Вы находитесь на странице: 1из 67

1

CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC


CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM DESIGN DE MODA
BACHARELADO COM HABILITAÇÃO EM ESTILISMO

PLANO DE NEGÓCIO DA MARCA ELOS – STYLE ON WHEELS

VERONICA KAMIZONO

Orientadores:

Prof. Ms. Álvaro Artur de Castro Silva


Prof. Ms. Clóvis E. B. Ferratoni

Plano de Negócios integrante do TCC –


Trabalho de Conclusão de Curso,
apresentado ao CURSO SUPERIOR DE
GRADUAÇÃO EM DESIGN DE MODA para a
obtenção do Título de Bacharel em Estilismo.

São Paulo, 2010.

2
Índice

1. Indicações da Organização .......................................................................... 10


1.1. Missão: .................................................................................................. 10
1.2 Visão: ...................................................................................................... 10
1.3. Valores:.................................................................................................. 10
1.4. Descrição do produto ou serviço ........................................................... 11
1.5. Posição ambiental ................................................................................. 12
1.6. Fidelização do Cliente............................................................................ 12
1.6.1. Cartão Fidelidade ............................................................................ 13
1.6.2. Cartão de presentes ........................................................................ 13
2. Analise de competitividade ........................................................................... 15
2.1. Mini Humanos ........................................................................................ 15
2.2. Big play do grupo Heanlu....................................................................... 15
2.3. Madressita ............................................................................................. 17
2.4. Yellow Bug ............................................................................................. 18
3. Analise do ambiente externo ........................................................................ 20
3.1. Sócio cultural ......................................................................................... 20
3.2 Econômico .............................................................................................. 21
3.3. Disponibilidade de material .................................................................... 21
3.4. Ecológico/tecnológico ............................................................................ 22
4. Mercado ....................................................................................................... 22
4.1. Visão da indústria .................................................................................. 23
4.2. Mercado Alvo ......................................................................................... 24
4.3. Objetivos de marketing .......................................................................... 24
4.4. Objetivos financeiros.............................................................................. 25
4.6. Taxa de crescimento do mercado .......................................................... 26
4.7. Necessidade do mercado ...................................................................... 27
5. Analises ........................................................................................................ 27
5.1. Pontos fortes em tópicos ....................................................................... 27
5.2. Pontos fracos em tópicos....................................................................... 28
5.3. Oportunidades ....................................................................................... 28
5.4. Ameaças ................................................................................................ 28
6. Marketing...................................................................................................... 29
6.1. Produto .................................................................................................. 29
6.2. Preço ..................................................................................................... 29
6.2.1 Matéria prima ................................................................................... 30
6.2.2 Mão de obra ..................................................................................... 30
6.2.3 Custos fixos ...................................................................................... 31
6.3. Concorrência ......................................................................................... 31
6.3.1. Concorrência direta ......................................................................... 31
6.3.2. Concorrência indireta ...................................................................... 33
6.4. Distribuição ............................................................................................ 34
6.5. Promoção .............................................................................................. 34
6.5.1. Relações públicas ........................................................................... 35
6.5.2. Promoções ...................................................................................... 35
7. Operações .................................................................................................... 35

3
7.1. Localização da loja ................................................................................ 36
7.2. Ficha técnica.......................................................................................... 37
7.3. Localização escritório ............................................................................ 38
7.3.1. Localização e instalação ................................................................. 38
7.3.2. Instalações de equipamento ........................................................... 38
8. Proposta de coleção conceitual.................................................................... 39
9. Proposta de layout ....................................................................................... 47
9.1. Site......................................................................................................... 47
9.2. Arquitetura ............................................................................................. 47
9.3. Decoração ............................................................................................. 48
9.4. Logo ....................................................................................................... 49
10. Sugestão de equipe ................................................................................... 51
10.1. Consultoria Médica .............................................................................. 51
10.2. Escritório .............................................................................................. 51
10.3. Assistência/produto.............................................................................. 52
11. Projetos financeiros .................................................................................... 52
11.1. Primeiros passos ................................................................................. 52
11.2. Planilhas .............................................................................................. 53
11.3. Planos de contingência ........................................................................ 64
12. Defesa .................................................................................................... 64
Referencial bibliográfico ................................................................................... 65

4
Índice de Figuras

Ilustração 1- Cartão Fidelidade ........................................................................ 13


Ilustração 2 - Cartão de presentes ................................................................... 14
Ilustração 3: look 1 ........................................................................................... 39
Ilustração 4: look 2 ........................................................................................... 40
Ilustração 5: look 3 ........................................................................................... 40
Ilustração 6: look 4 ........................................................................................... 41
Ilustração 7: look 5 ........................................................................................... 41
Ilustração 8: look 6 ........................................................................................... 42
Ilustração 9: look 7 ........................................................................................... 42
Ilustração 10: look 8 ......................................................................................... 43
Ilustração 11: look 9 ......................................................................................... 43
Ilustração 12: look 10 ....................................................................................... 44
Ilustração 13: look 11 ....................................................................................... 44
Ilustração 14: look 12 ....................................................................................... 45
Ilustração 15: look 13 ....................................................................................... 45
Ilustração 16: look 14 ....................................................................................... 46
Ilustração 17: look 15 ....................................................................................... 46

5
Indice de imagem

imagem 1:Logo da marca Mini Humanos ......................................................... 15


imagem 2: Primeira imagem do site de abertura da marca .............................. 16
imagem 3:Imagem da coleção de inverno 2010 da marca Big Play ................. 16
imagem 4: Logo Madressita ............................................................................. 17
imagem 5: Galeria de fotos do próprio site ....................................................... 17
imagem 6: Logo Yellow bug ............................................................................. 18
imagem 7: Coleção que a marca produz .......................................................... 18

