Вы находитесь на странице: 1из 14

Domínio: Exp Dramática / Teatro - Desenvolvimento da Capacidade de Exp. e Com.

Subdomínio: Experimentação e Criação/ Fruição e Análise / Pesquisa

Meta Final 1) O aluno explora as suas potencialidades expressivas e comunicativas em situações de prática e
avaliação de actividades dramáticas e projectos de teatro.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno explora as possibilidades motoras e expressivas do corpo em diferentes actividades (de
movimento livre ou orientado, execução/reprodução gestual, mímica, criação de personagens…).
O aluno explora as possibilidades expressivas da voz (timbre, intensidade, altura, duração,
entoação…), adequando o seu uso a diferentes contextos e situações de comunicação.
O aluno exprime e justifica opiniões pessoais, em situações de experimentação/criação, de fruição e
de pesquisa.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno explora e comenta as possibilidades motoras e expressivas do corpo em diferentes
actividades (de movimento livre ou orientado, reprodução, mímica, criação de personagens…),
reconhecendo-o como instrumento que comunica.
O aluno lê e comunica oralmente, tendo em atenção o controlo da respiração e aspectos da técnica
vocal (articulação, projecção…) e adequando as possibilidades expressivas da voz a diferentes
contextos e situações de comunicação.
O aluno exprime e justifica opiniões pessoais e comunica informação específica e relevante, em
situações de experimentação/criação, de fruição e de pesquisa.

Domínio: Exp Dramática/Teatro - Desenvolvimento da Criatividade

Subdomínio: Experimentação e Criação/ Fruição e Análise / Pesquisa

Meta Final 2) O aluno integra os conhecimentos adquiridos em novas formas de apreciação de actividades
dramáticas e espectáculos de teatro, bem como em soluções originais, diversificadas e alternativas
para os desafios criativos.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno explora (diferentes níveis e direcções, características específicas…) e recria o espaço e os
objectos, com função real ou imaginária, e inventa, recria, constrói e manipula adereços e formas
animadas.
O aluno constrói textos dramáticos e/ou guiões cénicos, inventando e/ou compondo histórias a
partir de diferentes estímulos (jogos, improvisações, imagens sequenciadas, outras histórias,
músicas…) e registando por meio de iconografia e/ou texto.
O aluno cria, explora e apresenta personagens, em situações distintas e com diferentes finalidades.
O aluno improvisa e cria pequenas cenas a partir de dados reais ou fictícios, sozinho e em grupo, em
processos espontâneos e preparados.
O aluno participa na concepção, no planeamento, na operacionalização e na avaliação de projectos
de teatro.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno explora e recria o espaço com recurso a elementos plásticos e tecnológicos produtores de
signos (formas, imagens, luz, som…) e inventa, recria, constrói e manipula objectos (adereços,
formas animadas…), experimentando intencionalmente diferentes materiais e técnicas (recurso a
partes articuladas; variação de cor, forma e volume…) para obter efeitos distintos.
O aluno exercita a escrita dramática criativa, espontaneamente ou por sugestão de outrem,
explorando vários processos de criação (escrita directa; decorrente de trabalho cénico; a partir de
textos não dramáticos…).
O aluno cria, explora, apresenta e analisa personagens, em situações distintas e com diferentes
finalidades.
O aluno improvisa e cria pequenas cenas a partir de dados reais ou fictícios, sozinho e em grupo, em
processos espontâneos e preparados, antecipando e explorando intencionalmente formas de
“entrada”, de progressão na acção e de “saída”.
O aluno idealiza, planifica, operacionaliza e avalia projectos de teatro, experimentando
criativamente diferentes funções, com orientação do adulto e/ou autonomamente.

Domínio: Exp Dramática/Teatro- Aprop. da Linguagem Elementar da Exp. Dramática

Subdomínio: Experimentação e Criação / Fruição e Análise / Pesquisa

Meta Final 3) O aluno adquire e aplica a linguagem elementar do teatro para nomear e analisar actividades,
técnicas e funções desta arte performativa, em situações de criação, de fruição e de estudo.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno participa em práticas de jogo dramático, improvisação e representação.
O aluno experimenta e nomeia, em actividades dramáticas e projectos de teatro, diferentes técnicas
de representação: teatro com actores em cena, teatro de formas animadas (teatro de sombras; teatro
de objectos; máscara; teatro de marionetas – luva, dedo, varas, fios…) e técnicas mistas.
O aluno experimenta e nomeia diferentes funções/tarefas convencionais no processo de criação
teatral: texto dramático/dramaturgo, encenação/encenador, representação/actor-actriz,
figurino/figurinista, cenografia/cenógrafo…).

