos, cotovelos, ombros. Mas não acomete articulações que não tenham a
membrana sinovial, não tm como acontecer artrite reumatóide se não tiver membrana
sinovial.

Na espondilite anquilosante a sinovite ate acontece, muito pouco praticamente nada. O


que acontece é entesite = processo inflamatório na entese. (entese=inserção do
ligamento ou do tendão no osso) é aonde tudo começa, e pq começa não se sabe. A
partir do inicio esse processo não para mais, ele começa a causar uma erosão do osso da
região do sacroiliaca, esta erosão do osso começa a fazer uma neoformação óssea uma
produção aumentada de osso, conseqüentemente essa neoformação é chamada de
sindesmocitos, e estes sindesmocitos começam a calcificar a coluna uma calcificação
ascendente. Com o tempo vai levar a coluna em bambu, a coluna fica unicamente em
bambu, vai ter osso em toda a coluna, diminuído muuito a mobilidade, fazendo um
arqueamento.
Associado a manifestação da coluna pode ter tbm manifestação periférica, tendo um
menor acometimento no ombro, joelho e quadril sendo este um processo de sinovite.
Mas lembre da entesite como inicio da espondilite anquilosante.

Quase todo mundo que tem espondilite anquilosante tm HLAB27 positivo. Não se sabe
aonde ele atua na fisiopatogenia. O que se sabe é q o processo começa com uma
entesite, podendo ter uma sinovite. Mas a grande característica é a entesite fazendo a
produção de sindesmocitos e arqueando uma coluna tirando a sua mobilidade, deixando
o individua cada vez mais limitado. Lembrando que acontece em homens jovens.

RX no slide mostra calcificação unindo as vértebras.


Pode ter acometimento da região torácica sem ter da lombar? Não, nunca vi ninguém
saltar uma parte, ou seja: sacroiliaca, lombar, torácica, cervical. É um processo
ascendente.

QC: Homem jovem, sacroileite bilateral (RX é tão fidedigno qnto a tomografia para ver
sacroileite), dor, limitação, melhora com uso de analgésicos, piora com esforço
extenuante, parece uma dor muscular. Aos poucos adquire uma coluna em bambu, uma
posição de esquiador.
Pode ter acometimento de quadril e ombro por sinovite mais freqüentemente, podendo
ter em qualquer articulação com a presença de membrana sinovial.

Falar em reumatologia é falar de todo o corpo, não há uma doença reumatologica que
pegue apenas uma parte, apesar de pegar uma região mais comum.
O quadro clinico extra articular: principalmente uveite (corpo ciliar, Iris e coróide)
agente vê uma hiperemia ocular. Síndrome da cauda eqüina- tm uma compressão da
região terminal da minha medula, individuo vem com uma parestesia principalmente de
membros inferiores. Fasceite plantar- pessoa que sempre tm dor na região plantar do pé.
Fibrose pulmonar- toda colagenose, quase toda doença reumatologica pode levar a
fibrose pulmonar, a pior é a esclerodermia geralmente o individuo morre de fibrose
pulmonar. Almidarona pode levar a fibrose pulmonar.

Teste occipto-parede= individuo com espondilite anquilosante avançada jamais


consegue encostar a região occipital na parede.
Teste de Shober =delimito uma marca na região lombar ex:10cm, na flexão da região
lombar esses 10cm aumenta, normalmente 4 a 5 cm chegando ate a 14cm. O individuo
com espondilite anquilosante jamais vai ter esse aumento ele pode aumentar 1 a 2 cm,
sendo que o teste de shober é negativo

Homem jovem com dor na sacroiliaca, muita limitação lombar, lembrar da coluna em
bambu que é um quadro mais avançado.

Diagnóstico= VHS e PCR são provas inflamatórias que são eficientes para controle da
doença.
HLAB27 quase sempre positivo.
Fator Reumatismo estará negativo.
RX irá mostrar sacroileite, pode encontrar sindesmocitos que fazem a ossificação dos
ligamentos.

Critério de Calin (precisa ter todos) Não é muito usado


Lombalgia insidiosa
Lombalgia crônica – por mais de 3 meses, melhora com a movimentação parcial
Idade menor q 40 anos
Rigidez articular matinal
ARTRITE PSORIATICA

Psoríase: lesões escamosas, geralmente em regiões extensoras.

