Вы находитесь на странице: 1из 16

Exercícios Resolvidos sobre:

I - Conceitos Elementares

Grupo II – O Problema da Escassez e da Escolha

Questão 1
Comecemos por explicitar o que se entende por bem económico: um bem
económico é qualquer coisa ou serviço que satisfaz uma necessidade e que existe em
quantidades limitadas.
Para que um bem seja considerado como bem económico tem que satisfazer
em simultâneo as duas condições anteriores: satisfazer necessidades e existir em
quantidades limitadas.
Os bens e serviços produzidos são escassos face à natureza ilimitada das
necessidades humanas. Ou seja, os bens e serviços são produzidos com a utilização de
factores de produção que existem em quantidades limitadas. Por outro lado, destinam-
se a satisfazer necessidades virtualmente ilimitadas. Assim, recursos limitados e
necessidades ilimitadas em conjunto conferem a característica de escassez aos bens
económicos.

Questão 2
O problema da escassez existe porque os recursos de uma economia são
limitados face à natureza ilimitada das necessidades humanas. Esta é então uma
característica de todas as economias independentemente do seu nível de
desenvolvimento.
O que distingue os dois tipos de economias é o tipo de bens relativamente aos
quais mais se faz sentir o problema da escassez.
Assim, nos países menos desenvolvidos são escassos os bens de primeira
necessidade, ou seja, para a maioria da população as necessidades básicas como a
alimentação, o vestuário, habitação, não estão em geral satisfeitas. Já nos países mais
desenvolvidos os bens escassos são os chamados bens de luxo (que não satisfazem
necessidades básicas), ou seja, para a maioria da população as necessidades básicas
estão satisfeitas, mas não necessidades secundárias, como ter um carro, fazer férias no
estrangeiro, ir ao teatro, ler um livro.
Introdução à Economia – Licenciaturas em Sociologia e em Relações Internacionais (2006/2007)
Exercícios sobre I – Conceitos Elementares: O Problema da Escassez e da Escolha

Questão 3
3.1. Uma vez que com recursos escassos não é possível satisfazer todas as
necessidades humanas é necessário fazer opções em termos dos bens que se quer
produzir e qual a quantidade desses bens que se vai produzir.
Estas opções determinam também a quantidade de recursos a utilizar na
produção de cada tipo de bem. Cada combinação de bens a produzir corresponde à
utilização de diferentes quantidades de recursos nas respectivas produções, pelo que
este problema é também conhecido por problema da afectação de recursos.
Mas a opção entre diferentes combinações de produção só faz sentido se os
recursos disponíveis puderem ser utilizadas na produção de mais do que bem, ou seja
se tiverem usos alternativos.

3.2. Se cada input ao dispor de uma economia só puder ser utilizado na produção de
um bem deixa de se colocar o problema de “O que produzir e em que quantidades?”.
Neste caso diz-se que os inputs são específicos por oposição aos inputs com usos
alternativos. Não há neste caso opções a fazer. Os bens a produzir e respectivas
quantidades são determinados pelo tipo de utilização que se pode fazer desses inputs
específicos, ou seja, há apenas uma combinação de produção pois os recursos não
podem ser transferidos de uma produção para outra.

Questão 4
A questão de como produzir ou quais os métodos ou técnicas de produção que
devem ser escolhidos para a produção de cada bem coloca-se porque existem em geral
diferentes métodos de produção (ou técnicas de produção) para a obtenção de cada
bem. Os diferentes métodos de produção podem ser classificados de acordo com a
maior ou menor quantidade de trabalho que utilizam relativamente ao capital.

Questão 5
“Para quem produzir?” ou repartição de rendimentos é um dos problemas
económicos fundamentais e trata-se da questão da repartição da produção entre os
indivíduos da sociedade. Neste caso procura-se saber porque é que, por exemplo, em
alguns países 10% da população se apropria de 80% do rendimento gerado pela
produção.

