Вы находитесь на странице: 1из 33

CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Coordenador Cursos de Qualificação em TC e RM – Faculdade Novo Rumo


Aplication em TC e RM – Siemens Medical Brasil
Consultor em Qualidade – SIAS
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

1. TR – Tempo de Repetição
2. TE – Tempo de Eco
3. TI – Tempo de Inversão
4. Slices, Slabs, Gap
5. Matriz
6. Banda RF
7. Fator Turbo
8. Banda Saturação
9. WE
10. DIXON
11. Links
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

O tempo de repetição (TR)

É o tempo que vai da aplicação de um pulso de RF à aplicação do pulso de


RF seguinte.

O TR é medido em milisegundos
(Ms) e determina, ainda, o grau de
relaxamento que pode ocorrer
entre o término de um pulso de RF
e a aplicação do pulso seguinte. O
tempo de eco (TE) é o tempo que
vai da aplicação do pulso de RF
ao pico máximo do sinal induzido
na bobina receptora.
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Tempo de Eco (TE)


O TE é também medido em milisegundos. O TE corresponde ao grau de declínio da
magnetização transversa que pode ocorrer antes de ler-se o sinal

Portanto, o TR determina o grau de


relaxamento T1 e o TE o grau de
relaxamento T2.
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Tempo de Inversão (TI)

Determina a saturação de sinal escolhido através da seleção do espectro do pulso


indicado. A aquisição se inicia com o envio de pulso de RF com 180 graus,
invertendo o sinal escolhido. Normalmente utiliza-se tempos de inversão com
variação entre 100 e 200 ms (inversão do sinal da gordura) e 1800 a 2400 ms
(inversão do sinal da agua).
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Tempo de Inversão (TI)

Utiliza-se os termos STIR – Short Time


Inversion Recover ou técnica de
inversão e Recuperação com tempo
curto, para sequencias com inversão do
sinal da gordura.
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Tempo de Inversão (TI)

Utiliza-se os termos FLAIR – Fluid


Atenuation Inversion Recover ou técnica
de inversão e Recuperação do sinal do
líquido, para sequencias com inversão do
sinal da agua.
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Slices
Representam o número de cortes adquiridos pelo sistema. Normalmente para
sequencias de pulso baseadas no modo 2D apresentam quantidade entre 5e 50
cortes.
A disponibilidade depende do TR e
o aumento do número de cortes
consiste normalmente em aumento
do tempo de aquisição.
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Slabs
São agrupamentos de cortes. São encontrados em sequencias com modo de
aquisição 3D. Constituem grupos que variam de 10 a 50 cortes com a possibilidade
de associação de mais que um slab.
Esta associação aumenta a RSR e
o tempo de aquisição, se usar
Slabs com elevado número de
cortes.
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Slice Thickness ou espessura de corte representa a fatia da imagem adquirida.


Normalmente utilizamos valores entre 0.5 e 5mm para sequencias com modo de
aquisição 3D e espessuras entre 2 e 10mm para sequencias como modo de
aquisição 2D
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Gap ou intervalo entre cortes representa a distancia entre dois cortes ou o espaço
que não e adquirido na sequencia de pulso.
Normalmente utiliza-se o valor
mínimo de 10% da espessura de
corte, devido à ocorrência de
artefatos de falta de retorno da
magnetização ou magnetização
residual, causando borramento
ou escurecimento da imagem.
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Matriz de Base e Matriz de Fase


A Matriz de Base e de fase (Base Resolution e Phase Resolution) determinam em
conjunto com o Fov a resolução da Imagem.

Composta por linhas e colunas,


podemos determinar através de
intervalos de 64 linhas/colunas
conforme a direção de fase. Por
exemplo: utilizando uma matriz de
512x384 e fase RL teremos a
Matriz de base 512 e matriz na
direção de fase de 384.
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Banda RF

A banda de RF ou Bandwidth determina a quantidade ou largura da faixa de


Radiofrequência que a sequencia de pulsos pode receber durante a aquisição das
imagens. É representada através de MHz/pixel, (Hz – unidade Hertz, representa a
frequência). Este parâmetro apresenta variações devido a característica de cada
sequencia de pulso. Para sequencias TSE, utilizamos com valores normalizados
entre 150 e 200 MHz/pixel para equipamentos de 1.5T.

Nos casos se pacientes com próteses ou objetos metálicos utilizamos algumas


estratégias para minimizar os artefatos de susceptibilidade magnética, dentre elas o
aumento da banda de RF nas sequencias TSE e STIR para 450 a 550 MHz/pixel
como forma do sistema entender que a frequência alterada é normal para a
aquisição e receber a informação, antes desprezada pela limitação da largura de
banda, formando imagem com menos artefatos.
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Banda RF
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Turbo Factor

Nas sequencias spin eco temos ótimo contraste entre estruturas, como exemplo a
diferença entre substancia branca e cinzenta do encéfalo na ponderação T1. É
muito importante o uso do SE em casos como acima, devido à dificuldade de
realizar a diferenciação das estruturas.