Artralgia =dor
Artrite -= inflamação
Não pode ter artrite sem artralgia, mas pode ter artralgia sem artrite.
É uma doença auto imune, não se sabe a causa, tm HLAB27, fator reumatóide negativo,
tm sacroileite, tm acometimento periférico, tm entesite. (lembrar das 8 características
em comum).
Ela é menos comum porem não é incomum. Nem sempre é fácil fazer o diagnóstico,
90% vai ter a lesão de pele assim fica fácil fazer o diagnóstico, tm uma lesão de psoríase
e associado uma dor articular. O problema é que 10% das vezes não tm lesão de pele, a
grande vantagem é q a lesão de pele vai aparecer. Não se fecha o diagnostico na
primeira consulta, mas o seguimento vai dar ql doença reumatologica o indivíduo tm.
Podem ter 6 formas clínicas:
-Espondilite Anquilosante, 5% a artrite psoriatica pode simular igual a espondilite
anquilosante, começa na sacroiliaca. Porém tm q ter lesão de pele.
-Reumatoide saimile muitas vezes semelhante a uma artrite reumatóide, porém nem
sempre é simétrica.
-oligoarticular assimétrica quase 70%dos casos, tm acometimento de 4 articulação ou
menos e assimétrica. Dá o dedo em salsicha.
-distalb= acometimento primário de interfalangiana distal acontece em apenas duas
doenças a osteoartrose e artrite psoriatica.
-multilante = acaba com as articulações rapidamente, muito graves, destruição da
arquitetura principalmente das mãos. Menos freqüente 5% dos casos.
Dedo em telescópio (pega o dedo e consegue e tirar, consegue mover a pele do dedo)
característico de artrite psoriatica.

Diagnostico é clinico, lesão de pele com acometimento da articulação pensar em artrite


psoriatica, devo pedir HLA e Fator Reumatóide.

SINDROME DE RAITER

Mais comum em homens jovens, chamada tbm de artrite reativa. Tm inflamação de uma
articulação geralmente joelho e tornozelo, mas não tm um agente causante na
articulação. Normalmente tm uma infecção a distancia e o problema vai me da em uma
articulação longe da onde ta a infecção, por isso é chamada de artrite reativa. A artrite
vem em decorrência de uma infecção que não esta na articulação, esta em outro local. O
individuo tm uma infecção, principalmente infecção intestinal ou genital. Genital é
basicamente clamídia, Infecções intestinais acreditam-se que sejam por alguns agentes
em especial esses quatro: campylobacter, salmonella, shigella e ercinia. Especialmente
campylobacter. O individuo chega contando doutor eu comecei com uma dor na minha
articulação no meu joelho, tornozelo que são as mais comuns, só q ha 15 dias atrás eu
tive uma infecção de intestino, eu tive diarréia, eu tive uma uretrite. Normalmente ele
não se apresenta mais com a infecção.
QC: paciente chega contanto q há 15 dias ele teve uma infecção de intestino, e o grande
achado é a tríade da síndrome de Raiter: 1- artrite (joelho, tornozelo) 2-conjuntivite 3-
Uretrite. O individuo primeiro tm artrite, geralmente depois ele tm uma conjuntivite,
geralmente depois uma uretrite. Não se sabe pq q isso acontece, mas a tríade faz parte
sempre. Nem sempre a conjuntivite e a uretrite são notadas, se o medico não observar
bem o paciente não vai contar.
Pode ter acometimento da sacroiliaca, ela é oligoarticular (pega poucas articulações)
assimétrica.
Conjuntivite e uretrite são discretas auto limitadas e tm sempre q pesquisar.
Associada a tríade primaria tm a tríade secundaria esta secundaria não é obrigatória, ela
pode ou não aparecer 1- Uveite, 2- Ulceras orais, 3- Balanite (infecção da região
prepucial da glande).

ARTRITES ENTEROPATICAS

Doença de crohn e retocolite tm como principal manifestação extra-trato gastrointestinal


manifestações articulares. Tm um processo inflamatório intestinal, principalmente as
doenças inflamatórias intestinais, e o individuo começa a se queixar de dores articulares,
isso é uma atrite enteropatica, pode vir na retocolite, na doença de crohn. Geralmente
tratando a doença intestinal melhora os sintomas articulares.
As dores articulares podem ser de um acometimento periférico ou axial (coluna),
Perifericamente é mais comum joelhos e tornozelos assim como a síndrome de Raiter.
A artrite é migratória, pegou joelho depois pega tornozelo, depois vai para o ombro. Ela
não fica em um local. Primeiro ela acomete o ombro, depois ele desaparece do ombro e
vai para o joelho. Não é aditiva. Tratando a doença intestinal melhora-se a doença
articular.

TRATAMENTO

Tratamento pode ser medicamentoso, fisioterapia, cirúrgico.


Fisioterapia anda associado à reumatologia, usa-se associado.

Medicamentoso: drogas de ação rápida= antiinflamatórios, analgésicos, relaxante


muscular ou corticóides.
Ação lente = imunossupressores (o controle dos auto-anticorpos farão o controle da
doença)
Artrite psoriatica e Espondilite anquilosante pode-se usar Metrotexate, Sulfasalazina.
Síndrome de Raiter pode usar Metrotexate, atibiotico é contestado, não se usa (não se
tm mais a infecção)
Espondilite anquilosante não tm cura, mas tm controle. Indivíduo vive normalmente.

Cirúrgico: Próteses, artroplastias, ostetomias corretivas.


Artrodese utiliza-se qndo o individuo tm muuuita dor, faz uma cirurgia que vc tira a
articulação do punho, como se ligasse os ossos,Vantagem = acaba com a dor,
desvantagem = perde a movimentação do local.