Exercícios Resolvidos – Marta Simões 2


Introdução à Economia – Licenciaturas em Sociologia e em Relações Internacionais (2006/2007)
Exercícios sobre I – Conceitos Elementares: O Problema da Escassez e da Escolha

Questão 6
“Quando produzir?” ou problema da escolha intertemporal do consumo
prende-se com as opções de produção em termos de bens de consumo (que satisfazem
directamente necessidades) e bens de investimento (utilizados na produção de outros
bens).
Se no presente uma economia optar pela produção de uma quantidade
relativamente maior de bens do consumo então a economia está a privilegiar o
consumo presente.
Se no presente uma economia optar pela produção de uma quantidade
relativamente maior de bens de investimento então a economia está a privilegiar o
consumo futuro (e a sacrificar o consumo presente). Não satisfaz imediatamente as
suas necessidades mas abre a possibilidade de no futuro consumir mais pois os bens
de investimento produzidos no presente vão aumentar o stock de capital da economia,
ou seja, vão aumentar a disponibilidade de recursos.

Questão 7
A fronteira de possibilidades de produção (FPP) dá-nos as combinações
máximas de produção que podem ser obtidas por uma economia dados os
conhecimento tecnológicos e a quantidade de factores de produção disponíveis.
Estamos assim a supor pleno emprego dos factores e conhecimento
tecnológico constante.

Questão 8
Com esta questão pretende-se ilustrar através da FPP possíveis respostas às
questões fundamentais colocadas pela ciência económica resultantes do problema da
escassez e da escolha.

8.1. Para representar graficamente a FPP temos que saber que pares de bens são
produzidos. Nos eixos do gráfico representam-se então as quantidades físicas
produzidas de cada bem. É indiferente a escolha dos eixos para cada bem.
Neste caso os bens produzidos são máquinas, medidas por exemplo em unidades,
e comida, medida por exemplo em toneladas.

Exercícios Resolvidos – Marta Simões 3


Introdução à Economia – Licenciaturas em Sociologia e em Relações Internacionais (2006/2007)
Exercícios sobre I – Conceitos Elementares: O Problema da Escassez e da Escolha

( H1 ) ( H2 )

Máquinas
Comida

Comida Máquinas

Vamos optar pela primeira representação.

A legenda da FPP é então:


- eixo horizontal ou eixo das abcissas - quantidade produzida de comida;
- eixo vertical ou eixo das ordenadas - quantidade produzida de máquinas.
As FPP que vamos estudar é sempre decrescente e tem sempre a mesma forma
côncava que explicaremos mais adiante. Sabendo isto podemos representar sempre
uma FPP genérica sem necessidade de conhecer pontos concretos da mesma.

8.2. Cada ponto da FPP representa uma combinação de produção possível face aos
recursos e tecnologia disponíveis na economia. Ou seja, cada ponto da FPP constitui
uma resposta possível ao problema de "O que produzir e em que quantidades?".

Máquinas
D
200
A
180

70 C B

400 980 1000


Comida

Por exemplo, no ponto A a sociedade decide produzir 180 máquinas e 400


toneladas de comida. Já no ponto B a sociedade decide produzir 70 máquinas e 980
toneladas.

Exercícios Resolvidos – Marta Simões 4


Introdução à Economia – Licenciaturas em Sociologia e em Relações Internacionais (2006/2007)
Exercícios sobre I – Conceitos Elementares: O Problema da Escassez e da Escolha

O problema da escassez está aqui patente uma vez que não é possível produzir
combinações de produção que estão no exterior da FPP (por exemplo D) e, sendo a
FPP uma curva com inclinação negativa e representando as combinações máximas de
produção, então o aumento da produção de um bem implica uma diminuição da
produção do outro.
Se a sociedade optasse em primeiro lugar pelo ponto A e depois decidisse pelo
ponto B, ao aumentar a quantidade produzida de comida tem que diminuir quantidade
produzida de máquinas pois estando sobre a fronteira já estava a utilizar plenamente
os recursos. Para produzir mais comida tem que retirar recursos à produção de
máquinas de onde resulta uma diminuição da mesma.