Em casos como nas ponderações T2, aquisições envolvendo sistema


musculoesquelético e outros, este incremento de contraste nãos e faze necessário.
Como as sequencias SE são demasiadamente longas, podemos investir o tempo
extra, gasto outrora em contraste, na melhora da resolução, aumento do número
de cortes ou diminuição da espessura de cortes.

Para tal, utilizamos o recurso do Fator turbo para sequencias SE, que constitui
uma nova nomenclatura, o TURBO SPIN ECO ou TSE.
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Turbo Factor

Utilizamos fator tubo entre 1 e 3 para sequencias na ponderação T1, pois este gera
aumento no TR, descaracterizando a ponderação.

Nas sequencias T2 e DP, podemos


utilizar fator turbo entre 9 e 25, com
algumas sequencias que utilizam reforço
do sinal – (Sequencias TSE com pulso
Restore – RR) utilizando valores de fator
turbo maiores.
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Banda Saturação
Utilizada para anular o sinal onde está presente a banda de saturação constitui boa
alternativa para limitar artefatos de movimentos peristálticos no exame de abdome,
deglutição no exame de coluna cervical ou respiratórios no exame de ombro.
Constitui representação gráfica onde podemos arrasta-la par a área desejada
posionando-a na região de interesse a ser excluído sinal de RM.
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

WE

A Sequência com Excitação do sinal da agua ou Water Excitation (WE) utiliza


uma técnica baseada na aquisição de sequencia de pulsos gradiente eco.
Esta aquisição garante alta sensibilidade para aquisições na ponderação T1,
porém com menor resolução espacial em comparação com técnicas TSE.

Utilizamos o parâmetro WE como forma de aumentar o sinal da agua. Esta


sequencia surgiu como forma de melhorar a saturação da gordura para máquinas
de baixo campo magnético Ex. Siemens Magnetom C! 0.35T devido à
proximidade espectral dos picos de agua e gordura.

Na faixa de frequência, a Agua e gordura são separadas por mais de 2.5kHz para
sistemas de 1.5T e nos sistemas de 0.35T esta diferença é de aproximadamente
200hz inviabilizando a técnica de supressão do sinal da gordura – FAT SAT (FS).
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

WE

Na prática utilizando WE aumentamos o sinal da agua, pois após a saturação do


sinal da gordura, retiramos também parte do sinal da agua, que permanecerá
próximo do sinal original, porém com a imagem apresentando o sinal da gordura
escuro.
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

DIXON

Podemos definir Dixon como um parâmetro utilizado nas sequencias Turbo Spin
Eco para garantir a saturação de gordura com excelente homogeneidade de sinal.

Este parâmetro surgiu devido aos sistemas de baixo campo não poderem utilizar a
saturação espectral de gordura, conforme descrito acima, porém havia ainda a
lacuna de não poder ser utilizado sequencias TSE.

Nos sistemas de baixo campo utilizamos sequencias DIXON predominantemente


com a ponderação T1 devido aos elevados tempos de aquisição com TR alto
(acima de 1000 ms). Alguns testes e desenvolvimentos ocorrem para melhorar o
desempenho e principalmente o tempo de aquisição para outras ponderações.
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

DIXON

Em máquinas de Alto Campo, utilizamos o DIXON ainda como forma de diminuir


os artefatos causados pela susceptibilidade magnética, conform imagem anexa.
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Ponderações

T1
Utilizada para visualização
destacando-se a anatomia das
estruturas, a ponderação t1
destaca-se em exames de
encéfalo, colunas e articulações
por oferecer boa visualização
para edemas ósseos, realce de
sangramentos mesmo sem uso
de contraste, visualização de
lesões meniscos no exame de
joelho e degenerações nas
colunas. Líquido se apresenta
escuro.
Caracteriza-se por TR baixo (400 a 700 ms) e
TE baixo (10 a 20 ms)
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

T2
Utilizada para visualização de
patologias, a principal característica
desta ponderação está relacionada com
o líquido, que se apresenta brilhante.
Estruturas musculares, encéfalo e
demais estruturas apresentam tons de
cinza com tendência ao preto, devido
ao alto TE empregado.
Destacam-se aquisições nas colunas
para se verificar hérnias discais e
compressões, aquisição do encéfalo e
nos exames de músculo esquelético,
utilizado geralmente associado com
técnica de supressão do sinal da
gordura.
Caracteriza-se pode TR alto (2000 a 4500 ms)
e TE alto (80 a 160 ms)
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Densidade de Prótons – DP

Amplamente utilizada em exame do


sistema músculo esquelético
utilizado geralmente associado com
técnica de supressão do sinal da
gordura, desca-se por ser sequencia
multi uso, onde é possível visualizar
várias estruturas na mesma
sequencia, como meniscos,
cartilagens tendões e integridade
óssea (como presença de edemas)
no seguimento músculo esquelético.

Caracteriza-se pode TR alto (2000 a 4500 ms)


e TE baixo (10 a 20 ms)
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

www.novorumo.com.br
CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

hsavione@sias.com.br