6
Índice de Planilhas

tabela 1:Fonte: dados IBGE 2008 .................................................................... 26


tabela 2:Empresas fornecedoras de material .................................................. 51
tabela 3:Fornecedores de mão-de-obra ........................................................... 52
tabela 4: Orçamento de Capital Inicial Elos - Style On Wheels ....................... 53
tabela 5: Reforma das instalações Elos – Style on Wheels ............................. 53
tabela 6: Moveis e Utensílios da Elos – Style On Wheels ................................ 54
tabela 7: Moveis e utensílios da Loja Ateliê Elos – Style On Wheels ............... 55
tabela 8: Custo Fixo da Elos – Style On Wheels .............................................. 56
tabela 9: Orçamento de custo Misto Elos – Style On Wheels .......................... 57
tabela 10: Orçamento de custo variável médio Elos – Style On Wheels .......... 57
tabela 11: Plano de vendas de atacado Elos – Style On Wheels ..................... 58
tabela 12: Plano de valores ao atacado Elos – Style On Wheels ..................... 59
tabela 13: Plano de custo ao atacado Elos – Style On Wheels ........................ 60
tabela 14: Plano de vendas de varejo Elos – Style On Wheels ........................ 61
tabela 15: Plano de vendas ao varejo Elos – Style On Wheels ........................ 62
tabela 16: Plano de custo ao varejo Elos – Style On Wheels ........................... 63
tabela 17: Orçamento Consolidade Elos – Style On Wheels ........................... 63

7
Sumário Executivo

Este Plano de Negócios tem o objetivo apresentar os estudos e análise

de viabilidade da criação de uma confecção para crianças cadeirantes, Elos -

Style On Wheels, cujo foco é a produção de roupas inclusivas, um design

inovador, que se diferencie dos demais, pelo acabamento.

A estrutura da empresa é enxuta, dentro dos padrões modernos de

racionalização. A utilização de parcerias e terceirizações tem como objetivo

minimizar ao máximo o quadro de funcionários e consequentemente os gastos

com folhas de pagamento e encargos.

O público alvo da Elos - Style On Wheels é constituída por crianças da

faixa etário de 4 a 10 anos. As classes sociais atingidas são as classes A, B, C.

Tendo em vista o alto grau de acabamento e execução, o valor agregado

aumenta, o que torna os produtos exclusivos.

O ponto de venda é uma loja situada na Av. Professor Ascendino Reis,

nº 144, num predio alugado. A localização é justificada pela proximidade do

local com entidades assistenciais, o que praticamente torna referência para

quem passa por lá. Dentro da loja, uma equipe dará assistência a seus

clientes, através de um mostruário de peças.

O escritório e localizado no andar acima da loja. A conjugação do

escritório com loja racionaliza a comunicação evitando a perda e distorção nas

informações.

8
São quatro coleções anuais, abrangendo todas as estações, inclusive

com o contato tão próximo do cliente, isso ajuda muito nas modificações a

serem feitas pelas observações feitas pelos próprios consumidores.

O faturamento anual gira em torno de R$650.000,00, tendo meses que

isso oscila pra cima e outros meses para baixo.

9
1. Indicações da Organização

1.1. Missão:

É missão da Elos - Style On Wheels trazer para a área de moda o

conceito de roupas desenvolvidas para crianças com limitações físicas.

Pulverizar a idéia na sociedade e na mídia, de forma que traga mais facilidades

para o público alvo, que são as crianças.

1.2 Visão:

Faz parte da visão da Elos - Style On Wheels ser uma empresa

inovadora, trazendo soluções práticas e acessíveis para uma parcela da

população sem representação no mercado.

1.3. Valores:

Nossos valores são através dos funcionários, colaboradores e amigos da

Elos - Style On Wheels fazer um intercâmbio entre Empresa X Sociedade

dentro da nossa missão.

10
1.4. Descrição do produto ou serviço

A Elos - Style On Wheels é uma empresa especializada na produção e

venda de moda infantil. O diferencial são as roupas para crianças com

limitações.

A Elos - Style On Wheels foi feita especialmente para o dia-a-dia da

criança como ir à escola, ao supermercado com a mãe e até mesmo para um

passeio no parque. As peças possuem modelagens confortáveis em tecidos

como: jeans, malha, moletom. Para as meninas, romantismo em pregas nos

detalhes das mangas e peças. Os vestidos e saias, tops, jardineiras bodys,

entre outros itens como polainas e cachecois, completam as novidades. Já

para os meninos, um estilo despojado nos detalhes dos bolsos com vivo,

joelheira e colorida e pespontada. Os casacos também têm um papel

importante no inverno, pois, surgem desde a versão jeans até o formato de

charmosos moletons. O bodys listrados é um hit, oferece a opção de conforto

se adequando as mudanças climáticas de um país tropical.

11
1.5. Posição ambiental

A Elos - Style On Wheels utiliza algodão orgânico, apóia pequenos

produtores que usam métodos sustentáveis de plantação e incentivam o

consumo consciente entre seus compradores. Mostrando que é possível

agregar consciência ambiental e responsabilidade social a um positivo

resultado no mercado, ganha espaço e mostra que roupa sustentável também

é assunto de criança.

É estimulada a utilização de ecobags, todo o lixo produzido na empresa

é separado para a coleta seletiva. O uso da água é controlado, a energia

elétrica também.

1.6. Fidelização do Cliente

A maior técnica de fidelização com o cliente é o bom atendimento. Com

atenção de colaboradores capacitados, mas também é observado o cuidado

com possíveis entradas de outras marcas que queiram tomar fatias no

mercado.

12
1.6.1. Cartão Fidelidade

Um item que fideliza os clientes e faz com que eles retornem à loja é o

cartão de crédito, voltado somente para a utilização de compras de roupas em

associação com banco financiador.

