Вы находитесь на странице: 1из 6

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA

SECRETARIA MUNICIPAL DO URBANISMO

O presente “check list” foi elaborado por um grupo de profissionais


especialistas em suas áreas de atuação, representando a COSEDI, o
CREA-PR, o CEFETPR, o Corpo de Bombeiros e o IBAPEPR, como um
guia aos profissionais encarregados de efetuar vistorias no SDPA dos
edifícios. Também tem o intuito de auxiliar o Síndico dos Condomínios no
desempenho de suas funções e na avaliação de serviços contratados.
A Anotação de Responsabilidade Técnica - A.R.T. do profissional
Responsável Técnico pela vistoria é a garantia de que ele está habilitado
para realizar o serviço e pode ser responsabilizado civil e criminalmente
pela sua atuação.
Todo serviço de vistoria, para ter validade junto aos órgãos públicos deve
estar acompanhada da ART emitida pelo profissional que efetivamente
executou a vistoria.
Não se admite a delegação da vistoria a terceiros por mais qualificados
que sejam.
Eventuais faltas éticas quanto ao exercício profissional, serão
encaminhadas a apreciação do CREA-PR.
Caso haja necessidade para melhor detalhar a vistoria, poderão ser
anexados fotos e outros documentos.

SISTEMA DE PROTEÇÃO CONTRA


DESCARGAS ATMOSFÉRICAS - SPDA
Proprietário / administrador:
______________________________________________________________

Responsável Técnico: __________________________________________

Documento: CREA_PR _________________________________RG ____________

Data: __________de ___________________________de 200....

COSEDI
COMISSÃO DE SEGURANÇA DE EDIFICAÇÕES E IMÓVEIS
Avenida João Gualberto, 623 –5º andar torre B – Alto da Glória – CEP 80030-000
Fone/fax 041 3350 8871
www.curitiba.pr.gov.br/COSEDI e-mail cosed@smu.curitiba.pr.gov.br
1
INSPEÇÃO DO SPDA
Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas

IDENTIFICAÇÃO DA EDIFICAÇÃO:
• NOME _____________________________________________________________

• RAZÃO SOCIAL,_____________________________________________________

• ENDEREÇO COMPLETO ______________________________________________

• CNPJ,______________________________________________________________

• INSCRIÇÃO IMOBILIÁRIA / IF___________________________________________

• REGISTRO DE IMÓVEIS_______________________________________________

IDENTIFICAÇÃO DO RESPONSÁVEL:
• NOME _____________________________________________________________

• RG ________________/ CPF ___________________________________________

• DATA DA VIGÊNCIA DO MANDATO _____________________________________

• NO CASO DE ADMINISTRADORA _______________________________________

Verificação da documentação obrigatória por lei e norma:

• Relatório da necessidade de uso do SPDA na edificação em questão, contendo


memória de cálculo e a devida seleção de nível de proteção;

NÍVEL DE PROTEÇÃO REQUERIDA PELA EDIFICAÇÃO __________________________

• Desenho em escala (projeto) contendo todos os componentes do SPDA, inclusive


eletrodos de aterramento – quando o SPDA for estrutural, também deve ter
projeto;(o projeto deve permanecer com o proprietário da edificação a disposição
dos órgãos públicos.)

O CONDOMÍNIO POSSUI O PROJETO DO SPDA


sim(___) não (___)

2
• Laudo de medição da resistência do subsistema de aterramento com validade de
um ano feita com aparelho aferido por órgão competente, devendo estar expresso
no laudo de medição estes dados – não é aceito o uso de multímetro;

DATA DO ÚLTIMO LAUDO DE MEDIÇÃO____________/_______/______

OBS.: Caso seja apresentado um laudo verificar a ART correspondente


devidamente recolhida. Esse laudo deve conter no mínimo:

O LAUDO CONTÉM:

• Dados sobre os subsistemas do SPDA, Subsistema de aterramento,


Subsistema de Descidas e Subsistema de Captação?
sim(__) não (__)
• Medição Ôhmica?
sim(__) não (__)
• Conclusão do laudo indicando se o SPDA está instalado conforme
as prescrições da NBR 5419:2005 da ABNT?
sim(__) não (__)
• Assinatura da empresa devidamente registrada no CREA-PR ou
Profissional habilitado devidamente registrado no CREA-PR?
sim(__) não (__)

• Comprovação física dos dados apresentados (desenhos, fotografias, etc.)

