Вы находитесь на странице: 1из 3

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO VALE DO JEQUITINHONHA

ALTERAÇÃO DE ESTATUTO

O Conselho Curador da Fundação Educacional do Vale do Jequitinhonha, no uso de suas


atribuições e em atendimento às Leis 6270, de 19 de dezembro de 1973 e 9394, de 20 de
dezembro de 1996, e ao Decreto Federal 2306, de 19 de agosto de 1997, resolve alterar o
Estatuto a que se refere o Decreto nº 9315, de 07 de janeiro de 1966, nos artigos abaixo
citados, que passam a vigorar com a seguinte redação:

Art. 1º - A Fundação Educacional do Vale do Jequitinhonha, entidade jurídica de direito


privado, terá sede e foro na cidade de Diamantina, Estado de Minas Gerais, e se regerá pelo
presente Estatuto.

Art. 7º - No caso de extinguir-se a Fundação, seu patrimônio reverterá, a critério da


Assembléia Geral, a outra Instituição congênere ou ao Estado de Minas Gerais.

Art. 9º - São rendimentos extraordinários da Fundação:

I – as contribuições feitas, a título de taxa de matrícula e anuidade, pelos que regularmente se


inscreverem nos cursos das Instituições de Ensino por ela mantidas;

II – as subvenções do poder público;

III – as demais doações feitas por entidades públicas e pessoas de direito privado;

IV – os valores eventualmente recebidos;

V – a remuneração proveniente de serviços prestados.

Parágrafo Único – Pelo menos sessenta por cento da receita das mensalidades escolares
provenientes das instituições mantidas, serão destinadas para as despesas com pessoal docente
e técnico administrativo, incluídos os encargos sociais e deduzidas as reduções, os descontos
ou bolsas de estudo concedidas.
Art. 12º - Os membros da Assembléia Geral, do Conselho Curador e do Conselho Fiscal
exercerão gratuitamente o mandato, não lhes sendo concedidas vantagens ou benefícios, por
qualquer forma ou título.

Art. 24º - O Conselho terá as funções de órgão curador, na forma da legislação pertinente, a
ele competindo:

I – eleger o seu Presidente e Vice-Presidente;

II – elaborar o Regulamento previsto no art. 10 da Lei 4.059, de 31 de dezembro de 1965;

III – aprovar os planos de trabalho e as propostas orçamentárias e acompanhar-lhes a


execução;

IV – aprovar os planos de seleção de bolsistas;

V – autorizar a abertura de créditos adicionais;

VI – fixar a remuneração do Diretor Executivo e dos Diretores de Escolas, Faculdades,


Institutos e Departamentos;

VII – aprovar o quadro e fixar a remuneração do Pessoal docente, técnico e administrativo;

VIII – deliberar sobre a guarda, aplicação e movimentação dos bens da Fundação;

IX – decidir sobre a instalação de novos institutos ou cursos e a criação ou encampação de


outros estabelecimentos;

X – fixar as taxas de matrícula e anuidade a serem cobradas dos alunos, observada a


legislação pertinente;

XI – encaminhar ao Conselho Fiscal o balanço e o relatório anuais, acompanhados de parecer


subscrito por todos os membros, com expressa consignação dos votos respectivos;
XII – decidir sobre a aceitação de doações e sobre a alienação de imóveis;

XIII – publicar, em cada exercício social, demonstrações financeiras certificadas por auditores
independentes, com parecer do Conselho Fiscal;

XIV – manter escrituração completa e regular de todos os livros fiscais, na forma da


legislação pertinente, bem como de quaisquer outros atos ou operações que venham a
modificar a situação patrimonial da Fundação, em livros revestidos de formalidades que
assegurem a respectiva exatidão;

XV – conservar em boa ordem, pelo prazo de cinco anos, contados da data de emissão, os
documentos que comprovem a origem das receitas e efetivação das despesas da Fundação,
bem como a realização de quaisquer outros atos ou operações que venham a modificar sua
situação patrimonial;

XVI – submeter-se, a qualquer tempo, a Auditoria pelo Poder Público;

XVII – exercer as demais atribuições decorrentes de outros dispositivos deste Estatuto e as


que lhe venham a ser legalmente conferidas.

Art. 30º - O Conselho Fiscal compõe-se de 05 (cinco) membros efetivos sendo:

 03 (três) membros escolhidos pela Assembléia Geral, dentre os componentes desta ou


não.
 01 (um) representante do corpo docente das unidades mantidas, eleito pelos seus
pares.
 01 (um) representante do corpo discente eleito pelos seus pares.

§1º - Cada membro do Conselho Fiscal terá mandato de 1 (um) ano, permitida a recondução.

§2º - O Conselho Fiscal se reunirá, em caráter ordinário, no início de cada semestre letivo.