Cartão fidelidade

Elos -Style On Wheels


Veronica Kamizono
Código: 2362134
Valido Até 11/08/2012

Elos -Style On Wheels

Ilustração 1- Cartão Fidelidade

1.6.2. Cartão de presentes

Para solucionar a grande dificuldade das pessoas que não sabem o que

dar de presente, o Cartão-Vale Presente é uma ótima saída. Num valor único

de R$150,00.

13
Cartão de presentes

Elos -Style On Wheels

Valido Até 11/08/2012

Elos -Style On Wheels

Ilustração 2 - Cartão de presentes

14
2. Analise de competitividade

2.1. Mini Humanos

A Mini Humanos tem concorrência indireta com a Elos – Style On

Wheels, porque é uma loja virtual, apesar de ter o mesmo estilo e desenvolver

roupas para crianças de 0 a 10, não é o mesmo público.

imagem 1:Logo da marca Mini Humanos

fonte: http://www.minihumanos.com.br

2.2. Big play do grupo Heanlu

A marca mais nova do grupo Heanlu, a Big play também é concorrente

indireta, pois atinge um universo infanto-juvenil, para meninos e meninas de 1 a

12 anos, com cores, formas e estilos diferentes da Elos – Style On Wheels.

15
imagem 2: Primeira imagem do site de abertura da marca

fonte:http://www.bigplaybrasil.com.br/

imagem 3:Imagem da coleção de inverno 2010 da marca Big Play

fonte:http://www.bigplaybrasil.com.br/

16
2.3. Madressita

A marca possui loja virtual e um showroom onde vende atacado e varejo

ela é uma concorrente indireta da Elos – Style On Wheels, faz sua coleção

80% para meninos entre a idade de 3 a 6 anos, mas não atinge o mesmo

público.

imagem 4: Logo Madressita

fonte: madressita.blogspot.com

imagem 5: Galeria de fotos do próprio site

fonte: www.flickr.com/photos/madressita

17
2.4. Yellow Bug

E uma empresa com sete marcas no mercado e algumas atuam em todo

território nacional e no mercado externo, diversifica o seu público desde recém

nascidos até kids é uma concorrente indireta da marca Elos – Style On

Wheels, porque não atinge o mesmo público.

imagem 6: Logo Yellow bug

fonte: www.yellowbug.com.br

imagem 7: Coleção que a marca produz

fonte: www.yellowbug.com.br

18
Analise de competitividade feita através de notas 0 a10

Tabela 1: Comparativo entre as marcas concorrentes segundo preço e

serviços.

Tabela 2: Comparativo entre as marcas concorrentes segundo

localização e aparência física.

Tabela 3: Comparativo entre as marcas concorrentes segundo pré e pós

vendas.

19
Tabela 4: Comparativo entre as marcas concorrentes segundo

atividades de marketing.

3. Analise do ambiente externo

3.1. Sócio cultural

A responsabilidade sócio-cultural da Elos - Style On Wheels é baseada

na ajuda às entidades filantrópicas e assistenciais, pois é o meio que a

empresa pode dar seu retorno a sociedade como um todo. A realização de

eventos temporais como bazares, para arrecadar fundos e materiais doados

junto aos colaboradores e empresas parceiras também funciona muito bem.

O compromisso da Elos - Style On Wheels com a área social também é

altamente rigoroso. As contratações de empresas prestadoras de serviços que

tenham firmas abertas não utilizem de mão de obra exploratória, e a própria

Elos - Style On Wheels, na vigência como empresa, estar sempre em dia com

os compromissos sociais.

20
3.2 Econômico

Na área têxtil, a competição é tão agressiva quanto em qualquer outra

parte da economia brasileira. Empresas abrem e fecham as portas, o setor

segue modificações e avanços a todo instante, e quem quer sobreviver se

adapta ou sucumbe perante as concorrentes.

A Elos - Style On Wheels pratica preços justos e é leal quanto à

apresentação dos seus produtos junto ao consumidor. Assim como a Elos -

Style On Wheels defende suas idéias, o lado do usuário também é levado

sempre em consideração. Pesquisas constantes nas tendências,

aperfeiçoamentos nas coleções, novos incrementos, tudo para levar a Elos -

Style On Wheels para o status de empresa com padrão de qualidade a níveis

internacionais.

3.3. Disponibilidade de material

Entre os fatores que levou a Elos - Style On Wheels decidir a trabalhar

com material nacional é a clara questão da qualidade, pois um dos diferenciais

está no material utilizado para a produção dos produtos. Outro ponto levado em

consideração foi a questão da disponibilidade do material num espaço de

tempo, ou seja, o material importado carece de estar enfrentando atraso de

entrega. Tudo por motivos burocráticos, como estoque de material em

21
demasia, gera despesas de logística, estoque, controle de estoque e saída de

material adequação de depósitos e almoxarifados. Num controle que se adota

o método “Just-in-time” os custos são reduzidos e aumento o giro do capital.

Um exemplo seria um carregamento que, vindo do exterior pode ficar preso em

contêineres num porto por causa de papelada para liberação de mercadoria.

Não entra em questão a Elos - Style On Wheels ficar sem produção por falta

de matéria prima.

3.4. Ecológico/tecnológico

Tecidos ecológicos, colorações inovadoras, máquinas mais

seguras, métodos mais econômicos, reutilização das sobras de produção,

utiliza-se até o último fiapo. O descarte de matéria prima é encarado na Elos -

Style On Wheels como desperdício, dinheiro jogado fora.

4. Mercado

O mercado é encarado não como uma pedra imóvel e fria, mas sim

como um ser em constante transformação. A última coleção é sempre a

coleção ultrapassada e é dever da Elos - Style On Wheels estar a frente do

mercado, antenado com as tendências internacionais, atualizando seu portfólio.

