Вы находитесь на странице: 1из 10

Relações com a Imprensa

imprensa@vcimentos.com.br Edição 787 23 a 29 de março de 2011


tel.: (11) 2162-0702

Poder feminino
As mulheres dão (quase todas) as cartas no Globo
Exceção dos cargos de direção e das editorias de Esporte e Carro, o poder no Globo está com as mulheres
n Com a nomeação de Adriana lidade ainda vai demorar a chegar: Verso e, naturalmente, Ela. ”E o danças no jornal, algumas levando
Oliveira como editora de Rio, no Esporte e Carro. A lista, como diz que é melhor – salienta – foi um apreensão à equipe, sobretudo no
lugar do Paulo Motta (ver nota o diretor de Redação do Globo, processo natural, sem precisar de Segundo Caderno, onde, segundo
na pág. 6), pela primeira vez na Rodolfo Fernandes, é impressio- cotas ou ações afirmativas, base- fonte ouvida por este J&Cia, o cli-
história do jornal Globo, e talvez nante: O País, Rio, Inter, Ciência/ ado unicamente na competência ma estaria pesado com interminá-
da imprensa brasileira, todas as História, Economia, Segundo das envolvidas. Em breve, isso veis reuniões e poucas definições.
editorias do jornal são chefiadas Caderno, Revista O Globo, Rio sim, o jornalismo vai precisar de
por mulheres, à exceção de dois Show, Morar Bem, Revista da TV, cotas para os homens...”.
enclaves machistas onde esta rea- Megazine, Boa Viagem, Prosa & n Veja ainda na pág. 6 outras mu-

Alberto Villas assume Direção de Jornalismo do SBT Medicina e Saúde


n Alberto Villas está deixando vezes no SBT, esta também será pois passou por Band, Manchete, Imprensa: (11) 3897-4122
a TV Globo depois de 14 anos na a segunda passagem de Villas Folha de S.Paulo e Vogue, além
casa, os últimos dez como coor- por lá, onde no início da década do SBT. Na Globo, foi também
denador de Redação do Fantásti- de 1990 criou e editou o Jornal editor-chefe do Jornal da Globo e
co em São Paulo, e vai assumir do SBT, então apresentado por do Jornal Hoje. É autor de cinco
no próximo dia 4/4 a Direção de Lillian Wite Fibe e depois por livros: O mundo acabou, Afinal,
Jornalismo do SBT, sucedendo Eliakin Araújo e Leila Cordeiro. o que viemos fazer em Paris?,
a Luiz Gonzaga Mineiro, que Formado em Paris pelo Institut Admirável mundo velho!, Onde
deixou o posto no final de fever- Français de Presse, começou a foi parar nosso tempo? (Editora
eiro (ver J&Cia 784). A exemplo carreira como redator de Interna- Globo) e Carmo (Conceito). E vem
de Mineiro, que esteve por duas cional do Estadão, em 1980, e de- outro por aí, até o final do ano.

Bruno Blecher é o novo diretor de Redação da Globo Rural


n Bruno Blecher começou como que deixou a casa. Bruno teve Agrofolha) e ultimamente fazia
diretor de Redação da revista passagens por Estadão (quatro frilas para a revista Agroanálise,
Globo Rural, no lugar de José anos no Suplemento Agrícola) e da FGV.
Augusto Bezerra, o Tostão, Folha (12 anos como editor do

Memórias chega à 100ª história


n Ao começar a publicar a seção dos colegas que eventualmente uma semana sequer, vieram as nós, mas temos a esperança de
Memórias da Redação, em se dispusessem a contar suas histórias da equipe de J&Cia e que, chegada a centésima histó-
8/4/2009, este J&Cia realizava de “façanhas” ou as de amigos. O de colegas como Bebeto Sou- ria, eles também se aventurarão
certo modo o sonho de muitos pontapé inicial foi dado pelo sau- za Queiroz, Plínio Vicente da a contá-los, para que todo o Brasil
colegas. Era o sonho de colocar doso Rubens Marujo, à época Silva, Renato Lombardi, Chico conheça.
no papel as histórias engraçadas, passando um difícil momento Ornellas e Laïs de Castro, ape- n A centésima história, não por
dramáticas, heroicas e curiosas na vida, e que viu nesse trabalho nas para citar os mais assíduos. acaso, portanto, é de autoria de
das redações, de modo a docu- uma oportunidade de exercitar n Nestas 100 histórias rimos, Plinio Vicente da Silva, nosso
mentar para as atuais e futuras o bom jornalismo que trazia nas choramos, nos emocionamos e colaborador voluntário que há
gerações um pouco dos bastido- veias. Quando caiu doente de for- relembramos aspectos humanos anos reside em Roraima, na Ama-
res e do ambiente do jornalismo ma derradeira e já não mais tinha que com toda a certeza contribu- zônia, e que de lá relembra suas
nas últimas décadas (aquelas que condições de pilotar o trabalho, íram para forjar a história dessa histórias vividas lá mesmo ou
ainda têm testemunhas vivas decidimos, até em sua homena- atividade tão especial para a so- em São Paulo, sua terra natal. E
para contar). Se ia ou não durar, gem, dar continuidade, abrindo ciedade. A esmagadora maioria é é uma história genial do saudoso
não tínhamos certeza, porque de- de vez o espaço para as histórias de São Paulo, não por bairrismo, fotógrafo Domício Pinheiro, num
penderíamos um pouco da nossa (reais ou imaginárias) contadas, mas apenas pela origem das co- texto impecável e belíssimo. Um
própria memória, para contar as não mais pela pena de um autor, laborações. Os colegas de outros presente para nossos leitores.
histórias que vivêramos ou ouví- mas sim diretamente por quem estados ainda mantêm-se tímidos (Veja na pág. 10)
ramos, e também da colaboração as viveu ou ouviu. Sem falhar em enviar seus “causos” para
Movimento Landell de Moura
Ministro Paulo Bernardo divulga seu apoio pessoal e do Ministério das Comunicações ao MLM
Iniciativa se dá às vésperas do Dia de Adesão em Massa (30/3) ao abaixo-assinado eletrônico
pleiteando o reconhecimento do padre-cientista pela História oficial do Brasil
n O ministro das Comunicações felizmente ele não foi valorizado trabalhos e da história do inven-
Paulo Bernardo aderiu à causa como deveria em sua época, pela tor: “Precisamos trabalhar para
do Movimento Landell de Moura falta de interesse do próprio go- que o padre Landell seja verda-
e afirmou, na última semana, verno e também pela ignorância deiramente reconhecido pelos
à revista eletrônica da pasta, a da população, que não via com brasileiros como o pai do rádio
Conexão MiniCom (www.co- bons olhos as experiências do e pelas contribuições cientí­ficas
nexaominicom.mc.gov.br), que padre Landell de Moura”, disse. que deu ao mundo moderno.
apoia integralmente a iniciativa. n Paulo Bernardo reforçou que Acredito que a atuação do movi-
Para ele as criações e o trabalho o Ministério das Comunicações mento é importante para alcançar
do padre Roberto Landell de apoia o reconhecimento do padre esse objetivo”. O Dia da Adesão
Moura devem ser reconhecidos como inventor do rádio e acredi- e outras notícias sobre Landell
no Brasil: “Tivemos um grande ta que o MLM é uma iniciativa estão na pág. 8.
inventor em nosso paí­s, mas in- importante na divulgação dos

Congresso Mega Brasil de Comunicação


Mega Brasil firma parceria com Aberje para realizar o I Fórum Internacional para Líderes da Comunicação Corporativa,
recebe a confirmação do apoio de Bayer, Syngenta e Unimed-Rio como patrocinadores e confirma realização do Encontro com
Jornalistas Escritores, sob a batuta de Audálio Dantas. Veja na pág. 2.
Edição 787
Página 2
São Paulo
Terra contrata Zé Queiroz como produtor executivo
n Para reforçar sua área de con- Ele, que esteve 11 anos na MTV, diretor de Conteúdo para Amé- que começa em 13/12, e as
teúdo, o portal Terra contratou canal em que começou como rica Latina, e tocará inicialmente Olimpíadas de Londres, a serem
José Queiroz como produtor estagiário e chegou a supervisor a produção de Projetos Espe- realizadas no ano que vem.
executivo das áreas de Jornalis- de Programação, responderá ciais, tendo como prioridades o
mo, Esportes e Entretenimento. diretamente a Antonio Prada, Pan-Americano de Guadalajara,

Liliana Lavoratti é a nova editora-chefe do DCI.


Álvaro Bufarah assume Chefia de Reportagem da Rádio Globo
n Liliana Lavoratti assumiu curso de RTV da Belas Artes, desde junho de 2010 integrava a coluna Opinião na revista Ameri-
como editora-chefe do DCI, no Álvaro Bufarah assumiu a Chefia equipe de repórteres (ver J&Cia caEconomia.
lugar de Theo Carnier, que deixou de Reportagem da Rádio Globo 750), após passar três meses n Claudio Yida (ex-Casa Claudia)
o jornal. Ela vem de um ano como de São Paulo, mas sem abrir mão como titular da coluna Outro Ca- deixou há algumas semanas a
editora da revista Conjuntura Eco- das atividades acadêmicas. Volta, nal, da Ilustrada. Editora Décor, onde por quatro
nômica, do Ibre/FGV, no Rio  de assim, às redações e ao Sistema n Juliana Rangel, ex-repórter anos e meio foi editor-executivo.
Janeiro, na qual deu início a um Globo de Rádio, onde começou na de Brasil do Brasil Econômico, No momento faz frilas, na base
processo de modernização. Antes, CBN-SP nos anos 1990 e depois começou como editora-adjunta do home office, e aproveita para
foi editora da Gazeta Mercantil em foi para a Radiobras, em que ficou no caderno Poder, da Folha de desengavetar alguns projetos de
São Paulo (2003-2009) e de 1990 11 anos. Nesse período, também S.Paulo, no lugar de Pedro Dias livros que há anos vinha amadu-
a 2002 atuou como repórter es- passou por Rádio Capital e fez tra- Leite, que foi para o time de recendo. Seus contatos pessoais
pecial de Economia nas sucursais balhos para emissoras internacio- editorialistas. Ainda em Poder, são claudioyida@gmail.com e 11-
de Brasília de Estadão, Folha de nais como Deutsche Welle, Rádio Aiana Freitas é a nova redatora, 3801-8970 / 9971-8155.
S.Paulo e Gazeta Mercantil. Os Suíça e Swiss Info. Seus novos cargo que exerceu até há poucas n Maria Fernanda Malozzi dei-
novos contatos dela são lilil@dci. contatos, inclusive para pautas, são semanas na editoria de Negócios xou a reportagem do jornal Prop-
com.br e 11-5095-5255. alvaro.bufarah@radioglobo.com.br do Estadão (ver J&Cia 783). mark, especializado em propagan-
n Vice-coordenador do curso de e pauta@radioglobo.com.br. n Mac Margolis, colunista do da, em que estava desde 2008.
RTV da FAAP, professor do curso n Andrea Michael deixou recen- Estadão e correspondente da Ela passa a atender nos mafema-
de Jornalismo da Uninove e do temente a Folha de S.Paulo, onde Newsweek no Brasil, estreou a lozzi@gmail.com e 11-8127-9263.
Congresso Mega Brasil de Comunicação

Parceria inédita Aberje-Mega Brasil cria Fórum Internacional para


Líderes da Comunicação Corporativa e traz Gary Grates ao Brasil
Iniciativa fará parte do Congresso Mega Brasil de Comunicação e será uma extensão do
Curso Internacional de Comunicação Empresarial Aberje Syracuse University
n Uma parceria inédita entre a 2011, na manhã do dia 26 de maio, Serviços TW, McGraw-Hill, ITT e financeira e executiva. Antes de se
Aberje e a Mega Brasil Comuni- de 9h30 às 11h30, exclusivamente Dell. Em 2005, transferiu-se para juntar à GM, foi presidente da GCI
cação trará ao Brasil, no próximo para convidados. O acordo foi se- a General Motors Corporation, BoxenbaumGrates, período em
dia 26 de maio, o norte-americano lado na manhã desta 3ª.feira (22/3) como consultor sênior em política que se especializou em gestão de
Gary F. Grates, professor do Cur- entre o diretor-geral da Aberje e de comunicação estratégica. Foi comunicação interna e posiciona-
so Internacional de Comunica- professor da ECA-USP Paulo Nas- vice-presidente de Comunicação mento empresarial. Publicou mais
ção Empresarial Aberje Syracuse sar e os diretores da Mega Brasil Empresarial da GM na América de cem artigos sobre a importân-
University. Ele será o convidado Comunicação Eduardo Ribeiro e do Norte, responsável pela marca, cia estratégica da comunicação
de honra do I Fórum Internacional Marco Rossi. Grates foi consultor produto, mídia, política de comuni- visando a excelência comercial.
Aberje-Mega Brasil para Líderes de organizações como Caterpillar, cação interna, financeira e pública. Atualmente é presidente e diretor
da Comunicação Corporativa, Shell, Carrier, Novartis, Mobil, Foi ainda diretor-executivo de Co- global da Edelman Chance, núcleo
que fará parte do Congresso Zeneca, Visa International, British municação Interna mundial, com da empresa focado em alinhamen-
Mega Brasil de Comunicação Airways, Basf, Coca-Cola, Denny’s/ responsabilidades na comunicação to corporativo e estratégico.

