Вы находитесь на странице: 1из 4

A biomecânica e a Educação Física Page 1 of 4

Novo Fiat Bravo 2011 Confira o novo lançamento da Fiat. Agora com sensor de Pneus. Confira! bravo.fiat.com.br
Smart Trade System Análise de Ações para Investidores de Longo Prazo smarttradesys.wordpress.com/
Ensino da Física Pós a distancia em Ensino da Física você encontra no POSEAD! www.posead.com.br

A biomecânica e a Educação Física


The biomechanics and the Physical Education

*Especialista em Atividade Física, Desempenho Motor e Saúde - Biomecânica


da Atividade Física. Mestranda em Distúrbios da Comunicação Humana. Clarissa Stefani Teixeira*
**Professor Adjunto da disciplina de Biomecânica da Universidade Carlos Bolli Mota**
Federal de Santa Maria e Doutor em Ciência do Movimento Humano. clastefani@gmail.com
Universidade Federal de Santa Maria. (Brasil)

Resumo
Este texto objetiva discutir a Biomecânica e a Educação Física. Muito se questiona sobre as possíveis contribuições da Biomecânica para com as diversas áreas
de conhecimento, que atualmente apresentam-se em múltiplas formas e contextos. Sabe-se que as atividades relacionadas com a Educação Física são muitas e
cada vez mais se encontram temas ligados a ela. A Biomecânica além de estar presente em áreas como a Engenharia, Fisioterapia, Medicina e Veterinária faz-se
presente também na Educação Física. A Biomecânica enquanto ciência visa contemplar os aspectos cinemáticos, cinéticos, eletromiográficos e antropométricos do
movimento humano. Nestas perspectivas pode-se relaciona-la às mais diversas formas de movimento que a Educação física engloba e pode-se ainda fazer um
perfeito elo entre as contribuições que a Biomecânica traz para as atividades realizadas no campo da Educação Física. Sendo assim, o conhecimento científico
produzido pela Biomecânica é útil para os profissionais que trabalham na Educação Física e também para aqueles que se utilizam dela, ela é uma das disciplinas
que contribuem para o conhecimento que irá fazer com que os profissionais que trabalham com atividades relacionadas às dimensões da Educação Física façam
um bom trabalho em suas atividades profissionais. Deve-se salientar que todo o conhecimento é importante quando se consegue fazer a relação entre teoria e
prática.
Unitermos: Biomecânica. Educação Física.

Abstract
This text discusses the Biomechanics and the Physical Education. Many questions are made about the possible contributions of the Biomechanics to the several
knowledge areas, that now are in multiple forms and contexts. It is known that the activities related with the Physical Education are many and more and more
themes linked to it are found. The Biomechanics besides being present in areas as Engineering, Physiotherapy, Medicine and Veterinary also is present in the
Physical Education. The Biomechanics while science seeks to contemplate kinematic, kinetic, eletromiographic and anthropometric aspects of the human
movement. In these perspectives it can be related to several forms of movement that the Physical Education includes and still to do a perfect link among the
contributions that the Biomechanics brings for the activities accomplished in the field of the Physical Education. This way, the scientific knowledge produced by the
Biomechanics is useful for the professionals that work in the Physical Education and also for those that use it. It is one of the disciplines that contribute to the
knowledge that will do that the professionals that work with activities related to the dimensions of the Physical Education make a good work in its professional
activities. It should be pointed out that the any kind of knowledge is important when /it gets to do the relationship between theory and practice.
Keywords: Biomechanics. Physical Education.

http://www.efdeportes.com/ Revista Digital - Buenos Aires - Año 12 - N° 113 - Octubre de 2007

1/1

Introdução
A Biomecânica

O corpo humano é um dos principais objetos de estudo do homem. À busca por compreender o seu
funcionamento, contrapõe-se sua complexidade, levando cientistas e estudiosos a aprofundar cada vez mais os seus
estudos. Dentro deste âmbito se encontra a Biomecânica, que é uma disciplina derivada das ciências naturais que se
preocupa com a análise física dos sistemas biológicos, examinando, entre outros, os efeitos das forças mecânicas
sobre o corpo humano em movimentos quotidianos, de trabalho e de esporte. No século XX ocorreram grandes
avanços tecnológicos que se refletiram nos métodos experimentais usados em praticamente todas as áreas de
atuação científica, incluindo a Biomecânica, ocasionando um grande avanço nas técnicas de medição,
armazenamento e processamento de dados, fatos estes que contribuíram para o estudo e melhor compreensão do
movimento humano.