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno distingue, pela experimentação e pela reflexão, jogo dramático, improvisação e
representação.
O aluno nomeia e mobiliza, intencionalmente, em actividades dramáticas e projectos de teatro,
diferentes técnicas de representação: teatro de actor, teatro de formas animadas (teatro de sombras;
teatro de objectos; máscara, teatro de marionetas – luva, dedo, varas, fios…) e técnicas mistas.
O aluno experimenta, nomeia e descreve diferentes funções/tarefas convencionais no processo de
criação teatral (texto dramático/dramaturgo, encenação/encenador, representação/actor-actriz,
figurino/figurinista, cenografia/cenógrafo…).

Meta Final 4) O aluno adquire e aplica a linguagem elementar do teatro para nomear e analisar componentes da
construção performativa, em situações de criação, de fruição e de estudo.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno experimenta diferentes modalidades de espaço cénico (uma frente, várias frentes, em
arena…), envolvendo recursos técnicos específicos (projectores de luz, mesa de som…) e/ou
dispositivos alternativos (lanternas/retroprojector, leitor de CD…).
O aluno utiliza, em actividades dramáticas e projectos de teatro, objectos com diferentes funções
(indutores, adereços e formas animadas).
O aluno distingue o texto dramático de outros tipos de texto, tendo em conta a mancha gráfica, a
estrutura (monólogo ou diálogo) e a dispensabilidade do narrador.
O aluno cria, apresenta e comenta personagens, espontaneamente ou por sugestão de outrem, com
recurso a diferentes indutores (história, espaço, objecto, personagem, música…).

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno reconhece e implanta, nas suas criações, diferentes modalidades de espaço cénico (uma
frente, várias frentes, em arena…), envolvendo recursos técnicos específicos (projectores de luz,
mesa de som…) e/ou dispositivos alternativos (lanternas/retroprojector, leitor de CD…).
O aluno utiliza, em actividades dramáticas e projectos de teatro, objectos com diferentes funções
(indutores, adereços e formas animadas), distinguindo-as e nomeando-as.
O aluno reconhece especificidades formais do texto dramático convencional (estrutura – monólogo
ou diálogo; segmentação – cenas, actos, quadros…; componentes textuais – falas e didascálias), em
produções próprias ou de outrem.
O aluno cria, apresenta e analisa personagens, com recurso a diferentes indutores e/ou materiais
pesquisados e organizados (bilhete de identidade da personagem, álbum fotográfico da
personagem…).

Domínio: Exp Dramática/Teatro - Compreensão das Artes no Contexto

Subdomínio: Experimentação e Criação/ Fruição e Análise / Pesquisa

Meta Final 5) O aluno reconhece e analisa práticas teatrais de diferentes estilos, géneros e origens culturais, com
as quais contacta em contextos diversificados (grande sala, sala-estúdio, rua…) e com recurso a
vários suportes (bibliográfico, audiovisual, multimédia, digital…).

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno reconhece o teatro como prática artística presencial, identificando diferentes estilos (teatro
de palco, teatro de “proximidade”, teatro de rua, café-teatro…), funções de concepção e realização
do espectáculo e recursos físicos e materiais que o teatro mobiliza.
O aluno identifica elementos e técnicas de outras artes e áreas de conhecimento (textos de vários
tipos, música e outras sonoridades, luz, coreografia, criação plástica…) utilizados no teatro.
O aluno analisa os espectáculos a que assiste, recorrendo a vocabulário adequado e específico e
expressando uma opinião pessoal.
O aluno pesquisa e organiza, em vários suportes, informação sobre teatro e comunica os seus
resultados.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno identifica diferentes estilos e géneros convencionais de teatro (comédia, drama…), funções
de concepção e realização do espectáculo e recursos físicos e materiais que o teatro mobiliza.
O aluno reconhece a dimensão multidisciplinar do teatro, identificando relações entre este e outras
artes e áreas de conhecimento.
O aluno analisa os espectáculos a que assiste, recorrendo a vocabulário adequado e específico e
articulando o conhecimento de aspectos contextuais (relativos ao texto, à montagem, ao momento
da apresentação…) com uma interpretação pessoal.
O aluno pesquisa e organiza, em vários suportes, informação sobre reportórios (textos dramáticos
de autor, contos tradicionais…), criadores e práticas teatrais de diferentes culturas e comunica,
oralmente e por escrito, os seus resultados.