Bayer, Syngenta, Unimed-Rio confirmam apoio ao evento


Marcas mundiais, elas se associam a GM, Boticário, Embraer e Estaleiro Atlântico Sul
n Bayer, Syngenta e Unimed-Rio, somando-se a outras quatro ta com a presença de nove das CDN, FSB, Imagem Corporativa,
três importantes organizações, corporações de ponta: General maiores agências de comunica- In Press Porter Novelli, Ketchum
confirmaram nos últimos dias Motors do Brasil, Grupo Boticá- ção do País que lá estarão pre- Estratégia, Máquina, S2Publicom
apoio ao Congresso Mega rio, Embraer e Estaleiro Atlântico sentes com suas marcas líderes e Textual.
Brasil de Comunicação 2011, Sul. Esse rol de apoio se comple- e conteúdos: Andreoli MS&L,

Encontro com Jornalistas Escritores


trará nomes do primeiro time da literatura brasileira
O curador Audálio Dantas já confirmou as presenças de Antonio Torres, Caco Barcellos, Eliane Brum, José Hamilton
Ribeiro, Juca Kfouri, Laurentino Gomes, Maurício de Sousa, Moacir Japiassu, Ricardo Kotscho, Ziraldo e Zuenir Ventura
n Outra atividade inédita que che- brasileiro, que já confirmou a pre- as sessões. Mas como não foi para a convivência e o aproveita-
ga para consolidar o Congresso sença de 11 autores, todos eles possível prosseguir com o proje- mento intelectual. O Encontro é
Mega Brasil de Comunicação consagrados pelo grande público. to, ele foi descontinuado. Agora uma iniciativa que seduz e atrai
como o mais importante evento Audálio valeu-se da experiência vamos retomá-lo com o mesmo tanto jovens quanto profissionais
independente da Comunicação adquirida em 2007, quando idea- vigor, com o objetivo de reunir experientes. E aproximar o vigor e
Corporativa da América Latina lizou e organizou de forma volun- estudantes e profissionais de a força da juventude da sabedoria
é o Encontro com Jornalistas tária e com extraordinário sucesso todo o País”. A parceria de Audálio e da experiência de quem já está
Escritores, que reunirá nomes o Salão do Jornalista Escritor, com a Mega Brasil coincide com há algum tempo na estrada será
do primeiro time do jornalismo sob os auspícios da Representa- a decisão da empresa de criar, no uma experiência excepcional,
e da literatura brasileira. Serão ção São Paulo da ABI, que então evento, fóruns de aproximação de que esperamos repetir sempre”.
quatro mesas, em sessões que presidia. “Aquele Salão”, diz Au- profissionais com estudantes e, O custo de inscrição será outro
acontecerão nas manhãs e noites dálio, “superou as mais otimistas em consequência, da academia diferencial, bem em conta, para
dos dias 25 e 26/5, períodos em expectativas, levando mais de 13 com o mercado, como explica o ser acessível a todos.
que não haverá programação de mil pessoas ao Memorial da Amé- diretor Marco Antonio Rossi: “Há n Informações adicionais sobre
palestras e conferências do Con- rica Latina, em São Paulo. Durante anos vínhamos buscando alterna- o evento no 11-5576-5600 ou por
gresso. O evento tem a curadoria os três dias de duração, caravanas tivas para colocar profissionais e Twitter (twitter.com/megabrasil),
de Audálio Dantas, um dos mais de estudantes vindas de todo o estudantes num mesmo fórum, Blog (www.congresso3em1.
importantes e reconhecidos pro- Brasil lotaram ao auditório Simon sem que as diferentes demandas blogspot.com) e Facebook (http://
fissionais da história do jornalismo Bolívar, de 870 lugares, em todas se mostrassem um empecilho migre.me/3Tdkp).
Jornalistas&Cia é um informativo semanal produzido pela Jornalistas Editora Ltda. • Tel 11-5572-9700 • Diretor: Eduardo Ribeiro (eduribeiro@jornalistasecia.com.
br) • Editor-Executivo: Wilson Baroncelli (baroncelli@jornalistasecia.com.br) • Editora-regional RJ: Cristina Vaz de Carvalho, 21-2527-7808 (cvc@criscom.com.br)
• Assistente: Luiz Anversa (luizanversa@jornalistasecia.com.br) • Correspondente DF: Kátia Morais, 61-3347-3852 (katia307@gmail.com) • Diagramação e Programação
visual: Paulo Sant’Ana (santana@santanabiro.com.br) • Assinaturas: Silvio Ribeiro, 11-5572-9700 (assinaturas@jornalistasecia.com.br) • Novos negócios: Oswaldo
Braglia Jr. (oswaldo@jornalistasecia.com.br).
Edição 787
Página 3
São Paulo – continuação
Registro-SP
Sidnei Basile, um gentleman
n Quase 50 coroas de flores quem foi ele: um homem sábio você não acredita em Deus, mas, invariavelmente os pitacos faziam
compuseram o cenário do velório e humilde, que cativou desde olha só: na Sua santa onipotência, os textos melhorar. Mas ainda
de Sidnei Basile, no Cemitério os mais poderosos até os mais Deus acredita em você’. E ele me que não melhorassem ele tinha
Gethsemani, no final da manhã humildes servidores com quem respondeu, de uma forma simples, para com cada um uma palavra de
da última 5ª.feira, 17 de março. trabalhou ou conviveu. Disse direta, humilde: ‘Humberto, isso elogio. Sempre teve uma conduta
Eram mensagens vindas dos mais Humberto: “Quando Sidnei lançou basta!’”. Seguiu-se quase um que era a antítese do ambiente de
variados universos profissionais e em 2001 seu livro Elementos de minuto de palmas. estresse das redações. Em suma,
pessoais que ele frequentou ao Jornalismo Econômico, amigos n Caco de Paula, um dos amigos um gentleman”.
longo da vida e de sua bem suce- que éramos, escrevi o prefácio, presentes, comentou: “Olhando n Beth, a esposa, manteve-se
dida carreira. Por onde andou fez mas em função de compromissos tantos grupos de amigos pelos serena na sua tristeza e conse-
amigos e era um aglutinador. Até profissionais não pude ir à noite corredores, vemos gente da Abril, guiu ter uma palavra amiga e de
no último momento foi assim. Con- de lançamento, onde certamente da Gazeta Mercantil, da Aner, do conforto para os filhos, parentes e
forme revelou um amigo íntimo, já estava a maioria de vocês, que hoje WWF, dos inúmeros grupos que cada um que se aproximou para os
doente, no hospital, buscou conci- aqui vieram prestar a ele a última frequentava. Era impossível não cumprimentos de praxe. Sobre ela
liar um casal de amigos da família homenagem. Assim que cheguei ser seu amigo e não admirá-lo”. também se ouviram vários elogios
que havia se separado, colocando de volta, ansioso por saber como Marcia Raposo, que com ele e palavras de carinho, como a de
a mão de um sobre a do outro, havia sido a noite de autógrafos, trabalhou por 22 anos na Gazeta ter ajudado a construir uma família
seguindo-se a ordem: “Parem com ele me disse: ‘Humberto, havia Mercantil, não escondia a tristeza do bem: “Incrível – disse um dos
essa bobagem. Vocês se amam”. tanta gente, mas tanta gente, e lembrava das lições que apren- presentes em conversa com um
Aliás, a mulher, uma médica, foi que, já cansado de tanto assinar deu e apreendeu: “Era de uma amigo – Beth sempre foi um esteio
quem fez a oração final, antes do os livros, uma hora fiz uma pausa, elegância incomum. Enquanto para a família e com isso contribuiu
fechamento do caixão e do enterro. olhei ao redor e pensei comigo: ca- muitos tratavam os subalternos para que seus quatro homens
n Chamado a se pronunciar an- ramba, isso aqui até parece o meu com rudeza, Sidnei, ao contrário, trilhassem o caminho do bem, da
tes do corpo baixar à sepultura, velório!’. Quando estive com ele mesmo poderoso diretor, chamava dignidade, da retidão de caráter,
o amigo de sempre, Humberto recentemente no hospital, antes os editores e os repórteres e, ao da honestidade e, sobretudo, da
Pereira, falou do caráter e retidão de me despedir – e ele já debilitado fazer uma sugestão, sempre com gentileza. Os três filhos, Alexandre,
de Sidnei e contou duas passagens pela doença – disse-lhe, buscando a maior delicadeza, perguntava Juliano e Felipe, saíram iguaizinhos
que mostram muito claramente dar uma força: ‘Sidnei, eu sei que se estávamos de acordo. Claro, ao pai!”.

Morreu um cavalheiro verdade, o dom do mestre, pa- Atuou em uma instituição barulhentas máquinas de escre-
Por Ciro Dias Reis (*) lavra que pode aqui ser aplicada financeira de alcance global e ver que nos garantiam a notícia
O ideal seria que este texto não sem risco de expressar pieguice comandou agência de comunica- e o pão de cada dia. “Pretinhas”,
tivesse sido escrito, mas o fato é ou exagero. ção. A palavra “professor”, que coisa de jornalista puro-sangue.
que morreu um cavalheiro. Embora de sangue italiano continuou usando ao se dirigir Voltar às “pretinhas”, não vol-
Sua formação mesclou o Di- (“auguri” era uma sua saudação a amigos ou colegas, fez ainda tou. E continuou referência ética
reito e a Sociologia, mas foi no corrente), não era dado a grandes mais sentido quando ele próprio em tudo o mais que realizava pro-
Jornalismo que seguiu carreira. impulsos, pelo menos no dia-a-dia se tornou um, ao ministrar aulas fissional e pessoalmente. Sempre
Primeiro, na área de economia profissional. Sempre elegante no de jornalismo em conhecida ins- tinha o que dizer e era ouvido com
de um grande jornal nacional, de- trato interpessoal, sabia liderar tituição paulistana. atenção, fosse em suas ativida-
pois como diretor e editor-chefe pessoas e angariar respeito sem Já há algum tempo era vice-pre- des cotidianas, nas participações
daquele que um dia chegou a levantar a voz. Também sabia sidente de assuntos institucionais em entidades ou fóruns, ou ainda
ser o mais importante diário de liderar processos sem precisar de uma respeitável editora brasi- em apresentações ou palestras.
economia e negócios do País. Foi de ribalta ou holofote. leira, última missão profissional Nunca parou no tempo, seguiu
nessa função que ajudou a moldar Seu raciocínio preciso sempre antes de deixar seus pupilos. sempre inspirador.
toda uma geração de jornalistas passava ao largo dos “achismos” Certa vez me disse, bem-humo- Sidnei Basile, o cavalheiro, vai
que se preparava para viver (e e das formas fáceis de enquadrar rado, que no futuro ainda voltaria fazer muita falta.
cobrir) a passagem do período temas complexos. para as “pretinhas”. Era assim
Ao deixar o jornalismo diário, que todos nós, profissionais de (*) Ciro Dias Reis é presidente da
militar para a democracia. Associação Brasileira das Agências
Nesse diário, chamava de derivou para o mundo corpora- imprensa com carreira iniciada de Comunicação (Abracom), vice-
“professor” cada um de seus tivo, mas sempre com a comu- antes da chegada dos computa- -presidente da Public Relations Orga-
liderados, em conversas formais nicação e a informação em seu dores às redações, chamávamos nisation International e presidente da
ou informais. Mas era dele, na cardápio profissional. informalmente os teclados das Imagem Corporativa.

