You are on page 1of 13

www.luizrosanova.com.

br
I – Calendário Escolar – 2010.
II – PROFESSOR COORDENADOR DO ENSINO MÉDIO - 2010

MARIA MADALENA ALVES DA COSTA

Pedagoga com habilitação nas séries iniciais do Ensino Fundamental e em


Administração e Supervisão Escolar. Pós graduada em Gestão Escolar e
Psicopedagogia Institucional. Atuante no magistério desde 1988. Titular de cargo.
Atuante no posto de Professor Coordenador há quatro anos.

"Não é possível refazer este país, democratizá-lo, humanizá-lo, torná-lo sério, com
adolescentes brincando de matar gente, ofendendo a vida, destruindo o sonho,
inviabilizando o amor. Se a educação sozinha não transformar a sociedade, sem ela
tampouco a sociedade muda."

(Paulo Freire)

Fone: 2153-9712 / 9403-6580


Email: star555dias@terra.com.br
III – ATRIBUIÇÕES DO PROFESSOR COORDENADOR PEDAGÓGICO

Resolução SE Nº 88/2007 - Dispõe sobre a função gratificada de Professor Coordenador


A Secretária da Educação, considerando que a coordenação pedagógica se constitui em um dos pilares estruturais da atual
política de melhoria da qualidade de ensino e que os Professores Coordenadores atuam como gestores implementadores dessa
política com objetivos de:
- ampliar o domínio dos conhecimentos e saberes dos alunos, elevando o nível de desempenho escolar evidenciado pelos
instrumentos de avaliação externa e interna;
- intervir na prática docente, incentivando os docentes a diversificarem as oportunidades de aprendizagem, visando à superação
das dificuldades detectadas junto aos alunos;
- promover o aperfeiçoamento e o desenvolvimento profissional dos professores designados, com vistas à eficácia e melhoria de
seu trabalho
resolve:
(...)

Art. 2º - O docente indicado para o exercício da função de Professor Coordenador terá como atribuições:
I - acompanhar e avaliar o ensino e o processo de aprendizagem, bem como os resultados do desempenho dos alunos;
II - atuar no sentido de tornar as ações de coordenação pedagógica espaço coletivo de construção permanente da prática
docente;
III - assumir o trabalho de formação continuada, a partir do diagnóstico dos saberes dos professores para garantir situações de
estudo e de reflexão sobre a prática pedagógica, estimulando os professores a investirem em seu desenvolvimento profissional;
IV - assegurar a participação ativa de todos os professores do segmento/nível objeto da coordenação, garantindo a realização de
um trabalho produtivo e integrador;
V - organizar e selecionar materiais adequados às diferentes situações de ensino e de aprendizagem;
VI - conhecer os recentes referenciais teóricos relativos aos processos de ensino e aprendizagem, para orientar os professores;
VII - divulgar práticas inovadoras, incentivando o uso dos recursos tecnológicos disponíveis.
(...)

IV – HTPC
Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 119 (26) – 21
COORDENADORIA DE ESTUDOS E NORMAS PEDAGÓGICAS
Comunicado CENP, de 6-2-2009

A Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas, objetivando subsidiar a organização e o funcionamento das Horas de
Trabalho Pedagógico Coletivo - HTPCs, solicita das autoridades em epígrafe, especial atenção às seguintes instruções:

- A Hora de Trabalho Pedagógico Coletivo - HTPC - caracteriza-se fundamentalmente como:


- espaço de formação continuada dos educadores, propulsor de momentos privilegiados de estudos, discussão e reflexão do
currículo e melhoria da prática docente;

- trabalho coletivo de caráter estritamente pedagógico, destinado à discussão, acompanhamento e avaliação da proposta
pedagógica da escola e do desempenho escolar do aluno;

- As Horas de Trabalho Pedagógico Coletivo - HTPC deverão ser planejadas e organizadas pelo Professor Coordenador
de cada segmento do ensino fundamental e médio, em sintonia com toda equipe gestora da escola, com vistas a integrar o
conjunto dos professores do respectivo segmento, objeto da coordenação;

- A duração de cada Hora de Trabalho Pedagógico Coletivo é de 60 (sessenta) minutos;

- O horário do cumprimento das HTPCs, a ser organizado pelo Professor Coordenador, deverá assegurar que todos os
professores do respectivo segmento de ensino participem num único dia da semana, em reuniões de, no mínimo, duas horas
consecutivas;

- Dado o caráter essencialmente pedagógico e coletivo da HTPC, as escolas que mantêm Professor Coordenador de segmentos
de ensino diferentes deverão prever, sempre que possível, reuniões bimestrais, e contar com a participação de todos os
professores envolvidos.