Domínio: Expressão Musical - Desenvolvimento da Capacidade de Exp. e Com.


Subdomínio: Interpretação e Comunicação

Meta Final 6) O aluno canta sozinho e em grupo, com intencionalidade expressiva, canções de diferentes formas,
géneros e estilos, em métrica binária e ternária, utilizando a memória.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno reproduz vocalmente motivos e frases melódicas de uma canção mediante um modelo
(agudo e grave; subida, descida e permanência).
O aluno reproduz vocalmente melodias e ritmos com diferentes intensidades mediante um modelo
(intensidades forte, fraca e média).
O aluno reproduz vocalmente melodias e ritmos com diferentes andamentos mediante um modelo
(pulsação lenta, rápida e média).
O aluno interpreta uma canção controlando vocalmente mudanças súbitas de andamento e de
intensidade.
O aluno interpreta uma canção respeitando a sua estrutura rítmica.
O aluno participa, cantando, em manifestações artísticas públicas.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno canta controlando a emissão vocal em termos de afinação e respiração.
O aluno controla vocalmente a mudança progressiva da intensidade de uma canção (dinâmicas em
crescendo e em diminuendo).
O aluno controla vocalmente a mudança progressiva da andamento de uma canção (pulsação em
accelerando e em rallentando).
O aluno decide sobre o andamento e a dinâmica na interpretação de uma canção.
O aluno interpreta canções em cânone e canções com secções em coro e em solo.
O aluno articula correctamente o texto de uma canção (acentuação silábica, fraseado).
O aluno interpreta peças vocais integradas em manifestações de movimento, dança e/ou teatro.

Meta Final 7) O aluno toca sozinho e em grupo, peças de diferentes formas, géneros, estilos e culturas, utilizando
técnicas diferenciadas de acordo com a tipologia musical, em instrumentos não convencionais e
convencionais na interpretação de música instrumental ou vocal acompanhada.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno marca o primeiro tempo do compasso, a pulsação e a divisão do tempo, em métrica binária
e ternária.
O aluno reproduz padrões rítmicos mediante um modelo, utilizando percussão corporal e
instrumentos.
O aluno realiza ostinatos com percussão corporal e com instrumentos não convencionais e
convencionais, mantendo a pulsação.
O aluno interpreta frases rítmicas em diferentes andamentos e dinâmicas, com mudanças súbitas e
progressivas, em percussão corporal.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno interpreta frases rítmicas em diferentes andamentos e dinâmicas, com mudanças súbitas e
progressivas, em instrumentos não convencionais e convencionais.
O aluno sincroniza-se ritmicamente com o grande grupo na interpretação de uma peça com duas ou
mais partes.
O aluno decide sobre o andamento e a dinâmica na interpretação de uma peça instrumental.
O aluno interpreta peças instrumentais para acompanhar canções.
O aluno executa publicamente peças instrumentais integradas em manifestações de movimento,
dança e/ou teatro.
Meta Final 8) O aluno analisa e comenta audições de música gravada e ao vivo de acordo com os conceitos
adquiridos e códigos que conhece, utilizando vocabulário apropriado.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno identifica e nomeia as componentes dinâmicas forte, piano e mezzo-forte.
O aluno identifica e nomeia os andamentos lento, presto e moderato.
O aluno identifica a estrutura formal de uma canção e/ou de uma peça instrumental (introdução e
coda, refrão, secções das formas AA, AB e ABA).

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno identifica, nomeia e descreve dinâmicas em crescendo e em diminuendo.
O aluno identifica, nomeia e descreve alterações de andamento (accelerando e rallentando).
O aluno reconhece frases rítmicas e/ou melódicas repetitivas e contrastantes, em pergunta e
resposta.
O aluno identifica a estrutura formal de uma canção e/ou de uma peça instrumental (cânone, rondó).