ANEXOS?
sim(__) não (__)

a) Coleta de dados técnicos para embasamento e comparação dos dados


apresentados na documentação técnica:

• CAPTOR: Verificar primeiramente a existência de anéis auxiliares de captação na


caixa d’água e cobertura. O anel auxiliar é um condutor disposto ao longo de todo o
perímetro superior da edificação, a até 50cm da beira. Os rufos da edificação, se
devidamente interligados com o SPDA e visivelmente aterrados propositalmente
junto a ele podem ser usados como anel auxiliar;

EXISTE ANEL DE CAPTAÇÃO NO PERÍMETRO DA CAIXA D´ÁGUA?


sim(__) não (__)
EXISTE ANEL DE CAPTAÇÃO NO PERÍMETRO DA COBERTURA?
sim(__) não (__)

• Dividir a área de captação em módulos de aproximadamente 20mX10m (para nível


III – condomínios residenciais), cada módulo deste deve ser protegido por uma anel
de condutor em torno dele, ou um mastro franklin para cada um destes módulos,
com altura media de 3 a 6m;

O TOPO DO EDIFÍCIO ESTÁ COBERTO POR CABOS FORMANDO MALHA COM MÓDULOS DE
20mx10m?
sim(__) não (__)
HÁ UM MASTRO FRANKLIN PARA CADA MÓDULO DE 20m X 10m?
sim(__) não (__)
CADA MASTRO FRANKLIN POSSUI ENTRE 3m E 6m DE ALTURA?
sim(__) não (__)

3
• DESCIDAS: Para nível III de proteção (condomínios residenciais), devemos ter no
mínimo uma descida para cada 20m de perímetro.
Ex.: Se uma edificação tem 100m de perímetro, deverá ter 5 descidas distribuídas o
mais uniformemente possível, na impossibilidade de distribuí-las desta forma, não
podem ficar próximas umas das outras menos de 2m;

HÁ CABOS DE DESCIDA A CADA 20m DE PERÍMETRO?


sim(__) não (__)

• Todas as tubulações metálicas e estruturas metálicas, inclusive de gás que


distem menos de 2m do condutor de descida, devem ser interligados a ele;

AS TUBULAÇÕES METÁLICAS DISPOSTAS COM DISTANCIA MENOR QUE 2m DOS CABOS DE


DESCIDA ESTÃO CONECTADAS AOS CABOS?
sim(__) não (__)

• ATERRAMENTO: Devemos ter no mínimo um eletrodo para cada descida


construída. Estes eletrodos devem estar interligados entre si para seu equilíbrio de
potencial elétrico. Na impossibilidade de serem interligados no solo, podem ser
interligados a até 4m do nível do solo. Utiliza-se cabo de cobre de 50mm para essa
interligação;

HÁ UM ELETRODO PARA CADA CABO DE DESCIDA?


sim(__) não (__)
OS ELETRODOS ESTÃO INTERLIGADOS ENTRE SI?
sim(__) não (__)
OS ELETRODOS ESTÃO NO SOLO?
sim(__) não (__)

EQUALIZAÇÃO:

• DESCIDAS: Se o edifício tiver mais de 20m de altura, deverá ter anel(is) de


equalização das descidas, ou seja, a interligação destas descidas como no
subsistema de aterramento, envolvendo toda a edificação. Caso o prédio tenha 40m
de altura, deverá ter 2 anéis, e assim por diante, a cada 20m de altura. Todos os
tipos de sistema, Franklin, ou Faraday, devem ter equalização das descidas;

O EDIFÍCIO TEM MAIS DE 20m DE ALTURA?


sim(__) não (__)
POSSUI ANEL(is) DE EQUALIZAÇÃO ENVOLVENDO A EDIFICAÇÃO?
sim(__) não (__)

• ESTRUTURAS METÁLICAS: Toda e qualquer superfície ou estrutura metálica ao


nível dos captores deve ser interligada ao ponto mais próximo no SPDA, bem como
estruturas com essas características próximas a menos de 2m de componentes do
SPDA;

OS RUFOS ESTÃO INTERLIGADOS AO CABO?


sim(__) não (__)
AS ANTENAS DE TV ESTÃO INTERLIGADAS AO CABO?
sim(__) não (__)
OUTROS OBJETOS DE METAL EXISTENTES SOBRE A COBERTURA ESTÃO INTERLIGADOS AO
CABO?
sim(__) não (__)
COBERTURA METÁLICA?
sim(__) não (__)
ESTÁ INTERLIGADA AOS CABOS?
sim(__) não (__)

4
• Botijões de gás devem ser equalizados ao SPDA; ex.: geralmente estes botijões se
encontram em “casinhas de gás”, eles devem ser interligados entre si e ao SPDA
por meio de cabo de cobre nu ao ponto mais próximo do subsistema de
aterramento, geralmente recomenda-se que seja disposta uma malha de cabo de
cobre nu exposta, onde os botijões são acomodados sobre ela;

A CENTRAL DE GAS ESTÁ COBERTA PELO SPDA?