V – Jornada de Trabalho Docente do Quadro do Magistério:

Horas semanais de Com alunos Pedagógico Escola Livre


Trabalho
Pedagógico
40 hs 33 hs 07 hs 03 hs 04 hs

30 hs 25 hs 05 hs 02 hs 03 hs

24 hs 20 hs 04 hs 02 hs 02 hs

12 hs 10 hs 02 hs 02 h 00 hs
(reduzida)
Integra : Decreto nº 55.078 de 25 de novembro de 2009.
Outras considerações do papel do PCP na organização dos HTPCs:

No planejamento, na organização e na condução das HTPCs, é importante:


- considerar as demandas dos professores frente às metas e prioridades da escola;
- elaborar previamente a pauta de cada reunião, definida a partir das contribuições dos participantes;
- dividir entre os participantes as tarefas inerentes às reuniões (registro, escolha de textos, organização dos estudos);
- planejar formas de avaliação das reuniões pelo coletivo dos participantes;
- prever formas de registro (ata, caderno, diário de bordo, e outras) das discussões, avanços, dificuldades detectadas, ações e
intervenções propostas e decisões tomadas;
VI – Proposta PCP
a) PCP x UE
 ser mediadora entre professores e alunos, com o intuito de melhoria da qualidade de ensino;
 planejar todo trabalho pedagógico, evitando as improvisações que acarretam em insatisfações dos atores sociais
envolvidos com a Educação;
 coordenar, orientar e gerenciar projetos interdisciplinares - ações indispensáveis do saber e fazer pedagógico;
 dar assessoria técnica e pedagógica à direção da escola, estando sempre presente nas tomadas de decisões que
possam favorecer o bom desempenho escolar.
b) PCP x Docentes
Aglutinar os colegas no trabalho de equipe, que é condição essencial para melhoria do fazer pedagógico, dando orientação e
gerenciando todo corpo docente em todas as suas ações. Orientação na formulação do planejamento anual e acompanhamento
deste, uma vez que os planejamentos devem ser dinâmicos e flexíveis. Orientação nos conselhos de classe/série e conselhos
participativos.
c) PCP x HTPC’s
Momento primordial da ação educativa. Dentro deste episódio, os atores sociais elencam seus sentimentos de sucesso
e/ou frustrações do seu fazer didático-pedagógico...é neste momento em que procurarei congregar uma verdadeira equipe para
se atingir objetivos comuns para que todos os depoimentos sejam de efetivo sucesso. Sendo os HTPC’s um programa de
formação continuada, entre outros, proponho ações para melhoria do desempenho escolar, tais como :
 selecionar textos, mormente os que tratam de metodologia para o desenvolvimento dos conteúdos;
 apresentar materiais de apoio, peça essencial do trabalho em sala de aula;
 apresentar métodos diferenciados para os casos de recuperação e DA (dificuldade de aprendizagem);
 instrumentar teoricamente os professores, no que diz respeito a avaliação e desempenho dos alunos;
 acompanhar os professores em todas as ações pedagógicas, evitando assim, o sentimento de solidão e abandono;
 apresentar gráficos de aproveitamento das séries/classe para buscarmos novas sugestões de aprimoramento;

VII – Proposta Pedagógica da Escola

Nossa Proposta Pedagógica, a luz das Diretrizes e dos Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio,
assume um currículo por competências, onde a prioridade é o ler e escrever, contextualizado com o mundo do
trabalho e as práticas de solidariedade, buscando soluções para a complexa vida pessoal e social. Três eixos norteiam
nosso modelo de ensino: a flexibilidade (atender diferentes pessoas e mudanças da sociedade); a diversidade
(atenção a diferentes grupos) e a contextualização (significado da aprendizagem para que se assegure a base
comum). O processo de aquisição do conhecimento passa por operações distintas: experiências vivenciadas;
mobilização desses conhecimentos e sua significação. É a partir deste modelo que procuramos, dentro de um
currículo real, criarmos projetos que atendam nosso principal objetivo (ler e escrever – leitores e escritores
competentes). Projetos contínuos: Cinema vai á Escola; Parada leitora; Rosanova em Ação Cidadã, entre outros.

VIII – Algumas considerações importantes para 2010, no que diz respeito á gestão pedagógica:

a) Não haver atrasos nos horários de HTPCs;


b) Entregar conceitos dos alunos em tempo hábil ao solicitado pela PCP (digitar notas em programa específico ou enviar por
email);
c) Manter diários em dia e sempre disponíveis (registros diários);
d) Manter pasta de sala de Coordenação em dia (registros bimestrais);
e) Participar dos Conselhos de Classe-série. Na impossibilidade, acatar as decisões do Corpo de Conselho presente.
f) Enviar por email as matrizes de provas de avaliação bimestral (star555dias@terra.com.br) na data solicitada pela PCP;
g) Participar dos projetos da escola;
h) Acatar as decisões do grupo na implementação de ações planejadas no coletivo;
i) Na ausência da PCP, por alguma razão, o grupo deverá cumprir sua jornada de HTPC “normalmente” e estará sob
orientação da Direção da escola.
INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

SITES LEGISLAÇÃO PARA CONSULTA TELEFONE-SITE COLEGAS

www.educacao.sp.gov.br (SEE)

www.deleste3.com.br (Diretoria de Ensino)

www.luizrosanova.com.br (Escola)

www.apeoesp.org.br (Sindicato)
ANOTAÇÕES DE HTPCs:

DIA : OBSERVAÇÕES:

ATA
ANOTAÇÕES DE HTPCs (Coordenadora):

DIA : OBSERVAÇÕES:

ATA

Ass. Dos Professores presentes: