Вы находитесь на странице: 1из 7

Órgãos do Poder Judiciário do Estado

CODJERJ • Tribunal de Justiça


– com sede na Capital, tem jurisdição em todo o
território do Estado
• Juízes de Direito
Regula a Organização e Divisão Judiciárias do • Tribunal do Júri
Estado do Rio de Janeiro, bem como a • Conselhos da Justiça Militar
administração e o funcionamento da Justiça e
seus Serviços Auxiliares • Juizados Especiais e suas Turmas Recursais.
– juízes e tribunais de primeira instância têm
jurisdição nas áreas territoriais definidas por
este Código

Divisão judiciária – Divisão Territorial Divisão judiciária – Divisão Territorial


• Território do Estado, para efeito da • Comarca :
administração da Justiça, divide-se em : – um município
– Regiões judiciárias – mais de um município, desde que contíguos
– Comarcas – denominação da respectiva sede
– pode compreender uma ou mais varas
– Distritos
– instalação com solenidade - presidência do Presidente do
– Subdistritos Tribunal de Justiça ou representante seu
– Circunscrições – a sede da comarca poderá ser transferida,
– Zonas judiciárias provisoriamente, em caso de necessidade ou relevante
interesse público mediante aprovação do Tribunal de
Justiça, e por ato de seu Presidente

1
Divisão judiciária – Divisão Territorial Divisão judiciária – Criação e
Classificação das Comarcas
• Regiões judiciárias
• Criação e classificação das comarcas
– integradas por grupos de comarcas ou varas,
– números de habitantes e de eleitores
– suas sedes serão as comarcas indicadas em – receita tributária - totalidade dos tributos recebidos
primeiro
i i llugar no quadro
d pelo município ou municípios componentes da
comarca, acrescida das cotas de participação
• Distrito
– movimento forense - processos de qualquer natureza
– instalação feita com a posse do juiz de paz, que exijam sentença de que resulte coisa julgada
perante o juiz de Direito da comarca
– extensão territorial dos municípios do Estado -
distância entre a sede do município e a da Comarca

Divisão judiciária – Criação e Divisão judiciária – Criação e


Classificação das Comarcas Classificação das Comarcas
• Requisitos essenciais para a criação de comarca
• Requisitos essenciais p/ elevação de comarca à 2ª entrância
– população mínima de quinze mil habitantes ou mínimo de oito mil
eleitores – população mínima de 70.000 habitantes ou 20.000 eleitores

– movimento forense
f anual de, pelo menos, duzentos feitos
f judiciais – movimento forense anual de,
de pelo menos
menos, mil feitos judiciais

– receita tributária municipal superior a três mil vezes o salário- – receita tributária municipal superior a quinze mil vezes o salário
mínimo vigente na capital do Estado mínimo vigente na comarca da capital do Estado

• sede de qualquer dos municípios integrantes da comarca • Se um dos requisitos não alcançar o quantitativo mínimo,
distar mais de cem quilômetros da sede desta – redução de ¼ mas dele se aproximar, poderá, a critério do Tribunal de
índices Justiça, por seu Órgão Especial, ser proposta a elevação da
entrância da comarca
• ficam mantidas as atuais comarcas do Estado, ainda que não
alcancem os índices estabelecidos neste artigo

2
Divisão judiciária – Criação e Divisão judiciária – Criação e
Classificação das Comarcas Classificação das Comarcas
• Entrância Especial
• Classificação das Comarcas – Capital – Nova Iguaçu

–11ª entrância – Campos


p dos Goytacazes
y – Petrópolis
– 2ª entrância – Duque de Caxias – São João de Meriti
– entrância especial – Niterói – São Gonçalo

• considerada de entrância – Volta Redonda


do Interior para o efeito
– Belford Roxo
do exercício de Juízes de
igual categoria. – Teresópolis

– Nova Friburgo

Divisão judiciária – Criação e Divisão judiciária – Criação e


Classificação das Comarcas Classificação das Comarcas
– Rio das Flores
– Duas Barras • Primeira Entrância
• Primeira Entrância – Santa Maria Madalena
– Engenheiro Paulo de Frontin – Natividade
– Arraial do Cabo
– São Francisco do Itabapoana
– Bom Jardim – Guapimirim – Paracambi
– Iguaba
Ig aba Grande – Parati – São José Vale do Rio Preto
– Cambuci

– Cantagalo – Italva(Cardoso Moreira) – Paty do Alferes – São Sebastião do Alto


– Carapebus/Quissamã – Itaocara – Pinheiral
– Sapucaia
– Carmo – Itatiaia – Piraí
– Laje de Muriaé – Silva Jardim
– Casimiro de Abreu – Porciúncula
– Conceição de Macabu – Mangaratiba – Sumidouro
– Porto Real-Quatis
– Cordeiro – Mendes
– Rio Claro – Tanguá
– Miguel Pereira
– Trajano de Moraes

3
Divisão judiciária – Criação e Divisão judiciária – Criação e
Classificação das Comarcas Classificação das Comarcas
• Segunda Entrância – Itaguaí • Segunda Entrância – Saquarema
– Angra dos Reis – Itaperuna
– Queimados – Seropédica
– Araruama – Japeri
– Resende – Três Rios
– Armação dos Búzios – Macaé
– Rio Bonito – Valença
– Barra Mansa – Magé

– Barra do Piraí – Maricá – Rio das Ostras – Vassouras


– Bom Jesus do Itabapoana – Mesquita – Santo Antônio de Pádua
– Cabo Frio – Miracema
– São Fidélis
– Cahoeiras de Macacu – Nilópolis
– São João da Barra
– Itaboraí – Paraíba do Sul
– São Pedro da Aldeia

Divisão judiciária – Criação e Divisão judiciária – Criação e


Classificação das Comarcas Classificação das Comarcas
• Desdobramento
• Formas de criação de novas varas e
fóruns regionais, nas comarcas de – em outras varas de igual competência,
quando o número de feitos ((não consideradas
q
entrância especial e de segunda entrância as situações transitórias – juiz auxiliar)
– Desdobramento distribuídos anualmente passar de mil por
juízo;
– Especialização
– Em atenção às peculiaridades locais, com
– Descentralização base em dados objetivos, poderá ser
reduzido ou majorado o índice para
desdobramento de determinados juízos.

