Вы находитесь на странице: 1из 5

PLANOS DE AÇÃO

2. SEMESTRE DE 2010

Prezado Professor,

Elaboramos, abaixo, resumo de sugestões de ações, que são produto


do trabalho realizado por professores, que foram capacitados nas oficinas
do CONPET NA ESCOLA, realizadas durante o segundo semestre de 2010,
em vários estados do Brasil.
O resumo está dividido em dois blocos: no primeiro são apresentadas
sugestões formuladas relativas ao tema petróleo, gás e seus derivados; no
segundo, estão reunidas sugestões relativas a temas de energia e meio
ambiente de modo geral.
Tais propostas estão sendo encaminhadas, na expectativa de que
contribuam de alguma forma, para o planejamento didático de suas aulas
para o ano de 2011. Sabemos que cada realidade escolar é única, razão pela
qual, tratam-se apenas de sugestões que poderão ser ou não desenvolvidas
e/ou adaptadas a sua realidade específica.

FOCO NOS TEMAS PETRÓLEO E GÁS

1. “Plantando o futuro”. Reaproveitar garrafas PET, caixas de leite para


plantio de temperos e hortaliças. Envolver o Programa de
alimentação escolar com aproveitamento de cascas para adubo.
Outro grupo propôs o desenvolvimento de uma horta comunitária,
utilizando garrafas PET como cerca.
2. Estabelecer parcerias com empresas que reciclem materiais como
óleo, plástico, alumínio etc. Transformar a escola numa Eco-Ponto
destes materiais. Um grupo propôs a coleta específica de garrafa
PET para reciclagem. Outro grupo propôs trabalho de um semestre
na escola, coletando óleo de cozinha, com meta de 1500 litros no
primeiro semestre e aumento de 10% no segundo semestre. A
avaliação será através da quantidade de óleo arrecadado, a
porcentagem de participação dos alunos e se o tempo previsto foi
alcançado.
3. Criar projeto que estimule os alunos e os pais a diminuírem o consumo
de sacolas e sacos plásticos. Outro grupo propôs realizar oficina de
sacola retornável de pano, iniciando com explicação de onde vem a
sacola plástica (petróleo); mostrar o tempo de decomposição do
2

plástico e como pode interferir na preservação ou não do meio


ambiente; por fim, nas aulas de artes, produzir sacola de tecido e
decorá-la (com retalhos).
4. Desenvolver com alunos do ensino médio oficinas de produção de
vassouras de PET.
5. Propor aos alunos o recolhimento de todo lixo não orgânico produzido
no prazo de dois dias; combinar com estes um local para
armazenamento do lixo; classificar todo material em categorias
(plástico, papel etc); pesquisar e montar tabelas com tempo de
decomposição de todos os produtos; analisar os rótulos para
conhecer o que se consome.
6. Exibir o filme “o que é o petróleo”, discutir o tema em sala de aula,
listar diferentes materiais que tem petróleo na sua composição e
montar um brechó (base de troca) para mostrar aos alunos o
desperdício no momento da compra.
7. “Da Luz ao Óleo, uma viagem pelo Progresso”. Realizar trabalho
multidisciplinar com as seguintes ações: elaborar maquete de
produção e transformação em energia; identificar a evolução
tecnológica dos modelos de obtenção de energia; analisar os custos
envolvidos na geração de energia; investigar a origem do petróleo;
contextualizar politicamente o uso do petróleo, analisar a legislação
vigente no que tange a produção, exploração e transformação de
energia. Outro grupo propôs realizar oficinas, cursos, vídeos,
palestras, publicidade e divulgação na escola, objetivando sensibilizar
a comunidade sobre o uso dos derivados do petróleo.
8. “Mudança de hábitos nos cuidados veiculares”. Elaborar um
questionário para levantamento de dados e observação: tipo de
veículo (carro, caminhão, van), ano do veículo, data da última revisão,
cor da fumaça ao ligar o veículo; Criar teatro para apresentar a
situação encontrada e elaborar cartazes que envolvam escola, casa e
comunidade.
9. “Educação para a redução do consumo de combustível”. Apresentar o
vídeo “Uma aula sobre economia”; promover pesquisas na sala de
informática sobre o assunto; elaborar relatório de observação do
cotidiano; discutir o assunto em sala de aula; abrir espaço para a
troca de experiências e orientar pais e comunidade, divulgando o
tema com diferentes linguagens.
10. Ensinar como fazer para o gás de cozinha durar mais. Levantar
inicialmente qual a duração do gás (GLP) em casa; ministrar aula
expositiva/palestra sobre o assunto; implantar ações para redução;
concluir e avaliar se o consumo foi realmente reduzido.
3

11. Em reuniões pedagógicas sensibilizar o corpo docente e


administrativo para trabalhar temas, utilizando o material
disponibilizado pelo CONPET; construir um blog divulgando as ações
da escola.
12. Repassar o material recebido na Oficina do CONPET para
professores que não participaram da oficina, de forma a construir
um plano de ação local.