Fidelidade canina perdeu todos os direitos de uma em casa, aguardando o dia em dizia que sentia muito a minha
n Luiz Roberto de Souza Quei- carreira vitoriosa no Serviço Públi- que – sonhava – teria seu equipa- perda e pedia desculpas, dizendo:
roz mandou mensagem sobre co e passou a trabalhar apenas no mento. Aos mais íntimos contava ‘Olha, o jornal já está rodado, mas
o falecimento de Antonio Car- jornal. Aos amigos que, como eu, quantas fitas já havia comprado e vou abrir a coluna e incluo a notícia
valho Mendes, o Toninho Boa sugeriram que esperasse a apu- esperava, paciente, o dia em que no 2º clichê, pode avisar à família
Morte, que também noticiamos ração das denúncias, respondeu seria sorteado. É que no jornal que a notícia sai amanhã’. Aos
na edição 786: que o Estadão era sua casa, que havia um consórcio para adquirir o mais íntimos, Toninho avisava que
“Toninho Boa Morte, de quem nos Mesquita ele confiava e não então custoso aparelho e a gente mantinha na gaveta seu próprio
fui amigo no Estadão, era tão fiel queria mais continuar trabalhando torcia para ser sorteado logo. Fui obituário e pedia que, quando
às suas convicções, como disse num órgão estadual sob suspeita. sorteado no começo e confesso de sua morte, lembrassem de
o Ruy Mesquita, que no dia em A saída do Ipesp afetou seria- que desde então me desinteressei pegar o texto, que ficava bem à
que o jornal fez uma matéria de- mente as finanças do Toninho, a dessas fitas do Toninho. Como mostra. Ele esperava que fosse
nunciando sinais de corrupção no tal ponto que, maluco por filmes, sou integrante de família grande, publicado na sua própria coluna
Instituto de Previdência do Estado mas sem dinheiro para comprar inúmeras vezes me pediram para, mas, modesto, certamente nunca
de São Paulo – Ipesp, do qual ele o videocassete, antepassado do tarde da noite, passar ao Toninho a imaginou que merecesse uma
era chefe de Gabinete, não teve DVD, começou a comprar um fil- notícia de algum falecimento e ele página inteira, como o Estado lhe
dúvidas: pediu imediata demissão, me por mês e a guardá-lo, inédito, sempre tinha uma palavra amiga, dedicou, e em 1º clichê”.

Leia na edição 97
n Farol Autos começou a circular em SP e Guarulhos; Roberto Nunes, editor do caderno Classiautos
(A Tarde/BA), estreou o site Autos&Motos; test-drive solidário marca lançamentos da Iveco; e ReUnion
passa a gerenciar o marketing esportivo da marca MINI.
n Nas colunas da semana, Heloísa Valente (Álbum) entrevista Solange Fusco, gerente de Comunicação Corporativa da Volvo do Brasil;
e Luís Perez (Destaque da semana) aborda em dois “capítulos” a arte de fazer um título divertido, informativo e atraente – o próximo
sairá na semana que vem.
Jornalistas&Cia Imprensa Automotiva – todas as 6ªs.feiras nas mesas e computadores
dos principais jornalistas e assessores de imprensa ligados ao setor automotivo.
Peça sua inclusão no mailing gratuito pelo e-mail luizanversa@jornalistasecia.com.br ou leia diretamente no site www.jornalistasecia.com.br.
Edição 787
Página 4
São Paulo – continuação
Curtas-SP
Festa do Moagem reúne 200 no Sindicato
n Perto de 200 jornalistas es- Ribeiro agradeceu em particular a
tiveram no Auditório Vladimir presença ali, naquele auditório, de
Herzog, do Sindicato dos Jorna- Moacir Longo, seu primeiro edi-
listas de São Paulo, na noite do tor no Unidade (março de 1991), e
último dia 16/3, para a celebração na sua pessoa agradeceu a todos.
dos 20 anos da coluna Moa- A festa, que teve o apoio de Ode-
gem (jornal Unidade). Um dos brecht, Cargill, Comunique-se,
momentos especiais foi o que Natura, Nestlé e Vivo, além deste
reuniu, para uma foto histórica, J&Cia, também abriu espaço para
o atual presidente do Sindicato divulgar o Movimento Landell
José Augusto Camargo e os de Moura e colher adesões ao
outros sete presidentes que o abaixo-assinado que pleiteia o Momento especial – Na fila de trás, Audálio Dantas, Robson Moreira, Eduardo
antecederam. Homenageado da seu reconhecimento oficial como Ribeiro, Fred Ghedini e Guto Camargo; na da frente, Gabriel Romeiro, Everaldo
Gouveia, Lu Fernandes e Antonio Carlos Fon (foto Nilton Cardim)
noite, Eduardo Ribeiro, titular precursor das telecomunicações
da coluna nessas duas décadas e inventor do rádio (ver pág. 8).
e diretor deste J&Cia, recebeu, n Uma curiosidade foi a presen- duas temporadas no Japão, uma sável da religião que professa.
na oportunidade, uma placa pela ça, na porta do Sindicato, de Darci como jornalista e outra como n Eugênio Araújo também es-
contribuição ao jornal Unidade Higobassi, repórter que transi- dekasseki. Convertido ao Cristia- creveu um texto sobre a festa,
e ao próprio Sindicato. No curto tou vários anos entre Estadão, nismo e devoto de Jesus Cristo, que pode ser conferido no site
pronunciamento que fez, após as Agência Estado, JB e o próprio ele abandonou o jornalismo e se do Master em Jornalismo (http://
palavras de Guto Camargo, Edu Unidade e que também passou transformou num pregador incan- migre.me/45vLQ).

Ex-profissionais da Folha fazem outra confraternização


n Pela segunda vez neste ano, Canadá –, disse que o Facebook que o tempo não passou, todo da Folha, também compareceu
ex-jornalistas da Folha de S.Paulo deu uma mãozinha para reunir mundo continua igual e todos ao encontro, assim como Flávia
promoveram uma confraterniza- pessoas que há tempos não se seriam perfeitamente reconhe- Varella, Carlos Carolino, Lelival-
ção (a primeira foi em fevereiro – viam. “Tinha gente lá que eu não cidos no meio da rua”. Isabel do Marques, Rodney Vergili e
ver J&Cia 781). Na noite do último encontrava há quase 20 anos”, Dias Aguiar, que por muitos anos Paula Cesarino Costa, que dirige
dia 15/3, estiveram reunidos para lembrou Inês Castelo, hoje sócia trabalhou na editoria de Economia a sucursal carioca da Folha.
um jantar no restaurante Chácara da Tree Comunicação. “Deu para
Santa Cecília equipes que traba- colocar as histórias em dia e dar
lharam em Economia e Negócios muita risada”. Luciana Peluso,
do jornal em meados dos anos diretora de Comunicação Corpo-
1980. Entre eles, integrantes do rativa do Grupo Totalcom, contou:
caderno Negócios, lançado pela “A gente até ficou perguntando
Folha em outubro de 1987, como uns para os outros o que cada
Nelson Blecher, criador e editor um estava fazendo da vida, mas
do caderno, hoje à frente da Épo- o mais interessante de tudo é que
ca Negócios, e Katia Militello, isso foi só para quebrar o gelo
agora diretora de Redação da Info. inicial, porque no fundo esse me
“Foi maravilhoso rever amigos e pareceu um encontro de pessoas
profissionais de primeira linha. genuinamente interessadas em
Tenho muito orgulho de ter feito saber se as outras estavam bem
parte deste grande time”, disse e felizes (e parece que todos
Silvia de Moraes Braido, que estavam mesmo), independente
hoje edita publicações corpora- do cargo, da função, do emprego,
tivas na LVBA. Regina Thomp- depois de tanto tempo de uma Em pé, a partir da esquerda, Regina Thompson, Rosana Dias, Guilherme
son, uma das organizadoras convivência diária que se per- Meirelles, Rose Guirro, Carmen Munari, Silvia de Moraes Braido, Inês
Castelo, Ângela Ziroldo, Cristina Maiello, Carlos Carolino, Darlene Menconi,
do encontro – juntamente com deu”. Brincalhona, Rose Guirro, Katia Militello, Rodney Vergili, Lelivaldo Marques, Luciana Peluso, Flavia
Margareth Boarini e Rosana hoje assessora de imprensa da Varella, Izabel Campos e Isabel Dias Aguiar; na frente, os ex-editores
Dias Lancsarics, hoje radicada no Ketchum, comentou: “Parece Margareth Boarini, Nelson Blecher e Paula Costa

n Almyr Gajardoni, filiado ao devotado pelos cristãos novos à cara entidade, então assolada por pinas (ver J&Cia 786), são mau-
Sindicato dos Jornalistas desde Santa Inquisição, num passado picaretas e pelegos. Seria fastidio- riciosimionato@yahoo.com.br e
1955 e que chegou a se candidatar longínquo, mas que tinha a justifi- so enumerar todas as outras, com 19-9634-4429.
à Presidência da entidade no início cá-lo, pelo menos, o crepitar das certeza guardadas na memória de
dos anos 1980, pediu sua des- fogueiras onde eram executados. todos nós”. São Paulo – Interior e Litoral
filiação numa carta dura dirigida Aceite, por favor, meus cumpri- n Acontece no próximo dia 7/3, no n Alexandre Moreno, editor de
ao presidente Guto Camargo, e mentos – tenho certeza de que a Itaú Cultural, em São Paulo, das 9h Conteúdo Digital dos jornais Bom
que também encaminhou a este direção do Sindicato nada tem a às 17h, a Jornada Cultural Direito Dia, assumirá na próxima 2ª.feira
J&Cia. Nela, diz Almyr: “Leva- ver com os aborrecimento que ora Autoral em Mídias Digitais, que (28/3) a coordenação de rede do
-me a isso o comportamento tão me acometem”. Na carta, Almyr vai abordar as práticas de violação grupo, onde está desde 2005.
indigno quanto ridículo dos seus diz que se filiou ao Sindicato no de direitos autorais, produção de Ele substituirá Thiago Roque,
dois representantes na Redação mesmo dia em que foi admitido conteúdo e políticas do setor. A que a partir desta 5ª (24/3) passa
que tenho a honra de comandar, como empregado da então Folha iniciativa é da Fundação Bunge. a editor-chefe do Bom Dia Bauru,
na Imprensa Oficial do Estado da Manhã, hoje Folha de S.Paulo, Um dos participantes é Mariana no lugar de Gilmar Dias, que saiu
de São Paulo. Espanta-me o e acrescenta: “Orgulho-me de ter Diana, colunista de Leis e Negó- (ver J&Cia 786).
terror submisso que o nome do participado, durante essa longa cios do iG. n Carlos Lemes Pereira, da
nosso sindicato é capaz de im- jornada, de todas as memoráveis n Os contatos de Maurício Si- editoria Gala, e a auxiliar de Ar-
por a alguns poucos setores da batalhas travadas e vencidas por mionato, que deixou a Folha quivo Vânia Aparecida da Silva
categoria, alguma coisa parecida nossa categoria – a começar pela depois de 13 anos, ultimamente deixaram o Correio Popular, de
e tão inexplicável quanto aquele retomada do comando da nossa como correspondente em Cam- Campinas, nesta 2ª.feira (21/3),

Anuário Brasileiro das Agências de Comunicação


e da Comunicação Corporativa 2010/2011
n A mais completa radiografia do setor n Perspectivas para os próximos anos
n Ranking das agências de comunicação por faturamento n Guia nacional das agências de
comunicação e das áreas de comunicação corporativa de empresas e outras organizações,
com endereço completo n Principais indicadores econômicos do setor
Preço do exemplar: R$ 120,00 - Preço do exemplar para assinantes do Jornalistas&Cia: R$ 100,00
Informações e vendas na Mega Brasil Comunicação, pelo 11-5576-5600 ou contato@megabrasil.com.br
Edição 787
Página 5