4
Divisão judiciária – Criação e Divisão judiciária – Criação e
Classificação das Comarcas Classificação das Comarcas
• Especialização (quando a justificarem) • Descentralização
– número de feitos da mesma natureza (não – expressiva concentração populacional em
consideradas as situações transitórias – juiz núcleo
ú l urbano
b situado
it d em regiãoiã ou didistrito
t it
auxiliar) afastado do centro da sede da comarca, cuja
– especialidade distância em relação ao foro local torne
onerosa ou dificulte a locomoção dos
– necessidade de maior celeridade de jurisdicionados
determinados procedimentos
– interesse social

Dos órgãos judiciários de segunda Dos órgãos judiciários de segunda


instância - Tribunal de Justiça instância - Tribunal de Justiça
• Órgãos Julgadores
• 180 desembargadores – Regimento interno do tribunal, aprovado pelo
– Alteração - proposta do Órgão Especial Órgão Especial disporá sobre competência e
– Majoração - total de processos distribuídos e f
funcionamento
i t
julgados, durante o ano anterior, superar o – A) Câmaras Isoladas
índice de 300 feitos por juiz, computados, – B) Seção Criminal
para esse cálculo, apenas os Juízes que
– C) Conselho da Magistratura
integrarem as Câmaras, os Grupos de
Câmaras e a Seção Criminal, neles servindo – D) Órgão Especial – art. 93, XI CRFB/88
como relator ou revisor • C) e D) - funções censórias e administrativas de
relevância

5
Dos órgãos judiciários de segunda Dos órgãos judiciários de segunda
instância - Tribunal de Justiça instância - Tribunal de Justiça
• Presidido por um dos seus membros
• Escola da Magistratura do Estado do RJ
• Três Vice-Presidentes
– Integra a estrutura administrativa do TJ/RJ
• Corregedor-Geral
g da Justiça
ç
– Órgão
Ó ã d de fformação
ã e aperfeiçoamento
f i t d
de
• eleitos, em votação, secreta pela maioria dos
Magistrados membros do Tribunal de Justiça, pela forma prevista
• Corregedoria-Geral da Justiça no Regimento Interno do Tribunal
– Órgão de disciplina e correição • prazo de dois anos, a contar do primeiro dia útil após
o primeiro período anual das férias coletivas da
– Atuação sobre serviços judiciais e segunda instância
extrajudiciais de 1ª instância • permitida a reeleição por um período

Dos órgãos judiciários de segunda Dos órgãos judiciários de segunda


instância - Tribunal de Justiça instância - Tribunal de Justiça
• Presidido por um dos seus membros • Presidido por um dos seus membros
• Três Vice-Presidentes • Três Vice-Presidentes
• Corregedor
Corregedor-Geral
Geral da Justiça • Corregedor-Geral
Corregedor Geral da Justiça
• Podem concorrer os membros efetivos do Órgão • Vagando no curso do biênio – em 10 dias – eleição
Especial do sucessor para o tempo restante
• Obrigatória a aceitação do cargo salvo recusa • Sendo inferior a 3 meses, convocação do
manifestada e aceita da eleição – não se aplica ao desembargador mais antigo
desembargador eleito para completar período de
mandato inferior a um ano

6
Dos órgãos judiciários de segunda
Dos órgãos judiciários de segunda
instância - Tribunal de Justiça
instância - Tribunal de Justiça
• Órgão Especial
• 25 membros
• Presidente
• Órgão Especial
• 3 vices • Os Desembargadores não integrantes do Órgão Especial, observada
a ordem decrescente de antigüidade, poderão ser convocados pelo
• Corregedor-Geral Presidente para substituir os que o componham pelo mesmo critério,
• 10 desembargadores mais antigos nos casos de afastamento, falta ou impedimento.
• O desembargador em exercício simultâneo no Órgão Especial e em
• 10 desembargadores eleitos pelo pleno Câmara Isolada, terá nesta a distribuição reduzida da metade, a
• Respeitada a representação de advogados e título de compensação pela atividade administrativa e jurisdicional
realizada naquele órgão.
membros do MP
• Inadmitida a recusa

Dos órgãos judiciários de segunda


Dos órgãos judiciários de segunda instância - Tribunal de Justiça
instância - Tribunal de Justiça
• Câmaras e Seção Criminal
• Câmaras e Seção
ç Criminal
– Mediante designação do Presidente do Tribunal de Justiça,
Justiça os
Desembargadores não integrantes, em caráter efetivo, dos
– Desembargadores serão distribuídos em 28 Câmaras Órgãos Julgadores, exercerão funções de substituição ou auxílio
nas Câmaras Isoladas, nas Câmaras de plantão, bem como
– 20 Cíveis e 08 Criminais
atividades jurisdicionais após o encerramento do expediente
– Distingüindo-se as de igual competência, em cada forense, diariamente, inclusive aos sábados, domingos, feriados
Seção, por números ordinais e nos casos de impedimento temporário e excepcional das
atividades do Tribunal.
– A Seção Criminal será constituída pelos dois
Desembargadores mais antigos lotados em cada – Não integram as Câmaras o Presidente, os Vice-Presidentes e o
Corregedor-Geral da Justiça
uma das Câmaras Criminais

Похожие интересы