Isso é possível, pois através de ações como pesquisas junto ao que os clientes

procuram é feito um levantamento a cada período e todas as críticas, pedidos,

22
indagações serão analisadas e após isso é decidido os traços e planejamentos

para as próximas coleções.

4.1. Visão da indústria

A todo o momento são anunciadas inovações tecnológicas em

todas as áreas imagináveis, sempre buscando a melhoria na qualidade de vida.

No mundo têxtil não podia ser diferente.

A indústria têxtil é altamente competitiva e essa competitividade

se deve à grande invasão dos tecidos importados ocorrida nos últimos anos.

Os fabricantes nacionais ou baixaram as portas e abriram fabricas na China ou

tiveram que se modernizar e se adaptar a essa nova realidade da indústria.

Na coleção os tecidos escolhidos são malha, moleton e que

favorece os movimentos e não retêm a transpiração. O jeans ganha pela

leveza, mas manter sua qualidade na resistência.

Para dar um toque mais moderno e infantil a linha de acessórios

foi desenvolvida para deixar a coleção com cara de criança, trazendo um ar de

descontração e despojamento nas peças.

Adornos são cuidadosamente elaborados para que não

machuquem a criança, não contenha nenhum produto alérgico ou tóxico.

Cachecóis e polainas são uma ótima pedida para as mocinhas.

Bonés e para os meninos dão um toque moleque no incremento.

23
4.2. Mercado Alvo

Sem dúvida alguma, a diferenciação é conseguida através da qualidade

e variedade dos produtos comercializados e do atendimento aos clientes.

O público infantil com limitações de movimento é a clientela almejada

pela marca Elos - Style On Wheels. Não é uma tarefa fácil, pois na verdade,

além de agradar as crianças o esforço deve também ser concentrado nos pais

das crianças. O trabalho deve ser apresentado aos pais como um aliado da

criança e não algo que vá diferenciá-las pela sua situação. O mundo da moda

está sempre em busca de inovações que facilitam nosso dia a dia, tecidos que

não precisam ser passados, novos formatos de roupas, silhuetas mais

agradáveis, etc., e isso deve ser estendido a todos os setores da sociedade.

4.3. Objetivos de marketing

Foi feita uma pesquisa com os pais, de acordo com levantamento feito

através deste questionário:

Através destes dados, pode-se traçar um perfil para o público-alvo

através da maioria:

- Estuda, pratica esportes, estuda idiomas;

-Tempo livre, sai com os pais, passeia no shopping e em parques;

-Tempo livre em casa, assiste televisão e usa o computador e

principalmente o videogame;

24
-eles já escolhem suas roupas na hora da compra;

-Os pais sempre estão buscando novidades, para que seu filho possa

desfrutar.

O público alvo da marca possui um circuito fechado, ou seja, não é

exatamente difícil detectar alguns locais onde possamos encontrar as crianças,

o que abre brechas para a estratégia publicitária. Existem inúmeras

associações dirigidas especialmente ao público, publicações periódicas,

eventos como feiras Reatech etc.

4.4. Objetivos financeiros

Conforme a estrutura da loja, o valor estimado, para o iniciar o

negócio, pode ficar em torno aproximadamente: R$ 340.000,00

-Capital de Giro aproximadamente: R$ 30.000,00

-Investimento em equipamentos e instalações aproximadamente: R$

47.000,00

- Faturamento bruto mensal previsto aproximadamente R$ 50.000,00

Obs.: Os valores apresentados são indicativos e servem de base para

decidir se vale à pena ou não aprofundar a análise do investimento.

4.5. Posição de marketing

25
Este plano de negócios consiste na montagem de uma loja ateliê que

comercializa roupas e acessórias infantis e infanto-juvenis, tais como calças,

tops, bodys, jaquetas, macacões, polainas, cachecois, entre outros.

A comercialização de produtos voltados para o público infantil e exige

sensibilidade, criatividade e muita informação. Este segmento é extremamente

dinâmico e diversificado, pois lida diretamente com as variações nas

tendências da moda, que ocorrem a cada estação e possibilita a atuação com

produtos populares ou sofisticados, clássicos ou esportivos.

4.6. Taxa de crescimento do mercado

tabela 1:Fonte: dados IBGE 2008

Inicialmente a Elos - Style On Wheels concentrará seu foco no publico

infantil, e após isso incrementará sua linha de mercadorias com a criação da

linha juvenil e até a adulta.

No espaço ateliê, na qual a roupa será confeccionado sob medida de

alto padrão tem um grande destaque. É uma grande fatia do mercado que

demanda por profissionais sérios e especializados que encarem os desafios de

uma empreitada ousada.

26
4.7. Necessidade do mercado

Diversos fatores influenciam diretamente nas vendas dentro do mercado:

os fatores climáticos, a sazonalidade, datas festivas e comemorativas também

atuam com força na influência dos mercados. A Elos - Style On Wheels tem

no seu calendário todo um planejamento traçado em cima destes fatores. O

dinamismo do mercado nos força a estarmos atentos, principalmente pelas

tendências internacionais, que rege as regras do mercado pelo menos duas

vezes por ano e então, temos que nos adaptar.

5. Analises

5.1. Pontos fortes em tópicos

Por se situar cidade de São Paulo, a empresa esta próxima de dois dos

pólos necessários para sua sobrevivência e crescimento. Primeiro o industrial,

pois nele se encontram mão de obra especializada, fornecedores e possui toda

infra-estrutura necessária para o seu lado fabril. Segundo, esta dentro do

principal mercado consumidor, com potencial de se espalhar para outras

cidades.

27
5.2. Pontos fracos em tópicos

Por estar debutando no mercado, num ramo estritamente direcionado, a

possibilidade de sufocar por falta de demanda de serviço não deixa de ser uma

ameaça.