Domínio: Expressão Musical - Desenvolvimento da Criatividade

Subdomínio: Criação e Experimentação

Meta Final 9) O aluno improvisa e compõe acompanhamentos e pequenas peças musicais, utilizando a voz, o
corpo e instrumentos não convencionais e convencionais.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno utiliza diferentes fontes sonoras para explorar elementos básicos da música.
O aluno improvisa ritmos com percussão corporal, com instrumentos não convencionais e
convencionais, em colectivo e individualmente.
O aluno selecciona timbres para a realização de acompanhamento rítmico de uma canção ou música
gravada.
O aluno improvisa melodias, utilizando a voz e instrumentos convencionais.
O aluno grava as suas improvisações para análise.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno modifica intencionalmente materiais e objectos para obter efeitos sonoros diversos.
O aluno utiliza elementos básicos da música em criações próprias, colectivas ou individuais.
O aluno cria e organiza ostinatos rítmicos para acompanhamento de uma canção ou música gravada.
O aluno improvisa em pergunta e resposta, em grande grupo e a solo, utilizando a voz e
instrumentos de percussão.
O aluno cria frases e secções rítmicas, organizando-as em peças corporais ou instrumentais.
O aluno improvisa e cria pequenas peças segundo várias estruturas de organização musical (AA,
AB, ABA, rondó).
O aluno grava as suas criações musicais para avaliação e aperfeiçoamento.

Meta Final 10) O aluno expressa ideias sonoras utilizando recursos técnico-artísticos elementares, tendo em
conta diversos estímulos e/ou intenções.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno explora as potencialidades expressivas da voz e de diferentes materiais sonoros.
O aluno improvisa em colectivo e individualmente sequências sonoras para sequências de
movimento.
O aluno improvisa em colectivo e individualmente ambientes sonoros para histórias.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno selecciona materiais sonoros e organiza ideias musicais para criar texturas e ambientes
sonoros associados a movimento, danças e histórias.
Meta Final 11) O aluno cria códigos para registo gráfico de criações musicais.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno inventa diferentes grafismos não convencionais para representar dinâmicas, timbres,
alturas, durações e formas musicais.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno cria símbolos gráficos não convencionais para representação de sequências e texturas
sonoras vocais, corporais e instrumentais.

Domínio: Expressão Musical - Apropriação da Linguagem Elementar da Música

Subdomínio: Percepção Sonora e Musical

Meta Final 12) O aluno identifica, analisa e descreve características rítmicas, melódicas, tímbricas e formais da
música.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno reconhece e identifica auditivamente características rítmicas, melódicas, tímbricas e
formais da música.
O aluno associa vocabulário musical a fenómenos sonoros vivenciados.
O aluno identifica visual e auditivamente instrumentos musicais diversificados.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno analisa e descreve verbalmente características rítmicas, melódicas, tímbricas e formais da
música, utilizando vocabulário musical específico.
O aluno caracteriza diferentes tipos de instrumentos musicais.
O aluno reconhece e nomeia especificidades musicais em obras gravadas de diferentes géneros,
estilos e culturas.

Meta Final 13) O aluno utiliza notação não convencional para ler e expressar ideias musicais.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno utiliza diferentes grafismos não convencionais para representar dinâmicas, timbres, alturas,
durações e formas musicais.
O aluno lê simbologia não convencional representativa de sequências e texturas sonoras vocais,
corporais e instrumentais.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno lê e interpreta partituras vocais e instrumentais em notação não convencional.
O aluno regista ostinatos e frases rítmicas com grafismos não convencionais.
O aluno regista com simbologia não convencional pequenas composições vocais, corporais e
instrumentais.

Domínio: Expressão Musical - Compreensão das Artes no Contexto

Subdomínio: Culturas Musicais nos Contextos

Meta Final 14) O aluno reconhece e valoriza a música como construção social, como património e como factor de
identidade social e cultural.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno reconhece a música como parte do quotidiano.
O aluno reconhece a diversidade do panorama musical de tradição oral.
O aluno identifica auditivamente canções de diferentes géneros, estilos e culturas musicais.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno identifica diferentes estilos e géneros musicais e os contextos socioculturais onde se
inserem.
O aluno reconhece as diferentes relações entre a música e outras artes e áreas de conhecimento.
O aluno recolhe e organiza informação sobre repertórios e práticas musicais de diferentes culturas
(no espaço geográfico) e comunica, oralmente e por escrito, os resultados das suas pesquisas.