São Paulo – continuação


Assessorias-SP marca da cadeia Accor que che- cidade de Las Vegas na Interame-
Maysa Penna começa na S/A Comunicação ga ao Brasil e terá sua primeira rican Network. Ainda por lá, Joyce
n Maysa Penna é a nova diretora -Nova Cosmopolitan, Boa Forma unidade inaugurada na cidade de Silva passou a ser responsável
de Operações da S/A Comunica- e Casa Claudia, entre outras) para São Paulo; Elgin Mobili & Design, por Texas Tourism e St. Maarten,
ção, contratada para cuidar dos coordenar o núcleo de Arquitetura divisão da Elgin no segmento de e Ana Lucia Bertolani continua
processos e procedimentos da e Decoração; Laura Lima, com mobiliário de luxo, Semana Inter- à frente da conta da cidade de
agência, das prospecções e do de- larga experiência nas áreas de nacional da Criação Publicitária, que Nova York.
senvolvimento de um produto que saúde, entretenimento, livros e anualmente tem sua divulgação a n Ana Luisa Oliveira (assesso-
deverá se transformar em nova educação, para o atendimento cargo da Holofote; e o job de lan- ria@hospitalar.com.br e 11-3542-
unidade de negócios ainda este do núcleo de Negócios e Varejo; çamento no Brasil da marca Sirona 5498) está cuidando da divulgação
ano. Maysa foi diretora-adjunta Thiago Guerra, ex-Associação Dental, empresa alemã de equipa- da Hospitalar 2011, feira e fórum
na CDN e, antes, sócia-diretora Comercial e Industrial de Piracicaba mentos odontológicos; e, na área do setor de saúde que acontece
da RP1. Foi também de Estadão, e WinTrade, para o núcleo de Ho- de comunicação, Tribo Interactive, de 24 a 27/5, no Expo Center
Hill & Knowlton, In Press e Gazeta telaria e Gastronomia; e Caroline agência especializada em criação, Norte, em São Paulo.
Mercantil, além de ter sido diretora Gonçalves (ex-B2 Agência), para desenvolvimento e execução de n Luiz Vitiello informa o novo en-
da Abracom. Os novos contatos eventos, área em que a Holofote soluções em plataformas digitais. dereço da agência que leva o seu
dela são maysa@sacominicacao. vai cuidar, durante todo o ano, das n Camila Anauate, que estava nome: rua José Félix de Oliveira,
com e 11-3054-3304 / 9804-4246. comemorações dos 60 anos da como repórter nos cadernos Ci- 834 – sala 5B, no Félix Boulevard,
n Para reforçar o atendimento Duratex. A agência também pas- dades e Viagem do Estadão havia Granja Viana. Os telefones conti-
de novos clientes, a Holofote sou a atender, em assessoria de seis anos, começou como RP das nuam os mesmos: 11-3451-6279
contratou Cristianna Gomes (ex- imprensa, ao Hotel Pullman, nova contas de Emirates Airlines e da / 9658-7168.
Dança das contas-SP
CDN volta a atender o Instituto Ayrton Senna. RP1 conquista conta da Samarco
n A CDN acaba de reconquistar a br) e Fernanda Dantas (fernanda. n A RP1 é a nova agência de n A Agência Ideal passou a aten-
conta do Instituto Ayrton Senna, dantas@cdn.com.br), sob direção comunicação da Samarco Mine- der ao Pátria Investimentos, um
que já havia frequentado o portfólio de Luciana Miranda (lmiranda@ ração, fechando um processo de dos principais gestores de inves-
de clientes da agência em 1994. A cdn.com.br). A equipe contará concorrência que durou vários timentos alternativos do Brasil.
conta tem coordenação de Cejana também com Andreza Rodrigues meses. A Samarco tem como Atendimento do sócio Ricardo
Montelo (cmontelo@cdn.com. (andreza.rodrigues@cdn.com.br) acionistas a Vale e a BHP Biliton. Cesar (ricardo.cesar@agenciaide-
br), direção de Renato Miranda para relações com a mídia e Vivian Sob a direção de Manuela Rios al.com.br) e do diretor Rodrigo
(remir@cdn.com.br), atendimento Manieri (vivian.manieri@cdn.com. (manuelarios@rp1.com.br), a equi- Padron (rodrigo.padron@agenciai-
de Ligia Faria (ligia.faria@cdn.com. br) para Digital. A terceira nova pe da RP1 responsável pelo novo deal.com.br).
br) e assistência de Patrícia Golini conta é a do Conselho Federal cliente é composta por Constan- n A Amanajé conquistou a conta
(patricia.golini@cdn.com.br). Outro de Contabilidade, assumida pela ça Guimarães (constancagui- do Instituto dos Auditores Internos
cliente que fechou com a CDN CDN Brasília, com direção de Beth maraes@rp1.com.br), Daniela do Brasil e vai divulgar o trabalho
foi a Tetra Pak (em relações com Alves (bethalves@cdn.com.br) e Nahass (danielanahass@rp1.com. da organização, congressos, semi-
a mídia e área digital). As contas atendimento de Marco Antônio br), Silvia Goulart (silviagoulart@ nários e cursos. Atendimento de
terão coordenação de Rodrigo Campos (marcoantonio.campos@ rp1.com.br) e Thalita Carvalho Carlos Marcondes (marcondes@
Garutti (rodrigo.garutti@cdn.com. cdn.com.br). (thalitacarvalho@rp1.com.br). amanaje.com.br e 11-8160-7110).
Agenda-SP estudiosos, como a marginalidade de imprensa e entrevistas coletivas gem de fôlego. Das 16 às 18h, na
24/3 (5ª.feira) – n Alexandre Ka- das pessoas e as divisões socioeco- sobre Situação e perspectivas do Livraria da Vila da Vila Madalena
vinski (CEO da i-Cherry, agência nômicas. Na Livraria da Vila Jardins Norte da África e Oriente Médio, (rua Fradique Coutinho, 915).
do Grupo WPP que cuida de clien- (al. Lorena, 1.731). com Mohamed Habib, pró-reitor 28/3 (2ª.feira) – n Posse do em-
tes como Coca-Cola, Petrobras e 25/3 (6ª.feira) -- n A Embraer apre- de Extensão da Unicamp e vice- presário Rogério Amato como
Walmart) faz a palestra Virando o senta seus Resultados Financeiros presidente do Instituto de Cultura novo presidente da Associação
jogo na web: como os buscadores 2010 no Hotel Renaissance (al. Árabe; e de José Luiz Del Roio, ex- Comercial de São Paulo, no Clube
podem mudar toda a sua estratégia Santos, 2.233), às 9 horas. Confir- senador italiano e ex-membro da Atlético Monte Líbano (av. Repúbli-
de negócios, na Aberje. Das 9h mar presença pelo press@embraer. Assembleia Parlamentar da União ca do Líbano, 2.267), às 11 horas.
às 11h30, na sede da entidade com.br ou 12-3927-1311 / 8433 Européia. Outras informações no Credenciamento pelo assessoria-
(av. Angélica, 1.757). Informações informando nome, veículo e RG. www.obore.com ou reporterdofu- deimprensa@acsp.com.br, com
pelo emiliana@aberje.com.br ou 26/3 (sábado) – n O projeto turo@obore.com. nome, veículo, telefone e celular.
11-3662-3990. Repórter do Futuro, coordenado n No mesmo dia, Tomás Chia- 29/3 (3ª.feira) – n Almoço de
n Mais tarde, às 18h30, José Car- pela Oboré, promove encontro verini (ex-Folha de S.Paulo e lançamento do 7º Concurso Uni-
los Gutierrez, presidente da Asso- dos estudantes interessados nos colaborador de CartaCapital, Caros versitário de Jornalismo CNN, às
ciação de Jornais de Bairro de São cursos e viagens de estudos no Amigos, entre outras) lança Avesso 12h, no Restaurante Clos de Tapas
Paulo, lança A ponta do iceberg (Cia Espaço Vladimir Herzog (Sindicato (Global Editora), obra de ficção que (rua Domingos Fernandes, 548).
dos Livros), em que retrata aspectos dos Jornalistas), à rua Rego Frei- se passa na Amazônia, onde um Credenciamento na Fundamento,
da evolução humana que, segundo tas, 530, sobreloja, às 9 horas. O jornalista recém-formado busca com Camila Nobre (cnobre@fun-
ele, estão sendo ignorados por evento contará com conferências boas histórias para uma reporta- damento.com.br).
Prêmios
Carolina Matos, da Folha de S.Paulo, vence o Citi Journalistic Excellence Award
n Carolina Matos, do caderno FMI e Banco Mundial, mais a de Educação ao Investidor (www. ção Científica e Tecnológica, que
Dinheiro, da Folha de S.Paulo, Bloomberg Business News. comitedeeducacao.cvm.gov.br), na categoria Jornalismo Científico
foi a vencedora da edição 2011 Também foram finalistas Karla iniciativa do Comitê Consultivo de vai premiar com R$ 20 mil, troféu
do Citi Journalistic Excellence Spotorno, de Época Negócios, Educação, formado por Abrasca, e passagem aérea e hospedagem
Award. Com isso, terá direito a e Marta Sfredo, de Zero Hora. CVM, Anbima, Ancor, Apimec para participar da reunião anual da
passar duas semanas em Nova O júri foi integrado por Alberto Nacional, BM&FBovespa, Ibri e SBPC o jornalista profissional que
York, ali participando de um se- Tamer (Estadão), Paulo Nassar Ini. Os vencedores das catego- se destacar na difusão da Ciência
minário na Columbia University (USP e Aberje) e Eduardo Ribei- rias Jornal e Revista ganharão e da Tecnologia nos meios de co-
(parceira do Citi no projeto), além ro (Jornalistas&Cia). R$ 5 mil. municação de massa. Inscrições
de conhecer instituições como n Foram prorrogadas até 31/3 as n O CNPq abriu inscrições para o até 20/3, conforme regulamento
Bolsa de Valores, Banco Central, inscrições ao Prêmio Imprensa 31º Prêmio José Reis de Divulga- em www.premiojosereis.cnpq.br.
Paraná
n Eloi Zanetti (ex-diretor de Co- que leva seu nome) lança nesta a capital paranaense. Às 19h, no Professor Pedro Viriato Parigot de
municação de Bamerindus e Bo- 6ª.feira (25/3) Mudou Curitiba ou Salão de Eventos da pós-gradua- Souza, 5.300).
ticário, e hoje com uma agência mudei eu?, com crônicas sobre ção da Universidade Positivo (rua

Vem aí o J&Cia Especial sobre o Dia do Jornalista


Edição vai debater os novos rumos do jornalismo
n J&Cia já saiu em campo para preparar a edição especial sobre o Dia do Jornalista (7 de abril), que circulará no dia 6 de abril.
Coordenada por Pedro Venceslau, repórter do Brasil Econômico, e com participação de Karina Padial (ex-revista Imprensa),
o especial terá como tema Do papel ao tablet: Desafios da transição. A edição vai mostrar o quanto o avanço da tecnologia tem
mexido com as empresas, os veículos, a audiência e, em última instância, com a vida dos próprios jornalistas.
n Informações sobre publicidade podem ser obtidas com Sílvio Ribeiro, pelos silvio@jornalistasecia.com.br
e 11-5572-9700. Fechamento comercial e editoral no dia 4 de abril.
Edição 786
Página 6