5.3. Oportunidades

O nicho de confecção infantil é um setor que cresce demasiadamente, e

com o aumento da renda da população a tendência é de esse mercado inflar

mais ainda. A facilidade do crédito, a inclusão de famílias em várias cadeias do

mercado as quais elas não tinham acesso, inclusão de trabalhadores em

empregos com carteira assinada, o mercado interno brasileiro em aquecimento,

todos esses aspectos devem ser encarados como oportunidades.

O extremo direcionamento para um nicho específico não é saudável,

mas é bem temático, então dentro desse tema se pode expandir para outras

parcelas do mercado.

5.4. Ameaças

Iniciar as atividades de uma empresa exige estar altamente preparado

para todos os tipos de situações e questionamentos. Não cair na tentação de

enfrentar frente a frente com os grandes magazines atrás de preços que batam

28
a concorrência, mas sim provar para o consumidor que o produto da Elos -

Style On Wheels é diferenciado e tem qualidade.

Também há uma injusta briga com as confecções que imitam os

produtos sem um mínimo de qualidade e ficam a margem da legalidade,

produzindo rascunhos da peça original.

6. Marketing

6.1. Produto

O produto logo de cara deve mostrar ao cliente todos seus benefícios,

ninguém compra nada sem ser convencido de que a relação Custo x Benefício

lha trará satisfação esperada. Ter um visual agradável, a concepção de gosto

deve estar dentro dos padrões populares aceitáveis, afinal ninguém compra

uma camisa infantil com a estampa de uma serpente enrolada numa caveira.

Estar bem exposto, pois um produto que ninguém consegue ver nunca será

vendido. Qualidades, vantagens, diferenciais devem sempre ser ressaltadas.

6.2. Preço

Definir qual preço praticar num produto não é uma tarefa muito fácil, pois

muitos fatores devem ser levados em consideração. Deve-se encontrar um

29
equilíbrio entre, por quanto a empresa pode vender e quanto o cliente está

disposto a pagar.

Quando uma pessoa entra numa loja, existe um motivo para ela estar lá,

afinal de contas ninguém vai passar o tempo numa confecção. Existe uma pré-

disposição de compra dessa pessoa. Cabe a empresa oferecer o produto e

justificar o valor do preço do produto.

6.2.1 Matéria prima

O custo da matéria prima pode ter variantes influentes tais como,

qualidade, frete, estocagem. Os produtos são produzidos na sua maioria com

matéria prima nacional, já que é sabido da qualidade dos nossos tecidos,

aviamentos, adereços, etc. Sempre de fornecedores próximos para evitar o

custo do frete e quando não possível tentar negociar um volume um pouco

maior para tentar evitar esse gasto adicional. A estocagem de matéria prima é

sempre que possível na menor quantidade exigida para manter a produção em

andamento, isso diminui custos com pessoal, um local para manter o material,

problemas de estocar material e estragar ou roubo e/ou furto.

6.2.2 Mão de obra

A construção da roupa desde seu concebimento tem influência no custo

final do produto. Se paga à desenvolvedora de produto, a modelista, a

30
cortadora, a piloteira, a oficina de costura, as vendedoras, enfim, todos os

envolvidos desde a produção até o produto chegar às mãos do cliente final.

6.2.3 Custos fixos

Mensalmente há custos que devem ser incluídos como água, luz,

telefone, internet, correio, aluguel, impostos, etc., isso tudo deve ser calculado

percentualmente e inserido no custo final do produto.

6.3. Concorrência

6.3.1. Concorrência direta

O brasileiro tem fama de ser um dos povos mais empreendedores do

mundo, logo se imagina que todo mundo que tem uma idéia na cabeça e

dinheiro no bolso tente abrir um negócio. E é exatamente isso o que acontece.

A concorrência não apenas no mercado da moda é enorme, tanto que o

SEBRAE, numa pesquisa com empresas que iniciam suas atividades, 27%

fecham antes do primeiro ano de vida, e 62% não chegam ao quinto ano de

sobrevivência.

31
grafico 1:Fonte: SEBRAE/SP ano 2001 e 2005

É claro que a concorrência não é o único motivo pela falência das

empresas, mas no mercado brasileiro, se exige cada vez mais profissionalismo.

Cada empresa atua de acordo com um perfil de consumidor alvo, mas todas

dentro de uma mesma bolha. Atuar ao lado dos grandes magazines, como

Renner, Riachuelo, C&A e outras não tão grandes, mas com marcas

conceituadas nesse ramo não é exatamente uma coisa para amadores.

Conceituar a marca é um trabalho e tanto, mas depois de cravada a bandeira

na “Terra dos grandes nomes de confecções” tudo fica mais fácil.

Quando um ramo do mercado é citado e seu nome logo é remetido na

lembrança dessa fatia, é que sua marca já esta ligada diretamente a proposta

da empresa e seu publico alvo também já é identificado.

32
6.3.2. Concorrência indireta

Cada vez mais e mais a mídia age dentro de nossas cabeças e faz com

que produtos antes fúteis se tornem em itens de primeira necessidade. Um

adolescente não se imagina sem um aparelho celular, ou um iPod nos ouvidos,

ou até mesmo um tênis legal de grife importada que sua turma toda esteja

usando. O que esta acontecendo é que o mercado da moda não concorrente

apenas entre as marcas, mas sim com produtos de outras áreas também.

Quando uma pessoa pensa em adquirir uma peça de vestuário o que se passa

na cabeça dela é que ela esta gastando uma parte de seu orçamento, e isso

atingirá diretamente no seu orçamento geral e outras supostas necessidades

que mantêm sua qualidade de vida. Isso pode incluir desde um pacotinho de

fraldas de algumas irrisórias moedinhas, até mesmo ao adiamento da compra

de um caríssimo aparelho ortopédico e coisa e tal.