Domínio: Dança - Desenvolvimento da Capacidade de Expressão e Comunicação

Subdomínio: Expressão - Comunicação

Meta Final 15) O aluno expressa de forma não-verbal diversas temáticas da realidade envolvente, utilizando de
modo eficaz o potencial comunicativo do corpo.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno utiliza o corpo de acordo com os modelos técnicos estipulados.
O aluno comunica as temáticas da dança através de desempenhos motores e expressivos adequados
às mensagens.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno interpreta o seu papel coreográfico de acordo com as temáticas e personagens.
O aluno desempenha o seu papel coreográfico em consonância com os contextos e os materiais da
intervenção performativa.

Subdomínio: Partilha - Interacção

Meta Final 16) O aluno, individualmente e em grupo, apresenta, interage e partilha com as audiências peças de
dança e pequenos estudos coreográficos de diferentes formas, géneros, estilos e culturas.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno reconhece os efeitos e o valor do desempenho artístico e interage com os colegas e
professor sobre as experiências de dança.
O aluno interage com as audiências, recebendo e aceitando as críticas.
Metas intermédias até ao 4.º Ano
O aluno apresenta e partilha com as audiências habilidades básicas de comunicação e intervenção
performativa.
O aluno relaciona a apresentação de diferentes obras de dança com o património natural e artístico,
compreendendo a diferença entre os aspectos funcional e o estético.

Subdomínio: Interpretação e Comunicação

Meta Final 17) O aluno interpreta temas, ideias, emoções e sentimentos, mobilizando o vocabulário específico da
dança.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno interpreta sequências de dança, movimentando-se de forma coordenada e apropriada à
temática.
O aluno participa através da dança em manifestações artísticas públicas, ultrapassando as inibições
face ao público.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno interage com os colegas no sentido de procurar o sucesso pessoal e o do grupo na
apresentação da performance.
O aluno demonstra habilidade motora, expressividade, atitude e presença em cena.

Domínio: Dança - Desenvolvimento da Criatividade

Subdomínio: Criação - Experimentação

Meta Final 18) O aluno, individualmente ou em grupo, explora, inventa, improvisa e compõe sequências lógicas
de movimentos a partir de modelos apresentados sobre as várias formas e estilos de dança.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno explora, cria e recria movimentos a partir de temáticas.
O aluno inventa movimentos, de forma individual ou em grupo, de acordo com os estímulos
solicitados pelo professor: corpo (alguns segmentos corporais), espaço (planos vertical/horizontal,
níveis superior/inferior, direcções frente/trás) e ritmo (acentos fortes/fracos e durações
longas/curtas).

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno cria e recria sequências e pequenas danças a partir de movimentos, formas espaciais e
estruturas rítmicas.
O aluno inventa, de forma individual ou em grupo, vários movimentos de acordo com as acções, os
temas solicitados pelo professor: corpo (diferentes segmentos corporais), espaciais (vários planos,
níveis e direcções) e ritmo (acentos fortes/fracos e durações longas/curtas).
Meta Final 19) O aluno cria formas corporais e estruturas rítmicas, de modo a possibilitar a interpretação de
movimentos originais.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno inventa diferentes grafismos não convencionais para representar a duração e acentuação do
movimento.
O aluno interpreta a escrita simbólica com batimentos de mãos e de pés.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno cria símbolos gráficos não convencionais para representação das estruturas rítmicas
(dinâmica e duração) de algumas sequências de dança.
O aluno lê e interpreta simbologia não convencional representativa de sequências de dança.

Subdomínio: Relação - Interacção

Meta Final 20) O aluno contribui para a construção de sequências de dança com base em regras de
improvisação/composição e de acordo com alguns modelos de intervenção coreográfica.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno constrói frases e sequências de movimento a partir de os modelos apresentados pelo
professor.
O aluno participa na organização e reorganização das peças do “puzzle” coreográfico de acordo
com regras de improvisação.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno improvisa e colabora na composição de sequências dançadas de acordo com um tema
específico.
O aluno inventa soluções para os problemas propostos no processo de concepção/produção de
sequências e formas de dança.

Domínio: Dança - Apropriação da Linguagem Elementar da Dança

Subdomínio: Conhecimento e Vivência da Dança

Meta Final 21) O aluno pratica, identifica e contextualiza diferentes formas de dança e sua terminologia básica.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno pratica e reconhece os conceitos básicos e a terminologia relacionada com algumas formas
ou estilos de dança.
O aluno identifica estilos de dança em diversas manifestações do património artístico.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno pratica, compreende e aceita formas de dança de diferentes patrimónios culturais.
O aluno reconhece e contextualiza conceitos fundamentais da apresentação cénica (palco,
espectáculo, público).