8.3. O problema de “Como produzir?” diz respeito às técnicas de produção a utilizar


para obter os bens. O objectivo é utilizar a técnica mais eficiente, ou seja, a
combinação de factores de produção que permita obter a máxima produção de ambos
os bens com os recursos disponíveis.
Para sabermos se as técnicas de produção utilizadas são eficientes a primeira
coisa a fazer é saber o que se entende por eficiência económica. Está-se numa situação
de eficiência económica se, para aumentar a produção de um bem, isso só é possível
se se diminuir a quantidade produzida do outro bem.
Ora como vimos na alínea anterior, se nos situarmos num ponto sobre a FPP
para aumentarmos a produção de um bem temos que reduzir a produção do outro. Isto
significa que os pontos da FPP correspondem implicitamente à utilização das técnicas
de produção mais eficientes.
Já os pontos no interior da FPP, tal como o ponto C, são pontos ineficientes no
sentido em que é possível aumentar a produção de um bem sem diminuir a produção
do outro. Podemos estar no interior da FPP ou porque não estamos a utilizar
plenamente os recursos de que dispomos, ou porque não estamos a utilizar a técnica
de produção mais eficiente. Estas combinações podem ser produzidas mas não são
eficientes.

Exercícios Resolvidos – Marta Simões 5


Introdução à Economia – Licenciaturas em Sociologia e em Relações Internacionais (2006/2007)
Exercícios sobre I – Conceitos Elementares: O Problema da Escassez e da Escolha

8.4. Poderíamos também ilustrar o problema de "Quando produzir?" através desta FPP
já que as máquinas são bens de investimento e a comida bens de consumo.
Assim, a escolha de uma combinação de produção como A equivale a
privilegiar o consumo futuro pois produz-se uma quantidade relativamente maior de
máquinas (bens de investimento).
Ao contrário, a escolha de uma combinação como a B corresponde a
privilegiar o consumo presente pois produz-se uma quantidade relativamente maior de
comida (bens de consumo).

Questão 9
Ao compararmos as possibilidades de produção de países ricos e de países
pobres no que respeita à produção de bens de primeira necessidade e de bens de luxo
temos que comparar dois aspectos, as FPP respectivas e as combinações escolhidas.

Bens de
luxo

País pobre

País rico

Bens de 1ª necessidade

Em relação às FPP, tendo os países ricos uma maior disponibilidade de


factores a sua FPP será exterior à dos países pobres pois podem produzir maiores
quantidades de ambos os bens. Note-se que é comum ouvirmos que os países pobres
são muito ricos em termos de recursos naturais. Contudo, se estes estão por explorar
não têm valor económico, i.é., não podem ser utilizados directamente no processo
produtivo pelo que não são considerados na representação da FPP. Por outro lado, os
países ricos são mais avançados em termos tecnológicos e dispõem de mão-de-obra
qualificada pelo que os seus recursos são mais produtivos.
Em relação às combinações escolhidas por cada tipo de países verificamos que
os países ricos podem não só produzir bens de primeira necessidade para satisfazer as

Exercícios Resolvidos – Marta Simões 6


Introdução à Economia – Licenciaturas em Sociologia e em Relações Internacionais (2006/2007)
Exercícios sobre I – Conceitos Elementares: O Problema da Escassez e da Escolha

necessidades básicas da maioria da população como também produzem uma maior


quantidade de bens de luxo para satisfazer as necessidades secundárias.

Questão 10
Deslocamentos da FPP para o exterior equivalem a alterações das quantidades
máximas que é possível produzir numa economia.
Isto só vai ser possível se se verificar:
- um aumento da disponibilidade de factores de produção;
- avanços tecnológicos (técnicas de produção mais eficientes).

Questão 11
Para ilustrar os deslocamentos da FPP na sequência da alteração de um dos
factores referidos na questão anterior é conveniente raciocinarmos com base nos
pontos de intersecção da FPP com os eixos. Assim, o ponto de intersecção com o eixo
das ordenadas corresponde à utilização da totalidade dos recursos na produção do bem
A e o ponto de intersecção com o eixo das abcissas à utilização da totalidade dos
recursos na produção do bem B.

11.1. Os aumentos de produtividade equivalem a dizer que com os mesmos recursos é


possível obter uma maior produção.