Rio de Janeiro
Globo reestrutura o “aquário”. Adriana Oliveira é a nova editora de Rio
n O Globo anunciou na semana planejamento diário da produção ge Antônio Barros permanece Revista. O clima está pesado no
passada uma reengenharia do do conteúdo integrado, atenden- como editor-adjunto e Angelina Segundo Caderno: intermináveis
seu “aquário”. Luiz Antonio do às demandas de Mineiro, no Nunes e Liane Gonçalves, como reuniões e poucas definições. A
Novaes, o Mineiro, passa a impresso, e Doria, no digital. Sob editoras-assistentes, respon- conferir.
coordenar a edição impressa e Motta está agora Ricardo Mello, dendo, respectivamente, pelos
permanece responsável pelo que deixa a gerência da Agência grupos de Administração Pública Assessorias-RJ
fechamento da Primeira Página. O Globo e assume como editor e Justiça/Polícia. n Ana Paula Pontes, depois de
Helena Celestino assume o Fim de Imagens Multiplataforma, n Motta entrou no lugar de Sônia passar pela assessoria do Tribunal
de Semana, que vai englobar a cargo recém-criado para unificar o Soares, que deixou o jornal. A de Justiça, vai acompanhar o de-
6ª.feira – com objetivo de firmar comando da produção multimídia intenção era transferi-la para a sembargador Luiz Zveiter no TRE.
o jornal como referência em na redação, incluindo foto e vídeo. Agência Globo, que ela chefiara Ele tomou posse nesta 2ª.feira
informação, serviços e entrete- n Adriana Oliveira substitui anteriormente. Pega de surpresa (21/3) e vai comandar as eleições
nimento no Rio – e os demais Paulo Motta como editora de Rio. com o anúncio da transferência, municipais de 2012 no Rio.
suplementos semanais. Para O jornal valoriza sua experiência Sônia preferiu sair. Com 26 anos n Glauco Figueiredo, do núcleo
completar o time de editores- em eventos esportivos e está in- na casa, foi também editora de Corporativo da Textual, coordena
-executivos, foram criados dois vestindo nas Olimpíadas de 2016. Economia e nos últimos dois o atendimento ao novo cliente
cargos: editor de Plataformas O repórter Paulo Marqueiro anos respondia pelo site do Glo- Chemtech, empresa brasileira
Digitais, respondendo ainda pela entra no lugar de Adriana, como bo. Foram registradas ainda as de consultoria e prestação de
Primeira Página do site, sob a editor-assistente para o grupo de baixas de Tom Leão, no Segundo serviços em engenharia e TI. A
batuta de Pedro Doria (ver J&Cia Infraestrutura. Com isso, pode Caderno; Nelson Vasconcellos, conta será atendida por Daniele
786); e editor de Produção, com ser que se abra uma vaga de ex-Informática, na Economia; e Carvalho (danielecarvalho@tex-
Paulo Motta, responsável pelo repórter na editoria. No mais, Jor- da repórter Carla Monteiro, na tual.com.br).
Curta-RJ
Fritz Utzeri faz campanha de assinaturas para o seu Montbläat
n Fritz Utzeri (fritz.utz@gmail. em determinado assunto. As J&Cia – Qual o perfil da publicação? Fritz – Estes não são propriamente
com), que edita o jornal Montbläat, pessoas ainda não estão muito Fritz – Semanal, circula aos sába- colaboradores, mas pessoas que
está empenhado numa campa- acostumadas a pagar por conteú- dos em PDF, já são 384 edições. me autorizaram a reproduzir traba-
nha para aumentar sua base de do na internet, mas eu não queria Meu critério editorial é o que lhos recentes. Mas há outros que
assinantes. Semanal, em formato patrocinadores nem anunciantes. está no dístico: tentar entender o colaboram regularmente, como
PDF, o jornal tem foco principal em Hoje, ele se sustenta. Brasil. Por conta da minha posição Leonardo Boff e Carlos Lessa.
política, mas abre espaço para ou- J&Cia – Por que o nome? pessoal, até perdi assinantes e co- J&Cia – Quem quiser conhecer o
tros temas. Fritz conversou com o Fritz – No tempo do Jornal do laboradores, embora a abertura do Montbläat, quem quiser assinar, o
Jornalistas&Cia sobre a publicação. Brasil, criei um personagem, que Montbläat seja para quem quiser que deve fazer?
Jornalistas&Cia – Como surgiu o era um jornalista sueco, e o titulo dar opinião, seja contra ou a favor, Fritz – Basta enviar e-mail para fritz.
Montbläat? do jornal para o qual ele trabalhava com ampla liberdade de expressão. utz@gmail.com, que vai receber
Fritz Utzeri – Nasceu há seis anos, – Montbläat não quer dizer absolu- O foco da publicação é a política, por um ou dois meses, depen-
quando saí do Jornal do Brasil. tamente nada em sueco, mas soa mas temos também marketing, dendo do interesse do leitor. Daí
Nasceu de uma ideia que precisava como se fosse – e pedi a um amigo assuntos culturais, crônicas, até em diante, o preço da assinatura
muito mais bala na agulha, mas deu sueco que escrevesse o dígito. No gastronomia. é R$ 10 por mês. Meu sonho era
parcialmente certo. Eu escreveria JB, contava muitas histórias sobre J&Cia – Sua última edição tem a ter uns 5 mil assinantes, para poder
artigos, crônicas, até reportagens, o personagem e coisas do dia-a-dia. colaboração de nomes sonoros, investir no jornal, contratar gente
como personal journalist, para Quando resolvi fazer o jornalzinho, como Rogério Furkim Werneck e para trabalhar comigo.
pessoas que tivessem interesse usei o nome. J.R. Whitaker Penteado...
Agenda-RJ car e Lúcia Hippolito debatem Corporativa no Rio de Janeiro músicas, niver registrado no CD
26/3 (sábado) – n Maurício Os 100 dias do governo Dilma, para os próximos anos. Falam Edição do Autor. No repertório,
Louro, subeditor de O Dia On- analisando o estilo da nova presi- Carina Almeida, diretora da sambas, valsas, marcha-rancho e
line, inicia o curso de extensão dente e as mudanças no cenário Textual e reconhecida no último até um samba-enredo. Às 19h, no
Webwriting. O conteúdo, com da política nacional. O talk show Prêmio Aberje Rio com o caso Rio teatro Café Pequeno (av. Ataulfo
técnicas de comunicação na integra a série CBN na Travessa, 2016: Uma conquista inédita para Paiva, 269).
web, explora as possibilidades sempre na última 2ª.feira de cada o Brasil, e Carlos Villanova, di- 31/3 (5ª.feira) – n Renato Galeno
editoriais possíveis nesta mídia, mês, evento aberto ao público em retor de Comunicação do Comitê ministra o curso A nova (des)or-
detalhando as formas de produ- que a plateia é convidada a par- Organizador dos Jogos Olímpicos dem internacional, em que analisa
ção e distribuição dos tipos de ticipar com perguntas. Das 20h Rio 2016. Às 9h, no teatro do Oi a nova ordem em construção, a
conteúdo. Durante três sábados, às 21h, na Livraria da Travessa Futuro (rua Dois de Dezembro, partir do estudo da história re-
das 9h às 14h, no campus Rio do Shopping Leblon (av. Afrânio 63). Informações pelo aberjerio@ cente do mundo e da discussão
Comprido da Unicarioca (av. Paulo de Melo Franco, 290, loja 205A). aberje.com.br. de conceitos fundamentais das
de Frontin, 568). Informações 30/3 (4ª.feira) – n A Aberje realiza n Na mesma 4ª, Marceu Vieira relações internacionais. Durante
pelo extensao@unicarioca.com. seu 45º Encontro, com um bate- e Tuninho Galante fazem show três 5as.feiras, às 19h30, no Polo
br ou 21-2563-1919. -papo sobre as oportunidades de que celebra dez anos de uma de Pensamento Contemporâneo
28/3 (2ª.feira) – n Kennedy Alen- investimento em Comunicação parceria que já soma mais de cem (rua Conde Afonso Celso, 103).
Minas Gerais (*)
Vem aí a sucursal do Hoje em Dia em Brasília
n O projeto de criação de uma para Brasília como diretora geral. A intenção da nova direção era Agora, o jornal analisa a aceitação
sucursal do Hoje em Dia em Bernardino Furtado (ex-repórter reduzir o número de colunistas da coluna de marketing junto ao
Brasília está caminhando para a especial da Folha de S.Paulo e do do interior e reuni-los em uma público para resolver sobre sua
implementação. A ideia é produ- Estado de Minas) fica no lugar única página sob o comando dele. continuidade.
zir um jornal com informações dela como editor-geral em Belo Contudo, o projeto acabou se mo- n Emerson Pancieri é o novo
locais e complementá-lo com Horizonte. Leida Reis é a nova dificando, pois quando o colunista repórter de esportes da CBN.
informações nacionais, redigidas repórter especial do veículo. Outra de marketing Mário D’Alcântara n Wallysson Rangel deixou o
em Belo Horizonte. Para tanto, novidade é que Márcio Fagundes desligou-se do veículo Fagundes Diário do Comércio.
Regina Martinez foi transferida volta a escrever sobre política. assumiu o espaço interinamente.
Curtas-MG n A revista Cultura e Pensamento (Brasil – Senegal), a Associación assuntos clericais, Como se faz
n A Interface ampliou sua atuação – Juventude e Ativismo, que será Hermanos Saíz (Cuba) e a ONG um bispo. Autor da obra Como se
no segmento de redes sociais e lançada no próximo dia 31/3, é CIC Batá (Espanha). O evento faz um papa, esgotada nas livra-
fechou contrato com a Ativas para fruto de um evento de mesmo acontece na Biblioteca Luiz de rias, Vital viajou por várias regiões
gerenciar, monitorar e analisar sua nome realizado em agosto do Bessa (Praça da Liberdade, 317) da Itália para colher informações
presença e de seus concorrentes ano passado em Belo Horizonte, às 20 horas. para dar ao livro conteúdo atual
nas redes sociais, produzir conte- pela ONG Contato, em parceria n O ex-seminarista J. D. Vital está e contextualização. Ainda não há
údo e interagir com comunidades. com o Centro Cultural Casa África produzindo um novo livro sobre data para o lançamento.
(*) Com a colaboração de Admilson Resende (aresende@zoomcomunicacao.com.br – 31- 8494-9605),
e de Luciana Resende (luciana@zoomcomunicacao.com.br), da Zoom Comunicação (31-2511-3111 / 8111)
Edição 786
Página 7
Brasília
Carlos Marcelo vai para o Estado de Minas e Carlos Alexandre é o novo
editor-executivo do Correio Braziliense. Plácido Fernandes retorna a Brasília
n Depois de quase oito anos Brasília depois de quase três pela UnB, foi contratada na vaga 3ª.feira (22/3 – ver J&Cia 786),
no Correio Braziliense, o editor- anos. Chega para fechar a primei- de Camila Magalhães, no suple- o coordenador Renato Ferraz,
-executivo Carlos Marcelo saiu ra página e atuar na coordenação mento Eu Estudante. Camila vai os colaboradores João Paulo
para ser editor-chefe no Estado e edição do jornal. No posto de atuar em projetos especiais na Resende, Aline Bravim, e Ana
de Minas, também dos Diários Marcelo ficou Carlos Alexandre, Associação Assis Chateaubriand. Cláudia Felizola, mais os esta-
Associados, no lugar de Plácido um dos responsáveis pelo fecha- n Ainda a propósito do Cor- giários Bruno Silva, Marianna
Fernandes, que, no caminho mento do Correio. Ainda por lá, reio, integram a equipe do site Rios e Verônica Machado.
inverso, retorna ao Correio e a Ana Pompeu, recém-formada Ser Sustentável, lançado nesta
Assessorias-DF traz cases de sucesso, bem como n A Agência Câmara confirmou, reio, para discutir a regionalização
n Marco Túlio Bretas de Vas- novos serviços, como RP Digital e em fevereiro, o primeiro lugar no da mídia. A mesa será comandada
concelos está de volta à asses- Análise de Mídia. ranking dos dez serviços mais por Carlos Alexandre, editor-
soria do Banco do Brasil, onde procurados do Portal da Câmara, -executivo do jornal, e terá como
assumiu a Gerência da Divisão de Curtas-DF com um aumento de 24% e média convidados Dário Valentino (SBT
Imprensa, após a saída de Raquel n O Congresso em Foco reforçou mensal superior a 350 mil visitas. Brasília), Fabrício Costa (Secom
Rosa, que partiu para novos de- seu time de articulistas nesta n A Fenaj divulgou circular in- da Presidência da República),
safios profissionais. Os contatos 2ª feira (21/3) e soma 25 novos formando aos sindicatos que a Adriano Kalil (Central de Comu-
dele são marco.vasconcelos@ profissionais que vão colaborar partir de agora ficam autorizados nicação), Edu Godoy (Globosat)
bb.com.br e 61-3310-3557 / 4171 com a diversidade e pluralidade a emitir a Carteira de Identidade Francisco Batajelo (GM), Guga
/ 9298-1296. de opinião na política brasileira. Na de Jornalistas para profissionais Mafra (FTPI Digital) e Marco For-
n Vânia Alves deixou o Jornal/ nova equipe 16 são parlamentares recém-formados que tenham menton (Ibope). Inscrições gratui-
Agência Câmara e transferiu- e seis têm formação jornalística: obtido o registro profissional, pro- tas pelo www.diariosassociados.
-se para a reportagem da Rádio Alfredo Sirkis, deputado federal visório ou definitivo, seguindo os com.br/rodadedebates.
Câmara. pelo PV-RJ, Ana Amélia Lemos, mesmos procedimentos adotados 23 a 25/3 (4ª a 6ª.feiras) – n A
n A A!Fonte ganhou a conta da senadora pelo PP-RS, Manuela para a emissão das carteiras para Fenaj organiza caravanas de Sin-
assessoria do Hospital e Materni- D’ Ávila, deputada federal pelo os demais profissionais. dicatos dos Jornalistas a Brasília,
dade Santa Maria. No atendimento PCdoB-RS, Antônio Augusto n O Jornal do Senado começou para contatos com parlamentares
estão Roberta Santo e Mariana Queiroz, diretor do Diap, Marcelo a circular este mês em papel e entidades pela aprovação das
Belloti. Soares, responsável pelo blog reciclado. PECs do diploma. Às 14h de 4ª
n A Proativa, especializada em e reportagens do projeto Tome haverá reunião da Frente Parla-
comunicação para entidades de Conta do Brasil, da MTV, e Fábio Agenda-DF mentar em Defesa do Diploma
classe, preparou uma série de Góis, repórter do Congresso em 23/3 (4ª feira) – n Os Diários Asso- e na 6ª, reunião do Conselho de
ações e produtos com o intuito Foco desde 2007. A lista completa ciados e o Grupo de Mídia iniciam Representantes dos Sindicatos
de apresentar ao mercado o seu pode ser conferida no www.con- a série Roda de Debates, a partir junto à Fenaj.
novo material institucional, que gressoemfoco.uol.com.br. das 19h30, no auditório do Cor-
Ceará (*)
n O jornal O Estado extinguiu a na 6ª.feira (25/3), o jornal terá um o lugar do Viva Fortaleza. O pro- econômico para um público inte-
editoria de Polícia, cujas notícias caderno especial sobre o bloco grama Grande Debate, às 19h30, ressado em aprimorar o trato com
agora fazem parte da editoria de carnavalesco Siriguella, que faz de 2ª a 6ª, ganhou novo cenário. suas finanças e com isso alcançar
Cidade. Houve quatro dispensas festa de 18 anos no sábado, no Os programas Jogo Político, maior qualidade de vida.  A ideia,
na Redação. Marina Park Hotel, com o Chiclete com Fábio Campos; e Vertical segundo a assessora de imprensa
n O caderno feminino Eva, do com Banana. S/A, com Jocélio Leal, trocaram do Grupo O Povo Joelma Leal
Diário do Nordeste, editado por n A TV O Povo estreou nesta o horário das 21h30 pelo das (joelmaleal@opovo.com.br), é
Germana Cabral, circulou neste 2ª.feira (21/3), às 21h30, depois 20h30, novo horário também do disseminar  o conhecimento fi-
domingo (20/3) com o suplemen- do Trem Bala na TV, o telejornal Vida & Saúde. Ainda por lá, estreia nanceiro necessário para que as
to especial Luxo de Festa, com Estudio News. que substitui o neste sábado (26/3), às 8h30, o pessoas possam se tornar agen-
detalhes do evento de mesmo Jornal do Povo. E nesta 3ª (22/3) Educação Financeira, programa tes verdadeiramente capacitados
nome que acontece de 5ª até do- foi a vez da primeira edição do com enfoque didático-informativo a atuar de forma prática na vida
mingo (24 a 27/3), em Fortaleza. E Estudio Viva, às 22h30, que toma que trará temas do universo financeira.
Assessorias-CE mação do Fanor Carreiras. Mauro n Nesta mesma 4ª, às 19h30, fundação. A chefe do Depar-
n Wânia Caldas (85-8631-1289 e falou sobre o mercado de trabalho Eduardo Queiroz, editor de Fo- tamento de Radiojornalismo é
comunicacao@ptceara.org.br) é a para novos jornalistas. tografia do Diário do Nordeste, Marylene Freitas.
nova assessora do PT-Ceará. Ela ministra a palestra Tecnologia e 26/3 (sábado) – n A TV Verdes
substitui a Tiago Montenegro, Agenda-CE Fotografia, no Espaço Cultural Mares participa do projeto Amigos
que foi para novos projetos em 23/3 (4ª.feira) – n A AD2M promove Porto Freire, em Fortaleza. Quei- da Escola, da Rede Globo, e das
Recife. cabine do filme As mães de Chico roz é editor do Diário há 15 anos 8h às 12h vai transmitir flashes do
n Mauro Costa, da AD2M, pro- Xavier para convidados de imprensa e ganhador de prêmios nacionais CAIC Raimundo Gomes, no bairro
feriu palestra no último dia 17/3 no Via Sul Shopping, às 14h, com e regionais. Autran Nunes, em Fortaleza. A
para alunos de Jornalismo da direito a debate com Sidney Girão, 25/3 (6ª.feira) – n A rádio O Povo- promoção será Dia da Família na
Fanor-Dunas , dentro da progra- produtor-executivo do longa. -CBN AM completa 29 anos de Escola.
(*) Colaboração de Lauriberto Braga (lauribertobraga@gmail.com e 85-9139-3235), com Rendah Mkt & Com (contato@rendah.com.br e 85-3231-4239).
Pernambuco (*)
n Zeca Camargo estará no Recife n O Sindicato dos Jornalistas de pelo 81-3231-7475 ou 1501. Por em outras áreas da comunicação,
no próximo dia 6/4 para ministrar Pernambuco e a Unimed Recife outro convênio, os associados da saindo do foco na assessoria de
a palestra A maldição da criativi- firmaram convênio para permitir entidade passaram a ter descon- imprensa. Ganham fôlego os
dade e novos olhares. Ingressos a adesão dos associados a pla- tos – 40% para jornalistas e 20% núcleos de publicidade, com a
à venda na bilheteria do Teatro nos de assistência médica com para seus familiares --  nos cursos chegada de Gabriela Pires, e
Guararapes e na Livraria Saraiva. preços diferenciados e prazos de oferecidos pela Aliança Francesa. o de web e mídias sociais, que
Informações pelo 81-9929-0329. carência reduzidos. Informações n A ExclusivaBR investe forte passa a contar com Márcia Lira.
(*) Com a colaboração de Ana Cristina Lima (81-3269-0005 / 9961-9468 e analima@bravacomunicacao.com), da Brava Comunicação
Sites, blogs e afins
Xico Sá estreia blog com crônicas de costumes e jornalismo “sério”
n Xico Sá estreou nesta 2ª.feira o enunciado do blog “resume a com posts diários de seu lado re- Consumidor) o portal Pirata: tô
(21/3), na Folha.com, um blog que parte séria e a parte engraçada pórter, e vai deixar as crônicas para fora (www.piratatofora.com.br),
leva seu nome e o subtítulo O dessa parada”, cuja proposta é sábado e domingo. Ele aposta que em que pretende oferecer aos
cronista, o repórter, o homem, o retomar o que chama de “jornalis- haverá muitas reações do público consumidores um canal de discus-
mito e a fraude. Colunista de Folha mo mesmo”, em qualquer área, e quando o assunto for a relação são sobre a valorização de ideias,
de S.Paulo, Playboy, Trip, TPM a leveza da crônica de costumes. homem/mulher, tema constante produtos e projetos originais. A co-
e Primeira Leitura, participante Segundo declarou à própria Folha, de seus livros. O endereço do blog ordenação é feita por Cinda Serra
dos programas Saia Justa (GNT) Xico já sabe como equilibrar as é www.folha.com/xicosa. e Rafael Godoy, com participação
e Cartão Verde (TV Cultura), e duas propostas: manterá o blog n O Sindireceita lançou no último de toda a equipe de imprensa do
autor de vários livros, ele diz que mais “quente” de 2ª a 6ª.feira, dia 15/3 (Dia Internacional do sindicato.
Edição 787
Página 8
Movimento Landell de Moura