Subdomínio: Conhecimento de Materiais Coreográficos

Meta Final 22) O aluno apropria-se dos materiais espaciais (foco, planos, níveis, direcções, volumes) e os
temporais (duração e intensidade) para interpretar sequências de dança.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno reconhece e interpreta diferentes formas de evoluir no espaço (trajectórias curvas e
rectilíneas) e diferentes direcções (frente, trás, cima, baixo, lado esquerdo e direito), planos
(vertical, horizontal), níveis (superior, médio e inferior) e volumes (grande, pequena e média
amplitude).
O aluno identifica e interpreta estruturas rítmicas com diferentes elementos do tempo (longo, curto)
e da dinâmica (forte, fraca).

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno reconhece e utiliza nas sequências de dança diferentes formas de evoluir no espaço e no
tempo.
O aluno reconhece e utiliza em pequenas coreografias várias estruturas rítmicas e diversos materiais
coreográficos.

Domínio: Dança - Compreensão das Artes no Contexto

Subdomínio: Apreciação - Fruição

Meta Final 23) O aluno observa, analisa e comenta peças de dança em diferentes contextos.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno emite apreciações e críticas sobre as apresentações de dança, de acordo com os
conhecimentos adquiridos
O aluno aprecia os trabalhos de dança, explicitando os aspectos mais significativos.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno exprime critérios de apreciação perante às obras de arte.
O aluno avalia o seu trabalho e dos colegas emitindo críticas fundamentadas.

Domínio: Expressão Plástica - Compreensão das Artes no Contexto

Subdomínio: Comunicação Visual

Meta Final 24) O aluno é capaz de ler e analisar diferentes formas visuais (e.g. natureza, obra de arte,
arquitectura, design, objectos do quotidiano, entre outras) através do contacto com diferentes
modalidades expressivas (pintura, escultura, fotografia, cartaz, banda desenhada, entre outros) em
diferentes contextos: físico (museus, catálogos, monumentos, galerias e outros centros de cultura) e
digital (Internet, CDROM).

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno contacta com as diferentes instituições de cultura e com diferentes formas visuais.
O aluno pesquisa, em vários suportes, as diferentes manifestações culturais (património artístico)
nacional, tomando contacto com as diferenças culturais.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno reconhece a importância de contactar com as diferentes instituições de cultura e com
diferentes formas visuais.
O aluno analisa as imagens utilizando um vocabulário adequado e específico (linha, cor, ritmo,
textura,…), articulando-o com as suas vivências e com o contexto das formas visuais/imagens.
Domínio: Expressão Plástica - Apropriação da Linguagem Elementar das Artes

Subdomínio: Comunicação Visual e Elementos da Forma

Meta Final 25) O aluno adquire e aplica a linguagem elementar das artes visuais para identificar e analisar, com
um vocabulário específico e adequado, conceitos, contextos e técnicas em obras artísticas e noutras
narrativas visuais, em situações de observação e/ou da sua criação plástica.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno nomeia os elementos visuais (cor, linha, forma, textura) na observação de imagens da
natureza, da obra de arte (pintura, escultura, desenho, banda desenhada, fotografia, entre outras).
O aluno identifica os elementos visuais (cor, linha, forma, textura) em imagens da natureza
(paisagens), na obra de arte (antiga, moderna e contemporânea) e noutros objectos culturais.
O aluno utiliza, nas suas composições plásticas, os elementos visuais a partir de temas (e.g. cidade,
paisagens, entre outras) e histórias construídas por ele ou sugeridas.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno nomeia os elementos visuais (cor, linha, forma, textura, plano, luz, volume) na observação
de imagens da natureza, das obras de arte antiga, moderna e contemporânea (pintura, escultura,
desenho, banda desenhada, fotografia, entre outras), integrando-os nos temas e nos contextos.
O aluno utiliza, intencionalmente, nas suas composições plásticas os elementos visuais a partir de
conceitos (ritmo, movimento..), temas/narrativas.
Meta Final 26) O aluno identifica a representação da figura humana (proporção natural e a desproporção) em
diversos suportes: físico (museus e outros centros de arte, catálogos,...) e digital (Internet,
CDROM,...), compreendendo a intencionalidade do efeito da deformação como meio expressivo.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno refere, em diferentes modos expressivos de representação da figura humana, as
características dos corpos representados, destacando alguns dos seus atributos (alto/baixo;
gordo/magro; claro/escuro; contorno fino/contorno grosso).
O aluno identifica as diferenças e semelhanças entre imagens que representem a figura humana, nas
quais seja saliente a proporção natural e a desproporção.
O aluno utiliza vários modos expressivos e/ou técnicas nas composições plásticas (o desenho, a
fotografia, a pintura, a colagem, Software educativo) e vários materiais (lápis de carvão, pastel de
óleo ou seco, tintas, entre outras) para a representação da figura humana em ambientes imaginados
ou sugeridos.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno justifica diferenças e semelhanças entre imagens que representem a figura humana, nas
quais seja saliente a proporção natural e a desproporção.
O aluno representa plasticamente, retratos e auto retratos, através de meios expressivos
diferenciados (pintura, colagem, entre outros), utilizando modos de representação de acordo com as
proporções naturais e a deformação enquanto elemento estético.