A estratégia é atacar diretamente o público mostrando que o vestuário

pode fazer diferença, transformar produtos em sonho, em itens que o cliente

desejaria ter a qualquer custo. No caso de roupas infantis, todo pai e toda mãe

gosta de ver seu filho bem vestido e recebendo elogios, isso é capaz de

preencher o ego dos pais e é isso que deve ser passado pela marca Elos -

Style On Wheels.

33
6.4. Distribuição

A expectativa de vendas traçado num plano de vendas é de cerca de

R$335.000,00/anual inicialmente numa curva que chegar a

R$6.550.000,00/mês no período de um ano e R$70 000.000,00/mês no espaço

de cinco anos.

A estratégia é ter uma loja ateliê sede no bairro do Ibirapuera da cidade

de São Paulo. Logicamente que o intuito da marca é crescer e, portanto as

distribuições em outras lojas que se interessarem podem entrar em contato

diretamente com o departamento comercial da Elos - Style On Wheels, com

um limite mínimo de compra, no valor de R$600,00, mas condicionado a retirar

a mercadoria.

Dentro da loja própria, a expectativa é ficar com duas vendedoras fixas,

podendo aumentar a proposta até quatro, essa variável ficara a cargo das

sazonalidades. Elas terão salários fixos e mais porcentagem baseado nas

vendas, cota mínima de número de vendas e também terão todo o suporte para

atrair mais clientes, como internet, telefone etc.

6.5. Promoção

34
6.5.1. Relações públicas

Toda publicidade é bem vinda, então espaços em feiras, mídia, eventos

culturais, esportivos, artísticos devem ser explorados ao máximo. A idéia é

atingir a população em todos os meios possíveis.

Através das parcerias, conseguir patrocínio para que a divulgação

nesses eventos seja coberta pela mídia geral. Mídias alternativas como um

blog também ajuda as pessoas e conhecerem o conceito da marca.

6.5.2. Promoções

A troca de coleções é uma constante no ramo das confecções. Queimar

estoques antigos, realizar bazares, pontas de estoque, descontos para peças

com defeitos, tudo isso será executado na Elos - Style On Wheels, pois

mercadoria parada é dinheiro parado.

7. Operações

Toda a produção será vinculada às oficinas que receberão por peça

produzida. Esse meio de produção reduz drasticamente a importância em

encargos já que o único vínculo que a Elos - Style On Wheels terá será com a

oficina que presta serviços para e empresa.

35
Todo o planejamento das operações ficara a cargo dos diretores da

empresa, que definirão a coleção, os contratos de licenciamento, fornecedores

e a aprovação do produto final. A execução ficará a cargo do encarregado da

empresa, responsável pelo contato com as oficinas, e datas de entrega e

encomenda de material necessária para a produção.

As oficinas contratadas terão que obrigatoriamente apresentar o CNPJ,

e o Contrato Social, pois a Elos - Style On Wheels exige que suas empresas

parceiras sejam idôneas e também para que a proposta da empresa não seja

manchada.

7.1. Localização da loja

A loja ateliê Elos - Style On Wheels ficará situada na Av. Professor

Ascendino Reis, nº 144, bairro do Ibirapuera. O local foi estrategicamente

escolhido para estar mais próximo com públicos diferentes de várias classes

sociais, de diferentes idades. A região também é muito conhecida pela

proximidade com entidade e isso ajuda na divulgação. A loja é espaçosa, fica

na parte térrea de um edifício comercial, possui 60m², uma ótima área para

exposição dos produtos com vitrine, o que ajuda muito na divulgação.

Também se encontra balcão de vendas, banheiros adaptados feminino e

masculinos e todo o espaço possuem acessos adequados para

cadeirantes. Vaga para três autos na entrada da loja ateliê.

36
A estrutura básica da loja é divida em:

-área de vendas (exposição dos produtos, caixa, empacotamento e

entrega)

-área para administração (escritório);

- área para almoxarifado;

- pequena área de lazer;

- área para vestiário / banheiro;

- área de estacionamento.

A decoração da loja é resultado do conjunto de detalhes definidos no

projeto arquitetônico. Mobiliário, pintura, iluminação, revestimentos, tudo é

importante para o efeito final que se pretende. Uma boa decoração depende

fundamentalmente de um bom detalhamento de todos esses itens.

7.2. Ficha técnica

Razão social: Elos Indústria e Comércio Ltda.

Nome fantasia: Style On Wheels

Fundação: 02/01/2010

e-mail: vkamizono@hotmail.com

Site: www.styleonwheels.com

Tel.: (11) 2097-2867

37
7.3. Localização escritório

O escritório fica situado na sobreloja do endereço da loja.

7.3.1. Localização e instalação

O local foi escolhido, pois dinamiza as operações entre loja e escritório e

facilita a comunicação vertical e horizontal entre diferentes setores. Uma

economia do ponto de vista da telefonia, já que é possível a comunicação com

uma central de ramais, e evitando ligações telefônicas tarifadas. A entrada se

dará por uma porta lateral, havendo passagens internas entre loja e escritório

somente com acesso para os funcionários. Outra vantagem notável é a

possibilidade de férias coletivas englobarem todo o corpo empresarial, já que é

bastante corriqueiro no ramo de confecções esse tipo de férias. Também é

possível citar maior facilidade nos balanços anuais devido à proximidade entre

as partes envolvidas.

7.3.2. Instalações de equipamento

É notável o conforto financeiro, pois tanto loja quanto escritório podem

utilizar apenas um ou dois ramais de linha telefônica, a internet distribuída

numa única rede, o serviço de água e luz unificadas. Terminais de

computadores modernos instalados, possibilitando maior velocidade no

armazenamento e consulta de dados e na comunicação.