Bem A

Bem B

Pensando nos efeitos dos aumentos de produtividade em termos dos pontos de


intersecção, se a totalidade dos recursos for empregue na produção do bem B esta
aumenta em relação à situação inicial devido à inovação tecnológica: para a mesma
quantidade de recursos utilizada na produção do bem B aumenta a quantidade
produzida. Assim, o ponto de intersecção com o eixo das abcissas desloca-se para a
direita.

Exercícios Resolvidos – Marta Simões 7


Introdução à Economia – Licenciaturas em Sociologia e em Relações Internacionais (2006/2007)
Exercícios sobre I – Conceitos Elementares: O Problema da Escassez e da Escolha

Se a totalidade dos recursos for utilizada na produção do bem A então não


haverá alteração da quantidade produzida pois a inovação tecnológica só provocou
aumentos de produtividade na produção do bem B. Assim, o ponto de intersecção com
o eixo das ordenadas não se altera.
Em relação à FPP inicial há apenas um ponto comum o correspondente à
utilização de todos os recursos na produção de bem A pois não houve inovação
tecnológica na sua produção nem alteração na disponibilidade de recursos.
Nos restante pontos da FPP, a cada quantidade inicialmente produzida de A
corresponde agora uma maior quantidade produzida de B.

11.2. Agora a inovação tecnológica provoca aumentos de produtividade nas duas


produções.

Bem A

Bem B

Se utilizarmos a totalidade dos recursos na produção do bem A obtemos uma


maior produção e o mesmo acontece para o bem B, ou seja, o ponto de intersecção
com o eixo das ordenadas desloca-se para cima e o ponto de intersecção com o eixo
das abcissas desloca-se para a direita.
A nova FPP não tem agora pontos em comum com a anterior e o seu
deslocamento é paralelo uma vez que os aumento de produtividade foram uniformes.

11.3. Agora o factor que provoca o deslocamento da FPP é a alteração da


disponibilidade de um recurso, utilizado apenas na produção do bem A. Vamos
representar a situação em que se esgota apenas parte do recurso e não a totalidade.

Exercícios Resolvidos – Marta Simões 8


Introdução à Economia – Licenciaturas em Sociologia e em Relações Internacionais (2006/2007)
Exercícios sobre I – Conceitos Elementares: O Problema da Escassez e da Escolha

Bem A

Bem B

Se utilizarmos a totalidade dos recursos na produção de A, o esgotamento do


recurso natural provoca uma diminuição da quantidade produzida deste bem. O ponto
de intersecção com o eixo das ordenadas desloca-se para baixo.
Se utilizarmos a totalidade dos recursos na produção de B, a quantidade
produzida não se altera pois não utiliza o recurso natural. O ponto de intersecção com
o eixo das abcissas não sofre alteração.
A nova FPP tem apenas um ponto em comum com a inicial, o ponto de
intersecção com o eixo das abcissas.
No caso do total esgotamento do recurso natural a FPP resumir-se-ia a um
ponto, o ponto de intersecção com o eixo das abcissas pois o bem A deixa de poder
ser produzido.

11.4. O enunciado descreve a situação das economias nas datas 1 e 3 e queremos


saber que opções de produção realizou a economia X na data 2, opções essas que lhe
permitem situar-se numa FPP exterior à inicial na data 3.

Exercícios Resolvidos – Marta Simões 9


Introdução à Economia – Licenciaturas em Sociologia e em Relações Internacionais (2006/2007)
Exercícios sobre I – Conceitos Elementares: O Problema da Escassez e da Escolha

Devemos então começar por representar as situações das datas 1 e 3.