A Biomecânica é um dos métodos para estudar a maneira como os seres vivos (principalmente o homem) se
adaptam às leis da mecânica quando realizando movimentos voluntários. Para Donskoy & Zatsiorsky (1988) a
Biomecânica é a ciência das leis do movimento mecânico nos sistemas vivos e pode ser também definida como a
aplicação da Mecânica a organismos vivos e tecidos biológicos. Nigg (1995) define Biomecânica como sendo a ciência
que examina as forças que atuam externa e internamente numa estrutura biológica e o efeito produzido por essas
forças e Hatze apud Nigg (1995) afirma que ela é a ciência que estuda estruturas e funções dos sistemas biológicos
usando o conhecimento e os métodos da Mecânica. A Biomecânica estuda diferentes áreas relacionadas ao
movimento do ser humano e animais, incluindo: (a) funcionamento de músculos, tendões, ligamentos, cartilagens e

http://www.efdeportes.com/efd113/a-biomecanica-e-a-educacao-fisica.htm 13/2/2011
A biomecânica e a Educação Física Page 2 of 4

ossos, (b) cargas e sobrecargas de estruturas específicas, e (c) fatores que influenciam a performance. A
Biomecânica do Esporte se dedica ao estudo do corpo humano e do movimento esportivo em relação a leis e
princípios físico-mecânicos, incluindo os conhecimentos anatômicos e fisiológicos do corpo humano (Amadio, 1996).
No Brasil, os resultados das pesquisas em Biomecânica têm influenciado diretamente na medicina, ergonomia,
fabricação de equipamentos esportivos e muitos outros aspectos da vida humana (Nasser, 1995).

Ela também pode auxiliar na produção de conhecimento para aquisição de competências tecno-motoras, que
levam em consideração as características dos participantes, do contexto e sua organização, possibilitando uma
efetiva aprendizagem (Crum, 1993). Para Moro apud Nasser (1995), a Biomecânica tem acompanhado o ensino das
técnicas associando a prevenção músculo-esquelética do indivíduo nas ações cotidianas, evitando assim que certos
esforços desnecessários possam danificar suas estruturas e que sua ação motora seja racionalizada.

O progresso da Biomecânica como disciplina científica que estuda funções dos seres vivos tornou-se, ao longo dos
últimos três séculos, muito amplo e disso resultaram múltiplas divisões didáticas e delimitação de território de
especialidades científicas, tais como Biomecânica do Movimento Humano, Biomecânica Clínica e de Reabilitação,
Biomecânica de Tecidos e Biomateriais, Biomecânica Músculo-esquelética e Métodos e Técnicas de Pesquisa em
Biomecânica. Cada uma destas áreas, por sua vez, abrange diversas possibilidades, como os exemplos ilustrados o
quadro 1.

Biomecânica como disciplina na Educação Física

Não só a Biomecânica como as outras disciplinas científicas levam em consideração características específicas de
um campo de estudos relacionados com as diversas áreas da Educação Física. Quando o profissional insere-se no
contexto específico desta profissão, ele percebe que, no sentido operacional, os conceitos determinados para cada
Ciência são pelo menos pobres, e não informam as reais características de cada campo de conhecimento. O que
atualmente nota-se é a infinita gama de conhecimentos que o educador físico deve dominar para exercer sua
função. A medida que o leque de atuação profissional dos diferentes campos de trabalho vai sendo ampliado,
percebe-se que muitos dos conhecimentos julgados inúteis mostram-se extremamente adequados aos fenômenos
apresentados. É típico que os indivíduos que conhecem muito pouco do ramo científico, afirmem que o mesmo só de
presta para um determinado fim. Afirmações como essa, se tomadas como verdade dificultam a compreensão das
reais possibilidades de aplicações das informações oriundas de qualquer tipo de conhecimento científico. Por isso é
de fundamental importância que argumentações simplistas sejam examinadas quanto ao seu grau de veracidade,
antes de serem adotadas como válidas de formas a evitar tanto quanto uma adoção precoce quanto uma rejeição
incondicional. Segundo Amadio & Duarte (1996) deve-se levar em consideração cada disciplina que compõe o
espectro que investiga o movimento, como a antropometria, anatomia funcional, neurofisiologia, fisiologia geral,
bioquímica, psicologia esportiva, medicina desportiva, ensino do movimento desportivo, sociologia, física, matemática
e processamentos de sinais eletrônicos e a própria Biomecânica em uma análise multidisciplinar, para que se possa
entender melhor a complexidade do estudo do movimento. O que deve ocorrer é a habilidade de o professor saber
usar destes conhecimentos gerando novos conhecimentos condizentes com a realidade em que seu público alvo está
inserido, seja em clubes, academias ou escolas.

No caso da Biomecânica, por exemplo, pode-se afirmar que essa possui uma efetiva utilização como instrumento

http://www.efdeportes.com/efd113/a-biomecanica-e-a-educacao-fisica.htm 13/2/2011
A biomecânica e a Educação Física Page 3 of 4

pedagógico. A partir de seus diversos conceitos, nota-se as diferentes abordagens e/ou preocupações que ela traz. O
ato educativo, admitido como principal ação da Educação física no contexto escolar, determina amplas
possibilidades. Em primeiro lugar a Biomecânica não serve apenas como discussão do movimento e em segundo é
que, mesmo quando ela está voltada para modalidades esportivas ou de alto rendimento não se faz da única
possibilidade de aplicações e sim de mais uma área para sua atuação.