38
Todo o material instalado é de propriedade da empresa, faz parte dos

bens, a aquisição desses bens será feito através de financiamentos e linhas de

créditos.

8. Proposta de coleção conceitual

Ilustração 3: look 1

39
Ilustração 4: look 2

Ilustração 5: look 3

40
Ilustração 6: look 4

Ilustração 7: look 5

41
Ilustração 8: look 6

Ilustração 9: look 7

42
Ilustração 10: look 8

Ilustração 11: look 9

43
Ilustração 12: look 10

Ilustração 13: look 11

44
Ilustração 14: look 12

Ilustração 15: look 13

45
Ilustração 16: look 14

Ilustração 17: look 15

46
9. Proposta de layout

9.1. Site

Um site produzido para mostrar a proposta da marca

www.styleonwheels.com no mundo virtual, tudo muito colorido e despojado. As

coleções sempre atualizadas, com detalhamento dos produtos, numa

linguagem fácil e de navegação descontraída.

9.2. Arquitetura

A arquitetura externa da loja pouco ou muito pouco pode ser modificada,

apenas internamente mudanças serão feitas. As divisórias serão feitas com

paredes de drywall, práticas e de rápida instalação, fazem pouca sujeira e é de

fácil manutenção. A parte elétrica também ficara exposta, será instalada com

eletrodutos e calhas. Material também de fácil manutenção. A única parte difícil

é a hidráulica, pois para se modificar é necessário quebrar partes do prédio,

então isso será mantido o máximo possível.

imagem 8: selo de certificação

47
CERTIFICADO DE OBRA 100% ADAPTADA

Procuramos uma equipe de técnicos do Projeto Mobilidade para a loja e

verificaram as condições de adaptações do espaço a fim de emitir um

certificado de obra 100% adaptada, ou seja, está acordo com as leis Federais,

Estaduais e Municipais que regulamentam a promoção da acessibilidade.

Com esse certificado, identifica os espaços adaptados para que os

portadores de necessidades especiais possam utilizar-se dos serviços

prestados por nós

9.3. Decoração

Se tratando de uma marca infantil, a decoração ficará voltada para

temas que retratam o mundo imaginário que ocupa as cabeças das crianças.

Personagens licenciados farão parte das pinturas nas paredes e adesivos

colados nas vitrines. Uma área toda destinada para as meninas e outro lado

para os meninos, facilitando a setorização.

Tem banheiros construídos objetivo projetado para o acesso de cadeira

de rodas.

Piso tipo antiderrapante, de qualidade tipo comercial, para suportar o

tráfego intenso de pessoas e movimentação de móveis.

48
imagem 9: Foto da loja, com vista plana

fonte: www.kantarq.com.br

9.4. Logo

A linguagem de sinais nunca foi tão importante como nos dias de hoje,

porque todos justificam não ter tempo suficiente para nada mais. A vida numa

cidade grande ou até mesmo em cidades pequenas tendem a ficar cada vez

mais corrida, temos menos tempo para conversar, menos tempo para brincar,

menos tempo para nós mesmos, o que dizer então de parar e ler um texto no

meio da rua? Por isso, dentro do logotipo de uma marca devem estar inserido

informações que, para quem o vê, consiga identificar rapidamente do que se

trata e qual tema eu quero que o consumidor capte.

49
9.4.1. Propostas de logo

Ilustração 18: Logo versão positiva

Ilustração 19: Logo versão negativa

9.4.2. Logo escolhido

Ilustração 20:Logo versão padrão

50
O logo escolhido possui asas que simbolizam a liberdade, a

independência. Sua cor foi escolhida para dar neutralidade à questão da

masculinidade ou feminilidade do símbolo. A coroa com uma cruz releva a

magnificência e aos valores cristãos valorizados pelos idealizadores da marca.

10. Sugestão de equipe

10.1. Consultoria Médica

Temos convenio com o Wilmslow Centro de Saúde tem um grande

departamento de fisioterapia, Terapia Ocupacional e fisioterapia aquática

totalmente qualificada empregada pela Central e Oriental Cheshire PCT.

10.2. Escritório

Fizemos cadastro com as empresas abaixo para fornecerem material de

a fim de emitir apenas uma nota fiscal por mês, para facilitar.

tabela 2:Empresas fornecedoras de material

51
10.3. Assistência/produto

As empresas abaixo prestam serviço terceirizado de corte e costura para

a Elos - Style On Wheels.

tabela 3:Fornecedores de mão-de-obra

11. Projetos financeiros

11.1. Primeiros passos

A estratégia da Elos - Style On Wheels é partir com a loja física como o

primeiro contato com o público. A partir daí, a expansão se dará através do

telemarketing, divulgação através da internet, panfletos nas instituições, feiras

direcionadas, eventos, participações em desfiles de moda e a mais velha

ferramenta do marketing, o boca a boca.

52
11.2. Planilhas

tabela 4: Orçamento de Capital Inicial Elos - Style On Wheels

Toda a área burocrática é dirigida por prestadores de serviços

especializados, o que evita transtornos com papeladas e mantém a empresa

sempre em dia com seus tributos, taxas, folhas de pagamento, impostos etc.

tabela 5: Reforma das instalações Elos – Style on Wheels

Priorizando suas instalações a Elos - Style On Wheels, investiu nas

adaptações necessárias para transformar o ambiente numa área acessível e

segura, mantendo os padrões de qualidade oferecidos pela prestação de

serviço e ideais sugeridos pela empresa.

53
tabela 6: Moveis e Utensílios da Elos – Style On Wheels

Toda a aquisição de material de escritório é feita junto a grandes

atacadistas, que promovem um preço mais em conta.