Máquinas

C (data 3)
180

120 B(data2)

A(data 1)
50

400 900 1500 Alimentação

Na data 1 a FPP é a mesma para as duas economias e situam-se também no


mesmo ponto sobre a FPP (a preto). Vamos supor que na data 1 ambas as economias
produzem 900 toneladas de alimentos e 50 máquinas. Sabemos também que estas 50
máquinas são apenas suficientes para substituir outras 50 que deixaram de poder ser
utilizadas, pelo que não vão alterar a disponibilidade do recurso capital nas datas
seguintes, quando passam a ser utilizadas no processo produtivos.
Na data 3 a economia X situa-se numa FPP exterior à da data 1 (a vermelho) o
que terá que ser consequência de um aumento da disponibilidade de recursos ou da
inovação tecnológica. Como nada nos é dito acerca da alteração dos recursos Terra e
Trabalho nem sobre uma eventual inovação tecnológica, o único recurso cuja
disponibilidade poderá ter aumentado é o capital. Repare-se que as combinações de
produção desta economia se referem a bens de consumo (alimentação) e a bens de
investimento (máquinas), pelo que as suas escolhas de produção vão influenciar a
disponibilidade do recurso capital.
Assim, na data 2 (a verde) a economia X terá que ter privilegiado a produção
de bens de investimento sacrificando o seu consumo presente. Se decidir produzir 120
máquinas terá que reduzir a produção de alimentos para 400 toneladas. Das 120
máquinas produzidas, 50 voltam a ter como destino a substituição de outras tantas que
vão para a sucata, mas agora dispõe de mais 70 máquinas do que na data 1 para serem
utilizadas na produção na data 3.

Exercícios Resolvidos – Marta Simões 10


Introdução à Economia – Licenciaturas em Sociologia e em Relações Internacionais (2006/2007)
Exercícios sobre I – Conceitos Elementares: O Problema da Escassez e da Escolha

Na data 3 o país X situa-se então numa nova FPP exterior à inicial porque
dispõe de mais recursos (mais capital). Além disso, pode situar-se numa combinação
que corresponde a uma maior produção de ambos os bens (1500 toneladas de
alimentos e 180 máquinas), mais do que poderia produzir nas datas 1 e 2 mesmo se
utilizasse a totalidade dos seus recursos numa das produções.
O país Y permanece na FPP inicial e na mesma combinação.

11.5. Entendendo-se por crescimento económico um aumento da capacidade de


produção de uma economia ou um aumento do seu produto potencial, então não é
possível haver crescimento económico sem aumento da disponibilidade de recursos
ou progresso tecnológico. Graficamente, a existência de crescimento económico
traduz-se por um deslocamento para a direita da FPP o que, por definição, só é
possível se houver um aumento da disponibilidade de recursos ou progresso
tecnológico.

Questão 12
12.1. Lei dos rendimentos decrescentes: utilizando a produção pelos menos um factor
fixo, a partir de determinado nível de utilização do factor variável, a acréscimos
sucessivos e iguais deste último, estarão associados acréscimos cada vez menores da
produção.
É condição necessária para a verificação desta lei que pelo menos um dos
factores de produção esteja fixo.

12.2. Para saber quando é que se começam a verificar os rendimentos decrescentes


temos que calcular os acréscimos de produção dos dois bens associados a cada
acréscimo de 10 trabalhadores.
acréscimo Nº Prod Var A por acrésc Nº Prod Var B por
nº trabs A 10Trabs nº trabs B 10Trabs
0 0 0 0
1º 10 30 30-0=30 1º 10 28 28-0=28
2º 20 100 100-30=70 2º 20 52 52-28=24
3º 30 180 180-100=80 3º 30 75 75-52=23
4º 40 280 280-180=100 4º 40 95 95-75=20
5º 50 370 370-280=90 5º 50 114 114-95=19
6º 60 455 455-370=85 6º 60 129 129-114=15
7º 70 515 515-455=60 7º 70 142 142-129=13
8º 80 565 565-515=50 8º 80 152 152-142=10
9º 90 605 605-565=40 9º 90 160 160-152=8
10º 100 630 630-605=25 10º 100 163 163-160=3

Exercícios Resolvidos – Marta Simões 11


Introdução à Economia – Licenciaturas em Sociologia e em Relações Internacionais (2006/2007)
Exercícios sobre I – Conceitos Elementares: O Problema da Escassez e da Escolha

Os rendimentos decrescentes verificam-se pela primeira vez na produção de A


quando se passa da utilização de 40 para 50 trabalhadores, ou seja, a partir da
produção de 280 unidades do bem A. Na produção de B surgem pela primeira vez
quando se passa da utilização de 10 para 20 trabalhadores, ou seja, a partir da
produção de 28 unidades do bem B.
Note que a produção cresce sempre. O que decresce são os acréscimos de
produção.