Meta Final 27) O aluno descreve a cor em situações do mundo que nos rodeia (natureza, obras de arte,
arquitectura, design, objectos do quotidiano, entre outros objectos culturais) e explicita a sua
importância na aparência visual dos objectos.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno nomeia as cores em narrativas visuais e algumas das suas características (claro/escuro;
frias/quentes), integrando-as no tema ou na situação que a imagem representa ou “parece”
representar.
O aluno identifica as cores primárias, através do circulo cromático, de jogos e de experiências com
a mistura de cores, e reconhece que a partir destas se podem formar outras cores (secundárias).
O aluno cria composições plásticas com manchas livres de cor, utilizando a pintura (tintas, pastel de
óleo ou seco, colagem, técnica mista).
O aluno representa plasticamente objectos, situações, ilustrações de histórias e temas, através da
pintura (tintas, pastel de óleo ou seco, colagem, técnica mista e os meios digitais).

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno identifica, em narrativas visuais cujo elemento predominante é a cor, as qualidades da cor
(quente/fria; primária/secundária; tonalidade: claro/escuro), integrando-as no tema ou na situação
que a imagem representa ou “parece” representar.
O aluno representa plasticamente objectos, situações, ilustrações de histórias e temas, através da
pintura (tintas, pastel de óleo ou seco, colagem, técnica mista e meios digitais), evidenciando que a
cor vale por si e que não é necessário representar “fielmente os elementos observados”.
Meta Final 28) O aluno reconhece o valor expressivo da linha, num contexto figurativo ou abstracto, recorrendo
ao património natural (natureza e cenas do quotidiano) e ao património artístico (monumentos e
museus), em suportes físicos e/ou digitais.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno identifica os vários tipos de linhas (abertas, fechadas, verticais, horizontais, curvas, rectas,
ziguezague) na natureza, nos objectos do quotidiano, nas diferentes manifestações artísticas
(arquitectura, design, obra de arte, entre outras).
O aluno cria composições plásticas a partir de linhas de espessuras, cores e materiais diferentes,
utilizando o desenho e/ou a pintura ou através de outros meios (digitais).

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno reconhece os efeitos de volume e de espaço que os diferentes tipos de linha produzem,
através de jogos de ilusão óptica, disponíveis em imagens e material didáctico/educativo (livros de
arte para crianças, propostas lúdicas em CDROM e nos sítios Web de museus e outros centros de
cultura).
O aluno discrimina e regista, através de fotografia e desenho, os vários tipos de linhas que estão
disponíveis na natureza, nos objectos do quotidiano e nas diferentes manifestações artísticas
(arquitectura, design, obra de arte, entre outras).

Meta Final 29) O aluno reconhece e relaciona as diferentes formas dos objectos no património natural (natureza,
objectos do quotidiano) e no património artístico (pintura, escultura, arquitectura, entre outros),
compreendendo a diferença entre valor utilitário e estético das formas.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno enumera na natureza, no seu quotidiano e nas obras de arte (pintura, escultura, desenho,
mobiles, Land Art, Instalação), as várias formas geométricas, identificando algumas das suas
características (cheia, vazia, pesada, leve, fechada, aberta).
O aluno cria composições plásticas/visuais, bi e tridimensionais, através de modalidades
expressivas diversas (pintura, desenho, colagem, maquetas, mobiles, "assemblages", técnicas
mistas) e com outros meios (digitais).