54
tabela 7: Moveis e utensílios da Loja Ateliê Elos – Style On Wheels

Por se tratar de um material direcionado, a negociação desse tipo de

material é dada para uma quantidade menor de fornecedores e financiado,

devido ao alto valor.

55
tabela 8: Custo Fixo da Elos – Style On Wheels

A base dos custos é tudo o que a empresa deve faturar dentro do seu

ano contábil para pelo menos empatar seus gastos e não operar com prejuízo.

56
Portanto o planejamento do que vai ser produzido deve prontamente ser

equivalente ao que vai ser comercializado.

tabela 9: Orçamento de custo Misto Elos – Style On Wheels

Neste custo misto estão inclusas as despesas que podem variar durante

o ano, mas ainda sim estão dentro da expectativa de gastos anuais da

empresa.

tabela 10: Orçamento de custo variável médio Elos – Style On Wheels

57
tabela 11: Plano de vendas de atacado Elos – Style On Wheels

58
tabela 12: Plano de valores ao atacado Elos – Style On Wheels

59
tabela 13: Plano de custo ao atacado Elos – Style On Wheels

60
tabela 14: Plano de vendas de varejo Elos – Style On Wheels

61
tabela 15: Plano de vendas ao varejo Elos – Style On Wheels

62
tabela 16: Plano de custo ao varejo Elos – Style On Wheels

tabela 17: Orçamento Consolidade Elos – Style On Wheels

63
11.3. Planos de contingência

A loja tem um espaço muito grande, e em caso da necessidade de um

plano de contingência uma solução é abrir espaço para outros produtos

relacionados ao público alvo, como, aparelhos ortopédicos, utensílios de uso

diário como fraldas geriátricas, andadores, cadeiras de rodas, muletas,

bengalas, almofadas com espuma poliuretano, gel e ar, luvas, lap bandejas e

sacos para as costas.

12. Defesa

Tendo em vista que o mercado de moda está em franca expansão, o

conceito da Elos - Style On Wheels para um público órfão de um

representante digno de fazer roupas de qualidade sem perder conforto e beleza

é totalmente viável. Todos os dias aumentam o número de pessoas com algum

tipo de mobilidade reduzida, isso pode acontecer tanto por motivos naturais ou

por causas acidentais, e também amplifica o potencial comercial da empresa.

Tirar isso do papel e executar é possível com muito esforço, tempo,

dedicação e conhecimento. O crescimento da empresa é algo natural e vem

agregado com a fortificação da marca.

64
Referencial bibliográfico

CanalRH e Revista Melhor - Entrevistas - Set/Out/Nov de 2001

DORNELAS, J.C.A. Capacitação dos Gerentes de Incubadoras na

Elaboração e Utilização do Plano de Negócios como uma Estratégia para se

Disseminar seu Conceito junto às Empresas Incubadas. /submetido ao IX

Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas,

Porto Alegre-RS, set. 1999a/.

JIAN. Handbook of Business Planning: BizPlan Buider Interactive. JIAN

Tools. Mountain View CA, 1997.

KAPLAN, R.S.; NORTON, D.P. Using the Balanced Scorecard as a

Strategic Management System. Harvard Business Review, Boston, MA, USA,

1996a.

KAPLAN, R.S.; NORTON, D.P. The Balanced Scorecard: Translating

Strategy into Action. Harvard Business School Press, Boston, MA, USA, 1996b.

PINSON, L. Anatomy of a Business Plan. 3. ed. Chicago: Upstart

Publishing Company, 1996. 255p. RENTES, A.F.; VAN AKEN, E.M.; BUTLER,

65
R.; An Organizational Assessment Method for Transformation Efforts.

Proceedings of the Portland International Conference on Management of

Engineering and Technology, Portland, OR, USA, July, 1999.

PONTE JÚNIOR, Osmar de Sá (Org.). Mudanças no Mundo do

Trabalho: Cooperativismo e Autogestão. Fortaleza: INTECOOP - CE/UFC,

2000.

SAHLMAN, W.A. How to Write a Great Business Plan. Harvard

Business Review, jul-aug, 1997. SBA. United States Small Business

Administration, http://www.sba.gov, nov. 1998.

SEBRAE. Indicadores da Mortalidade das MPE’s Paulistas. Região

Metropolitana de São Paulo. Pesquisas Econômicas, São Paulo-SP, dez.

1998a. (Relatório Preliminar). SEBRAE. Avaliação das Incubadoras. Divisão de

Marketing/Pesquisas Mercadológicas, São Paulo-SP, dez. 1998b.

SILVA, F.Q.B. The Setting Up of Environmental Conditions for the

Creation of Software Enterprises in Brazil: the GENESIS Project and its

Results. /apresentado no 43rd International Conference on Small Business

World Congress, Singapura, jun.

CanalRH e Revista Melhor - Entrevistas - SET/OUT/NOV de 2001

66
Deutscher, Prof. José Arnaldo. Plano de Negócios, 2002.

Fernandez, Henrique Montserrat. Evitando a Falência, iEditora, 2003.

Identificando as Oportunidades e Conquistando Clientes 2 - SEBRAE/SP,

2002.

Henrique Montserrat Fernandez é Administrador de Empresas com pós-

graduação em Análise de Sistemas e MBA em Tecnologia da Informação / E-

management pela Strong/FGV. Com 29 anos de atuação profissional, trabalhou

em empresas de médio e grande portes, tais como Grupo Bonfiglioli,

Copersucar e SENAC, entre outras. Foi Gerente de Sistemas e Métodos da

Zanthus, tradicional fabricante de Terminais Ponto de Venda, onde atuou por

mais de seis anos. Foi também professor universitário na década de 90.

www.minihumanos.com.br/sistema/home

http://www.bigplaybrasil.com.br/

www.madressita.blogspot.com

www.yellowbug.com.br

67