A Biomecânica ainda pode atuar com assuntos relacionados ao aperfeiçoamento da técnica do movimento,
aperfeiçoamento do processo de treinamento, aperfeiçoamento e adaptações ambientais, aperfeiçoamento do
mecanismo de controle de cargas internas do aparelho locomotor, aperfeiçoamento de sistemas para simulação de
movimentos, aperfeiçoamento tecnológico instrumental para aquisição e processamento de sinais biológicos e ao
aperfeiçoamento de sistemas (hardware e software) para análises de movimentos e conseqüentes aplicações
práticas.

O elo conceitual de teorias com as práticas de campo influencia a atividade e a condução do trabalho
desenvolvido (McGinnis, 2002). Precisa-se entender que os métodos tradicionais de ensino e treinamento mostram o
que e como ensinar, enquanto a Biomecânica permite entender porque determinadas técnicas são mais apropriadas
do que outras. Mais especificamente, a Biomecânica permite, entre outras coisas, melhorar o desempenho de
atividades esportivas, melhorar a técnica de realização de movimentos, melhorar equipamentos utilizados em
esportes ou em atividades do dia a dia, prevenir lesões e auxiliar na reabilitação de lesões. A Biomecânica preocupa-
se com a descrição, análise e interpretação dos movimentos dos segmentos do corpo humano, através da aplicação
dos conceitos básicos da física, química, matemática, fisiologia, anatomia, etc. como ferramenta de análise Segundo
Hay (1985) as contribuições feitas pela biomecânica desportiva são amplamente proclamadas, entretanto,
geralmente supervalorizados, ou mesmo distorcidos, a fim de aumentar as vendas do produto que está sendo
divulgado e são, pois, virtualmente, como que uma medida do impacto que a biomecânica desportiva tem tido na
prática. A biomecânica desportiva tem tido notável impacto sobre o ensino de técnica em educação física e nos
esportes.

Em resumo, a biomecânica tem tido uma influência muito maior nas práticas de educação física do que
geralmente se reconhece ou anuncia. Professores, técnicos e atletas freqüentemente encontram-se na situação de
fazer uma escolha entre duas técnicas destinadas a obter uma mesma finalidade. Sem dúvidas a Biomecânica pode
contribuir para a efetivação de processos educativos, que envolvam comportamentos corporais, mais conscientes e,
conseqüentemente, marcados por concretas responsabilidades intencionalmente pedagógicas. Especificamente no
ambiente escolar, o conhecimento da Biomecânica pode contribuir significativamente para a melhoria do ambiente,
da saúde e da qualidade de vida dos alunos. Tomando-se exemplos bem práticos, podem-se citar as mochilas
carregadas pelos alunos e o mobiliário escolar. Estes dois fatores são causas de, no mínimo, desconforto, e podem
em longo prazo causar graves danos às crianças. O professor de Educação Física, conhecendo as implicações
Biomecânicas, pode conscientizar alunos, pais e demais professores para, pelo menos, minimizar as conseqüências
nocivas. Afinal, concebe-se o profissional da Educação Física como um agente com responsabilidades que vão além
das aulas de Educação Física.

Referências bibliográficas

 AMADIO, A. C. & DUARTE, M. Fundamentos biomecânicos para análise do movimento. São Paulo, 1996.

 AMADIO, A. C. Fundamentos da biomecânica do esporte: considerações sobre a análise cinética e aspectos


neuromusculares do movimento. Tese (livre docência) - Universidade de São Paulo, 1996.

 CRUM, B. Boletim de Educação Física. Acta do IV Congresso da SPEF Sociedade Portuguesa nº 7/8, 1993.

 DONSKOI, D. & ZATSIORSKY, V. Biomecânica de los ejercicios físicos. Moscou: Madrugada. 1988.

 HAY, J. G. The Biomechanics os sports techiniques. Pretice-Hall: New Jersey, 1985.

 NASSER, J.P. Biomecânica do esporte/ Educação Física. Origens e tendências no Brasil. As ciências do esporte
no Brasil. Campinas, SP: Autores associados, 1995.

 NIGG, B. M & HERZOG, W. Biomechanics of the musculo-skeletal system. Chichester: Jonh Wiley & Sons,
1995.

Outros artigos em Portugués

http://www.efdeportes.com/efd113/a-biomecanica-e-a-educacao-fisica.htm 13/2/2011
A biomecânica e a Educação Física Page 4 of 4

Recomienda este sitio

Web EFDeportes.com

Búsqueda

revista digital — Año 12 — N° 113 | Buenos Aires, Octubre 2007


© 1997-2007 Derechos reservados

http://www.efdeportes.com/efd113/a-biomecanica-e-a-educacao-fisica.htm 13/2/2011