sim(__) não (__)
OS BOTIJÕES DE GÁS ESTÃO INTERLIGADOS ENTRE SI?
sim(__) não (__)
OS BOTIJÕES DE GÁS ESTÃO INTERLIGADOS AO SPDA?
sim(__) não (__)

SPDA ESTRUTURAL
• Caso o SPDA seja estrutural, ou o vistoriador tenha essa suspeita, deve ser
imediatamente solicitado um laudo de medição da continuidade das
armaduras da edificação feita com um micro-ohmímetro.
• Esse laudo deverá conter todas as medições de cada pilar estrutural usado
como descida, bem como a medição cruzada entre eles. a medição de cada
pilar obrigatoriamente deve apresentar resistência igual ou menor a 1 ohm;
O SPDA É ESTRUTURAL?
sim(__) não (__)
EXISTE LAUDO DE MEDIÇÃO DA CONTINUIDADE DAS ARMADURAS DA EDIFICAÇÃO?
sim(__) não (__)
FORAM FEITAS MEDIÇÕES EM CADA PILAR?
sim(__) não (__)
FORAM FEITAS MEDIÇÕES CRUZADAS ENTRE ELES?
sim(__) não (__)
APRESENTARAM RESISTÊNCIA IGUAL OU MENOR A 1 ohm?
sim(__) não (__)

• Se na edificação for identificado somente o subsistema captor, e nenhuma


descida nem caixa de aterramento possivelmente o SPDA é estrutural;

• O SPDA ESTRUTURAL NÃO EXCLUI A OBRIGATORIEDADE DE PROJETO;

EXISTE PROJETO DO SPDA ESTRUTURAL?


sim(__) não (__)

DPS – DISPOSITIVO DE PROTEÇÃO CONTRA SURTOS


• Apesar da proteção interna contra descargas atmosféricas não ser
obrigatória por lei, é recomendado por norma em equipamentos
eletromecânicos e eletro-eletrônicos.

• A NBR 5419:2004 preconiza em seu texto o uso de DPS – dispositivo de


proteção contra surtos essencialmente nos QD’S dos elevadores e no
QDG das edificações;
EXISTE DPS NO QUADRO DO ELEVADOR?
sim(__) não (__)

EXISTE DPS NO QUADRO GERAL DE ENERGIA DO EDIFICIO?


sim(__) não (__)

5
CAPTOR RADIOATIVO E IONIZANTE
• No caso do captor ser radioativo (em forma de disco) ou ionizante não
radioativo (neste caso estará ligado à tomada), estes são proibidos e devem
ser imediatamente substituídos.
• O material radioativo remanescente deve ser enviado para um depósito de
rejeitos radioativos do (CNEN ou IPEN).
• Após ser notificado para substituição, deve se dar um prazo para apresentar
a documentação que prova que o material radioativo foi devidamente
recolhido:
o CÓPIA DA DECLARAÇÃO DO EXPEDITOR FORNECIDA PELA CNEN;
o CÓPIA DA NOTA FISCAL DE TRANSPORTE DO MATERIAL RADIOATIVO (NÃO
TEMOS DEPÓSITO EM CURITIBA);
o CÓPIA DA ART DE REMOÇÃO DEVIDAMENTE RECOLHIDA.

O CAPTOR EXISTENTE É DO TIPO RADIOATIVO?


sim(__) não (__)
O CAPTOR EXISTENTE É DO TIPO IONIZANTE?
sim(__) não (__)

Nos casos em que for constatado captor proibido, o proprietário da edificação


será notificado para retirá-lo e apresentar à COSEDI os três documentos de
encaminhamento do material ao CNEN.
Lembre-se:

Os administradores e/ou síndicos das edificações são responsáveis civil e


criminalmente por seus atos, incluindo a negligência na proteção dos moradores e/ou
condôminos;

SPDA – NORMAS E LEIS

Em caso de dúvidas consultar as seguintes normas e leis:

- NBR 5419:2005 – Proteção de estruturas contra descargas atmosféricas;

- NBR 5419:2004 – Instalações Elétricas de Baixa Tensão

- Lei Federal 11.337/2006 – Uso Obrigatório de Sistema de aterramento e


tomadas terra nas edificações;

- Lei Municipal 11.095/2004 – Código de Posturas do Município de Curitiba –


Torna obrigatório o uso de SPDA normalizado pela NBR 5419:2005 em todas
as edificações comerciais, e as residenciais acima de 400m2;

- NR-10 – Ministério do Trabalho – Toda edificação que abrigue um funcionário


registrado, deve possuir sistemas elétricos compatíveis com as normas técnicas
vigentes, incluindo aí os sistemas de proteção SPDA.