30 de março de 2011, Dia de Adesão em Massa


n A manifestação de apoio do www.mlm.landelldemoura.qsl.br. como o conhecemos), projetou a
ministro Paulo Bernardo acon- n A iniciativa contará com o apoio televisão e o teletipo muitos anos
teceu praticamente as vésperas e divulgação da Prefeitura de Porto antes de outros cientistas e foi um
do Dia de Adesão em Massa Alegre e outras instituições gaú- dos precursores da invenção do
ao abaixo-assinado eletrônico chas. No ano em que se celebra o controle remoto pelo rádio.
que pretende o reconhecimento sesquicentenário do nascimento, n O ministro Paulo Bernardo deu
oficial dos feitos cientí­ficos do em Porto Alegre, do padre Landell, um importante passo rumo ao
padre-cientista Roberto Landell o MLM acredita que é chegada a esperado reconhecimento oficial
de Moura, verdadeiro inventor hora do Governo brasileiro valori- da obra de Landell. Que o seu
do rádio e pioneiro das telecomu- zar a ciência e a memória nacional exemplo frutifique!
nicações. Ela pode ser conferida resgatando do anonimato esse gê- (A matéria do Ministério das Comu-
pelo http://migre.me/459vZ. As nio que fez transmissões pioneiras nicações também foi postada na
adesões ao abaixo-assinado do no mundo da voz humana à distân- comunidade Landell de Moura no
MLM poderão ser feitas pelo cia, sem fios (ou seja, o rádio tal Facebook – http://migre.me/45zGE)
Mais Landell rádio no Brasil. E eu fazia sempre n Em visita ao Ministério Público apoio da Prefeitura Municipal e
n Rosental Calmon Alves, di- questão de incluir isso nas minhas de Sergipe no último dia 15/3, da ExpoGramado. No evento,
retor do Knight Center for Jour- aulas. Nunca escrevi nenhum arti- Paulo do Eirado Dias Filho, dire- que reuniu cerca de 150 radioa-
nalism in the Americas, informa go a respeito ou algo assim, mas tor Regional do Senac no estado, madores de todo o Brasil que só
que o informativo Jornalismo nas saber que fui um dos poucos a convidou os membros da insti- se conheciam pela voz, foi feita
Américas (http://migre.me/45X8H) divulgar a saga do padre naquela tuição a participar do lançamento uma homenagem especial ao ses-
divulgará a campanha do MLM época me deixou obviamente da biografia do padre Landell de quicentenário de nascimento do
em busca do reconhecimento curioso e orgulhoso. Mais uma Moura, de Hamilton Almeida, padre Landell.
do padre Landell de Moura como razão para admirar o trabalho que nesta 4ª.feira (23/3), às 19h, na n O ex-prefeito de Porto Alegre
verdadeiro inventor do rádio. Ro- o MLM vem fazendo. Pode ser Livraria Escariz do Shopping Rio- Guilherme Socias Villela publicou,
sental, aliás, recorda que em 1973, que muitos coleguinhas tenham mar, em Aracaju. O Senac-SE também no último domingo, em
quando tinha apenas 21 anos, ouvido falar do padre Landell aderiu formalmente ao MLM (ver Zero Hora, artigo em que aborda o
passou a dar aulas de radiojorna- pela primeira vez por causa da J&Cia 786). Aeromóvel, veículo de transporte
lismo na UFF e sempre lembrava excelente campanha que vocês n A cidade de Gramado (RS) re- inventado e produzido pelo gaú-
aos seus alunos do pioneirismo do lançaram. Mas este não e o meu cebeu no último domingo (20/1), cho Oskar Coester, e compara o
padre-cientista: “Lembro perfeita- caso, nem o de dezenas de meus na sua 21º Festa da Colônia, o descaso a que foi relegado pelo
mente que referências ao padre ex-alunos do curso de jornalismo Encontro de Radioamadores de Governo Federal à saga que en-
Landell de Moura apareceram nas da Universidade Federal Flumi- Gramado, organizado pelo Grupo frentaram as invenções do padre
minhas leituras sobre a história do nense, nos anos 70”. de Radioamadores da Serra com Landell.
Internacionais
Claudio Henrique dos Santos deixa o Brasil para morar em Cingapura
n Claudio Henrique dos Santos filha Luiza, de três anos, prepara-se as ruas são limpas e você pode no Washington Post. Ela, que inicia
(ex-Renault) deu uma guinada na para iniciar um curso de mandarim andar por elas, a qualquer hora do o treinamento na 6ª.feira (25/3), é
vida. Vendeu a parte que tinha e outro (para não perder o hábito) dia, sem medo. Isso realmente faz um dos oito estrangeiros selecio-
numa loja de vinhos, no Shopping de vinhos. Sobre suas primeiras muita diferença, pois a gente acaba nados como bolsistas da Alfred
Vila Olímpia, em São Paulo, e mu- impressões do País, diz: “Tirando tendo mais vontade de sair de casa Friendly Press Fellowships, ONG
dou para Cingapura, na Ásia, acom- a saudade dos amigos e da feijoa- e fazer as coisas a pé”. Seus conta- que promove intercâmbio cultural
panhando a esposa, executiva de da de sábado, posso dizer que é tos são claudio.h.santos@hotmail. e profissional entre jornalistas do
RH da Johnnson & Johnnson, que muito bom viver em Cingapura. O com e 65-9820-4305 (não tem mundo todo. Durante sua perma-
recebeu uma boa proposta para inglês á a língua oficial, ou seja, a código de cidade, apenas do País) nência nos Estados Unidos, La-
administrar equipes da empresa comunicação não é um problema e skype claudiohenriquedossantos. rissa vai repassar sua experiência
espalhadas por vários países e (apesar de não ser fácil entender n Larissa Roso, editora e repórter pelo Blog do Editor (http://migre.
regiões daquele continente. Em os caras falando – por telefone é do Segundo Caderno de Zero Hora, me/463fR) do ClicRBS.
período sabático, além de cuidar da impossível). Tudo funciona bem, vai passar cinco meses estagiando
Livros
n Marco Antonio Zanfra, ex-re- livraria da própria editora na capital “internação” do amigo no spa – os os mais diversos temas cotidianos
pórter policial e autor do Manual do paulista (rua Mourato Coelho, 111), dois foram para lá juntos. de forma leve e descontraída.
Repórter de Polícia (www.comuni- a partir das 19h30. n A Editora MM, de José Apare- n Regina Echeverria lançou
que-se.com.br/reporterdepolicia), n Quase 15 anos depois de es- cido Miguel e Eduardo Mattos, nesta 3ª.feira (22/3), no CCBB,
lança em São Paulo no próximo dia crever Diário de um magro – 15 está cuidando da publicação e lan- em Brasília, Sarney – a biografia.
31/3 sua primeira obra de ficção, As dias num spa, Mário Prata lança çamento do livro JK – A coragem Com 624 páginas, o livro reúne
covas gêmeas (Editora Brasiliense, uma nova edição do livro em que da ambição, do empresário Mario 168 entrevistas, além de arquivos
256 páginas, R$ 41). O livro narra a conta sua passagem pelo Spa São Garnero, que fez campanha pelo e diários pessoais do presidente
história da busca de um policial ao Pedro, em Sorocaba, interior de presidente Juscelino Kubitscheck do Senado. Conta sua trajetória
paradeiro de um garoto cujo irmão São Paulo. Diário de um magro – (1965), de quem foi amigo pes- desde a juventude, como poeta e
gêmeo fora encontrado morto 15 anos num spa (Editora Planeta, soal.  A coordenação editorial do escritor, até transição política, do
e cuja mãe mandara cavar uma 144 páginas, R$ 24,90) tem, se- livro – com lançamento previsto regime militar à democracia, além
segunda sepultura, na expectativa gundo o autor, “cortes mínimos e para abril – é de Luiz Paulo Bellini da crise do Senado, em 2009, em
(e na certeza) de enterrar nela o acréscimos menores ainda”. Isso Júnior, da M2BP Design. Miguel, que o político foi acusado de ser o
menino desaparecido. O nome do porque pouca coisa mudou em pela Mais Comunicação-SP, está responsável por várias irregularida-
policial protagonista é Marlowe, seu modo de ver o spa – ninguém também montando evento re- des na Casa. Regina já atuou nos
homenagem do autor a Raymond melhor do que ele para fazer essa lacionado a 2011 – Ano da Itália jornais Estado de S Paulo, A Tarde,
Chandler, um dos expoentes da li- observação, já que voltou ao local no Brasil. Folha de S.Paulo, e nas revistas
teratura noir. Atualmente assessor mais de cem vezes. O subtítulo, n Luis Cosme Pinto, editor-chefe Veja, Placar, IstoÉ, Caras e A Re-
de imprensa do Detran de Santa por exemplo, passou de “15 dias do Jornal da Record e que teve vista. Especialista em biografias, já
Catarina, Marco Zanfra atua come- num spa” para “15 anos num passagens por diversos jornais, tem publicados Furacão Elis (1985),
çou a carreira há 33 anos na Folha spa”, numa alusão ao tempo que revistas e tevês, lançou Ponte Cazuza, só as mães são felizes
de S.Paulo e foi repórter durante passou desde a primeira edição. Aérea, livro de crônicas que tem (1997), Cazuza, preciso dizer que
25 anos, 15 deles na reportagem Também compõem a obra os como pano de fundo as duas cida- te amo (2001), Pierre Verger, um
policial. Nascido em São Paulo, esboços inéditos das ilustrações des mais importantes do País: São retrato em preto e branco (2002);
mora em Florianópolis desde o final feitas pelo cartunista Paulo Ca- Paulo (onde Cosme mora desde Mãe Menininha do Gantois, uma
de 1997. Na capital catarinense, ruso, produzidos no próprio São 1987) e Rio de Janeiro (sua cidade biografia (2006), os dois últimos
trabalhou como repórter de Polícia Pedro, chamados de Cadernos natal). Nessa obra de estreia, o em parceria com Cida Nóbrega,
dos jornais O Estado e A Notícia. do Spa. O prefácio é de Fernando carioca da Vila Isabel conta os en- e ainda Gonzaguinha e Gonzagão,
O coquetel de lançamento será na Morais, responsável pela primeira cantos da capital paulista e aborda uma história brasileira (2006).
Rio Grande do Sul (*)
n O Diário Oficial do RS publicou Inclusão Digital: Felipe Samuel, jornal. Espera-se que até o final de Marcelo Nepomuceno, ce-
nesta 3ª.feira (22/3) a nomeação que atuava na editoria de Política da semana Ulisses Nenê seja dido ao Gabinete do governador.
de mais dois profissionais para do Correio do Povo, e a fotógrafa oficializado como novo chefe de (*) Com o site Coletiva.Net (www.