12.3. Os rendimentos decrescentes ocorrem em ambas as produções porque ambas


utilizam um factor fixo, o capital, condição necessária para a existência de
rendimentos decrescentes.

12.4. As combinações de produção são eficientes se não é possível aumentar a


produção de um bem sem diminuir a do outro, o que acontece quando se está a utilizar
plenamente os factores.
O pleno emprego do factor trabalho corresponde à utilização de 100
trabalhadores nas duas produções pelo que as combinações eficientes são as que
correspondem à utilização deste número de trabalhadores no somatório das duas
produções.
Nºtotal Trabs Trabs Combinações
Trabs empregues empregues eficientes
Empregue em A em B Prod A Prod B
100 0 100 0 163
100 10 90 30 160
100 20 80 100 152
100 30 70 180 142
100 40 60 280 129
100 50 50 370 114
100 60 40 455 95
100 70 30 515 75
100 80 20 565 52
100 90 10 605 28
100 100 0 630 0

12.5. A FPP é composta por todas as combinações de produção eficientes, ou seja, as


combinações que calculámos na alínea anterior são pontos da FPP.
Vamos então traçar no gráfico essas combinações e unir os vários pontos para
obter a FPP.

Exercícios Resolvidos – Marta Simões 12


Introdução à Economia – Licenciaturas em Sociologia e em Relações Internacionais (2006/2007)
Exercícios sobre I – Conceitos Elementares: O Problema da Escassez e da Escolha

180
160
140
120

Produção B
100
80
60
40
20
0
0 100 200 300 400 500 600 700
Produção A

Questão 13
Custo de oportunidade: custo de uma dada escolha medido em termos da
melhor alternativa a que se teve que prescindir.
Em termos da FPP corresponde a medir o custo do aumento da produção de
um bem em termos da produção do outro bem a que se tem que renunciar.
Consideremos novamente a nossa economia que produz apenas máquinas e
comida e o seguinte exemplo.
Fronteira de Possibilidades de Produção

11 A
10
9 B
8
7 C
comida

6
5
4 D
3
2
1 E
0
0 1 2 3 4 5
máquinas

Se a economia decidir aumentar a produção de máquinas em 2 unidades


(passar de B para D) o custo de oportunidade deste aumento são as 5 unidades de
comida a que se tem que prescindir.
Custo de oportunidade +2 unidades Máquinas = 5 unidades de Comida
Graficamente o custo de oportunidade destas 2 unidades de máquinas é
representado pelo segmento de recta descendente que corresponde à diminuição da
produção de comida correspondente.

Exercícios Resolvidos – Marta Simões 13


Introdução à Economia – Licenciaturas em Sociologia e em Relações Internacionais (2006/2007)
Exercícios sobre I – Conceitos Elementares: O Problema da Escassez e da Escolha

Questão 14
A FPP é uma curva decrescente porque os recursos são escassos. Para
produzir mais de um bem têm que se retirar recursos à produção do outro, logo
diminui a respectiva quantidade produzida. A inclinação da FPP está então
directamente relacionada com o conceito de custo de oportunidade.
Mas a pergunta não diz respeito à inclinação da curva e sim à sua forma
côncava. A FFP é uma curva côncava devido à lei dos custos de oportunidade
crescentes, ou seja, devido ao comportamento dos custos de oportunidade à medida
que se aumenta a produção de um bem. À medida que a produção de máquinas
aumenta, os custos de oportunidade de acréscimos adicionais são cada vez maiores.
Consideremos o seguinte exemplo. Uma economia produz apenas comida e
máquinas, pertencendo as seguintes combinações de produção à sua FPP:
Combinação Máquinas Comida Custo Oportunidade
+1 unidade de máquinas
A 0 10
B 1 9 1 unidade de comida
C 2 7 2 unidades de comida
D 3 4 3 unidades de comida
E 4 0 4 unidades de comida
Cada nova unidade de máquinas produzida obriga a renunciar a uma
quantidade cada vez maior de comida, ou seja, os custos de oportunidade são
crescentes.
Se representarmos graficamente esta FPP verificamos que é côncava e
podemos identificar, por intermédio de segmentos de recta, os custos de oportunidade
de cada nova unidade de máquinas.
Fronteira de Possibilidades de Produção