ENERGIA E OUTROS TEMAS RELACIONADOS À PRESERVAÇÃO


DO MEIO AMBIENTE

1. Tornar os alunos multiplicadores dos temas relativos ao uso racional


de energia, utilizando os conhecimentos prévios destes, e
ampliando-os através de pesquisa e coleta de dados na escola, na
própria casa e na comunidade ao entorno. Confeccionar gráficos,
tabelas, relatórios e divulgar os resultados através de fotos,
reportagens, charges, jornais, murais informativos, dentre outros.
Um grupo propôs elaborar cartilha explicativa com sugestões de
como reduzir o consumo de energia. Outro propôs um jornal
informativo que divulgue a campanha de consumo consciente.
Outro propôs a realização d gincana sobre o tema.
2. “A energia que a dança tem”. Trata-se de atividade multidisciplinar
que compreende a montagem de grupos de dança para, de forma
lúdica, sensibilizar os alunos em relação à preservação de energia.
Cada grupo desenvolverá a letra da música com a qual irá se
apresentar, com o tema “Energia sem desperdício”.
3. “Na Sintonia da Energia”. Propõe-se desenvolver um programa de
rádio onde os alunos irão informar notícias, atualidades, dicas de
economia de energia etc.
4. Desenvolver gincanas e ou concurso de redação sobre economia de
energia elétrica, água etc. Um grupo sugeriu visitar represas e
estações de tratamento de água. Outro propôs visita às
nascentes de água. Outro, ainda, propôs que a escola adote o
curso de água mais próximo de sua localidade.
5. Rever projetos da rede elétrica nos prédios da escola, utilizando
verbas públicas para fazer as adequações necessárias que
reduzam energia. Outro grupo propôs ações práticas como apagar
as luzes de grandes ambientes como quadras e pátios, quando
estes não estejam sendo utilizados. Outro, ainda, propôs
atividades com os alunos sobre a importância do consumo correto
de energia, através de gráficos estatísticos, etiquetas
4

informativas, confecção de cartazes, palestras, debates e demais


atividades pedagógicas.
6. Criar uma “Patrulha ambiental”. Selecionar e identificar um grupo de
alunos para patrulhar o consumo-desperdício (água, lixo, energia e
alimentos) na escola. Qualificar e subsidiar este grupo com
informações e conhecimentos para que eles se tornem
multiplicadores no espaço escolar e na comunidade.
7. Propor aos professores o dia do desafio no qual eles trabalharão “Um
dia de aula sem papel”. Lançar a idéia de um Centro de Estudos
para sensibilizar o grupo. Apresentar vídeo que mostre todo o
processo de fabricação de papel, personificando todos os
envolvidos nas etapas de produção e todo impacto ambiental.
Debater com o grupo a teoria dos três “R’s”.
8. “Desperdício de Papel”. Reutilizar folhas de papel para novas
atividades ou outros fins na escola.
9. Implantar na escola a coleta seletiva. Sugere-se realizar excursão
para usinas de reciclagem. Outro grupo propôs coleta diária de
papel; outro, ainda, propôs palestras informativas de ONG’s,
divulgação de panfletos e oficinas de reaproveitamento de
resíduos para alunos e/ou para professores, que se tornarão
multiplicadores das ações.
10. Divulgar na escola, durante o ano, locais existentes na comunidade
que recolhem baterias de celular, pilhas e aparelhos celulares.
11. Realizar feira de artesanato com materiais recicláveis.
12. Realizar festival de teatro com o tema “Uso racional dos recursos
naturais”.
13. Organizar Mostras culturais, Feira de ciências, Festival do Meio
Ambiente, grupos teatrais, dramatização, feira do conhecimento,
caminhadas ecológicas, passeios ciclísticos e demais eventos que
tenham por foco a Energia na Escola, Proteção ao Meio Ambiente
e/ou Sustentabilidade, para a comunidade interna (professores,
alunos, funcionários) e externa (comunidade, pais de alunos).
14. “Minhas ações para salvar o Planeta”. Para esta atividade, elaborar
uma ficha de acompanhamento, onde constam as ações realizadas
pelos alunos na preservação do Planeta.
15. “Meu querido diário”. Cada aluno terá um caderno no qual registrará
seu consumo de energia diário e de sua família (ex.: tempo no
banho, lavar a louça, tempo para fazer a barba etc).
16. Um dia de Limpeza na escola, a ser realizada com a comunidade
escolar, através de grupos que se responsabilizam pela limpeza de
5

um dia da semana. Outro grupo propôs atividade semelhante, em


apenas um dia, no que denominou de “Dia D”.
17. “Adote um jardim”. Organizar grupos que sejam responsáveis por
cuidar, plantar, regar e conservar um determinado espaço.
18. Grêmio ambiental. Reunir alunos de diferentes séries (anos), que
promovam projetos, campanhas e eventos para o restante da
comunidade escolar.
19. Projetos de reeducação ambiental na escola. Utilizar material
fornecido pelo CONPET, pesquisas, vídeos, amostragens de
decomposição de produtos para sensibilizar o corpo discente,
buscando um ambiente mais limpo e saudável.
20. “O uso das tecnologias associadas à questão ambiental”. Realizar
projeto usando blogs, slides, vídeos, músicas e a rádio da escola
para informar sobre impactos ambientais, o mau uso dos recursos
não renováveis e formulação de hipóteses na busca de soluções.