a Secretaria de Comunicação e Camila Domingues, do mesmo Reportagem da Secom, no lugar coletiva.net)
Edição 787
Página 9
Curtas
Comissão aprova concessão de anistia a Denise Fon
Carlos Tavares, ex-editor do Unidade, foi anistiado em dezembro
n Reunida em sessão solene no membro do Movimento Tortura Comunista Brasileiro, é também do Hino da Independência, que
Teatro da Universidade Católica Nunca Mais. Nos dez minutos muito emocionante vir aqui para depois, já na ALN, repetiria como
de São Paulo no último dia 22/3, concedidos a cada anistiado na ter julgado meu processo de um juramento: ‘Ou ficar a Pátria
a Comissão Especial de Anistia solenidade, ela fez um discurso anistia. Eu não vou ser hipócrita livre ou morrer pelo Brasil’”.
aprovou os processos de anistia sobre sua trajetória ao longo dos de dizer que a indenização finan- n Em dezembro passado já havia
de quatro ex-perseguidos políti- últimos 50 anos emocionando, ceira não interessa, mas quem já sido anistiado Carlos Tavares,
cos pela ditadura militar ligados à conforme notícia do Estadão, as passou por este momento sabe que durante dois anos (1995-
área educacional: Emílio Borsari centenas de pessoas presentes. que muito mais compensador é 1996) foi editor do jornal Unidade,
Assirati, Maria Aparecida Antu- Denise lembrou seus tempos de ouvir um representante do Estado do Sindicato dos Jornalistas de
nes Horta, Elza Ferreira Lobo e professora na Paraíba, a militância brasileiro nos pedir desculpas pe- São Paulo. Ele foi demitido de seu
Denise Maria de Moraes Santa- política, as ameaças, persegui- los crimes cometidos. Até porque emprego no Banco do Nordeste
na Fon. Natural da Paraíba, hoje ções e violências que sofreu, a não há dinheiro que pague os do Brasil em outubro de 1978,
com 70 anos, a ex-professora fuga para São Paulo, as privações, sonhos perdidos de uma profes- quando militava no Sindicato dos
Denise é presidente da Comissão os colegas de militância mortos sorinha rebelde que, apesar de Bancários de São Paulo e no mo-
de Ética do Sindicato dos Jorna- ou desaparecidos, o reencontro algumas recriminações, tirava os vimento estudantil secundarista,
listas de São Paulo (onde milita com suas origens rurais e como filhos dos pescadores da sala de tendo ficado desempregado até
há vários anos – é casada com o professora quando foi trabalhar aula para ensinar-lhes, debaixo de 1982. Tavares trabalha hoje na
ex-presidente da entidade Anto- para o MST, e concluiu: “Hoje, uma gameleira na então distante Caixa Econômica Federal, con-
nio Carlos Fon), diretora da Ação 51 anos depois da emoção de praia de Tambaú, português, ma- tratado em 2003 após aprovação
Cristã contra a Tortura da ONU e ser convidada a entrar no Partido temática, geografia e os versos em concurso público.
Folha de S.Paulo muda caderno Mercado
Jornal reforça foco do caderno em negócios e transfere outros temas para Poder e Mundo
n Desde esta 3ª.feira (22/3), a mundo empresarial e no combate ampliar o didatismo e o espaço caráter global e sobre o desempe-
Folha de S.Paulo transferiu para os aos gargalos de infraestrutura do para textos analíticos. Assim, Po- nho do setor em outras nações. E,
cadernos Poder e Mundo parte do País, além de acompanhar temas der ganha, além dos temas que a partir da próxima 2ª,feira (28/3),
noticiário de economia que era pu- de interesse de consumidores, já vinha publicando, a cobertura o conteúdo de finanças pessoais
blicado em Mercado, que passa a contribuintes e poupadores. Se- da política econômica do governo será ampliado com a volta do
ter seu foco principal em negócios gundo o jornal, a mudança pre- e do desempenho da economia Folhainvest como um caderno se-
de empresas, nas repercussões tende reorganizar a publicação de do País; e Mundo passa a editar manal, que terá mais espaço para
de decisões do governo sobre o assuntos econômicos e com isso também assuntos econômicos de responder a dúvidas dos leitores.

Master em Gestão tem 27 participantes


n Começou nesta 2ª.feira (21/3) o TV Anhanguera, e Jocyelma racá, Marisa Abrantes Boroni Economia e Finanças. No almoço
Master em Jornalismo – Gestão Martins Oliveira, coordenado- Valério, editora-executiva da de lançamento do curso, cada
de Empresas de Comunicação, ra; de Santa Catarina, Guarany Gazeta do Povo, e Norberto Oda, um dos integrantes recebeu um
organizado pelo Instituto Interna- Abraão Pacheco dos Santos, coordenador editorial de Projetos exemplar do Anuário Brasileiro
cional de Ciências Sociais – IICS, editor-chefe do Hora de SC; de Especiais da RPC TV, todos do das Agências de Comunicação
sob a direção do professor Carlos Pernambuco, Henrique José Grupo RPC; do Rio Grande do e da Comunicação Corporativa
Alberto Di Franco. Integram o Barbosa, editor geral da Folha de Sul, Pablo Rodrigues, editor do 2010/2011, editado pela Mega
curso, que se desenvolve em Pernambuco, Vera Lúcia Ogan- Diário Popular (Pelotas); da Bahia, Brasil Comunicação.
cinco módulos, de uma semana do, diretora de Redação do Diário Sergio Queiroz Costa, diretor de n A CBN comemora 20 anos em
por mês, entre março e agosto, de Pernambuco, e Wellington Jornalismo da Empresa Baiana outubro e prepara uma série de
os seguintes profissionais: do Franklin Nunes Brito, editor e de Jornalismo; de Brasília, Théo novidades para seus ouvintes
Espírito Santo, Bruno Dalvi Ram- diretor de Novos Negócios da Rochefort, diretor de Comunica- e internautas ao longo do ano.
pinelli, chefe de Redação da TV Editora Líber; do Ceará, Ildefonso ção da Abert, e Simone Souto A primeira é a estreia de novas
Gazeta, e Mário Augusto da Sil- Rodrigues Lima Neto, diretor- Lopes, gerente de Jornalismo trilhas para programas e boletins.
va Bonella, apresentador, âncora -editor da Editora Verdes Mares; da Rádio e TV Brasília; e do Mato O Repórter CBN, noticiário que
e repórter da Rede Gazeta; de São do Rio de Janeiro, Klepler Maga- Grosso, Ulisses Serotini, diretor traz as principais notícias do dia
Paulo (capital), Bianca Antunes, lhães da Silva Porto Freitas e de Jornalismo da TV Centroamé- a cada meia hora, passa a contar
editora da Editora Pini, e Ricardo Leandro Lousada Cury, respec- rica. Finalmente, de Angola virá com trilha do maestro escocês
Grinbaum, editor de Economia tivamente diretor Administrativo António Pedro, editor do jornal Paul Monsey. “Tentei escolher
de O Estado de S.Paulo; de San- e Financeiro e diretor geral da Expansão; do Paraguai, Roberto timbres neutros, sons que não
tos, Jorge Ricardo de Oliveira, Fundação Cultural, Educacional Fabián Sosa Britez, editor de vão martelar os ouvidos”, disse
chefe de Redação da TV Tribuna; e de Radiodifusão Catedral de Economia da Ultima Hora; e do ele. Outras novidades também
de Goiás, Elisangela Silva Mo- São Sebastião do Rio de Janeiro; Peru, Carlos Alfonso Enríquez serão introduzidas em CBN Brasil,
reira Nascimento e Rosangela do Paraná, Marçal Dias Jordan, Beck, assessor de Comunicação CBN Total, CBN Esportes, Revista
Almeida Chaves, editoras da chefe de Redação da TV Guai- e Imprensa do Ministério de CBN e Sala de Música.
Bahia (*)
n O repórter Aguirre Peixoto Vidal ficou em seu lugar. Louise Polícia. Ela também continua na primeiro módulo do curso de
deixou novamente o Grupo A Calegari, que pouco tempo atrás assessoria de imprensa da can- pós-graduação Gestão da Comu-
Tarde, desta vez para atuar como havia trocado a TV Aratu pela tora Cláudia Leitte. No A Tarde nicação Organizacional Integrada,
trainée da Folha de São Paulo. No Band, também acaba de seguir Online, Liliam Cunha deixou o que chega à sua sétima edição
início de fevereiro, a demissão rumo à Itapoan. Juliana Amaral posto de repórter e seguiu para a e é oferecido pela Universidade
dele levou a redação a paralisar entrou no lugar dela. Ainda na equipe da TVE, devendo ali ficar Católica de Salvador. Informações
suas atividades e o então diretor Band, Cristiano Gobbi (ex-Aratu) até o final do mês. Jéssica Senra, pelo 71-3203-8965 ou 3311-0124.
de Redação Florisvaldo Matos a passa a ser o novo repórter da editora-chefe do portal da Metró- n A professora Tânia Bacelar, da
pedir para sair depois de 21 anos rede na Bahia. pole, também fica na função até UFPE, é a convidada do coquetel
de casa (ver J&Cia 782). Menos n Naira Sodré migrou da Chefia o final do mês. de lançamento da edição 14 da
de uma semana após sua demis- de Reportagem da Tribuna da Revista Desenbahia. Ela fará uma
são, Aguirre foi recontratado. Bahia para a equipe do online. Curtas-BA palestra intitulada O Nordeste na
n Celso Duran assumiu a banca- Alex Ferraz, que assina a coluna n A Lume é a nova assessoria Economia Brasileira: tendências
da e a Chefia de Edição do Band Em Tempo, acumulou as funções. de Clube Educação, instituição recentes e políticas públicas. A
Cidade no lugar de Renata Maia, Ainda no jornal, duas repórteres de ensino superior, e Twist Pub, festa está marcada para 30/3 às
que foi para a RecordNews. voltam à publicação: Catiane espaço no bairro do Rio Vermelho 16h, no auditório da entidade.
Quem também trocou de posto Magalhães, que deixara a casa que neste ano trará uma progra- n Estevão Terceiro (editores.
foi Karina Araújo; saiu da edição rumo à assessoria de imprensa mação musical especial para a mvb@gmail.com), editor de moda
do Boa Tarde Bahia, da Band, e foi da Agência Estadual de Regula- capital baiana. da Tribuna da Bahia, está nos
ocupar o mesmo posto no Hoje ção de Serviços Públicos, está n A professora Margarida Kuns- preparativos para as comemora-
em Dia Bahia, novo programa em Cidade, e Lívia Veiga, que ch, da ECA-USP, inicia em Sal- ções do 5º ano do portal Mundo
da TV Itapoan (Record). Renata estava no online de A Tarde, em vador no próximo dia 31/3 o Vip Bahia.
(*) Com a colaboração de Mariana Trindade (71-3342-3373 / 9239-3229 e mariana@darana.com.br), da Darana Comunicação