11
10 A
9 B
8
7 C
comida

6
5
4 D
3
2
1
0 E
0 1 2 3 4 5
máquinas

Como podemos constatar, à medida que aumenta a produção de máquinas, o


comprimento do segmento de recta que corresponde à quantidade de comida a que se
renuncia é cada vez maior, ou seja, os custos de oportunidade são crescentes.

Exercícios Resolvidos – Marta Simões 14


Introdução à Economia – Licenciaturas em Sociologia e em Relações Internacionais (2006/2007)
Exercícios sobre I – Conceitos Elementares: O Problema da Escassez e da Escolha

Podemos assim enunciar a lei dos custos de oportunidade ou relativos


crescentes: a acréscimos sucessivos e iguais da produção de um bem estão associados
decréscimos cada vez maiores da produção do outro bem , ou seja, os custos de
oportunidade da produção de um bem são crescentes.

Questão 15
A lei dos custos relativos crescentes relaciona o custo de produção de um bem
com a produção do outro bem a que se renuncia.
Lei dos custos crescentes: à medida que se aumenta a produção de um bem, o custo de
produção de quantidades adicionais desse bem aumenta em termos da produção do
outro bem a que se renuncia.
Esta lei, como analisado na questão 14, tem a sua expressão gráfica na forma
côncava da FPP.

Questão 16
A lei dos rendimentos decrescentes mede o custo da produção adicional de um
bem em termos do input adicional necessário para obter essa produção.
A lei dos custos crescentes mede o custo de produção de um bem em termos
da produção alternativa a que se renuncia.
A lei dos rendimentos decrescentes é uma das causas dos custos relativos
crescentes. Se a mesma quantidade adicional do factor variável permite obter
acréscimos cada vez menores de produção então, cada nova unidade produzida de um
bem exige a utilização de uma quantidade cada vez maior do factor. Ora este factor é
retirado à produção do outro bem, logo os decréscimos da sua produção serão cada
vez maiores.
Consideremos o exemplo que temos vindo a seguir.
Lei dos rendimentos decrescentes
Acréscimos iguais Acréscimos decrescentes
=>
do factor variável da produção de Máquinas

Lei dos custos de oportunidade crescentes


Acréscimos iguais Decréscimos crescentes
=>
da produção de Máquinas da produção de Comida
Se acrescermos o factor variável utilizado na produção de máquinas sempre no
mesmo montante, a lei dos rendimentos decrescentes diz-nos que vamos obter
acréscimos cada vez menores da produção deste bem.

Exercícios Resolvidos – Marta Simões 15


Introdução à Economia – Licenciaturas em Sociologia e em Relações Internacionais (2006/2007)
Exercícios sobre I – Conceitos Elementares: O Problema da Escassez e da Escolha

Ora, a lei dos custos crescentes relaciona iguais acréscimos da produção de


máquinas com decréscimos da produção de comida. Face à lei dos rendimentos
decrescentes, para obtermos acréscimos iguais de máquinas temos que utilizar
quantidades cada vez maiores do factor variável. Mas como este factor é retirado da
produção de comida, então os decréscimos da respectiva produção são cada vez
maiores pois são-lhe retirados cada vez mais recursos.
Nota: A lei dos rendimentos decrescentes é condição suficiente mas não necessária
para que se verifique a lei dos custos de oportunidade crescentes. Para que esta se
verifique basta que nas duas produções os factores comuns sejam utilizados em
diferentes proporções, o que vai originar também rendimentos decrescentes uma vez
que há sempre um factor que é relativamente mais escasso.

Exercícios Resolvidos – Marta Simões 16