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno identifica o ritmo e o movimento das formas na natureza e em imagens (obra de arte e
outras narrativas visuais), integrando na sua observação o contexto das imagens e vivências
individuais.
O aluno cria composições plásticas visuais, bi e tridimensionais, através de modalidades expressivas
diversas - pintura, Instalação Land Art, desenho, colagem, maquetas, mobiles, Assemblages, técnica
mistas e meios digitais.
O aluno relaciona os objectos com as formas que eles representam na observação de imagens (obra
de arte e outras narrativas visuais).

Meta Final 30) O aluno reconhece as diferentes texturas nos elementos/objectos do património natural (natureza,
objectos do quotidiano) e no património artístico (pintura, escultura, arquitectura, entre outras).

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno nomeia as diferentes texturas (rugosa, macia, mole, áspera, dura, brilhante…) na natureza e
em diferentes narrativas visuais.
O aluno regista, através de fotografia e/ou desenho, as texturas dos objectos e/ou dos elementos
observados a partir da natureza e do seu quotidiano.
O aluno utiliza diferentes técnicas na composição plástica (o desenho, a fotografia, a pintura, a
colagem, técnicas mistas) e vários materiais (lápis de carvão, pastel de óleo ou seco, tintas, entre
outras, papéis, tecidos, areia, plástico, entre outros), enfatizando a textura em ambientes imaginados
ou sugeridos.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno identifica e nomeia as diferentes texturas (rugosa, macia, mole, áspera, dura, brilhante…)
na natureza e em diferentes narrativas visuais.
O aluno selecciona e regista, através de fotografia e/ou desenho, as texturas dos objectos e/ou dos
elementos observados a partir da natureza e do quotidiano.
O aluno enumera as diferenças e semelhanças entre obras de arte, nas quais seja visível a textura
como elemento predominante.
O aluno utiliza diferentes técnicas na composição plástica (o desenho, a fotografia, a pintura, a
colagem, técnica mista) e vários materiais (lápis de carvão, pastel de óleo ou seco, tintas, papéis,
tecidos, areia, plástico, entre outros), enfatizando as diferentes texturas em ambientes imaginados
ou sugeridos.

Domínio: Expressão Plástica - Desenvolvimento da Capacidade de Exp. e Comunicaçã

Subdomínio: Comunicação Visual

Meta Final 31) O aluno manifesta capacidades expressivas e comunicativas nas suas produções plásticas, assim
como na observação das diferentes formas visuais.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno integra, nas suas produções plásticas, várias técnicas de expressão (pintura, desenho,
colagem, técnica mista).
O aluno experimenta as possibilidades expressivas dos materiais, adequando o seu uso a diferentes
contextos e situações.
O aluno exprime e justifica as suas opiniões sobre as diferentes formas visuais.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno integra, nas suas produções plásticas, os elementos e códigos da comunicação visual, assim
como várias técnicas de expressão (pintura, desenho, colagem técnica mista, assemblage, entre
outros).
O aluno experimenta as possibilidades expressivas dos materiais e das diferentes técnicas,
adequando o seu uso a diferentes contextos e situações.
O aluno exprime e justifica opiniões pessoais, comunicando informação específica e relevante, em
situações de experimentação-criação e de fruição-contemplação.

Domínio: Expressão Plástica - Desenvolvimento da Criatividade

Subdomínio: Comunicação Visual e Elementos da Forma

Meta Final 32) O aluno transforma os conhecimentos adquiridos em novos modos de apreciação das formas
visuais (obra de arte, natureza, entre outros objectos culturais) e em novos modos de representação.

Metas intermédias até ao 2.º Ano


O aluno integra, na observação das formas visuais, os conhecimentos apreendidos.
O aluno aplica nas suas produções plásticas, de um modo espontâneo, os conhecimentos adquiridos.
O aluno selecciona materiais ajustados às suas representações plásticas.

Metas intermédias até ao 4.º Ano


O aluno emite juízos de apreciação sobre as formas visuais, justificando as suas opiniões.
O aluno selecciona técnicas e materiais ajustados à intenção expressiva das suas representações
plásticas.
O aluno inventa soluções para resolver problemas que possam surgir no processo de produção
plástica.

Похожие интересы