Ouça também Jornalistas&Cia na Rádio Mega Brasil Online (www.megabrasil.com), toda


5ª.feira, às 17h, com reapresentações na 6ª, às 10h, e na 2ª, às 20 horas.
Edição 787
Página 10
Lançamentos
Começa a circular a GQ, da Globo Condé Nast
n Chega às bancas nesta 6ª.feira mestre de 2010 edita os títulos da moda, cultura e tecnologia. O Bra- Stone) e conta ainda com Ro-
(25/3) a primeira edição brasileira família Vogue no Brasil (ver J&Cia sil é o único país da América do drigo Salem (ex-Contigo) como
da revista norte-americana GQ 776). A GQ, que terá 70% do Sul a ter o título, que tem edições editor e Ricardo Ivanov (também
(Gentlemen Quarterly), título conteúdo nacional, será mensal, em Inglaterra, Portugal, Espanha, ex-Contigo) como responsável
destinado ao público masculino com tiragem de 50 mil exempla- Itália, Alemanha, México, Rússia, pela área digital da publicação
de classe A e primeiro lançamen- res e vai apostar numa parcela do França, Coreia do Sul e Taiwan. A – versões para internet, iPhone
to da joint-venture Globo Condé mercado de leitores masculinos redação tem direção de Ricardo e iPad.
Nast, que desde o segundo se- interessados em gastronomia, Cruz (ex-editor-chefe da Rolling

BandNews FM e Estadão ESPN estreiam transmissões esportivas no próximo final de semana


n Com um crescimento de 11% partir das 15h20, o clássico entre torcedor, em que famosos e anô- que Souza (também ex-CBN) e
em 2010 em relação ao ano São Paulo e Corinthians. A equipe nimos contam como escolheram Rodrigo Rodrigues (ex-iG). Da
anterior, segundo pesquisa do é formada por Odinei Edson e seus times. Das novidades, já redação do Estadão, chegam
Meio&Mensagem, a plataforma Carlos Fernando (narradores), está no ar o Tem mulher na área, Daniel Piza (colunista do Caderno
rádio, que até há poucos anos Erich Beting e Sérgio Xavier quadro comandado por Tatiana 2 e do Esporte), como âncora do
vinha sofrendo com fortes perdas (comentaristas), André Coutinho, Vasconcellos que mostra o futebol jornal da tarde, e Leandro Modé
no bolo publicitário, vai aos poucos Arthur Covre e Barbara Tellini debatido pelas jornalistas da rádio. (repórter de Finanças), âncora do
conseguindo superar as expectati- (repórteres). Eduardo Barão, n Também começa suas trans- jornal da manhã. A Eldorado FM,
vas mais otimistas. Neste final de apresentador do noticiário matu- missões neste domingo, com a sintonizada em FM 92,9, terá sua
semana, duas rádios – BandNews tino da emissora, ao lado de Luiz transmissão do amistoso entre programação musical, informa-
FM e Estadão ESPN (esta indo ao Megale, Ricardo Boechat e Ta- Brasil e Escócia, a partir das 8h30, tiva e de prestação de serviços
ar pela primeira vez) – estreiam tiana Vasconcellos, será o âncora a Rádio Estadão ESPN (FM 92,9 e migrada para a FM 107,3, e com
suas jornadas esportivas com mui- das transmissões. “A força desse AM 700) (ver J&Cia 784). A equipe um nove nome: Eldorado Brasil
ta expectativa do mercado, que vê projeto está no fato de que nossa da emissora, sob coordenação 2000, troca que tem a ver com a
novas oportunidades decorrentes equipe inteira está trabalhando na de Filomena Salemme e João parceria que o Grupo Estado fez
da Copa do Mundo de 2014 e das criação, produção e transmissão Palomino, irá trabalhar em três com a Fundação Brasil 2000, enti-
Olimpíadas do Rio de Janeiro, da cobertura”, diz o diretor de estúdios: dois deles na sede do dade focada em educação, cultura,
em 2016. A seguir, a estrutura Jornalismo André Luiz Costa. “A Estadão, no bairro do Limão, e sustentabilidade, responsabilidade
e os principais profissionais que intenção é de que o envolvimento um no Sumaré, sede da ESPN. social e cidadania. O site territo-
irão participar das transmissões de todos torne a cobertura atraen- Entre os novos integrantes estão rioeldorado.com.br permanecerá
esportivas de BandNews FM e te até mesmo para quem nunca o chefe de Reportagem Carlos como endereço oficial da emissora
Estadão ESPN. consumiu futebol em rádio”. Os Grecco (ex-CBN), a âncora Aline na web, passando a ser um canal
n Na estreia, a BandNews FM ouvintes também poderão curtir Fernandes (vinda da Bloomberg) exclusivo de música e cultura.
(96,9) leva ao ar no domingo, a quadros como o Como nasce um e os repórteres Paulo Henri-

A boneca
Por Plinio Vicente da Silva (plinio.vsilva@hotmail.com)
Nesses mais de 50 anos de cheguei ao Estadão, em 1979. Uma é aquela que mostra o numa gelada noite de sexta-feira
estrada, que começou no interior Por um fato que nos ligou e pela exato momento em que o ata- da década de 70. Não me lembro
de São Paulo e me trouxe até fama que conquistara com suas cante Mirandinha, do São Paulo, bem em que ano, mas teve como
Roraima, trabalhei com muitos fotos, muitas delas de flagrantes quebra a perna num jogo com o palco o Pacaembu. Então editor
fotógrafos, alguns excelentes, dramáticos, alguns deles captu- América de Rio Preto, pelo Cam- de esportes do Jornal da Cidade,
geniais. Entre eles o italiano Li- rando para a eternidade vários peonato Paulista de 1974. Outra decidi acompanhar alguns torce-
vio Tagliacarne, um dos pais do dramas pessoais ou coletivos. é a Tragédia na Vila Belmiro. O dores do Palmeiras que me con-
processo de solarização, que fazia Quem é da minha geração – a estádio Urbano Caldeira recebia a vidaram para ver o alviverde jogar
fotos especiais para o Jornal da do jornalismo romântico que so- maior lotação de sua história – 33 contra o São Bento de Sorocaba.
Cidade, que eu chefiava em Jun- breviveu até meados dos anos 80 mil pessoas – para o jogo entre Era o jogo da tevê, transmitido
diaí. Outro sujeito extraordinário – não consegue passar ao largo da Santos e Corinthians. Enquanto pela Record. Dando uma “car-
é Jorge Macedo, que me tem vida do Domício fotógrafo, princi- ajustava a lente, ele fotografou o teirada”, usei minha credencial
acompanhado nesses últimos palmente a parte em que ela está momento em que a arquibancada de jornalista para ficar dentro do
tempos e é hoje considerado um ligada ao esporte. Trajetória que, ruiu. Foram mais de 100 feridos campo, ali bem pertinho, atrás
dos que, através das suas lentes, além acompanhar Pelé desde sua e graças a Deus nenhum morto. do gol do lado da falecida concha
melhor enxergam a Amazônia. chegada ao Santos e depois por Mas o acidente acabou com o acústica, mãe do atual tobogã.
Mas de todos aqueles com quem muitas décadas, tem pelo menos clássico e Domício, que de certa Domício fotografava. No pri-
trabalhei poucos se comparam ao dois exemplares considerados forma já carregava essa fama, meiro tempo, do lado do portão
saudoso Domício Pinheiro, uma históricos, guardados na galeria ficou definitivamente conhecido principal. Depois, para poder
lenda do fotojornalismo. das melhores fotografias jornalís- por “toc-toc”. continuar acompanhando o ata-
Já conhecia Domício quando ticas de todos os tempos. O fato que nos ligou se deu que palmeirense, veio parar ao
meu lado. Não nos conhecíamos percebido aquele bólido branco foi fotografada pelo Domício, que, melhor de todas: um barraco em
pessoalmente, mal sabendo, nós que veio na sua direção e fez voar mais tarde, foi “vender” as fotos ruínas, e, no meio dos destroços,
dois, que anos depois estaríamos suas penas para todo lado. A foto no Mesão. Estava por ali, fiquei uma boneca, dessas de cabeça
trabalhando juntos no mesmo nunca foi publicada. curioso e uma delas me deixou de louça, enterrada no meio das
jornal. Lá pelo começo dos anos 1980 de queixo caído. Mostrava uma cinzas. Só então me dei conta de
Àquela altura dividia minha relembrei a ele desse episódio menina com a água na altura da que ela andava na sua bolsa e era
atenção entre o jogo e os movi- quando começamos a trabalhar cintura tentando chegar até uma usada quando ele queria compor
mentos do Domício. Em deter- juntos no Estadão. Desde então boneca, dessas com cabeça de o cenário de mais uma tragédia...
minado instante, ele apontou a sempre conversávamos e já não louça, enterrada na lama. Humor
objetiva para a esquerda e eu fui ligava para a sua fama de pé-frio. Passou o tempo e eu já estava
junto. Edu, um atacante veloz, Todavia, só viria conhecer outra trabalhando na primeira página
escapou num contra-ataque, ficou de suas facetas algum tempo quando ocorreu um grande in-
frente a frente com o goleiro e depois. cêndio que destruiu uma favela
encheu o pé. Quando acabou Caíra um temporal em São em Cajamar. Mais uma vez lá foi
aquele barulho do estufar das ma- Paulo e enchente já era coisa o Domício.
lhas, voltei-me para Domício. Ele corriqueira – o que, trinta anos Reveladas as fotos, veio ao Me-
estava com a máquina no colo e depois, ainda se repete sistemati- são, onde eu fazia a pré-edição.
um olhar de espanto. Acabara de camente na capital dos paulistas. Eram mais ou menos umas dez,
fotografar a morte de um pardal A parte mais atingida fora a Vila cada uma melhor do que a outra.
que, friorento, pousara num dos Guilherme, onde uma favela esta- Até que meus olhos bateram na-
gomos da rede e nem deve ter va debaixo d’água. A reportagem quela que Domício considerava a
(Leitores que quiserem colaborar com histórias engraçadas ou curiosas de redações podem enviá-las diretamente Por Mário César de Oliveira
para a redação deste J&Cia, pelo baroncelli@jornalistasecia.com.br) (mario@masquemario.net)